quinta-feira, junho 30, 2022

Saab RBS 70NG

Rússia dispara até 50 mil tiros de artilharia por dia. Ucrânia só pode revidar com cerca de 5 mil

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Segundo matéria do Washington Post, a Rússia está disparando até 50.000 tiros de artilharia por dia em posições ucranianas, e os ucranianos só podem revidar com cerca de 5.000 a 6.000 tiros por dia.

Os Estados Unidos se comprometeram a entregar 220.000 cartuchos de munição – o suficiente para igualar o poder de fogo russo por cerca de quatro dias.

Segundo o jornal, a euforia que acompanhou as vitórias iniciais imprevistas da Ucrânia contra as tropas russas desajeitadas está desaparecendo à medida que Moscou adapta suas táticas, recupera seu passo e afirma seu poder de fogo esmagador contra forças ucranianas fortemente desarmadas.

Os sistemas de armas ocidentais recentemente prometidos estão chegando, mas muito lentamente e em quantidades insuficientes para impedir ganhos russos incrementais, mas inexoráveis, na região leste de Donbass, na Ucrânia, que agora é o foco da luta.

Os ucranianos ainda estão revidando, mas estão ficando sem munição e sofrendo baixas a uma taxa muito maior do que nos estágios iniciais da guerra.

Cerca de 200 soldados ucranianos estão sendo mortos todos os dias, contra 100 no final do mês passado, disse um assessor do presidente Volodymyr Zelensky à BBC na sexta-feira – o que significa que até 1.000 ucranianos estão saindo da luta todos os dias, incluindo aqueles que estão feridos.

Os russos ainda cometem erros e também estão perdendo homens e equipamentos, embora em menor proporção do que nos primeiros meses do conflito. Em um sinal de que eles estão sofrendo com a escassez de equipamentos, eles foram vistos em vídeos postados nas mídias sociais transportando centenas de tanques T-62 da era soviética para serem enviados para a Ucrânia.

Mas a trajetória geral da guerra inequivocamente mudou de um dos fracassos russos inesperadamente sombrios e pendeu a favor da Rússia como a força comprovadamente mais forte.

“As estratégias e táticas dos russos são completamente diferentes agora. Eles estão fazendo muito mais sucesso”, disse. “Eles têm mais recursos do que nós e não estão com pressa.”

“Há muito menos espaço para otimismo agora”, acrescentou.

- Advertisement -

55 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
55 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Wellington Jr
Wellington Jr
18 dias atrás

Bem acho que isso estava claro já, com toda a força Ucraniana dependente de equipamentos Soviéticos, munições e equipamentos chegariam a uma fim num momento e devido a intensidade da guerra a quantidade de equipamento sendo inutilizados devido a necessidade de manutenção e até a munição escassa iria se agravando.
A Ocidentalizaçao das forças Ucranianas está até mais rápido do que esperado mais insuficiente para impedir essa disparidade.

karl Bonfim
karl Bonfim
Reply to  Wellington Jr
18 dias atrás

Então é melhor os ucranianos capricharem na pontaria!

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  karl Bonfim
17 dias atrás

Sim, nas fotos que vejo de ataques de artilharia russa vejo muito desperdício de tiro. Tipo numa faixa de cerca de 400 metros muito tiro a esmo sem coordenação e objetivo. Se os Ucraniano usarem as munições com inteligência e objetivo podem mesmo com menos disparos causar mais danos aos russos.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Wellington Jr
17 dias atrás

Amigo isso e guerra de artilharia e as vezes, de saturação de área. E desse jeito mesmo, não importa se o material e russo, chines, americano ou alemão, as munições guiadas são tão caras que só se usa muito poucas e contra alvos fixos.

Marcos borges
Marcos borges
Reply to  Cristiano de Aquino Campos
17 dias atrás

Perfeito, a saturação de área é um tipo específico de missão da artilharia, não exige precisão mais sim concentração dia fogos, é uma alternativa quando não é necessário usar munições caras como as guiada a laser/GPS/Glonass.

Henrique
Henrique
Reply to  Wellington Jr
17 dias atrás

Artilharia não é sniper. É uma arma para bater área, ela é eficaz mesmo sem matar ou destruir nada de valor, porque apenas com seus fogos é capaz de impedir ou dificultar os movimentos do inimigo.
Só de você bombardear as posições do inimigo vai dificultar o uso de seu armamento e fixá-lo em sua posições.

Last edited 17 dias atrás by Henrique
Teropode
Reply to  karl Bonfim
17 dias atrás

As munico Excalibur compensam isto , mais com menos !

Antunes 1980
Antunes 1980
18 dias atrás

A Rússia ainda não conseguiu conter de forma efetiva o abastecimento ocidental de armamentos.
A chegada de material via Moldávia, Polônia e Romênia, me lembra muito a trilha Ho Chi Minh no Vietnã.
Os russos conseguem vez ou outra destruir armazéns, porém o fluxo de entrada não para.

Last edited 18 dias atrás by Antunes 1980
ivan
ivan
Reply to  Antunes 1980
18 dias atrás

Veja que o fluxo diminuiu muito em relação ao início, mesmo os 40 tanques Leo 2A4 prometidos pela Espanha se transformaram em 10 e não se sabe quando irão ser entregues. Essa multiplicidade de fornecedores deve criar um pesadelo logístico: Munições de 120mm ocidentais, 122mm da era soviética, 155mm do ocidente e 152mm ex-URSS, blindados ingleses, australianos, americanos, alemães, poloneses!

Robo Norris
Robo Norris
Reply to  ivan
18 dias atrás

Segundo o portal de notícias Der Spiegel, a Alemanha teria em em “secreto” bloqueado o envio de tanques Leopard 2 à Ucrânia por parte da Espanha. Se isso se confirmar, somado as recentes declarações do presidente Macron, indicaria que a UE não está feliz com o rumo da guerra e está buscando meios de “acelerar a vitória russa” para por fim ao conflito.

Andre
Andre
Reply to  Robo Norris
17 dias atrás

“Robo” Norris

Auto explicativo

João da Lua
Reply to  Robo Norris
16 dias atrás

O risco de um exemplar do Leopard cair intacto nas mãos dos russos deve ser intolerável para os alemães.

Last edited 16 dias atrás by João da Lua
Plinio Carvalho
Plinio Carvalho
Reply to  Antunes 1980
18 dias atrás

Eu não vejo a trilha de Ho Chi Minh, primeiro, a distancia entre os países doadores e a Ucrânia é enorme, isso quer dizer que leva muito tempo para os equipamentos chegarem nas mãos dos ucranianos, segundo e mais importante, as entregas da OTAN não tem um fluxo constante e nem quantidade suficiente, se a OTAN quiser realmente manter a Ucrânia na guerra vai realmente precisar criar a trilha de Ho Chi Minh, ou seja, suprir o exercito ucraniano de forma constante e ininterrupta com armas, munições, blindados, aviões, artilharias, etc.., de forma a permitir que o exercito ucraniano possa… Read more »

Hcosta
Hcosta
Reply to  Plinio Carvalho
18 dias atrás

Esse trilho, ou melhor a rota, também não foi implementado de um dia para o outro…

BJJ_CORAL
BJJ_CORAL
Reply to  Hcosta
16 dias atrás

bom a risco de espionagem

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Plinio Carvalho
17 dias atrás

Creio que estão buscando isso, porém para fazer essa trilha precisa do outro lado ter pessoal para usar. Creio que isso é o caminho que os aliados da OTAN buscam.

Caerthal
Caerthal
Reply to  Plinio Carvalho
17 dias atrás

Suprir uma guerra de infantaria é muito mais simples do que uma guerra baseada na artilharia mecanizada.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Plinio Carvalho
17 dias atrás

Sem falar que a trilha era por montanhas cobertas de florestas, os comboios eram discretos, na Ucrânia e planicies/ estepe, campo aberto, os Rússos vão ver comboios de dezenas de caminhões em estradas.

Caerthal
Caerthal
Reply to  Antunes 1980
17 dias atrás

A pergunta que fica é como o Exército da Ucrânia será capaz de suprir suas tropas situadas a leste do Diepner, tendo em vista a destruição de várias pontes.

Essa é uma guerra muito cruel para alvos fixos.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
Reply to  Antunes 1980
17 dias atrás

Sim más numa guerra de artilharia, você precisa acumular munição em depósitos e ter um fluxo constante de transporte dessa munição. Por isso os Russos voltaram a atacar os depósito e destruir pontes, sem falar que aonde eles estão lutando e campo aberto, a linha ho chi minh era pela selva.

ivan
ivan
18 dias atrás

Não se discute que as perdas russas no início foram muito grandes e as razões disso já foram bem discutidas aqui. O problema é que o Ocidente não vai aguentar os custos da guerra por procuração com a Rússia e logo se voltarão para cuidar de suas economias. Dá para se observar o uso cada vez maior por parte da Ucrânia de combatentes mais velhos, que normalmente não estariam na linha de frente, além de estrangeiros. Um claro sinal de escassez de tropas. Circulam diversos vídeos de tropas ucranianas reclamando das más condições que enfrentam como escassez de comida, munição… Read more »

Robo Norris
Robo Norris
Reply to  ivan
18 dias atrás

Acredito que o único impeditivo ao fim fo conflito seja o Presidente Biden. Não dúvido que uma “linha vermelha” já tenha sido traçada “em secreto” entre Moscou, Berlin e Paris. Só falta os EUA concordarem.

Andre
Andre
Reply to  Robo Norris
17 dias atrás

Parabéns Da Lua, melhor alter ego digital criado. E pela quantidade de likes, o processo todo está melhorando.

O único impeditivo para o fim do conflito é o ditador Putin. Basta ele ordenar a saida das tropas de Ucrânia que o conflito acaba.

Pablo Maroka
Pablo Maroka
18 dias atrás

A questão não é só ganhar os equipamentos, mas mandar para o front.

Nick
Nick
18 dias atrás

Fico repetindo em todos esses tópicos. A Ucrania precisa de CAVALARIA. Se o ocidente quiser manter viva a porção ocidental da Ucrania, vai ter de ceder rápido Leo 2A4/5/6/7; Chalengers, Leclercs, M1A2; junto com IFVs às centenas. Precisa encaminhar drones capazes de bombardeio de precisão contra as posições de artilharia. A guerra com Javelins e NLaws já não existe mais. Caso contrário veremos Putin caminhando em Kiev em breve.

Heinz
Heinz
Reply to  Nick
17 dias atrás

Pode mandar chalengers, leclercs, M1a2, tranformers, megatron.
Tudo isso sem conseguir bloquear ou criar sérias dificuldades a força aérea russa, NÃO VAI ADIANTAR, serão apenas alvos mais sofisticados.
A ucrânia precisa sim de blindados e IFVS, mas precisa mais ainda de defesa AA de médio/ longo alcance, mísseis de longo alcance e aviação de caça.

Nick
Nick
Reply to  Heinz
17 dias atrás

Se for o caso, que também negue o espaço aéreo ucraniano para a Russia. Mas fico imaginando a infantaria ucraniana recebendo a artilharia russa sem poder fazer muita coisa.

Henrique
Henrique
Reply to  Heinz
17 dias atrás

Não há evidência dessa efetiva da força aérea russa. O problema é que os ucranianos não podem deslocar seus Buk e S-300 das aéreas que hoje eles estão protegendo para Donbas. Os Ocidentais deveriam entregar mais sistemas AAe de médio/longo alcance para proteger as tropas no Donbas. MANPADS é eficaz contra helicóptero a 200km/h mas não tanto assim contra caças a 1000km/h.

Last edited 17 dias atrás by Henrique
ivan
ivan
Reply to  Nick
17 dias atrás

Com o devido respeito, gostaria de lembrar que multiplicidade de equipamentos geraria um caos na área logística. Isso sem falar no tempo necessário para treinar os operadores de tais armas. Os EUA não irão mandar os M1A2 e nem drones sofisticados pelo risco não só de um envolvimento mais direto na guerra como a possibilidade de serem tomados e estudados. De outro lado, da minha parte, não acredito que Putin, ao menos agora, queira tomar Kiev (muito defendida e com risco de perdas muito grandes). Ele deve se concentrar no Donbass e talvez, apenas talvez, se dirigir a Odessa (o… Read more »

Nick
Nick
Reply to  ivan
17 dias atrás

Caro Ivan, entendo o pesadelo logístico que seria operar essa multiplicidade de equipamentos, mas, existe uma emergência que não pode ser ignorada. Ucrania ao contrario do Vietnam não tem uma densa selva tropical para proteger a infantaria, infelizmente. Se for o caso que se padronize tudo EUA M1A2, M109, Bradleys, etc. Mas é complicado ver essa meia ajuda que só está atrasando o progresso russo, mas sem inverter os rumos da guerra.

ivan
ivan
Reply to  Nick
17 dias atrás

Acompanho o voto do relator rsrsrsrsrsrsrs

Andre
Andre
Reply to  Nick
17 dias atrás

Sua forças já caminharam em Kiev e de lá foram chutadas.

Paulo Brics
18 dias atrás

“As estratégias e táticas dos russos são completamente diferentes agora. Eles estão fazendo muito mais sucesso”, disse. “Eles têm mais recursos do que nós e não estão com pressa.” “Há muito menos espaço para otimismo agora” Não há surpresa nisto, era o esperado. A não ser para os torcedores da otan que preferem acreditar em notícias fantasiosas para alimentar esperanças vãs e acham que os russos são colegiais amadores incapazes de reinventarem no campo de guerra. Foram forjados através de milhares de anos de guerras brutais, e o mesmo vale para os ucranianos e eslavos no geral. Outro detalhe é… Read more »

Luciano
Luciano
Reply to  Paulo Brics
18 dias atrás

Nem mesmo a lavagem cerebral da mídia ocidental a maior parte das pessoas, está sendo capaz de esconder a realidade.

Caio
Caio
Reply to  Paulo Brics
17 dias atrás

Milhares de anos eles não tem. Mas uns 1000 anos sim. E aí neste período como todo o resto da Eurásia, se mataram pra caramba nas suas guerras Lucas.

Caerthal
Caerthal
Reply to  Paulo Brics
17 dias atrás

Entendo que os T-62 e outras armas já obsoletas serão entregues às novas repúblicas que serão criadas no Leste da Ucrânia, formando algo como uma guarda nacional.

paulotd
paulotd
17 dias atrás

A artilharia Russa tem uma doutrina desde a 2 GM e que ainda funciona. Primeiro eles reconhecem o terreno, hoje usam drones e pelotões avançados. Depois fazem um ataque inicial com os Su-25, Ka-52. Depois o martelo dos MSTa, D-30 e Grad

Heinz
Heinz
17 dias atrás

Ai vem um cara aqui que se denomina “reis” e me diz que os russos estão lutando com forças inferiores aos ucranianos.
Como eu afirmei, os russos possuem superioridade em todas as áreas, principalmente em artilharia, é um milagre que a Ucrânia ainda resista.

Cristiano de Aquino Campos
Cristiano de Aquino Campos
17 dias atrás

Os Russos demoraram a fazer guerra do jeito que eles sempre foram os melhores desde de os tempos de Ivan o terrível, artilharia. Nesse tipo de guerra, quem tem mais e acerta mais longe ganha.

Nilton L Junior
Nilton L Junior
17 dias atrás

Os órgão oficiais think tank do imperialismo atlanticista já começam a ensaiar a retórica para deixar o ze lensqui pendurado no muro dos oligarcas ucra pro nazotan, o velho gagá Biden jah deu declaração que alertou U sobre a intenção de que Z iria bater e que U não se preparou pra apanhar, ou seja a culpa é do comediante.

Sérgio
Sérgio
17 dias atrás

O que mais me chamou a atenção nessa reportagem foi o numero de mortos por dia , a pouco mais de uma semana era de 50 a100, em outra eles ja admitia 100 mortos por dia, agora ja ouvirmos 200 por dia, de uma fonte oficial, e tb nos informa que as baixas russas ja nao sao tao elevadas assim, como eu acho dificil acreditar na justificativa fe que foi so o mês vira e derepente as baixas ucranianas aumentaram 300% acho que a realidade dos numeros esta começando a tomar forma.

Arthur
Arthur
17 dias atrás

Interessante como a mídia americana já está preparando a ataúde do Zelensky. Estão deixando de lado aquela conversa de que a Ucrânia iria vencer a guerra e que o Ocidente (entenda-se Europa e Estados Unidos) derrotaria o governo russo. Agora reconhecem o que o coronel Douglas Macgregor já dizia desde o início do conflito. Mas antes não: engoliram essa estória de vitória esmagadora da pequena Ucrânia contra a Rússia. Só que esta mudança não tem a ver com o campo militar e sim economico: a inflação, escassez de produtos e alimentos e, principalmente o aumento dos combustíveis. Fosse um conflito… Read more »

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  Arthur
17 dias atrás

Pois então, é só voltar ao dia 24/02 e ler as postagem e os comentários para saber quem torcia e quem opinava sobre esse conflito com os fatos objetivos, a Ucrânia mesmo sendo armada e treinada não tinha como se contrapor ao poderio bélico dos Russos, ze lenqui aceitou fazer o papel de aspone dos interesses da nato não porque queria mas porque é um fantoche dos oligarcas ucras e o resultado é um desastre para o povo Ucrâniano e com respingo para o mundo todo, e de quebra estabeleceu as base da multipolaridade eurosino contra ponto ao imperialismo atlanticista.

Andre
Andre
Reply to  Arthur
17 dias atrás

Pare de inventar para tentar diminuir o fiasco russo. Ninguém nunca disse que haveria uma vitória esmagadora ucraniana – bem, vcs putinzetes repetem isso todos os dias, mas só vcs. Aliás quem disse que haveria uma vitória rápida e fácil foi o Putin: duas semanas, ele disse….

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  Andre
16 dias atrás

iii jah começou mudar a conversa

Andre
Andre
Reply to  Nilton L Junior
16 dias atrás

Quando eu disse que haveria uma vitória esmagadora ucraniana?

Como aqui no fórum é tudo por escrito e fica registrado, se eu disse algo parecido, é fácil achar …

Machado
Machado
17 dias atrás

Os vídeos que vejo todos os dias a artilharia Russa despedaça as defesas ucranianas. São muitos corpos espalhados nas trincheiras. Imagens terríveis. A artilharia sempre foi a arma responsável pelas maiores baixas desde a primeira guerra mundial. Os Russos sempre deram especial atenção em sua Artilharia. São milhares de peças de tubo e foguetes. Acabam com QQ resistência e moral. Estão ganhando a guerra pra Rússia

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  Machado
17 dias atrás

Machado permita um aparte, todas as peças de artilharia tem uma vida útil após um número de disparo os Russos tem um armamento padrão sua logística de reposição é padrão, agora imagina a situação dos ucras com aquelas peças de vários países.

Andre
Andre
Reply to  Machado
17 dias atrás

Todos os dias as defesas ucranianas são destruídas e o exercito ucraniano é morto.

E mesmo assim os russos foram chutados de Kiev, Kharkiv, Sumy, e não conseguem sair do Donbass. Agora estão perdendo terreno na região de Kherson.

João da Lua
17 dias atrás

Obus autopropulsado Msta.

Grifon
Grifon
17 dias atrás

E ainda falam que a Ucrânia tem chances rsrs…

wilhelm
wilhelm
17 dias atrás

Essa matéria deve estar errada. Me garantiram aqui nos comentários que o armamento ocidental iria virar o jogo.

Erick Dantas da Silva
Erick Dantas da Silva
17 dias atrás

Só sei de uma coisa mil baixas por dia é insustentável. 200 mortos mais 800 feridos por dia o sistema de saúde ucraniano vai colapsar logo logo. No máximo em 3 meses.

Digo
Digo
16 dias atrás

Alguém sabe se o EB mantém estoques de Munições de Artilharia?

Últimas Notícias

Apresentação sobre Estudos Estratégicos – Prof. Dr. Vitelio Brustolin

O Prof. Dr. Vitelio Brustolin, Professor de Direito Internacional, Organizações Internacionais e Estudos Estratégicos do INEST/UFF e pesquisador da...
- Advertisement -
- Advertisement -