sábado, junho 25, 2022

Saab RBS 70NG

Cerca de 10 mil soldados ucranianos já morreram em combate

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

Cerca de 10.000 soldados ucranianos foram mortos desde que a invasão russa começou no final de fevereiro, disse um conselheiro militar do presidente ucraniano Volodymyr Zelensky no sábado.

Quando perguntado pelo jornalista Mark Feygyn se 10.000 soldados ucranianos foram mortos, o conselheiro militar Oleksiy Arestovych respondeu: “Sim, algo assim”.

O conselheiro de Zelensky, Mykhailo Podolyak, disse esta semana que entre 100 e 200 soldados ucranianos estão sendo mortos todos os dias.

Arestovych estimou para Feygyn que os números diários de baixas ucranianas eram mais como “200 a 300 morrem, não menos”, mas que os números flutuam.

O conselheiro militar afirmou que, embora cerca de 10.000 soldados ucranianos tenham morrido, as perdas da Rússia foram ainda maiores. O governo ucraniano disse que mais de 30.000 soldados russos morreram, enquanto a inteligência britânica estimou o número em cerca de 15.000. A Rússia não fornece uma atualização sobre o número de soldados mortos desde o final de março.

O Washington Post não pôde verificar imediatamente os números referenciados por Arestovych.

FONTE: Washington Post

- Advertisement -

19 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
19 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Plinio Carvalho
Plinio Carvalho
13 dias atrás

Bom, como em toda a guerra, a verdade já foi para o brejo. A Rússia informa baixas inimigas super elevadas e reduz as suas, os ucranianos provavelmente fazem a mesma coisa que os russos fazem, aumenta o numero de baixas inimigas enquanto reduz o seu numero de baixas. Eu não acredito que nessa guerra infernal, com cidades inteiras destruídas, chuva de artilharia pra todo lado, milhares de blindados destruídos, a Ucrânia tenha perdido só 10 mil soldados.

Fabricio Lustosa
Fabricio Lustosa
Reply to  Plinio Carvalho
13 dias atrás

50 mil no mínimo

Antunes 1980
Antunes 1980
13 dias atrás

Em relação as perdas russas, sempre que o invasor encontra uma força extremamente organizada, tem um número mais alto de baixas.
Ainda mais quando a doutrina é equivocada e acompanhada de equipamentos obsoletos e de baixa eficiência.
Faltou geolocalização, drones, munição guiada, apoio aéreo, e uma força de ataque menos dispersa.
A Rússia não é capaz de conquistar Kiev, a capital, com 2 962 180 habitantes (2021), Kharkov (1 433 866 100 hab.), Dnipropetrovsk (980 948 100 hab.), Odessa (1 015 826 hab.) e Donetsk (905 364 hab.) com menos de 100 mil baixas.

Last edited 13 dias atrás by Antunes 1980
Robo Norris
Robo Norris
Reply to  Antunes 1980
13 dias atrás

Não para te entender, hora pende para o lado Ocidental, hora para o lado moscovita. Talvez você seja facilmente impressionável com argumentos de ambos os lados.

Nilson
Nilson
Reply to  Antunes 1980
12 dias atrás

Uma correção meramente geográfica, Donetsk já estava sob ocupação dos separatistas pró-russos antes do início da invasão de 2022.

Recruta zero
Recruta zero
13 dias atrás

Nesta fase da guerra com certeza as baixas ucranianas estão aumentando já que nas primeiras semanas eram tropas treinadas e com experiência em combate que fizeram o núcleo de resistência, agora tropas com menos treinamento e boa parte sem experiência estão enfrentando forças em situação bem parecida em uma área menor e com intensidade bem maior.

LUIZ
LUIZ
Reply to  Recruta zero
13 dias atrás

Severodnestki esta num fio da navalha. O mesmo que aconteceu em Mariupol soldados e civis ucranianos cercados numa fábrica e as forças russas bombardeando.

Recruta zero
Recruta zero
Reply to  LUIZ
13 dias atrás

Grandes perdas de blindados e aeronaves os russos estão acostumados desde a SGM,enormes perdas no início da guerra foram causadas por premissas erradas e falha no planejamento assim como na SGM,se a Europa Ocidental não fornecer equipamento pesado em grandes quantidades,munição e todo tipo de armas suficientes para montar um exercito completo os ucranianos inevitavelmente vão chegar em um ponto de ruptura onde não vão conseguir segurar e muito menos contra atacar os russos,lembrando que na SGM os russos avançaram pela Europa mesmo tendo perdas de 3:1 em soldados,10:1 em tanques e 5:1 em aeronaves,

Last edited 13 dias atrás by Recruta zero
Nilson
Nilson
Reply to  LUIZ
12 dias atrás

Isso é favas contadas. Desde 15 de abril sabia-se que a situação de Severodonetsk era insustentável, por estar do lado oposto do rio. O que espanta é essa demora de dois meses para ocupá-la…

LUIZ
LUIZ
13 dias atrás

Noticia pra inglês e americano ver. Ninguém no ocidente tem os números reais de baixas de ambos os lados.

Luciano
Luciano
13 dias atrás

Evidente que as baixas sao muito maiores

Heinz
Heinz
13 dias atrás

Creio que o número de baixas, só seá contabilizado de forma correta com o fim do conflito ou um cessar fogo.
Mas um fato é que esse conflito já é um dos mais sangrentos da história, e que ambos os lados estão tendo perdas terríveis, assim como o Oleksiy (ucraniano) afirmou e o Peskov (russo) afirmou

Elisandro
Elisandro
13 dias atrás

Muito provavelmente é maior, tal como as baixas russas anunciadas oficialmente. No entanto, mantenho a tese que as baixas ucranianas são maiores do que as russas pela diversidade de meios empregados pelos russos e pelo maior número de tropas ucranianas em campo. Ou alguém acredita que os ataques com mísseis e bombas russos não causam nenhuma baixa aos ucranianos?

Arthur
Arthur
13 dias atrás

Que grande consolo: “perdemos 10.000, mas matamos mais de 30.000 russos”. Nem vou discutir a veracidade destes números, porque é a mais pura verdade. Depois da munição russa estar permanentemente no fim, a história dos chips de geladeira ucraniana, e a iminente morte e/ou internação de Putin, esse gesto de humildade: perdemos isso, mas matamos aquilo. E os civis? E o país? Com certeza a UE vai aceitar a Ucrânia antes dos demais candidados, afinal não está falida (mas já estava antes da invasão); com certeza o país vai se reconstruir sozinho; e com certeza estabelecerá um período de paz… Read more »

Caerthal
Caerthal
Reply to  Arthur
12 dias atrás

O cara nem sabe quantos ucranianos morreram e mesmo recuando sabe exatamente quantos russos perderam a vida.

Vamos ligar para a CPI das Faiuque Niuus..

Fabio Jeffer
Fabio Jeffer
13 dias atrás

Duvido que foram só dez mil

João da Lua
João da Lua
13 dias atrás

Essa guerra, como tantas outras, é uma catástrofe desnecessária.

Last edited 13 dias atrás by João da Lua
Maurício.
Maurício.
13 dias atrás

Múltiplica esse número por dois ou três, mesmo assim levará muitos anos para o número correto aparecer, se aparecer.

Last edited 13 dias atrás by Maurício.
Anselmo
Anselmo
1 dia atrás

Do meu ponto de vista, se houvesse mais baixas russas que ucranianas, já putin tinha emendado a estratégia. Tendo em conta o poder de fogo e de destruição das bombas russas sugadoras de oxigénio, para não falar já daquelas do tipo hironaga, lançadas em 45, ou mesmo das outras de destruição muito mais massiva, dizia eu, se tivessem a ocorrer mais mortes russas que ucranianas, kieve e outras cidades ucranianas eram já ” uma mão cheia de pó cósmico a circundar a Lua” ! Não que eu quisesse que isso ocorresse, mas olhado para o currículo do presidente russo, tudo… Read more »

Últimas Notícias

Svatovo, primeiro alvo do HIMARS?

A mídia ucraniana tem divulgado vídeos e imagens de uma suposta explosão nas proximidades da cidade ucraniana de Svatovo,...
- Advertisement -
- Advertisement -