Casa Branca afirma que Rússia teve 100.000 baixas na Ucrânia nos últimos 5 meses

60

Image grab from handout footage released by the Russia Ministry of Defense on Wednesday March 16, 2022 allegedly shows Russian soldiers holds weapons allegedly taken over from the Ukrainian army weapon depot during the Russian offensive in the Kherson region, Ukraine.

Dos soldados russos que não estavam mais no campo de batalha, 20.000 foram mortos, segundo John Kirby, porta-voz da Casa Branca. Metade deles eram mercenários de Wagner.

Pelo menos 100.000 combatentes russos foram mortos ou feridos na Ucrânia apenas nos últimos cinco meses, disse a Casa Branca na segunda-feira, oferecendo a mais recente estimativa do enorme número de vítimas humanas da invasão do presidente Vladimir V. Putin.

John Kirby, porta-voz do Conselho de Segurança Nacional, disse que o número inclui 20.000 combatentes russos mortos em ação. Cerca de metade deles eram mercenários do grupo Wagner, a força paramilitar fundada por Yevgeny V. Prigozhin que recrutou pesadamente nas prisões russas para reforçar suas fileiras e realizar uma campanha brutal em torno da cidade de Bakhmut, no leste da Ucrânia. As alegações não puderam ser verificadas de forma independente.

Em novembro, o general Mark A. Milley, presidente do Estado-Maior Conjunto, relatou que 100.000 combatentes de cada lado foram mortos ou feridos desde o início da guerra em fevereiro de 2022. As autoridades americanas acreditam que as perdas aumentaram para a Rússia à medida que enviou ondas de recrutas e condenados mal treinados para as linhas de frente no leste da Ucrânia, onde meses de combates intensos engolfaram a área ao redor de Bakhmut, uma cidade que tem sido central para o objetivo de Putin de tomar a região de Donbass.

Embora ambos os lados tenham lutado amargamente por Bakhmut, analistas militares sugeriram que o controle da cidade tem mais poder simbólico do que importância estratégica.

“A tentativa da Rússia de uma ofensiva em Donbass em grande parte por meio de Bakhmut falhou”, disse Kirby. “A Rússia foi incapaz de tomar qualquer território estratégico e significativo real.”

Estimar vítimas é notoriamente difícil. Acredita-se que Moscou subestime os mortos ou feridos no campo de batalha, e Kirby não forneceu detalhes específicos sobre como os Estados Unidos calcularam as perdas da Rússia, exceto para dizer que envolvia inteligência corroborada.

Documentos vazados do Pentágono divulgados em abril incluía uma estimativa americana de que, em fevereiro, a Rússia havia sofrido de 189.500 a 223.000 baixas, incluindo até 43.000 mortos em ação. O documento também estimou que a Ucrânia sofreu de 124.500 a 131.000 baixas, com até 17.500 mortos em ação.

Kiev também relutou em divulgar as perdas durante a guerra, e Kirby não forneceu nenhuma atualização sobre as baixas ucranianas na segunda-feira.

“Eles são as vítimas aqui”, disse ele. “A Rússia é o agressor.”

FONTE: The New York Times

VEJA TAMBÉM:

  • Milley: Rússia sofreu mais de cem mil baixas entre mortos e feridos. Ucrânia teria números semelhantes
Subscribe
Notify of
guest

60 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Hank Voight
9 meses atrás

Prigozhin, o manda chuva do Wagner group, tem dito isso com frequência alertando para o fato que as pesadas baixas sofridas pelo grupo pode levar ao seu fim.

Pragmatismo
Pragmatismo
Reply to  Hank Voight
9 meses atrás

Esse senhor, o Prigozhin, está a realizar uma campanha de desinformação. Não sejamos ingênuos.

Hank Voight
Reply to  Pragmatismo
9 meses atrás

Não é o que parece….

PRAEFECTUS
PRAEFECTUS
Reply to  Hank Voight
9 meses atrás

Sei….

PRAEFECTUS
PRAEFECTUS
Reply to  Hank Voight
9 meses atrás

Humm…

Nilo
Nilo
Reply to  Pragmatismo
9 meses atrás

Exato

Arthur
Arthur
Reply to  Hank Voight
9 meses atrás

Sim, claro. De repente, nem precisa mais de contraofensiva para a primavera, verão, outono, inverno… Então passaste a acreditar nas bravatas do russo, incrível. Há duas semanas o Prigozhin afirmou haver tomado Bakmuth! Pelo visto, o russo já tem adeptos e cai criar uma seita messiânica. Se bobear, o Wagner nem existe mais, acabou… kkkkkkkkk!

Faver
Faver
Reply to  Arthur
9 meses atrás

Se só o tal grupo Wagner perdeu 10 mil (metade das mortes) em cinco meses isto significa que o grupo deve ter perdido em toda a guerra uns 100 mil? Isto é um grupo ou exército?

Last edited 9 meses atrás by Faver
Slowz
Slowz
Reply to  Hank Voight
9 meses atrás

Prigozhin está lá pra confundir os americanos .

Hank Voight
Reply to  Slowz
9 meses atrás

Ao falar verdades incômodas Prigozhin acaba confundindo os r*ss0s t*piniquins em sua fé na “super máquina” russa…..

Slowz
Slowz
Reply to  Hank Voight
9 meses atrás

Cara ele só fala oque o Putin deixa .. para de ser inocente

Cláudio Almeida
Cláudio Almeida
Reply to  Slowz
9 meses atrás

Verdade, as pessoas ainda acreditam na mídia do ocidente , l Q inocência

Barbosa
Barbosa
Reply to  Hank Voight
9 meses atrás

Exatamente se as baixas Russas fossem pequenas o Putin não teria sido forçado a fazer mobilização, acredito que 10.000 é uma aposta bem baixa para uma guerra dessa intensidade, mas não sou especialista.

Antunes 1980
Antunes 1980
9 meses atrás

Uma grande parcela de baixas russas estavam nos MBT e IFV.

A quantidade de veículos abatidos por ATGM ultrapassa qualquer nível de razoabilidade.

Agora como a Rússia irá repor com qualidade, é a grande questão.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Antunes 1980
9 meses atrás

Caro Antunes. Pelo que tenho acompanhado, a Russia mobilizou até agora cerca de 300 mil soldados. Uma taxa de 100 mil baixas seria alto em torno de 30%. Não faz sentido. Seria razoável estimar algo em torno de 10% (o que já é alto). Isso significaria uma mobilização de 1 milhão de soldados. Contudo, se a Russia tivesse mobilizado um exército deste tamanho, a guerra teria outro perfil.

Hank Voight
Reply to  Camargoer.
9 meses atrás

A Rússia mobilizou mais de 300.000 homens! Aliás esse montante foi apenas o mobilizado na segunda convocação (aquela que provocou fuga em massa de homens em idade militar) e a julgar pelas táticas equivocadas e o alto número de veículos destruídos como MBTs, IFVs e APCs sem falar nas buchas de canhão empregadas pelo Wagner Group e outros grupos mercenários tais números são realistas.

M4l4v|t4
M4l4v|t4
Reply to  Camargoer.
9 meses atrás

Fora mais de 500 mil. Os 300 mil se somam aos mais de 120 mil do início da guerra.
Pra piorar, há quem fale que o número de 300 mil é na verdade 1 milhão. E há grandes evidências nesse sentido.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  M4l4v|t4
9 meses atrás

Olá M. Eu já procurei este número diversas vezes, mas nunca encontrei uma boa estimativa. Há fontes confiáveis que o exército russo regular é de cerca de 900 mil soldados, mas é bastante claro que apenas uma fração deles foi usada na Ucrânia, inclusive revesando as tropas. Há também aquelas estimativas de convocação, mas não há uma boa referência sobre quantos deles foram mobilizados para combate ou se estão sendo treinados e mantidos em reserva. Sobre o número de 1 milhão, que é mais próximo ao total de soldados regulares da Rússia, se realmente fosse este número, o contexto das… Read more »

Faver
Faver
Reply to  M4l4v|t4
9 meses atrás

Nossa, 1 milhão de russos mortos? De onde você tirou isto?

M4l4v|t4
M4l4v|t4
Reply to  Faver
9 meses atrás

1 milhão de russos enviado a partir da segunda leva. Inclusive vazaram informações oficiais russas nesse sentido.

Barbosa
Barbosa
Reply to  Antunes 1980
9 meses atrás

Ainda mais pensando que a economia Russa está muito debilitada no momento e com os embargos tecnológicos e a China virando as costas a coisa vai ficar feia.
Até os chineses já perceberam que a Rússia está perdendo essa guerra mas a torcida Brasileira pró Rússia firme acreditando nas propagandas Russas, Lamentável um cidadão que se diz de bem torcer para um País agressor que não respeita fronteiras, tratados, e ainda atacar alvos civis como hospitais creches e escolas.Já chega a vergonha que o Lula passou em Portugal e na Espanha. Triste.

Leonid Brejnev
Leonid Brejnev
9 meses atrás

EDITADO

6 – Mantenha-se o máximo possível no tema da matéria, para o assunto não se desviar para temas totalmente desconectados do foco da discussão;

https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Talisson
Talisson
Reply to  Leonid Brejnev
9 meses atrás

EDITADO

6 – Mantenha-se o máximo possível no tema da matéria, para o assunto não se desviar para temas totalmente desconectados do foco da discussão;

https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Victor F
Victor F
Reply to  Talisson
9 meses atrás

EDITADO

6 – Mantenha-se o máximo possível no tema da matéria, para o assunto não se desviar para temas totalmente desconectados do foco da discussão;

https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Nilo
Nilo
9 meses atrás

Podemos discutir os números dos americanos, mas é um sucesso até aqui sua tática, mata soldados russos sem cair um único soldado americano (ao menos oficialmente rsrsr).

Cláudio Almeida
Cláudio Almeida
Reply to  Nilo
9 meses atrás

Será q vocês não perceberam ainda, que essa guerra é apenas para enfraquecer o ocidente–EUROPEUS E AMERICANOS- para fortalecer a china e Rússia? E ela se tornar a primeira potência mundial..mais rápido , sem contar com as alianças com dezenas de países..NOTÍCIAS DE PRIMEIRA MÃO..

Oliveira
Oliveira
9 meses atrás

Igual o relatório de que o Iraque possuía armas de destruição em massa e o incidente do Golfo de Tonquim. Um relatório feito por um lado contra o outro não da pra ser levado ao pé da letra, existe sempre o componente propagandístíco. Lembrando que as baixas da Ucrânia é segredo de Estado.

Hank Voight
Reply to  Oliveira
9 meses atrás

“Um relatório feito por um lado contra o outro não da pra ser levado ao pé da letra”

Salvo quando for dos grupelhos de Telegram pró Rússia né? Aí é tudo verdade….

Oliveira
Oliveira
Reply to  Hank Voight
9 meses atrás

Se você acredita neles eu não posso fazer nada.

Camargoer.
Camargoer.
9 meses atrás

Você não pode falar assim. É ofensivo, mentiroso e preconceituoso.

Hank Voight
Reply to  Camargoer.
9 meses atrás

Onde o colega foi ofensivo, mentiroso ou preconceituoso?

Last edited 9 meses atrás by Hank Voight
Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Hank Voight
9 meses atrás

Caro GP. Você chama o povo russo de desonrado e irresponsável. Isso é ofensivo, mentiroso e preconceituoso. Um colega explicou como se pode avaliar se um comentário apenas trocando os personagens. Perceba quão ofensivo seria chamar os “brasileiros de desonrados e irresponsáveis”. É uma grosseria desnecessária e inadequada para um ambiente de discussão entre pessoas inteligentes e educadas. Este tipo de ofensa é inapropriada para povos russos, brasileiros, argentinos, judeus, lumpalumpas e qualquer outra etnia.

Hank Voight
Reply to  Hank Voight
9 meses atrás

Essa pseudo isenção dele é risível mas em determinados momentos ele escorrega, basta ver que em outra matéria ele afirmou que Zelensky iria “pagar pelos seus erros”

Ou seja, ele está do lado do invasor.

Maurício.
Maurício.
9 meses atrás

Casa Branca afirmando alguma coisa, a mesma que afirmava as armas químicas de destruição em massa no Iraque, parece piada…rsrsrs.

Hank Voight
Reply to  Maurício.
9 meses atrás

Piada maior é o @nã0 do Kremlin invadir a Ucrânia sob a justificativa de “desnazificação” ou então para “proteger os russos étnicos” (qualquer semelhança com a Alemanha N@zist@ e os sudetos nos anos 30 não é mera coincidência)

Maurício.
Maurício.
Reply to  Hank Voight
9 meses atrás

Na minha opinião, piada é piada, e o nível de risadas que ela promove, vai de acordo com o gosto de cada ouvinte. O fato da piada atualmente ser russa, não desfaz a piada americana, simples assim.

Jose
Jose
Reply to  Hank Voight
9 meses atrás

É por aí meu amigo…

Inimigo público
Inimigo público
Reply to  Hank Voight
9 meses atrás

Os habitantes do sudeto eram alemães e queriam pertencer a Alemanha. Foi respeitada a autodeterminação dos povo, sabe o que é isso?

Guilherme Lins
Guilherme Lins
Reply to  Inimigo público
9 meses atrás

Para defender o indefensável Putin tá valendo legitimar até a invasão nazista do sudeto? É isso mesmo? Chegaram a isto?

Jose
Jose
Reply to  Guilherme Lins
9 meses atrás

Isso mesmo que lemos. Eles não tem noção da besteira que esscrevem. É inacreditável ainda postarem aqui.

Guilherme Lins
Guilherme Lins
Reply to  Hank Voight
9 meses atrás

Bem isso aí.

Werner
Werner
9 meses atrás

Guerra estranha,só o lado russo que morre aos montes.
Os ucranianos são feitos de aço?

Underground
Underground
Reply to  Werner
9 meses atrás

Não, não são feitos de ferro, tanto que as FFAA ucranianas já colapsaram. É o que dizem desde o terceiro dia da guerra.
Tem especialista que já está mudando a retórica para não passar vergonha: Ucrânia totalmente colapsada. Agora: Ucrânia resististe.

Jefferson Ferreira
Jefferson Ferreira
9 meses atrás

Mercenário não tem plano de pensão não… morreu acabou a dívida… simples assim!

Vitor
Vitor
9 meses atrás

NYT ? Folha? BBC ? Não tem fonte isenta …

EduardoSP
EduardoSP
Reply to  Vitor
9 meses atrás

Não tem dado isento. Ninguém sabe quantos morreram até agora. Só os comandos militares tem esse dado e não vão divulgar, é claro. O máximo que se pode ter são avaliações externas. Aí é a vantagem das democracia em relação a regimes autoritários. Há uma profusão de fontes e de pessoas que fazem suas estimativas e as apresentam ao público. Aí cabe a pessoa avaliar a qualidade do número. Mas a existência de diversas fontes independentes entre si já ajuda a formar uma idéia da magnitude das baixas. A estimativa de cerca de 3.000 óbitos/mês já apareceu em outros momentos,… Read more »

Vitor
Vitor
Reply to  EduardoSP
9 meses atrás

Autocracia x Democracia o que muda na informação? São os mesmos canais patrocinados a verdade é vítima .

Oráculo
Oráculo
9 meses atrás

Eu não sei quem mente mais nessa guerra.
Se é o Kremlin, Kyev, a Casa Branca, a OTAN…

É uma guerra de propaganda e informações absurda!

Acho que o único que fala algo mais próximo da verdade, por incrível que pareça é o Careca dono Wagner Group.

Ontem mesmo disse que morreram 89 “músicos” num só dia porque tá sem munição de artilharia. E já xingou os Generais Russos de novo.

Por isso que é respeitado por seus soldados. O líder Mercenário tem mais honra que a maioria dos políticos dos dois lados.
Que loucura.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Oráculo
9 meses atrás

O que esperar de uma guerra, onde logo no começo, algumas mídias usaram imagens de jogos, como o Arma 3, e imagens da tomada da Criméia em 2014, como se fossem imagens reais e atuais de ataques da Rússia, onde duas potências historicamente rivais, estão de lados opostos, praticamente uma guerra por procuração, o nível de mentiras e desinformação seria e é enorme, como qualquer guerra é, independente de sua natureza, o pai das guerras é o mesmo pai das mentiras. Quanto ao careca russo, na minha opinião, vai continuar vivo até ter a sua serventia, no momento que ele… Read more »

Hank Voight
Reply to  Oráculo
9 meses atrás

Esse é um dos grandes paradoxos desse conflito

Realista
Realista
9 meses atrás

Segundo a ” Casa Branca ” o Iraque tinha armas de destruição em massa entre outros .

Faver
Faver
Reply to  Realista
9 meses atrás

Também “descomunizou” o Vietnam, invandindo e atacando não oficilamente o Laos e até o Camboja.

Marcelo
Marcelo
9 meses atrás

Ontem (01/05/2023), Yevgeny Prigozhin, o chefe do grupo Wagner, disse ao blogueiro russo pró-Kremlin Semyon Pegov, que escreve sob o pseudônimo de WarGonzo o seguinte: “Estou apelando para Sergei Shoigu com um pedido de emissão de munição imediatamente. Agora, se isso for recusado … considero necessário informar o comandante-em-chefe sobre os problemas existentes e tomar uma decisão sobre a viabilidade de continuar para estacionar unidades no assentamento de Bakhmut, dada a atual escassez de munição.” Trocando em miúdos, Prigozhin ameaçou retirar seus mercenários da cidade de Bakhmut, no Leste da Ucrânia, se eles não receberem mais munições para continuar o… Read more »

Sergio Machado
Sergio Machado
9 meses atrás

Falta de mísseis, cc’s da 2a guerra, falta de munição, 10 x 1 russo morto para cada ucraniano. Javelin, Stinger, Iris T, Gepard , Himars, Leopard, Patriot, 500 mil mortos russos….
E a OTAN envia mais e mais equipamento, mais pessoal . Ainda assim, levando míssil e artilharia na cachola, dia sim, dia sim e sem avançar 1 cm. Pelo contrario…
Tudo isso é um mistério…Diria que alguém esta faltando com a verdade.

Last edited 9 meses atrás by Sergio Machado
Faver
Faver
Reply to  Sergio Machado
9 meses atrás

Li em uma reportagem no Military Watch magazine que as artilharias alemãs PzH 2000, chamadas bestas blindadas, apresentaram desgaste excessivo em menos de 1 mês em combate e foram abandonadas pelos Ucranianos… Será verdade? Dizem que os Leopard sofrem do mesmo mal, como ocorreu na Síria. Há verdade nisto?

Last edited 9 meses atrás by Faver
Hank Voight
Reply to  Faver
9 meses atrás

Military Watch Magazine tem tanta credibilidade quanto uma nota de 3 reais

Faver
Faver
9 meses atrás

Que a guerra está matando muitos russos eu entendo, mas a desinformação a respeito tá literalmente demais. Eu li em sites portugueses e, aqui no Brasil, na gazeta do povo que eram 20 mil baixas entre mortos e feridos e agora esta aqui com 100 mil (igual ao do uol). Quem está correto? Parece progressão aritmética ou forçação de barra.

Last edited 9 meses atrás by Faver
Heinz
Heinz
9 meses atrás

E eu espero que aumente mais, até se torna insustentável para os russos, que os invasores de L4squ4m.

Vitor
Vitor
Reply to  Heinz
9 meses atrás

Trincheira x artilharia – vai sonhando

adriano madureira
adriano madureira
9 meses atrás

CASA BRANCA?! Aquela cujo serviço de “inteligência” não conseguiu prever nem o avanço do taliban?!

que estimou que Cabul poderia ser atacada nas próximas semanas, e que o governo afegão poderia entrar em colapso em 90 dias?! mas foi bem antes disso…