‘Vitória de Pirro. Não valeu o custo que foi gasto, nem de perto’

52

O ultra nacionalista russo Igor Girkin, um dos arquitetos da conquista da Península da Crimeia em 2014, e que atualmente vive na região separatista do Donbas, fez duros comentários contra a tomada de Bakhmut.

Girkin diz que a batalha de Bakhmut foi desnecessária e acabou sendo uma “Vitória de Pirro”. Ele observa que todas as forças russas estão agora exaustas enquanto tentam alcançar pelo menos algum tipo de vitória para fins de propaganda, e a Ucrânia está agora em posição de desferir vários ataques onde quiser, provavelmente enfrentando uma fraca resistência russa.

Já expressei brevemente minha opinião sobre a conclusão do ataque a Bakhmut no “Telegram”. Mas, lendo os comentários tensos e alegres sobre o VKontakte, pensei que seria necessário também aqui, com calma e detalhes, mais uma vez passar por esta operação, que agora é de todas as maneiras possíveis inflada (para colar “louros vitoriosos” na cabeça careca de “Cook”).

Então, em poucas palavras.

1 – Após as derrotas humilhantes e quase catastróficas do outono na região de Kharkiv, primeiro a redução da cabeça de ponte de Kherson sob o ataque do inimigo e, em seguida, seu completo abandono, as Forças Armadas da Federação Russa, tendo realizado uma parcial “sub -mobilização” (uma vez que seu status legal era completamente incompreensível e era limitado apenas pelo recrutamento de 250-300 mil homens para o exército e nada mais), eles tentaram durante a campanha de inverno (transformando-se gradualmente em primavera) para “se vingar ” na frente do Donbass. Precisamente e apenas no Donbass (Donetsk-Lugansk). Porque ainda antes (na primavera do ano passado – após a “desescalada”), o Kremlin adotou (e permanece inalterado até hoje) um curso para “congelar o conflito por meio de um acordo de compromisso com os parceiros”. E como parte de “alcançar este acordo” nenhuma ofensiva profunda na chamada “Ucrânia” é considerada – não importa quais perspectivas estratégicas elas prometam. Portanto, apenas “lute na batalha de desgaste” na posição do inimigo no Donbass na esperança de que “mais cedo ou mais tarde os parceiros amadureçam”.

O cretinismo desse conceito e seu princípio natimorto são excepcionais. Mas está sendo implementado com a mesma teimosia sombria e idiota com a qual eles tentam implementar exatamente os mesmos “acordos não alternativos de Minsk” há 8 anos. A partir do final de abril do ano passado, todas as operações ofensivas das Forças Armadas da RF foram realizadas APENAS no Donbass. Mesmo tendo ocupado parte da região de Kharkov ao longo da linha de Seversky Donets – eles não iriam avançar para o oeste – eles foram conduzidos exclusivamente para o sul – para a aglomeração eslava-Kramatorsk mais fortemente fortificada. Com o resultado correspondente…

2  – Ou seja, iniciando uma ofensiva no Donbass no final do outono do ano passado, nossos “estrategistas militares” novamente tentaram resolver para a liderança política a tarefa que nossos velhos cretinos “desenharam” em suas cabeças: “Libertar completamente o Donbass e começar a negociar com Kiev e queridos parceiros ocidentais para impor a eles o “status quo”: Crimeia, Donbass e o Corredor para a Crimeia ficaram para trás, não pretendemos ser mais.”

Como podemos ver esta tarefa não foi resolvida nem um pouco em sete meses de batalhas sangrentas (em muitas áreas – perto de Avdeevka e Maryinka, por exemplo, quase contínuas).

E o fato de que “Wagner” – fornecido e reabastecido até meados do inverno deste ano “pela categoria de luxo” – afinal (à custa da perda quase total de sua própria infantaria), durante o moedor de carne de meses, eles conseguiram “espremer” duas cidades – Soledar e Bakhmut – esta é a única vitória tática. E em conexão com o fracasso total da tarefa estratégica – a captura de Bakhmut é apresentada como “a coroa da liderança militar” e “uma batalha que marcou época de significado histórico mundial”.

3 – Enquanto isso – como já observado acima – no geral, a operação terminou em um fracasso estratégico de nossas tropas. O inimigo NÃO foi expulso do Donbass em todas as direções principais, na maioria das direções – nem se moveu.

No decorrer da ofensiva, as Forças Armadas da RF esgotaram muita mão de obra treinada, esgotando quase até o fundo os estoques de armas, equipamentos e munições necessários para futuras operações ofensivas.

Portanto, o “espremer” de Bakhmut recebeu atenção redobrada nos últimos 2 meses – era necessário alcançar pelo menos algum resultado “para propaganda” para “respirar” depois … Então, tipo, eles venceram .. … E ontem eles pararam imediatamente nos arredores de Bakhmut, assim que rastejaram até lá – não há forças para ir mais longe …

4 – Agora devemos esperar pelo movimento de retirada do inimigo. Parecido com aquele ocorrido em setembro, quando os nossos valiosos generais “terminaram” com a pequena cidade de Peski, na periferia de Donetsk, ao longo do mês. Por que eu acho que o inimigo atacará em breve? Porque agora ele terá maior chance de sucesso. As melhores forças de ataque da Rússia estão exaustas após muitos meses de combate. O estoque de munição é mínimo. Se, por exemplo, o inimigo escolher o fronte de Donetsk para o ataque (rumo a Mariupol), então ele se defrontará com unidades e subunidades fortemente atingidas e reduzidas pelo envio de forças reservas transferidas para o fronte de Bakhmut. E se ele decidir atacar no fronte de Zaporizhzhia, então ele não  precisará se preocupar com a estabilidade das defesas na direção de Sloviansk-Kramatorsk e Adiivika. 

5 – Portanto, eu considero a vitória de Bakhmut como:

  • Inicialmente desnecessária (“distração para um objeto sem uso”, escrevi sobre isso muitas vezes).
  • Vitória de Pirro. Não valeu o custo que foi gasto, nem de perto.

Espero estar errado

A versão original do texto (em russo) está abaixo.

Subscribe
Notify of
guest

52 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Atirador 33
Atirador 33
10 meses atrás

Quanto mais tempo essa guerra desnecessária tomar, mais os russos se enrolam com a corda no pescoço, Putin com essa de operações militares especiais se iguala ao Czar Nicolau II, que moeu a frota naval militar russa contra os japoneses em 1904 e 1905. No final os russos tiveram que negociar a paz, tomara que a história se repita.

Last edited 10 meses atrás by Atirador 33
leonidas
leonidas
Reply to  Atirador 33
10 meses atrás

Esse desconhecimento de geopolítica produz esperanças absurdas como esta. Não é do interesse geoestratégico brasileiro que a Rússia perca esta guerra. O Ocidente não esta lutando pela Ucrânia esta lutando para reformatar todas as cadeias de produção e virar a mesa nos assuntos comerciais. Essa é a razão pela qual os EUA iniciaram esta guerra e a mesma pela qual estão dispostos a dobrar a aposta contra a China em relação a Taiwan. Para eles colapsar a Rússia e desdentar a China no aspecto comercial é questão de sobrevivência estratégica pois hoje os EUA estão perto do colapso devido a… Read more »

rui mendes
rui mendes
Reply to  leonidas
10 meses atrás

Primeiro, quem começou esta guerra, foi a Rússia e pelos vistos com conivência disfarçada pela China, pois antes da invasão, os dois líderes reuniram-se. Depois os EUA começaram a sanções económicas á China, muito antes da guerra, antes de Trump, mas foi aí que se endureceu as sanções, já á Rússia foi depois da invasão e bem. E a haver um plano concertado, foi por Russos, Chineses e Iranianos, que querem mudar com o sistema implantado, e mais tarde, disfarçadamente, se juntaram mais alguns países, com esperanças, de fazerem um assalto ao poder instalado, tentando afundar o ocidente, as democracias,… Read more »

leonidas
leonidas
Reply to  rui mendes
10 meses atrás

Jesus…rs Democracias do ocidente que invadiram o Iraque em 2003 sem aval algum da ONU de posse de provas forjadas que elas mesmas admitem hoje? Ou a que recebeu uma resolução da ONU que permitia a defesa dos civis Líbios mas que foi usada para atacar as forças militares líbias visando fortalecer a insurgência para derrubada de Khadaffi jogando a Líbia e o Iraque nas mãos de fanáticos islâmicos que até hoje arruínam a vida dos civis, engraçado que agir militarmente nestes países é uma decisão tomada a levada a cabo, mas manter a ação militar para desarmar a bomba… Read more »

C G
C G
10 meses atrás

Uma pequena cidade que até a pouco tempo era desconhecida em absoluto e com um valor estratégico questionado por muitos, enquanto o tempo passa saímos da ajuda de Javelins passando por diversas artilharias de tubo, HIMARS, MBTs, Patriot, mísseis de cruzeiro e agora estamos falando de F-16… Eu não sou bidu, apesar de otimista não consigo prever o fracasso ou sucesso da ofensiva Ucraniana mas se ela cortar até o mar de Azov a Rússia vai estar em seríssimos apuros na Crimeia, esqueçam aquele negócio da Arte da Guerra de deixar uma rota para o inimigo fugir, a ponte vai… Read more »

Last edited 10 meses atrás by C G
C G
C G
Reply to  C G
10 meses atrás

Analisando suas análises desde o começo da guerra eu aposto sem medo em exatamente todo o contrário do que vc diz, é melhor vc voltar a torcer para a China e dizer que a Rússia enfrentou 150 países, a realidade não colabora com sua propaganda chings!

Last edited 10 meses atrás by C G
Mictanos
Reply to  C G
10 meses atrás

hahahaha, é só ver o que o sujeito posta que vai acontecer o contrário. Acertou na mosca companheiro!

Nilo
Nilo
Reply to  C G
10 meses atrás

Meu caro,
Vejo essas declarações com total desconfiança, como mais uma parte do jogo de desinformação.
“Por que eu acho que o inimigo atacará em breve? Porque agora ele terá maior chance de sucesso. As melhores forças de ataque da Rússia estão exaustas…….. O estoque de munição é mínimo….., então ele se defrontará com unidades e subunidades fortemente atingidas e reduzidas …… transferidas para o fronte de Bakhmut. E se ele decidir atacar no fronte de Zaporizhzhia, então ele não precisará se preocupar….. “

Augusto
Augusto
Reply to  Nilo
10 meses atrás

E quase como se os russos estivessem falando me ataquem nessas regiões por favor ucranianos.

rui mendes
rui mendes
Reply to  Augusto
10 meses atrás

Isto é uma guerra a sério, não é jogo de estratégias de guerra na playstation.

rui mendes
rui mendes
Reply to  Nilo
10 meses atrás

Claro que os Ucranianos não têm serviços secretos, não têm informações da Nato, nada.
Então a suas acções, são tomadas a partir de informações dadas pelo inimigo na internet, claro.

Nei
Nei
Reply to  C G
10 meses atrás

Tudo que você diz desde o começo da Operação, não aconteceu.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Nei
10 meses atrás

Aqui eu tenho que discordar, ele falava bastante em “o próximo presidente”, no caso do Brasil, nesse caso ele acertou, agora, quanto ao tal do “bondão russo”, ainda falta muito para esse “bonde” engrenar.

NEMO revoltado
NEMO revoltado
Reply to  C G
10 meses atrás

Fontes por favor!

rui mendes
rui mendes
Reply to  C G
10 meses atrás

Fonte: Só porque me apetece.

Geraldo Lessa
Geraldo Lessa
10 meses atrás

Se foi de Pirro ou não, eu não sei.
Só sei que as batalhas na região, incluindo Yakolevka, Soledar, Krasna Gora, Paraskovevka e etc e incluindo Artiomovsk custaram aos ucranianos 55 mil baixas fatais.
Soledar foram 14.000 mortos.
Artiomovsk 23.000.
Se considerarmos os feridos graves e mortos, os ucranianos perderam 39.000 homens só em Artiomovsk.
Desastre total.

Daniel
Reply to  Geraldo Lessa
10 meses atrás

erro seu, a ucrania perdeu 9999999999999999999999999999999999 soldados, enquanto a russia teve apenas um soldado com dor de dente

Agressor's
Agressor's
10 meses atrás

Mas como eles conquistaram essa cidade usando apenas pás da época soviética? Isso tá muito estranho!!!….

Geraldo Lessa
Geraldo Lessa
10 meses atrás

Esse Senhor pode ficar tranquilo.
Na futura parte da Ucrânia incorporada à Federação Russa haverá lugar para todos.
Nada de ciúmes pela espetacular vitória russa.

Emmanuel
Emmanuel
Reply to  Geraldo Lessa
10 meses atrás

Nem a vitória foi espetacular, e nem a Ucrânia se vê sem um pedaço do seu território.
Muita água ainda vai passar por debaixo dessa ponte “Kings”.

rui mendes
rui mendes
Reply to  Geraldo Lessa
10 meses atrás

Eu gostava de te responder, mas sei que não publicam, mas gostava, gostas de anexações, mas detestavas os tempos dos colonizadores, tá alguém em casa …

Emmanuel
Emmanuel
10 meses atrás

Os russos estão exaustos…os russos estão com arsenais no limite…os russos isso e aquilo. A Ucrânia também. Se os ucranianos estivessem com toda essa força já teriam tomado até a Criméia. E a Rússia teria tomado Kiev. A ofensiva ucraniana será um fracasso assim como qualquer avanço russo. Ambos chegaram em seus limites. E os dois lados sabem disso. Os dois lados estão exaustos e com arsenais em baixa. Os Estados Unidos e aliados europeus estão com estoques baixos também. E mesmo que não estivessem, não entregariam tudo para uma Ucrânia desesperada. Promessa de ajuda é muito bonito mas se… Read more »

Augusto
Augusto
Reply to  Emmanuel
10 meses atrás

A grande questão Emmanuel, será que foi uma vitória de Pirro mesmo? Quanto das forças regulares russas foram perdidas nessa batalha, já que boa parte foram usados mercenários e presidiários. E enquanto isso conforme as diversas matérias já postadas por aqui as fortificações russas estão cada vez mais poderosas.

Mauricio
Mauricio
10 meses atrás

O ocidente não irá suportar o custo financeiro por muito tempo e irão obrigar ucrania a fazer acordo com os russos, vamos aguardar.

LUIZ
LUIZ
Reply to  Mauricio
10 meses atrás

O que ta sustentando a Ucrânia é a ajuda dos EUA. E a torneira uma hora vai secar. Nos bastidores longe da torcida vcs vão ver pipocar acordos pra por fim a esse conflito. No momento o gov ucraniano está no desespero pra manter um estoque de armas.O ocidente não tem capacidade de fornecer numa guerra de alta intensidade.

rui mendes
rui mendes
Reply to  LUIZ
10 meses atrás

EUA??? E a UE e UK.
Informate ou então não e continua a inventar.
O Ocidente não tem capacidade, mas olha, existem 3 grandes blocos económicos no mundo, com grande diferença para os outros, o primeiro e terceiro são aliados da Ucrânia e ainda tem UK, que é só a 6 maior economia do mundo e o Japão, que é a 4, isto tendo na lista a UE.

EduardoSP
EduardoSP
Reply to  Mauricio
10 meses atrás

Bom, considerando que o PIB dos EUA mais Europa é de umas 10 vezes o PIB da Rússia, dá para ter uma ideia de quem tem mais condições de bancar a guerra.

Sulamericano
Sulamericano
10 meses atrás

Exatamente!
O Putin mandou os soldados russos pra um moedor de carne.
A Rússia de hoje faz o mesmo tipo de campanha que fazia na WWIII: uma guerra de atrito.

Antunes 1980
Antunes 1980
10 meses atrás

Ucrânia e Rússia estão no seu limite.

Rússia está dependendo de apoio dos grupos paramilitares. Ucrânia com ajuda de mercenários da OTAN.

O moedor de carne não tem fim. Ambos os lados escondem suas perdas e derrotas.

Será uma guerra longa, quem ambos os lados insistem em prolongar.

Alfa BR
Alfa BR
10 meses atrás

Em setembro de 2022, a Rússia anunciou a mobilização. Em novembro, eles se retiraram totalmente da margem oeste do Dnipro. Durante o inverno a Rússia deu início a uma nova ofensiva.

Este mapa ilustra o resultado da mobilização de pelo menos 300 mil homens e mais de 5 meses de combate. Em vermelho todo o território que a Rússia conseguiu ocupar após todo esse esforço:

comment image

Last edited 10 meses atrás by Alfa BR
Geraldo Lessa
Geraldo Lessa
Reply to  Alfa BR
10 meses atrás

Prezado.
Não considere em termos de território ocupado, mas em baixas causadas ao Exército ucraniano.
É isso que está interessando aos russos nesse momento e essas baixas foram gigantescas.
O território virá depois.

LUIZ
LUIZ
Reply to  Geraldo Lessa
10 meses atrás

O objetivo russo no momento nem é ganhos territoriais. O objetivo é destruir toda a estrutura militar móvel e estática ucraniana. Sem armas a derrota é iminente.

Geraldo Lessa
Geraldo Lessa
Reply to  LUIZ
10 meses atrás

Bingo!
Preciso!

Marcelo
Marcelo
Reply to  Geraldo Lessa
10 meses atrás

Sentado, esperando a Ucrânia congelar, a Europa entrar em crise econômica profunda e a Rússia sair da defensiva. Nem Bakhmut foi tomada por completo pelos russos e a cidade já está sendo flanqueada pelos ucranianos.

Last edited 10 meses atrás by Marcelo
Jose
Jose
Reply to  Marcelo
10 meses atrás

Marcelo, não adiantar perder tempo com o povo que tem uma ideologia patológica. Se depender defende até o nazismo ( pelo menos defendem as atrocidades que a Russia comete tal qual o Nazismo cometeu)….

Hcosta
Hcosta
Reply to  Jose
10 meses atrás

Já defenderam o Nazismo. Quando a Rússia invadiu a Polónia pouco depois da Alemanha e eram grandes aliados. Era toda a máquina de propaganda Soviética a defender os nazis.

E os argumentos não eram muito diferentes dos de hoje. Também invadiram para proteger as etnias e de uma ameaça de invasão…

Satyricon
Satyricon
Reply to  Alfa BR
10 meses atrás

Perfeito. Muita mobilização para um resultado tão pífio, à ponto de a conquista de uma cidade ser comemorada como algo especial. E diga-se, como os discursos mudam: De Kiev em uma semana para Bahkmut em 8 meses. Isso é simplesmente o prenúncio do fim (para os russos). Ambos os lados estão exaustos, é verdade. A única diferença é que um dos lados está constantemente sendo reabastecido com modernos equipamentos, enquanto o outro está “raspando o fundo do tacho”. A ajuda ocidental, apesar de grande, é infima perto do potencial real do ocidente. E toda essa grana é muito pouco (na… Read more »

Last edited 10 meses atrás by Satyricon
Arthur
Arthur
10 meses atrás

Noooossssaaaaa. O cara parece comentarista aqui do blog de defesa! kkkkkkkkkk!

Sincero Brasileiro da Silva
Sincero Brasileiro da Silva
10 meses atrás

Se não valeu de nada o esforço de quem venceu, imagina então o esforço de quem perdeu… Logo os ucranianos se esforçaram em vão por uma por algo que não valia nada!

José
José
Reply to  Sincero Brasileiro da Silva
10 meses atrás

Valia. Ali é uma cidade ucraniana. Lutam pela sua terra. Acho que nem precisa mais explicar né.
Deixar lá pra russo “roubar” e dizer que é seu ? Não né meu amigo…

Geraldo Lessa
Geraldo Lessa
Reply to  José
10 meses atrás

‘Ali é uma cidade ucraniana.’

Há controvérsias.

Jose
Jose
Reply to  Geraldo Lessa
10 meses atrás

Não. Não há. É uma cidade ucraniana. Onde está escrito que é pertence à Rússia ? Quem reconhece como cidade russa ? MElhor nem me alongar falando com pseudo russo assim.

Last edited 10 meses atrás by Jose
Geraldo Lessa
Geraldo Lessa
Reply to  Sincero Brasileiro da Silva
10 meses atrás

Não é?
Se foi uma Vitória de Pirro para os russos, foi uma derrota real e cruel para os ucranianos.

Sincero Brasileiro da Silva
Sincero Brasileiro da Silva
10 meses atrás

“Ain, os russos ganharam como prêmio um lugar todo destruído!” Ué, mas uma guerra é isso, o que sobra é a destruição! Só pra lembrar, na WW2 o desfile da vitória foi sobre os escombros…

LUIZ
LUIZ
Reply to  Sincero Brasileiro da Silva
10 meses atrás

Eu fico espantando com esse raciocínio. Esqueceram que os EUA e a coalizão destruíram cidades no Iraque e na Síria. Agora a Rússia na Ucrânia com cidades destruidas a cidade destruída não interessa.

Allan Lemos
Allan Lemos
10 meses atrás

“Outra vitória como esta e estamos acabados”. Rei Pirro

Mas acho difícil acontecer com os russos.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Allan Lemos
10 meses atrás

Seria a primeira vez que aconteceria com a Rússia/União Soviética?

Marcelo
Marcelo
10 meses atrás

Além de contestável, visto que as tropas de Kiev ainda controlam as colinas perto de Bakhmut, impedindo o avanço russo em direção às cidades fortificadas de Chasiv Yar, Konstantinivka, Kramatorsk e Sloviansk, a alegada tomada de Bakhmut constitui uma vitória de Pirro para o grupo Wagner, que foi sangrado por perdas colossais de mão de obra e equipamentos em seu lento avanço rua a rua. Diferente do que diz Yevgeny Prigozhin, a batalha de desgaste em Bakhmut e em seus arredores continua. Depois de decorridos 451 dias do início da Operação Militar Especial, a situação na Ucrânia é muito diferente… Read more »

Magaren
Magaren
10 meses atrás

A corrida agora é para ver quem vai desistir antes.

Então quer dizer que o Kings estava errado?Sempre falou que estava tudo bem.

Marcelo
Marcelo
Reply to  Magaren
10 meses atrás

Essa sua bola de cristal está bugando. O caminho para Kramatorsk está bem bloqueado pelos ucranianos. Os músicos do grupo Wagner tiveram que encerrar o concerto na Ucrânia por falta de componentes e de instrumentos. Prighozin correu para declarar a tomada de Bakhmut para agradar Putin, mas ele sabe que a comemoração dura pouco em uma vitória de Pirro. O Exército Russo está esgotado e entrou na defensiva. Os ucranianos apenas esperam …

Augusto
Augusto
10 meses atrás

Como vocês são bobinhos, estão realmente acreditando nesse teatro que Girkin e o Prigozin estão fazendo nesses últimos meses? Se o alto comando ucraniano e seus aliados ocidentais estiverem caindo nessa lorota (o que eu duvido) então a Ucrânia irá passar por maus bocados nos próximos dias.

Danilo Gentili 2026
Danilo Gentili 2026
10 meses atrás

Putin ta igual bolsonaro nao larga o osso(ou a cloroquina) prefere que seus cidadãos morram ao invés de admitir que nao funciona sua escolha/estratégia

Last edited 10 meses atrás by Danilo Gentili 2026