sábado, junho 25, 2022

Saab RBS 70NG

Estação ferroviária atacada por mísseis balísticos Tochka-U no leste da Ucrânia

Destaques

Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Mais de 1.000 pessoas estavam lotadas em uma estação ferroviária no leste da Ucrânia quando foi atingida por foguetes na sexta-feira, disse uma testemunha ocular à BBC.

Quarenta pessoas morreram, incluindo 10 crianças, quando mísseis explodiram na estação de Kramatorsk, enquanto civis faziam fila para evacuar, de acordo com o prefeito local.

Imagens da cena mostram corpos e sacolas abandonadas na plataforma.

A Ucrânia disse que a Rússia atacou civis, mas a Rússia negou o ataque.

Nathan Mook, um trabalhador humanitário que viu pessoas se aglomerando na estação, contou entre cinco e 10 explosões: “Dois minutos depois de passarmos, você sente antes de ouvir: o estrondo, a explosão”.

Mook disse que viu bem mais de 1.000 pessoas na estação pouco antes do ataque acontecer, e o escritório do promotor regional disse que quase 4.000 pessoas estavam lá no momento, principalmente mulheres e crianças. Mais de 80 pessoas ficaram feridas, disseram autoridades.

Autoridades disseram que uma área de espera temporária foi atingida e muitos dos feridos estão em estado grave. O governador de Donetsk, Pavlo Kyrylenko, alegou que um míssil Tochka-U armado com munições cluster foi usado.

O presidente ucraniano Volodymyr Zelensky disse que não havia soldados na estação. “Este é um mal que não tem limites”, disse o presidente, acusando a Rússia de cinicamente atacar civis quando não podia vencer no campo de batalha.

O Ministério da Defesa da Rússia acusou as forças armadas da Ucrânia de realizar o ataque e usar civis como “escudo humano” e um líder separatista apoiado pela Rússia disse que era uma “provocação” ucraniana. Mas Kyrylenko disse que era outro exemplo de falsificações e cinismo russos, com o objetivo de semear o pânico.

Por dias, trens lotados deixaram o leste, depois que líderes regionais apelaram aos moradores para fugir das forças invasoras da Rússia.

Ônibus cheios de evacuados estão chegando às poucas estações restantes ainda abertas, de vilas e cidades que foram bombardeadas pela Rússia. O líder do governo de Luhansk, Serhiy Haidai, disse que a cidade de Popasna corre um risco particular de ataque e que 14.000 civis ainda estão lá.

A Rússia mudou sua campanha militar para o leste da Ucrânia após uma série de derrotas em Kiev e outras áreas.

O Kremlin está agora com o objetivo de tomar as duas grandes regiões orientais de Luhansk e Donetsk, e suas forças estão se movendo para o sul e oeste em direção a Kramatorsk e seu vizinho do norte, Slovyansk.

Pouco antes do ataque com mísseis, depois das 10h30, horário local (07h30 GMT), o prefeito de Kramatorsk, Oleksandr Honcharenko, postou detalhes das partidas de trem em sua página no Facebook.

Destroços de um dos foguetes podiam ser vistos na grama perto da estação. A mensagem em russo za detei, que significa para ou em nome das crianças, havia sido pintada de branco no míssil.

O Ministério da Defesa da Rússia insistiu que não usou o tipo de míssil Tochka-U que foi disparado, enquanto os militares ucranianos o fizeram.

No entanto, os analistas apontam para imagens e vídeos nas mídias sociais que parecem mostrar os militares russos usando o Tochka-U. O governador de Donetsk acusou os militares russos de usar o Tochka-U para detonar munições de fragmentação no ataque a Kramatorsk.

“Um de nossos caras no armazém disse que viu a defesa aérea ucraniana interceptar um dos foguetes”, disse Nathan Mook. “Eram mísseis, ele podia ver as asas do míssil quando foi interceptado.”

O grupo de ajuda de Mook, World Central Kitchen, estava distribuindo comida na estação. Ele disse que eles estavam indo para um armazém para pegar farinha e estavam trabalhando na criação de um centro de distribuição na estação.

FONTE: BBC News


República de Donetsk relata ataque com mísseis do Exército Ucraniano na estação ferroviária de Kramatorsk

O sistema de mísseis táticos Tochka-U não está operacional nas Repúblicas Populares de Donetsk e Lugansk ou na Rússia, mas é usado ativamente pelos militares ucranianos, disse a sede da defesa territorial da DPR

DONETSK, 8 de abril. /TASS/. Um ataque com mísseis Tochka-U foi realizado na estação ferroviária de Kramatorsk, controlada por Kiev, onde a evacuação de civis está em andamento, informou a sede de defesa territorial da República Popular de Donetsk (DPR) na sexta-feira.

“Um ataque de míssil foi lançado na estação ferroviária em Kramatorsk, onde a evacuação de civis está em andamento. Os fragmentos do míssil Tochka-U caíram nas proximidades da estação ferroviária”, informou a sede em seu Telegram.

O sistema de mísseis táticos Tochka-U não está operacional nas Repúblicas Populares de Donetsk e Lugansk ou na Rússia, mas é usado ativamente pelos militares ucranianos, disse a sede da defesa territorial da DPR.

O que aconteceu

  • O ataque com mísseis foi realizado na estação ferroviária de Kramatorsk, que está sob o controle do exército ucraniano, de onde os moradores locais foram retirados.
  • De acordo com as estimativas da DPR, cerca de 30 pessoas foram mortas, cerca de 100 ficaram feridas. O governador da região de Donetsk, na Ucrânia, Pavlo Kyrylenko, disse que o número de mortos subiu para 50 pessoas, 98 pessoas foram levadas para hospitais.
  • Fragmentos de um míssil do complexo tático Tochka-U foram encontrados no local.
    O presidente da Ucrânia, Vladimir Zelensky, disse que era um míssil Tochka-U.
  • Presidente do Comitê de Investigação da Federação Russa Alexander Bastrykin foi instruído a iniciar processos criminais sobre o fato de provocação das Forças Armadas da Ucrânia em Kramatorsk.

Quem disparou o foguete

  • O lado ucraniano anunciou imediatamente o envolvimento da Rússia no incidente. No entanto, o Ministério da Defesa da Rússia indicou que as forças russas não tinham e não planejavam nenhuma missão de fogo em 8 de abril em Kramatorsk.
  • Os complexos Tochka-U são usados ​​ativamente pelas Forças Armadas da Ucrânia, mas não estão em serviço com a Rússia ou o DPR e LPR. O Ministério da Defesa da Federação Russa chamou a atenção para o fato de que as fotos distribuídas por Kiev dos exercícios russo-bielorrussos “Allied Resolve – 2022” retratam equipamentos que não pertencem à Rússia.
  • De acordo com o Ministério da Defesa da Federação Russa, o ataque foi infligido por um batalhão de mísseis das forças ucranianas da área da cidade de Dobropillya, 45 km a sudoeste de Kramatorsk.
  • A DPR acredita que o ataque à cidade foi uma provocação das forças de segurança ucranianas. O chefe da república, Denis Pushilin, chamou o incidente de crime de guerra e alertou que esta não é a última provocação das Forças Armadas da Ucrânia.
    Em 14 de março, o mesmo míssil atingiu o centro de Donetsk. Em seguida, 17 pessoas foram mortas e outros 36 civis ficaram feridos.

FONTE: TASS


Ministério da Defesa negou o envolvimento da Rússia no ataque a Kramatorsk

Todas as declarações de representantes do regime nacionalista de Kiev sobre o “ataque com foguete” supostamente realizado pela Rússia em 8 de abril na estação ferroviária da cidade de Kramatorsk são uma provocação e são absolutamente falsas.

Em 8 de abril, as forças armadas russas não tiveram missões de fogo na cidade de Kramatorsk e não foram planejadas.

Enfatizamos em particular que os mísseis táticos Tochka-U, cujos fragmentos foram encontrados perto da estação ferroviária de Kramatorsk e publicados por testemunhas oculares, são usados ​​apenas pelas forças armadas ucranianas.

- Advertisement -

230 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
230 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
2 meses atrás

Não há como realmente saber quem realizou o ataque já que ambos os tem em seus arsenais.

Palpiteiro
Palpiteiro
Reply to  Vinicius Momesso
2 meses atrás

Um satélite poderia informar?

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Palpiteiro
2 meses atrás

Provavelmente, se havia algum satélite captando imagens da região na hora do lançamento.

Outra forma é analisar qual foi a trajetória dos mísseis, que são balísticos, ou seja, se a área do provável lançamento estava dominada por russos ou ucranianos.

Bosco
Bosco
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
2 meses atrás

Sua capacidade de síntese é invejável. rsss
Nunão, talvez a direção do lançamento possa ser determinada pelo “rastro” no chão deixado pela célula vazia ou talvez pelo padrão de dispersão das submunições.
Talvez até mesmo pela posição da (s) célula (s) vazia (s).

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Bosco
2 meses atrás

“Nunão, talvez a direção do lançamento possa ser determinada pelo “rastro” no chão deixado pela célula vazia ou talvez pelo padrão de dispersão das submunições. Talvez até mesmo pela posição da (s) célula (s) vazia (s).“

Exato. A posição final da parte que sobrou do míssil pode até ser alterada, mas a análise do eventual rastro / marca no chão em sua queda e o padrão de dispersão das submunicões deve servir bem para dizer a trajetória original.

Last edited 2 meses atrás by Fernando "Nunão" De Martini
Henrique
Henrique
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
2 meses atrás

Interessante que nessas horas os ditos “satélites” do lado de cá não captam nada. Não digo que os russos sejam inocentes nessa mas a guerra de narrativas e o tipo de “sujeitos” envolvidos dos dois lados, não é de se duvidar de detonarem seus próprios civis para comoção mundial e aumento de ajuda financeiro-militar. Os russos (diga-se Putin) cometeram o maior erro de sua história invadindo a Ucrânia num momento onde toda a Europa e EUA se mobilizam contra eles justamente através desta. Meu medo é a coisa continuar escalando até que o “sujeito” do lado de lá não tenha… Read more »

Anderson
Anderson
Reply to  Henrique
2 meses atrás

Hoje em dia, depois da invenção dos modernos programas de edição de vídeo, nem mais o satélite do “Vaticano” é confiável.

Alexandre Cardoso
Alexandre Cardoso
Reply to  Anderson
2 meses atrás

kkk

Bosco
Bosco
Reply to  Henrique
2 meses atrás

Mas e os satélites do lado de lá? Eles são cegos? Por que então os satélites do lado de lá não mostram que as ruas de Bucha não tinham os corpos que os satélites do lado de cá alegam que existiam antes dos russos se retirarem?

Bosco
Bosco
Reply to  Palpiteiro
2 meses atrás

Os satélites podem mostrar que os russos adotam o Tochka mas eles mesmos não negam que o utilizam. Teria que ter uma imagem de satélite mostrando algo que sugira que um Tochka tenha sido lançado do lado russo , estando dentro do alcance da estação, no determinada lapso de tempo. Por exemplo, mostrando o lançador com o míssil e depois de algum tempo, sem o míssil, ou dando a sorte de mostrar o evento na hora que estava acontecendo (lançamento do míssil) o que seria uma incrível sorte. Portanto, é mais provável que não tenha como as alegações russas e… Read more »

Antonio campos
Antonio campos
Reply to  Palpiteiro
2 meses atrás

So’ se for satelite russo, se for americano nao creio que avise.

Gerson Carvalho
Gerson Carvalho
Reply to  Palpiteiro
2 meses atrás

Satélites não conseguem rastrear um míssil, apenas mostram imagens de Antes e Depois.

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Vinicius Momesso
2 meses atrás

Vamos as hipóteses:
Poderia ser Ucraniano para culpar a Rússia, porém atacar uma ferrovia civil em Donbass onde já está controlado a situação. Bem se for verdade vai ser um tiro no pé e vai dar credibilidade aos russos.

Pode ser russo para culpar os Ucranianos. Para a Rússia poder se isentar do massacre de Bucha e dar mais força a narrativa de que foi obra dos Ucranianos o massacre. Se for verdade prova que os russos são capazes de tudo.

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Wellington Jr
2 meses atrás

Pode ser. Só não vejo muito sentido em o ataque ter sido realizado pelos Ucranianos, uma vez que a região, nesse momento, ainda é dominada pelos Ucranianos. Então qual seria o sentido de atacar uma estação ferroviária controlada por eles mesmos? Os russos falam em “escudo humano”. Ué, mas usar o civis como escudo humano pra proteger deles mesmos? Mesmo que fossem pra afastar as pessoas da estação, a lógica diz que, essas pessoas que queriam fugir, após um ataque desses, vão fazer ainda mais esforços pra fugir. Não vejo muita lógica nesse argumento e nenhuma vantagem possível para os… Read more »

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Felipe Morais
2 meses atrás

Concordo com você amigo, não vejo sentido em o ataque see Ucraniano, a cidade está longe de ser um alvo militar para os Ucranianos.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Wellington Jr
2 meses atrás

Pode ter sido um erro.
Ou até mesmo foi intercetado por um sistema AA desviando-se da rota.

Bosco
Bosco
Reply to  Hcosta
2 meses atrás

Hcosta,
Se foi a versão dispersora de submunições e a foto da célula vazia no chão for do ataque em questão não parece que o míssil tenha sido interceptado e sim que tenha ejetado as coifas aerodinâmicas e liberado sua carga.
A menos que o míssil tenha tido uma trajetória absolutamente vertical sobre o alvo o padrão de dispersão poderia sugerir de que lado o míssil veio.

Antonio campos
Antonio campos
Reply to  Wellington Jr
2 meses atrás

Mas pode ser um alvo geopolitico.

Erick
Erick
Reply to  Antonio campos
2 meses atrás

Kramatorsk está para ser cercada pelos russos
Portanto, pode ser do interesse dos ucranianos que os civis não saiam.
Seria uma espécie de proteção contra ataques.

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Erick
2 meses atrás

Não faz sentido, Russos não se preocupam com baixas civis, o estado de Mariopul prova isso.

Felipe
Reply to  Felipe Morais
2 meses atrás

Como não vê sentido? Veja a mobilização da midia, Onu, tudo contra “atrocidades” russas, mas que podem ter sido causadas pelos ucranianos justamente para causar esta comoção anti-russa.

Guilherme Leite
Guilherme Leite
Reply to  Felipe
2 meses atrás

Ai eles atacaram um ferrovia do qual futuramente poderiam utilizar para transferir material militar ?
Genial em kkk

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Felipe
2 meses atrás

Então, seguindo sua lógica, já que há uma mobilização geral anti-Russia, qualquer coisa que se falar contra a Rússia é mentira? Do mesmo modo, qualquer coisa que a Rússia fala é verdade?

Hum…
Podemos presumir, então, que você seja daqueles que chamam a situação de “operação especial” né?

Satyricon
Satyricon
Reply to  Felipe
2 meses atrás

Vejamos as hipóteses:
1) A Ucrânia resolveu explodir seus próprios cidadãos, na tentativa de culpar o inimigo, ou
2) A Rússia, detectando a aproximação da composição férrea, que poderia estar trazendo suprimentos e armamentos para o exército Ucraniano, resolveu atacá-la, com o que tinha;
É preciso ser algum gênio, para discernir entre absurdo e realidade, neste caso?

Gilson Elano
Gilson Elano
Reply to  Satyricon
2 meses atrás

Esse ataque, também, pode ter sido causado por militares ucranianos pró Rússia, descontentes com o Zelensky e a forma da sua administração, durante essa guerra. Com o intuito de desestabilizar Zelensky, perante o mundo e forçar a sua queda.

Lain
Lain
Reply to  Satyricon
2 meses atrás

ou pode ter uma terceira opção

3) A Ucrânia teve falha no lançamento e ao invés de falar: “opa foi mals ae galera”, resolveu aproveitar e acusar a Rússia.

Mgtow
Mgtow
Reply to  Wellington Jr
2 meses atrás

Nem bucha e nem esse ataque foi perpetrado pela Rússia.

Provocações
Provocações
Reply to  Wellington Jr
2 meses atrás

Vejam os mapas, Kramatorski e Slovianski serão os próximos alvos depois que Izyum caiu em 1º de abril. Caindo Mariupol, se já não caiu, a ideia russa é certar as forças ucraniadas aterradas no Donbas. Essa é um das teses daquele site tendencioso do Institute for Study of War.

Flanker
Flanker
Reply to  Provocações
2 meses atrás

Mudou o nick, xings??

Nicolas_SS
Nicolas_SS
Reply to  Vinicius Momesso
2 meses atrás

Olha, até agora tudo que a Rússia disse, se provou verdade, já tomaram Kiev há mais de 30 dias, então meu voto de confiança fica com os camaradas soviéticos.

Os Ucranianos em seu desespero, usaram os misseis contra o que podem, já que a defesa da mãe Rússia é avassaladora, não deixam passar nem mosquito da dengue, então jogaram sua frustação contra o próprio povo.

Antonio campos
Antonio campos
Reply to  Vinicius Momesso
2 meses atrás

Nao tem nao, so’ a Ucrania tem.

paulof
paulof
Reply to  Antonio campos
2 meses atrás

bielo russia tem, existe uma forte suposição que ela deu para russos quando saíram de seu território para atacar a Ucrânia.

Felipe
Reply to  Vinicius Momesso
2 meses atrás

Se é Tochka-U é ucraniano….tem vários videos e fotos deste misses sendo usado pelos ucranianos desde o começo. Inclusive os próprios ucranianos informam que afundaram aquele navio de desembarque russo com um desses mísseis, mas agora como atacaram alvo civis, falam que é da Russia (que não utiliza esses misseis)…

Guilherme Leite
Guilherme Leite
Reply to  Felipe
2 meses atrás

Com certeza a Rússia não utiliza esses misseis Felipe, Grozny que o diga 🙂

Não utilizaram na Geórgia também, a 10 anos atrás 🙂

COM CERTEZA eles não utilizam os seus próprios mísseis.

Quem manda mísseis em uma estação, mentir sobre o resto é só um detalhe, mas saberemos no futuro, através de uma análise do local!

Putinik da Silva
Putinik da Silva
Reply to  Nilson
2 meses atrás

https://twitter.com/kemal_115/status/1512367961297805322?s=21&t=4OE2KXficbbjagzOIC3o8Q

Estes com as marcas da invasão são da Bielorrússia também? Não sabia que eles já tinham atacado diretamente a Ucrânia.

Estranho seria se o southfront assumisse que são russos…

Lain
Lain
Reply to  Putinik da Silva
2 meses atrás

Como eu consigo identificar que nesses caminhões tem exatamente o míssel Tochka-U e não qualquer outra coisa, pois eu não consigo identificar detalhes que possam afirmar ser Tochka-U, já que esses caminhões podem servir pra diversas utilidades.

Até se por gentileza pudesse pausar no momento que mostre claramente ser os referidos.

Bosco
Bosco
Reply to  Nilson
2 meses atrás

Paulotd,
Mísseis táticos são diferentes de mísseis estratégicos. Mìsseis com até 300 km de alcance são tipicamente denominados de táticos e são necessários em diversas situações.
O Iskander M com seus 500 km de alcance é um tático bombado, com alguma capacidade estratégica.
O Tochka é um míssil mais antigo mas ainda válido para emprego tático, principalmente a versão dotado de submunições porque a precisão deficiente deixa de ser relevante.
Os russos possuíam no início da operação de desnazificação (os russos odeiam concorrência) apenas cerca de 160 Iskander M e ainda operam grande quantidade do mais antigo Tochka.

Nilson
Nilson
Reply to  Guilherme Leite
2 meses atrás

Veja o link a seguir, há 8 dias os Tochka-U russos, reativados, foram vistos na área do conflito.

Nilson
Nilson
Reply to  Guilherme Leite
2 meses atrás

The Tochka-U short-range ballistic missile system was officially withdrawn from Russian Army service in 2019 (actually in 2021), but apparently, military necessity forced it to be returned to service again.

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Vinicius Momesso
2 meses atrás

A 8 dias foi noticiado a reativação do missel pelas forças russas.

Heinz Guderian
Heinz Guderian
Reply to  Wellington Jr
2 meses atrás

Os “russistas ” daqui estão pouco confusos.

Jagdverband#44
Jagdverband#44
Reply to  Vinicius Momesso
2 meses atrás

Faça assim, espere anoitecer. Após sua janta, deite-se confortavelmente em sua cama, e chore.

Segio
Reply to  Vinicius Momesso
2 meses atrás

Isso aqui também é fake? é fake ne? tudo o que é desfavorável a russia, para um puitnete é fake…
Após o ataque russo contra Kramatorsk q matou + de 30 civis e feriu + de 100, a mídia pró-russa inundou as redes dizendo q o míssil empregado no ataque, o Tochka-U, não estava sendo usado pela Rússia na Ucrânia. Este vídeo mostra o Tochka-U russo indo p/a Ucrânia agora em março.”
https://www.instagram.com/tv/CcFzoZ-jv8D/?utm_source=ig_web_copy_link

Screenshot_4.jpg
Mgtow
Mgtow
Reply to  Vinicius Momesso
2 meses atrás

Ucrânia
Simples assim.
São eles que tem usado esse tipo de artefato

Wilson França
Wilson França
Reply to  Mgtow
2 meses atrás

Ah, tudo é tão simples….

Carlos Alceu Gonzaga
Carlos Alceu Gonzaga
Reply to  Vinicius Momesso
2 meses atrás

Realmente ó grande deus Amon, sua sabedoria é eterna! Os russos nunca mentem. A imprensa internacional continua afirmando que Kiev, tomada pelos russos há 30 dias ainda pertence à Ucrânia e que a “Operação Especial” russa foi um sucesso. Realmente a imprensa internacional é mentirosa e hipócrita. Deus me livre!

Alfa BR
Alfa BR
Reply to  Vinicius Momesso
2 meses atrás

Os russos dizem não possuir Tochka-U, mas os exibem em desfiles…

https://twitter.com/vasya_109/status/1512683215915524102?s=20&t=jBZOovBEnwhb7Y_X2O57UA

Flanker
Flanker
Reply to  Vinicius Momesso
2 meses atrás

“O Ministério da Defesa da Federação Russa chamou a atenção para o fato de que as fotos distribuídas por Kiev dos exercícios russo-bielorrussos “Allied Resolve – 2022” retratam equipamentos que não pertencem à Rússia.“

Está no texto. Esses mísseis foram vistos e registrados nos exercícios pré-invasão entre rússia e bielorrúsia. E os russos tem cara de pau de dizer que não são deles. Eles, oficialmente, não operam mais, mas ainda os possuem. E os bielorrussos os operam também. Então, engole o choro e volta pra tua toca.

Gerson Carvalho
Gerson Carvalho
Reply to  Vinicius Momesso
2 meses atrás

Não faz muito sentido a Rússia bombardear uma estação de trem e área sob controle dos separatistas aliados.

Fabio Jeffer
Fabio Jeffer
2 meses atrás

Mais um ataque Ucraniano a civis pra tentar jogar a culpa nos Russos e desse jeito jogar a opinião pública mundial contra a Rússia, coisa que a Ucrânia vem fazendo bem. A canalhice Ucraniana não tem limites.

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Fabio Jeffer
2 meses atrás

Fonte para tal afirmação?

Bosco
Bosco
Reply to  Wellington Jr
2 meses atrás

“Vozes na minha cabeça”

Nicolas_SS
Nicolas_SS
Reply to  Wellington Jr
2 meses atrás

Manifesto do Partido Comunista, de Karl Passa e Fome Marx

Felipe
Reply to  Wellington Jr
2 meses atrás

A foto do missil. Só Ucrania usa Tochka-U

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Felipe
2 meses atrás

Amigão esse míssel é de fabricação russa, além disso os russos apreenderam equipamentos que os Ucranianos usam, não poderiam ter pego também mísseis destes? Uma imagem de satélite ou um video da direção que o míssel vinha são as únicas provas que podem incriminar A ou B, qualquer coisa além disso é mera especulação. Não dá pra acusar a Rússia ou Ucrânia com 100% de certeza porque o míssel também existe na Rússia, não é usado, mas existe nos estoques russos.

Wellington jr
Wellington jr
Reply to  Wellington Jr
2 meses atrás

Cesar, a menos que haja uma foto ou uma pericia balistica internacional isenta que prove a origem do disparo, tudo é possivel inclusive os russos darem aos separatistas misseis capturados em territorio ucraniano. no mais seria muita burrice atacar seu proprio territorio com um missel proprio.

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Wellington jr
2 meses atrás

Poupe – me você!
Você chama de nazista então perde o crédito de argumento.
No mais só volte a falar aqui quando tiver a análise balística ou uma foto de satélite mostrando algo que comprove sua afirmação.
Até lá tudo é especulação, o numero de serie ser Ucrânia não prova que foi eles quem dispararam, pois pode ser um equipamento capturado. Além de que a lógica é bem imbecil, atacar uma estação de trem lotadade civil se o fronte é logo mais a frente.

SteelWing
SteelWing
Reply to  Wellington Jr
2 meses atrás

os ucranianos já perceberam que podem fazer o que quiser, que a mídia ocidental vai sempre culpar os russos, dizem até agora que maripol, tem “heroís” na resistência. Ou seja enganam, chamando de heróis os criminosos de Azov que utlizam a população de escudo humano e vários outros crimes.

Nilson
Nilson
Reply to  Felipe
2 meses atrás

Há notícias de que os russos reativaram seus Tochka, com fotos deles transitando em estradas da Bielorússia. Bem, tudo pode ser forjado, mas também não se pode afirmar que os russos não têm Tochka-U com tanta certeza.

Flanker
Flanker
Reply to  Felipe
2 meses atrás

E a bielorrússia? E os mísseis russos, oficialmente desativados, foram inutilizados???

Fabio Jeffer
Fabio Jeffer
Reply to  Wellington Jr
2 meses atrás

Em se tratando de Ucranianos…

Marcos10
Marcos10
Reply to  Fabio Jeffer
2 meses atrás

Não é montagem?
Tem de decidir o que é, montagem ou ucranianos que atacaram.

Carlos Alceu Gonzaga
Carlos Alceu Gonzaga
Reply to  Marcos10
2 meses atrás

Outras hipóteses possiveis: – Os russos praticaram esse tipo de armamento de seus estoques e o estão usando. – O exército russo apreendeu equipamentos ucranianos e os está usando ou repassando aos grupos separatistas. – Os russos repassaram equipamentos de seus estoques para os separatistas.
Ok, vamos lá, qual das hipóteses é a mais provável? Façam suas apostas…

PACRF
PACRF
Reply to  Fabio Jeffer
2 meses atrás

A opinião pública mundial já está contra a Rússia desde que essa insana invasão da Ucrânia se iniciou. Aliás, não só a opinião pública mundial, como a ONU também, ao colocar a Rússia de Vladimir Putin ao lado da Líbia de Muamar Kadhafi. Foram os dois únicos países suspensos de seu Conselho de Direitos Humanos em toda a sua história. Canalhas são os russos, mais do que canalhas, são covardes.

Last edited 2 meses atrás by PACRF
Nemo
Nemo
Reply to  PACRF
2 meses atrás

O apoio mundial está muito dividido foram 93 votos a favor e 82 entre contra e abstenções. Países importantes como China, Índia, Brasil e Arábia Saudita voraram contra ou se abstiveram. Outras como a Sérvia declararam que votaram a favor graças à pressão americano. A situação do mundo, depois dessa guerra será muito complicada. Basta observar que as principais instituições criadas no século XX para coordenar a cooperação mundial estão se desfazendo, a começar pela ONU.

PACRF
PACRF
Reply to  Nemo
2 meses atrás

No entanto, a condenação à invasão saiu vitoriosa na ONU com 141 votos favoráveis de 193 possíveis. Até a Suíça, que não integra a ONU, conhecida por sua postura neutra, condenou a invasão e aderiu às sanções. Não há divisão, pouquíssimos países aplaudiram a invasão. Nas Américas, por exemplo, apenas Cuba, Venezuela e Nicarágua aplaudiram.

Last edited 2 meses atrás by PACRF
Nemo
Nemo
Reply to  PACRF
2 meses atrás

É verdade, nas o escopo das votações era diferente. Aquela era ua condenação à invasão o que vários países temem , o Brasil votou a favor, esta foi direcionada diretamente contra a Rússia. Acho que demonstra que o estrutura geopolítica enfrenta una crise.

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  PACRF
2 meses atrás

Ttês republiquêtas de banana. Kkkkkkk.

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Nemo
2 meses atrás

Nemo, em eleições, abstenções não podem ser contabilizadas totalmente nem ao lado do “a favor” nem do “contra” pra mostrar uma divisão, cada país tem seu motivo para não se colocar claramente, sejam eles comerciais, políticos ou ambos. O mais esperado historicamente é que, caso não se abstivessem, se distribuiriam em porcentagens semelhantes aos das contagens a favor ou contra. Foram 93 a favor de suspender a Rússia do Conselho dos Direitos Humanos, 24 contra e 58 abstenções. O provável é que, caso não se abstivessem, cerca de 3/4 das abstenções votassem a favor e 1/4 contra, grosso modo. Seriam… Read more »

Maurício.
Maurício.
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
2 meses atrás

Nunão, eu penso um pouco diferente, quando é para um país votar, e ele simplesmente se abstém, na minha opinião, ele está do lado agressor/invasor, só não tem coragem de dar o voto, e aí sim entra os motivos elencados por você, como políticos, comerciais ou ambos.

Agora, vindo para o lado dos comentaristas/usuários aqui da trilogia, se você tentar se manter neutro ou em cima do muro, geralmente um lado da torcida te acusa de torcer para o invasor ou para quem está sendo invadido.

César
Reply to  Maurício.
2 meses atrás

Falando nisto tu já parou pra pensar porque tu toma tanto ¨deslike¨?

Maurício.
Maurício.
Reply to  César
2 meses atrás

E tu já parou para pensar que eu dou a minha opinião e não a tua? Tu já parou para pensar que eu sempre vou dar a minha opinião quando eu achar necessário e que eu estou c@ga.. e andando para os deslikes de bots e fakes iguais você?

César
Reply to  Maurício.
2 meses atrás

¨Chame os outros do que vc é e do que vc faz¨, não trol? E resumo da ópera do que vc mesmo disse: A grande maioria aqui acha que tu só escreve besteira mas vc ¨num liga¨, né!?

pampapoker
pampapoker
Reply to  Nemo
2 meses atrás

O Brasil kkkk, o Brasil só fica em cima do muro, a verdade e essa.

Material arquivo
Material arquivo
Reply to  pampapoker
2 meses atrás

O bolsonaro para jornalistas do R7 em Brasília disse apoiar as ações militares da Rússia na Ucrânia. Depois o chanceler brasileiro confirmou a fala do presidente. O Sergey Lavrov da Rússia disse várias vezes o alinhamento brasil-Rússia, inclusive falando em nome do Brasil, pelo menos umas 3 vezes que eu lembro. Algo que eu acho absurdo, um chanceler estrangeiro falar em meu nome. Depois o Bolsonaro fez ataques contra o presidente ucraniano. Depois espalhou várias fakenews em relação a motivação russa, todo aquele papo mentiroso de Otan e armas nucleares na Ucrânia. Bolsonaro fez algo que eu não esperaria do… Read more »

Last edited 2 meses atrás by Material arquivo
Hcosta
Hcosta
Reply to  Fabio Jeffer
2 meses atrás

Sim, até deve ser a Ucrânia que bombardeia as suas cidades. Os Russos não fariam isso…
A culpa é dos Ucranianos que se põem à frente das balas e das bombas…
Os Russos só estão lá para promover a renovação urbana e ajudar na demolição das cidades…

Pelo que sei, antes da invasão de 2014 e agora esta, não era rotina bombardeamentos na Ucrânia… O maior canalha é o responsável por isto e esse é Russo.

Bosco
Bosco
Reply to  Hcosta
2 meses atrás

Hcosta,
É tudo muito simples de verificar. É só traçar uma linha reta onde as submunições caíram e onde o corpo do míssil vazio foi encontrado.
Com esse simples procedimento se saberá de que direção veio o míssil e nem precisa de ver o número de série.
Porquê até agora nenhum dos lados não o fizeram não faço a mínima ideia.

Last edited 2 meses atrás by Bosco Jr
Heinz Guderian
Heinz Guderian
Reply to  Fabio Jeffer
2 meses atrás

Raciocine um pouco, caro Fabio

Marcelo L.
Marcelo L.
Reply to  Fabio Jeffer
2 meses atrás

Não vejo muito sentido em os Ucranianos jogar um míssil no seu próprio povo para tentar incriminar os Russos, os Russos desde o começo da invasão estão jogando misseis em alvos civis, esse seria só mais um para a conta, agora o contrário, com um armamento “ativamente” usado pelos Ucranianos faz bem mais sentido, tentando mudar a narrativa frente uma avalanche de atrocidades contra alvos civis executadas pelos Russos.

Zezão
Zezão
Reply to  Fabio Jeffer
2 meses atrás

Se houvesse desejo do governo ucraniano em incriminar os russos, bastaria não terem ordenado a evacuação em massa, assim todos seriam escudos humanos e a Ucrânia teria material de sobra pra acusar a Rússia pelas mortes de civis inocentes…

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Fabio Jeffer
2 meses atrás

E a gente tem acreditar em você? Um cara que vive lá no quintal do Ocidente, e que muito provavelmente nem sabia que a Ucrania existia. Quanta baboseira. Você é aquêle tipo de brazuca, que provoca repulsa e nôjo. O Brasil tá fudido por causa de gente como você.

Last edited 2 meses atrás by Tadeu Mendes
Bosco
Bosco
Reply to  Tadeu Mendes
2 meses atrás

Tadeu, Você tocou em um ponto interessante. O que tem de especialista em Ucrânia e na biografia do Zelensky não é brincadeira. Eu falando de míssil aqui e sem saber que a maioria é especialista em história, geografia, política… Me sinto até envergonhado porque eu mesmo só me dei conta que o Zelensky existia há 4 meses. A Ucrânia teve alguma relevância por conta da tomada da Crimeia pelos marcianos , opa, pelos russos há 8 anos mas também ficava no depósito de minhas lembranças que pouco acessava. Mas eu fiquei favoravelmente admirado pelo nível de cultura do pessoal que… Read more »

Last edited 2 meses atrás by Bosco Jr
Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Bosco
2 meses atrás

Meu prezado Bosco. A “cultura” dos “especialistas” pro-russos aqui na Trilogia chega a ser facinante.. Os caras sao bons demais. Nem Eu e nem voce, sabiamos da existencia do Zelensky. Ja ouvimos falar de Ucrania e de Kiev, algumas vezes, em nosso passado; talvez atraves dos livros de Historia, e agora, nos ultimos 45 dias, atraves dos “milhoes” de videos no YoTube, o quais comecaram a circular na Internet, mostrando o que esta’ acontecendo naquela terra. Tambem fiquei surpreso que um pais com quase trezentos mil judeus, e com um presidente tambem de origem judia; fosse o lider de uma… Read more »

Last edited 2 meses atrás by Tadeu Mendes
Bosco
Bosco
Reply to  Tadeu Mendes
2 meses atrás

A gente aqui falava de EUA, Rússia, China, Taiwan, Japão, CS, CN, RU, França….
Ninguém nem lembrava que existia uma país chamado Ucrânia. Até há 3 meses …
Aí, de repente não mais que de repente, o que surgiu de expert em Ucrânia, neonazismo, Zelensky… é coisa no mínimo admirável. Uma verdadeira massa de intelectuais altamente especializados em geopolítica mundial e eu aqui falando de míssilzinho…

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Fabio Jeffer
2 meses atrás

sei

Fernando "Nunão" De Martini
Editor
2 meses atrás

“ No entanto, os analistas apontam para imagens e vídeos nas mídias sociais que parecem mostrar os militares russos usando o Tochka-U. O governador de Donetsk acusou os militares russos de usar o Tochka-U para detonar munições de fragmentação no ataque a Kramatorsk.” Vale acrescentar o link da BBC para as análises das imagens do Tochka-U em uso no mês passado, pelos russos, na frente Norte: https://mobile.twitter.com/citeam_en/status/1500475853490343936?s=21&t=w0Hsd96QXqaoy1BVC8KXIA Alguns trechos de informações: “ One potential reason for using Tochkas is that Russia may be running out of newer Iskander missiles, which are constantly launched from Belarus. Another possibility is that the… Read more »

Putinik da Silva
Putinik da Silva
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
2 meses atrás

Sem falar que a mídia russa tinha feito publicações sobre o ataque e quando a notícia das mortes de civis começaram a aparecer as publicações começaram a sumir.

https://twitter.com/julianroepcke/status/1512365048018132997?s=21&t=4OE2KXficbbjagzOIC3o8Q

Abaixo veículos do sistema Tochka com os símbolos da invasão Nazorussa

https://twitter.com/kemal_115/status/1512367961297805322?s=21&t=4OE2KXficbbjagzOIC3o8Q

https://twitter.com/motolkohelp/status/1509099435262976000?s=21&t=4OE2KXficbbjagzOIC3o8Q

Hcosta
Hcosta
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
2 meses atrás

Quando é que deixou de usar?

Putinik da Silva
Putinik da Silva
Reply to  Hcosta
2 meses atrás
Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
2 meses atrás

Quem está sendo acusado de atacar alvos civis e precisa se desvencilhar dessa imagem? Quem precisa dar descredito as alegações Ucranianas? Quem precisão convencer o mundo que a Ucrânia é ruim?

Bosco
Bosco
Reply to  Wellington Jr
2 meses atrás

O que fica mais vergonhoso para a Rússia nem é atacar alvos civis mas querer que o mundo acredite que são os próprios ucranianos atacando seus pais, filhos , irmãs.
Ou seja, para Putin o fato do Zelensky não ter fugido é algo odioso e a máwuina de propaganda tem que distorcer o máximo a realidade e colocá-lo agora como um psicopata assassino .

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Bosco
2 meses atrás

Para mim o vergonhoso é a negada acreditar que o Putin é um santo e que foi o Zelensky que iniciou a guerra invadindo a Rússia.

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Bosco
2 meses atrás

Fórum gringo :fóruns pro Rússia
Cara pelo amor de Deus para, você vem ” aí foi a Ucrânia pois o serial número do míssel é Ucraniano”
Aham vou lá matar alguém para acusar outra pessoa com a cápsula de munição cadastrada no meu nome registrada no governo onde a polícia só precisa lançar no sistema e me achar. Genial né?
Pra você bens e o Putin admitir que foi ele quem ordenou o massacre de Bucha e o ataque a civis vocês vão aceitar.

Bosco
Bosco
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
2 meses atrás

Mas não foi isso que o Nunão disse!
Em se confirmando que os mísseis lançados contra Kramatorsk foi a versão “U” do Tochka, cai por terra a alegação dos russos que o ataque na estação não pode ter sido eles porque eles não o operam.

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
2 meses atrás

Paulotd,
Os tweets mostrando que os russos usam o mesmo tipo de míssil são de antes deste ataque, então não é o caso de “agora os torcedores vão falar”

paulotd
paulotd
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
2 meses atrás

Eu acho muito difícil que tenha sido a Rússia, sinceramente. Ainda mais depois de Bucha, com a pressão internacional em cima. Também acho difícil que seja ordem do governo de Kiev. Pra mim algum grupo paramilitar com míssil capturado, é o mais provável.

Acreditar em vídeo de tweet? Heheh aí também..

Last edited 2 meses atrás by paulotd
Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  paulotd
2 meses atrás

Depende de quem posta, quando e com qual motivo. Não é vídeo nem foto de hoje que mostra o míssil em uso pela Rússia no atual conflito.

Além disso, há relatos de que o alvo original era um trem com carga militar, o que indicaria que, pra atacar o alvo militar, os russos pouco se importariam em lançar submunições sobre civis como dano colateral de uma arma que, por concepção, tem grande raio de letalidade.

Hcosta
Hcosta
Reply to  paulotd
2 meses atrás

“shit happens”

Mesmo os EUA, com muito melhores equipamentos de vigilância, cometem erros, como será numas forças armadas que parece nem ter uma rede de comunicações segura e eficaz?

Luciano
2 meses atrás

Mais um crime de guerra Russo, a mídia pró-russa parabenizou Moscou por um ataque c/mísseis que destruiu um trem carregado c/munições em Kramatorsk, mas quando surgiram imagens de dezenas de civis mortos e feridos, negaram o ataque contra Kramatorsk.

FPp2yO3XIAMz93F.jpg
Nicolas_SS
Nicolas_SS
2 meses atrás

Mentira, a mãe Rússia criou uma inteligência artificial que detecta o tipo e grau de ameaça, se são mulheres e criança são implodidos automaticamente.

Curiosidade, a Skynet foi baseado neste sistema.

Mãe Rússia sempre na frente.

Maurício.
Maurício.
2 meses atrás

Os mísseis não tem algum tipo de identificação ou número de série, sei lá, algo que possa dizer se o míssil era do arsenal russo ou ucrâniano? Se bem que até isso pode ser adulterado quando ambos os lados usam os mesmos armamentos.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Maurício.
2 meses atrás

E pode ter sido capturado…

Maurício.
Maurício.
Reply to  Hcosta
2 meses atrás

Verdade! Nem pensei nessa hipótese, e tem uma tal versão “U” que o Bosco mencionou que só os russos operam.

SteelWing
SteelWing
Reply to  Maurício.
2 meses atrás

cara, os russos não operam nenhuma versão. eles usam os iskander.

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Maurício.
2 meses atrás

aham, tem.
Tem lá o CEP e a hashtag das redes sociais da empresa produtora.
Abaixo vem os “ingredientes” com a composição do míssil.

Antunes 1980
Antunes 1980
2 meses atrás

Os russos conseguiram além de uma derrota militar, aumentar ainda mais a rejeição mundial contra o estado russo.
Questão de tempo para Putin se retirar da Ucrânia e afirmar que todos os objetivos foram alcançados e que estão saindo por boa fé com o povo ucraniano.
Obs: Creditar este ataque a própria Ucrânia é ilógico.

Last edited 2 meses atrás by Antunes 1980
Felipe
Reply to  Antunes 1980
2 meses atrás

Derrota militar? kkk Veja o que sobrou da Ucrania (bases, radares, sistemas, tanques, avioes, etc)

Bosco
Bosco
Reply to  Felipe
2 meses atrás

Felipe,
Um país pode ser destruído e não ser vencido. O que você está dizendo é que a Rússia conseguiu arruinar a Ucrânia mas isso não significa que a Rússia tenha lhe imposto uma derrota militar, apenas significa que a Rússia covardemente impôs à Ucrânia uma tragédia humanitária.
Pelo jeito os ucranianos usarão os escombros produzidos pelos russos para se esconder e expulsar o agressor.

Pablo Maroka
Pablo Maroka
Reply to  Bosco
2 meses atrás

Bosco, o javelin da trilogia.

Sempre dizendo umas verdades doloridas.

Heinz Guderian
Heinz Guderian
2 meses atrás

A Rússia está indo longe demais.

Gedeon
Gedeon
2 meses atrás

Pergunta de leigo. Não parece estranho essa foto do míssil na grama? Quase não danificou o gramado. Quanto á mensagem za detei, que significa para ou em nome das crianças, não parece meio forjado?



Zezão
Zezão
2 meses atrás

O governo da Ucrânia dias atrás ordenou que os civis abandonassem a região.
Se a intenção do exército ucraniano fosse incriminar os russos, bastaria não terem ordenado a evacuação, assim todas essas pessoas seriam escudos humanos e a Ucrânia teria material de sobra pra acusar a Rússia de genocídio, pois fatalmente muitos civis seriam mortos pela artilharia do exército russo.
Portanto, não faz o mínimo sentido achar que foram os ucranianos que fizeram isso.

Erick
Erick
2 meses atrás

Certamente a Ucrânia fez isso para evitar que os civis saiam da cidade.
Inclusive, o prefeito de Kharkiv já anunciou que não vai permitir a saída de civis da cidade.

Nilton L Junior
Nilton L Junior
2 meses atrás

Aprenderam como fazer no Iraque, Líbia, Afeganistão.

737-800RJ
737-800RJ
2 meses atrás
Oráculo
Oráculo
Reply to  737-800RJ
2 meses atrás

E a Austrália mandando 20 MARP Bushmaster

Acho que é o primeiro país fora da OTAN a enviar equipamento militar aos ucranianos.
No caso veículos militares com histórico em combate, a Austrália utilizou o modelo no Afeganistão. Um belo reforço.

https://observador.pt/2022/04/08/guerra-na-ucrania-australia-envia-veiculos-blindados-para-kiev/

Tá aí o “bicho”

Dutch_Bushmaster_with_remote_turret_2008.jpg
Anderson
Anderson
2 meses atrás

Em 14MAR houve um ataque com mísseis Tochka-U contra a cidade separatista de Donetsk no qual cerca de 20 civis morreram. Naquele episódio a Ucrânia foi acusada de ser a responsável pelo ataque. Não descarto a possibilidade desse recente ataque ter sido uma “vingança” executada pelos rebeldes separatistas ou mesmo dos próprios ucranianos (criar comoção e intervenção internacional). Lembrar do episódio que os ucranianos “eliminaram” um dos seus próprios negociadores.

https://www.cnnbrasil.com.br/internacional/ataque-com-misseis-em-donetsk-causa-mortes-russia-acusa-ucrania-que-nega/

https://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/afp/2022/03/14/ataque-ucraniano-deixa-pelo-menos-16-mortos-em-donetsk-acusam-separatistas.htm

Erick
Erick
Reply to  Anderson
2 meses atrás

Kramatorsk é uma cidade considerada ‘russa’ pelos ucranianos.
Certamente não tem a simpatia deles e um ataque ucraniano é bem provável.
Principalmente para evitar a fuga de civis que servem de proteção contra ataques pesados dos russos.

Anderson
Anderson
Reply to  Erick
2 meses atrás

Exatamente caro Erick, inclusive é possível que muitas ou pelo menos parte daquelas vítimas sejam de cidadãos pró-Rússia.

Agnelo
Agnelo
2 meses atrás

Deixa eu ver se entendi…..
Tem gente q acha q a Ucrânia atacou sua própria estação de trem com evacuados pra culpar a Rússia?
É…..
Tem gente q acha q o ladrao é inocente…. Vai ver….

Lana alves
Lana alves
Reply to  Agnelo
2 meses atrás

Esse pessoal inventar 1000 desculpa para não enxergar a realidade. Tem doido que fala que a terra é quadrada.
Os caras tem um ego tão grande…

Felipe
2 meses atrás

Nesta sexta-feira (8), o Estado-Maior da República Popular de Donetsk relatou que uma estação ferroviária na cidade de Kramatorsk foi atacada pelos militares ucranianos com mísseis Tochka-U. O ataque contra a cidade, situada na parte da região de Donetsk ainda controlada pelo lado ucraniano, foi realizado enquanto vários civis tentavam deixar o município por ferrovia. Mais tarde, o líder da Milícia Popular da República Popular de Donetsk confirmou que o ataque foi uma provocação de militares ucranianos e ocasionou a morte de cerca de 30 pessoas. Ainda segundo declarou o líder da Milícia Popular da RPD Eduard Basurin, “é preciso estarmos preparados para futuras provocações do… Read more »

Victor Filipe
Victor Filipe
2 meses atrás

A Ucrânia sim, usa sistemas Tochka mas também tem isso aqui…

Rússia movendo os mesmos sistemas em direção a Bielorrússia
https://twitter.com/olarhat/status/1512352424215949315?t=o2IsL_Wv-zKnYJ5aRKW70g&s=19

Oráculo
Oráculo
2 meses atrás

Os EUA tem satélites monitorando todo o campo de batalha 24 hs por dia. Se foram os russos, as imagens vão aparecer. Se não foram russos e nem os rebeldes, o assunto será esquecido. Eu não creio que foi a Federação Russa que fez esse ataque. E muito menos a Ucrânia. Isso tá com maior cara de ter sido coisa dos rebeldes russos. Ali no Donbass tem muito ódio pelo inimigo nos dois lados do conflito. São 8 anos de assassinatos, tortura e mortes praticados por rebeldes russos e nacionalistas ucranianos. Mais de 14 mil mortos, mais de 50 mil… Read more »

Last edited 2 meses atrás by Oráculo
Guilherme Leite
Guilherme Leite
2 meses atrás

Existem vídeos antigos dos russos transferindo esses mísseis pela Bielorussia na “derrota” de Kiev Eles já usaram nas guerras da Geórgia e “pesadamente” em Grozny, então não venha falar que o fabricante não o possui ! Destruir uma estação operante que poderia evacuar UCRANINOS e trazer soldados e armas UCRANIANAS não faz sentido estratégico, considerando que essa estação poderia ser implodida a um custo menor caso eles perdessem a cidade. A única parte que perdeu com isso foi o lado ucraniano que agora não consegue mais trazer equipamentos militares pela via ferroviária (acredito que seja a melhor via existente, incomparavelmente… Read more »

SteelWing
SteelWing
2 meses atrás

Aqui nesse blog só o que tem é mickeybot, uns ainda intitulado de “intelectual”, mas que toda vez que confrontado com a verdade apela para xingamentos.

Flanker
Flanker
Reply to  SteelWing
2 meses atrás

Quem mais xinga aqui é o teu deus de araque.

SteelWing
SteelWing
2 meses atrás

com certeza a militância doentia, torcem até pros n4zi.

César
Reply to  SteelWing
2 meses atrás

Disse o trol cheio de perfis falsos…

Flanker
Flanker
Reply to  César
2 meses atrás

Exato.

SteelWing
SteelWing
Reply to  César
2 meses atrás

só tenho este nick.

Wellington Jr
Wellington Jr
2 meses atrás

O Zeus raciocina comigo, se a intenção dos Ucranianos é causar mais ódio dos Ocidentais contra a Rússia eles não teriam metido esse míssel sei lá da fronteira da Bielorrussia até na Polônia a muito mais tempo para culpar os russos do crime e envolver a OTAN? Não passou pela sua cabeça isso? O que adianta agora atacar estações de trens abarrotados de gente com mísseis que “supostamente” a Ucrania possui? E o único militante doente aqui é você que nega o massacre de Bucha e o massacre de civis na Ucrânia como um todo, sempre colocando a culpa no… Read more »

Victor Filipe
Victor Filipe
2 meses atrás

Você acusa os outros de militância doentia, mas ta aqui a meses fazendo o mesmo pelos Russos com diversos nicks… (Ja rolou Poseidon e Zeus) Não é hipocrisia acusar os outros de algo que você mesmo faz? Alem do mais, o pessoal a quem você se refere estão todos dizendo “É pode ter sido a ucrânia sim, mas pra saber de verdade só confirmação por satélite” Sabe porque? porque assim pode descobrir de onde o míssil foi lançado e alem do mais já tem fotos e videos de forças Russas usando esse sistema em territórios dentro da Russia e Bielorrussa… Read more »

willhorv
willhorv
2 meses atrás

Não vou defender ou acusar um ou outro. Eu penso que, impopulares são as ações de um conflito. Eles não deveriam acontecer em um mundo civilizado. Mas sabemos que isto é impossível no atual estado do ser humano, e no caso de se chegar a uma guerra, não há humanidade, compaixão ou respeito, só alvos e objetivos a cumprir. Por isso extranho este conflito. Neste caso envolvendo uma super potência, as coisas deveriam ser rápidas, letais e objetivas. Pronto…acabou.

SteelWing
SteelWing
2 meses atrás

Tem Escrito no míssil em, Russo: ” Para as Crianças”. Ou seja, mais uma prova cabal que o míssil foi feito pelos próprios ucrânianos para incriminar russos.

fake russ.jpg
SteelWing
SteelWing
2 meses atrás

Peço para que entrem e vejam a reportagem local, mostrando uma pichação em russo no míssil escrito: ‘Para as crianças”, ou seja ataque forjado para incriminar os russos com um míssil que eles nem utilizam mais, normal para quem usa a própria população de escudo humano. O detalhe é que foi lançado apenas um míssil, o que não faz sentido se fosse um ataque russo de artilharia ou míssil, em que seriam empregadas mais armas. Um míssil a esmo não faz sentido nenhum militarmente. Preetem atenção na fonte, é Ocidental e tem vídeo comprovando.

https://sicnoticias.pt/mundo/para-as-criancas-a-mensagem-em-russo-deixada-no-missil-que-caiu-na-estacao-de-kramatorsk/

Hcosta
Hcosta
Reply to  SteelWing
2 meses atrás

Não faz sentido lançar um míssil para destruir um suposto carregamento de munições?
Então mais vale avisar os Russos, e todos os outros países do mundo, para eles pararem de fazerem estes ataques já que, na sua opinião, não tem sentido nenhum…
De certeza que, se pensar mais um pouco, encontra uma melhor justificação para encobrir este ataque…

Putinik da Silva
Putinik da Silva
Reply to  SteelWing
2 meses atrás

O vídeo e a reportagem só reforçam que foram os russos. Inclusive o repórter ressalta que vários Ucranianos de Kramatorsk lutam pelo exército de seu país, e pensar que eles atacariam seus pis, irmãos e filhos é repugnante.

Quanto ao uso de um único míssil, várias vezes os Russonazis fizeram isso, o que é ainda mais provável se tratando de um lugar próximo a linha de frente e sem grandes sistemas para abater o mesmo.

SteelWing
SteelWing
Reply to  Putinik da Silva
2 meses atrás

Anham e os russos ainda escreveriam nos mísseis: “Para as crianças”, pra criar uma nova comoção pra chamar eles de vilões. Faz todo sentido… Nem vilão de desenho animado seria assim tão escrachado kkkk

Bosco
Bosco
Reply to  SteelWing
2 meses atrás

Mas os russos podem ter escrito para convencer pessoas como você que acredita que eles não teria capacidade de atacar civis e iria usar o argumento de que: “Anham e os russos ainda escreveriam nos mísseis: “Para as crianças”, pra criar uma nova comoção pra chamar eles de vilões. Faz todo sentido… Nem vilão de desenho animado seria assim tão escrachado kkkk”

SteelWing
SteelWing
Reply to  Bosco
2 meses atrás

Quem tá fazendo a população de escudo humano, estragando corredores humanitários, criando fantasmas de Kiev, “matando 15” mil russos “nas primeiras semanas, contratando modelos maquiadas em hospitais são os ucranianos. Além do mais os russos admitem percas militares, os ucranianos nenhum. Essa frase escrita em russo é só mais uma prova escrachada, há algumas semanas os ucranianos utilizaram o mesmo míssil só que com a estrela vermelha pintada pra atacar um país da Europa, passando pela Romênia tentando puxar esse outro pais ou a OTAN pra guerra, mas eles nao acreditaram, souberam que o ataque era com certeza ucraniano. Mas… Read more »

Last edited 2 meses atrás by SteelWing
Vitor
Vitor
2 meses atrás

BBC quem patrocina ?

Lana Alves
Lana Alves
Reply to  Vitor
2 meses atrás

Não, é o RT today de moscou!

Reinaldo Deprera
Reinaldo Deprera
2 meses atrás

Atacar a própria ferroviária com sistema que todos sabemos que o exército ucraniano usa é uma ideia tão burra que por si só já dá para descartar o exército ucraniano. A menos que queiram se auto-sabotar em todos os sentidos, o que não é o caso. Claro que foi disparado a mando do Czar. Claro ❗ E isso será inevitavelmente provado Então porque usar o Tochka-U se é um sistema que o exército imperial russo deixou de usar a muito tempo por ser antigo e porque eles possuem coisa melhor como o Iskander? De duas, uma: Estão novamente fraudando a… Read more »

XFF
XFF
2 meses atrás

Claro que é Exército da Ucrânia que está fazendo isso. Fazem isso desde 2014.
O engraçado é que não há indignação por parte da Europa ou Tio Sam pelos crimes de guerra que a Ucrânia vem fazendo contra a população. Esse ataque é uma forma que o Exército da Ucrânia vem utilizando desde 2014 para punir a população das regiões Separatistas.

Rayan
Rayan
2 meses atrás

O sistema de mísseis balísticos de curto alcance Tochka-U foi oficialmente retirado do serviço do Exército russo em 2019 (na verdade, em 2021), mas, aparentemente, a necessidade militar o forçou a voltar ao serviço novamente e teria sido entregue às milícias separatistas de Donetsk, que refutam categoricamente tais alegações. O Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais (CSIS) afirma que a Ucrânia tinha 500 mísseis Tochka-U em seu arsenal em 2022, com cerca de 90 lançadores. O grande problema em detectar a trajetória de um missil balístico é que a maioria dos métodos de Previsão de Trajetória (TP) foca nas fases… Read more »

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Rayan
2 meses atrás

Precisamente Rayan, porém os EUA possuem satélites civis e miliares 24 horas por dia na Ucrânia e nesse momento deva estar tentando descobrir se tinha algum tocha no lado separatista/russo que poderia ter lançado o míssel, idem os russos que agora buscam provar que o míssel partiu do lado Ucraniano. Eu não tenho certeza, mas acho que difícil ser Ucraniano pois os mesmos agora estão recebendo “doações” militares muito mais sólidas ( tanques, blindados, AA, S-300) e possívelmente vai evoluir para outras entregar mais sólidas bastando o EUA entregar mais Patriots aos aliados que possuem equipamentos Soviéticos, na verdade todos… Read more »

Rayan
Rayan
Reply to  Wellington Jr
2 meses atrás

Os países da OTAN estão fornecendo sistemas antitanque, drones e antiaereos do tipo MANPADS em grande quantidade, ao passo que subsidiam com sucatas equipamentos como MBTs, blindados e baterias antiaereas de alta altitude, pelos seguintes fatores: – sistemas antitanque, drones e MANPADS são relativamente fáceis de operar, bastando um treinamento rápido – seria arriscado prover o exército ucraniano com tanques e blindados que são usados nas forças regulares da OTAN, pois seriam destruídos em larga escala e o custo é muito alto – a OTAN focaliza proeminentemente uma guerra prolongada de desgaste entre forças móveis ucranianas e tropas russas de… Read more »

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Rayan
2 meses atrás

Concordo em certos pontos e pontuo em outros. Os Ocidentais podem sim fornecer equipamentos do inventário ocidental, existem várias unidades paradas ( velharias da guerra do Iraque e Afeganistao) esperando ser vendidas ou doadas tanto pelos europeus quanto nos EUA ( este tem mais), iria levar algum tempo para adestrar? Sim, mas e se já não estiver ocorrendo desde o começo um treinamento? Outra coisa existe um aeródromo que nunca vai ser atacado por misseis fica na fronteira com a Eslovaquia, a doação de aviões juntamente com bateias AA poderia dar aos Ucranianos uma equidade no combate. Claro que o… Read more »

Jagdverband#44
Jagdverband#44
2 meses atrás

Tonho simplesmente sumiu.

César
Reply to  Jagdverband#44
2 meses atrás

Não sumiu. O desocupado continua aqui só que esta usando outros perfis.

Andre
Andre
2 meses atrás

O mais nojento são as putinzetes, como você, que negam todas as provas das atrocidades do nazista de Moscou, que rasgou o acordo de Budapeste e invadiu, duas vezes, um país soberano. Que usa armas antigas porque suas modernas nunca ficam prontas. Que seus comandantes de blindados passam por cima de carros de civis e atiram em idosos de bicicleta. Mas o amor é tão grande que tampa os olhos e ouvidos e que reduz todos aqueles que não se calam a esses absurdos de mikeybots. A Rússia está recuando, os kalibr acabaram e sobra apenas mentiras e fantasias para… Read more »

Anderson
Anderson
Reply to  Andre
2 meses atrás

Sua comoção é compreensível meu caro. Aqui você pode ajudar:

Sua doação é mais importante do que nunca.Milhões de crianças, mulheres e homens em várias partes do mundo estão sendo obrigados a fugir de suas casas para escapar do conflito e da violência.
Doe agora e ajude o ACNUR, a Agência da ONU para Refugiados, a levar suprimentos básicos, como alimentos, água potável, remédios e abrigo para aqueles que mais precisam. Amanhã pode ser tarde demais para protegê-los.

https://doar.acnur.org/acnur/anna.html?utm_source=google&utm_medium=cpc&utm_campaign=BR_PS_PT_anna_Search_BrandGeneric&utm_campaign=BR_PS_PT_AnnaDRTV_UNHCR_Generic&gclid=EAIaIQobChMIrPKTgOXe9gIVR21vBB2nQApnEAAYASAAEgLAZPD_BwE&gclsrc=aw.ds

Flanker
Flanker
Reply to  Anderson
2 meses atrás

Já fez a tua doação?

Capa Preta
Capa Preta
2 meses atrás

Esses mísseis são de produção russa e foram reativados há poucos dias pelos russos para justamente fazer ataques de falsa bandeira.

Rayan
Rayan
Reply to  Capa Preta
2 meses atrás

Teria fonte desse argumento, para confirmação? A informação è que foram desativados em 2019 e a Ucrânia é o exército com maior inventário de TOSHKA, com mais de 90 lançadores, com uso diário contra as milícias separatistas. Difícil de avaliar com essa certeza quem è o responsável, sequer uma investigação com especialistas pode dar essa plenitude de certeza, quem dirá nós aqui. E não estou defendendo ou isentando responsabilidade de ninguém, apenas sustentando a complexidade da situação.

Capa Preta
Capa Preta
Reply to  Rayan
2 meses atrás

Os russos dizem não possuir Tochka-U, mas os exibem em desfiles…

https://twitter.com/vasya_109/status/1512683215915524102?s=20&t=jBZOovBEnwhb7Y_X2O57UA

Rayan
Rayan
Reply to  Capa Preta
2 meses atrás

Vi o vídeo, ok. Não defendi nenhuma posição, apenas relatei as informações para melhor contexto.

Marcos10
Marcos10
2 meses atrás

Serviço Secreto alemão interceptou mensagens de rádio de soldados russos sobre o genocídio em Bucha.
Acabou para os michaboys!!!!

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Marcos10
2 meses atrás

Não podem forjar um serial número em um míssel?
Você se auto contradiz!

pampapoker
pampapoker
2 meses atrás

Gente, cadê o Tonho??? Sumiu
Por quais motivos???

Segio
Reply to  pampapoker
2 meses atrás

Tonho mudou novamente de nick, agora ele esta usando Amon rá

César
Reply to  Segio
2 meses atrás

Ele usa também ¨Steel Wing¨, ¨Agressors¨ e vários ¨Paulos qualquer coisa¨.