sexta-feira, agosto 19, 2022

Saab RBS 70NG

Tropa brasileira chega aos EUA para o exercício CORE 22

Destaques

Redação Forças de Defesa
Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

Leesville, Louisiana (EUA) – Os 219 militares do Exército Brasileiro que participarão do exercício CORE 22 (Combined Operations and Rotation Exercises) nos Estados Unidos desembarcaram nesta sexta-feira, dia 5, com destino ao Fort Polk, no estado de Louisiana.

Entre os dias 4 de agosto e 6 de setembro, tropas da 12ª Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel), do Exército Brasileiro e da 3ª Brigada da 101ª Divisão de Assalto Aéreo (101st Airborne Division), do Exército dos Estados Unidos, compartilharão experiências e conhecimentos sobre doutrina, técnicas, táticas e procedimentos de defesa.

O Exercício CORE 22 é resultado de um programa de cooperação assinado entre Brasil e Estados Unidos que estipulou exercícios bilaterais anuais até o ano de 2028, promovendo interoperabilidade entre os dois exércitos.

O exercício também tem como objetivo contribuir para o aprimoramento do Sistema de Prontidão Operacional da Força Terrestre (SISPRON), certificando tropas do Exército Brasileiro para operações internacionais.

FONTE: Agência Verde-Oliva/CCOMSEx

- Advertisement -

83 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest

83 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Foxtrot
Foxtrot
12 dias atrás

Ué cadê o MTTR para transporte estratégico das tropas ?

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Foxtrot
12 dias atrás

Olá Fox. Eu ia fazer o mesmo comentário. Cadê o KC30? A FAB gasta US$ 80 milhões (cerca de R$ 400 milhões) para comprar uma aeronave para transporte estratégico tão importante que foi preciso arrendar um avião. Apenas para lembrar, o arrendamento para buscar vacinas na China custou na época US$ 6 milhões.

Foxtrot
Foxtrot
Reply to  Camargoer.
11 dias atrás

Pois é Camargo.
Como sempre escrevo, as mentiras não demoram a aparecer.
Mas em um país cheio de bobos, quem apresenta o espetáculo é rei.

Anderson Rodrigues
Anderson Rodrigues
Reply to  Foxtrot
10 dias atrás

Faz favor manda o link onde a FAB diz que os KC30 já está operacional porque eu não vi essa noticia e estou desatualizado. Obrigado

Foxtrot
Foxtrot
Reply to  Anderson Rodrigues
10 dias atrás

Nossa precisa de quanto tempo para operacionalizar um avião que já voa há tempos e só passou por pintura?
Esqueci, estamos no Brasil e “rapidez” aqui impera.

Zé Mané
Zé Mané
Reply to  Foxtrot
10 dias atrás

Milico brasileiro é digno de pesquisa científica.Vejam a questão das urnas eletrônicas, por exemplo. O MD coloca sob suspeita de fraude.o TSE, o STF, os partidos políticos, a OAB, a PF, o TCU, todo mundo. Mas quando alguém fala qualquer coisa dos militares, eles logo se sentem irritadinhos, nervosinhos e ofendidinhos. Como confiar na apuração de uma entidade intimamente ligada a apenas um dos candidatos, em detrimento da apuração de uma entidade neutra?

J.Leo
J.Leo
Reply to  Zé Mané
10 dias atrás

O Exercito brasileiro é useiro e vezeiro no combate às supostas artimanhas ditas antidemocráticas e sociais, o que ocasiona o esquecimento de suas reais responsabilidades constitucionais e não eleitorais, desde a proclamação da republica, essa gente se imiscui em problemas que não lhes dizem respeito.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  J.Leo
10 dias atrás

Caro Leo. O EB na verdade é “useiro” de artimanhas antidemocráticas, como por exemplo a proclamação da República e o golpe de 64.

Jorge Knoll
Reply to  Zé Mané
10 dias atrás

O Bolsonaro conseguiu fazer a cabeça do MD, como também a tua. Meus pêsames;
Ademais, para teu conhecimento, o TSE, assin como STF, tão atacados para quem está desesperado porque vai perder as eleições, a boquinha, o cartão corporativo o qual não presta contas ao TCU.
O papel dos militares foram garantir que transcorra na normalidade o exercício do voto, sendo responsável pela segurança e, transporte das urnas, a chegarem a lugares de difícil acesso.
No mais, é lavagem cerebral.

Rafael Cordeiro
Rafael Cordeiro
Reply to  Jorge Knoll
10 dias atrás

Temos aqui um vidente entre nós, “Mãe Dinada” voltou e agora prevê resultado das eleições. O que te leva a crer que o atual governo já perdeu as eleições? Seriam as pesquisas eleitorais? Se for isso, é bom revisitar o passado recente, onde as pesquisas mostravam uma coisa e aconteceram outras, pode ser também necessário a troca das baterias de sua bola de cristal!

Ao meu ver, o jogo político está totalmente aberto e as disputas apenas começando, ainda mais em um país onde a memória dos eleitores são curtíssimas, pra não dizer inexistentes.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Zé Mané
10 dias atrás

Caro Zé. Sobre a apuração paralela, fica uma pergunta simples. Em caso de divergência de resultados entre o TSE e a apuração paralela, qual é o resultado válido?

Zé Mané
Zé Mané
Reply to  Camargoer.
10 dias atrás

Só existe um único resultado válido: o do TSE. O do MD é pura ladroagem.

pgusmao
pgusmao
Reply to  Zé Mané
10 dias atrás

Para sorte desse país temos um exército vigilante que jamais deixou a desordem tomar conta do país, nunca compactuou com a ladroagem e roubalheira generalizada, outrora tão comum na nossa política recente. As Forças Armadas tem o respeito e admiração da grande maioria de nosso povo, sempre atuou e atuará na defesa dos preceitos da retidão e do bem comum!!!!

Zé Mané
Zé Mané
Reply to  pgusmao
10 dias atrás

Sim, claro, óbvio. A diferença dos dias de hoje é que ninguém podia falar nada, denunciar nada.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  pgusmao
9 dias atrás

Caro PG. Foi divulgado uma pesquisa hoje uma redução da confiança da população nas forças armadas. https://revistacenarium.com.br/brasil-e-um-dos-paises-que-menos-tem-confianca-nas-forcas-armadas-diz-pesquisa-ipsos-feita-em-28-paises/

Foxtrot
Foxtrot
Reply to  Zé Mané
10 dias atrás

Milico e as tietes deles.
Pois é,nunca se preocuparam com as urnas, ai bastou um dementado reclamar que eles resolveram fazer isso.
Deve ser medo de perderem a fartura e tratamento previlegiado que estão recebendo na atual administração.

ANDRE GARCIA
Reply to  Camargoer.
10 dias atrás

A tripulação, o que inclui os pilotos, está concluindo o treinamento para operar a aeronave.

Last edited 10 dias atrás by ANDRE GARCIA
Wellington Góes
Wellington Góes
Reply to  Foxtrot
12 dias atrás

Cri, cri, cri… Rsrs
Mas tu queres dizer C-30….

Zé Mané
Zé Mané
Reply to  Wellington Góes
11 dias atrás

Cooperação até 2028 se não embarcarem na maluquice golpista de certo presidente. Se houver golpe, a cooperação acaba no dia seguinte.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Wellington Góes
11 dias atrás

Olá Wellington. Pena que a MB está sem combustível. Poderia ter levado toda esta tropa de navio. riso.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Foxtrot
11 dias atrás

Olá Fox. Lembrei do embróglio em torno dos Sherpa para o EB. De um lado, o EB teimava em comprar aviões obsoletos e montar um novo esquadrão aéreo sediado em Manaus para servir aos batalhões de fronteira enquanto a FAB dizia que tinha horas de voo disponíveis mas faltava recursos de custeio. Do outro, havia o argumento que o EB tinha que usar aeronaves próprias ao invés de contratar uma empresa privada para fazer o transporte porque havia necessidade de independência logística. Agora, a FAB adquire uma aeronave de transporte estratégico justificando a necessidade de abastecimento REVO (mas isso ainda… Read more »

Wellington Góes
Wellington Góes
Reply to  Camargoer.
11 dias atrás

Desculpa Camargo, mas deu uma misturada no final… Contratar empresa privada para abastecer pelotões de fronteira?! Desculpa, nada a ver…

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Wellington Góes
11 dias atrás

Olá W. Pelo contrário. Uma simples licitação poderia contratar uma empresa privada para fazer o abastecimento dos pelotões de fronteira. Até o Ministério da Saúde tem contratos deste tipo para distribuição de medicamentos pelo país. Qual o problema de ter uma empresa contratada para abastecer os pelotões de fronteira? Segundo o Rinaldo, todos os locais possuem pistas pavimentadas nas quais a FAB opera normalmente (quando tem recursos de custeio para voar sua aeronaves).

Wellington Góes
Wellington Góes
Reply to  Camargoer.
11 dias atrás

Por quê talvez sejam operações de segurança nacional?! Uma coisa, meu colega, são ações pontuais e eventuais, apesar de perenes (durante o ano e em diversos exercícios fiscais), como apoio às atividades de saúde e educação, na qual esses ministérios não possuem estrutura dedicada para tal, outra é um força precisar desse expediente no seu dia a dia… Sem contar quando for necessário para missões com elevado nível de discrição (para não dizer secreta), fazer isso por uma empresa privada?! Até a PF possui sua própria aviação de asas fixa e ninguém vê a FAB reclamando disso… Aliás, até já… Read more »

Last edited 11 dias atrás by Wellington Góes
Velho Alfredo
Velho Alfredo
Reply to  Camargoer.
11 dias atrás

Prezado
Vc já foi lá?
Tem empresa privada, com “tudo limpo” q pode ser contratada?
Alguma assume o risco de levar munição?
A disponibilidade é boa pra atender?

A nova aeronave da FAB está pronta pra missão? Está operando já? Ou há necessidade de certificação das tripulações pras atividades?

As horas disponíveis pela FAB, dentro da prioridade q a FAB organiza, atenderiam os PEF?

Talvez vc tenha trabalhado nisso, tenha essas informações, podendo ajudar aos leitores.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Velho Alfredo
11 dias atrás

Caro Velho. Durante a discussão sobre os Sherpa, nosso colega RInaldo comentou bastante sobre o estado das pistas que servem aos pelotões de fronteira. Você pode resgatar a discussão. Por que eu duvidaria do Rinaldo? Eventualmente até discordamos, mas nunca tivemos motivo para mentir. Alás, as críticas ao EB sobre a aquisição dos Sherpa é um dos muitos exemplos de temas com os quais e o Rinaldo concordamos Na época, o próprio comandante da FAB comentou que ela tinha os meios e horas de voo disponíveis, mas faltava recursos de custeio para colocar as aeronaves em voo. O Rinaldo também… Read more »

Velho Alfredo
Velho Alfredo
Reply to  Camargoer.
11 dias atrás

Prezado Sem querer “fale mal” da FAB, o processo não é tão fácil. Anualmente, pro ano seguinte, cada Força apresenta seu plano de necessidade de apoio pra FAB. Cada um com sua prioridade. A FAB tem um número de horas pra ela. De posse das prioridades de cada Força, ela prevê como empregará suas aeronaves. E absolutamente compreensível o q a FAB faz. Ela prioriza “encaixando” os voos um no outro, pra otimizar o emprego de suas aeronaves. Ex: a prioridade 01 dela é de Boa Vista pra Manaus. A 08 do EB é de Manaus pra Brasília. A 03… Read more »

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Velho Alfredo
10 dias atrás

Caro Velho. O problema da distribuição de recursos dentro do MinDef é mais complexa. Hoje, o EB consome 50% dos recursos, ficando com 25% para a FAB e 25% para a MB. Esta divisão precisa ser repensada. As primeiras linhas de defesa é o superioridade aérea e a negação ao mar. A cada dia, parece mais claro que a MB e a FAB estão subfunanciados em relação ao EB

Wellington Góes
Wellington Góes
Reply to  Camargoer.
10 dias atrás

Oi?! Desculpa meu amigo, mas isso não é parâmetro de nada, para definição de distribuição dos recursos. Aliás, se formos aprofundar sobre essa celeuma…. Melhor outro tipo de argumento para defender as decisões do Aeroclube.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Wellington Góes
9 dias atrás

Caro W. Estes são os números (50% EB, 25% FAB e 25% MB). Como já escrevi em outros momentos, a superioridade aérea é parte fundamental em qualquer cenário de defesa. A FAB tem um efetivo de cerca de 75 mil, sendo 25 mil no DECEA para o controle e defesa do trafego aéreo, essencialmente financiado pelas taxas das companhias aéreas. Portanto, o número a ser avaliado são 50 mil (para o tamanho da frota de combate é muito grande). Ainda assim, a FAB tem problemas sérios de subfinanciamento de custeio, como foi apresentado pelo comandante da FAB durante o embróglio… Read more »

BK117
BK117
Reply to  Foxtrot
11 dias atrás

Pelo o que eu li os primeiros pilotos da FAB estarão certificados só em setembro e ele veio com pilotos estrangeiros. Chuto que é esse o motivo.

Espero que nas próximas já usem ele.

Foxtrot
Foxtrot
Reply to  BK117
10 dias atrás

Nossa que dificuldade há em instruir um piloto em uma nova aeronave ? Porquê então não chamam os antigos pilotos da aeronave, para assim ao voarem com os militares ensinarem a eles operar a aeronave.
Desculpa amigo, mas essa é mais uma desculpa para justificar o óbvio.

Welington S.
Welington S.
Reply to  Foxtrot
11 dias atrás

Os pilotos da FAB ainda não estão certificados. Estão em fase final. E se não me engano, o voo para os EUA é ”0800” por parte dos americanos.

SGT MAX WOLF FILHO
SGT MAX WOLF FILHO
Reply to  Welington S.
10 dias atrás

Concordo foi 0800, mas olha o marketing negativo que se deu isso, talvez isso foi ate intencional, ou não…. mas mostra que nossa Forças Armadas tem mais teatro que realidade, tipo no Instagram parece até que estamos pau a pau com os EUA, na realidade temos munição para algumas horas de combate em caso de guerra… esse foi um dos motivos que me desliguei das Forças Armadas. Muito teatro…

Foragido da KGB
Foragido da KGB
Reply to  SGT MAX WOLF FILHO
10 dias atrás

“esse foi um dos motivos que me desliguei das Forças Armadas. Muito teatro…”

Então qual motivo de ainda usar “SGT” em seu nick ???

Dor de cotovelo ?

Foxtrot
Foxtrot
Reply to  SGT MAX WOLF FILHO
10 dias atrás

Mas isso é tática para enganar a bobalhada impressionável aqui do fórum e outros meios.
Não temos experiência de combate, não temos integração de meios e recursos, nossos oficiais na melhor das hipóteses só sabem comprar produtos.
Resumindo estamos “ferra&$#@dos mesmo.

ANDRE GARCIA
Reply to  Foxtrot
10 dias atrás

A tripulação, pilotos e mecânicos, ainda não concluiu o treinamento. A previsão é que isso deve ocorrer em setembro, salvo engano.

Flight_Falcon
Flight_Falcon
Reply to  Foxtrot
9 dias atrás

Pode ter acontecido o seguinte: Quando fecharam o exercício a FAB não tinha a aeronave ou a previsão de recebimento e o EB para não correr o risco de ficar na mão, fechou o transporte com a empresa para transportar seus militares, pois vai que a “carona” não dê certo…

Felipe Morais
Felipe Morais
12 dias atrás

Entre os dias 4 de agosto e 6 de setembro, tropas da 12ª Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel), do Exército Brasileiro e da 3ª Brigada da 101ª Divisão de Assalto Aéreo (101st Airborne Division), do Exército dos Estados Unidos, compartilharão experiências e conhecimentos sobre doutrina, técnicas, táticas e procedimentos de defesa.

A notável divisão da série Band of brothers. Uma das melhores sobre a segunda guerra mundial.

Camargoer.
Camargoer.
12 dias atrás

Olá a todos. O nome do exercício faz lembrar um filme clássico “Corre que a polícia vem ai”. Depois das continuaçãos 2.1/2 e 33.1/3, agora é a versão 22. riso.

Silvano
Silvano
Reply to  Camargoer.
11 dias atrás

Você está o tempo todo rindo de quem? de si mesmo?

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Silvano
11 dias atrás

Olá Silvano. Um dos problemas de comunicação escrita é saber quando escrevemos uma ironia, fazemos uma piada ou colocamos uma opinião. Existem recursos gráficos como emojis. Escrever com maiúsculas significa gritar. A palacrea “riso” ou “rs” é anterior aos emojis e serve para indicar indubitavelmente uma piada ou uma ironia. Obrigado pela oportunidade de ensinar um pouco destes truques de comunicação escrita. Anota aí.

Carlos Campos
Carlos Campos
12 dias atrás

OFF TOPIC
O P@l comendo em Gaza e nada por aqui

Alexandre Galante
Reply to  Carlos Campos
11 dias atrás

O pau está sempre comendo em Gaza.

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Alexandre Galante
11 dias atrás

kkkkkkkkkkkk Camargoer disse que o nome do exercício lembrou um filme, sua resposta lembrou o livro: “nada de novo no front”

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Felipe Morais
10 dias atrás

Olá Felipe. Logo logo teremos uma nova versão deste filme no Netflix. Estou ansioso.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Camargoer.
9 dias atrás

Vão fazer uma terceira versão de Nada de Novo no Front ou um Corra que a Polícia Vem aí 44 1/4 sem o Leslie Nielsen?

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Leandro Costa
9 dias atrás

Olá Leandro. Será uma produção alemã do “Nada de novo no front”. Agora, “Corra que a policia vem ai” só dá certo com o Leslie. Aliás, os nomes destes filmes em português são muito bons. “Corra que a polícia vem ai”, “Apertem os cintos, o piloto sumiu”, “Todo mundo em pânico”, “As branquelas”…

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Camargoer.
9 dias atrás

‘um Morto muito Louco’ e por aí vai.

A versão alemã, mais recente, de ‘A Onda’ foi boa mas achei a anterior (filme feito para a TV), mais crível, até por ser mais sóbrio. No sabia dessa nova versão sendo produzida. Gosto muito dos filmes alemães e o tema do Nada de Novo no Front é EXTREMAMENTE relevante para d dias atuais.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Alexandre Galante
11 dias atrás

mas existe exceções, mataram o líder da Jihad Islâmica e os bombadeios estão além do normal, e os chegando até Haifa e Tel Aviv com intensidade.

Ramon
Ramon
Reply to  Carlos Campos
11 dias atrás

A mídia tradicional e canais em redes sociais estão transmitindo os confrontos, galera tem a mania de querer pautar as coisas abordadas aqui na trilogia, se forem postar tudo que está acontecendo os redatores não vai ter mais vida vão ter que ficar 24h escrevendo matéria, imagina ter que relatar cada coisa que acontece nos vários conflitos pelo mundo ter que fazer uma reportagem de cada blindado de nação x que foi destruído, a tomada de um vilarejo pela nação y, as tenções crescentes entre países A e B, exercícios militares feitos pelos países C e D, a compra de… Read more »

Heinz Guderian
Heinz Guderian
12 dias atrás

Os Americanos treinando tropas brasileiras e deixando tropas brasileiras participarem de operações nos EUA, o EB vai descobrir as táticas e pontos fracos do US Army. Os Americanos devem temer.
(Ironia)

Velho Alfredo
Velho Alfredo
Reply to  Heinz Guderian
11 dias atrás

Heinz, bom dia O exército americano é muito experiente em combate. Desde a 1ª Guerra até hoje, nos níveis tático e operacional, tem combatido bem, com raras exceções. As guerras/conflitos, q tiveram um resultado ruim (perderam ou o resultado ainda é incerto), sofreram forte influência política e má condução nos níveis estratégico e político. Ou seja, nos níveis mais diretamente de “responsabilidade” das Forças Armadas combateram bem. Combateram bem e cada vez melhor, pela metodologia de preparo, coordenação e certificação de suas tropas em prontidão. Todos os aliados ou parceiros americanos treinam com eles, por causa desse sistema de preparo… Read more »

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Velho Alfredo
11 dias atrás

Olá Velho. Acho que o exército dos EUA estavam despreparados, mal equipados e destreinados antes de entrar a I Guerra. O Gen. Pershing, comandante das tropas dos EUA na I Guerra, retardou o quanto pode colocar as tropas em combate e foi muito criticado pelos europeus. Além disso, ele se recusou a atuar de modo coordenado sob o comando do Gen Foch, o que retardou o fim da I Guerra. Além disso, as tropas dos EUA cometeram muitos erros e tiveram grandes perdas em razão do seu comando insistir em táticas obsoletas que já haviam sido abandonadas pelos europeus a… Read more »

Atirador 33
Atirador 33
Reply to  Velho Alfredo
11 dias atrás

Experiência em combate, só combatendo aprendendo com os erros e desenvolvendo doutrinas, e posteriormente treinando exaustivamente essas doutrinas. Adquirir novas doutrinas, e substituir ou atualizar as existentes. Tivemos participação nas duas guerras mundiais, discreta na primeira e mais ativa na segunda, e isso foi um divisor de águas. Acompanhamos duas situações bem incomum no mundo, a mudança de doutrina e equipamentos em meio ao conflito “Ucrânia”. E um país com infinitos e inesgotáveis equipamentos militares, mais que nunca se envolveu em um conflito moderno, cuja a única doutrina é usar suas forças para “caçar” opositores. Em resumo, sem doutrina, poder… Read more »

Velho Alfredo
Velho Alfredo
Reply to  Atirador 33
11 dias atrás

Sem dúvida!
É melhor ainda, aprender essa doutrina sem ter de sacrificar os nossos.

Heinz
Heinz
Reply to  Velho Alfredo
11 dias atrás

Saudações Alfredo, eu usei de ironia, pois quando o US army vem fazer algum treinamento aqui o pessoal fica dando “chilique” dizendo que o Brasil está mostrando como treinamos, nosso terreno e táticas e que isso não deveria ser feito, por isso usei de irônia.
Esses exercícios são fundamentais para o EB, só assim podemos ver como uma tropa de primeira qualidade treina e ainda por cima obter experiências que podem se adotadas para a melhoria da formação dos nossos combatentes.

Velho Alfredo
Velho Alfredo
Reply to  Heinz
10 dias atrás

Bom dia Heinz

Pelo serviu pra mostramos boas ideias (saudáveis) pros leitores!!

Velho Alfredo
Velho Alfredo
12 dias atrás

Mais um excelente exercício, onde nossas tropas tem dado um show!!!!
No último CORE, os observadores americanos ficaram impressionados, exigindo as provas filmadas dos OCA, de como nossa tropa conseguiu flanquea-los.
Nossa tropa, q não foi pra guerra, “so” GLO, dando trabalho pra deles, q tem experiência.

Maximus
Maximus
Reply to  Velho Alfredo
11 dias atrás

Ola Velho. Tem fontes disso? Faz Tempo que procuro e não acho nada.

Velho Alfredo
Velho Alfredo
Reply to  Maximus
11 dias atrás

Só internas. Sem publicações.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Velho Alfredo
11 dias atrás

lembro que foi um sucesso mesmo, eles tendo vencido os americanos em local que ele não tinham conhecimento, os americanos sabem cada buraco do local, mesmo assim perderam.

Mgtow
Mgtow
11 dias atrás

Oh não, de novo não.
Se o Brasil quiser soberania tem que se afastar desse país aí.
Esses treinamentos com predadores são dispensaveis.

BK117
BK117
Reply to  Mgtow
11 dias atrás

É com o predador que se aprende a caçar.

Sagaz
Sagaz
Reply to  Mgtow
11 dias atrás

É…aparentemente mais uma vítima de algum predador americano. Espero que se recupere.

Gabriel
Gabriel
11 dias atrás

Excelente!!!

Qualquer tipo de exercício militar, com Forças Armadas acostumadas com combate real, é garantia de novos aprendizados.

Além, também, de oportunizarem que o militar brasileiro mostre que está a altura dos melhores do mundo.

Claro que os vira latas de plantão sempre vão arrumar uma maneira de criticar a iniciativa.

Arthur
Arthur
11 dias atrás

Que bom! Militares brasileiros em vôos fretados de companhias americanas. Com certeza é pura cortesia decorrente dos problemas apresentados nos Hércules, KC-390, sem falar na crônica falta de combustível das forças brasileiras. Durante esses exercícios militares os americanos repassarão MUITA de sua ‘expertise’ aos brazucas: como ser escurraçado do Afeganistão (após vinte anos de ocupação e um trilhão de dólares em gastos), como surrupiar petróleo sírio em caminhões e não poder fazer nada contra os russos, como mandar uma velhota sem noção à Taiwan e tirar o corpo fora, como fazer guerra por procuração na Ucrânia sem saber o destino… Read more »

Velho Alfredo
Velho Alfredo
Reply to  Arthur
11 dias atrás

Acredito q esteja confundindo os níveis tático e operacional (normalmente de inteira responsabilidade dos militares), com os níveis estratégico e político, de responsabilidade dos não-militares.
Lembrando q no Afeganistão, não foram os militares q perderam. O país desistiu de ajudar aquele povo.

Arthur
Arthur
Reply to  Velho Alfredo
11 dias atrás

Não questiono a retirada, mas a debandada desorganizada que ocorreu em 2021. A incompetência partiu em razão da ordem dos políticos ou dos militares que a cumpriram? De nada adianta intervir em outro país, manter escore imbatível nas batalhas e perderem as guerras que alegadamente vencem nos noticiários? Lembra de Khe Sanh? Os americanos defenderam a base contra os norte vietnamitas para não incorrer em outra Dien Bien Phu. Alí permaneceram; seis meses depois a abandonaram, porque não valia a pena mantê-la. A mesma coisa ocorreu em Hamburger Hill, em 1969. Que exército é esse que vence e volta a… Read more »

Velho Alfredo
Velho Alfredo
Reply to  Arthur
11 dias atrás

Torno a dizer.
Tudo o q vc passou, foi resultado do nível político e estratégico interferindo e mal coordenando tudo.
No nível tático, eles tem muito a ensinar.
A própria Khe Sanh foi exemplo disso. Imposição política em se manter algo q depois, pela confusão, decidiram “autorizar” deixar o local.
E a tropa? Ia deixar o pessoal de lá morrer? Usaram força bruta.
Agora, obviamente, não são 100% detentores de vitórias. Ninguém é.

SGT MAX WOLF FILHO
SGT MAX WOLF FILHO
Reply to  Velho Alfredo
10 dias atrás

Nada disso, o problema lá é a corrupção mesmo, ai usam a religião para justificar os meios… e como a tenta do governo dos EUA secou, voltaram a ser aquilo que sempre foram, eles não são ocidentais não pensam como a gente, o erro dos EUA e ocidente é achar que eles pensam igual a gente, comem igual a gente e etc, lá é outro cultura, outro modo de ver o mundo… e quando se colocar a fê das pessoas em prol de algo que se acredita ser maior que elas, elas fazem coisas que seria impensáveis para nós. Do… Read more »

Velho Alfredo
Velho Alfredo
Reply to  SGT MAX WOLF FILHO
10 dias atrás

Concordo.

Mas insisto q os soldados, nos seus destacamentos, nos seus grupos, nos seus pelotões, Companhias e Batalhões tem pouca culpa.
Quando tem, é por alguma indisciplina q não ajudou na conquista de corações e mentes.

Marcelo
Marcelo
11 dias atrás

A tropa é aeromóvel pq viaja de linhas aéreas?

Velho Alfredo
Velho Alfredo
Reply to  Marcelo
10 dias atrás

Acredito q de Pantera, dariam muitas vagas de leva……. e de C-130 ou KC-390, precisaria de 3 de cada, pelo efetivo.

Ozires
Ozires
Reply to  Marcelo
10 dias atrás

As tropas americanas usam muito aeronaves comerciais alugadas em seus deslocamentos.

SGT MAX WOLF FILHO
SGT MAX WOLF FILHO
10 dias atrás

O problema que temos no Brasil é que o ego das Forças Armadas é tão grande, que sempre usam a burocracia para justificar o não uso de um tal vetor para outra força… porque você acha que o exercito e marinha americanos tem seus próprios aviões de transporte… o tal do ego é tão grande que a própria FAB ameaçou derrubar os Vants da Policia Federal, porque isso somente porque na época os vants da PF eram melhores que da FAB, ai o Governo teve que comprar uns vatns Hermes para acalmar o comando da FAB, tipo se a FAB… Read more »

Velho Alfredo
Velho Alfredo
Reply to  SGT MAX WOLF FILHO
10 dias atrás

Prezado Concordo q há muita “vaidade” entre as Forças e o MD teria q intervir mais forte. Falta amadurecimento nisso. Mas houve um fortalecimento grande da PF, fora de suas atribuições num determinado tempo atrás…. A FAB não teria problema da PF ter VANT. Mas o Gov Fed na época ignorou a FAB e deu pra PF. Lembrando q a PF não tinha e ainda não tem capacidade técnica de operar e manter em plenitude um Meio desse. Numa função que executei, trabalhei muito com a PF. Eles reclamavam q o Gov Fed ( e chefia da PF, com cargo… Read more »

Yuribfranca
Yuribfranca
10 dias atrás

Off: e a guerra na Ucrânia ? Nenhuma atualização do front ?

Claudio
Claudio
Reply to  Yuribfranca
10 dias atrás

Melhor ver em outros meios que atualizam constantemente, e em outros blogs , que não cobram assinatura

Claudio
Claudio
10 dias atrás

Mui amigos , só que não, Estados Unidos recusa venda de mísseis anti-tanque pro exército brasileiro hahaha

GRAXAIN
GRAXAIN
10 dias atrás

Troca de experiência valiosíssima para o EB ao dar prioridade às unidades, escalão companhia, Aeromóveis e Aeroterrestres. Atualizar os procedimentos da infantaria é fundamental e tem que ocorrer desta forma mesmo. Se vai de avião afretado ou de jegue não importa, missão dada, missão cumprida!

Gilson
Gilson
9 dias atrás

Será que o comandante do exército, lê os nossos comentários? se ele lê sera o que o que ele acha?

Jonathan Pôrto
Jonathan Pôrto
8 dias atrás

Economizaríamos milhões se o voo fosse comercial ao invés de fretado !! Neste Bicentenário da Independência do Brasil vale apena refletir o exemplo do Imperador Dom Pedro II se recusou a aceitar a quantia de 5 mil contos de réis, oferecida pelos golpistas republicanos, quando do exílio, mostrando que o dinheiro não lhes pertencia, mas sim ao povo brasileiro (5 mil contos de réis era o equivalente a 4 toneladas e meia de ouro) Quantia que o Imperador recusou deixando ao País um último benefício: O grande exemplo de seu desprendimento. Infelizmente esse exemplo não frutificou na República, como seria… Read more »

Últimas Notícias

Brasil e Coreia do Sul fecham acordo para produção de semicondutores da Samsung no país

O Brasil e a Coreia do Sul estão fechando acordos para a construção de uma fábrica de chips semicondutores...
Parceiro

- Advertisement -
- Advertisement -