sábado, junho 25, 2022

Saab RBS 70NG

Por que a Rússia luta na Ucrânia à moda antiga?

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

Desde o início da invasão da Ucrânia, observamos o atraso das forças russas com crescente espanto e descrença. Os campos de comando, informatização e guerra centrada em rede são absolutamente essenciais para o combate moderno, mas a Rússia, apesar de desenvolver alguns sistemas avançados, não demonstrou domínio sobre nenhum deles.

Durante a campanha da Ucrânia, houve pouca evidência de troca de dados computadorizada ou uso de mapas digitais – nem mesmo navegação GPS/Glonass militar – entre as forças russas, com algumas exceções. Todo o sistema de comando russo parece baseado na comunicação de voz tradicional da Segunda Guerra Mundial, pouco da qual é criptografada, muito menos resistente a congestionamentos. A maioria das comunicações tem sido tão aberta que qualquer pessoa com um scanner comercial pode ouvir.

Mesmo nos escalões mais altos, os rádios analógicos são comuns. Os veículos de comando têm tabelas de mapas marcadas com lápis de cor. A maior parte da comunicação é conduzida por voz, ocasionalmente por tecla Morse e mais raramente por mensagens de texto semelhantes a SMS.

O resultado foi uma falha absoluta do que muitos calcularam ser uma “operação militar especial” com apenas cinco dias de combate real. As perdas de homens e equipamentos foram altas e o moral baixo, com soldados russos muitas vezes abandonando equipamentos quando perdidos ou sem combustível. Fotos de tratores ucranianos rebocando caros veículos blindados russos e sistemas de defesa aérea tornaram-se uma imagem simbólica precoce de resistência e uma fonte duradoura de humor.

O colapso generalizado das comunicações exigiu que os comandantes russos de alto nível visitassem frequentemente a frente e emitissem comandos pessoalmente. Como resultado, 12 generais russos foram mortos até o momento, além de qualquer número de oficiais de grau de comando de menor patente.

Mais precisamente, a Rússia foi forçada a abandonar seu objetivo inicial de tomar o governo em Kyiv e reorganizar a Ucrânia ao seu gosto. Em vez disso, a Rússia reposicionou suas forças para expandir e garantir sua posição na região de Donbas, no leste, e além da Crimeia, no sul. Resta saber se reduzir o conflito a frentes mais restritas estará dentro das capacidades de comando e controle da Rússia.

Sem Status em Eletrônicos

A grande questão é: por que a abordagem da Rússia à guerra na Ucrânia foi tão primitiva, mesmo para seus próprios padrões? Os meios técnicos da Rússia são altamente considerados em todo o mundo, pelo menos no papel; exposições da indústria de defesa e catálogos de armas de exportação mostram muitos sistemas de guerra eletrônica e comando e controle de alta tecnologia à venda. Onde estão esses sistemas na ordem de batalha russa?

A resposta inevitável é que a principal missão das forças armadas russas é transmitir o poder e o prestígio do regime, não demonstrar eficácia no campo de batalha. Tanques e lançadores de mísseis podem ser exibidos com orgulho durante um desfile da Praça Vermelha, mas e uma rede digitalizada de comando, controle, comunicações, computador e informação (C4I)? Pode ser mostrado? Pode ser demonstrado como uma fonte de poder para intimidar vizinhos e inimigos em potencial? Irá impressionar os jornalistas e observadores estrangeiros? Caso contrário, a liderança russa parece não se importar com isso.

Portanto, apesar do fato de a indústria russa ter desenvolvido sistemas de gerenciamento de batalha em rede que podem atender a alguns requisitos do campo de batalha, a produção e a colocação em campo desses sistemas são muito lentas. Como resultado, as forças armadas da Rússia estão repletas de tanques, lançadores de mísseis, caças-bombardeiros e cruzadores, mas funcionam com níveis drasticamente reduzidos de eficiência e eficácia. Especialistas do think tank do Royal United Services Institute do Reino Unido escreveram, “O estado aparentemente perigoso das comunicações [russas] cria uma oportunidade para as forças ucranianas. Disciplina de comunicação frouxa e COMSEC/TRANSEC deficiente podem ser explorados por quadros EW ucranianos.” (COMSEC é um termo militar para comunicações seguras (criptografadas), enquanto TRANSEC é transferência segura de dados.) Em outras palavras, a natureza primitiva das forças de ataque da Rússia as torna vulneráveis.

Corrupção de prateleira

Outra razão para o estado primitivo das forças russas é que a corrupção aflige grande parte do campo de equipamentos-chave. Isso significa que os sistemas mais novos são introduzidos formalmente, mas não funcionam como anunciado — ou de modo algum (As compras do Pentágono também geram os seus desvios) Os sistemas podem finalmente se tornar úteis em serviço até certo ponto, mas mesmo depois de anos, o que foi prometido nas propostas para atender aos requisitos originais não existe no campo.

Essa corrupção militar, política e empresarial está conosco desde que a guerra envolveu militares, políticos e empresários. No entanto, é particularmente problemático na Rússia autocrática e oligárquica, onde há muito pouca supervisão governamental eficaz e nenhuma transparência.

Além disso, muitos blocos de sistemas eletrônicos modernos são simplesmente roubados e vendidos, talvez para componentes ou até mesmo sucata de cobre. Embora a ideia de que militares uniformizados roubariam equipamentos para seu próprio enriquecimento ao custo da eficácia da guerra possa ser divertida em “ Kelly’s Heroes ”, é um anátema para um exército moderno e funcional, onde o número de veículos é muito menor do que era historicamente.

“Você pode facilmente contar o número de tanques que supostamente existem no inventário da Rússia”, diz Sir Lawrence Freedman, Professor Emérito de Estudos de Guerra no King’s College, em Londres, contrastando o atual total de tanques da Rússia com as vastas multidões em campo na Segunda Guerra Mundial. “Quando você considera que metade deles não está funcionando corretamente, ou foi canibalizado ou teve peças vendidas por sargentos corruptos, eles nem parecem tão impressionantes.”

Alguns veículos de combate russos abandonados ou danificados na Ucrânia foram encontrados sem blocos eletrônicos padrão, que foram claramente removidos muito antes das operações de combate. Um vídeo mostrou que o rádio digital do último modelo havia sido removido de um tanque T-72 capturado e substituído por um antigo rádio de tubo a vácuo. Um exemplo amplamente divulgado de aquisição de defesa russa é um sistema de reconhecimento de veículo aéreo não tripulado Orlan 10 derrubado, no qual uma câmera comercial Canon foi encontrada no lugar de um sensor eletro-óptico militar. Isso se tornou outro tipo de equipamento COTS que ao invés de significar “commercial off-the-shelf,”,  se tornou “camera out of the supermarket”.

Tudo isso não surpreende quando a corrupção é abrangente em todos os níveis, como parece ser o caso na Rússia de Putin. Thomas Withington , analista militar do Royal United Services Institute do Reino Unido especializado em guerra eletrônica, disse no Economist que a corrupção é endêmica e que é duvidoso que o sistema de compras russo seja tão eficiente quanto seus equivalentes ocidentais. “O projeto Azart [rádio] foi envolvido em um escândalo quando se descobriu que componentes supostamente fabricados na Rússia foram importados da China. Cerca de um terço do orçamento total de compras de 18,5 bilhões de rublos (cerca de US$ 240 milhões na época) foi supostamente desviado”.

Não é apenas a tecnologia, é como você a usa

Outro obstáculo à comunicação eficaz é que o equipamento russo usado por diferentes unidades varia de geração para geração. Algumas unidades têm os mais novos rádios digitais que permitem a transferência de dados, comunicações de voz e uma capacidade de salto de frequência para reduzir interferências inimigas e ameaças de vigilância. Outros têm sistemas de estado sólido analógicos mais antigos que pelo menos permitem conexões de voz confiáveis. Essa disparidade na capacidade tecnológica é verdadeira para todos os militares. Mas militares bem treinados e motivados podem fazer esses sistemas funcionarem.

Neste caso, no entanto, os inimigos da Rússia são mais bem treinados, pagos e motivados do que suas próprias forças e também possuem a mais recente tecnologia que, se não for maculada pela corrupção nas compras, é comprovadamente melhor do que a própria Rússia. As forças militares da OTAN usam esses sistemas coordenados. Na Polônia, por exemplo, as tropas são comandadas pelo sistema digital de guerra centrada em rede Jaśmin, que permite a coordenação em todos os níveis de comando no campo de batalha.

O problema da Rússia é que ela enfrenta um exército ucraniano com uma estrutura de comando e controle superior porque a Ucrânia está ouvindo o Ocidente. Nada tornou a Ucrânia mais ocidental do que a invasão russa. O problema da Rússia é esse, apesar das falhas da OTAN, ela claramente apresenta um sistema de combate melhor.

Rússia, China e Ocidente

Embora seja tentador juntar todos os regimes autoritários, provavelmente a situação é diferente na República Popular da China. O Exército Revolucionário Popular claramente ama computadores, redes e eletrônicos. Existe uma mentalidade diferente, orientada para o digital, entre a liderança da RPC. A abordagem chinesa do “triângulo digital” é facilitada por uma combinação de uma estratégia de desenvolvimento tecnonacionalista, coordenação burocrática de alto nível e apoio fiscal significativo dos planos nacionais de cinco anos. Os principais requisitos da evolução tecnológica nacional da China já estavam estabelecidos na década de 1990 e se baseiam em um firme compromisso com a tecnologia digital.

A tecnologia da informação e a revolução digital nas forças militares da China estão em andamento, mas bem reconhecidas , e parecem estar muito mais avançadas do que na Rússia. Os militares chineses parecem mais bem treinados, mais motivados e muito mais disciplinados do que os militares da Rússia. Se eles também forem coordenados por redes C4I eficazes, o PLA pode representar uma ameaça muito mais desafiadora para o Ocidente do que as forças militares russas incompetentes.

No entanto, os países autocráticos e centrados em líderes, como Rússia e China, são capazes de explorar plenamente as vantagens da guerra centrada em rede? Eles estão prontos para incorporar a iniciativa de comandantes de baixo escalão? Eles estão prontos para a tomada de decisão descentralizada? Parece que a resposta, até agora, é não – o que é uma boa notícia para a Ucrânia e o Ocidente.

FONTE: Discourse Magazine

- Advertisement -

130 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
130 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Helio Eduardo
Helio Eduardo
23 dias atrás

Artigo interessante Poggio.
Penso que levaremos algum tempo para reconhecer, dentre tantas possibilidades, quais foram, de fato, as falhas da Rússia na campanha da Ucrânia. Acredito que eles estão muito comprometidos com o passado, ainda apostando em quantidade, o que parece que fazem em detrimento da qualidade.

Last edited 23 dias atrás by Helio Eduardo
Helio Eduardo
Helio Eduardo
Reply to  Guilherme Poggio
22 dias atrás

Obrigado pelo esclarecimento. Passei batido pela citação da fonte.

Agnelo
Agnelo
Reply to  Guilherme Poggio
22 dias atrás

Guilherme, bom dia Para comparação. Como estaria a qualidade da enorme quantidade de material americano “guardado” no deserto? As condições do deserto diferem das condições na Rússia? É o tipo de material q permite ser “reativado” no futuro mantendo bom nível de qualidade de um e não de outro? Os EUA tem $$ pra “reavivar” meios e a Rússia não tem esse $$? Se q é normal países terem meios guardados em condições de serem reativados. A Russia, com certeza, pelo enorme efetivo q tinha na época da URSS, tem muita coisa. Mas, quanto custa e o quanto é válido?… Read more »

Munhoz
Munhoz
Reply to  Guilherme Poggio
22 dias atrás

A maioria dos artigo do ocidente sofre com o aumento de certas verdades !
É provavel que uma boa parte do que foi dito neste artigo tenha ocorrido, porem eu particularmente não acredito que ocorreu na proporção afirmada, sempre ocorre um aumento tanto de uma parte como de outra !
É uma guerra de informação !

Nilo
Nilo
Reply to  Helio Eduardo
22 dias atrás

Quatro pontos falhos: produção e a colocação em campo desses sistemas são muito lentas a corrupção aflige grande parte do campo de equipamentos-chave particularmente problemático na Rússia autocrática e oligárquica, onde há muito pouca supervisão governamental eficaz e nenhuma transparência. Outro obstáculo à comunicação eficaz Excelente artigo Nunão, a Rússia ainda tem vícios do período da União Sovietica, lembro de uma história contada por um astronauta americano quando das primeiras convivencias nos modulos espaciais com os astronautas russos, em que relatavam que esses quando das refeições, se utilizavam das dispensas sem se preocupar com o outro, se tinha comido ou… Read more »

Last edited 22 dias atrás by Nilo
Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Nilo
17 dias atrás

Não tenho nada a ver com esse artigo não, Nilo, rsrsrsrs

Henrique
Henrique
Reply to  Helio Eduardo
22 dias atrás

Acredito que não se prepararam para um conflito desse nível e o maior erro foi mesmo estratégico, de achar que a Ucrania recuaria ou se renderia pelo volume de meios mobilizados, ao estilo que foi aplicado na Georgia. Dizem as as forças especiais russas esperavam capturar o presidente ucraniano no primeiro assalto para dar “xeque mate” mas, se for verdade, creio que a inteligência russa tb falhou feio ao não reconhecer que a Ucrânia está sob suporte da Otan e EUA perdendo importantes (talvez as melhores) tropas naquele movimento e tb no assalto ao aeroporto Antonov. Não entendo como o… Read more »

Nei
Nei
23 dias atrás

Interessante. De URSO não tem mais nada, a não ser tamanho.

Luis
Luis
Reply to  Nei
23 dias atrás

.

urso russia.jpg
Marcos10
Marcos10
Reply to  Nei
23 dias atrás

Ainda é um urso. Mas velho, gordo, desdentado e corrupto.

GuGS
GuGS
23 dias atrás

Lutam assim pois não desenvolveram as capacidades necessárias para a guerra moderna. A luta na Ucrânia é uma prova incontestável desse atraso. Viraram vendedores de armas “espetaculares” de photoshop. Se você retira as armas nucleares, eles não tem nada para enfrentar seus principais adversários. Eu esperava bem mais da Russia neste conflito, achei que seria um rolo compressor, mas em uma semana a realidade já veio à tona. Jovens russos jogados num moedor de carne privados até de comunicação e logística básica. Isso atravessando a fronteira, imagine em outros locais.

Last edited 23 dias atrás by GuGS
Jacinto
Jacinto
Reply to  GuGS
22 dias atrás

Wunderwaffe. É como os alemães chamavam as “armas milagrosas” que reverteriam o curso da guerra. Mas a grande verdade é que isso de Wunderwaffe, na maioria das vezes, é cortina de fumaça. Poucas armas são realmente revolucionárias e na grande maioria das vezes as armas que realmente funcionam são aquelas que são desenvolvidas em avanços incrementais, sem reinventar a roda.

Luis Carlos
Luis Carlos
23 dias atrás

Moda antiga para Rússia/União Soviética e avançar e vencer.
Assim como na Ucrânia.
Simples assim.

Gugs
Gugs
Reply to  Luis Carlos
23 dias atrás

É tudo muito simples pois são outros que morrem, não é? Essa visão romântica e apaixonada, esse fanatismo juvenil por um exército russo ideal e de guerras com vitórias avassaladoras de um exército vermelho que não mais existe, é típica de quem nunca pegou nem em arminha de espoleta.

Last edited 23 dias atrás by Gugs
Alecs
Alecs
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

Avançar de ré! kkkkkkkkkkkkkkkkkk

Hank Voight
Reply to  Alecs
22 dias atrás

O famoso avanço caranguejo…kkkk

Wellington jr
Wellington jr
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

A união sovietica só conseguiu avançar na segunda guerra por 3 motivos, primeiro e mais importante decifração da enigma que possibilitou os aliados saberem das pretensões e estratégias inimigas, possibilitou a vitoria sovietica em kursk e a operação Overlord, Segundo abertura do front na França, pois Stalin estava ja convencido em assinar um armisticismo com os nazistas caso os aliados não abrissem um novo front, Terceiro a maquina de guerra industrial dos americanos que forneceu armas, munição, vestimentas, equipamentos e comida que o exercito vermelho não possuia em quantidade suficiente para lutar contra os nazistas.

Luis Carlos
Luis Carlos
Reply to  Wellington jr
22 dias atrás

A Alemanha perdeu a guerra em Stalingrado.
Esqueça esse monte de rodeios que vc escreveu aí.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

Alemanha perdeu a guerra, mas depois de 70 anos tem uma economia muito maior e desenvolvida do que a russa, tem na sua esfera de influência política todos os países da Europa Central e Oriental (com exceção da Bielorrussia) inclusive aqueles que faziam parte da URSS e os que eram neutros. É como escreveu Luiz Vaz de Camões: é cuidar que se ganha em se perder

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

Definir uma guerra de 5 anos em uma única batalha é o ápice da estupidez. combina bem com voce.

Slow 🇧🇷
Slow 🇧🇷
Reply to  Victor Filipe
22 dias atrás

Não adianta ganhar uma batalha e perder a guerra ..

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

Negativo! Stalingrado é só uma batalha! É o mesmo que dizer que os nazistas perderam a guerra quando ocorreu a operação Overlord. O que é uma gigantesca mentira! A guerra não pode ser resumida em batalhas, existem sim batalhas importantes, mas o que define a guerra são decisões. Vamos ao estudo, os aliados por meio da decifraçao da enigma sabiam que os nazistas caíram na finta de que a invasão iria ocorrer na parte mais estreita do canal da mancha, por isso a divisão Panzer comandada por Rommel se permaneceu estática mesmo recebendo relatórios de desembarque na costa mais distante.… Read more »

Augusto
Augusto
Reply to  Wellington Jr
22 dias atrás

Os aliados tinham o enigma, isso e um fato, mas por mais que eles soubessem os movimentos dos alemães, se mais de 60% de suas forças não tivessem atoladas na frente oriental, dificilmente a operação teria sido bem sucedida.

Nino
Nino
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

Sem dúvida, lutaram como os ucranianos estão lutando hoje contra os russo.

Agnelo
Agnelo
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

Luis

Vai estudar….. tá feio já….

Augusto
Augusto
Reply to  Wellington jr
22 dias atrás

Wellington, quando o segundo front na França foi aberto, os russos já tinham conquistado boa parte do território perdido para os alemães. Os russos já começaram a retomar terreno em 42 na operação Uranos. Em 44 os alemães claramente já tinha perdido a iniciativa na frente oriental e inclusive enquanto a operação Overlord acontecia, a Wermatch sofria a sua pior derrota da guerra na operação Bagration, onde um grupo de exercícios inteiro foi destruído pelos soviéticos.

Bruno
Bruno
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

Mais um comentário sem nada com o tópico. Jogador de playstation já era pra estar longo da Trilogia faz tempo ! Cara chato!

Hank Voight
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

Você continua mentindo para si mesmo Xings…kkkkk

RAVENGAR
RAVENGAR
23 dias atrás

E Mesmo assim conquista territórios …( lentamente)
Se continuar nessa pegada,além de conquistar o coração industrial ,o campo de gás do litoral e as terras agricultáveis no nordeste.

Gugs
Gugs
Reply to  RAVENGAR
23 dias atrás

Guerras de conquista são coisa do passado. A longo prazo, essa o ocupação será extremamente danosa para a Rússia. A sorte do povo russo é que aparentemente não irá demorar para ocorrer uma troca de poder. E te garanto que os russos não irão empoderar um novo putin. Sabe como é, ficou ruim para os negócio, e no fim o dinheiro é que manda.

Luis Carlos
Luis Carlos
Reply to  Gugs
22 dias atrás

Não será nada danosa.
Nas regiões ocupadas existem milhões e milhões de russos étnicos que estarão felizes da vida em tomar conta de suas terras.

Luis Carlos
Luis Carlos
Reply to  RAVENGAR
22 dias atrás

A Rússia voltou a se aproximar de Kharkov.
Agora imagine se ela resolve usar uns 200 aviões, 500 canhões e uns 200 MLRS para atacar a cidade.
Teria condições?
Claro.
E a cidade seria ‘terraplanada’, como os soviéticos fizeram com as cidades da Alemanha.
Só que ela não pode fazer isso atualmente.
Kharkov é uma cidade russa e voltará a fazer parte da Rússia.
Os russos não querem destruir a cidade e matar seu próprio povo.

MAB
MAB
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

Correção,

KHARKIV

Ou você também concorda com genocídio cultural?

Luis Carlos
Luis Carlos
Reply to  MAB
22 dias atrás

Kharkov.
Melhor vc já ir se acostumando com o nome russo.

Heitor
Heitor
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

Adolescentes… Kkkk

Daniel
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

Fico impressionado, esse tal de luis carlos escreve 300 asneiras e tem sempre seus comentários aprovados.

Last edited 22 dias atrás by Daniel
Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

Igual ia terraplanar Kiev? Voltou a se aproximar? Onde meu filho? Khakiv fica a poucos quilômetros da fronteira russa e nem assim os russos a dominaram, acha que agora conseguem? Acorda pra realidade,a parte mais frágil da longa linha de frente russa é Khakiv e Kherson pois praticamente toda a força russa se concentra no centro.

Nick
Nick
23 dias atrás

A Ucrânia precisa de Cavalaria. Mandem Leopards 2 (uns 500 já seria o suficiente, junto com Pumas) A partir dae daria para pensar em um contra-ofensiva. Agora ficar soh levando artilharia dos russos, não está levando à lugar nenhum, e segundo próprio Zelensk com menos 100 soldados ucranianos por dia.

RAVENGAR
RAVENGAR
Reply to  Nick
22 dias atrás

O Maior erro do Ocidente foi não ter enviado mais armas pesadas antes,deveriam ter abarrotado a Ucrânia de todo tipo de blindado para apoio de fogo as tropas e anti tanque.

sub urbano
sub urbano
Reply to  Nick
22 dias atrás

Nem a Alemanha que fabrica os leopard possui 500 Leopard2.

Heinz
Heinz
Reply to  Nick
22 dias atrás

Vou repetir novamente, se mandararem leopards 2, puma, mas sem impor dificuldade a FA russa, serão apenas alvos, a Ucrânia precisa de defesas AA de médio e longo alcance, e aviação combate, sem contar os sistemas de longo alcance, que parece que os EUA já estão enviando.

Augusto
Augusto
Reply to  Nick
22 dias atrás

Sem apoio aéreo, seriam dizimados.

Neural
Neural
23 dias atrás

bon-dão tá varrendo tudo por lá, isso é matéria de torcedor mimizento. Rússia vai tomar uns 30-40% do país.

paulotd
paulotd
23 dias atrás

Perai. Quem que está ganhando essa guerra? Não me diga que um país que perdeu 20% do território e não consegue montar nenhuma frente está ganhando.

Rússia está mais forte do que nunca.

Rogério
Rogério
Reply to  paulotd
23 dias atrás

Sem frente nenhuma e mesmo assim ja perderam 4k blindados e 20k soldados né, outro nick do Neural.

Luis Carlos
Luis Carlos
Reply to  Rogério
23 dias atrás

Esses números saíram da cabeça do Zelensky.
O único fato é que os ucranianos tiveram seus estoques de tanques esgotados e tiveram de pedir ajuda ao exterior.
E hoje os russos anunciaram que têm oito mil prisioneiros ucranianos com eles.

Marcos10
Marcos10
Reply to  Luis Carlos
23 dias atrás

Os ucranianos não tem nenhum. Mataram todos. He he he

Jhenison Fernandez
Jhenison Fernandez
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

Os 4k de veículos são do site Oryx, todos comprovados a partir de imagens

sub urbano
sub urbano
Reply to  Rogério
22 dias atrás

Qualquer força de combate que cobre 20k de baixas e 4k de tanques do inimigo, atualmente, venceria uma guerra dessas. Isso é mentira, será q vc não percebeu ainda?

Elisandro
Elisandro
Reply to  Rogério
22 dias atrás

De acordo com a BBC russa, esse número está errado mesmo. O que eles conseguiram rastrear foi cerca de 3.000 mortos e por uma proporção de 3 feridos para cada morto (o que pode ser menor ou maior) cerca de 15.000 baixas totais. No entanto, muitos feridos podem retornar às operações depois de certo tempo, a depender da gravidade. Então 20K de baixas é fantasia.

Rogério
Rogério
Reply to  Elisandro
22 dias atrás

Já vi reportagens com 28k, o numero real só no final mesmo, mas se depender dos russos, que nem sequer conta os mortos do Moskva dizendo que este não participava da “op especial” então não morreu ninguem, é td fantasia.

Luis Carlos
Luis Carlos
Reply to  Rogério
22 dias atrás

Viu sim.
Na BBC, NY Times, CNN, Washington Post e no Pravda.ua.

Rogério
Rogério
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

a sim, mas procurei na midia Russa porém eles nem sabem que existe uma guerra.

Elisandro
Elisandro
Reply to  Rogério
22 dias atrás

Não procurou nada. Eu leio a mídia independente da Rússia (não a Estatal) e a cobertura é bem superior ao que temos aqui, além das críticas ao governo de Putin. O maior problema é que o pessoal em vez de estudar faz torcida e fala bobagem que quer que seja real.

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Elisandro
22 dias atrás

Mídia independente igual o SouthFront? Kkkkkkkkk

George
George
Reply to  Elisandro
22 dias atrás

Mídia independente na Rússia hoje em dia é igual chifre de unicórnio. Todo defensor do Putin fala que existe

Elisandro
Elisandro
Reply to  Rogério
22 dias atrás

A BBC é inglesa e segue a linha editorial da mídia ocidental. A diferença é que eles possuem fontes na Rússia para levantar dados. A mídia de oposição repercute os mesmos dados. Mais do que isso beira a fantasia.

George
George
Reply to  Elisandro
22 dias atrás

Verdade está ma mídia controlada pela Rússia. Ao e mesmo?

Rogério
Rogério
Reply to  Rogério
22 dias atrás
Slow 🇧🇷
Slow 🇧🇷
Reply to  Rogério
22 dias atrás

E os 20 mil soldados ?

Zabumba
Zabumba
Reply to  Rogério
22 dias atrás

Posta a fonte estou curiosa em saber.

George
George
Reply to  paulotd
23 dias atrás

Uma coisa eu te garanto. A Rússia não está ganhando.

Luis Carlos
Luis Carlos
Reply to  George
23 dias atrás

Não. Não.
Está perdendo.

Pablo Maroka
Pablo Maroka
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

Ganhando um monte de mbt dos anos 60/70 destruidos, isso sim.

George
George
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

… perdendo prestígio mundial e muitos soldados. Tanto é que abriu inscrição para soldados acima de 40 anos. Tem texto aqui no site sobe isso

Gugs
Gugs
Reply to  paulotd
23 dias atrás

Ocupou uma parte da Ucrânia, virou pária internacional e ressuscitou a OTAN. Grande resultado.

Last edited 23 dias atrás by Gugs
George
George
Reply to  Gugs
22 dias atrás

E acelerou o processo de ocidentalização da Ucrânia. Parabéns para o gênio Putin.

Marcos10
Marcos10
Reply to  paulotd
23 dias atrás

Deixa eu ver. Os russos perderam 28 mil soldados, uma infinidade de equipamentos, foram expulsos de Kiev vergonhosamente e só tem 20% do território.
O humorista está visitando a frente de batalha. Já o grande líder libertario do bem está escondido, visitando feridos fake e com medo de ser morto.
Me diz aí, quem está ganhando.

paulotd
paulotd
Reply to  Marcos10
22 dias atrás

Blasfêmia. Posta a fonte oficial falando de 28 mil mortos. Fonte minalba não vale.

Quem disse 28 mil mortos foi a inteligência Britânica. Nem o pentágono ratificou a informação

Alecs
Alecs
Reply to  paulotd
22 dias atrás

Ressuscitou esse nick Xings? Tinha muito tempo que não lia comentários desse.

Marcos10
Marcos10
Reply to  paulotd
22 dias atrás

Putin não declarou guerra simplesmente porque não esperava que houvesse uma. Achou que a Ucrânia cairia em semanas. Resultado: entrou num atoleiro que já tem cem dias.
Se isso não é um fracasso, não sei o que é!

EduardoSP
EduardoSP
23 dias atrás

Essa guerra evidenciou que os países ocidentais têm, hoje, plena capacidade de vencer as forças armadas russas em um conflito convencional.
Sorte dos russos que eles herdaram o arsenal nuclear soviético.

paulotd
paulotd
Reply to  EduardoSP
23 dias atrás

Guerra se ganha com disposição, soldados bem treinados, superioridade aérea, artilharia e inteligência. Rússia tem tudo isso. Rádios velhos, uniformes velhos, mas tem artilharia de sobra, treinamento superior ao soldados Ucraniano reservista, e superioridade aérea.

As forças Russas tem sim alguns problemas, mas eles são muito acima da média com certeza.

Alecs
Alecs
Reply to  paulotd
22 dias atrás

Vai ressuscitar o Antoniokings também Tonho? kkkkkkk Esse seu nick andava esquecido!

George
George
Reply to  paulotd
22 dias atrás

Treinamento superior do soldado russo? Agora conta aquela do papagaio

Luis Carlos
Luis Carlos
Reply to  EduardoSP
23 dias atrás

Está faltando o que para entrar na guera e ajudar a Ucrânia?
EUA e OTAN estão com medo de enfrentar a Russia.
Aceite esse fato.

Rogério
Rogério
Reply to  Luis Carlos
23 dias atrás

Ue. Nao entendi. A russia invadiu a Ucrania com medo da Otan. Ucrania q nem faz parte da Otan. Pq nao invadiu a Otan logo de cara se esse e o problema dela? Quem criou a guerra por procuracao foi a Russia.

Luis Carlos
Luis Carlos
Reply to  Rogério
23 dias atrás

Porque o problema da Rússia era com a Ucrânia.
E ela está resolvendo.

Alecs
Alecs
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

A OTAN vem fornecendo armamento para Ucrânia e tem muitos ex-militares voluntários na Ucrânia de vários países da OTAN. A Rússia não toma nenhuma atitude por quê é governada por um covarde corrupto! Conta outra Tonho! Essa não cola por aqui. A maior parte dos leitores da triologia são esclarecidos, não são idiotas alienados por ideologia falida como você.

Pedro
Pedro
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

Não eh o que vc falou repetida vezes antes. Cada novo reves, eh um novo objetivo. Tudo conforme o roteiro…de quem não encherga a realidade e não aprende com os erros.

George
George
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

Está resolvendo o processo de desmilitarização do exército russo na Ucrânia. Isso sim.

George
George
Reply to  Luis Carlos
23 dias atrás

Não estão com me só não. Estão com pena. Vão mandar só artilharia com alcance de 70km.

Ferreira Junior
Ferreira Junior
23 dias atrás

A Rússia parece que não quer demonstrar sua capacidade, assim o inimigo (OTAN), não saberá com quem está lidando. É clara a diferença do que aconteceu e acontece na Síria.
Jogos mentais.

Alecs
Alecs
Reply to  Ferreira Junior
22 dias atrás

Só se for jogos débil mentais! kkkkkkkkkkkkkkkkkk Só débil mental crê que estão vencendo num avanço pra trás! kkkkkkkkkkkkkkkk

Welington S.
Welington S.
Reply to  Ferreira Junior
22 dias atrás

”…demonstrar sua capacidade…” Que capacidade é essa que a Rússia tem além de um péssimo planejamento estratégico para atacar o adversário e, não bastando, tendo que usar carros de combate que até outro dia, era o melhor do melhor do mundo? A Rússia vive ainda na época da URSS. E o mais engraçado é ver malabarismo mental das pessoas tentando defender o indefensável. A verdade é uma só. Se a Rússia um dia resolver entrar em guerra com a Europa vias de fato, eles vão levar um cassete bonito. A Europa se resume a equipamentos de qualidade e de alta… Read more »

Alexsandro Costa
Alexsandro Costa
Reply to  Ferreira Junior
22 dias atrás

Ah não,
Bicho

Só lembrei do Twitter

“Trump venceu mas tá deixando o inimigo agir…” kkkkkkk

Carvalho
Carvalho
23 dias atrás

Destaque no texto para uma inegável dificuldade do Exército Russo:
Falta de iniciativa e preparo tático dos escalões inferiores.
Somada à corrupção….
Resultado: Só conseguem avançar com artilharia pesada e destruição indiscriminada.

Guacamole
Guacamole
23 dias atrás

A resposta inevitável é que a principal missão das forças armadas russas é transmitir o poder e o prestígio do regime, não demonstrar eficácia no campo de batalha. Tanques e lançadores de mísseis podem ser exibidos com orgulho durante um desfile da Praça Vermelha, mas e uma rede digitalizada de comando, controle, comunicações, computador e informação (C4I)? Pode ser mostrado? Pode ser demonstrado como uma fonte de poder para intimidar vizinhos e inimigos em potencial? Irá impressionar os jornalistas e observadores estrangeiros? Caso contrário, a liderança russa parece não se importar com isso. Essa descrição poderia ser dada aos nosso oficiais… Read more »

Donald
23 dias atrás

Têm gente que diz que chega em Berlim em poucos dias. Kkk… se enfrentasse a OTAN nem exército os russos teria mais. Pq a OTAN bombardear implacavelmente os russos até eles pedirem bandeira branca.

Alecs
Alecs
Reply to  Donald
22 dias atrás

Pode falar “pedirem pinico” kkkkkkkkkkkkkkk é o que todos aqui pensaram.

Monarquista
Monarquista
Reply to  Donald
22 dias atrás

Em 12 minutos dominariam Kiev, em 92 horas Berlim e em 2 semanas Lisboa. Era o que diziam.

George
George
23 dias atrás

As Forças Armadas russas estão presas no século 20.

Luis Carlos
Luis Carlos
Reply to  George
23 dias atrás

E as da Ucrânia estão presas em Lisichiansk e Zolote.
Hoje, os russos conquistaram Mirna Dolina e Komyshuvaka, o que coloca a fortaleza de Zolote em cerco operacional.
São cerca de 4.000 ucranianos que estão lá.
Paralelo a isso, os russos chegaram aos subúrbios de Lisichiansk.
São cerca de 12.000 ucanianos que podem ficar presos naquela ratoeira.
Acho melhor a Ucrânia abrir o olho que pode ocorrer uma catástrofe igual a de Mariupol.

Alecs
Alecs
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

Essa guerra vai durar muito tempo, mas no final o Putinho vai pedir pinico! kkkkkkkkkkkkk Isso se ele continuar vivo até o fim da guerra. Tonho, conta pra gente, você é pago em Dollares ou em rublos? kkkkkkkkkkkkkkkkk

Wellington jr
Wellington jr
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

então quer dizer que em zolote tem 12 mil russos cercando e em Lisichiansk tem 36 mil, ou seja 48 mil russos, cerca de 1/4 das forças mobilizadas? Isso significa que Kherson está realmente sem defesa considerando o longo front formado, a parte mais frágil da zona russa são os flancos.

Luis Carlos
Luis Carlos
Reply to  Wellington jr
22 dias atrás

Conclusões suas.

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

Ué tu traz os números eu só deduzi pelo que você disse, se 1/4 das forças russas estão concentradas em 2 cidades então os outros 3/4 estão divididos na longa extensão do front e área ocupada isso significa uma diluição das forças russas e enfraquecimento dos flancos. Deveria ler mais sobre as guerras de unificação da China é uma belezura de detalhes de como gigantescos exércitos podem ser destruidos por forças menores porém melhor preparadas estrategicamente. Não se faz cerco com uma força inferior a 3x a força cercada. Quem faz isso perde muito no cerco e pode ter ele… Read more »

Luis Carlos
Luis Carlos
Reply to  Wellington Jr
22 dias atrás

‘se 1/4 das forças russas estão concentradas em 2 cidades então os outros 3/4 estão divididos na longa extensão do front e área ocupada isso significa uma diluição das forças russas e enfraquecimento dos flancos. ‘

Conclusão sua.

George
George
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

Lisichiansk? Bobagem. É do outro lado do rio. Todas as vezes que os russos tentam atravessar o rio eles tomam pau. E outra. Os ucranianos retomaram parte Severodonetsk.

Material arquivo
Material arquivo
22 dias atrás

A Rússia está virada em corrupção há décadas. Basta ver a quantidade de iates de russos na Europa, USA e caribe…times de futebol, obras de arte e imoveis (meca da lavagem de dinheiro).
Russos com bitcoin é comum (lavagem de dinheiro).
A Rússia vem sendo destruída internamente há décadas, Putin foi a última martelada.
O povo russo é cego e gado, além de não terem forças de lutar contra a ditadura interna.

André de Souza
André de Souza
22 dias atrás

A credito que a Rússia errou sim na logística em si do conflito e também substimou a Ucrania no sentido de reação e ajuda internacional porém creio que o governo Russo entra nesse conflito com cautela porque eles sabem que qualquer erro de calculo pode resultar em um conflito maior a nível internacional com a OTAN e se isso vir a acontecer os mesmos devem ter capacidade de resposta, acredito que esse é o motivo principal do não emprego total de suas forças na Ucrania.

Alecs
Alecs
Reply to  André de Souza
22 dias atrás

Não acredito nisso. Nenhum governante iria querer passar a vergonha que o Putinho está passando. Além do mais com o passar do tempo e a chegada dos sacos com cadáveres a opinião pública tende a mudar e a pressão ao governo também. Ele não está usando o que tem de melhor por quê não tem nada melhor e o que tem mais moderno são protótipos em desenvolvimento. Além de toda corrupção que foi descrita na matéria que retrata o que ela acarreta às forças armadas e população dos países com alto nível de desvios.

Rogério
Rogério
Reply to  André de Souza
22 dias atrás

ai que tá, se já estão usando o T-62 e alistando sem limites de idade é sinal que essa é a capacidade total da Rússia.

André de Souza
André de Souza
Reply to  Rogério
22 dias atrás

Pode ser que sim ou pode ser que não, você usaria sua força total em um país relativamente fraco sabendo que qualquer projétil errado pode levar a forças maiores massacrarem sua nação ? porque ninguém vai interceder pela Russia se isso acontecer.

Rogério
Rogério
Reply to  André de Souza
22 dias atrás

A única logica que eu vejo é que a Rússia previa uma guerra relâmpago, onde as forças ucranianas fugiriam com os afegão fugiram diante do Taleban, isso não aconteceu e agora eles não sabem como finalizar.

André de Souza
André de Souza
Reply to  Rogério
22 dias atrás

Mas é exatamente isso.
Tanto que se você for ver a reação dos países envolvidos antes da invasão os semblantes eram de medo, até o próprio Zelensky, ele praticamente implorava para as questões de troca de farpas acabarem porque se esperava uma Rússia avassaladora igual foi o bombardeio em Bagdá feito pelo EUA, porém eles substimaram não só a Ucrânia como o ocidente e a falharam na logística, porque com certeza o planejamento inicial era tomar o país todo, veja os pontos de ataque das tropas e onde elas estavam posicionadas, porém se deram mal.

Marcos
Reply to  Rogério
22 dias atrás

Um coronel do exercito Austríaco provou que o T-62 será usado no formato canhão autopropulsado avançado. E que no mesmo trem de transporte também estavam levando T-80 de versões modernas. A guerra é um constante aprendizado.

Elisandro
Elisandro
22 dias atrás

A Rússia e a Ucrânia são dois dos países mais corruptos do mundo. Na Rússia é de tal magnitude que há alguns dias vi uma reportagem na mídia independente russa que contava a história de um soldado russo em Belarus que empacotou um drone Orlan 10 do exército e o despachou para casa via correio. Já a Ucrânia é uma grande fornecedora de armas e tecnologia militar para o mercado negro. A Coreia do Norte que o diga…

MAB
MAB
Reply to  Elisandro
22 dias atrás

Olha ai o que você mencionou do soldado russo.
Uma imagem representa mais do que mil palavras.

O sujeito roubou e despachou nos correios da Belarus. Aliás, tem agência lá que parece butim de pirata. Deve ser o maior CD de eletrodomésticos daquela parte do mundo !

3f3c41b7b1d46976ce9937b09930b4da.png
Luis Carlos
Luis Carlos
Reply to  Elisandro
22 dias atrás

É que vc não viu o tanto de anúncio de Javelin na dark web.
Estão dando preferência para países da África e Oriente Médio.

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

Aiaia Kings, o maior fornecedor de armas para os mercadores da guerra é o presidente dos EUA, todos os anos Rússia, China, EUA, Israel e vários países lotam o mercado de armas do submundo por meio dos mercadores que vendem para os aliados desses países. Isso é tão antigo que me deixa até assustado você descobrir só agora. Já tinha Javelin no mercado negro desde a guerra do Iraque e Afeganistao. Acha que os Stinger que chegavam para os afegaos lutarem contra os Soviéticos iam num C130 americano até o Afeganistao? Todas as entregas era intermediadas pelos mercadores de armas.… Read more »

George
George
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

Pode-se dizer muito sobre uma pessoa que frequenta dark web. Como eu não frequento, não sei te dizer se foram equipamentos que os russos capturaram assim como capturaram máquinas de lavar e outros utensílios domésticos.

Luis Carlos
Luis Carlos
Reply to  George
22 dias atrás

Malabarismo mental.
Eu não frequento a dark web, mas li uma notícia sobre venda de armas ucranianas na dark web.
Está difícil de entender?

Alexsandro Costa
Alexsandro Costa
Reply to  Elisandro
22 dias atrás

Eu fiquei de cara quando vi vídeo do cara vendendo javelin na Síria.
Dizendo que comprou por uma ninharia de ucranianos. Aí tava vendendo por 15 mil dólares. E tem javelin na darkweb também.
São dois países tão corruptos, que fazem a gente parecer normal.

Maurício.
Maurício.
22 dias atrás

Foi encontrado com militares russos rádios da baofeng que qualquer um pode comprar no Aliexpress, até celular “russo” da marca BQ, que na verdade é chinês e é vendido até aqui no Brasil com a marca DL, assim fica fácil para o adversário.

20220515_024700.jpeg
Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Maurício.
22 dias atrás

Numa foto do próprio MD Russo os pilotos de caça estão com rádios comuns junto ao seu equipamento. Não sei se é para emergência ou se é para comunicação, mas de toda forma não acho seguro usar rádios normais de frequência aberta mesmo sendo em emergência numa zona de guerra.

Last edited 22 dias atrás by Wellington Jr
Maurício.
Maurício.
Reply to  Wellington Jr
22 dias atrás

Concordo, não é seguro usar esses rádios, mesmo sendo uma emergência, é muito arriscado.

Teropode
22 dias atrás

Perfeito 🙏, sem mais !

Caio Cipriano
Caio Cipriano
22 dias atrás

Além disso, muitos blocos de sistemas eletrônicos modernos são simplesmente roubados e vendidos”

T-72B3 tem carburador ou não tem carburador?

Rayan
Rayan
22 dias atrás

O grande mérito da matéria foi expor um problema sério reconhecido até por autoridades institucionais e políticas da Rússia: a enorme corrupção (desenfreada) na dotação e contratação de sistemas de armas e desenvolvimento de programas e projetos no orçamento da Defesa. Em.2010 uma auditoria do próprio Ministério da Defesa da Russia estimou que cerca de 20% do orçamento se perde em desvios de recursos e projetos ineficientes. Isso afeta a eficácia de unidades no combate e desenvolvimento de programas. A matéria tem forte viés baseado em matérias antigas do início do conflito que não se revelaram críveis, como uso de… Read more »

MIGUEL
MIGUEL
22 dias atrás

A Lógica da Guerra não muda, nem com Drones, nem IA, nem com 5G, a lógica é a mesma , Desde a 2ªGM que não se vêm Grande Vitórias Militares, tirando ISRAEL na Guerra dos 6 dias, até os dias de hoje os conflitos são muito brutais e equilibrados, até para as Grande Potências fica difícil ter uma vitória fácil, a Rússia esta sofrendo as mesmas dificuldades que a China e os EUA tiveram no Vietname, A Guerra Terrestre é complexa e depende de muitos factores.

Alexsandro Costa
Alexsandro Costa
22 dias atrás

Muito bom o artigo.

Nesse último mês, no Donbass, a Rússia parece ter melhorado muito na operacionalidade.

Existe informação que melhoraram nesse quesito ?

Eu lembro também que lá no começo a Ucrânia capturou um complexo de EW e comunicação da Rússia. Parecia um contêiner.
Aquilo deve ter também atrapalhado bastante.

Victor Filipe
Victor Filipe
22 dias atrás

O Artigo fala sobre corrupção, pra quem se interessar recomendo esse vídeo, ele fala sobre a corrupção nas forças armadas Russas, mas pode ser usado como base para imaginar oque acontece na nossa força também.

o vídeo é em ingles e tem 1h de duração.

Antes dos adoradores da Russia virem encher o saco com resposta sem relação ao meu comentário, primeiro, vejam o vídeo e depois tentem contrapor os pontos dele.

se não, nem venham perder o seu tempo.

https://www.youtube.com/watch?v=i9i47sgi-V4

Victor Filipe
Victor Filipe
22 dias atrás

Corrupção é a maior destruição de qualquer coisa que existe na humanidade. seja em órgãos públicos seja em empresas privadas.

A Rússia é um dos países mais corruptos do mundo na avaliação do CPI de 2021 ela marcou apenas 29 pontos ficando na posição 136 dentre os países mais corruptos do mundo (quanto mais baixo na lista, mais corrupto) salvo engano foram avaliados 174 países

da pra imaginar que as forças armadas vão sentir um impacto pesado tendo um sistema tão corrompido e tão sujo.

Link: https://www.transparency.org/en/cpi/2021

Zé lesqui
Zé lesqui
22 dias atrás

Será? Será que a china não é igualzinho à rússia? O PT tentou de tudo pra incutir nas FFAA toda essa corrupção, esse obscurantismo e esse atraso. Imagina se deixarem voltar ao poder? Será por essas que tanta gente boa por aí, no Itamaraty e outras instituições tem ojeriza ao Ocidente e parece adorar a rússia, china e frança??

Last edited 22 dias atrás by Zé lesqui
Joanderson
Joanderson
Reply to  Zé lesqui
22 dias atrás

O pt foi o partido que mais investiu nas forças armadas.
Scorpene
Gripens
Kc300
Tudo obta do pt.

Rodes
Rodes
22 dias atrás

Iate de luxo na Itália é a resposta

Tomcat
Tomcat
22 dias atrás

E no Brasil? Será que em termos de comunicação digital e comando, estaríamos melhores?

IBZ
IBZ
22 dias atrás

As forças armadas russas nunca passaram de forças de desfile militar. Só esqueceram de avisar ao Vladmir que a essa altura deve tá bem “Putin”!kkkkkk

Últimas Notícias

Svatovo, primeiro alvo do HIMARS?

A mídia ucraniana tem divulgado vídeos e imagens de uma suposta explosão nas proximidades da cidade ucraniana de Svatovo,...
- Advertisement -
- Advertisement -