sexta-feira, agosto 19, 2022

Saab RBS 70NG

Ucrânia: HIMARS semeia o terror entre os russos

Destaques

Guilherme Poggio
Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

Os sistemas de lançamento de foguetes de artilharia de alta mobilidade M142 fabricados nos Estados Unidos – conhecidos como HIMARS – estão destruindo posições de tropas russas e centros de logística com pouca resistência, semeando terror entre as forças de ocupação, disse um governador ucraniano da linha de frente à Newsweek.

Falando de perto da linha de frente no leste da Ucrânia, o governador de Luhansk, Serhiy Haidai, disse que os invasores estão em “modo de pânico”, já que a artilharia pesada guiada de longo alcance atinge alvos de alto valor e degrada as habilidades de combate da Rússia, enquanto a Ucrânia planeja contra-ataques.

“Como o mundo inteiro viu na última semana, conseguimos infligir danos maciços aos sistemas de defesa antimísseis dos russos e instalações de armazenamento de munição bem atrás das linhas inimigas”, explicou Haidai.

Isso, disse ele, “se deve em grande parte à variedade de armas que recebemos recentemente do Ocidente. E quando tivermos quantidades suficientes de tal armamento, poderemos realizar novos contra-ataques”.

As nações da OTAN – lideradas pelos EUA – vêm inundando a Ucrânia com armas desde que a última invasão da Rússia começou em 24 de fevereiro. em particular estão deixando sua marca nos campos de batalha.

Os HIMARS têm sido especialmente potentes. Os sistemas e munições guiadas enviados para a Ucrânia têm um alcance de cerca de 50 milhas.

Dezenas de depósitos de munição e combustível russos foram destruídos nas últimas semanas. Os HIMARS foram creditados com vários desses ataques, incluindo a enorme explosão em Nova Kakhovka em Kherson Oblast esta semana, dizem autoridades ucranianas.

A Ucrânia agora tem oito HIMARS, com os EUA prometendo outros quatro em pouco tempo. Haidai disse que os defensores precisarão de mais pontos para recuperar as terras perdidas para a ocupação russa.

“Dez HIMARS já estão fazendo a diferença, mas precisamos de 100 deles, 10 batalhões com 10 HIMARS em cada um para serem espalhados por toda a linha de frente”, disse. “Ou pelo menos 50 deles.”

“Então não importa quem os russos tragam – as tropas Kadyrov [chechenos], os buriates – eles já estão em pânico com essas armas de precisão de longo alcance, que estão atacando suas posições.”

“Já existem relatos de deserções em massa de diferentes unidades russas porque esta é uma guerra real, é horrível e ninguém quer ser enviado para a morte.

“E a morte é praticamente garantida quando você está enfrentando algo tão devastador quanto o HIMARS, que simplesmente rasga tudo em pedaços.

“Esse aspecto certamente não aumenta o moral dos soldados russos.”

Os canais militares pró-Rússia do Telegram têm sido alvo de conversas sobre o HIMARS nos últimos dias. Usuários – incluindo Igor Girkin, um ex-oficial de inteligência russo que comandou forças pró-Rússia no leste da Ucrânia em 2014 – lamentaram a aparente incapacidade da Rússia de parar as armas, apesar da presença de sistemas antiaéreos avançados.

Haidai disse que os alvos russos sensíveis estão agora quase indefesos. “Todos esses S-300 e outros sistemas de defesa antimísseis foram completamente impotentes diante de nossa artilharia recém-adquirida, incapazes de impedir vários ataques a depósitos de munição e centros de comando”, disse ele.

FONTE: Newsweek

- Advertisement -

59 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest

59 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
BK117
BK117
1 mês atrás

A Embraer tá correndo mundo com o KC pra vender. Pelo destaque dos lançadores múltiplos no teatro ucraniano, espero que a Avibrás também esteja aproveitando o momento para promover o ASTROS mundo afora. Se não estiver, está na hora de fazerem algumas mudanças…

Atitador 33
Atitador 33
Reply to  BK117
1 mês atrás

Essa foi minha dúvida enquanto lia o texto, se os Astros são analogos a esse sistema norte americano?

Se for semelhante, seria um baita poder dissuasorio para o Brasil uns Astros com os tais mísseis de 300 km, seria muito estratégico, estar a 300 km do invasor, disparar e sair da posição do disparo inicial.

Bardini
Bardini
Reply to  Atitador 33
1 mês atrás

O ASTROS não está na mesma categoria do HIMARS. E mesmo com a introdução de um míssil de cruzeiro, o sistema estará longe de ser equivalente.
.
Nossos foguetes continuam sendo burros.
.
O projeto que realmente revolucionará a artilharia de foguetes do EB, não é o míssil de cruzeiro, mas sim AV-SS 40G e AV-SS 150G, ambos guiados.

Last edited 1 mês atrás by Bardini
Recruta zero
Recruta zero
Reply to  Bardini
1 mês atrás

Só que além dos foguetes guiados os ucranianos tem a disposição todo o aparato de inteligência dos EUA/OTAN,que vai desde imagens de satélites, dados conseguidos por plataformas ELINIT/SINGIT até agentes de campo para fazer designação de alvos e tempo de manobras evasivas para evitar ataques aéreos e fogo de contra-bateria.

Bardini
Bardini
Reply to  Recruta zero
1 mês atrás

Sim. Informação é uma parte muito importante dessa questão toda.

Jefferson Ferreira
Jefferson Ferreira
Reply to  Bardini
1 mês atrás

Informação é a parte mais importante! Não só ter o equipamento mas saber quando e aonde usar é o que ganha as guerras! É o que Israel e Eua fazem!

Rodrigo Maçolla
Reply to  Recruta zero
1 mês atrás

Sim Recruta seu comentário é muito lúcido e inteligente, toda essa informação de inteligência aliado a grande mobilidade do “Himars” faz a diferença, ele ataca e acerta os alvos certos e depois se evade para outra posição evitando o contra ataque e já se preparando para o próximo alvo.

Alessandro
Alessandro
Reply to  Bardini
1 mês atrás

Bardini vc tem alguma informação sobre os mísseis guiados AV-SS 40 e 150? Li em desses sites de defesa não lembro onde que os dois estavam em FASE FINAL de testes, mas não sei se isso é verdade.

Last edited 1 mês atrás by Alessandro
Bardini
Bardini
Reply to  Alessandro
1 mês atrás

Não sei…

Radagast, o Castanho
Radagast, o Castanho
Reply to  Bardini
1 mês atrás

O sistema ASTROS 2020 tem foguete guiado por GPS de alta precisão, que é o modelo AVSS40G com alcance de 40 quilômetros, e ainda está em desenvolvimento o de SS150 também guiado por GPS e altíssima precisão e o MTC300 com 300 quilômetros de alcance.

Recruta zero
Recruta zero
Reply to  Atitador 33
1 mês atrás

Na verdade o ASTROS e mais adequado para fogo de saturação de área apesar de que com foguetes guiados consegue fazer ataques de prescisão e o HIMARS e mais indicado para fogo de prescisão de longo alcance e rápido reposicionamento, tanto que não prescisa de veículo remuniciador para recarregar.

Salim
Salim
Reply to  Recruta zero
1 mês atrás

O Astros pode tanto lançar foguetes saturação, como futuramente mísseis guiados, a disparidade em quantidade, peso, dimensões dos armamentos do astros demanda um municiador externo para atender esta variedade. O Hikaru tem uma grua no próprio lançador, visto a especificidade das munições. O Astros, com a implementação dos mísseis guiados será bem mais versátil em ataque, porém terá mobilidade inferior ao himars. Para Brasil e países com menores orçamentos acredito que astros será mais vantajoso. Lembro tristemente que Avibras esta concordataria, este é o real do tratamento que Brasil da a sua indústria defesa, sem falar do ataque que Embraer… Read more »

Renato
Renato
Reply to  Atitador 33
1 mês atrás

Infelizmente forças maiores, impediram as fabricantes de material militar de venderem para a Ucrânia, sob uma alegada política de neutralidade, leia-se submissão ao Putin.

Henrique
Henrique
Reply to  BK117
1 mês atrás

Se a Avibrás agilizar a integração do AVTM e deixar ele operacional com certeza vai da pro Astro surfar nessa onda do HIMARS

Gugs
Gugs
Reply to  BK117
1 mês atrás

O Brasil é um anão diplomático, e com o atual governo, ficou ainda amenor.

MAB
MAB
Reply to  Gugs
1 mês atrás

Somente para lembrar sua memória, o termo foi cunhado no governo da “estocadora de vento”, quando foi atingido o ápice da diplomacia sabuja tresloucada!

E de fato, infelizmente de fato continua sendo anão, mas não sabujo !

https://gauchazh.clicrbs.com.br/geral/noticia/2014/07/Um-anao-diplomatico-diz-porta-voz-israelense-sobre-o-Brasil-4559087.html

Salim
Salim
Reply to  MAB
1 mês atrás

Lembro que estes projetos como Gripen, scorpene, kc390, avm300 foram oriundos governos anteriores, embora não sou partidário destes governos, temos que reconhecer. Hoje infelizmente único projeto e o das Fragatas ( que até agora único fato concreto foi a compra do estaleiro nacional por um estrangeiro ) e os A330 para passeio das autoridades de plantão. Brasil trata muito mal sua indústria defesa.

Renato
Renato
Reply to  BK117
1 mês atrás

Qual a relação da Embraer estar promovendo o KC com a Avibras estar ou não promovendo o Astros? Duas empresas diferentes com produtos diferentes voltados a clientes e mercados diferentes!

Salim
Salim
Reply to  BK117
1 mês atrás

InfelizmenteBrasil trata muito mal suas empresas defesa, Avibras hj está concordataria, e praticamente a única nacional que produz algo relevante. O Astros e Avibras precisa urgente investimento intelectual e financeiro para concluir operacionalmente mísseis guiados desta plataforma S40, S150 e S300. O KC390 esta sendo negligenciado pela FAB e como e um produto bom o mundo irá comprar em contraponto a todo negativismo da FAB , incluindo ai o cancelamento da produção na Embraer da versão imposto. O que sobrou, como expus acima , está sendo negligenciado e prejudicado atualmente. Sem indústria defesa forte, não existe soberania. Sem forças armadas… Read more »

Bosco
Bosco
1 mês atrás

Os foguetes guiados M31 são balísticos, supersônicos e manobram pouco (só o suficiente para refinar a pontaria).
Entendem porque os americanos não precisam correr feito loucos atrás de mega mísseis hipersônicos planadores ultra hiper manobráveis?
*Vale salientar que os americanos já estão adotando um foguete guiado de alcance estendido para 150 km (GMLRS-ER) e no ano que vem vai entrar em operação junto ao HIMARS/M270 o míssil PrSM com mais de 500 km de alcance (alguns acreditam chegar a 700 km).

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  Bosco
1 mês atrás

É não precisam correr.

Nilo
Nilo
Reply to  Nilton L Junior
1 mês atrás

….Já existem relatos de deserções em massa de diferentes unidades russas..
propaganda é a alma do negócio.
Como disseram, esperemos que o Brasil surfe nesta onda.
….a morte é praticamente garantida quando você está enfrentando algo tão devastador quanto o HIMARS, que simplesmente rasga tudo em pedaços…
…Uma Exclusividade do produto HIMARS…
Um produto a venda com umm financiamento fácil e juros barato.
Junte aos associados ou seja uma potencial vítima dos nossos produtos. 
rsrsrsrsr

Last edited 1 mês atrás by Nilo
Figueiredo
Figueiredo
Reply to  Nilton L Junior
1 mês atrás

Ele ainda não se recuperou do fato de que os americanos não são capazes de produzir mísseis hipersônicos.
E deve ter surtado com a falha da atualização dos ICBMs ocorrida em junho.
Tio Sam não anda em um boa fase.

Alan Santos
Alan Santos
Reply to  Figueiredo
1 mês atrás

Alguma palavra sobre os” russos apavorados”. Ahahaha isso que foram entregues “10” queria ver a hora de 1.000 despejando foguetes na cabeça dos porcos invasores …de preferência em Moscou …deixar nada em pé …assim como estão fazendo na Ucrânia .

Salim
Salim
Reply to  Figueiredo
1 mês atrás

Este mês EUA fizeram segundo lançamento com sucesso de um míssil hipersonico ( após 4 fracassos anteriores )portanto sua afirmação não corresponde a realidade atual. O alcance e a carga bélica ja e equivalente ao russo mais moderno. Qual vc acredita mais: missil americano ou russo?!?!?!

Nelson Junior
Nelson Junior
Reply to  Bosco
1 mês atrás

E esses foguetes são infinitamente mais baratos que um míssil guiado planador hipersônico, e podem ser produzidos muito mais rápidos também

Bosco
Bosco
Reply to  Nelson Junior
1 mês atrás

Correto.
Os americanos adotam grandes ogivas efetivas contra alvos endurecidos em seus mísseis subsônicos de longo alcance. Ex: Tomahawk/1000 lb/ 1800 km, JASSM/1000 lb /400 km, JASSM-Er/1000 lb/1000 km, JASSM-XR/2000 lb/1800 km, SLAM -ER/800 lb/300 km.
Já seus mísseis e foguetes guiados supersônicos e futuramente, hipersônicos , são dotados de ogivas de menos de 200 lb, aptos a neutralizarem alvos de área e pele fina. Ex: M30, M31, PrSM, AGM-183, Dark Eagle, AARGM, etc.

Recruta zero
Recruta zero
1 mês atrás

Da para entender agora porque o US ARMY tem pouca artilharia de tubo comparado ao seu tamanho e tem poucos modelos de mísseis balísticos comparado aos russos,prescisão mobilidade e longo alcance dispensam a necessidade de grandes depósitos de munições de artilharia no TO, fica a lição para o EB investir pesado em munições guiadas e grandes quantidades de ASTROS para dissuasão.

Renato B.
Renato B.
Reply to  Recruta zero
1 mês atrás

Verdade, espero que a Avibrás esteja tomando notas do que virou um duelo de artilharias na Ucrância. No SNAFU ouvi dizer que a artilharia rebocada está sofrendo muito na ucrania e que está durando mais são as unidades autopropulsadas, justamente porque conseguem mudar de posição antes do fogo de contrabateria.

henrique
henrique
Reply to  Recruta zero
1 mês atrás

mas tudo isso seria inútil se a ucrânia não tivesse conseguido negar seu espaço aéreo a aviação russa.

Teropode
Reply to  henrique
1 mês atrás

Realmente ,mas quais são os equipamentos utilizados pra isto ? AA importadas , Iron dome ?

Alan Santos
Alan Santos
Reply to  Recruta zero
1 mês atrás

Na operação do deserto foram mais de 90 mil machados disparados “tomarok” …e parece que agora os estoques estão cheios novamente …se o king e a katrefa dele quiserem tem até pra eles

Alessandro
Alessandro
1 mês atrás

Isso demonstra como o ocidente está bem a frente dos russos na questão de tecnologia e precisão, são apenas 8 Himars fazendo um ESTRAGO enorme nos paióis de munição e pontos estratégicos, imagina como bem disse o autor dezenas deles.

Já tem bloggers russos afirmando com todas as letras que tropas russas estão com BAIXO moral, isso pq a Ucrânia está recebendo a conta gostas os equipamentos bélicos ocidentais e ainda estão em fase de adaptação.

Last edited 1 mês atrás by Alessandro
Jefferson Ferreira
Jefferson Ferreira
Reply to  Alessandro
1 mês atrás

Não é só o himars podia ser um sistema burro, com inteligência, sabendo a localização e as coordenadas o estrago ia ser o mesmo! A diferença é o suporte Eua/Otan que tá fazendo o estrago, fornecendo inteligência para a Ucrânia!

Caio Cipriano
Caio Cipriano
Reply to  Jefferson Ferreira
1 mês atrás

Na pratica nao dá, pq perto dos depositos podem ter casas, escolas, hospitais, etc. Se a ucrania fizesse isso o efeito colateral seria enorme, seriam considerados como um estado que ataca seu proprio povo. O estrago seria muito maior que o dano feito no depósito.

Marcelo
Marcelo
1 mês atrás

Os EUA e a OTAN estão capacitando as forças ucranianas para uso do HIMARS. Treinaram um batalhão, enviaram 4 unidades e mandaram o conjunto para o campo de batalha. O resultado se mostrou superior ao esperado. Então treinaram mais um batalhão e enviaram mais 4 unidades. O poder de fogo aumentou. Agora vai chegar mais um batalhão treinado e mais 4 unidades. E depois mais um grupo de batalha com mais 4 unidades. E depois mais 4 HIMARS. E depois mais 4 HIMARS. E assim por diante para desespero da Rússia!!!

Neural
Neural
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

4 unidades? Kkkkk, só vão ser mais um alvo para a força aérea Russa.

Nelson Junior
Nelson Junior
Reply to  Neural
1 mês atrás

Até agora não foi, porque ?

Cassini
Cassini
Reply to  Nelson Junior
1 mês atrás

Já teve Himars destruído em ataque de artilharia, junto dd um depósito de munições.

Bosco
Bosco
Reply to  Neural
1 mês atrás

Força aérea russa?

Victor Filipe
Victor Filipe
Reply to  Neural
1 mês atrás

aquela força aérea que não entra dentro do espaço aéreo controlado pela Ucrânia tem mais de 2 meses?

Adunlucas
Adunlucas
Reply to  Neural
1 mês atrás

Se a força aérea russa tivesse alguma efetividade, ao lançar uma salva de foguetes do HIMARS uma aeronave marcaria a posição e rastrearia a movimentação para que uma arma inteligente atingisse o lançador. Mas os céus da área de combate são perigosos e acho difícil a Rússia destruir esses HIMARS sem aceitar perder alguns aviões ou drones para fogo AA. Só um avião russo decolar que os AWACS avisam para os Ukr onde ele está pra eles posicionarem gente com MANPADS

Marcelo
Marcelo
Reply to  Neural
1 mês atrás

Nesse momento são 8 unidades do Himars semeando o terror nas tropas da Rússia!!! Mais 4 himars já estão a caminho!!! E logo outros virão!!! A Rússia não tem domínio sobre o espaço aéreo ucraniano, que está sendo monitorado a distância pela OTAN e de perto pelas defesas aéreas ucranianas de origem soviética!!! Mas logo virá o NASANS, fabricado pela Raytheon / Kongsberg, fechando de vez os céus ucranianos para os Russos.

Salim
Salim
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

A Ucrânia além do himars, está pedindo F16. Vai ser a conta gotas até esgotar ao maximo equipamento russo. Otan ganhou sem disparar um tiro. Se mandarem f16 acabou guerra.

bjj
bjj
1 mês atrás

Creio que o fator de sucesso do HIMARS é a união da mobilidade com o alcance. Se o alcance é várias vezes maior que a artilharia de tubo, então a área da localização possível do sistema no terreno aumenta significativamente, e como vários foguetes podem ser lançados em poucos segundos, o tempo de exposição acaba sendo mínimo. Podem até tentar localizá-lo logo após o disparo com radares de contrabateria, mas até organizar uma resposta ele provavelmente já mudou de posição. Imagine agora o Astros com o MTC 300, com alcance bem superior a 300 km para a versão de uso… Read more »

Mateus Gonçalo
Mateus Gonçalo
1 mês atrás

Isso aí é conversa do canal Disney simulando a CNN. A Rússia tá passando o cilindro. Acabam de anunciar a tomada de Siversk o que abre caminho para Sloviansk (fica a 35 kms à Oeste), contabilizando 425 mortos em 24 horas e abateram 4 aviões. A teoria do HIMARS é igual a do Javelins e Stingers. A estratégia americana não só falhou, como merece um cartão de agradecimento por fornecer tecnologia à Rússia. E agora o Biden, POTUS de fraqueza inenarrável, foi prometer ao povo de Israel o uso da força caso o Irão não cesse as actividades nucleares. Como… Read more »

Rodrigo
Rodrigo
Reply to  Mateus Gonçalo
1 mês atrás

Beleza xings…agora volta lá para olhar o fim da MS Marvel no Disney plus e deixa os adultos conversar.

Salim
Salim
Reply to  Mateus Gonçalo
1 mês atrás

Vc teria alguma coerência se fosse com 30 dias de guerra e o incremento de ganho terreno aumentasse significativamente. Como vc disse Rússia está demorando semanas/ meses para conseguir míseros kms e com perdas enormes. OTAN agradece, vão sangrar russia ao maximo.

Teropode
1 mês atrás

Os EUA já podem reabrir a produção destas armas , acredito que vai ter muitos interessados !

Alberto
Alberto
1 mês atrás

Na mídia Ocidental e na mídia brasileira ainda controlada pelo Ocidente oque a Ucrânia afirma é lei, sem nenhuma contestação, os drones iranianos estão chegando, em centenas, vamos ver como ficarão estás poucas dezenas de peças de artilharia que foram fornecidas pelo Ocidente.

Rodrigo
Rodrigo
Reply to  Alberto
1 mês atrás

Drone iranianos…para pedir pinico para o moderno Irá a coisa tá feia para os Russos…esses drone iranianos já fizeram algo contra Israel? Ou são trinamento de tiro ao alvo em Israel.

Oseias
Oseias
Reply to  Alberto
1 mês atrás

mídia brasileira ainda controlada pelo Ocidente”
Vc sabe que o Brasil está no ocidente né? Vc queria que nossa mídia fosse controlado pelo oriente?

George
George
Reply to  Alberto
1 mês atrás

“Mídia Brasileira controlada pelo ocidente”. Não seria isso um pleonasmo?

Salim
Salim
Reply to  Alberto
1 mês atrás

Esta semana saiu comunicado iraniano negando envio D rones. Na prática enviam a conta gotas para Oriente médio por falta de capacidade produção. Visto esta falta capacidade será muito difícil na prática suprir necessidade russa que não e pequena . Uma coisa e fazer ataques esporádicos outra coisa e manter guerra como a que está ocorrendo no ataque criminoso russo.

Red Pill - 红色药丸
Red Pill - 红色药丸
1 mês atrás

kkkkkkkkkkkk

Renato de Mello Machado
Renato de Mello Machado
1 mês atrás

E os russos devolvem na mesma moeda.Zé lenskyy estava choramingando agora.Pena que é a população ucraniana que sofre no contra golpe certo.Zé,os filhos de políticos e parentes ficam escondidos da guerra ou em outros países.
Fonte: MSN

Alan Santos
Alan Santos
Reply to  Renato de Mello Machado
1 mês atrás

Crie vergonha na cara antes que seja tarde animal.

Alois
Alois
1 mês atrás

É impressionante como a artilharia ainda tem grande relevância num teatro moderno de guerra, tanto a de tubo como a de foguetes, as vedetes nos últimos anos foram os tanques e aviões, mas z artilharia agora muito ajudada por drones de reconhecimento tem papel importante nas batalhas.
Daqui a pouco a utilização de munições guiadas ou inteligentes em massa, bem como a alta mobilidade dos meios acabam sendo muito úteis para proteçao das equipes, menos disparos, mais acertos, menos exposição ao contra ataque.

Salim
Salim
Reply to  Alois
1 mês atrás

A falta de domínio aereo dos dois lados dão abertura para importância da artilharia, os D rones são reflexo da importância do controle aereo campo batalha.

Últimas Notícias

Brasil e Coreia do Sul fecham acordo para produção de semicondutores da Samsung no país

O Brasil e a Coreia do Sul estão fechando acordos para a construção de uma fábrica de chips semicondutores...
Parceiro

- Advertisement -
- Advertisement -