Um tipo de arma eletromagnética portátil desenvolvida pela China passou recentemente por um teste de tiro e exibiu características superiores às armas de fogo tradicionais, incluindo baixo ruído, pouco clarão do cano e baixo recuo, com especialistas dizendo na segunda-feira que a tecnologia marca uma tendência de desenvolvimento para armas futuras.

A arma usa nove bobinas para acelerar projéteis, que são armazenados em um magazine atrás das bobinas, disse Lei Fengqiao, um funcionário da Chongqing Jianshe Industry (Group) Co Ltd., sob a estatal China South Industries Group Co Ltd, em um programa sobre China Central Television (CCTV) no domingo.

Ao contrário das armas de fogo tradicionais que disparam projéteis ogivais, a arma eletromagnética dispara projéteis em forma de moeda, já que a arma é projetada para fins de controle de distúrbios, em vez de causar danos letais, disse Lei.

Projéteis em forma de moeda têm menor probabilidade de causar dano de penetração, têm uma dispersão maior, o que torna a arma mais supressiva e são fáceis de fabricar a um preço barato, disse ele.

As munições também são fáceis de transportar e não usam pólvora, o que as torna fáceis de armazenar e transportar, disse a CCTV.

Uma bateria de lítio embutida fornece energia para a arma. Uma célula totalmente carregada permite que a arma dispare centenas de tiros consecutivamente antes de uma recarga rápida, e a temperatura tem pouco efeito sobre ela, informou a CCTV.

O punho é colocado no meio da arma para equilibrar o peso, enquanto na frente da arma há três botões que podem alternar entre diferentes modos de disparo, alterar a saída de energia e ligar e desligar, disse Lei.

Uma pequena tela na arma mostra seu status, incluindo uso da bateria, uso de munição, temperatura e modo de disparo. Ela possui um modo automático, um modo semiautomático e um modo espingarda, mostra a reportagem da CCTV.

Um trilho no topo da arma permite que ela seja equipada com escopos e dispositivos de calibração de escolha do operador para auxiliar na mira, disse Lei.

Superando a taxa de tiro dos fuzis tradicionais, que é de cerca de 700 a 800 tiros por minuto, a taxa máxima de tiro da arma eletromagnética pode atingir vários milhares de tiros por minuto.

A arma atraiu a atenção do público depois de estrear no Airshow China 2022 em Zhuhai, província de Guangdong, no sul da China.

Em um teste de tiro, a arma eletromagnética destruiu facilmente tábuas de madeira, garrafas de cerveja e janelas de carros, teve baixo ruído e pouco clarão do cano, não soltou fumaça ou projéteis e teve baixo recuo, informou a CCTV.

Lei disse que a tecnologia de tiro eletromagnético é caracterizada por alta furtividade, que é a tendência do desenvolvimento de futuras armas.

Além de armas de choque, a tecnologia de tiro eletromagnético também pode ser aplicada a outras armas, como armas letais, de armas portáteis a artilharia de grande calibre, disse um especialista militar de Pequim ao Global Times na segunda-feira, pedindo anonimato.

A China está testando um canhão eletromagnético montado em um navio de guerra. Outra aplicação possível é para defesa aérea, devido à sua alta cadência de tiro, disse o especialista.

FONTE: Global Times

Subscribe
Notify of
guest

49 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Claudio Moreno
Claudio Moreno
1 ano atrás

Star Treak!
Sgt Moreno
(CM)

Zoe
Zoe
1 ano atrás

Não adianta, os Chineses vão assumir o lugar dos EUA logo logo…

Jorge Augusto
Jorge Augusto
Reply to  Zoe
1 ano atrás

Tem literalmente youtubers testando railguns portateis… Isso ta longe de ser algo novo.

Zoe
Zoe
Reply to  Jorge Augusto
1 ano atrás

Mas não muda o fato que a China via dominar o mundo.

Não é uma torcida minha… é o que acho que vai acontecer.

Luis H
Luis H
Reply to  Zoe
1 ano atrás

rs a china vai dominar o mundo, é uma frase aberta, sem significado objetivo, qq um pode dizer qq coisa assim e depois falar q tinha razão. é o q resta, mais um plano infalível pla destluir o tio sam malvadão.

MMerlin
MMerlin
Reply to  Jorge Augusto
1 ano atrás

Tempos atrás tinha visto uma notícia de algo similar lançado, nos EUA, já pelo setor privado.
Não sei a eficácia, mas o link era esse aqui.
https://olhardigital.com.br/2021/08/20/ciencia-e-espaco/startup-coloca-arma-eletromagnetica-em-pre-venda-nos-estados-unidos/

Tomcat4,4
Tomcat4,4
Reply to  Zoe
1 ano atrás

Isso é um fato e é irreversível !!!

Théodorovisk
Théodorovisk
Reply to  Zoe
8 meses atrás

Economicamente sim, culturalmente é muito difícil, culturas muito distintas

M4l4v|t4
M4l4v|t4
1 ano atrás

Quer dizer então que arma portátil eletromagnética, aquela mesmo que tem no canal da DARPA no Youtube, agora é um produto chinês?
Pior, o canhão eletromagnético naval também

Ai ai …

Kommander
Kommander
Reply to  M4l4v|t4
1 ano atrás

É hilário o quanto você é chorão. Capaz de vender a mãe pra defender a causa.
Cresça e aceita as mudanças que o mundo tá passando, atrasados somos nós.

JBS
JBS
Reply to  Kommander
1 ano atrás

Ou será que vc é quem está chorando?

Luis H
Luis H
Reply to  Kommander
1 ano atrás

deveria ser hilário ver alguém claramente julgar os outros por sí mesmo, mas é triste. essa fixação em aconselhamentos mimizentos tipo: “(vai estudar) tenho 50mb de vídeos” ou “cresça e aceite” é sintoma típico de transtorno de personalidade narcisista, pois quanto mais doutrinado, mais cheia de sí a vítima se torna e mais encastelada em sua bolha pseudosuperior.

Last edited 1 ano atrás by Luis H
Oliveira Barros
Oliveira Barros
Reply to  M4l4v|t4
1 ano atrás

Imaginar, todo mundo imagina.
Até os nepaleses imaginam viagens aí espaço usando teletransporte.
O negócio é colocar no papel.
Funcionar.
Daqui a pouco os americanos vão ‘patentear’ armas fasers e torpedos fotônicos e quando os chineses fizerem dirão que é cópia.
Agora, isso que vc falou, provavelmente é mais um projeto americano que não vingou. l

AMX
AMX
Reply to  M4l4v|t4
1 ano atrás

A notícia diz apenas que a China lançou uma arma do tipo. E sim, é uma notícia interessante, já que a arma está um pouco além da fase de protótipo. Não está escrito que foi “a China quem inventou”.

Oliveira
Oliveira
1 ano atrás

“Produto da china é porcaria”;
“O chinês só sabe copiar…”;
“Solta pecinha”;
“Se não é ocidental, então é porcaria”;

Paulatinamente e de forma consistente os chineses vão suplantando toda a vantagem tecnológica e superfaturada de outros países. Gostando ou não, precisamos tirar alguma lição disso.

Last edited 1 ano atrás by Oliveira
M4l4v|t4
M4l4v|t4
Reply to  Oliveira
1 ano atrás

Volta …
… volta pra Terra

Arma portátil eletromagnética é tecnologia dos anos 90
Canhão naval eletromagnético é tecnologia da mesma época

É artigo pago fiote, é propaganda para impulsionar o produto

Oliveira
Oliveira
Reply to  M4l4v|t4
1 ano atrás

Se falar mal do defunto, a viúva aparece

Oliveira Barros
Oliveira Barros
Reply to  Oliveira
1 ano atrás

Pois é.
Canal do DARPA no YouTube
Daqui a pouco vai falar que tem um canal também no Disney+ ou Estudios Universal.

Zoe
Zoe
Reply to  M4l4v|t4
1 ano atrás

Em 1913 já tínhamos um protótipo de carro elétrico.
A tecnologia as vezes demora um pouco para ficar viável.

M4|4v1t4
M4|4v1t4
Reply to  Zoe
1 ano atrás
Marcos
Marcos
Reply to  Oliveira
1 ano atrás

Lição que teimamos em não levar a sério. Eles aplicam em seus colégios e faculdades métodos eficazes de ensino enquanto aqui o ensino vem se degradando a décadas, e leis que podam a indústria nacional. E pode escrever, não vai mudar tão cedo.

WSilva
WSilva
Reply to  Oliveira
1 ano atrás

Sabemos que a China evoluiu muito em todos aspectos, agora esse vitimismo chinês abrasileirado é desnecessário, nem mesmo os chineses se importam mais com essas piadas, logo você também deveria parar defender algo que não necessita defesa.

Mas uma coisa você disse bem sobre os avanços chineses, ”Gostando ou não, precisamos tirar alguma lição disso.”

AMX
AMX
Reply to  Oliveira
1 ano atrás

E viva o trabalho escravo…

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
1 ano atrás

Primeiro de abril já passou….

Mesmo se assumirmos que essa arma tem uma eficiência energética de 100%, seria necessário uma bateria com capacidade semelhante a de um Tesla Model 3 para descarregar um carregador de 30 munições (se assumirmos que cada projétil possuí peso e velocidade semelhantes ao do 5.56×45). Desnecessário dizer que isso é simplesmente impossível.

Last edited 1 ano atrás by Bruno Vinícius
Jorge Augusto
Jorge Augusto
1 ano atrás

Caramba espetacular! Perae, ela realmente parece com uma arma que eu vi a 1 ano atrás em um video no youtube. Mas com certeza não é uma cópia né?

https://www.youtube.com/watch?v=izW1X2555Wg

A arma é uma CA-09 Coil Accelerator, feita em Illinois por uma empresa pequena a quase 2 anos…

Last edited 1 ano atrás by Jorge Augusto
Oliveira Barros
Oliveira Barros
Reply to  Jorge Augusto
1 ano atrás

YouTube aceita qualquer coisa.
Até conceitos de arma feita em garagem.
Torná-la efetiva, operacional, própria para processos industriais de produção em massa é outra história completamente diferente.
E nisso, os chineses estão suplantando a todos.
Tomemos o exemplo dos mísseis hipersônicos.
Os americanos dizem conhecer a teoria, mostram vídeos, mock-up e etc, mas não conseguem torná-los operacionais.
É mais ou menos isso

Jorge Augusto
Jorge Augusto
Reply to  Oliveira Barros
1 ano atrás

A arma na imagem é IDENTICA ao do vídeo que eu mandei. E no vídeo ela está 100% operacional e é disparada multiplas vezes, em um vídeo 1 ano mais novo que a primeira aparição da versão chinesa.

Sem falar que a CA-09 é vendida na internet por 1600 dolares…

Mas na visão de vocês parece uma girafa, anda como uma girafa, faz som como uma girafa mas na verdade deve ser um tigre…

IvanF
IvanF
Reply to  Jorge Augusto
1 ano atrás

Eu ia comentar isso, mas antes procurei e vi que você já tinha comentado kkkkk

Outro vídeo do mesmo canal, com outra versão: https://youtu.be/RkCNq9yICJ8

E aqui o site pra quem quiser comprar (rsrsrs): https://e-shotgun.com/
E tem essa também, não sei qual é a “original”: https://coilaccelerator.com/

E esse vídeo tem 5 anos, uma versão “feita em casa”: https://youtu.be/fKEaDhDTciQ

Magaren
Magaren
Reply to  Jorge Augusto
1 ano atrás

kkkkk boa

Daniel
Daniel
1 ano atrás

Sem entrar no mérito sobre a qualidade do produto, até porque não tenho informações para tanto.
O custo de produção, manutenção e distribuição é viável?
O equipamento é suficientemente robusto e durável?
Se todas essas respostas forem positivas, talvez, nas próximas décadas, possamos assistir à disseminação desse tipo de arma, juntamente com as armas baseadas em energia, ao menos entre as forças armadas com mais dinheiro para investir.
Suas vantagens sobre a “armas baseadas em pólvora”, quase milenares, são evidentes. Talvez apenas o custo e dificuldade na produção impeça a substituição completa das armas “tradicionais”.
Assunto interessante.

Rafael Gustavo de Oliveira
Rafael Gustavo de Oliveira
Reply to  Daniel
1 ano atrás

É o comentário mais “pé no chão” até agora…dá para compararmos na história com as primeiras armas a pólvora quando exércitos migraram do uso de espadas/arco e flecha.
Acredito que o custo na época era absolutamente mais caro, mas não proibitivo…o que quero dizer que se a balança pender mais para o “benefício” do que para o “custo”, principalmente se uma superpotência bancar, a tendência de uma arma dessa “vingar” como um divisor de aguas é grande.
A história muita das vezes nos mostra que nem sempre o equilíbrio entre custo x benefício prevalece.

C G
C G
1 ano atrás

Grandes afirmações exigem grandes provas e as demonstrações sao tímidas, existem uma infinidade de experimentos nesse sentido, só no YouTube são horas de vídeos com coisas de rústicas a sofisticadas, nas melhores o desempenho mal se compara a um .22, não existe densidade energética mesmo nas melhores baterias de lítio para qualquer comparativo justo de desempenho, eu não sou físico mas para um não é difícil fazer a conta da energia da bateria convertida em energia cinética, não fecha! Pode ser até um indicativo para o futuro mas sem uma evolução disruptiva na tecnologia das baterias é GOLPE para pegar… Read more »

Batista
Batista
Reply to  C G
1 ano atrás

Bom, os chineses no artigo estão apresentando ela como opção não letal para controle de público, então não importa se mal se compara a um .22, ela vai ser comparada é com um taser, spray de pimenta ou a dor de um tiro de borracha aí tem que ver que dor a moeda causa.

C G
C G
Reply to  Batista
1 ano atrás

Correto, eu que não fui claro na minha introdução no sentido de dizer que “não escala”!

Last edited 1 ano atrás by C G
Oliveira Barros
Oliveira Barros
Reply to  C G
1 ano atrás

Não foi claro, não
Não leu o artigo.

Oliveira Barros
Oliveira Barros
1 ano atrás

Não sei se essa arma vai ser efetiva, mas, convenhamos, os chineses estão dando um show em pesquisa e desenvolvimento.

Zezão
Zezão
Reply to  Oliveira Barros
1 ano atrás

Copiaram dos americanos…

e-shotgun.com
youtu.be/uMw42iVnaxg

Inimigo público
Inimigo público
1 ano atrás

Esperando o Bosco aparecer para dizer que é bravata chinesa.

Realista
Realista
Reply to  Inimigo público
1 ano atrás

Ele vai falar que os americanos já tem um 300x mais avançado.

Oliveira Barros
Oliveira Barros
Reply to  Realista
1 ano atrás

Mas que não está em uso porque não é eficiente e tem uma que funciona com pólvora que é melhor.
lh, esqueci.
A pólvora é chinesa.

Zezão
Zezão
1 ano atrás

“China desenvolve Arma Eletromagnética Portátil e define tendência para armas futuras.” O título correto seria:“China copia ideia de Arma Eletromagnética Portátil e diz que está definindo tendência para armas futuras” Faz me rir… Essa ideia já é velha e não foi a China que desenvolveu esse tipo de arma, CARAMBA! A arma citada na matéria é um COILGUN, que consiste de um motor linear que acelera um projétil ferromagnético, geralmente possuem uma ou mais bobinas dispostas ao longo de um cano, de modo que o caminho do projétil em aceleração fica ao longo do eixo central das bobinas. As bobinas são ligadas… Read more »

Magaren
Magaren
Reply to  Zezão
1 ano atrás

genial!

Adriano Madureira
Adriano Madureira
1 ano atrás

Ao contrário das armas de fogo tradicionais que disparam projéteis ogivais, a arma eletromagnética dispara projéteis em forma de moeda, já que a arma é projetada para fins de controle de distúrbios, em vez de causar danos letais, disse Lei”.

Mas acho que nada impediria de disparar projeteis tradicionais…

Chineses mostrando o seu nível de engenharia, é um dos países que mais tem centros de desenvolvimento de engenharia militar.

Alex Barreto Cypriano
Alex Barreto Cypriano
Reply to  Adriano Madureira
1 ano atrás

Agora imagina uma moedinha dessas viajando a (pelo menos) 300 metros por segundo atingindo, seja de chapa ou de quina, o olho de alguém. Mas não-letal é apenas uma maneira de dizer apenas mutilante.

Last edited 1 ano atrás by Alex Barreto Cypriano
Oráculo
Oráculo
1 ano atrás

Não vai dar em nada.

Enquanto os caras não criarem um fuzil laser igual os dos Stormtroopers de Star Wars, o velho fuzil “cospe fogo” vai continuar sendo o rei dos campos de batalha.

É barato, eficiente e dura uma eternidade.
Basta ver os M1 Garand e até Lee-Enfield vistos sendo usados na Ucrânia.

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
1 ano atrás

Os Eua fizeram algo semelhante antes dos chineses. Na verdade essa arma da foto parece uma cópia do desenho americano.

Antonio Cançado
1 ano atrás

Se funcionar…Né?

francisco
francisco
11 meses atrás

Só propaganda. Há muito que o Ocidente abandonou este tipo de arma.

Hermes
Hermes
11 meses atrás

Demolition Ranch no YT fez um teste com essas armas, são mais fracas que airsoft… fala sério.