Rheinmetall e Elbit Systems conduzem demonstração de tiro real do obuseiro autopropulsado de 155 mm L52 automatizado

33

A Rheinmetall e a Elbit Systems conduziram com sucesso uma demonstração de tiro real de um obuseiro autopropulsado de 155 mm L52 automatizado. A demonstração do novo sistema ocorreu no início de março de 2023 no campo de tiro de Shivta, no sul de Israel. Estiveram presentes oficiais de alto escalão das forças armadas do Reino Unido, Alemanha, Holanda e Hungria.

A Rheinmetall e a Elbit Systems assinaram um acordo de cooperação no ano passado para desenvolver, fabricar e comercializar um sistema de obuseiro autopropulsado europeu automatizado de 155 mm.

Liderada pela Rheinmetall Landsysteme GmbH, a equipe “Rheinmetall Elbit” competirá pelo programa “Future System, Indirect Fire, Medium-Range (ZukSysIndF)” da Alemanha, que modernizará e ampliará as capacidades de artilharia do Bundeswehr. O programa “Mobile Fires Platform” do Reino Unido também continua sendo um foco e outros clientes em potencial, como a Hungria, manifestaram interesse.

A cooperação entre a Rheinmetall e a Elbit baseia-se nos programas de aquisição de obuses autopropulsados totalmente automatizados que a Elbit assinou com Israel e outros clientes. Como resultado, um sistema tecnicamente maduro já está disponível, permitindo a integração de um canhão Rheinmetall na torre de artilharia totalmente robótica e não tripulada do sistema Elbit. A integração está atualmente em uma fase avançada do processo de verificação. Isso ajudará a reduzir os riscos de desenvolvimento e permitirá uma realização mais rápida da prontidão operacional.

A transferência bilateral intensiva de tecnologia está atualmente em andamento, aumentando a disponibilidade de know-how e componentes domésticos. A Rheinmetall está atualmente realizando modificações para personalizar o sistema de acordo com os requisitos operacionais europeus e o processo de aprovação regulamentar alemão. Além disso, a empresa de tecnologia com sede em Düsseldorf traz seu canhão L52 de 155 mm testado e comprovado; caminhão tático HX 10×10 de alta mobilidade com cabine bem protegida; e componentes eletrônicos para a unidade de controle de tiro e conjunto de sensores para a solução.

Sobre a Elbit Systems

A Elbit Systems Ltd. é uma empresa internacional de alta tecnologia envolvida em uma ampla gama de programas de defesa, segurança interna e comerciais em todo o mundo. A Empresa, que inclui a Elbit Systems e suas subsidiárias, opera nas áreas de aeroespacial, sistemas terrestres e navais, comando, controle, comunicações, computadores, inteligência, vigilância e reconhecimento (“C4ISR”), sistemas de aeronaves não tripuladas, eletro-óptica avançada, sistemas espaciais eletro-ópticos, suítes EW, sistemas de inteligência de sinal, links de dados e sistemas de comunicação, rádios, sistemas cibernéticos e munições. A empresa também se concentra na atualização de plataformas existentes, desenvolvendo novas tecnologias para defesa, segurança nacional e aplicações comerciais e fornecendo uma gama de serviços de suporte, incluindo sistemas de treinamento e simulação.

Para obter informações adicionais, visite: https://elbitsystems.com, siga-nos no Twitter ou visite nossos canais oficiais no FacebookYoutube LinkedIn.

FONTE: Elbit Systems

Subscribe
Notify of
guest

33 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Victor F
Victor F
10 meses atrás

Fiquei curioso pra saber quanto tempo ele leva para se preparar pra disparar e depois quanto tempo para se preparar para sair da localização.

O conflito na Ucrânia está mostrando que voce tem que ser rápido pra sair do lugar depois de realizar seus disparos, artilharia parada é artilharia destruída.

Rafael Gustavo de Oliveira
Rafael Gustavo de Oliveira
Reply to  Victor F
10 meses atrás

Sim Victor F, o conceito de fogo e movimento praticamente matou a artilharia auto rebocada com algumas exceções das forças aeromóveis e aeroterrestre.
Se você olhar com atenção já existem sistemas bem mais leves como o Brutus que pesa apenas 13t, onde a mobilidade “compensa” a falta de blindagem, existem outros 105mm também AP sobre caminhões na faixa das 5t.

“https://www.amgeneral.com/what-we-do/platforms-automotive-systems/vehicle-lineup/brutus-155mm-mhs/”

Claro que um sistema sem blindagem não seria ideal para brigadas médias e pesadas, mas seria suficiente para aposentar grande parte da AR das brigadas leves do tipo motorizadas.

RDX
RDX
Reply to  Victor F
10 meses atrás

O Archer estaciona, dispara 3x e abandona a posição em 74 segundos.

https://www.youtube.com/watch?v=d8x8ITwd4Vg

Marcelo Soares
Marcelo Soares
10 meses atrás

Pergunta de leigo: Não seria um “concorrente” do sistema Atmos israelense?

M4|4v1t4
M4|4v1t4
Reply to  Marcelo Soares
10 meses atrás

O Atmos é um anão perto desse 10×10.
Atmos é século XX. esse é século XXI. O Atmos não atende aos requerimentos de Israel e de outros operadores. O Atmos concorre com o Caesar e o Archer, que são sistemas,as 6×6.

O Brasil precisa entrar para o século XX. Depois, quem sabe no século XXII, entraremos para o século da automação com sistemas mais pesados.

Last edited 10 meses atrás by M4|4v1t4
Tomcat4,4
10 meses atrás

Interessante até mas é enorme, deve ser super lento e demandar uma cobertura de defesa aérea braba. Ainda sou mais um Atmos 6×6 .

Fabio Alberto
Fabio Alberto
Reply to  Tomcat4,4
10 meses atrás

Concordo.
Em alguns artigos sobre o emprego na artilharia na guerra da Ucrânia é comentado sobre a necessidade de entrada e saída rápida de posição por conta dos fogos de contra bateria.
Esse sistema automatizado deve permitir uma cadência bem maior de disparos, mas acredito que sua manobrabilidade é muito menor que um 6×6.
Aí é necessário colocar os dois na balança de acordo com realidade/necessidade de cada país.

Bardini
Bardini
Reply to  Tomcat4,4
10 meses atrás

Que diabo de diferença faz ser um 10×10 ou 6×6, no tocante a “demandar uma cobertura de defesa aérea braba”?

João Augusto
João Augusto
Reply to  Bardini
10 meses atrás

Acredito que na visão do comentarista o veículo com mais eixos é mais pesado e tem menor mobilidade, por isso sendo no mais das vezes um alvo mais fácil, o que demandaria maior proteção. Se isso é verdade ou não eu não faço ideia.

C G
C G
Reply to  João Augusto
10 meses atrás

Eu não acho que faça muito sentido, lógico que mais massa dificulta a aceleração mas se um demora 10s parra chegar nos 60km/h e o outro 14 é simplesmente muito pouca diferença, estou tirando esses números do além, sem fontes, o negócio é o tempo para armar, disparar e se colocar em ordem de marcha novamente.
No mais o desempenho de artilharia de fato não pode ser descartado, quais as vantagens lado a lado!

Rafael Gustavo de Oliveira
Rafael Gustavo de Oliveira
Reply to  João Augusto
10 meses atrás

João Augusto, Bardini e Tomcat

Não adianta ter boa cadencia de tiro se não garantir sustentação de fogo para as manobras de maior durabilidade, para isso o aumento na tração de 6×6 para 8×8/10×10 além de um sistema mais robusto, pode carregar mais munição internamente o que ocasiona menos pedido de suprimento da logística…um obuseiro de artilharia sempre foi e sempre será um alvo em potencial, mas acredito que nesse caso a tração é irrelevante.

Last edited 10 meses atrás by Rafaelvbv
Magaren
Magaren
Reply to  Tomcat4,4
10 meses atrás

Eu prefiro um 6 x 2

Alfa BR
Alfa BR
10 meses atrás

Que trambolho!

IvanF
IvanF
10 meses atrás

Grandão mesmo, impressiona.
Uma dúvida, ele atira só em um lugar quando tá patolado? Não faz sentido pra mim rsrrsrs.
Além de ajuste de elevação, tem algum ajuste que ele faz lateralmente? Pq a “torre” não parece ser móvel, ou é?

Tutu
10 meses atrás

Off

O Comandante do exército disse hoje me audiência da comissão de defesa na câmara dos deputados que até 2025 terá que dar baixa em 12 helicópteros da aviação do exército, sendo esses os 4 Black hawk e 8 Cougar.

Werner
Werner
Reply to  Tutu
10 meses atrás

Da forma como está o país logo logo vão dar baixa em tudo e extinguir as FAs.

Bardini
Bardini
10 meses atrás

“Liderada pela Rheinmetall Landsysteme GmbH, a equipe “Rheinmetall Elbit” competirá pelo programa “Future System, Indirect Fire, Medium-Range (ZukSysIndF)” da Alemanha, que modernizará e ampliará as capacidades de artilharia do Bundeswehr. O programa “Mobile Fires Platform” do Reino Unido também continua sendo um foco e outros clientes em potencial, como a Hungria, manifestaram interesse.”
.
comment image

Geraldo Lessa
Geraldo Lessa
10 meses atrás

Sei não.
Em época de drones aos montes, esse monstro será um alvo bastante interessante.
E qual seria a blindagem que protege os operadores?
Certamente, a cabine não resistiria ao um impacto de um drone, por menor que seja.
Prefiro os modelos totalmente blindados.

Geraldo Lessa
Geraldo Lessa
Reply to  Geraldo Lessa
10 meses atrás

Músculos alemães e cérebro israelense.
‘Tô de boas’ nesse quesito.

Geraldo Lessa
Geraldo Lessa
Reply to  Geraldo Lessa
10 meses atrás

E oara

Geraldo Lessa
Geraldo Lessa
Reply to  Geraldo Lessa
10 meses atrás

E para não dizer que sou injusto, os russos publicaram hoje que terminaram os testes de um armamento similar a esse que chamaram de ‘Malva’.
Continuo não gostando.

Tutu
10 meses atrás

Eu tenho sérias dúvidas com esse conceito, num mundo em que é cada vez mais fácil perder meios para drones relativamente baratos e capazes de saturar defesas anti-aéreas, faz sentido uma artilharia tão grande e cara?

Não seria melhor uma maior quantidade em veículos igualmente modernos, porém menores, mais baratos e ágeis?

C G
C G
Reply to  Tutu
10 meses atrás

Tudo tem sua função, assim como existe MBT, MMBT e caça tanques a artilharia tem disso tbm, por mais que mobilidade seja importante a artilharia rebocada tbm não vai deixar de existir por exemplo!

Eromaster
Eromaster
10 meses atrás

Os Russos destruíram Patriot na Ucrânia e Trilogia não publicou nada. Se fosse os ucranianos que tivessem destruído o sistema S-400 russo, a publicação seria rapidinho.

Henrique
Henrique
Reply to  Eromaster
10 meses atrás

Os ucranianos alegaram que destruiram misseis hipersonicos, algumas midias disseram que cairam 4 aeronaves russas em um dia e a russia diz que destruiu um patriot (uma bateria dele é composta de varios componentes distintos). O que tem em comum? Não tem como ter certeza do que é afirmado por cada lado, se por isso aqui vai virar guerra de fans. Não sei se a trilogia tem interesse em rumores.

Last edited 10 meses atrás by Henrique
C G
C G
Reply to  Eromaster
10 meses atrás

Informação não confirmada, a própria Ucrânia informou que uma unidade sofreu danos leves e que já deve voltar a operar, disso para destruido tem um caminho de provas para os dois lados!

Werner
Werner
Reply to  Eromaster
10 meses atrás

Segundo os “especialistas” uma bateria é composta de 11 a 12 veículos,segundo eles foi destruído o que armazena água ou seria a do café(ironic mod).
Mas falando serio,essa é a guerra com mais mentiras e desinformações de ambos os lados e a mídia é super parcial,lamentável.

SGT MAX WOLF FILHO
SGT MAX WOLF FILHO
Reply to  Eromaster
10 meses atrás

Tanto um lado como o outro mentem, esta difícil acreditar em tudo que se ouvi nessa guerra! Muita guerra de informação e muita gente cai nelas!

Magaren
Magaren
10 meses atrás

Trambolho feioso, espero que nenhum país em conflito armado precise usar essa replica de caminhão compactor de lixo que atira.

Meus olhos doem.

Last edited 10 meses atrás by Magaren
Omg
Omg
10 meses atrás

um bicho desses, cuspindo dezenas de munições guiadas por hora, a uma ditância de 40-50 quilometros, pode causar uma destruição absurda.

paulop
paulop
10 meses atrás

Esse seria outro bom concorrente:

https://www.kmweg.com/systems-products/wheeled-vehicles/artillery/agm-iveco-8×8/

Vamos ver o que dá isso. Mas vai ser uma peleia boa.
Abraço

SGT MAX WOLF FILHO
SGT MAX WOLF FILHO
10 meses atrás

Pode ate ser um trambolho, mas se ganha em eficiência e precisa de menos pessoal por ser automatizado, em breve veremos uns desses com Inteligência Artificial que não precisa dormir e pode ficar online 24 horas por dia, vai ser o terror dos fronts de batalha!

Last edited 10 meses atrás by SGT MAX WOLF FILHO
Gabriel BR
Gabriel BR
10 meses atrás

Sou mais o Archer