quarta-feira, novembro 30, 2022

Saab RBS 70NG

O estoque de mísseis russos está baixo? Algumas evidências mostram que sim

Destaques

Guilherme Poggio
Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

Mísseis guiados de precisão têm sido uma das armas de escolha das Forças Armadas russas desde que invadiram a Ucrânia no final de fevereiro.

Esses mísseis produzidos internamente foram responsáveis ​​por alguns dos ataques mais mortíferos da Rússia na Ucrânia, inclusive na cidade portuária ucraniana de Odessa e em uma estação de trem na cidade de Kramatorsk, no leste da Ucrânia, onde um míssil Tochka-U teria matado 57 e ferido em menos 100 civis em fuga.

No total, a Rússia disparou 2.154 mísseis contra a Ucrânia desde o início da invasão, de acordo com um comunicado na semana passada do presidente ucraniano Volodomyr Zelensky.

Mas esses ataques se tornaram mais raros nas últimas semanas, levando a especulações de autoridades ocidentais, analistas e relatos da mídia de que os estoques de mísseis da Rússia estão acabando.

Analisamos o uso de mísseis pela Rússia, se os estoques estão realmente esgotados e o que a falta de tais munições pode significar para as táticas russas na Ucrânia.

O que é um “míssil guiado de precisão”?

Os mísseis guiados de precisão, também conhecidos como “munições inteligentes”, são projetados para serem extremamente precisos. Eles são equipados com sistemas “seeker”, que permitem que eles mudem as trajetórias de voo após o lançamento e atinjam alvos específicos de longas distâncias. O míssil russo Iskander-M, por exemplo, pode viajar até 500 quilômetros e atingir uma área do tamanho de uma piscina infantil.

Quais mísseis a Rússia está usando na Ucrânia?

A Rússia usou várias munições inteligentes na Ucrânia. Estes incluem mísseis de cruzeiro Kh-101 e Kh-55, que são lançados de aeronaves de asa fixa, como os bombardeiros Tu-95 Bear e Tu-160 Blackjack. Esses mísseis foram vistos regularmente sobrevoando a Ucrânia a caminho de seus alvos e foram usados ​​em ataques de abril a Odessa, de acordo com o analista militar Rob Lee.

Além dos mísseis de cruzeiro, a Rússia disparou vários mísseis balísticos lançados do solo na Ucrânia, incluindo o Tochka-U e o Iskander-M. Enquanto os mísseis de cruzeiro são autopropulsados ​​em velocidades subsônicas, os mísseis balísticos são muito mais rápidos – eles usam um motor de foguete inicial para impulsioná-los em um arco quase sem energia até o alvo.

Um dos mísseis balísticos mais famosos da Rússia, o Iskander-M, é um sistema de mísseis balísticos de curto alcance fabricado na cidade de Kolomna, perto de Moscou. Capaz de transportar ogivas convencionais e nucleares, os Iskander-M voam a uma altitude de cerca de 50 quilômetros. Isso é muito maior do que mísseis de cruzeiro como o Kh-101, que viajam na altura do topo das árvores.

O Ministério da Defesa russo divulgou no mês passado imagens de tropas disparando um Iskander-M na Ucrânia. De acordo com a agência de notícias estatal TASS, um Iskander-M foi responsável por um ataque a uma base de treinamento ucraniana para soldados voluntários estrangeiros em março.

Além disso, a Rússia também disparou um pequeno número de mísseis de cruzeiro Kalibr-M. Frequentemente usados ​​pelos militares russos na Síria, os Kalibr-M são lançados por navios e têm um alcance de até 2.000 quilômetros. A Marinha Russa lançou mísseis Kalibr de um submarino no Mar Negro no início deste mês, de acordo com a TASS.

Por que usar munições guiadas com precisão?

As munições guiadas com precisão são preferidas na guerra moderna devido à sua eficácia e capacidade de minimizar os danos colaterais.

“Usando munições de precisão, você pode enviar duas aeronaves para atender um alvo, enquanto na Segunda Guerra Mundial, você teria que enviar 100”, disse James Lewis, analista do Instituto de Estudos Estratégicos e Internacionais em Washington, ao The Moscow Times.

Ataques de mísseis de precisão também devem causar menos baixas civis.

No entanto, existem sérias dúvidas sobre a eficácia dos mísseis russos. O Kh-101 da Rússia provou ser altamente não confiável na Ucrânia, com autoridades dos EUA avaliando que a Rússia sofreu uma taxa de falha de 60%, segundo a Reuters.

Muitos dos mísseis da Rússia nem sequer atingem seus alvos , de acordo com autoridades americanas.

De onde a Rússia dispara seus mísseis?

Ao longo da guerra, a Rússia optou por atacar a Ucrânia com armas de precisão de áreas firmemente sob controle russo.

“Sua tática tem sido operar offshore ou fora do país, usando ataques de mísseis de cruzeiro de longo alcance de aeronaves que orbitam a Bielorrússia, Kalibrs do mar ou Iskanders vindo da Rússia”, disse Robert Bell, ex-funcionário da Otan.

A Rússia está ficando sem mísseis?

As táticas russas nos primeiros meses da guerra significam que seus estoques de munições de precisão estão agora seriamente esgotados, segundo alguns analistas e autoridades ocidentais. “Não há mais salvas de mísseis de cruzeiro de longo alcance e quase não há ataques de Iskander”, disse o analista militar independente Pavel Luzhin ao The Moscow Times.

Uma autoridade dos EUA disse a jornalistas em um briefing no início deste mês que a Rússia está “tendo problemas de estoque com munições guiadas com precisão”.

Esses relatórios são corroborados por uma mudança nas táticas russas, particularmente um uso crescente de bombas convencionais não guiadas, principalmente na cidade portuária de Mariupol. Munições não guiadas teriam sido usadas para ataques em Mariupol à fábrica de aço Azovstal, defendida por soldados ucranianos, bem como a uma maternidade e um teatro .

A Rússia não pode simplesmente produzir mais mísseis?

Muitos analistas acreditam que as sanções ocidentais significam que a Rússia terá dificuldades para substituir suas reservas de mísseis de precisão.

Em particular, os sistemas de orientação para mísseis de precisão exigem semicondutores e transistores que não são fabricados na Rússia nem disponíveis na China, de acordo com o especialista Lewis.

“Então, a menos que os russos tenham planejado com antecedência e estocado munições ou microeletrônica ocidental, ou aumentado a produção antes da guerra, eles vão ficar sem quando se trata de munições guiadas de precisão”, disse Lewis.

O que acontece se a Rússia ficar sem armas de precisão?

A queda dos estoques de munições de precisão provavelmente significará que a Rússia buscará alternativas.

Por exemplo, houve um aumento recente nas missões aéreas russas, com pilotos realizando operações no espaço aéreo ucraniano com munições não guiadas.

Isso provavelmente significará um aumento correspondente nas baixas civis, disseram analistas.

Zelensky disse que 60 civis foram mortos na semana passada em ataques aéreos russos, incluindo um que atingiu uma escola na vila de Bilohorivka, onde 90 civis estavam abrigados.

“Eles vão usar a Força Aérea para atingir forças terrestres… [e usar] munições não guiadas, que causarão muitos danos colaterais”, disse Dara Masicott, pesquisadora sênior de políticas da Rand Corporation, com sede nos EUA.

FONTE: The MoscowTimes

- Advertisement -

120 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest

120 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
6 meses atrás

O problema é o reabastecimento destas armas de alta tecnologia

Eles conseguem produzir na escala que se consegue aqui no Ocidente ?

Zorann
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
6 meses atrás

Lembrando que os estoques de javelin e stinger tb estão baixos…. e o tempo de produção para repor oque foi gasto em 90 dias de conflito, é de alguns anos.

Gastaram metade dos estoques de javeline stinger em 90 dias

Há matéria recente a respeito disto aqui no site.

Portanto, o ocidente também está tendo dificuldades em repor os estoques.

Não está fácil pra ninguém.

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Zorann
6 meses atrás

Zorann. te recomendo esse vídeo. ele detalha a situação dos Stinger e Javelin. https://www.youtube.com/watch?v=7CmXz8Qd9yw&ab_channel=Perun

Firmino
Firmino
Reply to  Victor Filipe
6 meses atrás

O problema é que, ainda por cima, muito material é capturado intacto pelos russos.
Ou seja, estão produzindo para o inimigo usar.
No caso, russos passam para o DPR e LPR
Esse foto foi publicada hoje mesmo.
E são centenas delas.

photo_2022-05-20_06-26-46.jpg
Vitor
Vitor
Reply to  Firmino
6 meses atrás

Pois é… pela quantidade de material capturado dá para ter idéia como o exercito ucraniano está recuando no front de batalha … só restam a propaganda para manter a moral da tropa… a roda gira.

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Firmino
6 meses atrás

se fossem realmente nas dimensões em que você propaga a Ucrânia estaria lutando com paus e pedras.

Bosco
Bosco
Reply to  Zorann
6 meses atrás

Zorann, Mesmo em sendo pertinente a sua comparação (eu acho que não é) fato é que a falta específica de mísseis Javelin ou Stinger para os americanos não os impediriam de atuar contra tanques e aeronaves inimigos num hipotético conflito tendo em vista que há outra armas que podem ser utilizadas para essa função. Por exemplo, os americanos ainda contam com o TOW, que forma a base da sua capacidade antitanque, ainda que esteja sendo paulatinamente substituída pelo mais leve e mais moderno Javelin. Sem falar no incontável estoque de outros tipos de armas anti blindados disponíveis ao USA e… Read more »

Palpiteiro
Palpiteiro
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
6 meses atrás

Pode-se dizer que desta forma eles não irão conseguir escalar uma operação especial em uma guerra?

Henrique
Henrique
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
6 meses atrás

“Aqui”? O Brasil agora é Ocidente? O quê a gente produz mesmo?

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Henrique
6 meses atrás

Conhece Greenwich ?

Henrique
Henrique
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
6 meses atrás

“Ocidente” nesse contexto não se trata de mera geografia.

André Luís
André Luís
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
6 meses atrás

Conhece a linha do Equador? Pq a Austrália pertence ao hemisfério norte para classificação de “países ricos”….

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
6 meses atrás

Duvidas:
O estoque esta esgotado ou estão guardando munição para uma possível escalada?
O estoque esta esgotado ou já não tem alvos fixos de valor para atacar e estão na fazer do apoio aéreo aproximado e móvel?
O que sei e que ate pouco tempo, lembro que a existência de misseis de cruzeiro Russos foi uma surpresa e lembro de ate pouco tempo atrás os EUA dizerem que a Rússia näo tinha mais quem 1000 misseis.
alias se não me falha a memoria, os EUA usaram menos misseis de cruzeiro que a Russia no Iraque e no Afehanistão.

Last edited 6 meses atrás by Cristiano de Aquino Campos
Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Cristiano de Aquino Campos
6 meses atrás

Eles não vão zerar estoques…

Ninguém fara isto..

O que estão usando são os estoques disponíveis…

com relação a alvos..

Existem as dezenas para mísseis de cruzeiro em Odessa, Kiev, Lviv e outros..

Agoran o Donbass realmente eu acredito q n existam..

Sempre bom lembrar que os russos já estão lá desde 2014…

Fabricio Lustosa
Fabricio Lustosa
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
6 meses atrás

“aqui no Ocidente” vc está falando de onde? Pq do Brasil não é.

Jodreski
Jodreski
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
6 meses atrás

Mais fácil recorrer a mísseis chineses! Os China não se dizem amigos dos Russos? Então chegou o grande momento de provar isso….

Marcos10
Marcos10
6 meses atrás

Em resumo, em algum momento durante o esforço da operação especial os russos irão sujar a cueca, nem que seja com assobio.

Fabio Jeffer
Fabio Jeffer
Reply to  Marcos10
6 meses atrás

Vai te informar melhor amigo. Vc deve ser daqueles que ficam grudados em informes da CNN

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Fabio Jeffer
6 meses atrás

Quem se informa pelo Southfront os russos já estão terminando de atravessar o Canal da Mancha

Fabio Jeffer
Fabio Jeffer
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
6 meses atrás

Nem um nem outro

Slow
Slow
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
6 meses atrás

E a Ucrânia já assumiu o controle de são petesburgo ..

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Slow
6 meses atrás

Mas já chegou na fronteira russa perto de Belgorod… que vergonha isto…

Harald
Harald
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
6 meses atrás

Para uma operação que deveria durar 3 dias, agora estão tendo que mobilizar tropas para defender Belgorod de um ataque.

Slow
Slow
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
6 meses atrás

Mas já chegou na fronteira russa perto de Belgorod ”

Boa chegou lá e só esqueceu de defender Mariupol ..

Carlos Lins
Carlos Lins
Reply to  Rodrigo Martins Ferreira
6 meses atrás

Chegou e já saiu.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Carlos Lins
6 meses atrás

Não era nem pra ter chegado dada a disparidade de forças..

Vitor
Vitor
Reply to  Fabio Jeffer
6 meses atrás

Esse é do clube do bolinha de carteirinha.

Carlos Lins
Carlos Lins
Reply to  Marcos10
6 meses atrás

Como dito anteriormente: Os ucranianos passaram oito anos construindo fortificaçoes e os russos produzindo mísseis.
Munição para canhão então, coloca uns 15 anos
Haja bomba.

Carlos Lins
Carlos Lins
6 meses atrás

Da última vez que esse assunto veio à tona, a Rússia mandou uma saraivada de Kalibrs no inimigo.
Por sinal, quarta-feira foi o dia com mais bombardeios efetuados pela Rússia em toda a operação especial.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Carlos Lins
6 meses atrás

Faz tempo que n manda este é o questionamento.

Alvos ainda existem.

Harald
Harald
Reply to  Carlos Lins
6 meses atrás

Operações especiais o que Carlos Lins pode dizer o Putin não vai te prender não é invasão de uma Nação soberana.

Lucas
Reply to  Carlos Lins
6 meses atrás

“(…) em toda a operação especial.”
Adoro que ele usa ‘operação especial’.
Vamos renomear a WWII para Segunda Operação Especial Mundial

Raul Julia
Raul Julia
Reply to  Carlos Lins
6 meses atrás

Pois é só mandam quando tem noticia kkkkk

Fábio De Souza
Fábio De Souza
Reply to  Carlos Lins
6 meses atrás

Infelizmente mais uma Matéria sem credibilidade , que tira a sua base encima de especulações , ou seja , não apresentou nenhuma prova ou evidencia . A chamada guerra de falsas informações .

Carlos Lins
Carlos Lins
6 meses atrás

Só para esclarecer.
Moscow Times é um jornal ‘independente’ em língua russa baseado em …. Amsterdã.

Mafix
Mafix
Reply to  Carlos Lins
6 meses atrás

Ué se falar qualquer coisa contra o ‘governo’ russo na Russia voce pode pegar 15 anos de cadeia , quem seria louco de abrir um jornal independente e falar algo contra o governo do Fuher Putin ?

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Mafix
6 meses atrás

A cabeça desses caras é muito doentia bicho. é cada malabarismo mental que faria o Cirque du Soleil ficar com vergonha.

Pra eles as únicas fontes com credibilidade é aquelas controladas diretamente pelo Kremillin. e ainda assim, se aparece um cara falando algo contrario nelas eles já mandam um “a fonte é crível pero no mucho” igual o caso do senhor oficial Russo que falou que as coisas estavam difíceis para a Russia e eles já correram fazer o controle de dano

Fabio Jeffer
Fabio Jeffer
Reply to  Mafix
6 meses atrás

E se vc disser algo contra as atitudes imbecis e mentirosas dos EUA e Otan no ocidente vc é totalmente bloqueado das mídias e desacreditado diante da sociedade

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Fabio Jeffer
6 meses atrás

Ok, supondo que você tenha razão. Nessa sua cabeça brilhante você não consegue diferenciar uma restrição em rede social de uma, na melhor das hipóteses, prisão por anos de sua vida? Isso na melhor das hipóteses. Fora os casos de “sumiços” e execuções.

Sério mesmo, se você não consegue diferenciar o você está com graves problemas no “processador”.

Kornet
Kornet
Reply to  Fabio Jeffer
6 meses atrás

O termo certo é ser cancelado,se vc não estiver a favor do Zé Lensquisse e sua patOta(n).

João Adaime
João Adaime
Reply to  Carlos Lins
6 meses atrás

Prezado Carlos
Apenas a título de curiosidade, no Brasil tivemos algo semelhante. De junho de 1808 a dezembro de 1822 circulou clandestinamente no Brasil o jornal Correio Braziliense, editado em Londres. Ele vinha pra cá de navio. Embora proibido por defender idéias tidas como subversivas para a época colonial, era lido até mesmo pelas nossas autoridades. Seu editor era Hipólito José da Costa.
Quando Assis Chateaubriand criou um jornal em Brasília no dia da fundação da Capital, homenageou o pioneiro batizando o novo jornal de Correio Braziliense.
Abraço

correio.jpg
Carlos Lins
Carlos Lins
Reply to  João Adaime
6 meses atrás

Perfeito.

Lúcio Sátiro
Lúcio Sátiro
Reply to  Carlos Lins
6 meses atrás

Ahh sim, e seus editores são todos da Nova Guiné passando umas férias em Amsterdam e não são tendenciosos não kkkkkkkkkkkkk

Last edited 6 meses atrás by Lúcio Sátiro
Victor Filipe
Victor Filipe
6 meses atrás

e ta assim em uma guerra segundo alguns aqui “de baixo custo” que só durou três meses.

Russia tem muita sorte de ter herdado o arsenal nuclear soviético…

Ronilson Nogueira costa
Ronilson Nogueira costa
6 meses atrás

Notícias para os oreia seca e os iludidos ficarem em êxtase no blog kkkkk

Mensageiro
Mensageiro
Reply to  Ronilson Nogueira costa
6 meses atrás

Logo vc seria um oreia sebosa? Kkkk vai tomar banho

Lucas
Reply to  Ronilson Nogueira costa
6 meses atrás

É insuportavel essa onda de gente iletrada e fica pagando de sabichão nos comentários da internet.
No fundo a gente tem pena e vergonha de vcs.

Carlos Lins
Carlos Lins
6 meses atrás

Enquanto o Moscow Times fica especulando sobre os estoques de mísseis, os russos continuam destruindo instalações ucranianas com mísseis de alta precisa.
A do vídeo abaixo, fica em Lozovaya, Kharkov.
Se os russos começaram a avançar nessa região, a Ucrânia terá sérios problemas.

https://t.me/intelslava/29367?single

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Carlos Lins
6 meses atrás

E esse aqui é um comboio Russo que foi entregar suprimentos para os ancestrais deles no alem. https://twitter.com/UAWeapons/status/1527607537041801216?cxt=HHwWgICwmcO9k7MqAAAA

Fabio Jeffer
Fabio Jeffer
Reply to  Victor Filipe
6 meses atrás

O além está entupindo de Ucranianos entrando. Os russos progridem todo dia lentamente ou não mas progridem, não sei que guerra vcs estão acompanhando.

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Fabio Jeffer
6 meses atrás

Aquela em que a linha de frente não avança para os Russos tem 2 meses em todos os mapas que são disponíveis.

Carlos Lins
Carlos Lins
Reply to  Victor Filipe
6 meses atrás

Chora neném .
Os russos retomaram a pequena área de Kharkov que tinham perdido e já estão avançando em Izyum.
Os ucranianos já estão com a corda no pescoço.
Só falta a língua de fora.

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Carlos Lins
6 meses atrás

Só retomaram no teu sonho KKKKKKK nenhuma fonte disso você tem

Silent Eagle
Silent Eagle
Reply to  Victor Filipe
6 meses atrás

Nem adianta perde tempo Victor respondendo esses cara só querem chama atenção, O avanço já está em marte kkkkkkkkkkkkk ou melhor varou o sistema solar kkkk. Só vem com argumento de avanço de mentira, nos outros post a mesma coisa. Sherlock Homes de fake news da trilogia esse cara é sem argumento kkkkkk.

Nilo
Nilo
Reply to  Carlos Lins
6 meses atrás

Já esta

linguinha.png
Bosco
Bosco
Reply to  Nilo
6 meses atrás

Cara, não se rebaixe ao nível do tonho. Não aproveite do infortúneo alheio para corroborar sua narrativa. Isso é vil e infame e mostra a falta de caráter do cidadão que utiliza desse artifício. Não sabemos quem é esse rapaz. O que ele defende , se é um bom filho para seus pais, um bom pai para seus filhos … enfim, não precisamos nos rebaixar a tanto para defendermos nossos pontos de vista daqui de nossas confortáveis poltronas .

Last edited 6 meses atrás by Bosco Jr
Carlos Lins
Carlos Lins
Reply to  Nilo
6 meses atrás

Kkkkkkkkk

Essa foi a melhor.

Pedro
Pedro
Reply to  Carlos Lins
6 meses atrás

Rir de uma pessoa ferida, independente do lado, é deprimente.

George
George
Reply to  Pedro
6 meses atrás

Mostra como esse pessoal é doente mental.

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Nilo
6 meses atrás

Eu não posto foto de soldados Russos mortos por respeito aos demais leitores e comentaristas e as famílias deles mesmo, mas vejo que você não se incomoda com isso. até quando vai continuar se expondo ao ridículo?

Luiz Paulo
Luiz Paulo
Reply to  Victor Filipe
6 meses atrás

Penso que já passou da hora de tirar o Kings e 500 nicks dele da trilogia. Sem respeito, sem limite, só trolagem, Não é possível que ele não quebre as regras do blog.

Bosco
Bosco
Reply to  Victor Filipe
6 meses atrás

Realmente é lamentável esse comportamento vindo de um cidadão que se quer mostrar respeitável. Mostra bem o tipo de pessoa que defende o mafioso.
E o pior é os editores não apagarem o post do dito cujo.

Carlos Lins
Carlos Lins
Reply to  Victor Filipe
6 meses atrás

Mesmo porque de cada uma sua, nós temos cinco.
Melhor não desafiar.

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Carlos Lins
6 meses atrás

Sério isso?

Minha nossa senhora como você é um ser podre.

Zabumba
Zabumba
Reply to  Victor Filipe
6 meses atrás

Deixa de ser ridículo em vez de fotos você envia links de vídeos de russos sendo menosprezados para sua patota, seja honesto com você mesmo .

Nilo
Nilo
Reply to  Carlos Lins
6 meses atrás

Artigo no Times: THE EDITORIAL BOARD The War in Ukraine Is Getting Complicated, and America Isn’t Ready – May 19, 2022 Traduzindo (tudo tem um limite rsrsrs) O Senado aprovou um pacote de ajuda emergencial de US$ 40 bilhões para a Ucrânia na quinta-feira, mas com um pequeno grupo de republicanos isolacionistas criticando em voz alta os gastos e a guerra entrando em uma nova e complicada fase, o apoio bipartidário contínuo não é garantido. Avril Haines, diretora de inteligência nacional, alertou recentemente o Comitê de Serviços Armados do Senado que os próximos meses podem ser voláteis. O conflito entre… Read more »

Last edited 6 meses atrás by Nilo
Nilo
Nilo
Reply to  Nilo
6 meses atrás

Biden deu uma boiada para entrar, agora está com um bode.

19mission-web-articleLarge-v2.jpg
Last edited 6 meses atrás by Nilo
Pedro
Pedro
Reply to  Carlos Lins
6 meses atrás

Vc fala há 3 meses que a mesma coisa… que os Ucranianos estão desesperados e na ultimas..se fosse assim essa guerra ja teria acabado, não?

George
George
Reply to  Carlos Lins
6 meses atrás

Xings. Você fala isso desde o terceiro dia. Estamos fechando o terceiro mes. Quanto tempo você acha que essa guerra dura para a Rússia? O avanço é lento. Perdem 10 blindados para cada km conquistado. Nesse ritmo não chegam nem ao Dnepr.

Last edited 6 meses atrás by George
George
George
Reply to  Fabio Jeffer
6 meses atrás

Nessa velocidade os russos chegarão em Berlim quando o sol se tornar uma Super Nova.

Zabumba
Zabumba
Reply to  Carlos Lins
6 meses atrás

Vai entender a cabeça dos NewsOTAN…os caras armaram, treinaram, doutrinaram o que tem de melhor no Ocidente ( drones, espionagem , imagens de satélites, mercenários ) e Aí qual resultado de tudo isso ? O que prevalece ficção ou realidade ?

Juggerbr
Juggerbr
6 meses atrás

Eles lutam hoje com taticas e armas nos anos 60, 70, 80…. Não tem a intensidade e coesão mínimas que se espera de um exército supostamente poderoso.

paulof
paulof
6 meses atrás

O Laboratório que fazia peças e combustível para  Iskander-M, ardeu em chamas, por sinal usado para S-400, então parte nem uso mas sim problemas na linha de produção que serão solucionados, claro, mas não é como Kings e seus nicks amestrados acreditam, apesar do tamanho e potencial, a Rússia não é superpotência econômica, ao contrário, ela é um Brasil, o que quem vive aqui sabe o que é.

Gabriel ferraz
Gabriel ferraz
6 meses atrás

Quase certeza que essa notícia é mais uma de desinformação, falaram que a Rússia precisa de semicondutores e quem nem a China e a Rússia produz, e vem da onde então? Notícia muito rasa que deveria pelo menos dizer de onde vem. Resumindo.. notícia pra gente que não sabe nem fazer uma regra de 3 acreditar.

Last edited 6 meses atrás by Gabriel ferraz
Bruno Vinicius
Bruno Vinicius
Reply to  Gabriel ferraz
6 meses atrás

Provavelmente de Taiwan. A China adquiriu a capacidade de produzir chips com litografia de 28nm (tecnologia de 2011) apenas no ano passado e a Rússia está limitada a produzir chips de 90nm (tecnologia de 2003).

P.S. a Rússia tem planos para desenvolver a capacidade de produzir chips com litografia de 28nm em 2030 (apenas 20 anos de atraso)

https://www.tomshardware.com/news/russia-semiconductor-plan-28nm

Last edited 6 meses atrás by Bruno Vinicius
Mafix
Mafix
Reply to  Bruno Vinicius
6 meses atrás

Mas quem vai vender as maquinas que faz o waffle dos chips para Russia ?

Ninguem vai vender só se comprar de terceiros ..

Alessandro
Alessandro
Reply to  Bruno Vinicius
6 meses atrás

Me dá uma angústia de saber dessas informações, pois ainda sim são melhores que nós, a Ceitec produzia chips de 600nm, muito aquém das grandes fabricantes de chips do mundo, não é atoa que estão tentando vende-la e ninguém quer comprar aquilo.

Last edited 6 meses atrás by Alessandro
Reginaldo
Reginaldo
Reply to  Alessandro
6 meses atrás

Vcs misturam tudo. A litografia menor é importante para melhorias de consumo energético, que melhora a eficiência e economiza material mas é muito mais caro para desenvolver e aplicar. Nem todos as aplicações precisam disso, é mais útil para SoCs como microprocessadores e outras chips muito complexos. Mas há uma infinidade de outros CIs com muita importância muitas vezes ignoradas que não precisam de tal refino para ser produzido. O Brasil não presa por nada disso, pra variar…

Alessandro
Alessandro
Reply to  Reginaldo
6 meses atrás

“é mais útil para SoCs como microprocessadores e outras chips muito complexos.” Mas Reginaldo essa é a parte mais IMPORTANTE e sensível que pouquíssimos países conseguem fabricar, principalmente no ramo militar onde esse setor sofre muitos embargos. Ter essa alta tecnologia é ESSENCIAL para manter uma forte capacidade industrial bélica, principalmente para exportações e manter os paióis militares sempre cheios. A grande verdade é que a Ceitec tem uma tecnologia do inicio dos anos 90, por isso a empresa só dava PREJUÍZO no seu balanço anual, não havia MERCADO para eles nem em outros CIs pois deixaram de investir em… Read more »

Last edited 6 meses atrás by Alessandro
Bruno Vinicius
Bruno Vinicius
Reply to  Reginaldo
6 meses atrás

Não só é importante para melhorar o consumo energético, mas também é FUNDAMENTAL para aumentar o desempenho que pode ser atingido. A redução da litografia é uma das grandes responsáveis pelo aumento exponencial no desempenho dos processadores que ocorre com o tempo.

Carlos Lins
Carlos Lins
Reply to  Bruno Vinicius
6 meses atrás

Mas não se aplica nessa área específica ou IOT.
Para isso 14nm já são suficientes.
7nm é luxo.

Carlos Lins
Carlos Lins
Reply to  Reginaldo
6 meses atrás

Reginaldo.
Perfeito.
Sem contar que a China é líder em tecnologia RISC V de padrões específicos de utilização.

Carlos Lins
Carlos Lins
Reply to  Bruno Vinicius
6 meses atrás

A China já produz com tecnologia de 14nm o que é mais que suficiente para esse tipo de material e até mais avançados.
Vai por mim que sei o que estou falando.

Palpiteiro
Palpiteiro
Reply to  Gabriel ferraz
6 meses atrás

Meu palpite é que com crise atual dos semicondutores, um pedido novo de chip para uma empresa em Taiwan esta levando mais de 2 anos para ser entregue.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Gabriel ferraz
6 meses atrás

A Baikal, que se diz a mais tecnologicamente avançada da Rússia, usava a TSMC para fabricar seus projetos, mas a TSMC já informou que não irá mais fornecer.

Lucas
Reply to  Gabriel ferraz
6 meses atrás

Nossa, seu comentário me deu sono.
ZZZZZZZzzzzZZZzz

Carlos Lins
Carlos Lins
Reply to  Lucas
6 meses atrás

Não escreva Z que o pessoal aqui surta
Kkkkkkk

Lucas
Reply to  Gabriel ferraz
6 meses atrás

E no que mais vc acredita?
Vc é daqueles que acha que a vacina mata? Ou que usar máscara é prejudicial para saúde?
Pq vc tá usando exatamente os mesmos recursos retóricos (que são vazios e falaciosos).

Fabio Jeffer
Fabio Jeffer
6 meses atrás

“De acordo com informações de Volodymir Zelensky”
Já dá pra ver que é informação que não procede. É um show de besteirol aqui no forte que é incrível.

Hank Voight
Reply to  Fabio Jeffer
6 meses atrás

Se você quer propaganda chapa branca e melhor procurar RT, Sputnik, Southfront….

Carlos Lins
Carlos Lins
Reply to  Hank Voight
6 meses atrás

Aí HMS.
Comente sobre a corrida que os russos deram nos aviões israelenses.
Algum abatido?
Ou Israel não comenta sobre suas operações?

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Carlos Lins
6 meses atrás

O Supra-sumo dos sistemas AA da Russia só conseguiu acertar Oxigênio.

Fabio Jeffer
Fabio Jeffer
Reply to  Hank Voight
6 meses atrás

Nem um nem outro, apenas informações coerentes e não besteiróis de lado a lado, principalmente do lado Ucraniano

Oráculo
Oráculo
6 meses atrás

Eu já acho que existem dois motivos para diminuição dos ataques. A primeira é o que o texto cita, diminuíram os estoques de mísseis. E os russos estão diminuindo a quantidade de lançamentos para não colocar em risco sua capacidade de ataque, pois a reposição é demorada, mesmo com as fábricas funcionando 24 horas por dia, como acredito que estão.. A segunda é a diminuição de alvos devido a mudança forçada de estratégia No começo saíram destruindo tudo quanto é alvo “prioritário” pela Ucrânia inteira. Como a tomada de Kiev fracassou e eles foram obrigados a redirecionar as forças para… Read more »

Reis
Reis
Reply to  Oráculo
6 meses atrás

Pode ser sim mas tá difícil até ler os comentários aqui essas torcidinhas tão enchendo o saco

Kornet
Kornet
Reply to  Reis
6 meses atrás

Entre na deles,zoeira total.
Aqui pelos comentários da torcida pró e contra,vc fica mais desinformado do que ficar atualizado com jornal velho.

Carlos Lins
Carlos Lins
Reply to  Oráculo
6 meses atrás

Ontem, os russos destruíram a linha férrea em Zythomir.
A foto publicada mostra o estrago feito
Creio que depósitos de munição, centros de comandos e etc já foram bastante castigados.
Como os russos não estão atacando muita a infraestrutura civil, pode ser que os almoços estejam diminuindo mesmo

Rodes
Rodes
6 meses atrás

@editores,

Elon no Brasil e querendo usar o starlink na Amazonia. Dá uma boa reportagem.

Slow
Slow
Reply to  Rodes
6 meses atrás

Está querendo usar Starecursos da Amazônia isso sim ..

Nilo
Nilo
Reply to  Rodes
6 meses atrás

Para o monitoramento ambiental da Amazônia, é para proteger a Amazonia, agora começa a ficar na mão de quem sabe defender a Amazônia. Brasil sabe relativizar sua soberania diferente da Rússia, China, …..

Last edited 6 meses atrás by Nilo
Slow
Slow
Reply to  Nilo
6 meses atrás

Quem tem que monitorar e cuidar da Amazônia é o Brasil .. Esse pilantra ai está de olho nos recursos dela ..

” Daremos golpe onde quisermos ” Musk

Nilo
Nilo
Reply to  Slow
6 meses atrás

Mais nós já monitoramos rsrsrsr.
Usaram os meios diplomaticos para presionar a decisão a seu favor.
A partir do momento que acesse informações vai faturar horrores. É o cara que faz criptomoeda despencar, em outra hora, multiplicar de valor em 50X rsrsrsr.
E os militares no governo fazem a defesa da Amazônia cheia de discurso patriotico enquanto a soberania do pais escorre pelos orgãos do governo federal.

Last edited 6 meses atrás by Nilo
Slow
Slow
6 meses atrás
Last edited 6 meses atrás by Slow
Carlos Lins
Carlos Lins
Reply to  Slow
6 meses atrás

Eu acho que os russos estão pesando a mão mesmo.
Agora, eles terão de reconstruir isso.
Mas, é a guerra.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Carlos Lins
6 meses atrás

Na rosa dos ventos de vocês só existe o L…

Mensageiro
Mensageiro
6 meses atrás

Sobre mísseis. Vcs já pensaram na possibilidade de que a Rússia realmente não estava atacando hospitais e escolas mas de que seus mísseis são tão ruins que erravam os alvos? E eles não podiam admitir que erraram alvos e nem que estavam atacando civis. Kkk

Harald
Harald
6 meses atrás

Olha o momento dos manpads fazerem o nome.

Last edited 6 meses atrás by Harald
Antunes 1980
Antunes 1980
6 meses atrás

A Rússia gastou tudo de melhor no começo, porém o resultado foi pífio.

Li uma matéria francesa que alguns mísseis russos precisam de componentes chineses e sul coreanos, e o embargo ocidental afetou diretamente a produção russa de mísseis de Cruzeiro e bombas guiadas.

Acho que a reposição vai demorar muito mais do que Putin planejou.

Vitor
Vitor
Reply to  Antunes 1980
6 meses atrás

Mãe Diná pública a fonte isenta .. ou é do seus miolos.

Vitor
Vitor
6 meses atrás

vixi… estão apelando …ontém foi falta de munição, falta de combustível, sniper canandense, chip de geladeira , mortes de general… quem dá mais…saiu na folha também newsOTAN.

Slow
Slow
6 meses atrás

KKKKKKK é mesmo tinha até esquecido disso ..

Bosco
Bosco
6 meses atrás

Não. Eu falei que deviam ter poucos quando “supostamente” utilizaram um Kinzhal com 2000/3000 km de alcance para atacar um alvo a 200 km da fronteira com a Rússia e isso se deu exatamente no dia 18 de março, portanto, foram 22 dias após o início da invasão.

MIGUEL
MIGUEL
6 meses atrás

O Batalhão AZOV acabou com o stock de munições da Federação Russa.

Fabricio Lustosa
Fabricio Lustosa
Reply to  MIGUEL
6 meses atrás

Quase dois mil “espartanos” do AZOV se renderam aos pedaços. Os vídeos estão aí para quem quer ver. E o Zelenski gravou um pronunciamento dizendo que “salvou os heróis de Azovstal” que havia negociado e eles estavam a salvo com a “supervisão” dos militares ucranianos. KKKKKKKKKKKKKKKKKKK é mole??? Cara…é cada uma….é absurdo de tão patético.

Bosco
Bosco
Reply to  Fabricio Lustosa
6 meses atrás

Eles resistiram bravamente por 90 dias. Vc faria igual ou teria se borrado no primeiro?

Fabricio Lustosa
Fabricio Lustosa
Reply to  Bosco
6 meses atrás

Esse pessoal agrediu, torturou e matou cidadãos de origem russa por anos naquela região. Covardes. Vão ter o q merecem. Quanto a sua pergunta, considero heróis aqueles q morrem lutando, e eu faria isso pelo q acredito.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Bosco
6 meses atrás

Esse provavelmente seria como o Efialtes.

Scudafax
Scudafax
6 meses atrás

Há relatos de que em março a Rússia ficaria sem estoques de munições guiadas. Estamos já em maio e ainda há ataques com sistemas de precisão. Portanto, é fato que não é possível prever com certeza a capacidade de produção e nem a quantidade de estoques reservados.

MIGUEL
MIGUEL
Reply to  Scudafax
6 meses atrás

A Rússia tem munição até da 2GM , têm muita munição para gastar ainda, de lembrar que em termos de forças terrestres a Rússia é a nação mais poderosa…

Nunes-Neto
Nunes-Neto
6 meses atrás

Nessa foto de material capturado pelos Russos só ví o que é descartado depois do disparo….

Últimas Notícias

IMAGEM: Ataques russos à infraestrutura deixam a Ucrânia na escuridão

As imagens de satélite mostram o território da Ucrânia às escuras pela falta de energia elétrica provocada pelos ataques...
Parceiro

- Advertisement -
- Advertisement -