quinta-feira, junho 30, 2022

Saab RBS 70NG

Eslovênia enviou BMP M-80A para a Ucrânia

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

O exército ucraniano recebeu veículos de combate tipo M-80A da produção iugoslava. Um lote deles foi entregue a Kyiv pela Eslovênia, e isso aconteceu entre maio e início de junho (a data exata é desconhecida). A entrega de veículos blindados foi anunciada pelo ministro da Defesa esloveno Marjan Sarek.

O Ministro da Defesa esloveno comentou as exigências de Kyiv para fornecer o máximo de armas possível, afirmando que a Eslovénia esgotou a sua capacidade de prestar assistência militar, transferindo tudo o que podia para as Forças Armadas da Ucrânia. De acordo com Sarek, fuzis de assalto Kalashnikov, capacetes de proteção, coletes à prova de balas e 35 BMP M-80A removidos do armazenamento foram enviados para a Ucrânia.

Como o ministro enfatizou, a Eslovênia pode fornecer ainda mais assistência à Ucrânia na desminagem do território, bem como no treinamento dos militares ucranianos.

O fato de a Eslovênia pretender doar à Ucrânia um lote de veículos de combate de infantaria iugoslavos M-80A foi relatado em maio deste ano. Este veículo blindado não era mais usado pelo exército esloveno e estava em armazenado a longo prazo. Além disso, alega-se que Kyiv estava negociando com Ljubljana a possível compra desses veículos de combate de infantaria.

O veículo de combate de infantaria M-80A foi desenvolvido na Iugoslávia e colocado em serviço em 1982. Produzido em série na fábrica FAMOS em Hrasnica (Bósnia e Herzegovina) até 1991, um total de cerca de 900 unidades foram fabricadas. Embora o M-80A seja comparado ao soviético BMP-1, ele tem um design original e está mais próximo do francês AMX-10P, do qual emprestou muitos elementos. O BMP tem cinco pares de rodas, enquanto o soviético BMP-1 tem seis. Na versão básica, estava armado com um canhão automático de 20 mm, depois o calibre foi aumentado para 30 mm.

FONTE: topwar.ru

- Advertisement -

16 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
16 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Nilton L Junior
Nilton L Junior
8 dias atrás

Não vai mudar o quadro geral.

Daniel
Reply to  Nilton L Junior
8 dias atrás

Você deve ser doido! Em nenhum momento no artigo é descrito se muda ou não algum quadro, o artigo é um estudo sobre um tipo de equipamento militar, apenas isso, que esse tipo de blindado foi enviado a Ucrânia, mania de querer deturpar tudo.

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  Daniel
8 dias atrás

Olha precisa melhorar um pouco a defesa pro ucra, esta difícil né, eu sei mas vai tentando.

Daniel
Reply to  Nilton L Junior
8 dias atrás

ninguém tá defendendo nada, até desejo que a trilogia lance artigos sobre os armamentos russos, acredito que esse é o objetivo da trilogia, estudar diferentes tipos de armamentos, com certeza não vou sair que nem um alienado dizendo que nada presta, mudando o sentido do artigo que é o seu caso, menos torcida e mais coerência, não me meça por sua régua

Last edited 8 dias atrás by Daniel
Capa Preta
Capa Preta
Reply to  Nilton L Junior
8 dias atrás

O quadro geral e que a Rússia está isolada do mundo, até a china deu “o dedo médio” para Rússia e está aderindo às sanções de produtos de tecnologia crítica, e se aproveitando de sua nova colônia de matérias primas baratas que e o que a Rússia virou para eles, até a nanica Eslovênia está desafiando a Rússia.

PACRF
PACRF
8 dias atrás

Se o Putin imaginou que a OTAN estava enfraquecida e fragmentada, errou feio. Impressiona os países ex-satélites da antiga URSS se desdobrando para ajudar a Ucrânia, até mesmo países pequenos como a Eslovênia se empenham nessa tarefa. Nunca é demais lembrar a tentativa do Trump em enfraquecer e fragmentar a OTAN. Seu objetivo era contribuir com o “amigo” Putin, pois o mesmo o “ajudou” muito nas eleições de 2016 contra Hilary Clinton. Resta saber qual “ajuda” o Putin dará nas eleições daqui para o seu “grande amigo”.

Last edited 8 dias atrás by PACRF
Nascimento
Nascimento
Reply to  PACRF
8 dias atrás

Independente de apoiar o topetudo ou não, já foi comprovado que essa narrativa democrata era falsa. Troque a narrativa. Pare por favor de espalhar fake news aqui

https://www1.folha.uol.com.br/ilustrissima/2021/12/fake-news-da-interferencia-russa-na-eleicao-de-trump-foi-maior-vexame-da-imprensa-americana.shtml

“Fake news da interferência russa na eleição de Trump foi maior vexame da imprensa americanaTVs e jornais propagaram boatos nos últimos 5 anos, sem qualquer comprovação”

Last edited 8 dias atrás by Nascimento
Hcosta
Hcosta
Reply to  Nascimento
8 dias atrás

Ficou provada a manipulação Russa, como o artigo diz.
Os cúmplices de Trump foram condenados e perdoados pelo Presidente.

Os boatos, sim foram uma vergonha, mas a manipulação ficou provada.
E é um artigo muito mal feito, diz uma coisa, a seguir o seu contrário e muda o assunto ao relacionar com outro sem nenhum nexo.

Nascimento
Nascimento
Reply to  Hcosta
8 dias atrás

Não. Ficou comprovado que houve hackeamento dos dados da Hillary Clinton, mas não que houve qualquer conluio nisso tudo, também porque a genia da secretária de Estado usava o email pessoal para tratar assuntos de Estado.

“A investigação terminou em abril, concluindo NÃO TER INDÍCIOS DE QUALQUER CONLUIO para influenciar a eleição. Ao longo de 448 tediosas páginas…”

Já não basta viverem de offtopic, agora ainda vem com fakenews. É de matar, viu?

Hcosta
Hcosta
Reply to  Nascimento
8 dias atrás

https://en.wikipedia.org/wiki/Mueller_report

Ficou provada a manipulação Russa. O que não foi provado foi a ligação direta entre Trump e a Rússia, apesar de membros da sua equipa serem acusados e condenados.

Chevalier
Chevalier
Reply to  Hcosta
8 dias atrás

Um Big Nothing Burguer! Três anos de uma ridícula e midiática investigação baseada numa fake news, num relatório forjado, encomendado pelo comitê democrata a um ex-espião britânico. Como vc mesmo disse, não foi provado nenhuma ligação, mas vc insiste em escrever como se isso fosse um mero detalhe e que “sabe” que ele era culpado, de algum jeito… No fim foi tudo uma mentira requentada durante 3 anos pela mídia para deixar os eleitores na dúvida, e vc ñ cansa de passar vergonha vindo defender os manipuladores que sabiam que não tinha nada. Aliás se alguém alguma vez entrou em… Read more »

Hcosta
Hcosta
Reply to  Chevalier
8 dias atrás

Ficou provada a manipulação Russa nas eleições mas não conseguiram provas de conspiração por parte da campanha.
Semelhante ao que acontece nas casos de corrupção em que é muito difícil de provar sem prova direta. E nestas situações ainda mais difícil porque provavelmente não há pagamentos.
Mas, repito, ficou provada a interferência Russa a favor de Trump.

E foram os democratas que beneficiaram com a manipulação de Putin?
E acredita que é um governo ilegítimo e vem falar de provas? Obama marxista? Quem é que passa vergonha?

Vá tomar uma vacina de lixívia para isso passar…

Adriano Madureira
Adriano Madureira
Reply to  Nascimento
8 dias atrás

Quero ver se quando o velho decrépito da white crypt perder a maioria da câmara após as eleições da Midterm se ele vai dizer que houve interferência russa… Desde que esse conflito começou, na Alemanha, Olaf Schulz foi eleito e foi derrotado nas eleições parlamentares, recentemente Macron foi eleito e tomou uma bordoada nas eleições, perdendo a maioria. O descontentamento dos europeus com seus governos, pode-se refletir nas urnas, oque poderá trazer dificuldades na hora de governar ou até mesmo de se sustentar no poder… Com Joe Biden certamente não será diferente, e se ele perder para os republicanos não… Read more »

Nemo
Nemo
Reply to  PACRF
8 dias atrás

Até o NYT e a CNN já abandonaram essa teoria da conspiração. Na verdade, o Trump só queria ver os países da Europa colocando mais grana em defesa e não destruir a OTAN. O Obama também queria só não colocava no Twitter.

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  PACRF
8 dias atrás

Lembrei de um filme que assisti recentemente. O caso de Richard Jewel. Ele é um segurança de eventos e percebe que um atentado estava em andamento. Por causa disso, consegue salvar um monte de pessoas. Não sei se a história real é essa mas no filme era assim. No fim, ele acaba sendo o principal suspeito e tem sua vida destruída por causa da investigação. Enfim, lembrei pela inversão das coisas. Com todo respeito, você falar que o Trump quis destruir a OTAN? Antes do estopim, que foi a agressão à Ucrânia, Trump foi a última tentativa de salvar a… Read more »

Last edited 8 dias atrás by Felipe Morais
Henrique
Henrique
8 dias atrás

Interessante que nesse conflito a infantaria ligeira (infantes a pé) é absolutamente marginal, constituindo-se de milícias encarregadas de executar apenas missões defensivas e de assédio/guerrilha. É uma guerra de forças mecanizadas/blindadas.

Últimas Notícias

Apresentação sobre Estudos Estratégicos – Prof. Dr. Vitelio Brustolin

O Prof. Dr. Vitelio Brustolin, Professor de Direito Internacional, Organizações Internacionais e Estudos Estratégicos do INEST/UFF e pesquisador da...
- Advertisement -
- Advertisement -