sexta-feira, agosto 19, 2022

Saab RBS 70NG

Rússia pode comprar drones do Irã para usar na Guerra da Ucrânia

Destaques

Guilherme Poggio
Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

A Casa Branca disse nesta segunda-feira (11/7) que acredita que a Rússia está se voltando para o Irã para receber “centenas” de veículos aéreos não tripulados, incluindo drones com capacidade de combate, para uso em sua guerra na Ucrânia.

O conselheiro de segurança nacional dos EUA, Jake Sullivan, disse que não está claro se o Irã já forneceu algum dos sistemas não tripulados à Rússia, mas disse que os EUA têm “informações” que indicam que o Irã está se preparando para treinar forças russas para usá-los ainda este mês.

“Nossas informações indicam que o governo iraniano está se preparando para fornecer à Rússia várias centenas de UAVs, incluindo UCAVs em um cronograma acelerado”, disse ele a repórteres na segunda-feira.

Sullivan disse que era a prova de que os bombardeios realizados pela Rússia na Ucrânia, que a levaram a consolidar os ganhos no leste do país nas últimas semanas, veio através de um elevado “custo de suas munições”.

A revelação de Sullivan ocorre na véspera da viagem do presidente Joe Biden a Israel e Arábia Saudita, onde o programa nuclear iraniano e as atividades bélicas na região serão um tema chave de discussão.

A decisão dos EUA de revelar publicamente que o principal rival regional dos dois países estava ajudando a rearmar a Rússia ocorre quando Israel e a Arábia Saudita resistem em unir esforços globais para punir a Rússia por sua invasão da Ucrânia devido a seus interesses domésticos.

Sullivan também observou que o Irã forneceu veículos aéreos não tripulados semelhantes aos rebeldes houthis do Iêmen para atacar a Arábia Saudita antes que um cessar-fogo fosse alcançado no início deste ano.

O analista militar Samuel Bendett, do think tank CNA, disse que a escolha da Rússia pelo Irã como fonte de drones é lógica porque “nos últimos 20 anos ou mais, o Irã vem refinando sua força de combate com drones. Seus drones estiveram em mais combates do que os russos.” Eles são pioneiros das chamadas munições kamikazes como o Switchblade que os EUA forneceram à Ucrânia.

O Irã tem “um histórico comprovado de voar drones por centenas de quilômetros e atingir seus alvos”, acrescentou Bendett, incluindo penetrar nas defesas aéreas fornecidas pelos americanos e atacar refinarias de petróleo sauditas. Ele disse que os drones iranianos podem ser muito eficazes em atacar usinas ucranianas, refinarias e outras infraestruturas críticas.

Bendett destacou que, antes da guerra na Ucrânia, a Rússia havia licenciado a tecnologia de drones para seu Forpost UAV de um fornecedor comprovado: Israel. O estado judeu permaneceu neutro no conflito Rússia-Ucrânia, de modo que a fonte não está mais disponível para Moscou.

FONTE: AP

- Advertisement -

68 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest

68 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Palpiteiro
Palpiteiro
1 mês atrás

Que fase. Com uma indústria aeronáutica que já entregou dezenas de milhares de aeronaves, mísseis hipersonicos…etc. dependendo do Irã hoje para fornecer drones.

Figueiredo
Figueiredo
Reply to  Palpiteiro
1 mês atrás

Russos são bons em drones de grande porte.
A necessidade contra os ucranianos é por drones menores.
Mesmo assim, Tio Sam está um pouco decepcionado com essa situação.
Só queria ver algumas brigadas iranianas de infantes atuando na Ucrânia.
Seria o maior barato e causaria o maior furor.
Pena que a Rússia não está precisando.

Palpiteiro
Palpiteiro
Reply to  Figueiredo
1 mês atrás

Faltou estratégia, para não conseguir desenvolver drones pequenos? Mas a idéia por lá não é não depender de ninguém, ser auto suficiente em tudo?

Figueiredo
Figueiredo
Reply to  Palpiteiro
1 mês atrás

A Rússia está preparada para batalhas de grande escala contra a OTAN,, e não pequenos duelos de artilharia contra a Ucrânia.
Por isso está usando apenas uma pequena parte (15%) de suas forças.
Ademais, não fique preocupado.
Os drones iranianos são mock ups e logo os EUA aplicam mais sanções.
Confia.

Figueiredo
Figueiredo
Reply to  Figueiredo
1 mês atrás

E por falar em estratégia, os russos estão usando a seguinte.
Identificam uma brigada ucraniana e a ‘persegue’.
Com isso, destruíram grande parte da 13a e 58a Mecanizadas em Seversk e arruinaram totalmente a 72a brigada ao sul de Backmuth.
Simples, mas eficiente.

Palpiteiro
Palpiteiro
Reply to  Figueiredo
1 mês atrás

Mas se não consideraram os recursos para executar a estratégia então a estratégia está furada.

Hank Voight
Hank Voight
Reply to  Figueiredo
1 mês atrás

Nick novo Xings!? que vergonha…

MAB
MAB
Reply to  Hank Voight
1 mês atrás

É a malandragem carioca a mil. O sujeito é bloqueado e vem com um novo usuário, linha de produção. Talvez associar IP vs conta. Não cessará, mas vai diminuir. Você nota o parafuso solto do sujeito pela paranoia que ele escreve. E o cara se vende de graça!!! Nem put@ faz isso.

Paulo Montezuma
Reply to  Figueiredo
1 mês atrás

Ainda bem que a Rússia não está mandando pro front recrutas de 18 anos e nem diminuindo as restrições de alistamento para poder mandar para combate soldados de mais de 40 anos e nem recrutando mercenários de outros países. Tudo dentro do “plano”.

Nelson Junior
Nelson Junior
Reply to  Figueiredo
1 mês atrás

Os Russos não são bons em nada !

LUIZ
LUIZ
Reply to  Nelson Junior
1 mês atrás

“Nas últimas 24 horas, a aviação e a artilharia das Forças Armadas da Rússia atingiram 123 áreas de concentração de força viva da Ucrânia, bem como 11 centros de comando e três aeronaves, relatou nesta quarta-feira (13) o Ministério da Defesa russo. Mais de 350 militares ucranianos e 20 equipamentos do grupo de operação tática Kakhovka foram eliminados no estaleiro em Nikolaev, segundo a entidade. A Força Aeroespacial russa, por sua vez, aniquilou até 70 homens das unidades de artilharia do Exército ucraniano e dez obuseiros Gvozdika, na região de Nikolaev. Os sistemas de Defesa Antiaérea russos abateram um Su-25… Read more »

Alessandro
Alessandro
Reply to  Palpiteiro
1 mês atrás

É o custo da guerra e a conta chegando aos poucos, com sua indústria bélica boicotada pelo ocidente (chips) não há outra alternativa a não ser apelar para seus aliados periféricos.

Last edited 1 mês atrás by Alessandro
Figueiredo
Figueiredo
Reply to  Alessandro
1 mês atrás

Não entendi
Os iranianos têm Chips e os russos não?

Mafix
Mafix
Reply to  Figueiredo
1 mês atrás

É possivel que seja chip Chines que equipa esse drone iraniano …

Alessandro
Alessandro
Reply to  Figueiredo
1 mês atrás

Se os drones for de estoques antigos é bem provável que sim, afinal o Irã deve ter esse tipo de veículos para pronta entrega.

Last edited 1 mês atrás by Alessandro
Figueiredo
Figueiredo
Reply to  Alessandro
1 mês atrás

Prezado.
Vc deve estar cansado e com sono.

César
Reply to  Figueiredo
1 mês atrás

E como vc já ¨descansa¨ o dia inteiro tu não tem sono, não é verdade?

PACRF
PACRF
Reply to  Palpiteiro
1 mês atrás

Realmente, a “maior potência militar do mundo” precisando se socorrer com materiais bélicos do Irã para derrotar um país arrasado como a Ucrânia, que decepção.

Last edited 1 mês atrás by PACRF
Erick Dantas da Silva
Erick Dantas da Silva
Reply to  Palpiteiro
1 mês atrás

Que besteira durante a guerra do Golfo os EUA compraram até coturnos aqui no Brasil. Só para exemplificar. Sem falar em fardamentos da China. É munição da Alemanha, e Reino Unido. É as pistolas eram italianas. Os morteiros de 81 e canhões de 105 mm eram Britânicos. Nenhum país faz guerra sem comprar equipamentos no estrangeiro.

Figueiredo
Figueiredo
1 mês atrás

Excelente notícia.
Os russos estão aprimorando a arte do uso de drones no apoio às tropas, principalmente no controle da artilharia.
Os iranianos têm um grande tradição no fabrico e utilização de drones.
Deu match!

Ramon
Ramon
Reply to  Figueiredo
1 mês atrás

Deu match igual os himars deu com os depósitos de munições russos, Os russos confirmaram que as himars O’Clock nessa noite mais um deposito de munições foi para o espaço em luhansk, segundo o cosmonauta Vladimir tomouemrabo a explosão foi vista da estação espacial.

Paulo Brics
Reply to  Ramon
1 mês atrás

Voce está desatualizado.

Vai ver o Twitter do prefeito de Nicolayev. Diz ele que os russos destruíram anteontem 3 depositos de munições, e com eles obuseiros e himars viraram ferro retorcido.

Figueiredo
Figueiredo
Reply to  Paulo Brics
1 mês atrás

E foi confirmado que os ucranianos acertaram um grande depósito de nitrato em Kherson.
Pensaram ser de munição.
Conclusão.
Vai atrapalhar ainda mais a safra da região.
Esperemos mais escassez e inflação.

Paulo Brics
Reply to  Figueiredo
1 mês atrás

A vida dos otanbots está difícil.
Até quando os ucranianos acertam algo, acertam no proprio pé…

Palpiteiro
Palpiteiro
Reply to  Figueiredo
1 mês atrás

O que se usa para fazer explosivo?

suTerminator
suTerminator
Reply to  Palpiteiro
1 mês atrás

Sim, russia estava produzindo munições no meio da guerra, confia.

Material arquivo
Material arquivo
Reply to  Figueiredo
1 mês atrás

Vai dormir, pia de prédio.

Figueiredo
Figueiredo
1 mês atrás

Moedor russo ligado

Capturado o primeiro M777 pelos russos.

youtube.com/watch?v=1nq7GQ_ygnA

Mais uma vergonha para os americanos e a ‘indústria ocidental’.

Alessandro
Alessandro
1 mês atrás

Os putinetes vão criar várias desculpas esfarrapadas “comemorando” essa compra, mas eles sabem que a Rússia está com dificuldades pois em “tempos normais” não haveria necessidade de comprá-los já que a indústria bélica russa sabe construir esse tipo de veículo.

Preparem-se para ver as piores teorias e lorotas dos mil e um perfis rsrs..

Last edited 1 mês atrás by Alessandro
Mafix
Mafix
Reply to  Alessandro
1 mês atrás

Não sei qual modelo de drone de ataque os russos tem o unico que vi é um de nome Orlan ou algo do tipo que é de reconhecimento apenas …

Antunes 1980
Antunes 1980
1 mês atrás

Israel vai conseguir muitas informações sobre estes drones iranianos. Como operam e principalmente as suas deficiências.
Será um tiro no pé dos aiatolás.

Parabéns aos envolvidos. Israel agradece!

Figueiredo
Figueiredo
Reply to  Antunes 1980
1 mês atrás

Ué?
Os iranianos não fazem só modelos de papel machê?
Fique preocupado, não.
Vc nem é ucraniano.

Varg
Varg
Reply to  Figueiredo
1 mês atrás

Tampouco você é russo, Kings… e a creio que em São Petersburgo ou Moscou você tomaria uma sova dos neonazistas russos sob vista grossa da polícia russa…

Thiago A.
Thiago A.
Reply to  Varg
1 mês atrás

“E eu sou apenas um rapaz latino-americano
Sem dinheiro no banco
Por favor não saque a arma no “saloon””

“Por favor tovarish pare de me bater! “

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  Figueiredo
1 mês atrás

Ironia refinada faz os nazobots ficarem confuso.

Teropode
Reply to  Figueiredo
1 mês atrás

Pra quem não tem nada melhor até que serve , e só uma observação :Israel faz isto desde 1974.

Alberto
Alberto
1 mês atrás

De um lado o Ocidente, EUA e Europa, do outro o Oriente, China, Rússia, Irã, Paquistão, Coreia do Norte, etc, e aqui na América Latina o Brasil só assistindo pois o Brasil não é Ocidente…rsrsrsrs

Varg
Varg
Reply to  Alberto
1 mês atrás

Olha que é blasfêmia dizer aqui que o Brasil não faz parte do Ocidente…

Thiago A.
Thiago A.
Reply to  Varg
1 mês atrás

Tudo depende da conotação que você quer dar ao termo … Se você, por questões ideológicas, quer negar a raiz e matriz cultural e histórica do Brasil, então sim é uma heresia. O Brasil não brotou do nada, muito menos é fruto das elucubrações dos índios ou africanos. A nossa é uma sociedade de matriz ocidental e sobre a qual foram feitos vários enxertos. Podemos debater o modelo político . Os fascistas e nazistas não se consideravam “ocidentais” porque o Ocidente político moderno era liderado pelo modelo anglo-frances ( democracias liberais e capitalistas) que eles rejeitavam. Mas só um jegue… Read more »

Steel Wing
Steel Wing
Reply to  Thiago A.
1 mês atrás

mas os EUA e Europeus não nos consideram Ocidentais, nos veem como descendentes de índios ou escravos apenas. Basta ver a integração e facilidade de vistos entre eles, Austrália, Japão, Nova Zelândia, Estados Unidos, Inglaterra e União Européia, este sim é Ocidente, como pessoas de renda, nível sócio-cultural e financeiro semelhante, além da qualidade de vida também, para o restante, como nó´s latinos ou africanos, árabes, cidadãos do leste Europe, com culturas, e principalmente renda e nível cultural bastante divergente somos considerados diferentes deles, não adiante se iludir.

Alberto
Alberto
Reply to  Thiago A.
1 mês atrás

Ok, então convença os ocidentais, não adianta querer aqui no Brasil afirmar isso, pois segundo o Ocidente ( EUA, Canadá, Europa, Austrália e Nova Zelândia) a América Latina, incluso o Brasil, não é Ocidente.

Thiago A.
Thiago A.
Reply to  Alberto
1 mês atrás

Eu não tenho que convencer ninguém, prezado. Os outros que se informem antes de fazer afirmações descabidas. Cag#i para o que os outros pensam ou deixam de pensar, isso não irá mudar os fatos, a opinião alheia não define quem sou, a minha identidade. Muito simples. Legitimidade o Brasil tem de sobra para reivindicar a herança do império. Até mais que os próprios norte-americanos em relação ao seu passado. Tente você reescrever séculos de história numa fracassada tentativa de negar a matriz brasileira … Quero ver por onde você vai começar. Segundo os argentinos somos “símios”. O que não falta… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Thiago A.
Teropode
Reply to  Varg
1 mês atrás

Este blá blá blá de ocidente oriente já não dá muita liga. Oo mundo globalizado neutraliza na prática isto , basta observar que há países no dito oriente ” geográfico” que de seu antigo passado oriental só guardam algumas poucas expressões culturais , na quase totalidade expressam caracteristicas ocidentais , como exemplo cito Japão , Coreia do Sul , China em determinadas regiões , Filipinas …portanto a conotação oriental ocidental já não tem tanta liga e não é tão fácil fazer a separação ( do oriente cultural ).Mas aí fica uma pergunta para os orientais de coração : O que… Read more »

Teropode
Reply to  Alberto
1 mês atrás

Ainda gostamos de trocar papagaios , madeira e ouro por espelhos , portanto o futuro tá enraizado no passado ( com raríssimas excessões ).

Gugs
Gugs
1 mês atrás

Será que agora Kiev cai?

Last edited 1 mês atrás by Gugs
Alberto
Alberto
1 mês atrás

Os russos antes da invasão com a Ucrânia realizaram exercícios em larga escala com a China, agora forças russas e iranianas irão lutar junto, a China realizou este mês exercícios navais junto com o Paquistão Ok se vc pegar países como Paquistão, Irã e Coréia do Norte, quem sabe em um futuro Índia e Turquia, é muito poder militar, mas só China e Rússia juntos já é um poder suficiente que os EUA sabem que não podem enfrentar, Rússia anexou a Criméia, já está anexando o sul e leste da Ucrânia e devagar se expandindo pelo leste ucraniano, anexou a… Read more »

Paulo Brics
1 mês atrás

“O Irã tem “um histórico comprovado de voar drones por centenas de quilômetros e atingir seus alvos”, acrescentou Bendett, incluindo penetrar nas defesas aéreas fornecidas pelos americanos e atacar refinarias de petróleo sauditas.”

“ain, os sauditas é que não sabem opelar os patriot”.
Balela. Lembro-me do comentarista que serviu no Iraque dizendo que a eficiência comprovada em combate do Patriot era de 40%.

Uma nova ferramenta artística para os russos transformarem equipamentos dos eua em arte pós moderna retorcida, como está ocorrendo com os himars em Nikolayev.

Carlos Campos
Carlos Campos
1 mês atrás

kkkkkkk p.q.p comprar Drone Iraniano, são provados em combate, mas isso vindo da Rússia, é muita humilhação

Nilton L Junior
Nilton L Junior
1 mês atrás

Duas observações, o imperalismo atlanticista esta com inveja porque os Russos estão fazendo negócios com outros parceiros e a observação do Samuel Bendett distoa em relação a outros think tanks pro nazotan, talvez porque suas análises são factuais e não quer correr o risco de perder a credibilidade.
Quanto a compra dos drones vai dar aos Russos mais capacidade ofensiva e consequentemente aperfeiçoamento da doutrina, para os Persas expertise e logico aprendizado.
Jah para os ucras a situação se era ruim então vai piorar.

Léo Neves
Léo Neves
1 mês atrás

Primeiro era drones chineses agora do Irã kkk duvido. Papo furado.

SGT MAX WOLF FILHO
SGT MAX WOLF FILHO
Reply to  Léo Neves
1 mês atrás

Cara por incrível que pareça eles desenvolveram excelentes drones militares com ótimo custo x beneficio… engraçado que países que eram subestimados por sua indústria militar, hoje estão exportando vários drones, Brasil devia pensar seguir por esse caminho…. melhor tarde que nunca né,,,

Carlos Gallani
Carlos Gallani
1 mês atrás

O Irã fornecendo armas para a Rússia… Que fase… Que fase!!! hahahahhahahahaha

Teropode
1 mês atrás

Por que não compram israelenses ou chineses ?

Elisandro
Elisandro
1 mês atrás

Já se falou até em Astros enviado por iranianos para a Rússia… No entanto, eu particularmente acredito mais no caso dos drones, pois observando mais atentamente, o Irã desenvolveu diversos tipos de drones e mísseis nas últimas décadas, sendo que muitos deles demonstraram elevada eficácia em combate, ao passo que os mais avançados drones de ataque russos aparentam estar ainda em uma fase inicial de emprego. Apesar disso, devemos esperar para ver se isso se confirmar.

Oráculo
Oráculo
1 mês atrás

É muito interessante que os países que produzem os drones bombardeiros mais baratos, eficientes e com experiência comprovada em combate na atualidade sejam a Turquia e o Irã. Dois paises considerados da “Série B” da indústria bélica mundial. Mas que hoje produzem Drones tão eficientes quanto os das grande potências, a um custo infinitamente menor. Pra se ter uma ideia com o valor gasto pra comprar uma estação completa com 4 Reapers, o famoso drone americano, dá pra comprar 12 Bayraktar TB2. O custo/benefício desse drone Turco está sendo provado em combates em Karabakh, na Síria, Líbia, Iraque e agora… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Oráculo
Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
1 mês atrás

Os Disneyboys da OTAN, os OTANinhos não tão acreditando. Esse ano é derrota garantida.
A Rússia vai importar drones do Irão porque tem de garantir a linha de ataque com suprimentos secundários e munir a segunda linha com a sua capacidade mais alta, uma vez que a OTAN não tá brincando.
Cês podem continuar bancando o otário, esse ano vão pagar a factura

Thiago A.
Thiago A.
Reply to  Mateus Gonçalo
1 mês atrás

E tu vai ganhar o que com isso tovarish, o Kremlin tá depositando dinheiro 💸 na tua conta ?
Quem tá pagando o preço mais caro são os ucranianos e os russos que perdem todo dia um filho, um pai, um amigo, um marido…

Economicamente veremos o que a gloriosa Rússia terá para oferecer aos territórios que ele destruiu e anexou, qual formidável qualidade de vida depois da queda do PIB prevista para os próximos anos.

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
Reply to  Thiago A.
1 mês atrás

Tá doendo, mané?
Tu tava todo confiante fazendo o papel de torcedor da OTAN, agora virou moralista de vão de escada, é?
Vou ganhar o quê? Vou ganhar um mundo mais equilibrado onde você fica faxineiro da OTAN, mas não pensa que pode mandar no destino de todos os povos.
Vá chorar e tome um comprimido para as dores ou coloque gelo, Jim Carey.

Thiago A.
Thiago A.
Reply to  Mateus Gonçalo
1 mês atrás

Kkkkkk vai lamber os coquinhos de MAO, concubina.

Andre
Andre
1 mês atrás

Depois do enorme sucesso da parceria com o Irã e seu programa de maquetes avançadas de combate, na apresentação do Su-75, agora a Rússia pede ajuda de seu único parceiro na disponibilidade de drones. Essa parceirinha vai longe…

Marcelo
Marcelo
1 mês atrás

Israel já destruiu uma frota de drones no Irã!!! Acho que em breve Israel vai destruir uma fábrica de drones!!! https://www.google.com/amp/s/amp.aereo.jor.br/2022/03/16/israel-dizima-frota-de-drones-iranianos-em-ataque-aereo-em-fevereiro-dentro-do-ira/

Alberto
Alberto
1 mês atrás

O Brasil e América Latina não são Ocidente, de acordo com o próprio Ocidente
Evidente que não são Oriente tb
Mas oque sustenta a sobrevivência dos países da América Latina é a exportação de matérias-primas para o Oriente, então se o Brasil rompesse com o Oriente como alguns aqui sugerem a única coisa que aconteceria é a falência de vez dos países da América Latina.

Thiago A.
Thiago A.
Reply to  Alberto
1 mês atrás

Você poderia nós explicar a etimologia da locução “América latina” ?
A Rússia cortou a sua relação com a UE, principal parceiro comercial e que garantia a “sobrevivência” …
Agora está mendigando apoio aos chineses, indianos e até iranianos

Andre
Andre
Reply to  Alberto
1 mês atrás

Pare de inventar bobagens e de tentar dobrar o português, a geografia e a história.

Brasil e America Latina são sim ocidente.Negar isso é mostrar desligamento da realidade.

Romão
Romão
1 mês atrás

O Brasil precisava de uma parceria estratégica para produção de drones, pelo menos com a Turquia. Pelo visto, o bonde da história está passando e nós vamos perde-lo de novo e de novo.

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
1 mês atrás

Se isso for de fato verdade, fica a questão: por que os chineses não estão fornecendo drones para os russos? Seriam amigos não muy amigos?

Pedro
Pedro
1 mês atrás

Alguém sabe informar se os Drones Iranianos são tão bons quanto os Turcos? Sei que conseguiram atingir alvos na Guerra por Procuração contra a Arábias dos Saudi. Existe alguma comparação técnicas e provação de batalha dos drones atualmente usados na guerra ucraniana?

SGT MAX WOLF FILHO
SGT MAX WOLF FILHO
Reply to  Pedro
1 mês atrás

São sim… o irã por incrível que pareça hoje é referencia nesse setor…

Últimas Notícias

Brasil e Coreia do Sul fecham acordo para produção de semicondutores da Samsung no país

O Brasil e a Coreia do Sul estão fechando acordos para a construção de uma fábrica de chips semicondutores...
Parceiro

- Advertisement -
- Advertisement -