domingo, dezembro 4, 2022

Saab RBS 70NG

Canadá enviará meio milhão de peças de roupas de inverno para militares ucranianos

Destaques

Guilherme Poggio
Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

O governo do Canadá anunciou hoje que fornecerá à Ucrânia 500 mil peças de roupas para os soldados ucranianos combaterem no inverno. Entre as peças estão jalecos, calças, botas e luvas. Estas 500 mil peças poderão compor entre 70 e 100 mil conjuntos de uniformes.

Estas peças de roupas fazem parte de um novo pacote de ajuda que a ministra da Defesa Anita Anand anunciou hoje no valor de  mais de US$ 47 milhões. Este novo pacote de ajuda militar também inclui:

  • US$ 15,2 milhões em equipamentos do inventário das Forças Armadas Canadenses (CAF), incluindo cartuchos de artilharia padrão da OTAN de 155 mm compatíveis com obuseiros rebcados M777. O Canadá forneceu anteriormente diversos M777 para a Ucrânia e treinou pessoal ucraniano em seu uso;
  • câmeras de drones especializadas adicionais no valor de US$ 15,3 milhões;
  • aproximadamente US$ 2 milhões para fornecer serviços de comunicações via satélite para parceiros governamentais e não governamentais da Ucrânia, incluindo infraestrutura crítica, por meio de um projeto conjunto entre o DND/CAF, o Communications Security Establishment e a Telesat;

O anúncio de hoje faz parte do pacote de aproximadamente US$ 600 milhões em equipamentos militares que o Canadá doou ou se comprometeu a doar desde fevereiro de 2022.

FONTE: Ministério da Defesa do Canadá

- Advertisement -

59 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest

59 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Underground
Underground
1 mês atrás

Se a guerra acaba hoje, a Ucrânia teria uma das FFAA mais bem equipadas. Evidente que forço a retórica, mas teriam sim uma formidável força.

Underground
Underground
1 mês atrás

O Brasil tá mandando alguma coisa?

MFB
MFB
Reply to  Underground
1 mês atrás

Pólvora….

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Underground
1 mês atrás

Felizmente não.

Marcos R
Marcos R
Reply to  Allan Lemos
1 mês atrás

e está perdendo a maior vitrine de equipamentos militares do século, depois fica apresentado em feiras, mas os demonstrados em combate é que levam as vendas. veja o bairatkar por exemplo.
imagine a propaganda que seria um MTC300 atingindo a ponte da Criméia…

Taso
Taso
Reply to  Marcos R
1 mês atrás

Acho que nem está em escala de produção ainda, só vi noticias de testes. Outra que nem EUA mandou ainda misses de precisão com alcance desse porte. Esse tipo de armamento é briga de cachorro grande ali, tem que aguentar a retaliação, coisa que o Brasil ainda não é capaz e não faz sentido, pois não é um ator implicado na disputa.

Marcos R
Marcos R
Reply to  Taso
1 mês atrás

a Turquia não e um ator implicado na disputa, tem bom relacionamento com a Rússia, mas nem por isso está perdendo a venda de drones, por sinal nem está dando conta da demanda por eles depois da fama conquistada.
Nesse contexto, o astros poderia ter a exposição que o himars teve.

Last edited 1 mês atrás by Marcos R
Luis h
Luis h
Reply to  Marcos R
1 mês atrás

o himars fez diferença ao acertar alvos pontuais por ter foguetes guiados, foguetes convencionais funcionam apenas para alvos de área, o q teria a mesma relevância midiática quanto obuses convencionais.

rui mendes
rui mendes
Reply to  Marcos R
1 mês atrás

A Turquia ao menos vota contra a Rússia na ONU, podia dar também equipamentos militares, mas ao menos a empresa privada Turca Bayraktar dos drones Bayraktar doou alguns TB2 e vendeu outros.

rui mendes
rui mendes
Reply to  Marcos R
1 mês atrás

Se os Astros fossem doados só para tirar vantagem comercial, então ainda bem que não doou nada.
O Himars já era bem conhecido dos militares de todo mundo, só ganhou exposição, na sociedade civil.

Salim
Salim
Reply to  Marcos R
1 mês atrás

Tirava a Avibras da concordata, venderia astro pra mundo inteiro.

Pablo
Pablo
Reply to  Underground
1 mês atrás

Acredito que não, e acho que dificilmente mandará. Pois somos extremamente dependentes dos fertilizantes agricolas da Rússia, ajudar o “inimigo” deles acarretaria problemas pro agronegócio brasileiro.
Isso é uma opinião minha, posso estar errado, além de que, sempre mantivemos uma posição neutra.

Underground
Underground
Reply to  Pablo
1 mês atrás

O mercado foi tão rápido em achar fertilizantes de outros fornecedores que estão mandado estoques para outros países.
E não confundir neutralidade com covardia.

Wellington jr
Wellington jr
Reply to  Underground
1 mês atrás

É facil achar porem os russos vendem muito mais barato.Esse o X da questão, o Brasil precisa é ter meios de produzir aqui de forma barata e suficiente para a demanda nacional.

Pablo
Pablo
Reply to  Underground
1 mês atrás

O Brasil sempre adotou essa posição neutra, desde conflitos dos EUA e agora da Rússia.
Brasil nunca teve política de intervenção após a ditadura.
Acho que tu ta confundindo as coisas.

Alan Santos
Alan Santos
Reply to  Pablo
1 mês atrás

A CBC é o maior fornecedor da cartuchos da OTAN, sabia disso?

Pablo
Pablo
Reply to  Alan Santos
1 mês atrás

E o que uma empresa de economia mista tem a ver com isso?

PABLO
PABLO
Reply to  Alan Santos
1 mês atrás

coitado da OTAN rs

Francisco
Francisco
Reply to  Underground
1 mês atrás

Caro Under…esse assunto está longe de ser um joguinho de game para ser tratado como tal.

andre
andre
Reply to  Underground
1 mês atrás

meu filho não vai nesta guerra. então deixa o brasil fora desta, pois quem morre são filhos dos pobresz.

Marcos R
Marcos R
Reply to  andre
1 mês atrás

a questão não é mandar tropas, mas aproveitar uma condição para favorecer a indústria nacional. Uma sobras em recuperação judicial poderia se levantar fornecendo equipamento para Ucrânia…quem eram os EUA antes da WWII?

Andre
Andre
Reply to  Marcos R
1 mês atrás

Será que você não confundiu WWII com WWI?

Ou será que se esqueceu o caos mundial causado pela quebra da bolsa de NY?

Talvez tenha se esquecido que mesmo antes da WWII a marinha americana já era uma das maiores do mundo, ficando atrás apenas da RN?

Ou se esqueceu que já na década de 1890 os EUA eram a maior economia do mundo?

PABLO
PABLO
Reply to  andre
1 mês atrás

primeira resposta sabia nesse chat

tsung
tsung
Reply to  andre
1 mês atrás

falou algo que não devia hein

rui mendes
rui mendes
Reply to  Underground
1 mês atrás

Em alguns casos, como este, em que uma potência militar, invade terra e mata população de outro país, sem ser provocada,, e outros países não reagem ou reprovam isso, para não serem prejudicados a nível financeiro, aí na minha opinião é pura cobardia.

Last edited 1 mês atrás by rui mendes
Sagaz
Sagaz
Reply to  Pablo
1 mês atrás

Fertilizante é danoso de extrair e beneficiar, fora que envolve diversos riscos no transporte e armazenamento. Países com pouca regulamentação e alheios a segurança e preservação ambiental costumam conseguir praticar melhores preços, que é o caso da Rússia. O mercado agora está se adaptando

Henrique
Henrique
Reply to  Sagaz
1 mês atrás

fertilizante só existe na Rússia hoje em dia……………….

Luis h
Luis h
Reply to  Pablo
1 mês atrás

não mantivemos uma posição neutra quando da guerra de anexação alemã e japonesa na segunda guerra, portanto precedente para se opor a guerra de anexação russa existe, e tradição não é obrigação, a suíça abriu mão de sua política de neutralidade de dois séculos para apoiar o lado agredido.

Ten Murphy
Ten Murphy
Reply to  Luis h
1 mês atrás

Só entramos na guerra após o ataque dos submarinos alemães.

Pablo
Pablo
Reply to  Luis h
1 mês atrás

A ssegunda guerra foi apos a ditadura Brasileira?

rui mendes
rui mendes
Reply to  Luis h
1 mês atrás

Exatamente.

EduardoSP
EduardoSP
Reply to  Underground
1 mês atrás

Tá tão osso a situação aqui que não conseguimos mandar nem vibrações positivas.

Antonio Neto
Antonio Neto
Reply to  Underground
1 mês atrás

Good vibes!

rui mendes
rui mendes
Reply to  Underground
1 mês atrás

Tá, abstenções na ONU.

Andre
Andre
Reply to  Underground
1 mês atrás

Boas vibrações

Rodrigo
Rodrigo
1 mês atrás

Eita .. e os orcs sem roupa hehehe gastando misseil de milhões em playground de 300 dólares…gênio 28d..

LUIZ
LUIZ
Reply to  Rodrigo
1 mês atrás

Sem roupa,sem comidas e sem munição ne??

Andre
Andre
Reply to  LUIZ
1 mês atrás

faltou o “sem avanços nos últimos 2 meses”.

Bem, tem havido o Avanço Putin, mas….

europeu
europeu
Reply to  Rodrigo
1 mês atrás

Os soldados ucranianos bem equipados, mais armas de longo alcance, defesas aéreas modernas, os orcs vão mesmo sofrer no inverno! Como a rede de estradas é boa, acho que a guerra não vai parar.
Por isso é que o Putin queria falar com o Biden e quer abrir as torneiras do gás para a Europa!!

MFB
MFB
1 mês atrás

Ótima notícia.

Underground
Underground
1 mês atrás

O Forte podia abrir uma conta para receber fundos para comprar uma passagem aérea para o Tonho Xings, para ele lutar ao lado do Exército Russo.
Todo mundo manda um Pix de R$ 1,00.

Daniel
Reply to  Underground
1 mês atrás

Tem meu apoio. Excelente ideia, temos que fazer ele conviver com seus ídolos!

Rodrigo
Rodrigo
Reply to  Underground
1 mês atrás

Xings não vive uma semana se Mac lanche feliz…não vive sem coca e Cheetos…

Plinio Jr
Plinio Jr
Reply to  Rodrigo
1 mês atrás

O combo do socialista feliz,,,, Mc Donalds, Coca-Cola e Cheetos kkkk

Bruno
Bruno
Reply to  Rodrigo
1 mês atrás

Esqueceu dos sucrilhos e o leitinho da vovó russa ! kkkkkk

Depois de tanta porrada ele e Patrícios sumiram !

Rafael
Rafael
Reply to  Underground
1 mês atrás

Brasil não manda nem reza para a Ucrânia.

Felipe Morais
Felipe Morais
Reply to  Underground
1 mês atrás

Eu mando 100. Mas tem que comprovar com uma foto dele abraçado com o Kadyrov.

rui mendes
rui mendes
Reply to  Felipe Morais
1 mês atrás

Esse era outro, ele ia mandar os seus indomáveis Chéchenos e ui, ui, os Ucranianos iam fugir a sete pés, pois parece que os tais Chechenos, é que estão a fugir, sem olhar para trás, nunca tinham levado com soldados bem treinados e com o espírito dos velhos Cossacos.

Last edited 1 mês atrás by rui mendes
Kira
Kira
Reply to  Underground
1 mês atrás

O meu pix será de R$ 1.000,00 👍

Minsc
Minsc
Reply to  Underground
1 mês atrás

Tá aí uma campanha que vale a pena participar.

Sagaz
Sagaz
Reply to  Underground
1 mês atrás

Venezuela fica mais barato, ele ir lá na cidade que faz fronteira com Roraima defender a foice e o martelo, curtir uns dias sem papel higiênico e comendo a tal picanha de cachorro

Satyricon
Satyricon
1 mês atrás

Pelo visto, este ano o inverno vai ser “quente” na Ucrania.
Tropas Ucranianas bem armadas e equipadas cercando russos maltrapilhos, famintos e desmotivados.
Quem foi o gênio 5D que achou que isso ia dar certo?

DaGuerra
DaGuerra
1 mês atrás

Olha aí uma missão estratégica para a Marinha do putin: capturar essas mercadorias. ” Vida longa aos mares bravios, vida longa à pirataria”! Kkk

Heinz
Heinz
1 mês atrás

E a Turquia negou a venda de 300 mil peças de agasalhos de inverno pra Rússia.
Bem que o Brasil poderia enviar uns kits médicos para a Ucrânia e pra Rússia. Ficaria bem com os dois hehe

Marcelo
Marcelo
1 mês atrás

Os EUA e os países da OTAN estão treinando e equipando as tropas ucranianas com único objetivo: manter a contra ofensiva aproveitando o nítido despreparo dos russos para enfrentar o combate no inverno.

paulop
paulop
1 mês atrás

Observem a antiguidade da situação: o inverno, que tantas vezes ajudou os russos a vencerem seus adversários(franceses e alemães que o digam), agora poderá ser usado contra eles mesmos. Os ucranianos, bem equipados como estão, certamente serão um adversários difícil e a altura, utilizando a neve e o frio em benefício próprio. Veremos o que isso dará.
Abraço.

Wellington jr
Wellington jr
Reply to  paulop
1 mês atrás

lutando em casa.

Rodrigo Martins Ferreira
Rodrigo Martins Ferreira
1 mês atrás

Eu acho gozado os eXpecialistas brasileiro da mídia, falando que agora no inverno os russos vão exterminar os ucranianos..

Imagino que o clima da Ucrânia, deva ser o mesmo aqui do Nordeste Brasileiro para eles afirmarem isto.

Ostrogodo
Ostrogodo
1 mês atrás

Os Godos irão ajudar a Rússia, sob a benção de teiwis

Últimas Notícias

Empresa alemã produzirá munição do Gepard na Espanha

A Rheinmetall, depois de adquirir o mundialmente famoso fabricante espanhol de munições Expal Systems SA, planeja estabelecer a produção...
Parceiro

- Advertisement -
- Advertisement -