quinta-feira, junho 30, 2022

Saab RBS 70NG

T-62 vistos com blindagem tipo gaiola na Ucrânia

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

Alguns dos tanques T-62 que a Rússia retirou da naftalina e enviou para a Ucrânia foram vistos no campo de batalha ostentando ‘gaiolas’ blindadas improvisadas em cima de suas torres. Isso sugere que as forças russas estão bem cientes de quão vulneráveis ​​são esses antigos veículos blindados às armas antitanque ucranianas.

Os tanques médios T-62, supostamente vistos na região sul de Kherson, são equipados com o que parece ser uma armadura tipo gaiola, projetada para mitigar os perfis de ataque superior usados ​​​​por muitos mísseis guiados antitanque (ATGM), como os Javelins, e os efeitos de drones lançando munições em cima do veículo.

Esses tanques também ostentam algum tipo de escudo improvisado ou blindagem montada verticalmente atrás da torre. Essa placa também poderia ser a escotilha do motor do tanque, levantada para dar à torre alguma proteção da parte traseira.

Sem blindagem adicional aparafusada aos cascos dos tanques, as tropas russas que operam esses tanques parecem menos preocupadas com munições antitanque altamente explosivas de granadas propelidas por foguete (RPGs) e outras armas antitanque mais simples.

Os tanques parecem estar usando códigos de armazenagem em tinta branca nas laterais de seus cascos, o que levanta a questão de quanta atenção de manutenção os veículos receberam depois de serem retirados do armazenamento de longo prazo e levados para a frente.

Fotos de pelo menos um T-62 quebrado surgiram logo depois que um trem cheio de T-62 foi fotografado no final de maio, chegando à estação ferroviária de Melitopol, no sudeste da Ucrânia. Esses tanques usavam códigos semelhantes aos vistos recentemente em Kherson Oblast com blindagem improvisada.

Blindagens no estilo gaiola já foram vistas em outros tanques russos atribuídos a unidades na Crimeia e em outros lugares em áreas ocupadas do sul da Ucrânia. Mesmo em tanques mais modernos, como o T-72 e o T-80, a blindagem tipo gaiola é questionável ou não tem valor protetor contra os ATGM modernos, como os que as forças ucranianas empregaram para um efeito tão letal desde a invasão não provocada da Rússia. A Rússia perdeu uma média de sete ou mais tanques por dia nos primeiros 100 dias da guerra, segundo confirações visuais, e o número real é provavelmente muito maior. Embora nem todas essas perdas tenham sido para ATGM, a artilharia ucraniana e os ataques de drones também tiveram um impacto punitivo nos blindados russos.

Este tipo de armadura de gaiola destina-se a proteger o topo da torre de um tanque – onde os veículos blindados são mais vulneráveis ​​- à explosão de cima para baixo de ATGMs como Javelin , a arma antitanque leve sueca-britânica de próxima geração (NLAW) , ou o Skif de fabricação ucraniana, também chamado de Stugna-P. A blindagem da gaiola pode diminuir a eficácia de certas munições de ataque por cima, interferindo na sequência de detonação do míssil antes que sua ogiva atinja o tanque. Isso poderia reduzir a probabilidade de destruição, mas a blindagem de metal por si só não é provável que derrote os ATGM modernos, e o T-62 é mais levemente blindado do que os projetos de tanques mais recentes, colocando-o em desvantagem desde o início. A Ucrânia também praticou o disparo de armas antitanqueno alvo, tanques da era soviética equipados precisamente com esse tipo de blindagem antes de um único tanque russo cruzar a fronteira em fevereiro. Os resultados foram devastadores.

Com as evidências em mente, a blindagem da gaiola é provavelmente mais relevante para mitigar os ataques de drones de cima do que combater mísseis guiados antitanque, e mesmo o primeiro é questionável.

A produção do russo T-62 começou em 1962 como uma resposta ao FV4201 Chieftain do Reino Unido e aos tanques de batalha principais M60 Patton dos EUA. Eles foram construídos pela última vez em 1975.

Em uma entrevista recente ao jornal Moskovskij Komsomolets , com sede em Moscou, um membro da tripulação de um tanque russo disse que a blindagem da gaiola, que ele chamou de “proteção dinâmica”, “reduz drasticamente a capacidade de penetração de um projétil ou míssil antitanque”. Ainda assim, a proteção adicional da blindagem foi compensada por sua inconveniência operacional, disse o capitão do tanque Alexei Ukhachev.

“Primeiro, soldamos os kits de carroceria (grades metálicas para proteção contra mísseis antitanque) nos tanques e depois todos foram removidos”, disse Ukhachev, de acordo com uma tradução do artigo do Google. “Em primeiro lugar, é inconveniente: a metralhadora não se move, quando a antena se fecha na grelha, a estação de rádio queima, a conexão desaparece. E se houver algum tipo de incêndio, será simplesmente irreal sair do tanque lá. Então, todos foram removidos e jogados fora.”

Ukhachev afirma ter participado de uma batalha a noroeste de Donetsk nos primeiros dias da “Operação Militar Especial” da Rússia. Seu tanque foi atingido por um ATGM, mas não destruído. Ele e sua equipe sofreram uma concussão e acabaram sendo evacuados para Moscou para tratamento médico. Mais tarde, ele foi enviado de volta à Ucrânia, onde em 10 de maio foi morto por um ataque com mísseis ucranianos a sudeste de Kharkiv.mente, a blindagem da gaiola é provavelmente mais relevante para mitigar os ataques de drones de cima do que combater mísseis guiados antitanque, e mesmo o primeiro é questionável.

É revelador que a Rússia enviaria T-62s da era da Guerra Fria para um ambiente de combate que já devastou alguns de seus projetos mais modernos. É bastante improvável que a Rússia estivesse reativando veículos com um pé no museu se não estivesse com poucos tanques mais modernos em condições.

Colocar os T-62 nas linhas de frente ou perto delas na Ucrânia também representa um desafio logístico. Os tanques disparam munição de 115 mm, enquanto os tanques T-72 e T-90 mais modernos montam canhões principais de 125 mm, portanto, um segundo calibre de munição em suprimento suficiente precisa acompanhar os T-62s no campo. Dito isto, os próprios tanques são muito simples para os padrões modernos e são relativamente fáceis de manter em funcionamento, embora sua condição material após décadas de armazenamento seja desconhecida e provavelmente seja razoável na melhor das hipóteses.

Até agora, os tanques antigos só apareceram em território ocupado pelos russos. Isso pode significar que eles estão sendo poupados do dever de linha de frente e, em vez disso, estão sendo usados ​​para garantir o território já conquistado. Pelo menos alguns deles também são provavelmente operados por forças separatistas irregulares que os russos historicamente escolheram armar com equipamentos militares desatualizados.

Independentemente de quem os está operando, onde e por que, os T-62 são os tanques mais vulneráveis ​​que a Rússia implantou no conflito, que tem sido absolutamente brutal para tanques mais avançados. Com isso em mente, é improvável que a blindagem da gaiola que estamos vendo anexada às torres do T-62 tenha qualquer efeito importante além do psicológico no campo de batalha.

FONTE: The Drive

- Advertisement -

101 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
101 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcos
Marcos
22 dias atrás

A Rússia, mesmo com toda a superioridade no campo de batalha, está tomando um pau gostoso! Deve ser muito frustrante perder seu nau capitânia para um país que não tem marinha, ser bombardeado por um país que não tem força-aérea e perder centenas de veículos blindados para armas que são fornecidas pela OTAN.

Dilbert_SC
Dilbert_SC
Reply to  Marcos
22 dias atrás

Eu não imaginava que a “operação especial” da Rússia seria um fracasso retumbante.
Realmente eles estão tomando um pau dos Ucranianos.

Primeiro o fiasco da tomada de Kiev. Depois a linha de comboio de 60km que teve que recuar. Afundamento do cruzador Moskva. Centenas de blindados destruídos. Vários generais russos mortos. Agora os T-62 entrando em combate.

É uma decisão errada atrás da outra. E na guerra, ganha quem erra menos.

Arthur
Arthur
Reply to  Dilbert_SC
22 dias atrás

Se tomaram 20% da Ucrânia, entao não quero nem imaginar o que seria sucesso.

Dilbert_SC
Dilbert_SC
Reply to  Arthur
22 dias atrás

Olá Arthur,
O percentual de território tomado só poderá ser confirmado ao fim da guerra. Neste momento pode ser 20%. Amanhã ou depois não sabemos.

O fato é que esses 20% custaram muito caro para a Rússia.

Nelson Junior
Nelson Junior
Reply to  Arthur
22 dias atrás

Acho que já vi algo parecido para tentar explicar o avanço Russo…

“É 30% de 25%. Ou 30% de 30%. Portanto, não é 30%” Então está entre 7,5% e 12,5%.,
disse Dilma, de 68 anos, que falou por quase 14 horas no Senado…

Gugs
Gugs
Reply to  Marcos
22 dias atrás

Essa gaiola é perfeitamente adequada. As torres russas gostam de sair voando por aí. Um perigo camaradas…

images.jpeg
Last edited 22 dias atrás by Gugs
Nelson Junior
Nelson Junior
Reply to  Gugs
21 dias atrás

Os Russos nem para fazer uma rápida pesquisa no Google e ver que os Javelins tem ação dupla com uma primeira carga menor porém ainda bem poderosa explodindo primeiro (para evitar proteções passivas), abrindo caminho para uma segunda carga muito mais potente que derrete a blindagem que nem manteiga com um feixe de plasma extremamente quente…
Ou seja, a unica finalidade dessa “cangalha” em cima dos blindados é para estender a roupa dos soldados

Marcos10
Marcos10
22 dias atrás

Com certeza essa gaiola protege.
De resto, o uso de equipamentos mais simples e de fácil manutenção evitará os problemas enfrentados por tropas russas.
Os tanques não enfrentarão grandes ataques por parte dos ucranianos, visto que tudo que entra vindo do Ocidente está sendo destruído.
O que vale é que os ucranianos estão fugindo, enquanto tropas russas estão altamente motivadas.
Fim do modo irônico!

Nelson Junior
Nelson Junior
Reply to  Marcos10
21 dias atrás

Por um momento achei que era delírio do tal Xings com seus milhares de nicks

RICARDO NUNES BARBOSA
RICARDO NUNES BARBOSA
22 dias atrás

Alguns dirão que os T-62 são da Síria kk.

Luis Carlos
Luis Carlos
Reply to  RICARDO NUNES BARBOSA
22 dias atrás

A Ucrânia atualmente só tem T-64 Bulat (que se mostrou um enorme fracasso) e alguns (não muitos mais) T-72.
Principalmente os ultrapassados poloneses.
Se bobear, os T-62 dão conta do recado, principalmente se for para bombardear trincheira inimiga.
Aí, qualquer coisa serve.

Luciano
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

Cara, para de se informar por mídia Russa, não sabe que por lá informar a verdade é considerado crime?

Guilherme Leite
Guilherme Leite
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

Um tanto quanto incontroverso da sua parte: “A Ucrânia atualmente só tem T-64 Bulat (que se mostrou um enorme fracasso)” E sem seguida: “e bobear, os T-62 dão conta do recado”. Então T-64 atualizados não dão conta do recado, mas T-62 desatualizados dão. Para auxilia-lo na sua argumentação, grande escritor de groselhas… Acredito que os T-62 são um reforço para evitarem a perda de Kherson enquanto os russos se concentram no Donbas, acredito ainda mais que a entrada deles no conflito é precoce para adaptarem a logística e a tripulação ao conflito. Entretanto, a simples entrada dos T-62 no conflito… Read more »

Nemo
Nemo
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

Como o T-64 bulat é ucraniano, então ele é inferior ao T-62 russo?

Que lógica é essa?

Nelson Junior
Nelson Junior
Reply to  Luis Carlos
21 dias atrás

E nem assim os Russos conseguem se mexer… Que fiasco

Zorann
Zorann
Reply to  RICARDO NUNES BARBOSA
22 dias atrás

Pelo que está no texto, os t62 estão sendo usados na retaguarda….. nas áreas já sob controle russo….. não na linha de frente.

Assim livrando os tanques mais modernos para lutarem na linha de frente

Jorge Augusto
Jorge Augusto
22 dias atrás

Quando a Rússia chegar nos T-34/85 ela vence a guerra!

Last edited 22 dias atrás by Jorge Augusto
Luis Carlos
Luis Carlos
Reply to  Jorge Augusto
22 dias atrás

Pode até ser, tendo em vista fama dos tanques e tanquistas russos serem os melhores do Mundo.

Luis
Luis
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

Flagra de um tanquista russo, “o melhor do mundo” ao lado do seu tank

tanquista russo.jpg
Andre
Andre
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

Estamos vendo que não passa de fama mesmo. Improvisando gambiarras dessas em velhos t62… está feia a coisa.

Arthur
Arthur
Reply to  Jorge Augusto
22 dias atrás

O importante na guerra é vencer, não existe vice…

Guilherme Leite
Guilherme Leite
Reply to  Arthur
22 dias atrás

Se tanto dizem que a guerra é por procuração quem está indo melhor ?

OTAN ou Rússia ? O EUA não perdeu nenhum tanque, navio ou soldado.

A Rússia coloca uma narrativa e alguns repetem, mas nada faz sentido.

Nei
Nei
Reply to  Arthur
22 dias atrás

Surra, vergonha, erro de planejamento, isso não se apaga na história.

Elisandro
Elisandro
22 dias atrás

Geralmente o pessoal que faz essas análises esquece que mesmo se os mais modernos MBTs ocidentais fossem postos no campo de batalha sem um sistema de proteção ativa, teriam poucas chances contra modernos mísseis antitanque. M1, Leopard 2 e mesmo Merkava tiveram o mesmo destino que os velhos T-72.

Jefferson
Jefferson
Reply to  Elisandro
22 dias atrás

Claro, então se a gente servir junto um dia, caso o Brasil seja invadido, eu vou de leopard 2 com Thophy de Israel e você no cascavel modernizado (sim, vão modernizar aquela carroça dos anos 70).
Entendi o seu comentário, apenas não concordo.
Quem tem discurso supremacista (Putin), cheio de orgulho de raça superior, indo para a guerra com carroça é ridículo.
Militar deve ficar doido dentro de um T62 em 2022…enquanto na praça vermelha o Pinóquio Anão Nazi esbanja meia dúzia de Armata.

Arthur
Arthur
Reply to  Jefferson
22 dias atrás

E o que tu sabes sobre Cascavel? Carroça é aquilo que brasileiro dirige todos os dias e que americano ou europeu algum teria coragem de entrar. Se vai completar 50 anos de uso é bom lembrar que os ‘modernos’ M1 Abrams e Leopard 2 entraram em serviço em 1979.

Nei
Nei
Reply to  Arthur
22 dias atrás

Vai pra Rússia cara, deixe-nos em paz.

Arthur
Arthur
Reply to  Nei
22 dias atrás

Deixa de ser ignorante e vai pra Ucrânia.

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Arthur
22 dias atrás

Faz isso não cara. comparar qualquer nível de atualização que o cascavel passou com oque Abrams e Leopard 2 passaram vai fazer você parecer um desentendido.

Cascavel é extremamente ultrapassado para os padrões atuais.

dfa
dfa
Reply to  Elisandro
22 dias atrás

A questão nunca foi as chances da blindagem contra Atgw, mas sim as chances de sobrevivência da tripulação do carro após serem atingidos.
As probabilidades de sobrevivência de uma tripulação num tanque Ocidental são mais elevadas do que num tanque russo, e que eles agoram tentam corrigir com a introdução do Armata.

É o viver para combater outro dia.
Na guerra contra os árabes houve tripulações israelitas a perderem 3 e 4 tanques, mas sobreviveram para lutar noutro dia.
Porque o maior ativo não é a plataforma em si, mas sim sua tripulação.

Last edited 22 dias atrás by dfa
Guilherme Leite
Guilherme Leite
Reply to  dfa
22 dias atrás

Perfeito DFA !

Imagina o nível de experiência adquirida por esses operadores israelitas.

Já vi vídeos similares dos russos, mas a taxa de sobrevivência deles é menor. O carrocel de munição é o carrocel da morte 🙂

Burgos
Burgos
22 dias atrás

🤣🤣🤣🤣
Que cacareco !!!
Fala sério ?!
A Rússia já foi mais séria !!!🤣

paulotd
paulotd
Reply to  Burgos
22 dias atrás

Esse T-62 aí é melhor que os cacarecos que tem no EB. Pra milícia, e posições defensivas tá excelente.

Arthur
Arthur
Reply to  paulotd
22 dias atrás

Os cacarecos do EB são Leopard que a Ucrânia vai receber dos alemães.

Luis Carlos
Luis Carlos
Reply to  Burgos
22 dias atrás

Vão tomar Krivoi Rog com eles.

Luis
Luis
Reply to  Burgos
22 dias atrás

O que que é isso minha gente!?

Félix_risada.gif
Reinaldo Deprera
Reinaldo Deprera
22 dias atrás

Essa gaiola só deve ter alguma eficiência contra bombas e mísseis que caem no azimute 180º, ou, no caso de ogivas dinamicamente direcionadas como a do NLAW.
O Javelin, por exemplo, atinge o carro em um ângulo de +- 45º salvo engano. Não é eficiente contra o Javelin.

Jefferson
Jefferson
22 dias atrás

Poderoso exército russo, logo chega nos arredores de Roma para combater os arietes e centauro 2 italianos🤣🤣🤣
Imagina o desânimo do militar entrar em uma guerra com seu vizinho histórico aliado e usado um blindado da idade da pedra lascada🤣🤣🤣
Slava Ukraine!!!

Luis Carlos
Luis Carlos
Reply to  Jefferson
22 dias atrás

Se chegava Roma, eu não sei.
Mas, como afirmei ontem, os russos tem cerca de 20 mil soldados na região de Izyum.
E parece que começaram a se movimentar.
Ontem tomaram Dovhenke (ucros confirmaram).
Hoje há relatos de que tomaram Dolyna.
Estão descendo para, provavelmente, tomar Barvinkove e se aproximar de Kramatorsk pelo oeste.

Luciano
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

O Kremlin está orientando os Trolls a chamar os Ucranianos de Ucros agora?

Pablo Maroka
Pablo Maroka
Reply to  Jefferson
22 dias atrás

Até imagino aquela fila de veiculos dos anos 60 chegando e os ucranianos admirados pela quantidade de velharias kkk

Elisandro
Elisandro
22 dias atrás

Informações que estão circulando afirmam que os T-62 geralmente são operados pelos reservistas russos. Seu avistamento na Ucrânia muito provavelmente significa que estão já próximos do campo de batalha, o que pode significar uma retomada da ofensiva russa utilizando estas reservas para assegurar o território já capturado.

Alexandre Cardoso
Alexandre Cardoso
Reply to  Elisandro
22 dias atrás

Assegurar território com sucata e ainda por cima sem proteção eficiente? Sério!?!?!?

Elisandro
Elisandro
Reply to  Alexandre Cardoso
22 dias atrás

Se deixar a gracinha de lado, verá que é exatamente isso que está acontecendo. Mas a “vontade de lacrar” é maior, não é mesmo?

Alexandre Cardoso
Alexandre Cardoso
Reply to  Elisandro
22 dias atrás

Assegurar território com sucata e ainda por cima sem proteção eficiente? Sério!?!?!?

Luis Carlos
Luis Carlos
Reply to  Alexandre Cardoso
22 dias atrás

Proteção contra quem ou o quê?
O Fantasma de Kiev?
Ou o do Coronel Igor Bedzai que teve seu helicóptero abatido por um avião russo em Odessa?

Segue o vídeo do aproaching do avião russo e os tiros de canhão que derrubaram Igor, que era considerado um herói na Ucrânia.

https://s2cdnstatic.space/wp-content/2022/06/V1.mp4?_=1

Alexandre Cardoso
Alexandre Cardoso
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

O que está acontecendo na Ucrânia é a Rússia, apanhando feio de um país que militarmente era inferior à Rússia, e o PUTON continua mandando sucata para a guerra.

Arthur
Arthur
Reply to  Alexandre Cardoso
22 dias atrás

Sério! Porque se fossem brasileiros
teriam feito o contrário!

Luis Carlos
Luis Carlos
Reply to  Elisandro
22 dias atrás

A ofensiva ucra em Davidov Brod foi mais um fracasso.
Os russos aproveitaram o contra-ataque e atravessaram o Rio Ingulets.
A especulação é que os russos vão tomar Krivoi Rog e depois vão seguir para a parte oeste de Zaporizhzya, reconquistando o resto da província.

Daniel
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

nada disso, acabaram de tomar peixerovoski, capital do peixe

Luis Carlos
Luis Carlos
Reply to  Daniel
22 dias atrás

Em ucraniano era peixeiviski.
Ficava perto de Mariupol, mas os russos já tomaram.
Logo que os russos tomarem Odessa será quase impossível para os ucros comerem um peixe de água salgada.
Só terão de água doce do Dniepr.
E mesmo assim da margem oeste, porque a leste será russa

Luis Carlos
Luis Carlos
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

Mas quem sabe Biden manda um caminhão de cabeça de peixe salgada para os ucros matarem saudade do gostinho do mar quando a guerra acabar.

Kkkkkk

Arthur
Arthur
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

Do jeito que está indo a economia deles, logo será isso que os americanos comerão.

Nelson Junior
Nelson Junior
Reply to  Daniel
21 dias atrás

Há, capital do peixe ? deve ser lá que está o Moskova então ?

Capa Preta
Capa Preta
22 dias atrás

Eu já vi coisa mais moderna em acampamento hippie fazendo cosplay de sem terra.
Mas o importe e se cumpre a missão.

Luis Carlos
Luis Carlos
22 dias atrás

Os russos estão pensando assim: Se estamos mandando nos céus e nossa artilharia está destroçando o inimigo que não conseguem sair das trincheiras, vamos tomar Krivoi Rog de T-62 mesmo.
Kkkkkk
‘Passeiozinho’ bom nas estepes ucranianas.

Daniel
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

lá vem o doido de novo

Nelson Junior
Nelson Junior
Reply to  Daniel
21 dias atrás

Deve ser Gardenal ou Rivotril vencido

Daniel
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

adoro vossos comentários, até tinha uma simpatia pelos russos, mas após ver suas opiniões aqui expressas, vi que estava torcendo para o lado errado

Luis Carlos
Luis Carlos
Reply to  Daniel
22 dias atrás

E hoje foi anunciada a libertação total de Tetyanivka que voltou a ter o nome russo de Tatianovka.
Esse vilarejo foi palco de uma ação espetacular de Comandos russos que atravessaram o Rio Donets e destruíram as posições de artilharia ucra.
Assim, a fortaleza de Svyatogorsk foi tomada com muita pouca resistência.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

Claro…

Arthur
Arthur
Reply to  Daniel
22 dias atrás

Continuo tendo simpatia pelos russos. Até já torci pelo Zelensky. Mas cansei do visual Fred Mercury do ucraniano. Ao menos era divertido ver ele tocar piano…

Sagaz
Sagaz
Reply to  Arthur
21 dias atrás

“Cansei do visual…” Cada vez mais a bandeira vermelha vem desbotando para um tom rosado.

Flanker
Flanker
22 dias atrás

Parece um daqueles caminhões de circo mambembe. Só faltou um penico pendurado…

Luis
Luis
Reply to  Flanker
22 dias atrás

Será que essa coisa que tem motor ou é na base do pedal, tipo pedalinho?

Arthur
Arthur
Reply to  Luis
22 dias atrás

Por essas semelhanças que acho russo parecido com brasileiro.

Luis
Luis
Reply to  Flanker
22 dias atrás

Já foram vistos também dois protótipos de uma versão pra exportação, com dispositivo pra pendurar panelas, que alem de útil na frente de batalha, reforça a blindagem traseira.

tank panela.jpg
Arthur
Arthur
Reply to  Flanker
22 dias atrás

É lembra aqueles artistas itinerantes do Nordeste… Lembra aquelas procissões de carros, motos, bicicletas nos finais de semana… Lembra palhaços… Lembra Brasil, né?

JuggerBR
JuggerBR
22 dias atrás

Seria as ‘gaiolas’ para os soldados levarem seus pets de estimação junto, para combater a depressão que eles sofrem no campo de batalha…
Só senti falta das carcaças das máquinas de lavar…

Luis Carlos
Luis Carlos
Reply to  JuggerBR
22 dias atrás

Bem observado.
Grande parte das trincheiras ucranianas tomadas pelos russos tem animais de estimação.
Deve ser a solidão que os ucros sentem quando estão esperando a morte chegar.
Melancolia.

Daniel
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

lá vem o xings louco novamente

Luis Carlos
Luis Carlos
Reply to  Daniel
22 dias atrás

Isso é sério.
O medo que os ucranianos estão trincheiras nas trincheiras foi objeto de reportagem hoje no YouTube.

Título
‘Pena! Os rostos lamentáveis das tropas ucranianas capturados por drones russos, o corpo está curvado, com medo de ser atacado.’

youtube.com/watch?v=i8mHq2in_2U

É muito grave a situação dos ucros.

JuggerBR
JuggerBR
Reply to  Luis Carlos
22 dias atrás

A coisa ta grave é pro Putin….

Luis
Luis
Reply to  JuggerBR
22 dias atrás

Com certeza:

Putin fez tratamento contra câncer em abril, diz relatório dos EUA

https://noticias.uol.com.br/internacional/ultimas-noticias/2022/06/02/putin-passou-por-tratamento-de-cancer-em-abril.htm

Arthur
Arthur
Reply to  Luis
22 dias atrás

Para qualquer Gaúcho esse tal de câncer se resolve na faça. Se for nos bagos, arranca fora. Acha mesmo que o russo ia se meter nessa fria com cancer terminal? O Biden está caduco: fala coisas sem nexo e está lá comandando os minions europeus. É muito mi-mi-mi!

Gilberto
Gilberto
Reply to  JuggerBR
22 dias atrás

Acho que é pra pendurar cuecas mesmo

Nelson Junior
Nelson Junior
Reply to  JuggerBR
21 dias atrás

Ainda continuo achando que é varal… O clima por lá é muito úmido

Jagdverband#44
Jagdverband#44
22 dias atrás

Estas tripulações sim, estão condenadas a assar nesse forno sobre lagartas.
Coitados.

Maurício Oliveira
Maurício Oliveira
22 dias atrás

A galera da lacração esquece que TUDO que o EB possui em termo de MBT é exatamente da mesma geração desse aí, que tanto fazem deboche.
Quem tem rabo de palha não pode ficar espalhando brasa…

Mafix
Mafix
Reply to  Maurício Oliveira
22 dias atrás

Sabemos o que tem aqui no EB a diferença que ninguem do Brasil sai falando que o exercito brasileiro é o segundo ‘melhor’ do mundo …

Arthur
Arthur
Reply to  Mafix
22 dias atrás

É porque todos sabem que o Brasil é o terceiro ‘melhor’ do mundo.

Maurício Oliveira
Maurício Oliveira
Reply to  Mafix
21 dias atrás

Meu comentário foi sobre a geração dos equipamentos, citei ranking de algum exército?

Capa Preta
Capa Preta
Reply to  Mafix
21 dias atrás

Os leopards 1A5 são dos anos 80, e passaram por modernização em 2005, estes T62 são dos anos 60.

Maurício Oliveira
Maurício Oliveira
Reply to  Capa Preta
21 dias atrás

Ambos projetos dão da década de 60. Quanto à versão 1A5 ser da década de 80 é uma informação que temos, já sobre a versão e idade dos T62 é uma incógnita.

Luis
Luis
Reply to  Maurício Oliveira
22 dias atrás

Em caso de envolvimento em uma guerra, seriamos motivo de deboche no mundo inteiro, como os russos estão sendo, mas não é o caso.

Andre
Andre
Reply to  Maurício Oliveira
22 dias atrás

Que coisa hein. A Rússia que já foi a segunda maior potência mundial rivalizando lado a lado com EUA agora está sendo comparada com o Brasil, mesmo pelos putinzetes.

Que fase hein…

Maurício Oliveira
Maurício Oliveira
Reply to  Andre
21 dias atrás

Gostei muito do seu respeito sobre o contraditório…

Nelson Junior
Nelson Junior
Reply to  Andre
21 dias atrás

Olha essa Russia ai se bobear levava uma surra do Brasil hein…
Cascavel ia fazer a limpa nessas gaiolas ai… e o Riachuelo iria para afundar o Moskova !
Há esqueci que esse já está no fundo do mar

ORIVALDO
ORIVALDO
22 dias atrás

O sol na Ucrânia deve ser muito forte

Márcio
Márcio
22 dias atrás

Meu, é pior que dependendo do material dessas “gaiolas”, não cheira nem fede para os Javelins… Já que eles tem duas cargas explosivas

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
22 dias atrás

Seria mais efetivo colocar uma imagem da Virgem Maria, que esta gaiola..

Arthur
Arthur
22 dias atrás

É inútil contra ATGM com carga dupla, talvez, com muito boa vontade, sirva contra alguns RPGs. Ficam parecendo gaiolas de aves que as tripulações resolveram levar junto. Lembra muito as ‘traquitanas’ que os americanos usavam no Iraque contra os RPG7. Não protege a tripulação, ao contrário, quase impede uma evacuação de emergência. Mas, como russo é teimoso mesmo, continuarão a usar até o fim do conflito. Slava Ucrânia etcetera e tal.

Jacinto
Jacinto
22 dias atrás

O que é esquisito é não usarem blindagem reativa cuja eficácia é comprovada, alem de barata, modular e de fácil e rápida instalação.

Reinaldo Deprera
Reinaldo Deprera
21 dias atrás

Lembram do ARENA?
Lembram do ARMATA?

A opinião de quem acerta continua sendo americanizada ou as opiniões contrárias é que eram esquerdofrênicas?

Opinião do maior especialista do mundo https://www.youtube.com/watch?v=nPCFhd_pmm0

Save Ferris :mrgreen:

Fábio
Fábio
21 dias atrás

Se os Ucranianos fossem pastores de ovelhas sem exército, talvez a Rússia tivesse avançado mais.

Nelson Junior
Nelson Junior
21 dias atrás

Os Russos são os campeões da “gambiarra” !!!

Olha essa agora…

Colocaram um sistema Tor-SC15 terra-ar para proteção aérea das corvetas…
Ou seja, mais uma constatação de que foi um míssel Netune e não marujo fumando cigarro no paiol que afundou o Moskva

https://www.thedrive.com/the-war-zone/russian-black-sea-warship-now-equipped-with-ground-based-sam-system

Mafix
Mafix
Reply to  Nelson Junior
21 dias atrás

Olha não vejo nada de errado em usar como defesa esse sistema .

Nelson Junior
Nelson Junior
Reply to  Mafix
21 dias atrás

Mas o Super Hyper Ultra Cruzadores não tinham o Ultra Mega Blaster S300 naval, Phalanks 630, Etc… para se defender ??
Então era só propaganda ?
Se o sistema de defesa era, como eles mesmos diziam, o melhor do mundo, pra que instalar o Tor-SC15 fixado ?

Jhenison Fernandez
Jhenison Fernandez
21 dias atrás

Está gaiola não compromete o funcionamento dos mordernos acentos ejetores dos tanks Russos ? Rsrs.

Cansado
Cansado
21 dias atrás

Os livros de história do futuro chamarão essa de “A Guerra da Gambiarra”.
É cada coisa esquisita que fazem.
Tá pior que as imagens das gambiarras que o ISIS fazia para se abastecer.
Daqui a pouco um pelotão vai emular o “Padre do Balão” pra invadir o território inimigo…e se vangloriar de ter adotado um novo meio de “assalto aerotransportado não-poluente e sem necessidade de combustível fóssil”.

José Orlando Bento
José Orlando Bento
21 dias atrás

Essa guerra da invasão russa na Ucrânia, deve está trazendo muitas lições para os generais do mundo todo e seus parlamentos. E o Brasil,que se cuide, somos a bola da vez, com o uso da guerra híbrida.Não existe país livres sem estarem preparados para a guerra, com forças armadas fortes a dissuasão ao inimigo, com investimentos em pesquisas em inovação tecnológica na indústria nacional de defesa.Espero, que nossos generais,não estejam dormindo em berço esplêndido. Essa história de país da paz e amigo é blá blá de incompetente. “Se queres a paz, prepare-se para a guerra.”
Professor José Orlando Bento,Democrata cristão.

Últimas Notícias

Apresentação sobre Estudos Estratégicos – Prof. Dr. Vitelio Brustolin

O Prof. Dr. Vitelio Brustolin, Professor de Direito Internacional, Organizações Internacionais e Estudos Estratégicos do INEST/UFF e pesquisador da...
- Advertisement -
- Advertisement -