terça-feira, agosto 16, 2022

Saab RBS 70NG

Oryx: Rússia perdeu 800 tanques na Ucrânia

Destaques

Guilherme Poggio
Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

O site oryxspioenkop.com, que acompanha e documenta as perdas de equipamentos militares russos e ucranianos na Guerra na Ucrânia, informou na sua conta Twitter que a Rússia atingiu a marca de 800 carros de combate perdidos na guerra em andamento.

Como “perdidos” a equipe do site considera que o veículo foi destruído, colocado fora de ação, abandonado ou tomado pelo inimigo. Cada uma dessas perdas está visualmente identificada, seja por fotos ou vídeos.

O site Oryx é uma comunidade independente das forças que combatem na Ucrânia e uma das fontes mais críveis sobre a perda de equipamentos dos dois lados.

.,nl,

- Advertisement -

79 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest

79 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Fabricio Lustosa
Fabricio Lustosa
1 mês atrás

Ué? Diminuíram os números? Achei q iam aumentar depois da cabra bomba.

PACRF
PACRF
Reply to  Fabricio Lustosa
1 mês atrás

Não, os números só aumentam, são mais de 120 dias de guerra contra um inimigo muito mais fraco. Comparando: o Reino Unido deslocou suas tropas por 12.000 km pelo mar e derrotou a Argentina em 74 dias. A Rússia, nem precisa deslocar suas tropas pelo mar, basta atravessar a fronteira a pé. Mesmo assim…

Flávio
Flávio
Reply to  PACRF
1 mês atrás

Comparar o exército argentino despreparado com o da Ucrânia que já vinha tendo treinamento da Otan por baixo dos panos?

Jaime Matos
Jaime Matos
Reply to  Flávio
1 mês atrás

treinamento, tinha sim mas armas nao. a Ucrania pecou em nao se armar achando que a russia iria manter o acordo de nao invadir

Jesus Baccaro
Jesus Baccaro
Reply to  Jaime Matos
1 mês atrás

Tinha armas e fortificações. Que estão sendo demolidas pouco a pouco e alvos estratégicos sendo destruidos todos os dias.

Chevalier
Chevalier
Reply to  PACRF
1 mês atrás

Olha, ñ dá pra comparar os hermanos, eles eram bem mais fracos q a Ucrania. E ali foi uma guerra mais aeronaval do que terrestre. Não precisa forçar tb.

gari
gari
Reply to  PACRF
1 mês atrás

Menos, no caso a Argentina era a Invasora, não teve o exército praticamente e os anglos tb contavam com o apoio EUA/OTAN.

Luís Henrique
Reply to  PACRF
1 mês atrás

O Reino Unido nem pisou no território continental argentino, não enfrentou todo o exército argentino, muito menos reservistas sendo alistados em um esforço de guerra devido ao perigo de perderem o país.
O Reino Unido lutou basicamente uma guerra aeronaval e pouquíssimo combate na ilha que dispunha em sua maioria de recrutas e em pequeno número.
Não tem comparação.

sergio
sergio
Reply to  PACRF
1 mês atrás

Muito mais fraco ?????
1/5 milhão de tropas com mais de 10.000 misses anticarro ???
e fraco pra vc ????
e melhor se informar viu !!!!!

Jesus Baccaro
Jesus Baccaro
Reply to  PACRF
1 mês atrás

Entendi. A Ucrânia vinha acumulando material e recebendo treinamento da Otan desde o golpe de 2014, principalmente o treinamento dos batalhões nazistas e do nada vira uma Argentina na guerra? O ex presidente Poroshenko disse claramente que usou o Tratado de Minsk, mediado por RU e França, para ganhar tempo na economia e criar um exercito forte para retomar o Donbass. E ficaram desde 2014 criando fortificações ao redor do Donbass, que são dificeis de penetrar. Estavam muito bem armados e com tropas treinadas. A Rússia desferiu um belo golpe nos nazistas, que só se mantem lutando com os “recebiveis”… Read more »

Wilson Look
Wilson Look
Reply to  Fabricio Lustosa
1 mês atrás

OS números aumentaram na verdade, antes era apontado o número de 774 unidades, os números maiores se referem a todos os tipos de veículos perdidos, de MBTs a caminhões e jipes sem blindagem.

Ze das Couve
Ze das Couve
Reply to  Fabricio Lustosa
1 mês atrás

Enquanto você escreve já foram embora mais quatro. Agora são 804. Acabei de ver lá no link.

Donald
1 mês atrás

É tudo invenção da mídia Ocidental. Eu vi na mídia verdadeira aquela que não mente nunca… Sputnik, RT, SouthFront,kkk.

Donald
1 mês atrás

A-10 ia fazer a festa 🥳🥳🥳

Donald
1 mês atrás

Esse Capetinha ia fazer a festa sobre essas latas velhas.

Hoje eu tô no modo Hard para putinetes.

a-10-thunderbolt-usaf.jpg
Oráculo
Oráculo
Reply to  Donald
1 mês atrás

Nesse conflito cheio de Manpads?

Aonde caças e Helicópteros de ataque voam na altura das árvores pra tentar evitar Stingers e Iglas?

Não teria o mesmo sucesso do Iraque e Afeganistão. Os céus da Ucrânia não estão pra brigadeiro.

A melhor forma de destruir tanques é como os ucranianos estão fazendo com sucesso: Javelin, Nlaw e Carl Gustaf.

Esses sim os vencedores dessa guerra até o momento.

Adunlucas
Adunlucas
Reply to  Oráculo
1 mês atrás

O A-10 ia destruir vários tanques, mas com várias perdas. Não vejo os A-10 tendo menos sucesso que os Su-25. Acho que nunca vamos conhecer o desempenho real do A-10 em um cenário em que ele é contestado. Mas veríamos alguns voltando pra base bem danificados.

Caerthal
Caerthal
Reply to  Donald
1 mês atrás

O ambiente defensivo de agora tornaria provavelmente proibitivo que os ucranianos empregassem o A10.

Augusto
Augusto
Reply to  Donald
1 mês atrás

Sim, mas teriam que enviar dezenas de F-35 e F-15 e mais algumas baterias de Patriot para o A-10 conseguir ser efetivo na Ucrania.

Não sei se você sabe, mas esse tipo de aeronave não é indicada a ser usada contra um inimigo que possui superioridade aérea.

Donald
1 mês atrás

O Futuro de Moscou se continuar nessa agressividade é ficar dando ouvidos para os lunáticos euroasianos.

FB_IMG_1656249572194.jpg
Henrique
Henrique
Reply to  Donald
1 mês atrás

Futuro do mundo você quer dizer! ..

Donald
Reply to  Henrique
1 mês atrás

Sim, infelizmente. Um mundo onde humanos será raro. Fico me perguntando será que a civilização sobreviveria. Voltaríamos a serem caçadores-coletores.

Regis
Regis
Reply to  Donald
1 mês atrás

Pois começo a achar que a Rússia deveria tirar da cabeça esta ideia de se tornar um país europeu. Os europeus jamais a reconheceram como parte do ocidente. Então talvez seja hora de começar a se voltar para suas terras que ficam na área asiática, com vastos recursos naturais e pouco habitadas. Seria complicado sim, mas não impossível. E que se dane a Europa.

Luis
Luis
1 mês atrás

Não podia ser diferente com tanto cacarecos:

tank panela.jpg
Carlos Gallani
Carlos Gallani
Reply to  Luis
1 mês atrás

Ja que é pra morrer mesmo eu gosto da ideia de nem ver o que me atingiu, deve ser pra isso toldinho!

JuggerBR
JuggerBR
1 mês atrás

Num TO em que os dois lados usam as mesmas armas, e armas são tomadas o tempo todo, é difícil distinguir o que foi destruído por cada lado… Fogo amigo também deve ser outro pesadelo…

Vinicius 023
Vinicius 023
Reply to  JuggerBR
1 mês atrás

Tá passando pano?

JuggerBR
JuggerBR
Reply to  Vinicius 023
1 mês atrás

Não, só que é bem confuso lutar nestas condições, pra todos que estão lá

RDX
RDX
1 mês atrás

O MBT atual é um meio pesado, caro e vulnerável ao ATGM de última geração. É tão útil no campo de batalha moderno que o USMC (a maior força expedicionária do mundo) desativou seus Abrams. A tendência é substituir o MBT por light tank para apoiar a infantaria (caso do USMC) e/ou por VCI/VBTP para infiltrar infantes/comandos (pesadamente armados com manpads, ATGM e lança-rojões) em áreas varridas por artilharia de precisão e UCAV (tática observada nos conflitos de Nagorno-karabakh e da Ucrânia).

Last edited 1 mês atrás by RDX
Henrique
Henrique
Reply to  RDX
1 mês atrás

Bem colocado.. nesse conflito poderiam ser os cacarecos dos T6 e T72, T80 ou os mais modernos T90 assim como Leopards, Lecrec’s, Black Panthers, M1, Markavas ou qualquer outra coisa sobre lagartas que empregados da forma que os russos estão empregando teriam o mesmo destino.
Entrar em zonas urbanas com blindados tendo inimigos cheios de ATMs modernos é certamente uma temeridade para QUALQUER força.

Augusto L
Augusto L
Reply to  RDX
1 mês atrás

O USMC desativou seus tanques porque o TO do pacifico não é o ideal para emprego de tanques e o USMC esta voltando a ser o que era antes da 2GM um corpo de infantaria para apoiar a USN a controlar os mares.

Oráculo
Oráculo
Reply to  Augusto L
1 mês atrás

Foi uma decisão do Alto Comando do USMC, após receber a missao de preparar a força para uma guerra no Pacífico.

Porém com essa “nova Guerra Fria” que vai surgir na Europa, já tem site militar americano dizendo que não será surpresa se o próximo comandante voltar atrás nessa decisão.

E inclusive apontam o novo Light Tank que o US Army está testando como uma solução que já virá pronta no caso da mudança de planos.

Hcosta
Hcosta
Reply to  RDX
1 mês atrás

E quem protege a artilharia e a infantaria?

Material arquivo
Material arquivo
Reply to  Hcosta
1 mês atrás

Veículos semelhantes ao Freccia e Centauro…até 35 toneladas armados com mísseis anti-tanque, 35mm e/ou canhão 120mm
Esse seria o papel de um desembarque rápido…depois seria o uso de MBT.

Last edited 1 mês atrás by Material arquivo
Palpatine
Reply to  RDX
1 mês atrás

O plano é substituir os MBTs que são vulneráveis aos misseis AC de ultima geração, por blindados leves que são vulneráveis a praticamente qualquer armamento AC e que ainda podem ser destruídos facilmente por IFVs?

gari
gari
Reply to  Palpatine
1 mês atrás

né, MBTs não protegem, então vamos fazer guerra só de toyota. Coletes tb n protegem contra .50, vamos acabar com eles. acho que é por essa lógica que teremos a próxima guerra com paus e pedras.

Bardini
Bardini
Reply to  RDX
1 mês atrás

Mais baboseira sobre MBT…
.
O USMC desativou os seus, simplesmente pq mudaram a forma como vão atuar em um conflito, para encarar a expansão da China.
.
O US Army não abriu e não vai abrir mao de MBTs. A GD está para apresentar um novo MBT, inclussive: https://www.youtube.com/watch?v=-JigFW_PQpY&ab_channel=DefenseWebTV

Last edited 1 mês atrás by Bardini
RDX
RDX
Reply to  Bardini
1 mês atrás

Eu não sou dono da verdade, muito menos você. Não existe consenso nem entre generais e renomados analistas de assuntos militares. A verdade é que o USMC desistiu do MBT para enfrentar os chineses, iranianos e outras ameaças potenciais. Análise muito interessante sobre o assunto: https://www.realcleardefense.com/articles/2022/03/28/the_marines_got_rid_of_their_tanks_is_ukraine_making_them_look_smart_or_too_smart_for_their_own_good_823985.html Destaque para este trecho: “Parece mais provável que ele esteja fazendo uma aposta ainda maior: que o redesenho para a luta contra a China criará uma capacidade fungível, leve e de alta tecnologia, permitindo que os fuzileiros navais ajudem a força conjunta em qualquer operação. Nessa visão, a própria guerra mudou. Mísseis de precisão, drones, capacidades… Read more »

Last edited 1 mês atrás by RDX
Agnelo
Agnelo
Reply to  RDX
1 mês atrás

RDX Não se pode confundir o terreno, as capacidades de cada ameaça e a postura em combate. Uma guerra no pacífico não comporta bem meios pesados, além disso, o USArmy diminuiu a proporção de meios médios e aumentou os pesados, em relação as Guardas Nacionais. Ou seja, para a guerra terrestre, as Forças Americanas mudaram a postura de emprego de cada Força, com o aumento de responsabilidade “terrestre” do USArmy, e deixando a Projeção do Poder Naval sobre Terra com a Navy+Marines. A Ucrânia está em uma postura defensiva, onde os ATGM podem ser melhor empregados. Em uma postura ofensiva,… Read more »

Bardini
Bardini
Reply to  RDX
1 mês atrás

Tu tais falando um amontoado de nada com nada… . O USMC focou em ser o que deveria ser: força de reação rápida. . Do teu próprio link, o que importa é isso: . Berger did not explicitly argue that tanks are valueless in modern warfare. Instead, he appeared to be arguing that because tanks are useless in the Western Pacific theater, the Corps had to divest its armor and invest in technology appropriate for the “highest-priority” China fight. He made clear the U.S. Army would continue to provide “heavy ground armor capability” for what he insinuates are lower-priority fights… Read more »

Salim
Salim
Reply to  RDX
1 mês atrás

Trophy e a solução , caro mais funciona. Iron Dome, Patriot, Thaad., F35,F22, missil guiado quantidade…. tudo caro, tecnologia avançada que russia não tem. Agora esperar teste equipamento Chinês pra ver se funciona ou e fake.

Arthur
Arthur
1 mês atrás

Que barbaridade! Oitocentos tanques perdidos! Sem falar nas centenas de milhares destruídos, avariados e capturados! Agora a Rússia vai tomar uma sova da Ucrânia e depois da OTAN. Não vejo a hora de assistir o discurso da vitória junto ao Kremlin e me emocionar com o Freddie Mercury ucraniano e seu staff descamisado. Isso se sobrar alguma coisa da Ucrânia… Slava Ucrânia etc e tal. PS: Também estou no modo Hard: Hard Power! kkkk!

Pedro
Pedro
Reply to  Arthur
1 mês atrás

Ja chegaram em Kiev?

Vinicius 023
Vinicius 023
Reply to  Arthur
1 mês atrás

Pq os Russos fugiram de Kiev?

Ze das Couve
Ze das Couve
Reply to  Arthur
1 mês atrás

Não, não. Agora são 804.

Joanderson
Joanderson
1 mês atrás

Se a Rússia so tivesse o armata no campo de batalha sera que o novo tanque se sairia melhor ?

Henrique
Henrique
Reply to  Joanderson
1 mês atrás

Iriam ter o mesmo destino, qualquer que fosse o meio, seja russo ou ocidental.

Palpatine
Reply to  Henrique
1 mês atrás

Essa nova geração de misseis AC atingem justamente onde a blindagem é mais fina, também acho que os blindados ocidentais não podem resistir ao Javelin e NLAW

Elisandro
Elisandro
Reply to  Henrique
1 mês atrás

O Armata é descrito como possuindo defesa ativa, tal qual o Merkava israelense. Partindo deste princípio, a sobrevivência dos tanques seria maior.

Henrique
Henrique
Reply to  Elisandro
1 mês atrás

Caro Elisandro, mesmo com defesas ativas é muito difícil escapar de um moderno ATM, vide os tanques israelenses no Líbano que tiveram muitas perdas com sistemas mais arcaicos que os Javelins inclusive. O próprio T90 que, teoricamente tem sistema ativo, já teve baixas na Ucrânia.

Slow 🇧🇷
Slow 🇧🇷
Reply to  Henrique
1 mês atrás

Ucrânia recebeu mais de 20 mil armas antitanque isso é o mínimo .. e ainda sim continua perdendo cidade ..

Ramon
Ramon
Reply to  Joanderson
1 mês atrás

Na atualidade literalmente todos os modelos de tanques da Otan , chinês, Russo, estão vulneráveis a literalmente qualquer arma anticarro ou drones mequetrefe que tem por aí, no momento os blindados que vem se mostrando mais eficiente a essas armas são os blindados israelenses que tem sistemas de proteção contra essas armas, mas que eu saiba até a atualidade em combate real os israelenses enfrentaram só RPGs não tenho conhecimento se aguenta sistemas mais modernos, então se eu fosse um ministro da defesa e se Israel permitisse no momento eu compraria apenas tanques israelenses, pq o resto está se mostrando… Read more »

Palpatine
1 mês atrás

Gosto muito de blindados, quais livros e artigos devo ler para entender melhor como funciona os MBTs e IFVs?

Ze das Couve
Ze das Couve
Reply to  Palpatine
1 mês atrás

Aí depende. Você saber do ponto de vista histórico?. Conhecer veículo por veículo? O que não falta é livro na praça.

Palpatine
Reply to  Ze das Couve
1 mês atrás

Gostaria de conhecer melhor as características de cada MBT

Jacinto
Jacinto
Reply to  Palpatine
1 mês atrás

Na minha opinião, a melhor editora de livros militares é a Osprey Publishing, que é britânica. Eles vendem os livros em PDF no site deles, e custa sempre algo em torno de 10£, então é meio caro. Parte do acervo também está na Amazon e pode ser ida no Kindle.

Palpatine
Reply to  Jacinto
1 mês atrás

Muito obrigado

Pedro Fullback
Pedro Fullback
1 mês atrás

Duas lições que a Rússia pode nos dar: tenha equipamentos militares em grande número e tenha equipamentos militares produzidos localmente.

Não adianta ficar comprando equipamentos militares em pequenos números, se a Rússia tivesse pequenos números, teria perdido a guerra.

500 blindados é superior a quantidade de blindados de muitos países.

Palpatine
Reply to  Pedro Fullback
1 mês atrás

Somando todos os MBTs Leopards 1A1/1A5 e M60 do EB não da oque os russos perderam na Ucrânia

Zorann
Zorann
Reply to  Palpatine
1 mês atrás

não dá nem a metade…. deve dar ai uns 280..

Wilson Look
Wilson Look
Reply to  Zorann
1 mês atrás

Dá mais.
Foram ao todo: 91 M60A3TTS, 128 Leopard 1A1BE e 250 Leopard 1A5BR. Isso dá 469 MBTs(claro que o número de unidades ativas é bem menor)

RDX
RDX
Reply to  Wilson Look
1 mês atrás

O EB possui cerca de 250 carros de combate. Os Leopard 1A1 foram substituídos por Leopard 1A5 remanejados dos RCC. O 20º RCB ainda opera cerca de 28 M60A3.

Luís Henrique
Reply to  Palpatine
1 mês atrás

Se perderam 800 é equivalente à frota de Alemanha, Reino Unido, Itália e Suécia somados.

Material arquivo
Material arquivo
Reply to  Pedro Fullback
1 mês atrás

Eu penso o oposto em relação ao 1 tópico. Prefiro 300 Merkava com defesa ATIVA usado de forma integrada com helicópteros, drones, apoio de infantaria do que 1000 T-90. Essa quantidade passa a ser um problema logístico enorme e elevar as mortes das tropas. É preciso ser profissional, saber o que fazer e fazer bem feito. A questão é que Putin achou que a Ucrânia não teria reação, matematicamente a Rússia venceria, os russos achavam que venceriam pelo MEDO, o fator surpresa (zelensky e povo ucraniano) acabou com o moral dos russos. Tem coisas que não é mera matemática. Por… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Material arquivo
Salim
Salim
Reply to  Material arquivo
1 mês atrás

Incluindo a entrada Otan da Finlândia e Suécia e o bloqueio terrestre Lituânia. Pudim enterrou a Rússia, material e moral sendo moído Ucrânia e fortalecimento robusto da Otan.

Ze das Couve
Ze das Couve
Reply to  Pedro Fullback
1 mês atrás

Tem uma outra lição muito importante também. Prepare bem suas tropas antes de invadir um país. Não dá para ficar chamando recruta no meio do avanço.

Neural
Neural
Reply to  Pedro Fullback
1 mês atrás

Mickeyboys chorando em 3,2,1

Oráculo
Oráculo
1 mês atrás

Por falar em tanques, o US Army revelou hoje o modelo escolhido para ser seu novo Light Tank.

Eles pretendem comprar mais de 500 desses capetinhas.
Os caras não sabem brincar.

https://www.defensenews.com/land/2022/06/28/us-army-unveils-contract-to-build-new-light-tank-for-infantry-forces/

6F6VF25GCFF2HFJCOITRJSGNPE.jpeg
Mafix
Mafix
Reply to  Oráculo
1 mês atrás

Boa opção para o EB visto que as pontes aqui do bananil não suportam tonelagem alta .

Hoplita
Hoplita
1 mês atrás

Aqui mesmo no site, na matéria sobre “Se a guerra na Ucrânia pode destruir as FFAA russas?”, são apresentados os seguintes números:

“De acordo com dados divulgados pelos militares ucranianos, a Rússia viu mais de 35.000 soldados mortos, bem como 1.500 tanques e 217 aviões de combate destruídos. Pelo menos meia dúzia (ou mais) caças-bombardeiros Sukhoi Su-34 “Fullback” estavam entre as aeronaves abatidas”. 

Come se vê os números são muito discrepantes. Sugiro parcimônia e menos torcida nessas informações. Já bastam os telejornais que nada informam

Slow 🇧🇷
Slow 🇧🇷
1 mês atrás

800 tanques comparado a mais de 25 mil armas antitanque enviadas pra Ucrânia oque tem de mais nisso ? Não impediu a Ucrânia de continuar perdendo território ..

Ze das Couve
Ze das Couve
Reply to  Slow 🇧🇷
1 mês atrás

Mas promoveu a desmilitarização do Exército de Putin.

Fabio Jeffer
Fabio Jeffer
Reply to  Ze das Couve
1 mês atrás

O couve, seus comentários não contam, vc disse que os Ucranianos cercados em Mariupol estavam recebendo comida por drones do Ifood e iam romper o cerco. A couve anda estragada

Slow 🇧🇷
Slow 🇧🇷
Reply to  Ze das Couve
1 mês atrás

Tanto que tem 2 países querendo entrar pra OTAN de medo 🤣🤣🤣🤔🤔 ué e diversos outros vão aumentar o orçamento

George
George
Reply to  Slow 🇧🇷
1 mês atrás

Opa. 807 já e contando.

okcsjpoejncwpoie.jpg
Lana alves
Lana alves
Reply to  Slow 🇧🇷
1 mês atrás

Escreve isso porque não era você dentro do tank kkkkkk
Criança na Internet.

Agnelo
Agnelo
Reply to  Slow 🇧🇷
1 mês atrás

Ucrania já não tinha praticamente domínio sobre quase 20% de seu território…. com a invasão, passou pra quase 25%… ou seja….. o desempenho russo está terrível….

MaiconAfonso
MaiconAfonso
1 mês atrás

Perdeu um monte de T72 que a Rússia não liga. A Ucrânia perdeu tudo foi reposto com velharias soviéticas

José Arend
29 dias atrás

É possível. Mas os Ucranianos perderam 3 vezes mais.

Últimas Notícias

Viatura blindada Lince K2 chega à 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada

Cascavel (PR) – A 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada – Brigada Guarani – recebeu o primeiro lote da nova...
Parceiro

- Advertisement -
- Advertisement -