domingo, dezembro 4, 2022

Saab RBS 70NG

Porta-voz do Kremlin afirma que EUA estão ‘de fato’ envolvidos no conflito na Ucrânia

Destaques

Redação Forças de Defesa
Redação Forças de Defesa
redacao@fordefesa.com.br

O representante do Kremlin, Dmitry Peskov, disse na terça-feira que os Estados Unidos estão “de fato” envolvidos no conflito na Ucrânia, um dia depois que o presidente dos EUA, Joe Biden, prometeu continuar a assistência de segurança.

Durante um telefonema regular com jornalistas, Peskov disse que o envolvimento dos EUA pode ser “visto a olho nu”.

“Os Estados Unidos já estão de fato atolados neste conflito”, disse ele.

“Ouvimos declarações do atual governo dos EUA sobre seus planos de continuar entregando armas e prolongar ainda mais esse conflito, tornando-o o mais doloroso possível para o lado ucraniano”, afirmou Peskov.

Algum contexto: os comentários de Peskov vêm depois que Biden condenou os ataques de segunda-feira a cidades ucranianas e continuou a prometer assistência de segurança dos EUA “incluindo sistemas avançados de defesa aérea”.

A Casa Branca não especificou quais sistemas de defesa aérea Biden discutiu com o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky, mas os Estados Unidos se comprometeram anteriormente a fornecer à Ucrânia Sistemas Nacionais Avançados de Mísseis Terra-Ar (NASAMS). O NASAMS seria capaz de engajar mísseis de cruzeiro russos.

Na terça-feira, o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, reiterou comentários semelhantes a Peskov em entrevista à mídia estatal russa.

“Parece-me que os americanos de fato participam desta guerra há muito tempo, eles não estão apenas armando Zelensky e seu regime, estão fornecendo inteligência de satélites militares e comerciais, que agora são usados ​​em planos militares”, Lavrov disse.

“No próprio Ocidente, eles já estão começando a entender que estão indo mais longe do que pretendiam”, disse ele.

FONTE: CNN

- Advertisement -

78 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest

78 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Sulamericano
Sulamericano
1 mês atrás

Surpreendeu um total de Zero pessoas

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  Sulamericano
1 mês atrás

Faz sentido.

Alessandro Almeida
Alessandro Almeida
Reply to  Ivanmc
1 mês atrás

Prezado Ivan.

Ele está apenas externando o que sempre souberam.
E tanto é verdade que estão apenas usando 10% de suas forças, guardando os outros 90% para a OTAN, que insiste em não aparecer.
Ontem mesmo, os EUA voltaram a afirmar que não vão participar desse conflito.
Quem tem, tem medo.

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  Alessandro Almeida
1 mês atrás

É isso mesmo, prezado Alessandro Almeida.

Wellington jr
Wellington jr
Reply to  Alessandro Almeida
1 mês atrás

Então a Russia tem entre 2,5 e 3 milhoes de soldados? Pois ela começou essa guerra com um efetivo de entorno de 250 a 300 mil soldados, lembrando que boa parte ica na logistica e não entra no combate direto.

Wellington jr
Wellington jr
Reply to  Alessandro Almeida
1 mês atrás

e não precisa de EUA ir não, pelo que to vendo Basta a Polonia entrar que a Bielorussia e Russia tomam um coro que Putin vai se esconder na China debaixo do Xi.

Sagaz
Sagaz
Reply to  Alessandro Almeida
1 mês atrás

Os outros 90% são integrantes do partido, familiares, idosos acima de 70 anos, jovens abaixo de 18 anos. A observação é que os dois últimos grupos por enquanto não estão sendo usados.

mac
mac
Reply to  Alessandro Almeida
1 mês atrás

O Tonho voltou a falar com ele mesmo…

Satyricon
Satyricon
Reply to  Sulamericano
1 mês atrás

A Rússia devia parar de mimimi e começar a pensar em como sair desse atoleiro.

O primeiro passo é parar de dar palanque aos gênios (Putin, Pinóquiorov e esse aí) que a colocaram nessa situação impossível.

O apoio ocidental à Ucrania excede (e muito) as reais capacidades russas. Numa guerra relâmpago não faria diferença alguma. Na atual, é certeza de desgaste continuo à Rússia, que sabia disso desde o princípio.

E dá-lhe mimimi.

Maurício Oliveira
Maurício Oliveira
Reply to  Satyricon
1 mês atrás

Quando a Rússia para de mimimi, vcs dizem que são carniceiros que atacam criancinhas em Kiev.
A guerra não é vídeo game não patrão!

Satyricon
Satyricon
Reply to  Maurício Oliveira
1 mês atrás

O nome disso é Desespero, subalterno.

gordo
gordo
Reply to  Satyricon
1 mês atrás

A situação ali não é trivial, se assim fosse já teriam resolvido. Que a Rússia está num atoleiro não tenho dúvidas, e também de forma indireta está a UE que sente forte o peso da guerra, o inverno vem chegado e junto com ele a inflação. Tirar a Rússia do atoleiro é imperativo até para a própria segurança da UE. Convém lembrar que atoleiros podem ser passados e a Rússia virar o jogo não é algo também improvável, diga-se de passagem o custo em tropas que a Ucrânia está tendo para gerar essa pressão não está sendo pequeno.

Leandro Costa
Leandro Costa
1 mês atrás

Alguém dê um pirulito para esse cara por finalmente enxergar o óbvio. Aliás, dêem um pirocóptero porque a Rússia poderia usar mais meios aéreos.

Zorann
Zorann
Reply to  Leandro Costa
1 mês atrás

Tem de ver o que significa esta declaração do Peskov.

Ao fazer esta declaração ele está reconhecendo o envolvimento americano, dando a entender que houve uma escalada americana no conflito, o que pode ser usado mais tarde para uma escalada russa.

Todos já sabem do óbvio, mas ao fazer a declaração ele está se resguardando, criando justificativas para uma escalada, que podem ser usadas em um futuro próximo.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Zorann
1 mês atrás

Eu concordo com você. Esses caras ainda estão no poder por saberem se resguardar.

MMerlin
MMerlin
Reply to  Leandro Costa
1 mês atrás

Só ainda estão no poder devido à Rogsvardia que, diferente das Forças Armadas “subordinadas” à constituição, tem como responsabilidade única e exclusivamente garantir a permanência do Putin no poder.

Este órgão possui um número efetivo metade de todos os ativos militares russos. Quem deve teme.

Sagaz
Sagaz
Reply to  Zorann
1 mês atrás

Falar até papagaio fala. Russos já disseram que praticamente Hitler foi ressuscitado pelo presidente ucraniano, que é judeu. A Rússia quer ser a Alemanha do início da segunda guerra, mas não passa de um pário mundial com um povo desmotivado e como sempre subjugado por um tirano de ocasião.

Inimigo do Estado
Inimigo do Estado
Reply to  Sagaz
1 mês atrás

E tu acha que não tinham judeus lutando ao lado de Hitler? Ôh inocente o bichinho, foram mais de 100 mil integrando as hordas nazistas.

mac
mac
Reply to  Inimigo do Estado
1 mês atrás

Esse comentário não é nem de Inimigo do Estado, é de inimigo da razão. Oh, Diazepam…

Salim
Salim
Reply to  Zorann
1 mês atrás

Não era mais fácil ganhar guerra??.,,! Pra que este contorcionismo, entraram num atoleiro, melaram reputação forcas/armamentos russos e tudo indica que vão voltar com rabo entre as pernas. Tem cara falando em reservas imaginárias, difícil ne.

Marcelo
Marcelo
1 mês atrás

Dmitry Peskov está dizendo que os EUA estão diretamente envolvidos na guerra da Ucrânia. Apenas porque os EUA estão fornecendo alguns armamentos moderninhos, treinando as tropas ucranianas e forcecendo informações de inteligência. Alguém viu algum soldado americano lutando na Ucrânia? Alguém viu algum armamento com a bandeira dos EUA lançando ataques sobre as forças russas? Os EUA até que estão manerando no envio de armamentos para a Ucrânia. Dmitry Peskov só está fazendo a Rússia passar mais humilhação no cenário internacional.

Rodrigo
Rodrigo
1 mês atrás

Choro do filho birrento para a mamãe quando apanha do filho do vizinho…

Antonio Cançado
Reply to  Rodrigo
1 mês atrás

Birrento e bundão.

mac
mac
Reply to  Antonio Cançado
1 mês atrás

Birrento e bundão.”
Hahahhahahahahahaa, boa!

Alessandro Almeida
Alessandro Almeida
Reply to  Rodrigo
1 mês atrás

Mas quem está chorando agora é a Ucrânia, não?
Não aguentou o sarrafo?
Agora será daí para pior.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Alessandro Almeida
1 mês atrás

Já foi bem pior. Parece que você tem memória curta. Mas eles resistiram e cresceram.

Rodrigo
Rodrigo
Reply to  Alessandro Almeida
1 mês atrás

Xings entrando em modo controle de dano

Sensato
Sensato
Reply to  Rodrigo
1 mês atrás

Estava reparando isso também. Pena que ele não é jogador de futebol. Daria pra encher o álbum da copa com os alter egos dele!

Marcelo Soares
Marcelo Soares
Reply to  Sensato
1 mês atrás

Kkkkkkkkkkk

mac
mac
Reply to  Rodrigo
1 mês atrás

Agora o Alessandro “dialoga”com o Ivanmc… Aula de ventriloquismo.

Sagaz
Sagaz
Reply to  Alessandro Almeida
1 mês atrás

O indivíduo canta vitória do país medíocre que ele adora tacando míssel de milhões em estação de tratamento de esgoto. Tá certo, deve ser o lugar mais estratégico junto a escolas, edifícios residenciais. Indivíduo desprezível.

leonidas
leonidas
1 mês atrás

Mas isso é obvio. Os ucranianos sem as armas e principalmente assessoria da consciência situacional ocidental já teriam capitulado a muito tempo. A Otan e os EUA no que diga respeito a escolha de alvos, estratégias e monitoramento em tempo real estão completamente envolvidos nesta guerra. Não vejo nada de novo nisso não, só os inocentes de sempre do tipo que acha que esta guerra tenha relação com defesa de soberania é que acham ser a Ucrânia um alvo fácil. Nenhum pais é um alvo fácil para invasão, mas a Ucrânia já era antes o maior exercito da Europa depois… Read more »

europeu
europeu
Reply to  leonidas
1 mês atrás

Permita-me discordar apenas um pouco consigo!
o papagaio do Pescov diz uma frase que é típica da verborreia mentirosa dos russos!!!
“Os Estados Unidos já estão de fato atolados neste conflito”
Já olharam para a palavra atolados!? Os russos estão tão atolados que quando têm de fugir deixam tudo para trás! Correção, não é fugir mas avançar para trás..
mi…mi…mi…
No ocidente pergunta-se, onde estão os iris-t e os nasams prometidos há tanto tempo!?

rui mendes
rui mendes
Reply to  europeu
1 mês atrás

Os iris-t já chegaram a território Ucraniano, existem imagens na internet.

Inimigo do Estado
Inimigo do Estado
Reply to  rui mendes
1 mês atrás

Vão virar ferro retorcido igual aos S-300 logo, logo.

mac
mac
Reply to  Inimigo do Estado
1 mês atrás

Confia…

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  leonidas
1 mês atrás

Eu discordo também. Moscou sabia desde o início que se os líderes Ucranianos não corressem, o Ocidente ficaria envolvido e abasteceria os Ucranianos. É interessante notar que SEMPRE foi assim. Posso citar vários exemplos bem famosos, como Coréia (não fosse a China e URSS, não existiria Coréia do Norte), Vietnã (não fosse ambos, de novo, o Vietnã do Sul teria boas chances de ainda existir), etc. Moscou mostrou super amadorismo em apostar que não haveria resistência. E a resistência é fundamental. O Ocidente simplesmente não investiria tanto se não houvesse tanta vontade Ucraniana de resistir e retormar seu território. Estão… Read more »

leonidas
leonidas
Reply to  Leandro Costa
1 mês atrás

Sobre o apoio recebido da Otan e dos EUA isso também é obvio e esperado. Mas o apoio esta além de receber material, esta no quesito, escolha de alvos, orientação e suporte para os ataques e isso ocorre devido ao nível tecnológico ocidental que é e sempre foi superior ao russo. Sobre o Ocidente estar aproveitando a oportunidade para quebrar a Rússia vou discordar de você. Na verdade a guerra em si mesma é obra de planejamento deliberado do Depto de estado norte americano que em seu maior erro geopolítico em décadas apostou na guerra para que ela justificasse as… Read more »

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  leonidas
1 mês atrás

leonidas, todas as sanções foram impostas como resposta aos movimentos Russos e não ao contrário. Eram a forma não-militar de se tentar dissuadir o Kremlin de mais agressões e posteriormente uma forma de tentar fazer com que o Kremlin não conseguisse abastecer sua máquina de guerra. Se o apoio fosse tão grande nas partes invadidas, considerando ainda os deslocados de seus lares para fugirem do jugo Russo, a guerra não teria continuado. O fato é que os Russos interferiram diretamente em um assunto interno, visando o reestabelecimento de uma área de influência que não conseguiriam manter de forma econômica. Se… Read more »

mac
mac
Reply to  Leandro Costa
1 mês atrás

Ao contrário do Afeganistão, que mesmo com todo o equipamento e treinamento que tinha se entregou aos Talibãs, a Ucrânia corajosamente quer lutar, só precisa de armas.
A Rússia achou que ia bater o pé e o governo cairia, e colocariam um fantoche ali, agora está lutando não contra um exército, mas uma nação que apenas pede ajuda em sua luta para não voltar a ser títere como Belarus, Chechênia e outros menos cotados…

rui mendes
rui mendes
Reply to  leonidas
1 mês atrás

Se lutasse contra a NATO, os Russos já tinham abandonado a Ucrânia, ou partido para a aniquilação do mundo, Rússia incluída.
Imagina as forças aéreas da NATO, as marinhas da NATO e exércitos da NATO.

leonidas
leonidas
Reply to  rui mendes
1 mês atrás

Obvio isso, a Rússia não tem condições materiais para encarar a Otan…

mac
mac
Reply to  rui mendes
1 mês atrás

Agora os russos sabem disso, e até o olho dos chineses se abriu… Até que ponto a tecnologia militar chinesa, em grande parte aprimoramento da russa, faz frente à ocidental?

Last edited 1 mês atrás by mac
rui mendes
rui mendes
Reply to  leonidas
1 mês atrás

Os Russos têm apoio da Coreia do Norte e do Irão.
E a China, também ajuda com informações.
A Bielo-Rússia até fornece o próprio país aos Russos.

leonidas
leonidas
Reply to  rui mendes
1 mês atrás

Não sei se entendi exatamente o ponto colocado por vc…

Plinio Jr
Plinio Jr
Reply to  leonidas
1 mês atrás

A Ucrânia segurou os russos no começo da invasão sem muito apoio do Ocidente e contando com os cacarecos soviéticos na base da raça, somente depois começou a chegar apoio ocidental e temos o resultado, os russos estão metendo o rabo no meio das pernas

Last edited 1 mês atrás by Plinio Jr
Antonio Cançado
1 mês atrás

Sim, e?

Victor Filipe
Victor Filipe
1 mês atrás

Obrigado por constatar o obvio, amanha você pode avisar se o sol vai nascer?

João Adaime
João Adaime
1 mês atrás

Não gosto de comentar sobre assuntos que não digam respeito ao Brasil, mas vou abrir uma exceção.
Muitos simpatizantes dos russos questionam por que a Otan ou os Estados Unidos não atacam diretamente a Rússia? E insinuam ser medo.
Devolvo a pergunta. Por que a Rússia não ataca a Otan e ou os Estados Unidos? Ainda mais que ela reclama da ajuda que a Ucrânia vem recebendo? Seria medo?

Wellington jr
Wellington jr
Reply to  João Adaime
1 mês atrás

Incapacidade de enfrentar a OTAN na verdade, eles no fundo sabem que sem nukes eles não duram numa guerra contra a OTAN.

MMerlin
MMerlin
Reply to  Wellington jr
1 mês atrás

Estudos com cientistas chineses, americanos e europeus, inclusive com simuladores e IA, começaram a encontrar respostas para as consequências de usos das bombas atômicas, principalmente as soltas no Japão e em testes de superfície passadas.
Vão desde partículas radioativas na atmosfera, pequenas mudanças de temperatura até alterações de correntes marítimas.
Nosso planeta tem mostrados que vivemos num ambiente de equilíbrio sustentável, mas frágil.
Antes do Putin pensar em utilizar este artefato, ele é destituído. Nenhum país, incluindo China, permite o uso desse modo leviano.

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  João Adaime
1 mês atrás

Pois é meu caro…

Last edited 1 mês atrás by Ivanmc
Sensato
Sensato
Reply to  João Adaime
1 mês atrás

A continuidade de nossa existência depende desse medo de parte a parte então que bom que ele existe.

Wellington jr
Wellington jr
1 mês atrás

Vai lá Peskov mete uns misseis na base americana na Polonia para impedir que os EUA sigam apoiando a Ucrania com armas e equipamentos. Vocês não latiram lá em fevereiro que quem ajudasse a Ucrania iria sofrer consequências inimagináveis? Cão que ladra muito e não morde ninguém tem medo!

Jubert
Jubert
Reply to  Wellington jr
1 mês atrás

Que comentário “genial” sem considerar as consequências disso.

Atacar a Polônia, integrante da OTAN, legitimaria invocar o artigo 5° do tratado que embasa a Aliança Atlântica e deflagrar uma guerra de todo o bloco militar, algo que a Rússia não tem condições em nível convencional.

Mas você sempre trazendo posicionamentos desqualificados aqui e total baseado em achismo de desconhecedor metido a especialista.

Estuda um pouco cara, fala besteira demais na Trilogia.

naval762
naval762
1 mês atrás

Peskov – Aí para pô, deixa eu invadir a Ucrânia, vocês americanos vivem se metendo nos assuntos dos outros!

Alessandro Almeida
Alessandro Almeida
1 mês atrás

Daí a nomeação do General Armageddon.
Nova fase se inicia.

M.@.K
M.@.K
Reply to  Alessandro Almeida
1 mês atrás

agora vai…

MMerlin
MMerlin
Reply to  M.@.K
1 mês atrás

Vai expor ainda mais a Rússia a erros militares estratégicos.
Vai expor ainda mais a Rússia a quebra de prazos de avanço.
Vai expor ainda mais a Rússia a negociação de commodities a preços mãos baixos para cobrir os custos da invasão.
Vai expor ainda mais a Rússia em crimes de guerra.

O que espanta é que alguns defendem as ações desse país e as decisões desastrosas do seu líder para demonstrar que são contra países do Ocidente…

Guilherme Leite
Guilherme Leite
Reply to  Alessandro Almeida
1 mês atrás

Mais um ?

O General que é nomeado para essa guerra sabe que está assinando um atestado de dispensa kkkkk.

Quando o Putin não gosta do cara, coloca ele nesse comando ai kkk

Heitor
Heitor
Reply to  Alessandro Almeida
1 mês atrás

É o general armagedom, depois o genesis, mas até agora não saíram do êxodo né kkkkkkkkk

Last edited 1 mês atrás by Heitor
mac
mac
Reply to  Alessandro Almeida
1 mês atrás

Nova fase se inicia.”
Sim, tão fracassada como as anteriores. Slava Ukraini!

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
1 mês atrás

É mesmo é ?

Ivanmc
Ivanmc
1 mês atrás

Para os EUA não é um bom negócio acabar com o conflito na Ucrânia, e é justamente por isso que os americanos seguem “jogando lenha na fogueira”.
Para Washington, a crise ucraniana traz benefícios ao setor energético norte-americano, bem como benefícios relacionados à dependência da Europa em questões de segurança e ao aumento da coalizão anti-Rússia.
“Os EUA observam com satisfação a escalada do conflito, seu desenvolvimento não depende da decisão da Ucrânia de combater até o último ucraniano, mas sim se sua continuação é necessária para Washington”

Monarquista
Monarquista
Reply to  Ivanmc
1 mês atrás

E como os americanos acabariam com essa guerra?

Francisco
Francisco
Reply to  Monarquista
1 mês atrás

Não permitindo seu início…

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Francisco
1 mês atrás

Não dá mais. A De Lorean faliu…

DeLorean01.jpg
Francisco
Francisco
Reply to  Leandro Costa
1 mês atrás

Você tem razão amigo, mas os bons entendedores entenderão.

mac
mac
Reply to  Leandro Costa
1 mês atrás

Kkkkkkkkk, boa!

mac
mac
Reply to  Ivanmc
1 mês atrás

A russofilia faz com que os seus adeptos enxerguem a grande mão do “satã americano” em tudo: no começo da guerra, quando o Pentágono deu sinal verde para os russos invadirem a Ucrânia (então não foi o pobrezinho do Putin, afinal?); quando deu armamentos para a Ucrânia se defender, mas não para agredir território russo, afinal é preciso manter essa guerra longa que está enriquecendo os EUA, que recebem pagamento em ouro pelas armas fornecidas; isso e outras besteiras mais… Os EUA, na opinião dos americanófobos, seriam como o Cardeal Richelieu de Luís XV, o braço que move tudo por… Read more »

Last edited 1 mês atrás by mac
paulof
paulof
1 mês atrás

Filho do Peskov, caiu um pegadinha no ar, já que ele é comentarista, ao ser indagado de ir para Ucrania lutar, ameaçou o outro da linha e depois ainda disse que nunca iria, O pai é linha dura com o filho de outros enviando para moedor de carne e vive fingindo de duro, enquanto o filho é um covarde.

M4|4v1t4
M4|4v1t4
1 mês atrás

Eh um envolvimento bem limitado De gota em gota EUA aumenta a dose do remedio na medida em q a Russia coloca + força contra a camisa de força O Vlad ta jogando um jogo onde no final ele tem q usar armas nucleares ou aceitar uma derrota total s/ armisticio. Se ele optar por usar armas nucleares o EUA terah a oportunidade d se envolver diretamente no conflito s/ ficar c/ uma imagem d arrogante e imperialista. E isso eh importante p/ o EUA jah q nos sabemos q a Guarda Nacional daquele pais sozinha jah eh capaz d… Read more »

Sensato
Sensato
1 mês atrás

O incrível é ver esse sujeito “lamentando” que a entrega de armas para o país invadido “prolonga o conflito e o sofrimento do povo ucraniano” como se a origem do problema não fosse o governo do qual ele mesmo faz parte e como se ele desse a mínima para o povo ucraniano ou mesmo o russo…

Neural
Neural
Reply to  Sensato
1 mês atrás

Trump quer acabar com essa bagunça e acho que eleger na próxima

Heitor
Heitor
1 mês atrás

Uau , e vocês só descobriram isso agora? Aliás, o que os russos vão fazer? Atacar os EUA? Cadê o “general do armagedom” russo? (apelido patético). Vergonha, até a Bolívia faz uma guerra melhor que vocês, milhares de anos de mentiras.

André Luís
André Luís
Reply to  Heitor
1 mês atrás

Impressionante é a OTANzinha deixar os Ucranianos morrerem, CONSTATANDO que as forças armadas Russas são piores que as da Bolívia (de acordo com sua narrativa)!!!!
De novo: OTANzinha, entre na Ucrânia de forma ABERTA e DECLARADA e pau nos Russos!!! Ponham eles pra correr de uma vez só!!! Ou vcs, OTANzinha, aguardarão mais e mais chuvas de mísseis na cabeça da população civil Ucraniana?? É isso?? Tão simples quanto 2+2=4 (e não = a 5, conforme os cálculos da fábrica britânica de narrativas hahahahhahahaha…)

#SlaviaKatervina

mac
mac
Reply to  André Luís
1 mês atrás

Catervinha, no seu comentário, você quer dizer que a responsabilidade pelo morticínio na Ucrânia não é do Gnomo jogador de xadrez 128MegaD, mas da coalizão ocidental por não concordar que um país agressor aumente suas fronteiras pela violência e socorra o país agredido? Brilhante… O mais divertido é ver vocês acusando a OTAN de covardia por não escalar a guerra, enquanto a Russinha já saiu desmoralizada como força militar de terceira categoria, a Coréia do Norte da Europa Central. Sem ogivas apanha até da Polônia. Se agarram nas armas atômicas como aquele cara que se deixa segurar pelo amigo numa… Read more »

Last edited 1 mês atrás by mac
Machado
Machado
1 mês atrás

Rs

IMG_20221011_203047.jpg

Últimas Notícias

Empresa alemã produzirá munição do Gepard na Espanha

A Rheinmetall, depois de adquirir o mundialmente famoso fabricante espanhol de munições Expal Systems SA, planeja estabelecer a produção...
Parceiro

- Advertisement -
- Advertisement -