China pode invadir Taiwan em ‘um ano ou dois’, disse ex-assessor de segurança nacional dos EUA

32

Se o Japão e os EUA não fornecerem armas suficientes a Taiwan, ‘poderíamos estar em uma situação muito perigosa’

O ex-conselheiro de Segurança Nacional do governo Trump, Robert O’Brien, disse que o prazo da China para iniciar uma invasão de Taiwan foi reduzido para o próximo ano.

O Yomiuri Shimbun informou na quinta-feira (4 de maio) que O’Brien alertou em uma entrevista online esta semana que a invasão armada da China em Taiwan provavelmente acontecerá dentro de um a dois anos. Ele instou os EUA e o Japão a responderem com determinação, ajudarem na defesa de Taiwan e darem apoio diplomático a Taiwan para deter as ações da China.

Em 2021, o então comandante do Comando Indo-Pacífico dos EUA, Philip Davidson, alertou em uma audiência no Senado dos EUA que estava preocupado com a possibilidade de o ataque do Exército Popular de Libertação da China (PLA) a Taiwan ocorrer nos próximos seis anos ou até 2027, mas O’Brien disse ao jornal: “Acredito que essa janela ficou menor, acho que caiu para um ou dois anos.”

O’Brien também enfatizou que, se o Japão, os EUA e seus países aliados não “fornecerem a Taiwan as armas de que precisa para se defender e a força diplomática de que Taiwan precisa para impedir que os chineses acreditem que podem invadir Taiwan sem consequência, poderíamos estar em uma situação muito perigosa em Taiwan.”

Em março, O’Brien, como presidente do Grupo de Trabalho de Relações EUA-Taiwan do Global Taiwan Institute (GTI), liderou um grupo de estudiosos de think tanks americanos para visitar Taiwan e recebeu a Ordem da Estrela Brilhante com Grande Cordão Especial de Presidente Tsai Ing-wen (蔡英文). Naquela época, O’Brien disse que os Estados Unidos não gostariam de ver Taiwan invadida por um regime autoritário e acreditava que os Estados Unidos permaneceriam unidos a Taiwan.

De acordo com o relatório, O’Brien deve visitar o Japão em 16 de maio e fará um discurso na Yomiuri International Economic Society (YIES) e participará de uma conferência internacional em Tóquio.

FONTE: TaiwanNews

Subscribe
Notify of
guest

32 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Bardini
1 ano atrás

Acho super engraçado como sempre usam imagens pra lá de antigas de operações anfíbias da chinesas, nestas matérias alarmistas…
.
A desta matéria, por exemplo, é de 1999!

Last edited 1 ano atrás by Bardini
Geraldo Lessa
Geraldo Lessa
1 ano atrás

Não creio .
Deixe Taiwan secar sozinha.
Depois, cai do pé.

Antonio Cançado
Reply to  Geraldo Lessa
1 ano atrás

Mais fácil isso acontecer com a China…

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
1 ano atrás

Chinês é um povo paciente. Eles chegaram aonde chegaram tendo paciência e comendo pelas beiradas.
Não vai ser agora que eles vão jogar tudo pro alto pra invadir uma ilha que eles sabem muito bem que custará caro pra eles, principalmente vendo o exemplo da Rússia na Ucrania.

Geraldo Lessa
Geraldo Lessa
Reply to  Willber Rodrigues
1 ano atrás

Notícias de agora do Valor Econômico.

‘Taiwan entra em recessão. Hong Kong sai por causa dos turistas chineses’.

A China está com a faca, o queijo e o dinheiro nas mãos.
Calma que as coisas vão acontecer.

Geraldo Lessa
Geraldo Lessa
Reply to  Geraldo Lessa
1 ano atrás

Depois das ‘negociações’ dos Yankees com o Governo afegão, creio que não será reconfortante para Taiwan, não?

Antonio Cançado
Reply to  Geraldo Lessa
1 ano atrás

Dos yankees não, do Trump, que também é responsável pela atual situação da China, da Rússia, do Irã e da Coréia do Norte.

Antonio Cançado
Reply to  Geraldo Lessa
1 ano atrás

Desculpe, mas acho que vc tá enganado…

Antonio Cançado
Reply to  Willber Rodrigues
1 ano atrás

Errado, chegaram onde chegaram montados no cangote do Ocidente, copiando tudo de todos, na maior sem-cerimônia.

Last edited 1 ano atrás by Antonio Cançado
Realista
Realista
1 ano atrás

Não vai não !

Assim como os Javelin iriam impedir a invasão russa os Harpoon vai fazer isso com China .

RISOS

João Dotto
João Dotto
Reply to  Realista
1 ano atrás

Na verdade o q esta impedindo os russos de invadir a ucrania é a determinaçao e vontade de lutar dos ucranianos. Do contrario nenhuma arma fornecida pela otan ajudaria. Exemplo disso foi o exercito afegão q mesmo bem equipado não quis lutar e deu no q deu.

Geraldo Lessa
Geraldo Lessa
Reply to  Realista
1 ano atrás

EDITADO

6 – Mantenha-se o máximo possível no tema da matéria, para o assunto não se desviar para temas totalmente desconectados do foco da discussão;

https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Antonio Cançado
Reply to  Realista
1 ano atrás

Tá bom pra Rússia, por acaso?

Tutor
Tutor
Reply to  Realista
1 ano atrás

Coloque um link aí para nós onde os governos ocidentais teriam dito que os Javelins iriam impedir a invasão russa…

Rodrigo
Rodrigo
1 ano atrás

No senado, pedindo verba e aumento de provisão para.investimentp militar.

bitten
bitten
1 ano atrás

Não existe nenhuma indicação de que a China tenha intenção, em futuro próximo, de iniciar uma guerra, seja com Taiwan, seja com quem quer q seja. Os movimentos diplomáticos – aproximação com a África e com a América Latina, bem como as complexas negociações com Europa Central, indicam não estar uma guerra na visada. Para além, parece q eles pretendem aumentar a Força Aérea e a Marinha até chegar a números q permitam um enfrentamento com os EUA – e os projetos chineses, como já vimos, não são para 2, mas para 20 anos.

Welington S.
Welington S.
1 ano atrás

Duas coisas invejáveis nos chineses: paciência e objetivo único. Dificilmente a China resolverá, assim, de uma hora pra outra, invadir Taiwan. Acredito que veremos mais invasões aeroespaciais do que a China se mobilizando por completo para Taiwan. A China, vêm de décadas na sua paciência e com objetivo único. Se eles tiverem que esperar mais 10, 20, 30, 100 anos para alcançar, eles vão esperar! Obviamente que invadir Taiwan não será nada fácil, não. Taiwan está se armando e a tendência é não parar por agora. Vão defender a frente de invasão com unhas e dentes. Assim como na guerra… Read more »

WSilva
WSilva
1 ano atrás

Com começa quando com esses trabalhos de adivinhação eu lembro do planeta Nibiru. rs

Alex
Alex
1 ano atrás

A Rússia foi como boi de piranha contra o Ocidente. Se lascou.
A China vai precisar rever seus planos.

Alexandre Costa
Alexandre Costa
Reply to  Alex
1 ano atrás

A diferença geográfica é gritante. É muito mais fácil isolar uma ilha para evitar envio de armas por parte do ocidente.

Heinz
Heinz
Reply to  Alexandre Costa
1 ano atrás

isso é verdade, como também é muito mais difícil invadir.

Alexandre Costa
Alexandre Costa
Reply to  Heinz
1 ano atrás

Me referi ao fato de no médio prazo o que prejudica a Rússia é o constante abastecimento de armas para a Ucrânia. Sem isso provavelmente eles teriam caído.

Natan
Natan
1 ano atrás

Se a China for inteligente, como acho que são, não vão atacar Taiwan. Nem mesmo se provocados a tal.

Demolidor
Demolidor
1 ano atrás

Errado, a China é um país pacífico eles não costumam se envolver em guerras.

kelson87
kelson87
Reply to  Demolidor
1 ano atrás

Eu tenho esperança que a China siga essa forma de acção e que no futuro seja melhor a controlar as situações globais do que os EUA com intervenções armadas. A guerra economica pode ser mais destrutiva que a militar (se bem feita)

João
João
Reply to  Demolidor
1 ano atrás

Hahahaahahahahahhahahahaahha

A China se meteu na Guerra da Coreia achando q iria dominar tudo, contra as forças da ONU já esgotadas.
Veio o reforço… perderam 300.000 homens em mortos, contra 36.000 americanos… (ao todo, desde antes dos chineses)
Enviaram centenas de milhares homens lutarem pelo Vietna. Não se sabe a quantidade de mortos.
Atacaram o Vietnã após a derrota americana… em 1979. Tiveram 20.000 baixas (mortes)
Enviaram “instrutores” e armas pra diversos conflitos na África e América Central e sul….

Pacíficos… confia…

Fish
Fish
Reply to  João
1 ano atrás

Conhecimento quase nulo, a política chinesa dessa época é extremamente diferente dos dias atuais, se atualize.

Mengao
Mengao
1 ano atrás

Acredito que em 2 ou 3 anos a China vai realizar um bloqueio a Taiwan, sem conflito, e forçar a liderança da ilha a aceitar algo tipo um país dois sistemas, duvido os EUA entrando em conflito com a China, ainda mais em uma ilha no litoral da China, os navios norte-americanos se aproximando da ilha iriam ser afundados. Agora imagina a força que a já ascendente economia chinesa iria ganhar com esta integração. O ideal seria os EUA pararem de criar conflitos no mundo para venderem suas armas e ir cuidar dos sérios problemas internos dos EUA, como a… Read more »

Antonio Cançado
Reply to  Mengao
1 ano atrás

Pode ser, mas um bloqueio forçará uma ação militar dos EUA e possivelmente também do Japão.

Antonio Cançado
1 ano atrás

Taí, pago pra ver…

Humilde Observador
Humilde Observador
1 ano atrás

EUA estão sabendo realmente de algo, tanto pela notícia do conhecimento prévio de Clinton sobre a invasão da Rússia sobre a Ucrânia, quanto pelo dinheiro que Biden vau despejar em Taiwan.

Tutor
Tutor
1 ano atrás

Sei lá, mas, entre Taiwan e China a diferença de tamanho é muito grande, e a distância física émuito pequena. Não sei se há muito o que fazer. Isso vai ser um sumidouro de dinheiro, com pouca efetividade.