segunda-feira, novembro 28, 2022

Saab RBS 70NG

DOCUMENTÁRIO: The Selling of the Pentagon, 1971

Destaques

Redação Forças de Defesa
Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

A cobertura da Guerra do Vietnã pelas redes de televisão nos EUA foi extensa e ajudou a transformar o sentimento público contra o envolvimento militar americano no Sudeste Asiático.

À medida que a programação de notícias e documentários assumiu um papel mais visível (e lucrativo) na televisão americana, muitas vezes se seguiram controvérsias. Em um discurso televisionado de 1970, o Vice Presidente Spiro Agnew atacou as notícias das redes pelo que ele viu como suas interpretações tendenciosas dos eventos.

Chamando os comentaristas de notícias de “nababos tagarelas do negativismo”, Agnew reclamou que um mero punhado de jornalistas e produtores em três redes determinava o que toda a população do país aprendia sobre eventos nacionais e internacionais. Ele foi especialmente crítico da prática das redes de fornecer “análises instantâneas” diretamente após os discursos presidenciais.

Dos documentários da época, o mais controverso foi The Selling of the Pentagon (CBS, 1971), que relatava a propaganda do governo pró-Guerra do Vietnã e a relação entre o Pentágono e seus contratados corporativos.

A polêmica em torno do programa – principalmente as acusações de que as entrevistas haviam sido editadas de forma a distorcer o sentido do que realmente havia sido dito – levou a uma investigação do Congresso sobre os processos de produção de documentários.

Em última análise, o Congresso não conseguiu obter, como havia solicitado, os materiais de produção da CBS além do programa acabado que foi ao ar, mas a investigação resultou em que as redes andassem com mais cuidado no futuro.

Embora The Selling of the Pentagon tenha demonstrado a eficácia da televisão como meio de jornalismo investigativo, coube aos jornais descobrir as verdades, mentiras e segredos do escândalo de Watergate; no entanto, tanto a PBS quanto as redes cobriram as audiências subsequentes do Congresso no verão de 1973.

As audiências de Watergate se tornaram uma espécie de série de TV de sucesso, muitas vezes atraindo audiências maiores do que os programas diurnos regulares, e foram um fator mensurável na queda da aprovação pública de Richard Nixon.

- Advertisement -

9 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest

9 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Agressor's
Agressor's
5 meses atrás

Infelizmente hoje nenhuma fonte de informação é confiável e imparcial, temos que aprender a filtrar e ponderar sobre tudo que os meios de comunicação mainstream nos passam…Após o advento da 2° Guerra Mundial, os eua passaram a montar uma superestrutura de contrainformação jamais visto no planeta, visando dificultar o acesso a informação verdadeira, e dominar a narrativa da história mundial… A imprensa e as mídias passaram a se tornar num instrumento de alta eficácia para manipulação e controle das massas…A nossa internet hoje encontra-se toda tomada por robôs de origem alienígena e os chamados “bots” correspondem a mais de 50%… Read more »

Last edited 5 meses atrás by Agressor's
Mafix
Mafix
Reply to  Agressor's
5 meses atrás

Mas a função da midia nunca foi ser imparcial e sim antender ao grupo que é dono ou ao grupo que pagar para propagar ou esconder tal informação …

Agressor's
Agressor's
Reply to  Mafix
5 meses atrás

Sim, mas o que eles costumam declarar para o público é diferente disso…Não é…

Klaus
Klaus
Reply to  Agressor's
5 meses atrás

Da uma passadinha na Sputnik Brasil e nos passe alguma matéria em que critique o baixinho mafioso e seus aceclas depois volte e passe o link …ah se puder tire um print aonde você comentou …

WSilva
WSilva
Reply to  Agressor's
5 meses atrás

Faça que nem eu, há 10 anos acesso todo dia sem paixão, sem simpatia veículos de comunicação de cada país, de preferência estatal.

Porém, a maioria das pessoas no ocidente é composta por alienados que consomem diariamente somente aquilo que é fornecido pelo Youtube e Wikipedia, o resultado é mediocridade intelectual.

Ainda que aqui na trilogia exista individuos que fazem parte dessa alienação, é ainda um site onde existe também consciencia de neutralidade e diversificação de informação.

No final das constas, só é feito de bobo e alienado quem quer ou quem se beneficia de alguma forma dessa alienação.

Maromba
Maromba
Reply to  Agressor's
5 meses atrás

Falando em bot$, por onde andam aqueles “american bots” que frequentavam a trilogia? Kkk
Save Ferris 😐
😎👉🏻👉🏻

Carlos Campos
Carlos Campos
5 meses atrás

E atualemente, um laptop com provas da corrupção Biden na Ucrania nem monstram, o fato de cédulas de votação estarem sendo comercializadas, não é nada, não muda o rumo das eleições, contar as cédulas de votação sem pessoas do partido democrata e republicano em volta também, não tem nada de errado, a guerra no Iraque que começou 2003 outra situação que a mídia poderia ter ajudado acabar, não ajudou e etc. os EUA já foram um exemplo.

Carvalho
Carvalho
5 meses atrás

A diferença entre o controle da mídia no Ocidente e na Rússia e China é que no Ocidente é bem mais caro.
Na Rússia basta um cabo e um camburão.

Bosco
Bosco
Reply to  Carvalho
5 meses atrás

A diferença entre o controle da mídia no Ocidente e na Rússia e China é que no Ocidente o cidadão tem acesso às duas, três, quatro… versões do fato , enquanto que nesses países citados só há uma versão, o que constitui não só uma censura e desinformação mas antes de tudo uma doutrinação , um controle mental. Mas como vemos aqui na Trilogia há adultos bem informados que torcem por viverem nesse moedor de cérebros e anseiam serem governados por ditadores e serem explorados por gangs que se autoproclamam “estado”, talvez com a vã ilusão de que farão parte… Read more »

Últimas Notícias

Novo enviado da Rússia à China promete combater ‘hegemonia unipolar’

Embaixador Igor Morgulov diz ao chanceler chinês que a amizade entre os países pode 'superar...
Parceiro

- Advertisement -
- Advertisement -