quarta-feira, novembro 30, 2022

Saab RBS 70NG

Sim, este é um (tipo de) M113 em uso pelos ucranianos

Destaques

Guilherme Poggio
Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

Dentre as diversas armas e equipamentos militares doados aos ucranianos por países europeus estão os pouco conhecidos YPR-765. Este tipo de veículo, como será visto em mais detalhe abaixo, derivou do famoso M113.

A versão base do YPR-765 pri possui um canhão de 25 mm Oerlikon KBA-B02 e uma metralhadora FN MAG na torre. Mas os carros vistos na Ucrânia são provavelmente YPR-765 pri.50 com uma metralhadora Browning M2 de calibre .50. Além disso, existem versões de comando, médica, de carga e outras do YPR-765. Exatamente quantos veículos blindados de transporte de pessoal e qual configuração entraram nas Forças Armadas da Ucrânia é atualmente desconhecido.

As informações e fotos abaixo são do Tanks encyclopedia

O projeto do YPR-765 foi o resultado de um longo desenvolvimento, iniciado em 1967, quando a FMC (Food and Machinery Corp) começou a aprimorar o M113 para participar do programa MICV-65 do Pentágono (Veículo de Combate de Infantaria Mecanizado, 1965), mas os soldados americanos não se interessaram por este carro, escolhendo o M2 Bradley. De qualquer forma, a FMC decidiu comercializá-lo para exportação como uma alternativa barata ao Bradley e possível atualização para sua produção, resultando no PI M113A1 em 1970. Quatro veículos de avaliação foram construídos e eventualmente foram escolhidos pela Holanda, fazendo um pedido de 880 veículos em 1975, que foi re-designado YPR-765. Após modificações, o pedido foi alterado para 2.079, dos quais 815 seriam fabricados localmente sob licença e 1.264 em coprodução com a FMC.

Projeto

Embora o núcleo do AIFV/YPR ainda fosse o antigo M113, muitas mudanças foram feitas internamente. Primeiro, o motorista estava localizado na frente esquerda do casco (ao lado do motor e da transmissão) e o comandante sentado atrás dele e havia uma torre de um homem à sua direita. O casco era feito de alumínio soldado, mas a blindagem laminada de aço espaçada foi aparafusada na lateral e na frente, com o vazio preenchido com espuma de poliuretano. Além da proteção adicional, este último adicionou flutuabilidade e permitiu transportar mais carga útil, permanecendo totalmente anfíbio. A seção inclinada traseira recebeu uma rampa única. Tanques de combustível adicionais ocorreram na parte de trás, em ambos os lados.

O Detroit Diesel Allison 6V-53T desenvolveu 267 hp (195 kW) a 2800 rpm para uma relação potência/peso de 19,29 hp/t. Ele estava localizado na parte frontal direita do casco e permanecia acessível pela escotilha dianteira, grande o suficiente para extrair todo o motor e substituí-lo em campo ou na manutenção diária. Este conjunto era idêntico ao que impulsionava o M113A1, mas com maior capacidade de radiador e turbocompressor. A transmissão era mais robusta, adequada para tarefas pesadas. O motorista tinha acesso a uma escotilha deslizante, periscópios com a visão IR passiva, enquanto a cúpula do comandante, que tinha travessia completa, também recebia cinco periscópios (sendo um IR com ampliação variável de 1x a 6x).

O armamento principal estava centralizado dentro da torre de um homem, no lado direito atrás do motor. Com uma travessia eletro-hidráulica, ele pode se elevar de -10 a +50° rápido o suficiente (60°/seg) para responder a qualquer ameaça com seu canhão principal Oerlikon Contraves 25 mm KBA-B02. Este último é alimentado duplamente (duas bandas de munição) com 180 cartuchos de munição pronta para uso, enquanto mais 144 são armazenados dentro do casco. À esquerda há uma metralhadora coaxial FN MAG de 7,62 mm (230 rodadas prontas, 1130 armazenadas). Os sete infantes transportados (seis com as costas voltadas para fora e um sentado entre o comando e a torre) podiam usar suas armas através de aberturas.

O YPR-765 entrou em serviço em 1975 e foi colocado em ação pela primeira vez com a IFOR Bósnia em 1997. Durante a guerra no Afeganistão, vários YPR-765 foram equipados com blindagem adicional (tijolos ERA e blindagem de ripas). Este IFV/APC foi programado para ser retirado para serviço devido a cortes orçamentários pós-guerra fria e ser substituídos por 183 CV9035NL, 400 veículos Fennek de rodas e 200 Boxer.

Países como Barein, Egito, Jordânia e Chile compraram centenas desses veículos. As 139 unidades chilenas (foto abaixo) foram adquiridas tanto da Holanda como da Bélica.

FONTE: Tanks encyclopedia

- Advertisement -

14 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest

14 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Nilton L Junior
Nilton L Junior
5 meses atrás

Agora vai.

Vinicius 023
Vinicius 023
Reply to  Nilton L Junior
5 meses atrás

Cara, vc tem algum problema? Em todo post tá comentando isso.

Lana Alves
Lana Alves
Reply to  Vinicius 023
5 meses atrás

Vinicius, você perguntou para um cara que apoia guerra, guerra expansionista que partiu de um ditador (Putin, lotado de nazistas de São Petersburgo – Wagner e cia) se ele é doente?
O que você acha? kkkkkk

Teropode
Reply to  Vinicius 023
5 meses atrás

Frustração não tratada virou ódio mimizento , uma pena , o Sr unasul tá afetado !

Heinz
Heinz
Reply to  Vinicius 023
5 meses atrás

Ele acredita que a URSAL vai vingar, então não espere muito.

Jagdverband#44
Jagdverband#44
Reply to  Nilton L Junior
5 meses atrás

coitado do doente

Camargoer.
Camargoer.
5 meses atrás

Olá Paulo. Boa. riso.

carvalho2008
carvalho2008
5 meses atrás

Longa via aos M-113….!

É sempre assim…vai tudo pra garagem….mas quando a guerra aparece…lá vai ele….independente das gerações….

Rafael Gustavo de Oliveira
Rafael Gustavo de Oliveira
5 meses atrás

Editores…eu poderia jurar de pé junto que esse é um K-200 sul coreano…mas não vou…rs

muito parecido

k200.jpg
Fernando RJ
Fernando RJ
Reply to  Guilherme Poggio
5 meses atrás

Versao hilux

Teropode
5 meses atrás

🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤔🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤔🤣🤣🤔🤔🤔🤔🤔🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣🤣

Teropode
5 meses atrás

O formidável M113 , dificilmente veremos um chassi com tamanha capacidade para adaptações , possui uma mecânica de geladeira e o melhor ; o deserto tá lotado deles …….

Last edited 5 meses atrás by Teropode
Mafix
Mafix
Reply to  Teropode
5 meses atrás

Não fala que tem mecanica de geladeira que os russos roubam para fazer outras armas la no pais deles , geladeira é um artigo de luxo na Russia …

Últimas Notícias

IMAGEM: Ataques russos à infraestrutura deixam a Ucrânia na escuridão

As imagens de satélite mostram o território da Ucrânia às escuras pela falta de energia elétrica provocada pelos ataques...
Parceiro

- Advertisement -
- Advertisement -