Servicemen of the Carpathian Sich Battalion get on an Armoured Personnel Carrier (APC) on a frontline, as Russia's attack on Ukraine continues, near the town of Lyman, Donetsk region, Ukraine December 8, 2022. REUTERS/Viacheslav Ratynskyi

Rodolfo Queiroz Laterza[1]

Ricardo Cabral [2]

O conflito militar entre Rússia e Ucrânia ultrapassa 10 meses de hostilidades de alta intensidade, sem perspectiva de resolução por vias diplomáticas entre ambos os países. A guerra se ampliou em termos geopolítico, tendo em vista o envolvimento militar cada vez maior da OTAN no apoio técnico e logístico à Ucrânia, inclusive com a participação cada vez maior de “mercenários” ou “voluntários” estrangeiros (a maioria de países membros da OTAN, outra coincidência) nas frentes de batalha.

Este ensaio tecerá algumas análises sobre as principais operações em andamento na Guerra da Ucrânia:

  • no eixo de Svatovo, com as linhas defensivas russas bem consolidadas e os reforços que chegaram em novembro aos poucos, este setor se estabilizou, por outro lado, ocorreu uma redução significativa do potencial de combate das Forças Armadas da Ucrânia (FAU);

  • no eixo de Krasny Liman, as forças ucranianas fracassaram em suas tentativas de cortar a estrada de Kupyansk-Kreminna, de formar uma saliência no setor sul a partir de Dibrova e cercar aquele importante assentamento;

No início de outubro as FAU haviam concentrado até 40 mil combatentes, dentre os quais milhares de estrangeiros, principalmente poloneses. Os ataques mal-sucedidos, que resultaram em baixas elevadas e perdas de equipamentos, resultaram no esgotamento da iniciativa operacional das FAU nesse setor.

  • em Donetsk, mais precisamente nos eixos de Marynkaa as forças russas retornaram a iniciativa, com avanços tangíveis ao sul de Bahmut, Disputable e em Belogorovika. Diante de contínuos ataques da artilharia e da aviação russa, as unidades ucranianas entrincheiradas em Soledar e no perímetro de Bahmut, transformaram estas duas cidades industriais em uma saliência. As baixas somam centenas de ucraniano. Esta operação está atraindo e fixando reforços de unidades de combate de outros setores nesta área. Há um dilema nas FAU em tentar manter o controle de Soledar e Bahmut: se promoverem uma retirada tática para reagrupamento e preservação de forças, irão perigosamente abrir o flanco para uma ofensiva russa a partir de Kramatorsk e Konstantinova; ao manter as linhas de defesa, trazendo brigadas vindas de outros setores do teatro de operações, como Kherson e Zaporizhzhia, prejudicando suas posições defensivas e a possibilidade de novas ofensivas, devido ao alto nível de perdas de combatentes e sistemas de armas, que nessa altura da campanha estão ficando escassos.

Neste contexto, as 93ª e 30ª brigadas mecanizadas das Forças Armadas da Ucrânia perderam quase completamente a sua capacidade de combate, tendo sofrido pesadas perdas na direção de Bahmut (Artyomovsk) e estão a ser retiradas de lá para repor os mobilizados e restaurar a capacidade de combate. As subdivisões da 24ª brigada mecanizada também sofreram perdas significativas, sendo a principal unidade de combate entricheirada nesta cidade industrial.

Para repor perdas, o comando das Forças Armadas da Ucrânia está transferindo a 128ª brigada de assalto de montanha da direção de Zaporozhye, bem como parte das unidades da 46ª brigada aeromóvel da direção de Kakhovka. A transferência dessas duas brigadas está acontecendo de forma muito apressada e diminui a perspectiva de novas ofensivas em Zaporizhzhia.

O aumento de esforços na direção de Artyomovsk devido à transferência de tropas ucranianas de outras direções atesta as intenções de Kiev de impedir por todos os meios o avanço de  tropas russas e separatistas no Donbass.

  • no eixo de Ugledar, as forças russas consolidaram a captura de Pavlivka e estão tentando avançar até a estrada que leva a Marynka. Esta operação permitirá cortar o fluxo logístico ucraniano para esta importante cidade. Na própria Marynka, forças separatistas de Donetsk já estão travando batalhas no centro da cidade;

  • Em Zaporizhzhia, diante de fortes ataques russos apoiados por baterias MLRS e aviação tática e da necessidade tática do comando das FAU do TO de reposicionar brigadas para defender Bahmut e Soledar, em nosso entendimento, uma eventual ofensiva das forças ucranianas para tentar tomar Melitopol será adiada ou não ocorrerá. Ademais as forças russas montaram linhas de defesa em profundidade neste setor, aumentaram a implantação de sistemas de armas e de efetivo, embora este ainda seja bem inferior ao implantado pela Ucrânia neste setor do front;

  • no eixo de Kherson, há batalhas posicionais e as FAU estão empregando grupos de reconhecimento móvel (ou mobile recognition group, DRG) para tentar tomar partes do istmo de Kinburn. Porém, é improvável que ocorram ofensivas de ambas as forças beligerantes neste setor, pelo menos nas circunstâncias atuais;

https://www.nytimes.com/2022/11/27/world/europe/ukraine-russia-winter-war.html

As forças ucranianas sofreram pesadas perdas de aeronaves de combate (que já eram poucas) nas duas últimas semanas, de radares de defesa aérea, radares TPQ-AN de contrabateria, IFVs, APCs e MLRS. Isso é evidenciado pelo emprego cada vez maior do reconhecimento móvel com emprego de picapes (“technicals”) e redução significativa do emprego barragens de artilharia que foram bastante efetivos em setembro e outubro em todos os setores do teatro de operações. A escassez de munições de artilharia de calibre 155 mm em obuses, da OTAN, e de calibre 152 mm, de origem soviética (que integra cerca de 60% do inventário das FAU nesta modalidade de sistemas de armas) criam um cenário adverso para as FAU manterem a iniciativa em alguns setores da frente de combate durante o inverno e primavera.

O fornecimento de novos obuses autopropulsados e MLRS pelo Ocidente e pela Turquia, tal como recentemente noticiados, além do treinamento de novas unidades de combate por países integrantes da OTAN, podem propiciar na primavera alguma retomada da ofensiva pelas FAU. No entanto, até lá as forças russas já terão recebido os 300 mil mobilizados e poderão empregá-los em todo teatro de operações.

Em nosso entendimento, é muito provável que a consciência situacional das forças russas tenha obtido um salto de qualidade, por intermédio da neutralização dos drones em setores do front, ao mesmo tempo que melhora o reconhecimento e subsequente destruição de alvos móveis pelo emprego cada maior de drones kamikaze do tipo LANCET contra radares, obuses e MLRS. Porém há ainda problemas sérios no âmbito das Forças Armadas Russas, dentre as quais citamos:

  • lacunas graves de comunicação entre as forças mobilizadas;
  • deficiência no abastecimento de uniformes adequados para as unidades de combate, conforme noticiado por canais militares russos;
  • nível qualitativo inferior de C4ISR tal como mencionado no nosso artigo https://historiamilitaremdebate.com.br/a-importancia-dos-sistemas-c4isr-na-guerra-da-ucrania/;
  • lentidão na tomada de decisão e ainda pouca iniciativa operacional ofensiva, além de uso relativamente limitado das Forças Aerospaciais (Vozdushno-kosmicheskiye sily, VKS) em determinados setores do teatro de operações.
https://aircosmosinternational.com/article/explosions-on-two-russian-strategic-air-bases-new-ukrainian-drone-or-old-tu-141-3389

As FAU provavelmente continuarão empregando drones kamikaze em território russo dentro de uma estratégia de guerra assimétrica a fim de provocar danos materiais, psicológicos e no moral das forças russas, tal como verificou-se com os recentes ataques de drones modificados Tu-141 bem-sucedidos em expor lacunas na defesa aérea russa em território profundo.

Um fator que explica o massivo emprego da munição de obus 152mm nas forças russas, é o grande quantitativo de artilharia rebocada e autopropulsada que possuem como legado soviético, posto que são mais de 7500 obuses rebocados e mais de 6500 obuses autopropulsados em seu inventário.  A quantidade de munição armazenada para tais sistemas é colossal, devido à doutrina de manutenção de estoques elevados de armas e munições, um dos legados do exército soviético incorporado pela doutrina militar das Forças Armadas Russas. Ademais, a alegada importação de munição de artilharia nos calibres 122 e 152mm da Coréia do Norte também se explica pelo enorme inventário e capacidade industrial deste país para a produção de granadas desses calibres.

Um dos pontos que chama a atenção dos analistas, principalmente dos russos, é o baixo nível de coordenação, comando e controle por parte do Comando e do Estado-Maior (EM) do TO russo. O Exército russo (Suhoputnye voyska Rossiyskoy Federatsii; SV), as Forças Aeroespaciais (VKS), as milícias de Luhansk,  e Donetsk, as unidades de combate autônomas chechenas e as PMCs (Private Military Company) – sendo a principal o Grupo Vagner – muitas vezes tomam iniciativas em termos operacionais não coordenadas ou com baixo nível de controle pelo comando do TO e/ou sem conhecimento do EM do TO setorizado em Moscou.

https://www.joint-forces.com/tag/spetsnaz

Um outro ponto que gostaríamos de chamar a atenção é sobre a continuidade das operações no inverno. Lembremos que os dois exércitos são experientes e tem equipamentos adaptados para o combate nessa estação climática. A questão é que tipo de operações poderão realizar? Aqui cabe especular sobre um emprego maior de operadores de forças especiais (Spetsnaz) e de DRGs. Além disso, caso o clima esteja favorável, operações aeromóveis ou operações ofensivas de monta com emprego de tropas blindadas e mecanizadas poderão ser mais intensificadas.

As nuvens baixas favorecem a ocultação dos movimentos de helicópteros (quando voando em baixa altitude), blindados e unidades motorizadas. As operações poderão ter uma alta expectativa de sucesso, desde que sejam rápidas e com grande poder de fogo. Neste contexto, reservar uma Força Tarefa flexível para explorar oportunidades é uma boa estratégia. No entanto, a realização desse tipo de operação exige sistemas C4ISR especialmente adaptados e tropas bem treinadas e equipadas nesse tipo de clima. Portanto, o período de inverno na guerra da Ucrânia poderá indicar um agravamento e não congelamento das hostilidades em curso.

FONTES CONSULTADAS:


[1] Delegado de Polícia, Mestre em Segurança Pública, historiador e pesquisador em geopolítica e conflitos militares. Email: rodolfolaterza@gmail.com

[2] Mestre e Doutor em História Comparada pelo Programa de Pós-Graduação em História Comparada (PPGHC) da UFRJ, professor-colaborador e do Programa de Pós-Graduação em História Militar Brasileira (PPGHMB – lato sensu), da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro/UNIRIO e Editor-chefe do site História Militar em Debate e da Revista Brasileira de História Militar. Website: https://historiamilitaremdebate.com.br

Subscribe
Notify of
guest

193 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Lucena
1 mês atrás

Essa guerra ” Rússia X Ucrânia ” até as pedras sabem que é por “procuração”…na verdade …. poderia dizer ” OTAN/EUA X Rússia” … Zelensk é uma espécie de Guaido .. um agente da OTAN … um manipulado assim como são muitos dirigentes da Europa , como o premier alemão … e no final das contas … quem sai perdendo é a população local ucraniana … onde a sua pátria virou um ringe de luta entre o Tio Sam e o Urso … uma terra arrasada … igual a Líbia e o Afeganistão.

Daniel
Reply to  Lucena
1 mês atrás

troca teu nick para puxa saco do putin pois seria mais sincero.

Peter Pan
Peter Pan
Reply to  Daniel
1 mês atrás

Troca teu nick, faxineiro da OTAN.

Jefferson
Jefferson
Reply to  Lucena
1 mês atrás

Alegação russa de não querer tonteiras com otam é falsa, pois se a Ucrânia virar Rússia que nem eles querem toda sua fronteira aí sim será com a otam ,eles querem é o território a força e isso é coisa de gente ruim do demônio que nojo .

Peter Pan
Peter Pan
Reply to  Jefferson
1 mês atrás

A Rússia faz fronteira com países da OTAN. Olhe para o mapa.
A exigência de Moscovo é que a OTAN respeite o acordo e não se expanda para além do rio Volga.
O resto é a conversa dos faxineiros da OTAN.

Manus Ferrum
Manus Ferrum
1 mês atrás

Essa metralhadora pesada na foto é chamada de Kord, e é brutal.

Last edited 1 mês atrás by Manus Ferrum
Manus Ferrum
Manus Ferrum
Reply to  Manus Ferrum
1 mês atrás

Na verdade é uma dshk.

Nilton L Junior
Nilton L Junior
1 mês atrás

Z bate, bate, bate, se defende, bate de novo, U apanha, apanha, apanha, quer bater mas apanha, perde território e tem tudo para se desintegrar, EU/NATO/imperialismo atlanticista loser, quem esta ganhando, Eurásia, Turquia, Persas e Índia.

Maromba
Maromba
Reply to  Nilton L Junior
1 mês atrás

Meu amigo.O Reino Unido também apanhou, apanhou e apanhou muito da Alemanha em 1940, mas venceu a batalha. Os ucranianos podem estar perdendo alguns rounds e apanhando muito, mas como um “Rock Balboa”, tudo indica que irão vencer a guerra se continuarem suportando a mão pesada dos russos. Afinal o poderio russo contra essa coalizão ocidental não é “ad eternum”.

Alfredo
Alfredo
Reply to  Maromba
1 mês atrás

Só que o Reino Unido não estava lutando contra a Rússia.
Todos sabemos que a Ucrânia está condenada.
A escolha dela é perder de pouco, se rendendo, ou perder de muito, sendo destruída.

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Aparente é o que pode acontecer.

Marcelo
Marcelo
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Acho que o Povo Ucranianos e, principalmente, as forças armadas ucranianas discordam de você.

LUIZ
LUIZ
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

Deve ter mais de 100 mil mercenários lutando contra os russos. Sem ajuda estrangeira essa guerra teria durado 3 meses no máximo ou menos.

Daniel
Reply to  LUIZ
1 mês atrás

já tá começando a justificar o fracasso russo…..

Rogerio
Rogerio
Reply to  LUIZ
1 mês atrás

É verdade. Mas ja era previsto isso, entao nao é desculpa.

Marcelo
Marcelo
Reply to  LUIZ
1 mês atrás

Fonte: deve ter … teria durado

Peter Pan
Peter Pan
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

Já conseguiu o visto para ser faxineiro no navio da OTAN? Puxa saco.

100nick-Elã
100nick-Elã
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

Você fala pelo povo ucraniano agora?

Daniel
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

falou o puxa saco do putin

Plinio Jr
Plinio Jr
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Vc disse que seria alguns dias que isto ocorreria, passaram-se 10 meses e os ucranianos continuam lutando e impondo pesadas baixas nas fileiras russas ….

J Moura
J Moura
Reply to  Plinio Jr
1 mês atrás

Vamos lembrar que a Rússia não usou todo seu potencial, pois não há uma declaração de guerra oficial

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  Maromba
1 mês atrás

Maromba, o Reino Unido não apanhou tanto assim da Alemanha, alias é só ver o quanto de Russos morreu para perceber quem teve maior perda. Sobre os Russos na Ucrânia concordo que esse conflito não será ad eterno é provável que em um determinado momento se encerra o atrito mas não a hostilidade. Quanto a vencer depende o que é pode ser considerado VENCER eu acho que estamos numa fase de relativismo estratégicos, para os Russos a conquista do Dombas é a prioridade ao que parece, mas isso só Putim sabe, qto a Ucrânia eu acho que se não se… Read more »

Radagast, o Castanho
Radagast, o Castanho
Reply to  Nilton L Junior
1 mês atrás

“o Reino Unido não apanhou tanto assim da Alemanha” Dunkirk que o diga. “é só ver o quanto de Russos morreu para perceber quem teve maior perda” inegavelmente a perda Russa foi enorme, mas a ordem 227 contribuiu muito com isso. Os soldados eram enviados Sem armas ou munição suficiente, como não podiam recuar morriam aos milhares. A Rússia só avançou contra a Alemanha porque recebeu dinheiro e armas (landlease) dos EUA, sem isso não teria havido T34 que desse conta. Ai eu pergunto: E se a Rússia tivesse se rendido aos alemães? teria poupado seu povo, não é? Só… Read more »

Ivan
Ivan
Reply to  Radagast, o Castanho
1 mês atrás

Prezado Radagast, o Castanho. . Um pequeno reparo, que você deve considerar nas suas análises: Quem enfrentou a Alemanha nazista e seus aliados na frente oriental foi a URSS – União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, que, por sua vez, era formado por várias nações… e não apenas a Rússia. . Alguns números básicos: Bielorrússia; população em 1940 de 9.050.000; mortes militares 620.000, mortes totais (militares, civis e pós-guerra) 2.290.000; % da população 25,30%. Ucrânia; população em 1940 de 41.340.000; mortes militares 1.650.000, mortes totais (militares, civis e pós-guerra) 6.850.000; % da população 16,30%. Rússia; população em 1940 de 110.100.000; mortes… Read more »

Radagast, o Castanho
Radagast, o Castanho
Reply to  Ivan
1 mês atrás

Obrigado pelo esclarecimento Ivan, o antigo.

Aliás, vc é antigo ao ponto de ter testemunhado o êxodo dos Noldor para terra Média?

Ivan
Ivan
Reply to  Radagast, o Castanho
1 mês atrás

Kkkkk…
.
Mais ou menos.
Apenas ajudei com os mapas…
.
😉

Wellington Jr
Wellington Jr
Reply to  Ivan
1 mês atrás

Esse comentário merecia ser emoldurado e colocado num lugar de destaque nos fóruns sobre a Segunda guerra para que os Putinetes nunca mais voltassem a falar que a Rússia teve a maior perda na guerra e que foi ela quem venceu a Alemanha.

Alfredo
Alfredo
Reply to  Nilton L Junior
1 mês atrás

Notícias cada vez mais frequentes de que a Rússia está preparando nova ofensiva em direção a Kiev.
Estão sendo concentrados centenas de milhares de soldados na Bielorussia.
No Donbass, espera-se uma nova ofensiva russa.
A destruição total do Exército ucraniano parece ser o objetivo dos russos.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Já acertou alguma dessas “previsões”?
Bakhmut, Vuhledar, etc…

Alfredo
Alfredo
Reply to  Hcosta
1 mês atrás

Foto publicada agora no Intelslava da fronteira Belarus-Ucrânia.
Os ucranianos serão obrigados a deslocar forças para lá, o que vai facilitar o trabalho dos russos em Donbass
Boris Rozhin estima que apenas metade dos convocados chegou à frente de batalha.
E isso já foi suficiente para estabilizar a frente e começar a avançar na região de Lyman, Backmuth e Ugledar.
Informes de que os russos já tomaram 85% de Mariinka, uma das três maiores fortalezas ucranianas.
Notícias alvissareiras.

Daniel
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

a cartomante ataca novamente, chega a inventar notícias…acho que Lisboa acaba de ser tomada pelos russos, não é querido Alfredo?

Peter Pan
Peter Pan
Reply to  Daniel
1 mês atrás

Os russos disseram que tomariam Lisboa?
Os faxineiros da OTAN criaram duas notícias: Putin afirmou que tomaria Kiev em 3 dias.
Desafio você e os faxineiros a partilharem o link.
Segunda mentira: a Rússia prometeu dominar a Europa de Vladivostok à Lisboa. Desafio você a colar o link.
Até lá só está competindo com os ufanistas dos fake news

Nei
Nei
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Tens algum problema né. Onde achou essa bola de cristal falsa ai?
Cada previsão furada que você já fez, ganha até o nine na mentira.

Marcelo
Marcelo
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Os russos vão mostrar sua capacidade de avançar. Os ucranianos vão mostrar sua capacidade de destruir e de resistir. A Rússia pode tentar a sorte …

Peter Pan
Peter Pan
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

Você já fez a conta dos 20%?

glasquis 7
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Ofensiva contra Kiev mas, não deveriam, segundo os cálculos de Vlad, ter tomado Kiev em Março, o que ouve?

Ivan
Ivan
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

Os russos esqueceram de combinar com os ucranianos…
…ou, quem sabe, combinaram com alguns ucranianos errados.
.
De acordo com um agente da inteligência americana, no dia 26 de fevereiro de 2022, Zelensky teria respondido ao oferecimento ianque de uma retirada de Kyiv com a agora célebre frase: “A luta está aqui, preciso de munição, não de carona”.
.
Ali, naquele momento, virou a guerra.
Ficava claro a determinação do povo,
forças armadas e governo ucraniano.
.
Saudações,
Ivan, o antigo.

Marcelo
Marcelo
Reply to  Ivan
1 mês atrás

Há alguns meses eu postei o célebre discurso de Winston Churchill no auge dos ataques nazistas contra a Inglaterra. Volodymyr Zelensky se equiparou a Churchill quando disse: “A luta está aqui, preciso de munição, não de carona”. A frase “we shall never surender” está ecoando forte na Ucrânia.

Peter Pan
Peter Pan
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

E os 20%?

Marcelo
Marcelo
Reply to  Peter Pan
1 mês atrás

Em breve serão 19%, depois 18%, em seguida 17% … até o último russo, vivo ou morto, ser expulso do último palmo de terra ucraniano. É que a contagem regressiva já estava em andamento … quando você só tomou ciência dos números quando estava nos 20%, mas poderá acompanhar até o final …

Edmilson Sanches
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

Em 72 horas teremos novidades

glasquis 7
Reply to  Edmilson Sanches
1 mês atrás

Todo dia, a toda hora temos novidades.

Ivan
Ivan
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

E teve sim…
…em menos de 24 horas:

  • Zelensky foi entregar medalhas aos combatentes ucranianos em Bakhmut (ao alcance dos canhões russos);
  • Depois dessa ação, Zelensky foi fazer uma visitinha aos ianques em Washington;
  • Aparentemente começou a chegar na Polônia a bateria de defesa aérea Patriot destinada à Ucrânia.

.
Pois é.
Todo dia tem novidades…
…no plural mesmo.

😉

Daniel
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

de novo a cartomante com suas previsões…melhor previsão sua foi a queda de kiev em três dias

glasquis 7
Reply to  Nilton L Junior
1 mês atrás

É assim, a Rússia teria em tese, todas as chances de vencer mas, passados alguns meses, a Ucrânia ainda dá um duro combate.

Não haverá vencedores nesta guerra.

Nilo
Nilo
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

Vc fala de quem? EUA X Russia, poque a Ucrânia já perdeu e continuará perdendo, sua população mais de 8 milhões sairam do pais, correndo o risco de parte do território ser assimilado pela Polonia, uma divida monstruosa. Zelensky trabalha arduamente privando os trabalhadores ucranianos de direitos e proteções, cortando regulamentos abrindo as portas para exploração de recursos os vendendo por preço de banana, elimina a liberdade de imprensa, fecha partidos, (bela democracia). É o neoliberalismo desenfreado praticado por oligarcas e por empreendedores ocidentais que espalham desigualdade, pobreza indigna, deslocamento social e morte. A Rússia resiste não a Ucrania, mais… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Nilo
glasquis 7
Reply to  Nilo
1 mês atrás

“poque a Ucrânia já perdeu e continuará perdendo,” Bom, se decide, perdeu ou está perdendo? “sua população mais de 8 milhões sairam do pais,” Então, os russos estão lutando contra quem? “Zelensky trabalha arduamente privando os trabalhadores ucranianos de direitos e proteções, cortando regulamentos abrindo as portas para exploração de recursos os vendendo por preço de banana, elimina a liberdade de imprensa, fecha partidos, (bela democracia).” Que diferente do Putin, né? https://www.dw.com/pt-br/putin-assina-lei-que-intensifica-censura-na-r%C3%BAssia/a-61024034 “É o neoliberalismo desenfreado praticado por oligarcas e por empreendedores ocidentais” https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2022/02/guerra-na-ucrania-quem-sao-os-oligarcas-russos-e-por-que-alguns-se-envolveram-no-conflito.shtml “que espalham desigualdade, pobreza indigna, deslocamento social e morte.” Verdade, sorte tem a Rússia de não… Read more »

Nilo
Nilo
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

Assim como papai Noel não é russo rsrsrs.
Lembra do fim de Pinochet, o homem que lutou pela liberdade e democracia do povo chileno, preso em 1998 (na Inglaterra rsrsr), solto por um atestado de débil mental, acusado de enriquecimento ilícito, investigado por envolvimento em produção de cocaína, não recebeu nenhuma honra do Estado chileno em seu funeral.
Pobres caranguejos.

Last edited 1 mês atrás by Nilo
glasquis 7
Reply to  Nilo
1 mês atrás

Lembra do fim de Pinochet”

Lembro, eu fui um dos que o derrubou.

O que tem a ver ele na guerra da Ucrania?

Se te acabaram os argumentos?

Lembre que entre Castro, Franco, Somoza, Papa Doc, Lenin, Baby Doc, Maduro, Pinochet, Stalin e seu amado Vladimir, não há diferenças. Todos ditadores assassinos.

glasquis 7
Reply to  Nilo
1 mês atrás

 não recebeu nenhuma honra do Estado chileno em seu funeral.”

https://www.bbc.com/portuguese/noticias/story/2006/12/061212_pinochetnovacg

Uma mentira dita mil vezes vira…

Vira nada, continua sendo uma mentira na boca de um mentiroso.

Nilo
Nilo
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

Diferença: um financiava produção de cocaína, Zelensky é consumidor.

glasquis 7
Reply to  Nilo
1 mês atrás

Até agora não entendo, o que tem a ver Pinochet com que a Rússia não consiga vencer a Ucrânia?

Vc ficou sem argumentos e está dando seus “pulinhos”, é isso?

Nilo
Nilo
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

A Colônia Dignidade: e sua história perturbadora de cooperação com a Direção de Inteligência Nacional (Dina), órgão de repressão política durante o regime Pinochet (1973-1990). participava ativamente de atos de tortura e desaparecimento de dissidentes ((entre outras coisas “pesquisem”), o que tem haver com o Zelensky que recebe apoio do Batalhão Azov, Partido Svoboda, o C-14 e o Pravyi Sektor?
https://twitter.com/ArthurM40330824/status/1588739431280029696
Tenha calma caranguejo se cozinha aos poucos, estão com pressa rsrsr

Last edited 1 mês atrás by Nilo
glasquis 7
Reply to  Nilo
1 mês atrás

Continua sem argumentos?

Colônia Dignidad não existe, Pinochet morto e enterrado há anos e a Rússia ainda não consegue tomar Kiev.

Me explica.

Nilo
Nilo
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

O chifre, Isso é problema da sua cabeça se resolva, se ainda não achou a sua resposta, mais sim, a Rússia poderia ter adotado a cartilha de guerra americana do Iraque (destruição total da infraestrutura civil e militar – como vc deseja rsrsr), mas o sanguinário do Putin não vez, agora sente, para não se cansar o inverno vai ser longo.

glasquis 7
Reply to  Nilo
1 mês atrás

inverno vai ser longo.”

fala isso pros militares russos que estão caindo em Ucrânia ou para seus familiares que recebem toalhinhas por que eu, estou entrando no verão.

Ainda sem argumentos.

Nilo
Nilo
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

Vc exige que eu defenda ou argumente pela Rússia ou Putin assim como vc argumenta pela Ucrânia ou Zelensky? , rsrsrs Acorda chileno.

Last edited 1 mês atrás by Nilo
Nei
Nei
Reply to  Nilo
1 mês atrás

Mas que argumento hein? Nossa, agora você se superou.

Fabio Mayer
Fabio Mayer
Reply to  Nilo
1 mês atrás

Comparado a Putin, Pinochet era uma criança que furtava chocolate do irmão…

glasquis 7
Reply to  Fabio Mayer
1 mês atrás

Não o subestime, por algo ele está entre os maiores assassinos da história, junto com Stalin, Franco, etc.

Nilo
Nilo
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

Tá de brincadeira, rsrsrs assassino comparado a Stalin e Franco. Passando pano para (não incluiu na lista) Pinochet, sei, colocou a economia do Chile como a melhor da A. Sul (opa, apagou o comentário rsrsrs), tá justificado. Acorda chileno.

MGNVS
MGNVS
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

glasquis 7, na verdade há um vencedor nessa guerra sim, a China. Os chineses com certeza estão estudando a ações militares do ocidente no campo da batalha da Ukrayna, estão estudando como as sanções econômicas implementadas afetam a Russia e estão ate mesmo criando um sistema de transferência bancaria paralelo ao SWIFT para não acontecer com eles o que aconteceu com a Russia ao ter dinheiro bloqueado em bancos ocidentais. Os chineses estão ganhando muito dinheiro ao comprar commodities em valores mais baixos da Russia e tbm ao vender material militar para ela. E eu não duvido nada, haver militares… Read more »

glasquis 7
Reply to  MGNVS
1 mês atrás

Vc está certo mas, eu queria limitar meu comentário apenas aos dois beligerantes.

MGNVS
MGNVS
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

Sim… entendo seu ponto de vista.
Só citei a China pq em breve o que esta acontecendo na Ukrayna vai acontecer em Taiwan tbm.

Nilo
Nilo
1 mês atrás

Primeira vez que vejo um artigo não russo assumir a existência de milhares de poloneses na frente de batalha entre outros. O inverno chegou e não terá pausa para troca de presentes neste Natal, a árvore natalina em Kiev literalmente vai, apagar, acender, apagar, acender. Os russos estão deixando em tempo dos Ucranianos consertarem os estragos e depois destrói o sistema novamente, o bombardeamento do sistema de energia tem sido agora constante, isso inviabiliza transporte, aquecimento, produção industrial, abastecimento de água,…. os grandes sistemas ficam cada vez mais dependentes de geradores. Cabe ao Zelensky atualmente uma alternativa para sair vencedor… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Nilo
Alfredo
Alfredo
Reply to  Nilo
1 mês atrás

Eu tinha um link de uma foto com caixões de ‘mercenários’ poloneses e americano que aguardavam traslado para seus países.
Está claro pela quantidade de mortos que não são mercenários e sim soldados travestidos de mercenários.
Ontem mesmo foi postado vídeo de um morteiro adaptado em um M-113 onde o pessoal falava inglês.
De qualquer maneira, as baixas entre eles são absurdas e muitos deles, segundo o Southfront, estão voltando para casa.
Caso contrário, certo que morrerão.

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Eu acompanho os acontecimentos por esse canal, mostra tanto o cenário de acertos dos Russos como dos ucras, Оружейный Мастер

Last edited 1 mês atrás by Nilton L Junior
Marcelo
Marcelo
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Fonte: eu tinha um link.

Alfredo
Alfredo
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

Morreram em terras estranhas lutando uma guerra que não era a deles.
Foto feita em Kharkov, onde os russos voltaram a avançar.

IMG_20221219_232219_469.jpg
Marcelo
Marcelo
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Caixões, bandeiras e coroas de flores em um ambiente gélido … muito tocante … mas pode ser uma montagem tirada até em território russo. Acredito em fotos de corpos, de documentos, de plaquetas de identificação … tem alguma foto desse tipo de material?

Last edited 1 mês atrás by Marcelo
Alfredo
Alfredo
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

E por falar em ambiente gélido, concentração de tropas russas em Belarus na fronteira com a Ucrânia.
Vão pegar o Zelensky!

IMG_20221219_200431_949.jpg
glasquis 7
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Vão pegar o Zelensky!”

Estão nessa desde Fevereiro mas ate agora…

Marcelo
Marcelo
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Esses tanques de guerra russos vão virar sucatas chamuscadas e retorcidas assim que cruzarem a fronteira com a Ucrânia. Vamos observar os russos tentar a sorte outra vez …

Radagast, o Castanho
Radagast, o Castanho
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Geladeiras?

glasquis 7
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

lutando uma guerra que não era a deles.”

Tal vez, a guerra deles seja a luta pela autonomia e a liberdade dos povos, contra qualquer invasor/opressor sem importar a bandeira nem o lugar.

Mas é claro, como vc saberia disso?

Alfredo
Alfredo
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

Nossa!
Fiquei até emocionado.
Mas, certamente, muito menos que as famílias que receberão seus parentes em caixões.

glasquis 7
Reply to  Alfredo
1 mês atrás
Fabio Mayer
Fabio Mayer
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

É que as familias russas não recebem seus parentes em caixões, né? Elas simplesmente não tem mais notícias deles, porque nenhum russo morre na “operação especial” de achacar a Ucrânia.

glasquis 7
Reply to  Fabio Mayer
1 mês atrás

Exáto!

Nei
Nei
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Você é o maior chupador de russo que já presenciei num site

Peter Pan
Peter Pan
Reply to  Nei
1 mês atrás

Faxineiro da OTAN implorando pelo Green Card

gordo
gordo
1 mês atrás

Uma coisa é fato, a guerra vai longe e é um pavio para algo muito pior. A Rússia não vai ceder, por mais falhas que tenha tido ela ainda é a Rússia. Kissinger nos últimos dias tem alertado para a possibilidade da coisa desandar para um ponto muito perigoso e a questão é se a UE vai pagar pra ver porque é Ela que vai colher os frutos de uma escalada no conflito.

MGNVS
MGNVS
Reply to  gordo
1 mês atrás

Exatamente. Infelizmente tanto a Russia quanto a Ukrayna (Zelenski) caíram numa armadilha muito bem planejada pelos EUA e OTAN. A Russia já tinha concordado com a entrada da Ukrayna na União Europeia, mas manipularam o Zelenski para que ele também pedisse a adesão a OTAN e isso a Russia jamais permitiria. Seria a mesma coisa se os EUA falassem que iriam instalar bases americanas em Taiwan, a China jamais permitiria e tbm iria para guerra por não ter outra opção além dessa Mas ainda assim, igual vc bem falou, a Russia ainda é a Russia. Ela já enfrentou varias guerras,… Read more »

Hcosta
Hcosta
Reply to  MGNVS
1 mês atrás

O senhor sabe que quando Zelenskyy tomou posse já a Rússia tinha anexado a Crimeia e iniciado uma guerra, certo?

E gostava de saber de onde veio essa em que a Rússia permitiria a entrada da Ucrânia na UE. Nem um simples acordo comercial permitiu e com um fantoche Russo na presidência. Imagine agora entrar para a UE…

MGNVS
MGNVS
Reply to  Hcosta
1 mês atrás

Hcosta, o fato principal do meu comentario é: essa é uma guerra inutil onde dois países que são praticamente irmãos estão se destruindo por causa do ego elevado de seus dirigentes. Seria o equivalente ao Reino Unido entrar em guerra com a Australia por causa de uma ilha no meio do pacifico ou do Brasil entrar em guerra com Portugal por causa da ilha da Madeira ou de Fernando de Noronha. Essa é uma guerra inutil tanto para a Russia como para a Ukrayna visto que tudo poderia ter sido resolvido de outra forma. E como eu ja citei em… Read more »

Hcosta
Hcosta
Reply to  MGNVS
1 mês atrás

O único responsável por esta guerra é a Rússia. Perdeu, por culpa própria, a sua influência sobre a Ucrânia e tentou fazer algo, que resultou no século passado na Hungria e outros, que foi enviar blindados para manter o seu poder. Não resultou. A única forma de a Rússia não invadir era manter tudo como estava no início do século. Com governos corruptos, subservientes a Moscovo. Mas o povo Ucraniano discordou. Neste cenário, Zelenskyy só tem culpa por ser o presidente em exercício. Mas admito que poderão haver outras razões para a invasão, que começou em 2014, mas até agora,… Read more »

Peter Pan
Peter Pan
Reply to  Hcosta
1 mês atrás

Conversa de amador.
EUA iniciam guerras por procuração em vários locais do globo. Hoje é na Ucrânia, em Taiwan e em breve no Congo na África.

MGNVS
MGNVS
Reply to  Hcosta
1 mês atrás

Ola Hcosta, mas foi exatamente essa a minha colocação, a culpa dessa guerra inútil se dá principalmente por causa do ego dos dois presidentes, não fosse isso, um acordo poderia ser intermediado pela Turkya, que é aliada de ambos, tanto Russia quanto Ukrayna. Agora concordo com vc que podem haver outros fatores ou razoes que nós possamos não estar a par devido a falta de informações verídicas e fundamentadas sobre essa guerra. Duvido que o Putin queira ser um novo Czar ou imperador eslavo, a Russia não tem o poderio militar convencional e as capacidades que a antiga URSS/CCCP tinha.… Read more »

João Adaime
João Adaime
1 mês atrás

Sun Tzu disse:
“Há um momento em toda batalha que ambos os generais pensam que perderam. Vence aquele que não desiste e continua atacando”.
Mas antes é bom ver a quantidade de pólvora no paiol. Na época de Sun Tzu as armas eram espadas, lanças e flechas e grande número de soldados. Hoje a realidade mudou um pouco.
O que não mudou é que o ser humano (humano?) ainda acha mais do que normal um destruir o outro para impor seu modo de pensar, de viver e de agir.

Alfredo
Alfredo
1 mês atrás

As perdas ucranianas em soldados e equipamentos são colossais.
O material de origem soviética está esgotado.
Comum vermos blindados de origem ocidental como Mastiff, MaxxPro, Bushmasters e etc no campo de batalha.
Zelensky está forçando a Alemanha a entrega Leopards
Os EUA estão mandando os frágeis M1117 para os ucranianos.
Como dito, a OTAN vai lutar até o último ucraniano.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Não, o material de origem Soviética não está esgotado. Vem diretamente do fornecedor…

Alfredo
Alfredo
Reply to  Hcosta
1 mês atrás

Vem mesmo, atualmente.
Do passado.
O que eles tinham de melhor os russos já destruíram.
Agora recorrem a material antigo de aliados, que também se esgota.
Alguém ouve falar dos T-72M que os poloneses mandaram?
Acabaram.
Agora começa a aparecer mais material ocidental, que, pelo visto não está tendo melhor sorte.

soldado imperial
soldado imperial
Reply to  Hcosta
1 mês atrás

kkkkkk boa

Nickless
Nickless
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Sim, segundo vc mesmo kings, a uns 5 meses atrás falou que o exercito ucraniano estava destruído. O mais engraçado disso é que esse mesmo exercito destruído esta recuperando seu território roubado. vai entender.

Peter Pan
Peter Pan
Reply to  Nickless
1 mês atrás

Recuperando território?
ha ha ha!
Guerra no campo da geografia equivale a tomar posições estratégicas que garantam vantagem, nunca a “recuperar território”…
Ter território significa empregar meios para gerir e numa guerra, os meios são sempre escassos.

glasquis 7
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

As perdas ucranianas em soldados e equipamentos são colossais.”

Talvez, apenas talvez, os russos não tenham conseguido vencer a guerra nos 15 dias programados, devido a que as suas perdas também são enormes… Talvez né?

Peter Pan
Peter Pan
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

Programados? Onde? Partilhe a fonte por favor.

Hcosta
Hcosta
1 mês atrás

Os Russos estão há meses a tentar avançar no Donbas, com ataques diários em vários locais e avanços de metros ou ruas por semana.

Não dá para mencionar esse pormenor ou só há perdas do lado Ucraniano e do lado Russo só temos “problemas sérios” como lacunas na comunicação, etc…?

Last edited 1 mês atrás by Hcosta
Alfredo
Alfredo
Reply to  Hcosta
1 mês atrás

Tentando?
Olhe a antiga foto do ‘Bolsão de Kursk’ e olhe hoje.
E, o mais importante (para a Rússia), às custas de dezenas de milhares de baixas ucranianas.
Parece que o objetivo russo de desmilitarizar e desnazificar a Ucrânia será alcançado.
O próprio texto dos excelentes professores confirma isso.

Arthur
Arthur
Reply to  Hcosta
1 mês atrás

Os russos estão “cozinhando o galo “. São 200 mil contra 700 mil ucranianos. Mesmo assim, dá para fazer uma carnificina, como em Bakhmut. Segundo fontes ocidentais, 1200 “voluntários” poloneses já morreram na guerra, que não tem previsão de acabar. Se seguir o extremamente lento padrão da Síria, em breve o exército ucraniano (OTAN) será constituído por mulheres, velhos e crianças. Os ucra já estão recorrendo à pickups (technical) por falta de transporte blindado. Há imagens de ucranianos removendo o que restou da guarnição de um M113. Então, quando não existir um único ucraniano vivo, a América irá procurar outra… Read more »

Alfredo
Alfredo
1 mês atrás

O Coronel aposentado dos EUA, Richard Black, deu a seguinte declaração está semana: ‘O número de ucranianos mortos é simplesmente chocante. Uma geração inteira de ucranianos agora está morrendo nos combates. A população da Ucrânia é demasiado pequena para que as perdas de seu Exército possam ser compensadas. A guerra está perdida.’

Assino embaixo.
Em tempo.
Mais um excelente artigo dessa dupla de Professores.
Nota 10.

Nickless
Nickless
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Não foi esse coronel pro russia que falou um monte de bobagem no inicio da guerra e nada se confirmou? kkkkkkkkk

pra vc ver, a segunda maior potencia militar do mundo (no papel claro) peidando pra ucrania, pais mais podre da europa.

Arthur
Arthur
Reply to  Nickless
1 mês atrás

Não. Quem falou um monte de asneiras foi o coronel Hodgers, pai da frase “os russos só tem mais dez dias de munição”. Tá se vendo que a munição acabou… O charlatão disse isso na FoxNews em março.

Nei
Nei
Reply to  Arthur
1 mês atrás

Mais um chupador de Russo

Arthur
Arthur
Reply to  Nei
1 mês atrás

Fazer o quê! Não fico beijando a bunda do Zelensky.

Plinio Carvalho
Plinio Carvalho
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Vídeo da Ursula von der Leyen, presidente da comissão europeia, falando que a Ucrânia perdeu 20 mil civis e mais de 100 mil militares na guerra.
A cena dela falando começa a partir de 1:13 minutos, dizem que o vídeo dela foi removido e logo depois substituído por um outro vídeo onde ela não fala o numero de mortes, não sei dizer se é verdade.
(1) “Ukraine lost 100 thousand servicemen and 20,000 civilians in the war”-Ursula von der Leyen – YouTube.

Last edited 1 mês atrás by Plinio Carvalho
Bernardo
Bernardo
1 mês atrás

Aos Russos restam mais 06 meses de guerra digo em motivação o bom dos Russos se é que isso é bom não precisam mais atacar apenas defender os Ucranianos que se cuidem com as perdas humanas vai passar 150 mil homens facil até o final dessa guerra.
Agora vendo o lado Ucraniano sempre vão ter disposição para lutar pois estao defendendo sua terra, sua familia e suas casas.
Realmente vai vencer aquele mais insistente.

Last edited 1 mês atrás by Bernardo
glasquis 7
Reply to  Bernardo
1 mês atrás

A guerra não vai acabar com declarações de rendição. Mesmo depois do que chamamos de fim, ela continuará. Os ucranianos jamais esquecerão esta invasão e continuarão a vingar seus mortos.

A ferida que hoje a Rússia abriu, não vai fechar tão cedo.

Nilo
Nilo
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

Rendição de quem? rsrsrsrsr
Acorda

glasquis 7
Reply to  Nilo
1 mês atrás

Estou acordado. Deveria falar isso pra quem tomaria Kiev em duas semanas.

Nilo
Nilo
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

Não tenho dilema quanto a isso, tão pouco peço explicações a terceiros e não cogito achar que da sua poltrona de Casa que uma potência nuclear como a Rússia se render a Otan, período reformista foi um período de ilusões quanto ao EUA, até M. Gorbachev revisou seu ponto de vista, tu mede a Rússia com a métrica que mede o Chile. Entendo.

Welington S.
Welington S.
1 mês atrás

Várias e vários meses só pra tomarem isso de território ucraniano. Cadê o pessoal que dizia que a Rússia tomaria tudo em 3 dias?

Alfredo
Alfredo
Reply to  Welington S.
1 mês atrás

Se tomasse em três dias, a Rússia teria um enorme problema de como lidar com centenas de milhares de prisioneiros e a estrutura militar praticamente intacta da Ucrânia.
A intenção é realmente destruir a capacidade de combate da Ucrânia e, assim, afastá-la para sempre como uma ameaça.
Backmuth é um exemplo.
Os russos estão já em cerco operacional à cidade, entretanto deixam os ucranianos mandarem reforços que são prontamente destruídos.
Pergunte se Zelensky se importa com isso .
Em seus devaneios, ele ainda acha que a Ucrânia pode confrontar a Rússia.

Marcelo
Marcelo
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Sempre há uma justificativa para a completa incompetência militar da Rússia no campo de batalha da Ucrânia. Ainda estamos esperando a Ucrânia ou a Europa congelar … mas acho que a única coisa que vai congelar é o solo, que vai permitir uma nova ofensiva ucraniana.

Arthur
Arthur
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

Ainda bem que só ucraniano sabe lutar no inverno… Sabe como é: russo vem de país tropical, gosta de futebol e samba…

Nei
Nei
Reply to  Arthur
1 mês atrás

Russo não tem roupa. Eles mesmo dizem isso.
Vai ler bundinha branca do Putin.

Arthur
Arthur
Reply to  Nei
1 mês atrás

Sem falar na munição, acabou em março. Foi um coronel americano branquelo quem disse! Não precisa ficar emburrado, o exército americano já aceita wokes!

Peter Pan
Peter Pan
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

Fonte do meu pensamento: eu sou faxineiro da OTAN. Com

glasquis 7
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Ah! entendi. A Rússia só não venceu a guerra até agora para não ter que lidar com os prisioneiros… Como é esperto esse tal de Putin, né?

Nei
Nei
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

kkkk piada isso. Meu como é mentiroso, cada desculpinha de Putinete.

Zorann
Zorann
Reply to  Welington S.
1 mês atrás

Todo dia alguém posta isso… ou algo semelhante. Qual a parte que não entenderam que tudo não está ocorrendo como planejado para ambos os lados?

É uma guerra

Nickless
Nickless
1 mês atrás

“Terminator: O mais poderoso tanque Russo vai entrar na Guerra”
kkkkkkkkkkkk

photo_2022-12-16_01-06-28.jpg
Marcelo
Marcelo
Reply to  Nickless
1 mês atrás

Welcome to Ukraine, russians.

suTERMINATOR
suTERMINATOR
Reply to  Nickless
1 mês atrás

Pelo menos não morreu ninguem dentro desse tanque rs

Há videos do terminator destruindo blindados.

Marcelo
Marcelo
1 mês atrás

O texto é banstante profundo, mas parece refletir apenas e tão somente posicionamentos russos, cuja veracidade é contestável em parte ou no todo. De qualquer forma, são fontes de informações, que podem servir como contraponto para uma análise mais equilibrada do conflito militar na Ucrânia. Bom material. Muito obrigado pela iniciativa.

Marcelo
Marcelo
1 mês atrás

No 299 dia da Operação Especial Militar da Rússia na Ucrânia – “As forças ucranianas estão controlando a fortemente disputada cidade oriental de Bakhmut, na região oriental de Donetsk. A direção de Bakhmut é fundamental. Nós mantemos a cidade, embora os ocupantes estejam fazendo de tudo para que não haja uma única parede intacta”.
Volodymyr Zelenskiy, presidente da Ucrânia.
Apesar da grande concentração de mão de obra e material bélico, liderados por mercenários do grupo Wagner, os russos não conseguem tomar Bakhmut. As tropas ucranianas são um osso muito duro de roer.
https://www.theguardian.com/world/live/2022/dec/19/russia-ukraine-war-live-news-drone-strike-on-kyiv-uk-to-announce-new-artillery-package

Last edited 1 mês atrás by Marcelo
Arthur
Arthur
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

Análise baseada no The Guardian? Fala sério! Desde quando mídia inglesa é confiável? Inglês nasce contando mentiras. Já mataram Putin uma dúzia de vezes, todas de câncer.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Arthur
1 mês atrás

O senhor não tem capacidade de ler as notícias e determinar, por si próprio, se a informação é credível?

Mas tem piada como, os que pensam que todos os meios de comunicação ocidentais não são credíveis, aceitam qualquer informação que venha do governo Russo como verdadeira…

Arthur
Arthur
Reply to  Hcosta
1 mês atrás

Quando mataram Putin pela quinta vez, desisti… Todo o mês o russo tem uma enfermidade mortal, estórias de chips de geladeira ucraniana em tanques, a cabra que mata dezenas de russos, abelhas assassinas, o velhote que derruba Sukhoi com tiro de espingarda, a defesa ucraniana que derruba 120 de cada 100 drones lançados. Da onde parte? Mídia inglesa!

Hcosta
Hcosta
Reply to  Arthur
1 mês atrás

Já pensou que isso é uma tática Russa? Usada várias vezes.
Inventam essas fake news absurdas e, infelizmente, alguns meios de comunicação caem na armadilha. Espero que seja somente por clickbait.

Se for coerente também deve ter desistido de ler as notícias Russas. Por cada uma dessas tem várias tão ou mais absurdas.

A Rússia abateu mais aviões do que os que a Ucrânia possui, o Moskva foi afundado por alguém a fumar, entre muitos outros exemplos…

Last edited 1 mês atrás by Hcosta
Monarquista
Monarquista
Reply to  Hcosta
1 mês atrás

A última foi que as mulheres inglesas estão se prostituindo para pagar o aquecimento no inverno kkkkkkk.

Essas pérolas saem naquele programa daquela russa que usa um topede. Me acabo rindo com as coisas que saem lé kkkkk

Nei
Nei
Reply to  Arthur
1 mês atrás

Primeiro é desnazificação!
3 dias!
Depois laboratórios!
Ucrânia na Otan!
No final trata-se de somente roubo de terras e ataque a civis!

Você está no caminho certo da notícia Arthur, continue assim.

Marcelo
Marcelo
Reply to  Arthur
1 mês atrás

Confio muito mais nas mídias ocidentais por três motivos: 1) liberdade de imprensa; 2) checagem dos fatos e das informações; 3) confiabilidade jornalística. Nem vou perder meu tempo comentando as mentiras propaladas como verdade pela mídia russa … e que posteriormente foram desmascaradas ou desmentidas pelos próprios russos.

Peter Pan
Peter Pan
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

Admita. Prefere o Ocidente por ser candidato ao lugar de faxineiro na OTAN.

Marcelo
Marcelo
Reply to  Peter Pan
1 mês atrás

Não fica bravo. A superpotência Rússia invadiu a Ucrânia, sem qualquer provocação, está levando uma cossa e viu sua imagem militar virar poeira. Os números estão disponíveis na internet. Acredita quem quer … você é livre para fazer suas próprias escolhas.

Nei
Nei
Reply to  Arthur
1 mês atrás

Você usa telegram russo!

Peter Pan
Peter Pan
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

Fonte: sonho meu

Marcelo
Marcelo
Reply to  Peter Pan
1 mês atrás

De fato … as suas fontes são sonhos seus. As minhas fontes apresentam fatos e são comentadas por especialistas militares. Eu só informo … e você lê. Opsss …

Marcelo
Marcelo
1 mês atrás

Há informações de que a Rússia perdeu pelo menos 1.500 tanques de guerra desde o início dos combates, sendo que 859 foram destruídos e, pior ainda, 521 tanques de guerra foram capturados pelas tropas ucranianas. As armas antitanque, como Stugna-P, Javelin, NLAW, AT4 e outras, são as responsáveis majoritárias pela destruição dos tanques de guerra russos. Essas mesmas armas continuam a aumentar a contagem das perdas de tanques durante o inverno. O Estado-Maior das Forças Armadas da Ucrânia anunciou que, de 10 a 16 de dezembro, a Ucrânia destruiu pelo menos 43 tanques de guerra russos, com duas dúzias destruídas… Read more »

Alfredo
Alfredo
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

Fonte?

Marcelo
Marcelo
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

A fonte está no final do comentário … não leu até o final, né?

Nei
Nei
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Estou aguardando umas 120 fontes de seus comentários e nunca veio.
Fonte: Sua cabeça.

Plinio Carvalho
Plinio Carvalho
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

Vídeo da Ursula von der Leyen, presidente da comissão europeia, falando que a Ucrânia perdeu 20 mil civis e mais de 100 mil militares na guerra.
A cena dela falando começa a partir de 1:13 minutos.
(1) “Ukraine lost 100 thousand servicemen and 20,000 civilians in the war”-Ursula von der Leyen – YouTube.

Marcelo
Marcelo
Reply to  Plinio Carvalho
1 mês atrás

Ninguém nega as perdas elevadas da Ucrânia. É uma guerra e há mortes e destruição. A questão é a existência de uma fonte e a confiabilidade dessa fonte.

Peter Pan
Peter Pan
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

Conversa, Professor faxineiro da OTAN

Marcelo
Marcelo
Reply to  Peter Pan
1 mês atrás

Fato. Lambe botas do Kremlin.

Alfredo
Alfredo
1 mês atrás

Hackers russos tiveram acesso a um documento ucraniano que considerava um total de 35.382 soldados desaparecidos.
Essa classificação não torna as famílias elegíveis para o recebimento de pensão.
Essa quantidade de desaparecidos deve ser plausível.
Os russos têm encontrado muitas casamata e trincheiras com corpos de ucranianos e têm o trabalho de retirá-los e enterrá-los

t.me/boris_rozhin/72808

Marcelo
Marcelo
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Hackers russos … casamatas e trincheiras com corpos ucranianos … Quem? Onde? Quando? Perguntas … perguntas … nenhuma resposta verossímil ou crível.

Alfredo
Alfredo
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

Pô!
Para quem acredita em Fantasma de Kiev, tomada da Criméia, HIMARS destruindo tudo e montanhas de mísseis russos abatidos, tá muito bom.
Eu ainda coloco vídeos e fotos.

Alfredo
Alfredo
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

A propósito.
Os russos estão comentando sobre o fracasso total do M-777.
Dizem que por terem muito metal leve e fluidos hidráulicos, quando atingidos se incendeiam e ficam totalmente destruídos.
Mais uma arma americana de butique que não aguenta os rigores da guerra.

Marcelo
Marcelo
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Fonte: os russos estão comentando. Deve ser por isso que o M-777 voltou a ser produzido. Os comentários russos … e não o excelente desempenho no campo de batalha… é que devem ter ajudado a aumentar os pedidos de compras do obus rebocado M-777.

Alfredo
Alfredo
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

O documento hackeado tem a lista com todos os nomes, um a um, dos desaparecidos.
Se vc quiser, basta conferir

southfront.org/russian-military-retains-upper-hand/

Alfredo
Alfredo
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

O link é esse:

southfront.org/more-than-35000-dead-ukrainian-servicemen-considered-missing-leaked-document/

mago
mago
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

O mundo precisa saber do massacre de quase toda uma geração de ucranianos e milhares de soldados da otan que lutam e estão sendo trucidados, moídos na guerra contra a Rússia, que os massacra sem piedade, principalmente em Bakhmut (moedor de carne ucraniana/combatentes da otan). Os russos tem pouquíssimas baixas pois Surovkin, o comandante russo, mantém suas tropas abrigadas enquanto, com artilharia pesada, trucida sem piedade tudo o que os ucranianos/otan mandam para as frentes de combate. E nesses crimes na Ucrânia, os jovens soldados ucranianos, drogados, são enviados para o ataque em tanques e blindados com escotilhas soldadas. Alguns… Read more »

Marcelo
Marcelo
Reply to  mago
1 mês atrás

Uma fontezinha, por favor. Senão é só blá blá blá do Pravda.

mago
mago
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

E as suas são blá-blá-blá do New York times.

Nei
Nei
Reply to  mago
1 mês atrás

Desse jeito que está funcionando para a Rússia (com o comandante russo supremo do puxa saco mago), eles deveriam ter chegado em Portugal já, não?

Marcelo
Marcelo
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

Qualquer fonte “hackeada” não tem credibilidade porque simplesmente não pode ser checada. Pode conter 3 nomes ou 3 milhões de nomes. Ninguém pode garantir se é verdade ou uma falsificação. Básico …

Peter Pan
Peter Pan
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

Você é o ministro da verdade? Vai crescer, faxineiro da OTAN.
Tu perdeu 20% do território. Vá checar a fonte disso

Marcelo
Marcelo
Reply to  Peter Pan
1 mês atrás

Melhor ser faxineiro da OTAN do que capacho do Putin. Na OTAN você tem chance de ser promovido … já no Kremlin você só vai lamber botas sujas de generais corruptos … e se reclamar vai amanhecer com a boca cheia de formigas russas.

mago
mago
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

Fala sério cara! Deixa de criancisse. A Internet está cheia de vídeos, fotos. Basta vocês olharem outras fontes que não as fontes dos eua/ inglaterra. Na verdade vocês sabem. Vocês só ficam escrevendo essas bizarrices para polemizar. Só isso!

Marcelo
Marcelo
Reply to  mago
1 mês atrás

Fonte: a internet está cheia de vídeos … parecidos com aqueles dos engodos do Himars destruídos … pode confiar.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Alfredo
1 mês atrás

E mais do que duplicou o orçamento para a compensação das mortes dos soldados Russos…

Arthur
Arthur
1 mês atrás

Falou o mestre. Sem ‘achismos’. Vamos aguardar o desenrolar do conflito.

mago
mago
1 mês atrás

Só digo uma coisa! A Ucrânia “jaíra”. Em resposta a uma foto de “terminator” russo destruído aí vai uma foto resposta. Esse é o f35. Super mega hiper astronave intergálatica klingon……versão submarina.

images (15).jpeg
glasquis 7
Reply to  mago
1 mês atrás

Vamos ver o comparativo para sermos justos né?

Quantos F35 voam na atualidade?
há quanto tempo voam os F 35?
Quantos países operam F 35?
Quantas horas de voo completaram os F35?

Pegue essas informações e compre-as às do SU 57

Depois batemos um papinho

mago
mago
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

“Enrolation”

glasquis 7
Reply to  mago
1 mês atrás

F 35, em produção desde 2006. Mais de 535 unidades produzidas até 2020

Su 57, em produção desde 2009. 16 unidades produzidas (incluindo os 10 protótipos).

Quer continuar ou paramos por aqui?

Marcelo
Marcelo
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

E a Rússia ainda usa um propulsor antigo e com bocal arredondado, que reduz a capacidade stealth e aumenta a assinatura infravermelha do SU-57. A previsão é que a Força Aeroespacial da Rússia receberá 22 caças Su-57 até o final de 2024 e seu número aumentará para 76 até 2028, mas essá informação é anterior ao conflito militar na Ucrânia. O primeiro Su-57 foi entregue às tropas russas em 2020.

message-editor-1525124984190-ad242-750x363.jpg
Nei
Nei
Reply to  mago
1 mês atrás

Esse mago chorão, ficou magoado com a foto do Terminator e vem querer comparar um F-35 a um tanque.
Sem capacidade nenhuma de análise.
Quer discutir, fale sobre o SU-57?
Quantos países compraram, quantos estão prontos, como foi o uso dele na Ucrânia?
Se é que realmente foi usado, pois uma imagem clara não existe.

mago
mago
Reply to  Nei
1 mês atrás

Só blá-blá-blá! O terminator pode ter sido abatido em combate o que é normal. Agora essas naves klingon do “excepcionalistão do norte” nunca foram provadas em combate e volta e meia tem uma se “esborrachando” sozinha. Essa da foto é versão submarina. Tem também versão terrestre. Rsrsrsr!

glasquis 7
Reply to  mago
1 mês atrás

 nunca foram provadas em combate”
Em 2018 EEUU atacou alvos talibãs com F 35
Em Maio de 2018 os F 35 de Israel realizaram ataques.
Em Abril de 2019 EEUU atacou alvos do Estado Islâmico com F 35.
Em Junho de 2019 os F 35 de Israel atacam alvos Iranianos no Iraque.

Tá no wiki, é só se esforçar um pouco que tu encontra.

paulo neves
paulo neves
1 mês atrás

Washington está prolongando o sofrimento da Ucrânia A recusa de Washington em reconhecer os legítimos interesses de segurança da Rússia na Ucrânia e negociar o fim desta guerra é o caminho para um conflito prolongado e sofrimento humano. Douglas Macgregor 20 de dezembro de 2022 Durante um discurso proferido em 29 de novembro, o vice-ministro polonês de Defesa Nacional (MON)  Marcin Ociepa disse: “A probabilidade de uma guerra em que estaremos envolvidos é muito alta. Muito alta para tratarmos esse cenário apenas hipoteticamente”. O MON polonês supostamente planeja  convocar 200.000 reservistas em 2023 para um treinamento de algumas semanas, mas observadores em Varsóvia suspeitam que… Read more »

mago
mago
Reply to  paulo neves
1 mês atrás

Esses malucos já classificam esse coronel dos eua como “comunista”…..ahahahahah!

Marcelo
Marcelo
Reply to  paulo neves
1 mês atrás

Essa é a opinião de um ex-general que assessorou Donald Trump, que por sua vez, tinha ligações estreitas com Vladimyr Putin. Não reflete de forma alguma a política do governo Biden e nem a opinião do Povo Americano, que apóia o envio de ajuda financeira e militar à Ucrânia. Por outro lado, de ameaça em ameaça e de blefe em blefe, a Rússia mostrou que não tem coragem e, talvez, nem capacidade militar para lançar qualquer tipo de ataque nuclear em grande escala. Os lobos na alcatéia ficam mostrando os dentes uns para os outros, mas são submissos quando na… Read more »

Marcelo
Marcelo
1 mês atrás

Hoje (20/11/2022) a Operação Militar Especial na Ucrânia atingiu a marca de 300 dias. Em quase dez meses de conflito, os militares russos não conseguiram atingir nenhum de seus objetivos principais, sofrendo perdas terríveis no processo. Aqui estão alguns números referentes às perdas russas: – 99.230 soldados mortos; – 281 aviões abatidos; – 266 helicópteros abatidos; – 2995 tanques de guerra destruídos; – 1960 peças de artilharia destruídas; – 5974 veículos blindados destruídos; – 410 sistemas de foguetes de lançamento múltiplo destruídos; – 16 embarcações afundadas; – 211 baterias antiaéreas destruídas; – 1680 sistemas aéreos não tripulados derrubados; – 653… Read more »

Fabricio Lustosa
Fabricio Lustosa
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

como é que não tem vergonha de postar isso…essa foi o tipo de notícia de grupinho de whatsapp…

Marcelo
Marcelo
Reply to  Fabricio Lustosa
1 mês atrás

Só reproduzi informações publicadas no site http://www.19thfortyfive.com O pessoal que escreve lá parece um pouquinho mais familiarizado com assuntos militares do que você. Mas eles devem ter Whatsapp. É só procurar na internet …

glasquis 7
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

99.000!!!

K7, tudo isso!

mago
mago
Reply to  glasquis 7
1 mês atrás

Fonte….imprensa inglesa e estadunidense. Fala sério!

glasquis 7
Reply to  mago
1 mês atrás

Então, me esclarece aí, quantos russos morreram nesta guerra?

Marcelo
Marcelo
Reply to  mago
1 mês atrás

Acredita quem quer … você vive em um país livre … diferente dos russos … opsss …

100nick-Elã
100nick-Elã
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

Vivemos em um país livre, temos todo o direito de passar fome….pior que para muitos não é uma escolha….e seremos livres para sermos assaltamos, termos péssimos e caros planos de saúde, e podemos escolher políticos entre os muito corruptos, médio corruptos ou só um pouquinho corruptos.

Marcelo
Marcelo
1 mês atrás

Volodymyr Zelensky fez uma visita surpresa às tropas ucranianas que defendem ferozmente a cidade de Bakhmut contra os incessantes ataques russos. Por que será que Vladimir Putin não faz o mesmo? Será que não consegue localizar os culhões no meio das pernas? Ou será que seu gato Romanov os comeu? Perguntas … perguntas … e nenhuma resposta
https://www.19fortyfive.com/2022/12/putin-will-be-really-upset-zelenskyy-makes-surprise-visit-to-bakhmut/

soldado imperial
soldado imperial
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

Líder que visita tropas na frente de combate, mostra coragem e entusiasma a tropa. Putin tinha que ir na frente de combate e tirar algumas selfies…

Magalhaes
Magalhaes
Reply to  soldado imperial
1 mês atrás

Putin é covarde. Simples assim.

Peter Pan
Peter Pan
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

Fez, fez… ha ha ha!
Só porque a propalixo da OTAN colocou o disco no tocador.
Zerolensky está entalado.
Foi para DC? O Guaidó também…

Marcelo
Marcelo
Reply to  Peter Pan
1 mês atrás

Quando falta o argumento … proliferam as bobagens. Isso se chama liberdade de expressão … coisa que os russos não dispõe … mas você pode aproveitar. Opsss …

Marcelo
Marcelo
1 mês atrás

Até os apoiadores de longa data dos russos já estão revoĺtados com a situação na Ucrânia. Eis um trecho de postagem de Murz, apoiador separatista pró-Rússia no leste da Ucrânia, no blog LiveJournal. “Os militares russos têm um talento incrível para transformar qualquer vila com alguns desembarques em uma fazenda de porcos em Verdun, onde suas próprias unidades, não inimigas, são destruídas.” Esse argumento lembra o desastre da Alemanha na Batalha de Verdun e se refere aos ataques obsessivos dos militares russos a vilas e cidades relativamente menores – notadamente Bakhmut e, mais recentemente , Pavlivka – cujos pífios ganhos… Read more »

Peter Pan
Peter Pan
Reply to  Marcelo
1 mês atrás

Você é cidadão do idiotistão.
Confunde propaganda ocidental com a verdade e ser faxineiro com ser sério.
Faça um favor, tire férias