sábado, outubro 1, 2022

Saab RBS 70NG

Xi e Biden distribuem bilhões para tirar chips de Taiwan

Destaques

Redação Forças de Defesa
Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

China, que começou antes, já enfrenta escândalo de corrupção; nos EUA, NYT apoia e WSJ critica ‘política industrial’

Por Nelson de Sá

No final do ano passado, um ensaio de repercussão na revista Parameters, do Army War College, a escola superior de guerra dos EUA, lançou uma imagem que chamou de “Ninho quebrado”. Partia de um provérbio chinês, “Num ninho quebrado, como pode haver ovos inteiros?”, para defender “uma estratégia de terra arrasada que tornaria Taiwan pouco atraente, se tomada à força”.

Especificamente: “destruir as instalações pertencentes à TSMC, a fabricante de chips mais importante do mundo”.

Há uma semana, no auge da crise em torno de Taiwan, o presidente da TSMC surgiu na CNN alertando que, em caso de invasão, sua fábrica se tornaria “inoperável”. “A guerra não traz vencedores, todos perdedores”, afirmou Mark Liu.

Também coincidindo com a crise, o Congresso americano aprovou finalmente o Chips Act, um incentivo bilionário do governo para empresas privadas montarem fábricas de chips ou semicondutores nos próprios EUA, diminuindo sua dependência de Taiwan.

A China já havia dado incentivo semelhante, diante das crescentes sanções americanas à compra de chips avançados de Taiwan pelas empresas chinesas.

Na revista Caixin, a ‘tempestade’ do grande fundo de chips da China – Reprodução

O Chips Act, defendeu o New York Times em editorial, até “pode ser descrito como cópia da China, só que os EUA foram o primeiro grande praticante dessa política industrial”. Já o Wall Street Journal, também em editorial, criticou os “defensores de política industrial” que querem os EUA “imitando” a China em semicondutores —e apontou os problemas que começam a aparecer por lá.

Problemas que são a capa da edição desta semana da Caixin, de Pequim, “Escândalo de suborno lança sombra nas ambições de chips da China”. Desde o mês passado, vários executivos estão sob investigação, numa “tempestade anticorrupção”.

Por outro lado, o investimento acelerado em pesquisa e desenvolvimento de semicondutores pelas empresas chinesas resultou no primeiro com tecnologia de 7 nanômetros, como alguns daqueles produzidos em Taiwan.

Pequim vai reduzindo o impacto do eventual “ninho quebrado” — e Washington a segue, gastando bilhões para não depender da mesma TSMC. Já Taipé vai ficando pelo caminho, sob ameaça de acabar perdendo seus dois grandes clientes.

Nesta sexta, o WSJ noticiou que Joe Biden e Xi Jinping já acertam um encontro pessoal, para novembro.

FONTE: Folha de São Paulo

NOTA DA REDAÇÃO: Quer discutir esse e outros assuntos com leitores da Trilogia Forças de Defesa em tempo real? entre no nosso grupo de WhatsAppclicando aqui.

- Advertisement -

107 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest

107 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Burgos
Burgos
1 mês atrás

Se já se especula isso, então já se prevê que vai acontecer o inevitáve !!!👀😞

LUIZ
LUIZ
Reply to  Burgos
1 mês atrás

A China deve ter ta num acordo bilionário com os EUA pra reintegrar Taiwan sem dar um único tiro. Já que os EUA está gastando uma fortuna na Ucrânia. Esse dinheiro investido nunca terá de volta.

Cristiano GR
Cristiano GR
Reply to  LUIZ
1 mês atrás

Não é de se duvidar.

LUIZ
LUIZ
Reply to  Cristiano GR
1 mês atrás

Suposição: E se a Rússia anexar todo o território da Ucrânia no mínimo os EUA vai ter um prejuízo de 100 bilhões de dólares.

Henrique
Henrique
Reply to  LUIZ
1 mês atrás

improvável de acontecer, é mais fácil a China anexar um pedaço da Rússia

Nonato
Nonato
Reply to  LUIZ
1 mês atrás

Assina: defensor do imperialismo chinês tentando denegrir imagem dos Estados Unidos e enaltecer o regime marxista de Mao Tse Tung.

SteelWing
Reply to  Nonato
1 mês atrás

mds, cuidado com o comunista embaixo da cama, são negócios, apenas isso, tantos dos bonzinhos EUA quanto dos malvados chineses. tudo aqui querem resumir em: bem contra o mal, ui que medo… quando na verdade são apenas negócios.

Last edited 1 mês atrás by SteelWing
Nelson Junior
Nelson Junior
Reply to  LUIZ
1 mês atrás

Quando Taiwan perder seu “valor estratégico” (suas fabricas de semi condutores), então essa não terá mais “valor” para o ocidente, e será facilmente incorporada pela China (Comunista)…
Triste mas é a “RED PILLS”

WSilva
WSilva
Reply to  Burgos
1 mês atrás

Não tem jeito meus caros, aquele que se sujeita a fazer papel de vassalo no final é sempre descartado. Como venho falando há semanas aqui, a TSMC será a nova Toshiba.

Patrício
Patrício
1 mês atrás

Bateu o desespero nos americanos.
É subsídio aqui, auxílio ali, incentivo acolá.
Todos sabemos que em uma economia não centralizada isso fracassa.
Apenas gera corrupção, atrasos e ineficiência.

Pedro
Pedro
Reply to  Patrício
1 mês atrás

Claro, pq em exemplos de economia centralizada não há corrupção….

NEMO revoltado
NEMO revoltado
Reply to  Patrício
1 mês atrás

Explique melhor; desenolva se raciocinio.

Patrício
Patrício
Reply to  NEMO revoltado
1 mês atrás

Será um prazer.
Via de regra, o empresário pega o dinheiro e não desenvolve quase nada ou muito pouco, visto que está ‘protegido’ por esses incentivos ou reserva de mercado.
Não preciso lembrar que empresário normalmente pouco se importa com o desenvolvimento do país ou bem estar da população.
Quer o seu dinheiro no bolso.
Lembremos da Lei da Informática, Zona França de Manaus e etc.
Já o Governo que centraliza as decisões, consegue almoçar recursos da maneira mais eficiente.
Vídeo os polos de desenvolvimento de Xangai, Shenzhen, Pequim, Hainan e etc.

Patrício
Patrício
Reply to  Patrício
1 mês atrás

Digo, ALOCAR recursos.
Maldito corretor.
Kkkkkkkk

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Patrício
1 mês atrás

Aí que está o erro de seu raciocínio, incentivar e dar incentivos é benéfico, a reserva de mercado geralmente é criado em em uma centralização da produção pelo governo, pelo exemplo a PETROBRAS, que é nossa única petroleira que está dando prejuízo, existia por muito tempo uma reserva de mercado para ela, você foi muito bem em dizer que empresário gosta de dinheiro e por isso mesmo ele com incentivos para produzir vai gerar mais riqueza e renda, a própria ZFM é um exemplo, se Manaus saísse do Brasil adotasse um código de impostos igual o de Hong Kong em… Read more »

Acacor
Acacor
Reply to  Carlos Campos
1 mês atrás

A Petrobrás, desde a sua fundação, deu um incalculável retorno positivo ao país, inclusive com lucros. Mesmo em curtos períodos dando prejuízo, ela dá lucro ao país, pois substituiu as importações que quebraram a nação na crise do petróleo. Se a Petrobrás tem prejuízo nominal, isso gera um benefício para toda a economia nacional, porque reduz os custos para todos. Muito pior são as forças armadas, que sempre deram prejuízo, ou alguém já ouviu falar que geraram algum lucro?

Waldir
Waldir
Reply to  Patrício
1 mês atrás

Caro colega. Acho que o motivo de os americanos e chineses estarem buscando fabricar chips pode ser pelo motivo que uma invasão da ilha pode destruir tais fábricas de chips. E imagina seu país e Industria sem chips para receber ? Pararia diversos setores da economia que precisam deles. Então os 2 países fazem o certo em estimular a produção própria. Deveríamos como pais pensar da mesma forma.

jommado
jommado
Reply to  Waldir
1 mês atrás

No minimo 20 bilhoes de dolares para começar a desenvolver um chip competitivo, sem chance nem em 200 anos o brasil teria esse dinheiro.Lembre-se o brasil é um pais agricola.

NEMO revoltado
NEMO revoltado
Reply to  Patrício
1 mês atrás

Embora não concorde com seu comentário inicial concordo com este.

Henrique
Henrique
Reply to  Patrício
1 mês atrás

“Já o Governo que centraliza as decisões, consegue almoçar recursos da maneira mais eficiente.” . Ahhh sim pq foi muito inteligente/eficiente o governo colocar a Zona Franca em MANAUS… que ta 2500km de distancia dos principais centros consumidores que ficam no litoral do país . Ai colocam a Zona no meio da floresta onde o acesso só é feito por avião ou barco depois de 2-3 semanas ou caminhão depois 1 semana preso em atoleiros e nenhuma linha de trem… o que eu não pago de imposto eu pago de transporte pra ter o item de lá… trasborda eficiência nisso… Read more »

Alessandro
Alessandro
Reply to  Patrício
1 mês atrás

“Via de regra, o empresário pega o dinheiro e não desenvolve quase nada ou muito pouco, visto que está ‘protegido’ por esses incentivos ou reserva de mercado.
Não preciso lembrar que empresário normalmente pouco se importa com o desenvolvimento do país ou bem estar da população.
Quer o seu dinheiro no bolso.”

Nossa vc descreveu fielmente os sindicatos e as partições públicas brasileiras, é só trocar a palavra *empresário por burocrata que dá na mesma.

Last edited 1 mês atrás by Alessandro
Patrício
Patrício
Reply to  Alessandro
1 mês atrás

Na verdade estava descrevendo a FIESP, FIERJ, CNI, CNA e outras patronais menos cotadas.
Vc é que não entendeu direito.

Sensato
Sensato
Reply to  Patrício
1 mês atrás

Não é desespero. É a forma como a corrente governando o país atualmente julga adequado governar. Acho equivocada mas não sou nem eleitor nem contribuinte americano.

Andre
Andre
Reply to  Patrício
1 mês atrás

E como estão atrasados os EUA né. Bem mesmo está a Rússia em seu atoleiro na Ucrânia, ou a China, que, de acordo com o partido comunista chinês, passará os EUA apenas na década de 2050.

Poxa Da Lua, vc vem repetindo isso há tanto tempo que já deve acreditar que é verdade.

Patrício
Patrício
Reply to  Andre
1 mês atrás

Que mané, 2050!!!!!
É de sabença que por paridade, a economia chinesa já é bem maior que a americana
Arredondando, cerca de 26 tri para a China contra 22 para os EUA.
Em moeda corrente está cerca de 22 a a 18 tri para os EUA
Só que as previsões são de crescimento de 1 a 1,5% para os EUA e 4 a 5% para a China.
Fazendo uma pequena projeção, a China ultrapassa os EUA.
Pela projeção (que é a usada por entidades e bancos mundiais), a China ultrapassa os EUA em 2028.

Patrício
Patrício
Reply to  Patrício
1 mês atrás

Em tempo.
Nem estou considerando que esse ano o PIB dos EUA está negativo e quase que certamente vão entrar em uma longa recessão.

Andre
Andre
Reply to  Patrício
1 mês atrás

Vai lá discutir com PC chinês. É o plano deles que diz 2050.

Você vive nesse seu mundo de fantasias multi identidades e ignora o mundo real.

Se vc acreditasse nessas bobagens que escreve não precisaria ficar trocando de identidade.

rodrigo
rodrigo
Reply to  Patrício
1 mês atrás

crescer o PIB que sonho me lembro quando nosso Brasil crescia….muito tempo atras….

Henrique
Henrique
Reply to  Patrício
1 mês atrás

“Todos sabemos que em uma economia não centralizada isso fracassa.” KKKKKKKKKKKKKKKK economia centralizadas são as que tem 100% de chance de fracassar justamente por conta de corrupção, atrasos e ineficiências causada pelo centro tomador de decisão que esta longe dos problemas e não tem ideia do que precisa ser feito pra resolver os problemas. . . Fato que a gestão dos eua nos últimos 20 causou problemas na economia deles, mas é mais fato ainda que a construção da Forma de Governo/Estado do país (Federalismo e autonomia dos entes federados numa Republica) não vai deixa os EUA quebrar nesse século… Read more »

Hellen
Hellen
Reply to  Patrício
1 mês atrás

Estão imprimindo dinheiro sem lastro e a inflação esta nas alturas !!!

h.saito
h.saito
1 mês atrás

Retirar as fabricas de Taiwan facilita a invasão chinesa, uma vez que diminui os danos à economia global!
Biden está sendo cumplice da ditadura do Partido Comunista Chinês!

Alessandro
Alessandro
Reply to  h.saito
1 mês atrás

Eu ia escrever isso, desconfio que é exatamente essa a estratégia chinesa, sem as empresas de semi-condutores, a ilha não teria mais valor para os países ocidentais, e ficaria caminho livre para a China invadir.

Coitado dos taiwaneses, não fizeram sua bomba atômica, em breve vão pagar caro por isso.

Last edited 1 mês atrás by Alessandro
Nilo
Nilo
Reply to  Alessandro
1 mês atrás

Saito faz uma linha de.raciocinio correta, a China está provocando a falência indústria de Taiwan, onde está sua força, a China e EUA ao buscar substituição do Chips de Taiwan enfraquece sua importância e valor estratégico, este ninho mesmo com ovos quebrado ainda tem importância para o Xi, mas não é o mesmo para o Biden, que tem interesses comerciais, industrial de centenas de bilhões de dólares. Cada vez mais a China está perto de obter Taiwan, o conflito russo com o envolvimento americano com os Ucranianos só acelerou este processo.

Nicolas_SS
Nicolas_SS
1 mês atrás

Inflação comendo a solta nos EUA graças a essa e outras impressões de dinheiro.

João Adaime
João Adaime
1 mês atrás

E o Brasil investindo bilhões e mais bilhões em fundo eleitoral e orçamento secreto. Cada qual sabe de suas reais necessidades.

Nicolas_SS
Nicolas_SS
Reply to  João Adaime
1 mês atrás

Brasileiro só sabe reclamar, fazer algo que é bom, nada!

NEMO revoltado
NEMO revoltado
Reply to  Nicolas_SS
1 mês atrás

Chega a ser ironico o seu comentario.

João Adaime
João Adaime
Reply to  Nicolas_SS
1 mês atrás

Prezado Nicolas_SS
O que seria “fazer algo que é bom”?
Abraço

Nicolas_SS
Nicolas_SS
Reply to  João Adaime
1 mês atrás

Se informar e conhecer sobre o assunto é um ótimo começo. O que eu mais vejo ai é gente por exemplo falando de politica que não sabe o que é esquerda ou direita, fala de leis, mas não sabe nada de leis, fala de policia, mas não sabe nada de policia e assim por diante!

Se o brasileiro começasse a se informar e não puxasse corda para seu lado, o Brasil cresceria do dia para noite. A direita é cega para seu lado e a esquerda paro seu.

João Adaime
João Adaime
Reply to  Nicolas_SS
1 mês atrás

Caro Nicolas_SS
Eu só não entendi qual a relação disso que você escreveu e o meu comentário inicial.
A propósito, o que seria o SS do teu nome?
Abraço

Nicolas_SS
Nicolas_SS
Reply to  João Adaime
1 mês atrás

Não critiquei você ou seu comentário, apenas relatei o problema que causa disso.

SS são duas letras qualquer, nada demais.

Agressor's
Agressor's
Reply to  Nicolas_SS
1 mês atrás

Vamos trabalhar pessoal, e parar de ficar só de ranço com o progresso dos outros. Trabalho duro gera riqueza e enobrece….

Andre
Andre
Reply to  Agressor's
1 mês atrás

E no Brasil riqueza gera inveja e mimimi.

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Agressor's
1 mês atrás

Isso é conversa de patrão explorador ou coach de quinta categoria.

O filho do rico do Leblon tem acesso à melhor educação, herda a empresa do papai ou passa em um concurso para passar o resto da vida mamando nas tetas do Estado.

O filho do pobre da Rocinha nem consegue terminar o ensino médio em uma escola pública caindo aos pedaços porque tem que trabalhar em algum subemprego para ajudar a sustentar os pais e os seis irmãos.

Mas o pobre “não se esforça o bastante” e “não trabalha duro”.

Essa é um resumo da meritocracia à brasileira.

Agressor's
Agressor's
Reply to  Allan Lemos
1 mês atrás

Isso que eu chamo de um discurso bolsopetista raiz, viu. Essa foi da gema….

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Agressor's
1 mês atrás

Diga-me que estou errado. Quais são os seus argumentos? Qual parte do meu comentário não reflete exatamente a realidade? Estou aguardando a sua resposta.

Nilo
Nilo
Reply to  Nicolas_SS
1 mês atrás

O brasileiro é trabalhador, cidadão digno, mas temos uma elite político, judiciário militar com capacidade mesquinha de destruir sua capacidade de construir um país a altura de seus potenciais.

Sagaz
Sagaz
Reply to  Nicolas_SS
1 mês atrás

Não, o brasileiro está cada vez mais votando em quem não usa fundo eleitoral e defende redução da máquina pública.

Maurício Oliveira
Maurício Oliveira
Reply to  João Adaime
1 mês atrás

Cuidado pra não ser queimado na fogueira, falar verdade hj em dia anda muito perigoso.

Filipe Prestes
Filipe Prestes
Reply to  João Adaime
1 mês atrás

Pior ainda, vendeu-se a única fábrica de semicondutores que tinhamos por aqui.

João Adaime
João Adaime
Reply to  Filipe Prestes
1 mês atrás

Caro Filipe O caso do Centro Nacional de Tecnologia Eletrônica Avançada (Ceitec) de Porto Alegre é meio complicado. Não foi vendido. Seria fechado simplesmente. Não sei como ficou, porque parece que houve recurso à Justiça, principalmente para garantir os empregos. A explicação é que a fábrica não produzia nada relevante. Seria epenas um cabide de emprego. Não tenho nem como concordar e nem como refutar. Por outro lado, o novo presidente da Associação Nacional das Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Márcio de Lima Leite, anunciou em maio passado que existe um estudo para que o Brasil produza localmente semicondutores. Mas vai… Read more »

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  João Adaime
1 mês atrás

se a Intel e a Samsung fizerem Chips aqui seria o ideal, só que ao mesmo tempo parte do imposto de renda dessas empresas que precisa ser pequeno devia ir direto para o desenvolvimento e pesquisas de Chips totalmente nacionais, CEITEC era um porcari@ só atrasava, além de que precisa pensar em ambiente de negócios para Chips no país como encubadoras de fabricantes de chips por exemplo ou de máquinas de impressão de circuitos. ou até mesmo uma Joint venture com fabricantes internacionais de chips. criar por exemplos letras de crédito para a industria de circuito, sendo essas letras livres… Read more »

Nicolas_SS
Nicolas_SS
Reply to  João Adaime
1 mês atrás

João Felipe, a ideia inicial era vender, assim como todas as estatais que dão prejuízo, mas não teve nenhuma interessado, então o governo está tentando fechar.

Em 10 anos de existência, deu 1 bilhão de reais por ano, ou seja 10 bi rasgados! E o máximo que eles produziam era processadores 28nm totalmente ultrapassados, mas o foco era RFID, etiquetas de radiofrequência que usam em roupas por exemplo, adesivo para pagamento de pedágio, etc.

Nicolas_SS
Nicolas_SS
Reply to  Filipe Prestes
1 mês atrás

Felipe Prestes, essa informação é FALSA! A CEITEC em mais de 10 anos de existência NUNCA deu lucro, se não me falha a memoria deu ao todo quase 10 bilhões de reais de prejuízo, 1 bi por ano! A CEITEC também não produzia processadores avançados, o planeado produzir no máximo de até 28nm, bem antigos e ultrapassados, mas o principal foco da CEITEC era produzir tags de RFID, são chips de radiofrequência como em tags de portão, tag de pagamento de pedágio, identificadores de animais, etc. A CEITEC, essa pseuda ‘super empresa’, não chamou atenção de NENHUMA empresa para comprar,… Read more »

Canarinho
Canarinho
Reply to  Nicolas_SS
1 mês atrás

Esse e o custo para se ter autonomia em tecnologias sensiveis. Voce nao achou que ia sair de graca ne? O proejuizo deveria ser mais que previsivel nesse caso. E o caminho da autonomia. Estavamos saindo do zero. Esse tipo de investimento e de longo prazo.

Nicolas_SS
Nicolas_SS
Reply to  Canarinho
1 mês atrás

Muito sensível mesmo em fazer RFID para colocar em roupas da Renner ou C&A para não serem roubados…

L G
L G
1 mês atrás

O mundo está se dividindo em dois blocos. O primeiro comandado pelos EUA. Europa OTAN Austrália Japão Coreia do Sul Filipinas. O segundo bloco liberado pela China e Rússia: Iran, Coreia do Norte, Birmânia, Ásia central,etc O terceiro bloco em cima do muro aguardando melhores oportunidades: Índia, Brasil África do Sul Vietnã Tailândia Bangladesh indonésia Nigéria Egito arábia saudita Turquia, Paquistão,etc Como existe divisão no mundo os grandes países em cima do muro aguardando as melhores ofertas. Nessa semana o Brasil Paulo Guedes deu o recado ou França para de ficar falando de queimadas meio ambiente na amazônia ou o… Read more »

Leonardo
Leonardo
Reply to  L G
1 mês atrás

Parece que a fala de Guedes repercutiu na França. Um secretário de Mácron deve ter perguntado a outro:
– Vc sabe quem é um tal de Paulo Guedes, do Brasil?
– Pelo nome deve ser jogador de futebol.
– Ué, mas eles agora não se chamam Edenilson, Urivelson, Weverton, etc.? Paulo não é nome de jogador de futebol.
– Então não sei. Em todo caso, se é do Brasil, não é sério.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Leonardo
1 mês atrás

repercutiu mais do que isso sai em jornais e notinha do ministério das Relações Exteriores deles, bem feito quem manda ser mal educado, teve vários hectares de florestas queimadas agora no verão da Europa na França, Portugal, Grécia e Turquia, e foram incompetentes em lidar com essa situação de uma área minúscula.

Conan
Conan
Reply to  Leonardo
1 mês atrás

E o outro respondeu: Sei sim, é aquele que esta conseguindo deflação de 0,68%, criação de mais de 3 milhões de empregos, corte de impostos generalizados e projeção de crescimento de 2% do PIB sem contar a arrecadação crescente por parte do tesouro nacional, isso tudo isso com Covid e guerra na Europa algo que a gente não esta conseguindo fazer por aqui !!!

AMBAR
AMBAR
Reply to  Leonardo
1 mês atrás

kkkkkkkkkkk

Andre
Andre
Reply to  L G
1 mês atrás

De novo essa bobagem?

O mundo está dividido em dois blocos há 70 anos.

Estude mais e escreva menos bobagens.

Nas regras dos comentários não há algo sobre sair do assunto da matéria? Toda vez esse cara vem poluir o forum com essas bobagens completamente aleatórias.

Jefferson BA
Jefferson BA
Reply to  L G
1 mês atrás

O brasil nao faz parte de nenhum bloco, nós não temos políticos com cérebro para pensar geopolítica. Aqui é só roubalheira e pão e circo mesmo.

Last edited 1 mês atrás by Jefferson BA
Romão
Romão
1 mês atrás

A maquininha de imprimir dinheiro da Casa Branca não para um minuto. Enquanto isso, o “líder do mundo livre” tem 40 milhões de boquinhas famintas, de corpos anêmicos e obesos ao mesmo tempo, devido à inflação galopante e ao alto índice de consumo de alimentos superprocessados (mais baratos).
Quarenta milhões é uma Argentina inteira!
https://www.bbc.com/portuguese/internacional-53562958

Nicolas_SS
Nicolas_SS
Reply to  Romão
1 mês atrás

O índice de pobreza nos EUA é o rico no Brasil! Se você não tiver carro nos EUA ou Ar-Condionado em casa, é considerado como pobre!

Falando em Argentina, você viu que esse mês teve mais inflação que a Venezuela? A inflação na Argentina está em 72% nos últimos 12 meses.

Filipe Prestes
Filipe Prestes
1 mês atrás

Enquanto isso em Terra Brasilis o governo liquida com a CEITEC do RS, a única fábrica de semicondutores que havia no País. Apontamos na contramão do mundo, para a total primarização ao invés de tentar fortalecer ou recuperar a indústria que costumavamos ter (nem sequer digo competir á nível global).

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
Reply to  Filipe Prestes
1 mês atrás

O problema das estatais brasileiras é que elas são administradas como repartições públicas e não como empresas.

Hellen
Hellen
Reply to  Filipe Prestes
1 mês atrás

Vc imagina o tamanho da comissão $$ (em paraiso fiscal) alguem do governo que vai receber para trazer um indústria da coreia do sul para produzir esses chips aqui no Brasil !!!!
A ceitec que se lasque !!!!

Gabriel BR
Gabriel BR
1 mês atrás

Eu penso as vezes que investir numa fabrica de semicondutores seria preferível a um submarino nuclear … o retorno financeiro e em empregos seria gigantesco!

Machado
Machado
Reply to  Gabriel BR
1 mês atrás

Uma coisa não exclui a outra. Se vc não tem condições de proteger suas riquezas vc não é digno dela. Não existe razão onde não há força.

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Machado
1 mês atrás

Nós não temos dinheiro para fazer tudo o que queremos

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Gabriel BR
1 mês atrás

O Judiciário acaba de aprovar um aumento de 18% no salário, o MP fará o mesmo. O Fundão Eleitoral é de quase 5b. Temos dinheiro sim, o que falta é vergonha na cara.

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Allan Lemos
1 mês atrás

Então vai lá enfrentar o “Estamento Burocrático” e trazer nosso dinheiro de volta , uai?! Eu fui desarmado pelo Estado e não tenho a menor chance de vencer os militares e policiais que defendem esses malandros…queria ter mas não tenho!

Nilo
Nilo
Reply to  Gabriel BR
1 mês atrás

Mas este governo não está fazendo é nada, nem ao menos um pouco do tudo rsrsr, o Guedes é um bom vendedor, como arquiteto do desenvolvimento industrial do Brasil.

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Nilo
1 mês atrás

Conversa mole sua !!!!

Nilo
Nilo
Reply to  Gabriel BR
1 mês atrás

Os investimentos públicos seguem há anos em níveis extremamente baixos e voltaram a cair em 2021, com os investimentos diretos do governo federal atingindo o menor patamar em 17 anos. https://g1.globo.com/economia/de-olho-no-orcamento/noticia/2022/04/26/investimento-direto-do-governo-federal-atinge-menor-nivel-em-17-anos.ghtml

Last edited 1 mês atrás by Nilo
Nilo
Nilo
Reply to  Gabriel BR
1 mês atrás

O teto de gastos (veja detalhes abaixo), enquanto isso, continua sendo “flexibilizado” pelo governo para acomodar despesas estratégicas. Em 2021, as regras de cálculo do teto foram alteradas, oficialmente, para permitir gastos com Auxílio Brasil – o que também abriu espaço para emendas parlamentares e fundo eleitoral, por exemplo.
https://g1.globo.com/economia/de-olho-no-orcamento/noticia/2022/03/29/governo-quer-substituir-teto-de-gastos-por-divida-publica-como-principal-meta-fiscal-entenda-o-que-isso-mudaria.ghtml

Nilo
Nilo
Reply to  Gabriel BR
1 mês atrás

‘Bolo’ menor De 2012 a 2021, os números apontam uma queda de 59% no investimento público federal, de R$ 115,5 bilhões para R$ 47,4 bilhões, considerando os valores já corrigidos pela inflação. Em 2022, o montante reservado para investimentos é ainda menor, R$ 42,3 bilhões, retração de 63% em relação a 2012. Praticamente todos os setores têm hoje menos dinheiro para investir do que tinham 10 ou 11 anos atrás. Alguns, contudo, perderam mais do que outros. O orçamento da defesa para 2022, por exemplo, é 50% menor em termos reais do que em 2012. O de transporte é 74%… Read more »

Nilo
Nilo
Reply to  Gabriel BR
1 mês atrás

Está ruim para a defesa reclama da falta de recurso? Mas….. Menos transporte, educação e saneamento, mais defesa, saúde e segurança. A composição dos investimentos públicos mudou substancialmente nos últimos anos. Em 2022, a Defesa passou a ser o principal destino desses recursos, abocanhando 21% dos R$ 42,3 bilhões previstos no orçamento sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) no fim de janeiro. Em 2012, a fatia detida por essa área era de 15%, 6 pontos percentuais a menos que hoje. Com o ganho de espaço, a Defesa superou Transporte e Educação e passou a ocupar o primeiro lugar da lista,… Read more »

Nilo
Nilo
Reply to  Gabriel BR
1 mês atrás
Last edited 1 mês atrás by Nilo
jommado
jommado
Reply to  Nilo
1 mês atrás

As fontes do inocente.

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Machado
1 mês atrás

defendamos-nos com uma frota de submarinos convencionais AIP nacionalizada

Nilo
Nilo
Reply to  Gabriel BR
1 mês atrás

Acertadamente nem a MB quer.

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Machado
1 mês atrás

O que adianta ter um submarino nuclear com 40 % de componentes franceses , pedir a benção do tio Sam a cada 5 anos para abastecer a belonave com um combustível medíocre.

Nilo
Nilo
Reply to  Gabriel BR
1 mês atrás

A parte nuclear é de domínio nacional.
Opa!!! é como dizer que está dispensando o SUB nuclear porque americanos estão pondo pressão rsrsr.
É como dizer que o domínio da tecnologia nuclear é medíocre rsrsrs
Grabriel br …….e não BR?

Last edited 1 mês atrás by Nilo
Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Nilo
1 mês atrás

Se você quiser ter o combustivel , vai ter que abrir todo o programa nuclear para a AIEA …eu sou nacionalista , mas isso que estão a fazer não é muito inteligente.

Nilo
Nilo
Reply to  Gabriel BR
1 mês atrás

Apesar do comunicado enviado à AIEA, o Brasil não precisa de autorização da agência para produzir combustível nuclear, tanto no caso dos submarinos como no das usinas de Angra dos Reis. A premissa de comunicar a agência é parte do TNP. Portanto a consulta à AIEA não gera atrasos ao projeto e nem pode impedir seu andamento.
“A agência não tem jurisdição na autorização desse tipo de combustível.
https://www.defesaemfoco.com.br/aiea-nao-pode-interferir-no-projeto-de-submarino-nuclear-brasileiro-dizem-especialistas/

Last edited 1 mês atrás by Nilo
Nilo
Nilo
Reply to  Gabriel BR
1 mês atrás

O Brasil não é o obrigado a abrir Todo programa….seja lá o que isso significa….isso já foi amplamente discutido no poder naval.

Andre
Andre
1 mês atrás

E o Da Lua gastando seu repertório de apelidos para repetir a mesma bobagem, de que os EUA estão quebrados. Talvez repetindo muitas vezes ele mesmo acredite.

Ander
Ander
1 mês atrás

E aqui no Brasil nosso presidente Motociata fechou a única fabricante de Chips a Estatal Ceitec, ela deveria ter sido vendida a moldes da Embraer passado a contar como empresa estratégica e não liquidada.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Ander
1 mês atrás

quem ia querer aquela porcari@, tu tem ideia de quanto custa montar uma fábrica de chips, fica na casa dos 10 dígitos, a CEITEC não tinha como produzir nada de relevante, a não ser que você use chip de marcação de gado, e nem isso era deles totalmente, patente estrangeira.

MIB
MIB
Reply to  Ander
1 mês atrás

Deveria ter tentado vender ao menos, apesar de 600NM ser uma tecnologia dos anos 90, talvez surgisse algum interessado, mas poderia ocorrer como a casa da moeda, onde não houve um único interessado na aquisição, porque é lúcido que dinheiro em moeda esta com os dias contados.

Last edited 1 mês atrás by MIB
Ander
Ander
Reply to  MIB
1 mês atrás

Sou Engenheiro eletrônico, e 98% dos componentes no brasil são importados, um simples transistor é importado, um simples CI ou Microcontrolador usado em uma calculadora é importado, a Ceitec poderia fabricar esses componentes de baixa complexidade para financiar os de maiores complexidade e gradativamente ganhando estrutura, mas se o próprio governo não tem essa visão.

MIB
MIB
Reply to  Ander
1 mês atrás

Concordo com você, poderia, mas era uma estatal, tudo que é feito por funcionários públicos é uma negação, uma empresa pública faz tudo no Brasil, menos o que deveria fazer… Vamos dizer que uma WEG da vida comprasse a CEITEC a fim de produzir IGBTs, transistors, cis e outros componentes de silício, ai teríamos sim, uma empresa séria por trás disso, mas estatais são o símbolo do fracasso, a única coisa que funciona no Brasil e cobrança de impostos, olha um motivo pro Brasileiro se orgulhar, o Brasil tem a tecnologia de cobrança de impostos mais avançada do mundo, e… Read more »

LUIZ
LUIZ
Reply to  Ander
1 mês atrás

Produtos chineses acabaram com a excelente qualidade dos componentes. Sou técnico em eletrônica. Até os anos 90 comprava peças Made In Japan ou Coreia originais. Veio produtos baratos Made in China bagunçando o comércio e dando dor de cabeças aos técnicos em eletrônica. Antigamente um aparelho eletrônico durava 5 a 10 anos pra dar defeito. Hj tvs e equipamentos de som com menos de 2 anos pifados e sem peças pra consertos. Países como EUA e China enrriqueceram fazendo trambiques. Hj sinto saudades dos anos 80 e 90 quando fabricavam produtos de qualidade.

Henrique
Henrique
Reply to  Ander
1 mês atrás

fechou foi pouco.. fabrica era inútil

Ander
Ander
Reply to  Henrique
1 mês atrás

Não queria falar, mas alguém precisa lhe avisar ” Inútil” é vc. Não tem noção nem do que é um simples transístor então não fale bobagem. A Ceitec era a única fabricante de Microcontroladores na America Latina, governo sem visão estratégica da nisso aflorece os idiotas.

jommado
jommado
Reply to  Ander
1 mês atrás

Fabricava, mas a que custo para o contribuinte?

Ander
Ander
Reply to  jommado
1 mês atrás

Você precisa saber se o EUA, CHiNA, RUSSIA, REINO UNIDO, ALEMANHA, JAPÃO etc. pensassem igual vc não seriam potências tecnológicas e militares.
Educação gera tecnologia, tecnologia gera divisas, quanto vale um container de minério de silício e um de Microchip. O Estado que necessita investir e criar o ambiente. Hoje o EUA estão forçando e dando incentivo para as empresas de componentes eletrônicos voltarem a fabricar localmente enquanto nós fechamos a única do Brasil.

gordo
gordo
1 mês atrás

Irônico, onde a ilha parece ser mais forte é o ponto que a China tensiona a anos, a economia. Me lembro de um artigo de muito tempo atrás em que dizia que quanto maior a economia Chinesa menor a de Taiwan. Interessante que empresários de Taiwan tem trânsito fácil no continente e não se importam em investir no suposto inimigo. Se as empresas saírem a China vai invadir a ilha? Obviamente que não, só vai continuar o cozimento e esperar mais trinta anos, que por sinal não são nada perto dos 4mil anos de civilização Chinesa. E para quem invoca… Read more »

Maurício.
Maurício.
1 mês atrás

É Taiwan…Vão se armando até os dentes e se preparando para o pior, até porque se vocês esperarem a ajuda americana ou da otan, vocês estarão perdidos!

Henrique
Henrique
1 mês atrás

Tipo de coisa que o Brasil deveria ta fazendo tb… deveria ta tentado pegar uma dessas empresas pra ter uma produção aqui

Nuk77
Nuk77
1 mês atrás

Que não se esqueça que aqui, no braZil, a única fábrica de semicondutores da América Latina, CEITEC, foi privatizada na política neoliberal transnacional desse governo…

Política “nacional” e estratégica?

Nilton L Junior
Nilton L Junior
1 mês atrás

Essa noticia que a China conseguiu fabricar chip de 7 nanômetro, ainda sem escala de produção for real o gap tecnológico foi alcançado então Taiwan já pode ficar tranquila, relaxa que a China não é igual aos Russos.

Andreo Tomaz
Andreo Tomaz
1 mês atrás

EUA tentando copiar o modelo chinês? Não vão se sair bem pela própria natureza de sua organização econômica e política.

AMBAR
AMBAR
1 mês atrás

Tanto a China quanto USA têm a exata noção do que sejam setores de interesse estratégico, e tecnologia, por certo é uma das grandes prioridades. China, Rússia e países com história não costumam provocar outros países, a menos que sejam levados a isso. USA provoca, incita, invade, desrespeita e toma dos outros o que quer, deixando um rastro de destruição por onde passa. Faz ou manda fazer dissensões, desavenças, disputas estéreis para conseguir o que quer e agora não será diferente. Contamos que a China, já conhecendo seu inimigo, com a prudência e paciência que lhe caracteriza, não permita que… Read more »

Foxtrot
Foxtrot
1 mês atrás

Quanto ao Brasil, há nem falamos nada.
Continua plantando bananas !

Últimas Notícias

O conflito fronteiriço entre a Quirguistão e Tadjiquistão

Rodolfo Queiroz Laterza Ricardo Cabral INTRODUÇÃO Quirguistão e Tadjiquistão são duas repúblicas oriundas da desintegração da União Soviética em 1991, com sociedades...
Parceiro

- Advertisement -
- Advertisement -