China realiza exercícios militares na fronteira da Rússia em meio à invasão da Ucrânia

O governo chinês está realizando exercícios militares em sua fronteira nordeste com a Rússia, enquanto o governo russo permanece ocupado com a Ucrânia. Esses exercícios levantaram preocupações de que a China possa estar planejando invadir o território russo aproveitando a situação atual.

O Klaxon, um jornal investigativo australiano, informou que obteve imagens e detalhes da força aérea e do exército da China realizando exercícios secretos nas áreas de fronteira russas ao longo do rio Ussuri. Esses exercícios teriam sido realizados em fevereiro e março deste ano.

De acordo com Klaxon, os exercícios envolveram caças e bombardeiros da Força Aérea Chinesa, incluindo exercícios de tiro real, fora de sua Base Aérea de Harbin, no nordeste, e exercícios táticos de tanques e veículos blindados do 78º Grupo do Exército da China. Os exercícios foram realizados perto das regiões de Khabarovsk e Ussuriysk, na Rússia.

De acordo com as fontes da Klaxon, a Força Aérea iniciou seus exercícios na primeira semana de fevereiro e os realizou até março, enquanto o Exército chinês realizou os exercícios táticos de tanques e veículos blindados na mesma região na última semana de março.

O momento desses exercícios militares é muito interessante, pois a Rússia está atualmente engajada militarmente na Ucrânia com sua ‘ operação militar especial ‘. Com a maior parte das forças russas concentradas no oeste contra a Ucrânia e seus amigos da OTAN, a China realizando esses exercícios no leste levanta suspeitas sobre a intenção da China.

A China já havia apoiado a Rússia durante esta guerra na Ucrânia e se recusou a aderir às sanções apoiadas pelos Estados Unidos contra a Rússia. O primeiro-ministro chinês Xi Jinping até se encontrou com o presidente russo Vladimir Putin em 4 de fevereiro, menos de 3 semanas antes de a Rússia invadir a Ucrânia. No entanto, com a Rússia distraída na Ucrânia, a China parece estar fazendo seus próprios movimentos no leste contra a Rússia.

FONTE: Opindia

Subscribe
Notify of
guest

79 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Digo
7 meses atrás

Pessoas sem qualquer tipo de pensamento crítico vindo a dizer que é um ótimo momento para a china retomar Vladivostok em 3,2…

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
Reply to  Digo
7 meses atrás

E não é ? A Rússia nunca conseguiria enfrentar a China mantendo a guerra com a Ucrânia além de que ela não poderia preservar seu meios mais poderosos contra o tigre asiático.
Seria a maior traição do século

Digo
Reply to  Diego Tarses Cardoso
7 meses atrás

reiterando o que eu já disse.

1.) A Rússia é o único parceiro desse calibre que a China pode ter ao seu lado(Não vou falar aliado se não algumas pessoas vão infartar)

2.) O pessoal simplesmente esquece que a Rússia tem armas nucleares, o que acaba fazendo qualquer combate convencional entre potências quase que improvável.

Luis Carlos
Luis Carlos
7 meses atrás

Deixando de bizarrices, vamos ao que importa.
Hoje, a China está inaugurando uma grande base militar no Camboja.
Eu já tinha comentado sobre isso há um tempo quando de sua construção e que essa base daria acesso imediato ao Golfo da Tailândia.
Os EUA publicaram ontem que exigirão da China explicações sobre a utilização dessa base.
Imaginemos, pois, qual será a resposta dos chineses

Augusto L
Augusto L
Reply to  Luis Carlos
7 meses atrás

Um grande alvo para os B-21 e avião embarca américa e britanica.

Augusto L
Augusto L
Reply to  Augusto L
7 meses atrás

Será que a China não aprende que essas bases distantes são somente grandes alvos fixos?

Só poderão mantê-las se imobilizaram a USN e USAF no Indico e Pacifico todo

Luis Carlos
Luis Carlos
Reply to  Augusto L
7 meses atrás

Eu acho melhor vc ir se acostumando com a presença cada vez maior da China, não só no Sudeste Asiático, mas como em toda a Ásia.
É apenas mais um ramo da NOM.

Nelson Junior
Nelson Junior
Reply to  Luis Carlos
7 meses atrás

Não entendi o “vamos ao que importa”… A matéria fala de exercícios militares na fronteira com a Russia na região de Vladvostok, nordeste da China e você fala de uma base que a China está inaugurando no Golfo da Tailândia ? Qual a relação disso ??? Segundo a matéria podemos concluir apenas três coisas: 1 – Que a China está se aproveitando da fraqueza que a Russia mostrou na Ucrânia para “reaver” seus territórios que foram tomados pelos Soviéticos 2 – Que é apenas um exercício de rotina e proteção de fronteira 3 – Que a China está fazendo um… Read more »

Mafix
Mafix
Reply to  Nelson Junior
7 meses atrás

Apenas adestramento de tropa nada de mais .

Régis
Régis
Reply to  Luis Carlos
7 meses atrás

Provavelmente os chineses responderão: Explicaremos com todos detalhes, mas depois que vocês explicarem o porquê de cada uma das 750 bases americanas espalhadas pelo mundo.

Zé lesqui
Zé lesqui
7 meses atrás

Grupo de Exércitos. Lobo comendo lobo!

Anderson Graça
Anderson Graça
7 meses atrás

É muita viagem na maionese achar que a China vai invadir ou tentar tomar o território Russo que é uma nação aliada dos chineses. Parei minha leitura nessa parte

Slow 🇧🇷
Slow 🇧🇷
Reply to  Anderson Graça
7 meses atrás

Os cara não tem mais oque inventar ..

Sagaz
Sagaz
Reply to  Anderson Graça
7 meses atrás

Stalin era aliado na segunda guerra. Até mendigou suprimentos e meios, depois desceu a saia e mostrou a tanga.

Andreo Tomaz
Andreo Tomaz
Reply to  Sagaz
7 meses atrás

Situação completamente diferente. A lógica naquele tempo era de que poder estava diretamente ligado à conquista de territórios. A lógica hoje de poder está calcada no conhecimento: quem desenvolve conhecimento, e, portanto, tecnologias, é que tem poder.

Rogério
Rogério
Reply to  Andreo Tomaz
7 meses atrás

A lógica naquele tempo era de que poder estava diretamente ligado à conquista de territórios

E o que a Russia esta fazendo agora?

Mafix
Mafix
Reply to  Andreo Tomaz
7 meses atrás

Ué a Russia não faz isso de conquista de territorios até hoje?

Homero Pereira Fialho
Homero Pereira Fialho
Reply to  Sagaz
7 meses atrás

O mesmo q da em chico da em Francisco, uma oportunidade da China recuperar o q foi tirado na mão grande

José de Oliveira Motta
José de Oliveira Motta
Reply to  Homero Pereira Fialho
7 meses atrás

A China e a Índia São os melhores Amigos da Rússia não tem pra ninguém venha Quem vier.

Andreo Tomaz
Andreo Tomaz
Reply to  Anderson Graça
7 meses atrás

“Jornalista investigativo australiano”

Digo
Reply to  Anderson Graça
7 meses atrás

pessoal não tem nenhum senso critico, vamos aos fatos.

1.) A Rússia é o único parceiro desse calibre que a China pode ter ao seu lado(Não vou falar aliado se não algumas pessoas vão infartar)

2.) O pessoal simplesmente esquece que a Rússia tem armas nucleares, o que acaba fazendo qualquer combate convencional entre potências quase que improvável.

Alberto
Alberto
Reply to  Digo
7 meses atrás

Você está sendo lógico, mas no Brasil grande parte não segue a razão e simplesmente nutrem um sentimento de subjugação pelo Ocidente, então qualquer notícia por mais absurda e manipulada que seja e vá contra China e Rússia a maioria gosta, um dos motivos para rirem tanto e olharem com desdém para o Brasil.

Mgtow
Mgtow
Reply to  Anderson Graça
7 meses atrás

Kkkkkk..bem isso anderson.
A matéria chega a ser engraçada de tão ridícula.
Não adianta torcer contra a parceria China – Rússia. E inquebrável.

André Luís
André Luís
7 meses atrás

Nossa senhora!!! Agora a narrativa é: a China vai invadir a Rússia hahahahahahahha
Adoro!!! Desespero total da caterva anglo-saxã.

De novo: Morra logo, Putin, pelo amor da súcia anglo-saxã e da #SlaviaKatervina….rs!

Slow 🇧🇷
Slow 🇧🇷
7 meses atrás

“ Esses exercícios levantaram preocupações de que a China possa estar planejando invadir o território russo aproveitando a situação atual. “

Kkkkkkkkkkkkkkkkkk .. esses cara viaja meu deus .

Alberto
Alberto
7 meses atrás

Austrália… Ocidente… China querendo invadir a Rússia ? São aliados… Mais fácil a China enviar reforço na ofensiva russa na Ucrânia. Ocidente é assim, manipulação, intrigas, etc, estão com os dias contados e caiu o desespero.

Nei
Nei
Reply to  Alberto
7 meses atrás

É você é apoiador de genocídio mesmo hein. Pode isso ARNALDO?

WSilva
WSilva
7 meses atrás

Fonte australiana, ops americana(Austrália é vassala dos EUA)

rs

Ze das Couve
Ze das Couve
Reply to  WSilva
7 meses atrás

Não sei se você percebeu, mas a notícia é indiana.

Marcus Pedrinha Pádua
Marcus Pedrinha Pádua
Reply to  Ze das Couve
7 meses atrás

Prezado Zé, conforme o texto do ForTe, o Opindia apenas está fazendo referência a uma matéria do Klaxon (o tal “investigative Australian newspaper”). Então, na verdade, a fonte é australiana.
Na minha opinião, as manobras não têm relação com a invasão da Ucrânia pela FR, devido às datas envolvidas. A operação russa começou no fim de fevereiro, e as manobras chinesas são de fevereiro e março. Não parece uma reação chinesa, até porque os exercícios começaram antes. Além disso, montar manobras mais ou menos complexas exige um planejamento antecipado.

Last edited 7 meses atrás by Marcus Pedrinha Pádua
Matheus
Matheus
Reply to  Ze das Couve
7 meses atrás

Pior ainda, propaganda Indiana é pior do que a ocidental.

Arthur
Arthur
7 meses atrás

Alguém já parou para pensar que os chineses podem estar ensaiando a invasão de Taiwan?

Jacinto
Jacinto
Reply to  Arthur
7 meses atrás

Treinar uma invasão anfíbia em um país montanhoso em um deserto plano?

mac
mac
Reply to  Arthur
7 meses atrás

Claro, na fronteira com a Rússia… Quando eles ensaiam contra Taiwan, eles o fazem ali junto à costa.
Afinal, a Rússia não tem porque ficar apreensiva com o Exército Popular da China fazendo manobras ali, né?

Ze das Couve
Ze das Couve
Reply to  Arthur
7 meses atrás

Então deveriam treinar operações anfíbias.

Fish
Fish
7 meses atrás

Quero experimentar o que esse “investigador” está usando, viagem tá boa.

Luis
Luis
7 meses atrás

Amigo da onça!

amigo da onça.jpg
Maurício.
Maurício.
Reply to  Luis
7 meses atrás

O mundo está cheio de amigo da onça…

images - 2022-05-21T185422.247.jpeg
Jacinto
Jacinto
Reply to  Luis
7 meses atrás

A Huawei está saindo da Rússia…

imagem_2022-06-08_140417222.png
Jacinto
Jacinto
7 meses atrás

Todo este território já foi chinês. Vladivostok, ainda hoje é chamada de  Haishenwai pelos chineses.
Eles foram cedidos à Rússia pelos tratados de Aigun (1858) e de Pequing (1860) que estão entre aqueles que os chineses chamam de “tratados injutos”. A ala mais radical do nacionalismo chinês, que tem nichos no ministério das relações exteriores e nas forças armadas da China, busca reverter.

Thiago A.
Thiago A.
Reply to  Jacinto
7 meses atrás

Já foi manchu…Dinastia Qing. Assim como a Mongolia, Tibete, Taiwan e Xinjiang estiveram, por um certo periodo, sob domínio da Dinastia Qing. Não o suficiente para a RPC reivindicar como seus os confins que um dia pertenceram a dinastia manchu, territórios que a própria dinastia teve que renunciar assinando tratados . Taiwan, por exemplo, quase nunca esteve sob o controle dos reinos que disputavam o domínio no continente. Foram poucas as disnatias que chegaram realmente a dominar tudo. Uma dessas foi a Qing – não ao longo de todo o reinado. Etnicamente manchu. A Mongolia justamente rejeitou as pretensões territoriais… Read more »

Jacinto
Jacinto
Reply to  Thiago A.
7 meses atrás

O curioso é que eu fui a Taiwan antes da pandemia visitar um amigo e ele me contou que, na prática, Taiwan não responde ao governo da China continental há uns 130 anos. Isso porque Taiwan foi cedida aos japoneses em 1895 que ocuparam a ilha até 1945; e após a rendição do Japão, o governo passou a ser do pessoal do Chiang Kai Shek. A RPC nunca governou Taiwan…

Agnelo
Agnelo
7 meses atrás

Como diz aquele treinador de futebol……… Russia!! Open your eyes bigger than the face!!! kkkkkkkkkkk A China não é amiga e nem inimiga de ninguém! Por razões históricas, não admite perder as ilhas q disputa com o Japão e Taiwan. Tentou ações no Vietnã e mantém a Coreia do Norte sob as asas, porque estão dentro do q “abaixo do céu é a China”. No mais, ainda q com disputas com a Russia, por exemplo, a China está crescendo pelos vácuos, pelas beiradas, por onde “abriram as pernas”, ou seja, sem atrito. As FFAA deles são para proteger este crescimento,… Read more »

Andreo Tomaz
Andreo Tomaz
7 meses atrás

Sinceramente, sem a menor chance da China invadir a Rússia. Primeiro, pq a ação de invadir territórios alheios não é do interesse e do costume Chinês; a China poderia ter invadido o Myanmar, território vizinho, rico no conhecido minerais de terras raras e que atualmente vem passando por uma crise política muito grande. Poderia ter invadido outros territórios vizinhos e igualmente fracos…Segundo, a Rússia é um importante aliado econômico e geopolítico; China ganha muito com comércio com a Rússia e ambos estão juntos numa empreitada ideológica contra o ocidente. Esse jornalista ‘australiano’, tá querendo por lenha num fogo que não… Read more »

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
Reply to  Andreo Tomaz
7 meses atrás

VocÊ se esqueceu ou nunca leu sobre a invasão chinesa ao Vietnã.

Jorene
Jorene
Reply to  Andreo Tomaz
7 meses atrás

“invadir territórios alheios não é do interesse e do costume Chinês”…… VAI NESSA ! A China já invadiu o Vietnam, lutou na Coréia, ocupou Hong Kong, teve combates fronteiriços com a URSS, guerreou com a Índia, invadiu o Tibete e se prepara para atacar Taiwan. CADA UMA !

Andreo Tomaz
Andreo Tomaz
Reply to  Jorene
7 meses atrás

Tá de brincadeira você falar que a China ocupou Hong Kong. Acho até que tu não merece resposta devido tamanha ignorância! Hong Kong é um território que sempre pertenceu a China e foi usurpada pela Inglaterra. Recomendo ler um pouco mais sobre a história da China. Diversas disnastias chineses “governaram” o território que hoje é conhecido do Tibet. Taiwan também sempre pertenceu à China, ocorre que os perdedores da guerra civil chinesa fugiram para lá e resolveram “criar” um novo territário. Seria o mesmo que dizer, imaginando uma hipotese bem grosseira, que os estados do sul do Brasil resolvam se… Read more »

Jacinto
Jacinto
Reply to  Andreo Tomaz
7 meses atrás

A situação do Tibet é idêntica à de Vladivostok: ambas pertenciam à China imperial e foram cedidas por tratados que são chamados na China de “tratados injustos”. Se você considera que Tibet é da China então, pelo mesmo raciocínio, deve considerar que Vladivostok também é.

Thiago A.
Thiago A.
Reply to  Andreo Tomaz
7 meses atrás

Verdade, a opinião dele é irrelevante. Assim como a sua e a minha. A história porém permanece e você a desconhece.
O que importa é a opinião taiwanês e dos países que suportam a a defesa da ilha de Formosa.

dfa
dfa
Reply to  Andreo Tomaz
7 meses atrás

Então segundo a sua lógica Brasil pertence a Portugal visto que várias dinastias Portuguesas governaram cá? Bora invadir o Uruguai que já foi nosso nos tempos do Império? Não? Você tem ao menos noção que a as medidas aplicadas pela China no Tibete é “colonialismo moderno”, ostracizao de uma cultura milenar e deslocamentos forçados de milhares de pessoas, mas lá está só os outros é que são mauzoes… E Hong-Kong prosperou durante séculos sob os Britânicos e seus habitantes tomaram gosto pela sua auto-governacao… Mas isso não cabe em sua cabeça ou na dos dirigentes absolutistas chineses… Mas olha continua… Read more »

Last edited 7 meses atrás by dfa
Sagaz
Sagaz
Reply to  Jorene
7 meses atrás

China com superpopulação, fome de commodities, e com uma resistência zero dos seus principais parceiros comerciais se atacar a Rússia.

Scudafax
Scudafax
7 meses atrás

A matéria parece uma chamada de desinformação. O apronto operacional chinês aparenta sempre esmero e disciplina com os equipamentos e tropa. Estão sempre aprendendo, aparentemente.

Ze das Couve
Ze das Couve
Reply to  Scudafax
7 meses atrás

Os comentários, bem como a interpretação dos textos, já foi melhora aqui.

mac
mac
7 meses atrás

É a China avisando aos russos que, depois do fiasco apresentado na Europa, no que tange à Ásia, o que eles quiserem, precisam pedir a Pequim. Fim do czarismo.

Luis
Luis
Reply to  mac
7 meses atrás

Agora o Putin pira de vez!

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
7 meses atrás

Vixi, agora a esquerda entra em parafuso irrecuperável, será fogo no parquinho.

MATHEUS AUGUSTO
MATHEUS AUGUSTO
7 meses atrás

Tá aí outro tigre de papel que vai precisar passar pelo teste do combate real pra mostrar que realmente é uma potência militar. A Rússia não está passando no teste. Vamos ver se na hora do caldo engrossar esse Exército de Libertação Popular é tudo isso mesmo.

Jorene
Jorene
Reply to  MATHEUS AUGUSTO
7 meses atrás

Tudo leva a crer que NÃO !

Salim
Salim
7 meses atrás

Provavemente nao e nada, porem o pudim tem que colocar barbas molho. Se a china pegar uma tasca da pudinlandia vai ficar sozinho, pelo menos no inicio. Pudim perdeu Finlândia ( 1300 km fronteiras) ficou bem mais vulneravel. Os china tem que ser bemtraira pra furar olhos do pudim.

ORIVALDO
ORIVALDO
7 meses atrás

Meus amigos kings e diversos outros nickname, se a China quiser, retoma Vladivostok em 3 dias ?

Luís Carlos
Luís Carlos
Reply to  ORIVALDO
7 meses atrás

Vladivostok eu não sei, mas Japão, Coreia do Sul e Taiwan, com certeza.
Aliás, Seul já conhece o peso das botas chinesas.

mac
mac
Reply to  Luís Carlos
7 meses atrás

Ahahahahahahahah… Assim como Pyongyang experimentou o gosto das solas da tropa da ONU em setembro de 1950.
Chumbo trocado não dói, né coletivo do Kings?
Japão em três dias? Você trabalha com stand-up?

Jacinto
Jacinto
Reply to  ORIVALDO
7 meses atrás

Tinha um pessoal que falava que Taiwan durava 20 minutos.

Carlos Crispim
Carlos Crispim
7 meses atrás

Muito bacana essas fotos, lindas demais, por mim o Brasil devia comprar veículos blindados chineses. Olha que já queimei a língua falando mal das coisas feitas na China…

Jacinto
Jacinto
Reply to  Carlos Crispim
7 meses atrás

Vem com lacinho vermelho e tudo!

Varg
Varg
7 meses atrás

Países não tem aliados, tem interesses. E a China, em algum momento, terá interesse em extensas áreas de terras propícias à agricultura visando alimentar sua crescente população.

Qual país próximo do território chinês que tem grandes áreas inabitadas onde a agricultura é propícia? Valendo um quebra-queixo para quem adivinhar…

Elisandro
Elisandro
7 meses atrás

Mesmo se a China quisesse invadir (e eu duvido que queiram), a Rússia iria usar o arsenal nuclear dela contra a China. A China não pode fazer frente a isso.

Jacinto
Jacinto
Reply to  Elisandro
7 meses atrás

Ajudar os russos contra o… Japão? Rapaz, os russos desceram mesmo de patamar na escala de poder militar porque antigamente o pensamento de que os russos precisariam de ajuda contra o Japão seria considerado absurdo.

Bilhar
Bilhar
Reply to  Elisandro
7 meses atrás

Bom amigo tenho uma pergunta, será mesmo que a Rússia aínda tem foguete que funciona? Ter ogivas nuclear
r em estoque tá certo, mais não, posso ignorar que não funciona mais os motores, mais estão reconstruindo e atualizando o equipamento, quanto a questão da china invadir,seria considerado uma ação de heroísmo, evitando uma terceira guerra mundial, aprecio muito os debates e me desculpem se eu não estiver na colocação correta,um forte abraço,espero que no final tudo se resolva.

Luiz Trindade
Luiz Trindade
7 meses atrás

Eu duvido que o presidente chinês não falou com presidente russo falando dos exercícios militares. Os chineses não são doidos de querer provocar outro estado armado com armas nucleares, ainda mais outrora declarado parceiro. As conclusões dessa reportagem é para que especialistas em militarismo por meio de fakenews via Whatsapp.

Nei
Nei
7 meses atrás

Sinceramente, a CHINA invadir a Rússia? Acredito que isso não. Mas só tempo irá dizer em qual rua cada um caminhará.

Matheus
Matheus
7 meses atrás

Esses ZTL-11 são os que estão sendo cogitados a ser comprados pelo EB.

Beto
Beto
7 meses atrás

A trilogia caiu muito o nível, infelizmente.
Deixou de ser imparcial faz muito tempo.

Afonso
Afonso
Reply to  Beto
7 meses atrás

Beto, alguém o obriga a ler?

Alex Prado
7 meses atrás

Delírio.

Edivaldo
Edivaldo
7 meses atrás

Temos que ver cada publicação sem um minimo de noção ,China invadindo a Russia .francamente.

denisson
denisson
7 meses atrás

china só está fazendo treinamento pra cobrir e dar apoio a retaguarda da Rússia, acha mesmo que a China ousaria trair e invadir a Rússia pelas costas por mais que ela também seja uma potência militar, ela iria receber chuva de atômica na cabeça

Last edited 7 meses atrás by denisson
Vicente Machado
Vicente Machado
7 meses atrás

Então, um agente secreto me informou que a idéia era referente a um plano antigo, a Rússia invade territórios ucranianos de seu interesse, a China fica quietinha, depois a China invade territórios russos de seu interesse e serão felizes para sempre, bem, pelo menos até o mundo perceber o que realmente está acontecendo .( Já que é de suposições, vamos fazer também).

Valdir
Valdir
7 meses atrás

Que bobagem! Querem judiar dos leitores ? Isso é jornalismo?!