domingo, junho 26, 2022

Saab RBS 70NG

Tanques: perdas elevadas serão um problema para os russos ao final do verão

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

De acordo com o Instituto Internacional de Estudos Estratégicos “Balanço Militar”, a Rússia tem 2.800 tanques e 13.000 outros veículos blindados (veículos de reconhecimento e combate de infantaria) em uso atual com outros 10.000 tanques e 8.500 veículos blindados em armazenamento.

Veículos armazenados podem ser mobilizados e colocados em trens para transporte para onde for necessário. Nos meses que antecederam a guerra na Ucrânia, trens que transportavam tanques e outros veículos blindados eram uma visão frequente e altamente visível em toda a Rússia.

No entanto, os russos tiveram grandes problemas.

Evidências de pneus em mau estado por causa da má manutenção, causando o abandono de muitos veículos russos no campo e sua captura pelos ucranianos foram observadas. Parece ter havido muitos outros colapsos que assolam a capacidade da Rússia em lutar. Um vídeo recente mostra uma equipe de BMP tentando desesperadamente disparar sua arma principal emperrada no meio de um ataque ucraniano que já destruiu outro BMP russo.

Problemas mecânicos também atormentaram a invasão russa da Geórgia em 2008. Equipes de reparo tiveram que ser posicionadas a cada 25 km ao longo da rota de invasão para lidar com o volume de avarias. Portanto, este não é um problema novo. Os russos não parecem ter resolvido ainda.

Enfrentando enormes perdas de equipamentos na Ucrânia, a Rússia mobilizou veículos armazenados. Mas aqui também a situação parece ruim: de acordo com o serviço de inteligência militar da Ucrânia, a 4ª Divisão de Tanques da Rússia descobriu que apenas 1 em cada 10 tanques mobilizados do armazenamento era utilizável.

A Rússia mantém seus tanques não utilizados em Bases de Armazenamento e Reparo de Armas e Equipamentos Militares (BHiRVT) e Bases de Armazenamento de Tanques Centrais (TsTRB). Havia centenas dessas bases ao redor da Rússia, mas o país pretende reduzir o número para 24 grandes complexos de transbordo e logística.

Um desses grandes sítios é a 227ª base de armazenamento militar em Ulan-Ude, Buryatiya (51.895771°N 107.528414°E). Ela fica ao lado de uma linha férrea para facilitar o transporte. Muitos tanques agora na Ucrânia provavelmente vieram deste lugar.

Um grande número de veículos é visível ao ar livre, em frente a vários galpões de armazenamento e oficinas, que provavelmente contêm mais veículos e instalações de manutenção. Aparentemente, há também um cemitério de tanques. A Rússia classifica as instalações de armazenamento em quatro categorias:

  • leve – armazenado em um espaço aquecido
  • médio – armazenado em um espaço fechado não aquecido
  • duro – armazenado ao ar livre sob cobertura
  • muito duro – armazenado ao ar livre em todas as zonas climáticas e sob coberturas em áreas industriais ou marítimas (onde poluição e maresia são problemas).

 

O que isso significa na prática? Muitos desses veículos são muito antigos. Lembra daquele número de 10.000 tanques? Inclui pelo menos 2.800 T-55s, 2.500 T-62s e 2.000 T-64s – todos obsoletos. Alguns têm 60 anos ou mais e não teriam chance em um conflito no estilo da Ucrânia.

Notavelmente, alguns T-34s da Segunda Guerra Mundial ainda são estocados para uso nos desfiles do Dia da Vitória. A Rússia usou T-62 em conflitos recentemente na Geórgia em 2008, e em exercícios em 2018. Alguns T-62s teriam ido para a Síria para substituir as perdas de guerra do governo sírio.

Vale a pena notar que o clima russo é muito implacável para equipamentos mecânicos de todos os tipos. As temperaturas registradas variaram de 45°C no verão a -71°C no inverno. A maioria das regiões recebe quantidades variáveis, mas geralmente significativas, de precipitação durante todo o ano.

Como os EUA estocam seus veículos?

O maior depósito de armazenamento de tanques dos EUA é o Sierra Army Depot (SIAD) no norte da Califórnia, localizado em 36.000 acres de deserto a 1,2 km acima do nível do mar. Seu clima árido o torna ideal para armazenamento a longo prazo.

A SIAD armazena cerca de 29.000 itens de equipamento, incluindo cerca de 2.000 tanques M1A1 Abrams – muitos dos quais provavelmente irão para a Europa Central e Oriental para substituir equipamentos da era soviética. O alto clima desértico ajuda a preservar os veículos apesar da exposição ao ar livre.

A Rússia, como os EUA, possui manuais detalhados para manutenção de veículos. Mas é uma aposta segura que boas práticas de manutenção foram negligenciadas. Em particular, é provável que nenhuma manutenção tenha sido feita por anos após o colapso soviético no início dos anos 90.

Os T-72 e T-80 atualmente em serviço são provavelmente o produto de décadas de canibalização de peças de equipamentos armazenados. Mas a manutenção também exige um fornecimento constante de peças novas, como baterias, o que nos leva ao maior problema: a cleptocracia desenfreada.

Contratos militares de manutenção e fornecimento são os principais alvos da corrupção em todos os lugares. Os EUA tiveram seu próprio mega escândalo há alguns anos com o caso “Fat Leonard”, quando o empresário Leonard Francis fraudou a Marinha dos EUA em dezenas de milhões de dólares.

A Rússia tem uma cultura generalizada de roubo e corrupção. Em janeiro de 2022, o coronel Evgeny Pustovoy, chefe do departamento de compras de veículos blindados, foi acusado de roubar US$ 13 milhões por meio de contratos falsos de baterias. Ele está atualmente aguardando julgamento.

Em março de 2022, a Ucrânia informou que tanques armazenados transportados para uma base de manutenção russa perto da fronteira ucraniana chegaram em condições inutilizáveis, desprovidos de valiosos componentes ópticos e eletrônicos contendo metais de alto valor. Alguns nem sequer tinham motores.

Esse saque é muito provavelmente abundante em bases de armazenamento isoladas e mal supervisionadas, muitas vezes localizadas em regiões pobres e inadequadamente protegidas contra ladrões. Outras formas de redução de custos também são altamente prováveis, principalmente se o dinheiro puder ser desviado no processo.

Por exemplo, se os tanques armazenados são necessários apenas por algumas semanas por ano para participar de exercícios altamente roteirizados, por que gastar tempo e dinheiro mantendo-os pelos outros 11 meses? Não é como se eles fossem necessários para lutar uma guerra!

Isso lança uma luz preocupante sobre as perdas de guerra da Rússia. De acordo com a Ucrânia, a Rússia perdeu 1.254 tanques desde 24 de fevereiro [segundo o site Orix foi visualmente confirmada a perda de 673 carros de combate russos até o momento (N.T.)]. Agora considere que o IISS informa que a Rússia tem 2.800 tanques em serviço. De onde virão as substituições?

É provável que a grande maioria dos 10.000 tanques armazenados sejam inutilizáveis ​​ou tão obsoletos que seriam (ainda mais) armadilhas mortais na Ucrânia. Se os números da Ucrânia e do IISS estiverem corretos, a Rússia pode ter perdido quase 45% de sua força de tanques utilizável.

Pode haver espaço para mais canibalização de tanques armazenados e mobilização de tanques mais antigos. A natureza das perdas da Rússia parece estar mudando, talvez refletindo isso. Suas perdas nas primeiras semanas da guerra foram concentradas entre seus tanques mais modernos.

Por exemplo, o modernizado T-72B3-Obr2016 compunha cerca de 20% da frota ativa da Rússia, mas supostamente respondeu por cerca de 35% de suas perdas de tanques nas primeiras semanas. As perdas relatadas recentemente foram concentradas entre os modelos muito mais antigos. /28

Em suma, as capacidades dos tanques da Rússia provavelmente já estão significativamente degradadas. Suas perdas gigantescas de tanque provavelmente se tornarão um problema crítico no final do verão se as altas taxas de perda persistirem (e não vejo por que não deveriam).

E como a Rússia não pode construir novos tanques com rapidez suficiente e seus tanques armazenados restantes provavelmente são inúteis, um ponto crítico está chegando. Por quanto tempo mais pode continuar a atirar tanques contra os ucranianos?

O texto acima foi copiado e editado a partir do Twitter de ChrisO

- Advertisement -

121 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
121 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Pablo Maroka
Pablo Maroka
1 mês atrás

A questão é se vale a pena armazenar um monte de sucata de 30 anos ou 40 anos atrás para serem facilmente jantadas por armas anti tanque.

Custo para manter esse numero gigante de tranqueira deve ser enorme.

Mafix
Mafix
Reply to  Pablo Maroka
1 mês atrás

Pensa o seguinte se o soldado russo morre em combate dentro dessa coisa da era sovietica a familia dele ganha 150 dolares e em caso de sair vivo sem uma perna ou braço ele ganha um litro de oleo de cozinha sal e um pacote de sabão …

Sai barato mandar um soldado para linha de frente pagando em sabão e sal…

Gabriel ferraz
Gabriel ferraz
Reply to  Mafix
1 mês atrás

De onde foi que você tirou essa informação?

Mafix
Mafix
Reply to  Gabriel ferraz
1 mês atrás

Tem a foto de um soldado russo que perdeu a perna no twitter/telegram que recebeu oleo e meio saco de comida fora as esposas dos separatistas mortos que receberam 10 mil rublos como pagamento pela morte do marido morto em combate ..

Luis
Luis
Reply to  Mafix
1 mês atrás

.

tank russo.jpg
Material Arquivo
Material Arquivo
1 mês atrás

E o Brasil modernizando o Cascavel hahahahaha uma plataforma de 40 anos de uso.
É rasgar dinheiro…se for para ter algo usado e com poder, então comprem 250 centauro 1 USADOS da Itália, 100 transforma em peças de reposição.
Fica com 150 centauro 1 com canhão de 105mm com plataforma bem mais moderna.

Nicolas_SS
Nicolas_SS
Reply to  Material Arquivo
1 mês atrás

Nem o Guarani se salva, imagina o Cascavel. O EB precisa abrir uma licitação com empresas PRIVADAS para um AT e AA.

O Brasil já tem os Leopard 1A5BR que da conta dos paises do Sul do Brasil. Se juntar, Uruguai, Paraguai e Argentina acho que não da metade que o Brasil tem de Leo.

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Nicolas_SS
1 mês atrás

O Chile tem cerca de 130 Leo2A4 e cerca de 100 Leo1V.
A Argentina possui cerca de 230 TAM e 118 SK-105.
O Brasil tem 220 Leo1A5 + 128 Leo1A1 e 91 M60A3tts

Nicolas_SS
Nicolas_SS
Reply to  Luís Henrique
1 mês atrás

Chile não faz fronteira com o Brasil e a situação política por lá está tão boa que estão querendo acabar com as FA.

A Argentina não é diferente, duvido que 1/3 esteja em operacional! Sem contar que são blindados bem inferiores!

Mas mesmo assim, o EE-9 Cascavel bateria de frente contra os Sk-105 e o TAM!

Jhenison Fernandez
Jhenison Fernandez
Reply to  Nicolas_SS
1 mês atrás

Ainda mais se armado com os Spike como está sendo noticiado, teria uma excelente capacidade defensiva ou de ataques de oportunidade contra veículos mais capazes, como o Leopard 2A4 ou T-72, lógico que em condições ideais.

Luís Henrique
Luís Henrique
Reply to  Nicolas_SS
1 mês atrás

O Chile não tem fronteira com o Brasil mas é um país sul-americano, de 3o mundo e várias vezes menor, menos populoso e mais pobre que o Brasil. E possui equipamentos militares mais modernos há muito tempo. Só agora o Brasil está superando o Chile com a introdução de caças Gripen E, submarinos SBR, etc. Mas em MBT ainda estamos atrás. Em breve espero que o EB escolha um MBT novo e que deverá ser produzido no Brasil para substituir os Leo1A5, os Leo1A1 e os M60. As fronteiras são importantes, mas devemos lembrar que o mundo está muito conectado… Read more »

Nicolas_SS
Nicolas_SS
Reply to  Luís Henrique
1 mês atrás

Chile é considerado o unico país de 1 mundo da América Latina!

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Nicolas_SS
1 mês atrás

Por quem? Pelo Glasquis? Ele é chileno, não vale kkkkkkkk

Tadeu Mendes
Tadeu Mendes
Reply to  Nicolas_SS
25 dias atrás

Permita-me discordar. O Chile e’ um pais de economia extrativista. O Chile e’ industrialmente defasado, e tecnologicamente subdesenvolvido.

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Luís Henrique
1 mês atrás

esqueçam…MBT tem de ser repensado…já era uma duvida a duas decadas e parece que as duvidas estão desaparecendo…a couraça está érdendo a guerra fragorosamente….o T72 de fato revelou erro de projeto, mas não é somente ele não….drones e misseis anti carro firaram arroz com feijão no cenario….aos montes, centenas e milhares…antes, voce precisava quer seja na forma de um avião ou tanque, gastar toneladas de aço e milhões para servir de vetor a um projetil etaque…agora um drone meia boca carrega o mesmo projetil letal com puquissimos quilos e assertividade e rapidez assombrosa….sem aeroportos, toeladas de couraças, dezenas de homens… Read more »

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Nicolas_SS
1 mês atrás

Por que o Guarani não se salva?

Rafael Gustavo de Oliveira
Rafael Gustavo de Oliveira
Reply to  Material Arquivo
1 mês atrás

Um passarinho me contou que esses centauros b1 estavam em más condições de uso (carece de informação)
Minha teoria que com colapso da guerra fria o ocidente começou a utilizar os equipamentos militares até os extremos da vida útil, está difícil encontrar material usado em boas condições e a atualização fica muito caro.

Material arquivo
Material arquivo
Reply to  Rafael Gustavo de Oliveira
1 mês atrás

Rafael, talvez seja verdade. A questão é que a Itália está substituindo pelo centauro 2…se for para analisar o estado de uso e a ideia de modernização, seria bem interessante focar naquela plataforma.

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
Reply to  Rafael Gustavo de Oliveira
1 mês atrás

O passarinho poderia apenas estar dando desculpa para justificar a modernização do Cascavel.
Infelizmente não sabemos a idade, quanto rodaram, quanto atiraram e como foi a manutenção dos Centauros oferecidos e dos Cascavéis que pretendem modernizar, mas o Centauro é um veículo mais novo e muito mais avançado.
Então é bem difícil justificar a opção pelo Cascavel.

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Material Arquivo
1 mês atrás

O amigo sabe porque o cascavel, urutu e M113 rodam? Porque…RODAM!!!! Oras!!!….leia de novo sobre o problema logistico acima reportado…. Inferior? Sim!! Mas roda? roda….tem os mesmos problemas de peças? não…..são velozes? sim….precisa de trem? não!!!!….vai ficar parado por falta de combustivel?….não…usa 10% a 20%….. é por isto que ele roda…é por isto que ele continuaria atirando e não ficaria parado no acostamento….nem precisndo de chip de lava louças…. tá escrito….mestre…tá escrito…. É mais fraquinho? é! perai, não é, acho que é…! obvio que é! mas como é??? se o amigo destacar o missil anticarro que já destroi o MBT… Read more »

Material Arquivo
Material Arquivo
1 mês atrás

A perda da perna do vizinho é normal, desde que não seja a sua perna né. Vai lá na Rússia ajudar os milhares de mutilados por essa guerra idiota do racistinha do Putin.

Carlos Lins
Carlos Lins
Reply to  Material Arquivo
1 mês atrás

Quando começa com esse papo de guerra idiota e outros é certo: Está perdendo.
Contra fatos não há argumentos.
Quem está tendo o território ocupado e fica desesperado atrás de sucata (T72 polonês M113) e correlatos é a Ucrânia.
De resto, é reclamação.

João José
João José
Reply to  Carlos Lins
1 mês atrás

T72, hoje corresponde a menor porte do Arsenal russo, a maioria é de T62, T34, etc, da era soviética, a maioria inoperável

Slow
Slow
Reply to  Material Arquivo
1 mês atrás

Vítimas do agente laranja utilizado pelos EUA no vietnã vc vê alguém falando disso ? Ai ngm tem dó né ?

Se quiser tem mais imagens de outras guerras causada por “ democracias “ .. ai ngm tem dó né hipocrisia do cara….

6960EBA7-01B3-4D62-9E6A-3DEE95DAC95C.jpeg
Luciano
Reply to  Slow
1 mês atrás

Não entendi, os EUA terem usado o agente laranja no Vietnã dá o direito a Russia de bombardear escolas na Ucrania? É isso?

Last edited 1 mês atrás by Luciano
Luciano
Reply to  Luciano
1 mês atrás

Se vc achava errado o que os EUA fez no Vietnã ou Iraque, deveria criticar a Russia também pelo assassinato de civis inocentes na Ucrânia. Ou agora tudo bem?

Last edited 1 mês atrás by Luciano
Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Luciano
1 mês atrás

Não, o problema é a indignação seletiva.

Material arquivo
Material arquivo
Reply to  Allan Lemos
1 mês atrás

Allan, prove que eu tenho atitudes seletivas em relação a guerras.
Não me acuse de algo que não tem como provar.
Jamais defendi guerras…não sou covarde como Vladimir putin (bandidinho racista)

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Material arquivo
1 mês atrás

O meu comentário não foi dirigido especificamente a ninguém, mas é bom ver que a carapuça serviu bem.

Slow
Slow
Reply to  Material arquivo
1 mês atrás

Vc é defensor dos EUA precisa provar mais oque ?

mac
mac
Reply to  Slow
1 mês atrás

Bom é defender a Rússia que obliterou a Chechênia, Geórgia, parte da Síria e agora invade a Ucrânia? Vocês são fanfarrões…

Slow
Slow
Reply to  Luciano
1 mês atrás

De jeito nenhum, mas ngm falou nada , ngm boicotou ou sancionou enfim acho que maioria nem sabe oque agente laranja ..

EUA lançou bomba nuclear contra um país e vc quer falar de escolar que era usada com abrigo militar ?

Plinio Jr
Plinio Jr
Reply to  Slow
1 mês atrás

O uso de armas nucleares foi em um conflito mundial e as pessoas não tinham dimensão do que seriam suas consequências .. diferente da realidade hoje visto na Ucrânia, onde se tem noção quando se atinge alvos civis

Scudafax
Scudafax
Reply to  Plinio Jr
1 mês atrás

A afirmação não é coerente com os fatos. As armas atômicas não foram testadas no momento de sua utilização, mas antes. Portanto, afirmar que não se sabia do poder destrutivo delas é falso. Além disso, foram lançadas duas, em dias diferentes, sobre civis. Um claro crime de guerra pela já vigente Lei dos Conflitos Armados.

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Slow
1 mês atrás

Depois você me acusa de não saber de história, você que é o iletrado em história ao afirmar essa asneira. Sugiro ler sobre a campanha do pacífico e sobre a ameaça de Stalin em invadir o Japão caso o mesmo não se rendesse. Lembre-se que na Alemanha os Soviéticos estupraram milhões de mulheres sob ordens diretas de Moscou, imagina o que eles fariam com o Japão. Conhecer a história ajuda a não passar vergonha. Nem venha dizer nada sobre Dresden pois foi exigência de Churchill o bombardeio.

MAB
MAB
Reply to  Slow
1 mês atrás

Olha aí lesminha.
Esse ainda tem uma medalha para se lembrar até o fim dos dias.

vbuh4pa7whq81.jpg
João Adaime
João Adaime
Reply to  MAB
1 mês atrás

Independente de lado, isto é triste, muito triste. Até quando?

Nei
Nei
Reply to  Slow
1 mês atrás

Hipótrica é você, que só enxerga a Rússia como sua mãe. Vai pra lá o machão.

Slow
Slow
Reply to  Nei
1 mês atrás

A Rússia não ameaça o Brasil já o pais que você defende …

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Slow
1 mês atrás

Aluno do Farinazzo? As análises dele ignoram completamente os custos de uma invasão seja da Amazônia ou de qualquer fatia de território Brasileiro. Nem se a OTAN fosse junta conseguirá postergar o custo de uma operação. Olha o custo do Afeganistão, Iraque e me diga quanto seria o custo do Brasil? Haveria apoio popular? Não! Efeito climático não justificaria a perda de milhares de e soldados e equipamentos além de trilhões de dólares. Salvar o mundo destruindo o mundo é uma maravilha de estratégia.

Scudafax
Scudafax
Reply to  Slow
1 mês atrás

É um fenômeno comum. No Afeganistão a estimativa oficial da ONU é de 30 mil crianças mortas desde 2005. No Japão lançaram duas bombas atômicas em civis, sem contar do Napalm no Vietnã. Mas o genocídio é na Ucrânia, com shows do U2 e visitas de políticos.

MAURICIO SIQUEIRA
1 mês atrás

Mais uma vez a realidade é mostrada, grandes numeros geram grandes custos de manutenção. A China está nessa toada de fabricar muito armamento, e os custos de manutençao vão ser um dificultador. Quanto maior é a tecnologia aplicada, maior o custo de manutenção e atualização. Como diz o mestre, o tempo é o senhor da razão.

Nicolas_SS
Nicolas_SS
Reply to  MAURICIO SIQUEIRA
1 mês atrás

O carro do brasileiro medio tem mais tecnologia que os blindados russos! Isso é reflexo do sistema esquerdalha!

Varg
Varg
Reply to  Nicolas_SS
1 mês atrás

A Rússia atual é uma autocracia criptofascista. Nada tem de Esquerda…

Nicolas_SS
Nicolas_SS
Reply to  Varg
1 mês atrás

Voce é mais um eSpecialista, né? A direita defende um estado minimo, a esquerda um estado grande; fascista defende um estado grande…e a Rússia tem um estado…?…? GRANDE, ACERTOU!

Não é tão difícil de entender!

EduardoSP
EduardoSP
Reply to  Nicolas_SS
1 mês atrás

Rapaz, vai estudar.
Você está “raciocinando” como o novo ministro das minas e energia.
Sugiro começar com Dicionário de Política, de N. Bobbio.

Last edited 1 mês atrás by EduardoSP
André
André
Reply to  Nicolas_SS
1 mês atrás

Frente a alguns de seus devaneios, a vida inteligente na Terra são os golfinhos. Vai estudar e para de passar vergonha postando tanta asneira

Rafael Gustavo de Oliveira
Rafael Gustavo de Oliveira
Reply to  MAURICIO SIQUEIRA
1 mês atrás

“Quanto maior é a tecnologia aplicada, maior o custo de manutenção e atualização”

Será? isso é assim no ocidente

Muitas coisas na china a própria estatal faz a pesquisa e desenvolvimento e também a manutenção e atualização deles
Errado estamos em comparar a china aos padrões ocidentais onde o método de trabalho é visando o lucro…lá eles visam o emprego.

Sagaz
Sagaz
Reply to  Rafael Gustavo de Oliveira
1 mês atrás

Sério isso? A China é o santo gral da empregabilidade?. Já viu como é montagem de projetos chineses fora da china? Eu já vi na Bolívia, a mão de obra chinesa vai e volta escoltada pela polícia, dormem em alojamentos vigiados para não fugirem, almoçam em qualquer canto da obra. Vai lá para a China fazer trabalho braçal ganhar bem mais do aqui, opa, não é bem na China essa realidade né!? Tem o mundo que o teu professor conta na escola e tem o mundo real menino. Trate de buscar o que o mundo precisa ao contrário de ser… Read more »

Rafael Gustavo de Oliveira
Rafael Gustavo de Oliveira
Reply to  Sagaz
1 mês atrás

nossa meu amigo, vc distorceu totalmente o assunto ou eu não me expressei melhor….estou falando de como as estatais chinesas levam a sério tecnologia e defesa e vc vem com assunto de trabalho escravo, me explica o que uma coisa tem haver com a outra?
Vamos debater sobre empresas de defesa privada com empresas de tecnologia estatais, pois não vou entrar no tema de suas aventuras na Bolívia não…rs

Carlos Lins
Carlos Lins
1 mês atrás

A necessidade ucraniana fez com tivessem que usar antiquados T72 poloneses e M113.
Os T64 Bulat já eram.
Ou seja, perdas colossais.
De qualquer maneira, com diversas operações de cerco, os Terminaria devem ser mais úteis.

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Carlos Lins
1 mês atrás

Essas operações de cerco só existem na tua cabeça tu não manda fonte de nada.

Hank Voight
Reply to  Carlos Lins
1 mês atrás

Nick novo Xings!?

Jhenison Fernandez
Jhenison Fernandez
Reply to  Carlos Lins
1 mês atrás

Mas desde antes da guerra a Ucrania já não Usavam T-72 e T-64 ? Não e como se ele tivessem perdido um T-80BVM, aliás agora graças doações Russas a Ucrânia possuem tais veículos.

Rocha
Rocha
1 mês atrás

Tivemos o Basil putenfia e agora temos a Rússia putenkovsky! E seria esse valioso Arsenal que iria devastar a Europa? Só imagino a festa que seria para alguns A-10 esse monte de velharia num hipotético front! Se o Zelensky é humorista, o gnomo vermelho é piadista!

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
Reply to  Rocha
1 mês atrás

O coitado do A-10 não conseguiria chegar nem perto, mas nada que uns F-35 não resolvam.

Slow
Slow
Reply to  Bruno Vinícius
1 mês atrás

E porque não mandaram ? 🤡

Jhenison Fernandez
Jhenison Fernandez
Reply to  Bruno Vinícius
1 mês atrás

Só acho que se Su-25 Ucraniano chega, A-10 Americano chega também.

Last edited 1 mês atrás by Jhenison Fernandez
Bruno Vinicius
Bruno Vinicius
Reply to  Jhenison Fernandez
1 mês atrás

O SU-25, tanto do lado Ucraniano, quanto do lado Russo, tem se mostrado uma plataforma vulnerável no Teatro de Guerra moderno (e o A-10 teria o mesmo problema). A realidade é que a doutrina de CAS como imaginada e aplicada na década de 80 é simplesmente inviável. O futuro da aviação de ataque é de aeronaves VLO (capazes de operar em ambientes contestados) atacando (de alta altitude) alvos terrestres com armas guiadas. Não há mais a necessidade, ou espaço, para que uma aeronave de ataque voe a poucas centenas de metros do solo para engajar as formações inimigas (que é… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Bruno Vinicius
carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Bruno Vinicius
1 mês atrás

é engraçado como equipamentos simples ou até antigos tomaram importancia na guerra urbana….

SU-25 num CAS urbano, SU-34, A-10? todos voariam baixo e sujeitos aos riscos que estão encontrando….

Para o perigo, o uso de drones….mas um A-29 tambem parece que faz falta….o que os irmão maiores ai fazem que ele naquele mesmissimo cenario não faria….? parece uma provocação arrogante…mas não é…..mais barato, maior disponibilidade, menor custo de operação, maior numero…

certa vez ja brinquei…o que a USAF precisava era de F-35 e milhares de A-29….e passa a regua….

Hank Voight
Reply to  Rocha
1 mês atrás

Gnomo foi boa, embora não seja vermelho e sim de extrema direita

SmokingSnake 🐍
SmokingSnake 🐍
1 mês atrás

No papel eles tem milhares de tanques mas o que adianta se só 1 em cada 10 funciona. Com as armas nucleares deve ser a mesma coisa, no papel eles tem mais que os EUA para ficarem esbravejando mas na realidade tem muito menos do que os EUA.

Telchar Cuteleiro
Telchar Cuteleiro
Reply to  SmokingSnake 🐍
1 mês atrás

Se 10% das armas nucleares do Putin funcionarem já está num top3 de maiores força nucleares.
kkkk
Pode até ser o que vc diz, mas ninguém é besta de arriscar.

Victor Filipe
Victor Filipe
1 mês atrás

Perdas são normais mesmo. oque não é normal é perder tanto material para um inimigo que era considerado tão inferior.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Victor Filipe
1 mês atrás

Perfeito

Slow
Slow
Reply to  Victor Filipe
1 mês atrás

Considerado tão inferior ? Só uma doação dos EUA de 40 bi de dólares já coloca Ucrânia to top 7 de gastos militares ..

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Slow
1 mês atrás

E vamos lá senhor falsa equivalência. Cedinho de manha e já vou desmentir você. Os EUA enviou ou planeja enviar para a ucrânia até o momento 54 Bilhões de dólares. destes 32,2 Bi serão de ajuda militar. Destes 32,2 Bi 9 Bi Serão destinados a ações de inteligencia e etc. é o Voo dos E-3 e P-8 o tempo todo 4,7 Bi são empréstimos para a Ucrânia comprar armas 6 Bi são para auxilio e segurança militar, seriam treinamento e suporte logístico De ajuda militar direta. ou seja valor enviado ou que será enviado para compra de equipamentos militares usados… Read more »

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Victor Filipe
1 mês atrás
MAB
MAB
Reply to  Victor Filipe
1 mês atrás

A turma da marcha ré gosta mesmo é da fonte Arial ou times new roman.

Bruno
Bruno
Reply to  Victor Filipe
1 mês atrás

Que jantada ! Com direito a entrada, prato principal e sobremesa. Esse cara dos pseudonimos não se cansa….fica atrás de um jpoguinho achando que é um soldado em guerra. Aliás, soldado não..algum alto oficial que planeja as operações do doente mental do Putin.

Slow
Slow
Reply to  Victor Filipe
1 mês atrás

Independente tudo que você citou é da área militar não só equipamentos mas também pra se manter ..

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Slow
1 mês atrás

E que boa parte não tem impacto direto nem imediato no fronte.

Logo sua afirmação é infundada e fantasiosa. Como sempre.

Gilson Elano
Gilson Elano
Reply to  Victor Filipe
1 mês atrás

Na cara não!
Deixa o rosto intacto pro velório!

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Slow
1 mês atrás

Depois de dois meses de guerra né gênio…

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Victor Filipe
1 mês atrás

Desonestidade intelectual pura e simples.

Se a NATO não estivesse ajudando-a, a Ucrânia já teria caído há muito tempo. Qualquer um que entenda um pouquinho de guerra e não seja um fanboy dos EUA sabe disso.

Sagaz
Sagaz
Reply to  Allan Lemos
1 mês atrás

Mas o todo-poderoso exército vermelho não possui os top jatos, drones, equipamentos, tanques, forças especiais, …etc? A Rússia nada mais é que um tirania onde quem senta nas cadeiras acima rouba o máximo que pode e ocupa a referida cadeira por influência, seja político, militar, governante ou juiz. Por isso a Rússia é esse fiasco, pode até vencer, mas sempre vai vencer a pesados custos.

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Sagaz
1 mês atrás

E o que o c* tem a ver com as calças? Quero argumentos que refutem o meu, não uma ladainha sobre o regime político da Rússia.

Se puder provar que a Ucrânia teria dado conta dos russos sem a ajuda do Ocidente, posso admitir que estou errado já que não tenho a pretensão de ser o senhor da verdade, mas acho que isso é exigir de mais do pessoal aqui.

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Allan Lemos
1 mês atrás

Olha, de um lado independente da ajuda ocidental, vimos que ao contraio ate de minha expectativa, os Ucranianos seguraram sim( independente de minha avaliação que se vc recua as cidades e se esconde nos predios civis , deixa de ter serventia a sua existencia que é proteger o civil). Mas segurou o suficiente ate receber a ajuda. Por outro lado, se assim foi, para que OTAN ou OTAN na Ucrania, que foi o que desencadeou…? Se eles nem passaram pela Ucrania, um país desagregado socio politicamente, ela Russia, sequer conseguiria passar por exemplo pela Suecia…olha que loucura!!! Ela não guenta…sai… Read more »

Nei
Nei
Reply to  Allan Lemos
1 mês atrás

Putinete kkk

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Allan Lemos
1 mês atrás

e você ficar fazendo essa reclamação vai mudar algo da realidade?
A Otan está ajudando mesmo e ponto final. Se isso não foi calculado pelos russos ou não tomaram atitudes para evitar o problema é de quem? Da Otan? Dos EUA?

Todo erro e percalço dos russos vocês inventam desculpas. É culpa desse. É culpa daquele.

Esse contorcionismo em troca de que? Que vantagem vocês têm na vida de vocês pra ficar com essas desculpas furadas aqui?

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Felipe Morais
1 mês atrás

Meu caro, não tenho pretensão de mudar a realidade. Talvez não tenha lido nenhum outro comentário meu aqui referente a essa guerra, mas já disse em mais de uma ocasião que o desempenho da Rússia é pífio e patético. Porém isso não muda o fato de que mesmo com a má performance, os russos já teriam vencido se não fosse pela ajuda do Ocidente. Não é desculpa, é um fato, agora estou disposto a admitir que estou errado se alguém puder provar que a Ucrânia ainda estaria resistindo sem a ajuda da NATO. Acontece que o pessoal aqui é tão… Read more »

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Allan Lemos
1 mês atrás

Pra quê alguém vai provar pra você que a Ucrânia não estaria resistindo?

É muita conversa sem sentido nenhum. A realidade é essa e ponto. Se os russos não pensaram nisso, problema deles.

Nunca enalteci EUA. Vou nem entrar no mérito.

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Victor Filipe
1 mês atrás

Ah meu deus do céu. tu jogou a sua escolaridade toda no lixo né to respondendo to respondendo você e o Allan Lemos É difícil para os dois conseguirem interpretar que essa parte: “para um inimigo que era considerado tão inferior.” Se refere ao fato de que qualquer analista militar desse planeta considerava a Ucrânia vastamente inferior a Russia em qualquer capacidade de combate, seja Aérea, Terrestre ou Naval? E que, mesmo considerando a Ucrânia inferior nessas capacidades o mesmo não quer dizer a Ucrânia não saberia usar os meios que detinha? A Ucrânia detêm menos meios militares que a… Read more »

Nei
Nei
Reply to  Victor Filipe
1 mês atrás

Victor. Esse tipo de pessoa Slow, Renato, são pessoas que não agregam nada neste mundo. São fãs da guerra, do socialismo e não estão nem aí para o próximo.

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Victor Filipe
1 mês atrás

A Ucrânia era muito inferior à Rússia e teria perdido a guerra há muito tempo se não fosse pela ajuda do Ocidente. O desempenho da Rússia é pífio e patético, muito aquém do esperado da nação que era considerada a segunda maior potência do planeta. Mas mesmo assim teria sido capaz de vencer a Ucrânia, a prova é que chegaram a Kiev em poucos dias. O problema foi que eles não calcularam bem a reação ocidental. Começaram a reforçar a Ucrânia e só então essa foi capaz de reagir. Mas você fala como se os ucranianos estivessem lutando sozinhos, o… Read more »

carvalho2008
carvalho2008
Reply to  Allan Lemos
1 mês atrás

O problema Mestre Lemos, é que dentre as estratégias possiveis, os Russos não previram uma delas ( que inclusive sou contra, pois perde a finalidade de forças publicas de segurança trazerem a guerra para a sua casa seu predio escondendo-se na cidade ali)….mas enfim, foi esta a tatica Ucraniana empregada em que apesar ds custos sociais, funcionou….ela literalmente não enfrentou os Russos nos primeiros 20 dias, eles recuaram e se preservaram buscando a guerra urbana, uma quase guerrilha tecnologica, forçando os russos a lutar com tanques numa floresta de concreto cheia de esquinas….isto deu tempo aos ucranianos de forçar aos… Read more »

Rodes
Rodes
1 mês atrás

Muito bom artigo.

Parabéns a trilogia pela publicação e tradução.

Victor Filipe
Victor Filipe
1 mês atrás

Perdas de materiais são esperadas. não é atoa que a matéria mesmo afirma que os EUA tem milhares de M1 Abrams armazenados.

só que perder mais de 600 MBTs em 3 meses é uma taxa de atrito que nenhuma força do mundo é capaz de suportar. nenhuma.

Desconsiderando os problemas inerentes aos veículos Russos/Soviéticos que causam em muitas vezes sua destruição catastrófica impossibilitando qualquer tipo de recuperação ou reparo o maior culpado pelas perdas de blindados Russos nesse conflito pra mim é a doutrina.

Me deixa completamente embasbacado ver um “exercito moderno” empregar blindados sem o apoio da infantaria.

Reginaldo
Reginaldo
Reply to  Victor Filipe
1 mês atrás

O que eu acho é que o problema não é a má aplicação da doutrina mas o problema talvez seja a doutrina em si… Antes não havia uso abundante destes misseis portáteis, hoje qualquer bicho desse é suficiente pra colocar a torre de um T-72 em orbita, junte isso ao uso de drones discretos e já era, qualquer blindado hoje vira um belo de um grande alvo. Os americanos que voltaram do Iraque já reclamavam da vulnerabilidade dos seus veículos por conta de uso de IEDs, hoje então… Uma vez li um comentário de um ex-combatente que via velhos Cascavéis… Read more »

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Victor Filipe
1 mês atrás

Pois é Victor. Média de quase 7 MBT por dia.
Nem em esforço total de guerra seria possível repor essas perdas de igual pra igual.

Realmente não dá pra negar. Que atoleiro a Ucrânia se mostrou. Pode perder a parte militar da guerra. Mas a lição vai ficar aí por muito tempo. Não adianta ter o dente grande e o rugido alto. A realidade é diferente.

Plinio Jr
Plinio Jr
Reply to  Victor Filipe
1 mês atrás

Doutrina soviética de Segunda Guerra, onde as massas de blindados pouco se importavam com a resistência alemã , indo a seus objetivos , sem esperar a infantaria ou com as baixas para os alemães , perdas que já eram pesadas naquela época,,, mas conseguiam chegar ao objetivo.

Hoje os russos e seus seguidores pensam que são a URSS , mas não são …. estão muito , mas muito distantes disto ….

Carlos Gallani
Carlos Gallani
1 mês atrás

A necessidade é a mãe das invenções, se tratando de tecnologia pé de boi os Russos vão dar um jeito de salvar muita desta sucata, a historia de eletrônicos domésticos sendo canibalizados é bastante plausível, o ponto continua sendo o apoio ocidental, se os tanques mais modernos precisam de Javelins e NLAWs para serem destruídos estes cacarecos tomarão sufoco ate de armas AT burras e ainda notemos que a qualidade de suas tripulações só tende a se degradar! Essa historia de tanque “terminator” não passa de marketing, sem discutir as capacidades, os números e o emprego não devem ser agressivos!… Read more »

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Carlos Gallani
1 mês atrás

A questão é. Eles podem até conseguir aumentar a quantidade de MBTs passado do estoque para o operacional. Difícil é eles conseguirem repor as tripulações doutrinadas que estão sendo baixados nesses blindados em más condições.

Isso, inclusive, pode até ser um grande tiro no pé. O aumento na quantidade de MBTs operacionais, mas em mau estado, pode passar a falsa segurança para a intensificação das ações. E nisso ir perdendo CC e tripulação treinada.

Nicolas_SS
Nicolas_SS
1 mês atrás

Quem diria que um país comunista tem tanta corrupção; talvez o brasileiro, quero dizer a alma viva mais honesta que o Brasil já teve, deveria passar na Rússia!

Material Arquivo
Material Arquivo
1 mês atrás

“”””A Rússia tem uma cultura generalizada de roubo e corrupção. Em janeiro de 2022, o coronel Evgeny Pustovoy, chefe do departamento de compras de veículos blindados, foi acusado de roubar US$ 13 milhões por meio de contratos falsos de baterias. Ele está atualmente aguardando julgamento.”””
……………………
As centenas de iates de milhões de dólares de russos é um bom sinal disso hahahahaha deve ter uma roubalheira sem igual na Rússia. Os caras tem apartamentos luxuosos em Londres, Milão, Paris etc…times de futebol (paraíso da lavagem de dinheiro).

Nemo
Nemo
1 mês atrás

A quantidade de “especialistas” nos comentários é surpreendente!

A trilogia tinha que encerrar o espaço parq comentários em definitivo!

Oráculo
Oráculo
Reply to  Nemo
1 mês atrás

Isso gera “engajamento” amigo.

Mais cliques, mais views, mais anúncios sendo publicados.
Como você acha que os caras mantém TRÊS SITES no ar sendo atualizados todos os dias?

Os comentários ajudam, e muito, a trilogia sobreviver financeiramente.

Francisco
Reply to  Oráculo
1 mês atrás

Fato.

Sagaz
Sagaz
Reply to  Nemo
1 mês atrás

É só parar de ler até o final da matéria.

Rafael Gustavo de Oliveira
Rafael Gustavo de Oliveira
1 mês atrás

Parabéns pela matéria
Me lembro quando debatia que os clientes de equipamentos militares russos reclamavam do pós venda, imaginávamos que eram problemas relacionados ao comercio exterior, coisas assim…
Com essa guerra deixou evidente que eles tem até problemas internamente….relação indústria militar com forças armadas….relação comando logístico com comando operacional…horrível

Juggerbr
Juggerbr
1 mês atrás

Putin ta lembrando o Galtieri, enfiou o país numa guerra sem ter se preparado, a diferença é que enfrenta um país bem menos poderoso que a Inglaterra.
Erros graves logísticos, táticos, estratégicos, diplomáticos…
Me preocupa apenas que alguma hora aperte o botão vermelho do arsenal nuclear…

Caio
Caio
1 mês atrás

A Rússia antigobalista, cristã salvadora do mundo é EXTREMAMENTE CORRUPTA e logo todos os seus serviços sofrem as consequências do banditismo estatal, especialmente o de defesa. Coisa bem entendida por qualquer brasileiro, com o mínimo de neurônios.

Victor Filipe
Victor Filipe
1 mês atrás

Mais um nick kings? ta trabalhando rápido.

Alias, Qual diplomata?

Você tem fonte?

Lembrando, tem que ser imparcial, não vale fonte pró Russia nem “telegram”

Victor Filipe
Victor Filipe
1 mês atrás

Ignorem esse Comentário. ele assim como o anterior era uma resposta ao Leonid Brejnev
mas veio parar aqui…

Last edited 1 mês atrás by Victor Filipe
Luis
Luis
1 mês atrás

Confia!

Luis
Luis
Reply to  Luis
1 mês atrás

Essa resposta também, por algum motivo, veio parar em lugar errado.

Rafael Gustavo de Oliveira
Rafael Gustavo de Oliveira
1 mês atrás

“Perdas em guerras são normais”

Vamos todos tirar o capacete então? não esqueçam de desligar a bateria antiaérea e todos os sistemas de defesa, todo avanço da indústria de defesa de tecnologia foi dinheiro jogado fora, vamos guerrear feito bárbaros invasores.

repete comigo….

“nunca falarei isso perto de uma tropa ou dos familiares dela”

Esse mundo está de cabeça para baixo mesmo.

MAB
MAB
1 mês atrás

Agora apliquem esta realidade para as armas nucleares russas….. imaginem o estado de conservação !!!

Como já é de domínio público, ruzzos são os reis da gambiarra. As vezes funciona, as vezes…..

Mafix
Mafix
Reply to  MAB
1 mês atrás

5 mil ogivas falam por ai que eles tem ….

Chuto 200 no maximo chutando alto …

Oráculo
Oráculo
1 mês atrás

Muito bom o texto. Eu tenho certeza de que, além de colocar em prontidão os tanques que estão em condições operacionais, os mecânicos russos já estão “preparando” outros nesses depósitos. Canibalizam uns 5 pra montar 1. As vezes de modelos diferentes. Em breve veremos alguns “monstrinhos” no Donbass. Esses dias já vi um T-72 com umas chapas de blindagens “diferentes” fixadas. Mas estava com os rebeldes russos, daí a gente releva pois eles já estão usando as Toyotas de guerra faz tempo. Só achei meio forçada essa informação de que 1 em cada 10 tanques estão operacionais. Soa meio “chutômetro”.… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Oráculo
Scudafax
Scudafax
Reply to  Oráculo
1 mês atrás

Tem um batalhão de Donetsk chamado oficialmente de Somália, pois era chamado assim pelos pequenos russos (Ucranianos) devido ao baixo nível de seis equipamentos.

Hcosta
Hcosta
1 mês atrás
Antunes 1980
Antunes 1980
1 mês atrás

Tanto a Rússia como o Ocidente estão gastando os seus estoques de equipamentos obsoletos.

Mais uns 120 dias de guerra e a Rússia vai ficar sem tanques

MAB
MAB
Reply to  Antunes 1980
1 mês atrás

E sem tripulação. Cada tanque são 3. Olha a carnificina. Em teoria os que estão desde o início são os “experientes”. Fora que ficar no front sem parar não existe, tem que haver rotação da tropa.

Mas como já falaram e repetiram inúmeras vezes, está tudo como planejado!

Rogerio
Rogerio
1 mês atrás

Conte-nos o numero certo então.

Fábio
Fábio
1 mês atrás

Uns 90% dos tanques russos é ferro velho, por isso que eles gostam de falar e ameaçar pq se for depender da prontidão deles eles estão fritos.

Scudafax
Scudafax
Reply to  Fábio
1 mês atrás

Este dado parece não ser coerente com várias estimativas. Além disso, entendo que qualquer exército seria surpreendido em um conflito de alta intensidade, sem prévia experiência de combate. Os EUA tem ampla experiência de combate através de invasões boas e intervenções legais.

Scudafax
Scudafax
1 mês atrás

A Rússia vai provavelmente ajustar as táticas de modo a evitar a falta de veículos blindados. A utilização do estoque é uma possibilidade, lembrando que há relato de que desde 1996 os EUA não produziam M1 novos, apenas atualização de existentes. Mesmo assim, demorando 5 meses para cada um, com 8 a 34 por mês.

fabian
fabian
1 mês atrás

Na matéria acho que li uns seis ou mais “é provável” ou “provavelmente”… Fora que tudo é referenciado em fontes ucranianas… Matéria com informações muito pobres e tendenciosas. Precisam melhorar para ser uma revista séria de temas militares…

Flávio
Flávio
1 mês atrás

Estes blindados não tem sistemas de defesa ativa, ou tem e não funcionam???

Zé lesqui
Zé lesqui
4 dias atrás

A Rússia é uma favela como o Brasil só que gelada. Sem Intendência e Material Bélico nada de força de combate.

Últimas Notícias

Svatovo, primeiro alvo do HIMARS?

A mídia ucraniana tem divulgado vídeos e imagens de uma suposta explosão nas proximidades da cidade ucraniana de Svatovo,...
- Advertisement -
- Advertisement -