Rodolfo Laterza [1]

Ricardo Cabral [2]

Desde fins de 2022, Yevgeny Prigozhin, dono do Grupo Wagner, tem feito uma série de declarações contra Ministro da Defesa e o Chefe do Estado-Maior das Forças Armadas russas.

No dia 23 de junho de 2023, o Grupo Wagner fez uma série de movimentações com suas formações militares e canas de mídia expondo seu protesto no que considera ações discriminatórias do MD russo.

Em 24 de junho de 2023, Vladimir Putin, presidente da Federação Russa fes um duro pronunciamento contra o protesto da PMC, recebendo apoio imediato de importantes atores da política russa.

As áreas em roxo são onde as forças do Grupo Wagner estão estacionadas em seu período de descanso

Mediante análise preliminar e informações de campo (diretas e por fontes de cognição OSINT):

  • a rebelião tem relação causal direta com o Decreto do Ministério da Defesa da Rússia, de 1 de junho de 2023, que determinou o enquadramento legal de todos Batalhões de Voluntários e Companhia Militares Privadas (Private Military Company, PMC) em cláusulas legais vinculativas ao Ministério da Defesa Russo, gerando reação virulenta de Prighozin diante das condições normativas que não concorda;

  • o levante tem razões políticas inerentes às disputas de poder entre Prighozin e Shoigu/ Gerasimov (ministro da defesa e chefe do Estado-Maior), relacionadas à divergências na forma de condução de guerra; alegados descumprimento de repasses orçamentários a PMC WAGNER a títulos compensatórios pelas Batalhas no Donbass e da morte de 20 mil combatentes do Wagner Group;

  • não há ideologia ou objetivo de tomada de poder no levante, mas projeção de força para barganha de anistias, atendimento das demandas econômicas e garantias específicas para atuação do Grupo Wagner. Daí o foco em negociar em Moscou em uma marcha militar e tentar a demissão de Shoigu;

  • Prighozin apostou em sua ampla popularidade na sociedade russa, na legitimidade de suas demandas e no apoio direto de unidades oficiais das Forças Armadas da Federação Russa e tropas internas (guarda nacional, milícias nacionais e forças policiais) para atingir seus objetivos políticos, porém tal estratégia se revelou falha e galvanizou apoio interno ainda mais sólido à Putin e seu círculo de poder;

  • a ausência de marco legal e normativo das PMCs é um risco à jurisdição e soberania de qualquer Estado-Nação em seu poder cogente;

  • as forças envolvidas no levante armado e na repressão evitaram ao máximo conflitos e reações armadas que poderiam desestabilizar o país, evidenciando uma coesão social e psicológica em prol de um inimigo maior externo;

  • a Ucrânia-OTAN não lograram êxito até o momento nas suas operações IPSO de criar pânico generalizado e agravar ou provocar novas instabilidades;

  • no teatro de operações não houve degeneração da disciplina e das estruturas defensivas russas até o momento, sem avanços territoriais ucranianos tangíveis. Batalhas posicionais predominam no perímetro operacional.

  • Como desdobramentos imediatos deste conflito estão a decretação da lei marcial em algumas regiões da Rússia pelo Presidente Putin e a introdução de regime de operação contra terrorista, com restrição a direitos individuais e coletivos e ampliação do poder de requisição do Estado para interdição de bens privados e públicos, bem como uso da força;

  • A estrutura militar russa e sua forma de condução e guerra sofrerão alterações e consequências significativas, com aumento da escalada;

  • Atores políticos como Kadyrov, Medvedev e Surovikin ganham força e maior legitimidade.

  • Yevgeny Prigozhin aceitou a proposta do presidente da Bielorrússia, Alexander Lukashenko, de interromper o movimento de “Wagner” no território da Rússia e dar mais passos para diminuir as tensões, marcadas como “urgentes”, informou o serviço de imprensa do presidente bielorrusso.”

Segundo fontes russas o acordo (provisório?) foi fechado em quatro itens:

  1. O processo criminal contra Prigozhin será arquivado
  2. PMC Wagner receberá garantias legais, soluções legislativas serão desenvolvidas.
  3. Haverá inviolabilidade dos combatentes após a marcha.
  4. Os combatentes do PMC Wagner foram e continuam sendo considerados soldados leais do Comandante Supremo.
  • Possíveis desdobramentos:
  1. Um reforma no MD, devido a sua atuação na Guerra Na Ucrânia, não pode ser descartado o afastamento de Shoigu, alvo de críticas de vários atores importes na política russa;
  2. Exibiu uma falta de coesão preocupante dos comandos militares ao protesto do Grupo Wagner;
  3. Um certo enfraquecimento político de Putin, já que Prigozhin é aliado próximo.

[1] Delegado de Polícia, historiador, pesquisador de temas ligados a conflitos armados e geopolítica, Mestre em Segurança Pública

[2]  Mestre e Doutor em História Comparada pelo Programa de Pós-Graduação em História Comparada (PPGHC) da UFRJ, professor-colaborador e do Programa de Pós-Graduação em História Militar Brasileira (PPGHMB – lato sensu), da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro/UNIRIO e Editor-chefe do site História Militar em Debate e da Revista Brasileira de História Militar. Website: https://historiamilitaremdebate.com.br

Subscribe
Notify of
guest

95 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Sergio
Sergio
11 meses atrás

As primeiras impressões são…….Putin cometeu o pior erro que um ditador pode cometer…demostrou fraqueza…fraqueza em negociar com alguém que queria tira-lo do poder. Todo ditador, sempre tem uns 10 a baixo só esperando a chance de dar a rasteira.

Ivanmc
Ivanmc
Reply to  Sergio
11 meses atrás

Eu creio que não é só com ditadores, prezado. Acredito que acontece isso com todas as pessoas, invariavelmente. Sempre tem alguém esperando a oportunidade para puxar o tapete do outro.

Last edited 11 meses atrás by Ivanmc
Magaren
Magaren
Reply to  Sergio
11 meses atrás

Vladimir Fujir se borrou todo para a coluna WG e ainda vendeu para o mundo a imagem de desordem nas FAs russas e falta de hierarquia.

Essa guerra da Ucrania está enterrando toda imagem que foi construído em torno das FAs russas, estão passando vexame e perdendo respeito.

Palpiteiro
Palpiteiro
Reply to  Sergio
11 meses atrás

Meu palpite é que o Wagner aproveitou para fazer a limpa nos estoques das bases que ocuparam.

Slowz
Slowz
Reply to  Sergio
11 meses atrás

Sim sim, agora espera mais 72h ai que jaja ele cai ..

Pedro
Pedro
Reply to  Sergio
11 meses atrás

demonstrou fraqueza? Rapaz se o bicho pegasse mesmo, estaríamos falando hoje de guerra civil. Ele ter negociado, foi o melhor que poderia ter feito

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Pedro
11 meses atrás

Talvez tenha sido o melhor para nós. Para o Putin não. Ele não negociou porque foi a melhor opção.

Ele negociou porque foi a única opção.

Augusto
Augusto
Reply to  Leandro Costa
11 meses atrás

Isso e uma grande diferença. Jamais ele deveria ter confiado em mercenários (nunca na historia isso deu certo), ainda por cima liderados por um mafioso. Ele realmente não tinha opção nessa situação, mas o grande erro dele for ter deixado chegar a esse ponto. Sua reputação depois disso nunca mais será a mesma.

O mito de Putin como grande líder está sendo quebrado.

Slowz
Slowz
Reply to  Leandro Costa
11 meses atrás

Caso contrário os 25 mil membros do Wagner iria acabar com os 1 milhão das FA e derrubar o Putin . 🤣🤣 detalhes ( o tal golpe não teve apoio de ninguém das FA )

Aé sem contar que as tropas do Kadyrov já estava pronta pra ir pra guerra contra o Wagner ..

Last edited 11 meses atrás by Slowz
Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Slowz
11 meses atrás

Pois é, e os mais de um milhão de soldados das FFAA Russas não fizeram qualquer oposição digna de nota ao avanço até Moscou. Forças policiais em Moscou estavam fazendo barricadas com sacos de areia e tudo. Primeira vez que isso acontece desde 1941. Interessante isso, né? Como fica isso para a população e o resto das FFAA, que por sinal majoritariamente são compostas de conscritos? Os caras que mais estavam avançando contra o inimigo (Ucrânia), de repente estavam avançando até Moscou. Bizarro, no mínimo. Kadyrov pode querer o que ele quiser. Entre querer e poder são duas coisas diferentes.… Read more »

Faver
Faver
Reply to  Leandro Costa
11 meses atrás

Em parte Leandro. Os tais mercenários também são russos e nem todos os mercenários participaram. É bem estranho.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Faver
11 meses atrás

Eu diria que é super estranho heeheheh

Mercenário
Mercenário
Reply to  Leandro Costa
11 meses atrás

O grosso das forças operacionais das FA’s russas estão na Ucrânia.

Alguns ainda acreditam no mito de que a Federação Russa não está utilizando a maior parte da força disponível, o que não condiz com a necessidade de mobilização e uso de mercenários.

Last edited 11 meses atrás by Mercenário
Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Mercenário
11 meses atrás

Pois é. O que nos leva à crer que a força combatente está na Ucrânia, e o que resta são guarnições de instalações das Forças Armadas, administrativo, treinamento, manutenção, etc. Pelo menos é o que parece.

Inimigo público
Inimigo público
Reply to  Leandro Costa
11 meses atrás

Certamente a ordem era evitar o confronto dentro das cidades russas. Ademais com passagem livre o Vagner estava completamente sem retaguarda, seriam cercados e destruídos facilmente.

Nilo
Nilo
Reply to  Leandro Costa
11 meses atrás

Preservar os 25.000 combatentes do Wagner é importa, pela capacidade de luta demonstrada, é uma força a ser preservada, seu líder é dispensável.
Sua sorte de não encontrar uma casca de banana no caminho, vai depender da leitura que Putin fizer das suas ações passadas e futuras.
Prigozhin depende financeiramente e materialmente da Russia, a não ser que se torne um traidor de sua própria causa, e faça acertos com Zé. Difícil.
O melhor que pode acontecer para o líder Wagner voltar a frente da linha do conflito contra os Ucranianos.

Last edited 11 meses atrás by Nilo
Hermet
Hermet
Reply to  Nilo
11 meses atrás

Discurso de Putin hoje:
O fato continuará sendo tratado como rebelião armada.
Wagner vai ficar estacionado na Bielorrússia para saber se vai para África ou permanece na Ucrânia.
O Grupo terá de se reportar e assinar contrato com o MoD russo, assim como Putin queria.

Nilo
Nilo
Reply to  Hermet
11 meses atrás

Obrigado pela atualização.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Nilo
11 meses atrás

Nilo, não existe outra opção para o Putin a não ser fazer com que o Prigozhin escorregue em uma casca de banana. O cara não apenas desafiou a autoridade de Putin, como também ditou termos. Se Putin não der um jeito de o cara se engasgar no café da manhã, a autoridade do Putin vai se erodir por completo em questão de pouco tempo, ao invés de um longo tempo. Ele vai ter que trabalhar muito para construir novas e sólidas alianças e mostrar sucessos espetaculares, caso contrário eu acredito que ele esteja mesmo com os dias contados. A idéia… Read more »

Helio Eduardo
Helio Eduardo
Reply to  Pedro
11 meses atrás

Pedro, tenho que concordar com o Leandro Costa: “Talvez tenha sido o melhor para nós. Para o Putin não. Ele não negociou porque foi a melhor opção.
Ele negociou porque foi a única opção.”

Tão ou mais surpreendente do que o levante em si foi sua abrupta interrupção.

A imagem de um país forte, decidido e militarmente muito poderoso tem sido destroçada por Putin e seus asseclas.

Nilo
Nilo
Reply to  Helio Eduardo
11 meses atrás

Sua construção não está baseado em fatos.
O ato em se de negociar é porque existe opções, como se pode negociar tendo ” única opção”.
A abrupta interrupção foi do líder do Wagner que deu uma meia volta.
Bem a Ucrânia junto com OTAN até agora não destruí a Rússia militarmente tão pouco economicamente.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Nilo
11 meses atrás

Negativo. O ato de negociação significa que existe espaço para manobra, opções. De modo algum significa que as opções sejam boas. Não se engane, quem ditou as condições foi o Prigozhin, que escolheu a que seria melhor para ele, deixando o Putin com a opção menos pior para ele. Existem questões em que todas as opções são ruins. Você só precisa assinalar a menos pior. No caso, só vamos mesmo saber se Shoigu e Gerasimov de repente resolverem se aposentar, que é a condição que está sendo falada para que Prigozhin aceitasse interromper sua marcha para Moscou. Tudo fica ainda… Read more »

Nilo
Nilo
Reply to  Leandro Costa
11 meses atrás

Meu caro amigo, não consigo achar vitória em um caso em que se dar meia volta (demonstrou não ter poder politico tão pouco militar para um confronto com Putin), transfere-se para outro pais controlado a mão de ferro por um aliado do Putin, em uma depedencia material e financeira da Putin. O Ministro da Defesa Shoigu continua a mesa de reunião junto a outros ministros e presidente Putin isso hoje, o lider no Wagner não, inclusive Putin negou-se a conversar diretamente com ele. Shoigu pode ser trocado sim, cometeu muitos erros, mas se não foi até agora difilmente será por… Read more »

Last edited 11 meses atrás by Nilo
Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Nilo
11 meses atrás

Mas é exatamente isso Nilo. SE Shoigu e Gerasimov forem removidos, mesmo que seja com a desculpa de estarem se aposentando, ou cedendo lugar à outros, dispensados com honra, isso pode significar que Prigozhin, que realmente não venceu, também não perdeu. E isso é perigoso. Eles aparentemente chegaram à um impasse. Nenhum com força suficiente para sobrepujar o outro pela força, e acabaram fazendo um acordo. Como eu disse antes, Putin vai ter que se livrar dele, caso contrário pode encorajar outros à seguirem pelo mesmo caminho, e ainda existem muitas e muitas figuras que simplesmente não temos conhecimento e… Read more »

José Marinho
José Marinho
Reply to  Sergio
11 meses atrás

Eu concordaria consigo se nao tivesse achar isto tudo muito estranho, para não chamar manobra de diversão.

O que me deixa com mais duvidas sobre isto é o facto do sitio onde o lider da Wagner e cerca de 8 mil mercenários vao ser colocados junto a fronteira da Polonia que faz tambem fronteira com a Ucrania, da fronteira da Bielorussia a Kiev a distamcia é curta… Será que não estamos assistir a uma peça de teatro tipo cavalo de Troia para daqui a umas semanas o Grupo Wagner atacar Kiev?

Pode ser apenas uma burrice minha mas…

Helio Eduardo
Helio Eduardo
Reply to  José Marinho
11 meses atrás

Prezado, à essa altura da vida nada mais me surpreenderia, mas, considerando o “custo” de imagem e poder, o estrago já feito, acho pouco provável.

Henrique de Freitas
Henrique de Freitas
11 meses atrás

Paris ou Lisboa me parecem cada vez mais longe…

Jagdv#44
Jagdv#44
Reply to  Henrique de Freitas
11 meses atrás

Era Berlim e Cascais.

Augusto
Augusto
Reply to  Henrique de Freitas
11 meses atrás

Mas em compensação Moscou estava bem perto, só 200km, kkkkkk, ops avançar em direção a própria capital não vale, kkkkkkk, se bem que isso pode ter sido considerado como um grande aprimoramento da doutrina militar russa de avanço para trás.

Patético toda essa situação para Rússia.

M4l4v1t4
M4l4v1t4
Reply to  Augusto
11 meses atrás

93km.
93km para os mais de 1000km que a coluna percorreu, é nada.

Augusto
Augusto
Reply to  M4l4v1t4
11 meses atrás

Prigozhin estava quase superando Guderian nessa empreitada, kkkkkk.

M4|4v1t4
M4|4v1t4
Reply to  Augusto
11 meses atrás

Se ele toma Moscou ele só poderia ser comaparado à Julio Cesar

Paulo
Paulo
11 meses atrás

Pois é, lá o Taifeiro virou o homem forte da Rússia e tentou dar o golpe, já por aqui o ordenança teve o aval do chefe para tramar o golpe que não foi adiante.

jose silva
jose silva
Reply to  Paulo
11 meses atrás

golpe ? onde ?

Augusto
Augusto
Reply to  Paulo
11 meses atrás

Bem, golpe até teve, mas deixa isso para lá…..

Paulo
Paulo
Reply to  Augusto
11 meses atrás

.

Last edited 11 meses atrás by Paulo
Realista
Realista
Reply to  Augusto
11 meses atrás

Teve mesmo Prigozhin é o novo PR da Rússia e o Putin está preso nesse exato momento.

IvanF
IvanF
11 meses atrás

“Haverá inviolabilidade dos combatentes após a marcha.”

Já estão aparecendo vídeos alegando serem soldados do grupo Wagner sendo executados. Provavelmente casos isolados.
De fato, como não sei russo, posso nem garantir que o que foi dito é o que tá na legenda, única certeza é que uma pessoa foi executada. Triste.

Mas não ficaria surpreso se o Prigozhin em breve morra de “causas naturais” ou num “acidente”.

Renato de Mello Machado
Renato de Mello Machado
Reply to  IvanF
11 meses atrás

cair da sacada.

Arthur
Arthur
11 meses atrás

Aconteceu que Prigozhin é Shoigu nunca foram amiguinhos e agora estão brigados. O MD russo boicotava os pedidos de suprimentos do Wagner, aumentando a escalada, a ponto do Shoigu decretar a incorporação dos combatentes mercenários ao exército, retirando a autonomia das PMCs russas. Aí houve o “gópi”, com simpatia de parte da população, o que fez com que Putin agora deixe Shoigu na frigideira (quem mandou se meter a besta com o mequetrefe)! Agora o Wagner continua como PMC, com destino à Belarus, onde estão construindo uma mega base para 24.000 carinhas, e segundo o canal Sky News, tem outro… Read more »

Jagdv#44
Jagdv#44
Reply to  Arthur
11 meses atrás

Cara você falou falou falou e não falou nada do que não se saiba.

Arthur
Arthur
Reply to  Jagdv#44
11 meses atrás

Então por que o tópico?

Renato de Mello Machado
Renato de Mello Machado
Reply to  Arthur
11 meses atrás

É sacanagem do Shoigu deixar sem munição e suprimentos porque os caras do Wagner tão lutando muito.Por isso que falo de “bandeira falsa” para ter motivo de colocar os Wagner em Belarus.

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Renato de Mello Machado
11 meses atrás

Renato,
E por que precisaria desse teatro todo pra enviar o grupo Wagner pra Belarus? Bastaria combinar com o presidente de Belarus e mandar a tropa pra lá.

Mafix
Mafix
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
11 meses atrás

A questão da munição creio que o Wagner estocou munição para esse tal ‘golpe’ creio eu no mais era só pedir para o careca la da Bielorussia ja que o Putin é ‘dono’ do estado bielorusso .

Só o tempo dira o que realmente aconteceu nessa tentativa de ‘golpe’ do Wagner o resto é especulação ou propaganda até agora.

Renato de Mello Machado
Renato de Mello Machado
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
11 meses atrás

Falo de forma amadora de entusiasta por assunto militar meu caro.Que os Wagner lá em Belarus o país do Lukas entraria na operação especial de vez.Pois os ucras sempre teriam de levar em conta aqueles homens lá antes de fazer qualquer avanço na guerra.

Helio Eduardo
Helio Eduardo
Reply to  Renato de Mello Machado
11 meses atrás

Renato, o Nunão bem definiu a questão, mas vamos lá: será que a inteligência da Ucrânia e da OTAN (sem falar em EUA, Reino Unido, etc) vão ficar mais relaxadas só porque os 24 mil soldados do PMC forem para Belarus como “anistiados” ou “exilados” em relação ao que nível de precaução que adotariam no caso de um deslocamento padrão?

Acho que não.

Ninguém vai relaxar porque um exército desses foi para o Belarus como se tivesse ido para escanteio…. Sempre serão 24 mil homens treinados, armados e, o principal, regidos por interesses particulares!

Orestes
Orestes
11 meses atrás

Teatro puro

Em breve teremos ataque a Kiev pelo Norte via Bielorussia e se por algum motivo entenderem pertinente, emrpregarão (ou querem que considerem essa possibilidade) o arsenal nuclear de lá na Ucrânia, dirão que não foi a Russia mas os mercenários, que Putin não tem nada com isso, do mesmo modo que empregaram tropas bem equipadas na invasão da Criméia anos atrás e “não era a Russia” mas a população com seus tanques.

Mafix
Mafix
Reply to  Orestes
11 meses atrás

O problema de atacar ao norte é ta tudo minado e tem patrulhas por toda fronteira norte da ucrania.

Não lembro ao certo mas parece que a maioria dos comandos e centros de treinamento ficam proximos a Kiev fora a proximidade da capital Kiev da fronteira norte em caso de ataque do Wagner pelo norte as tropas chegam rapido.

Neural
Neural
Reply to  Orestes
11 meses atrás

Se abrir outra frente pela Bielorrússia vai dar nó na cabeça do Zé Lascado kkk

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Neural
11 meses atrás

Não será exatamente uma novidade. No início do conflito, há um ano e quatro meses, houve uma frente Norte que apontava para a direção de Kiev:

https://www.defense.gouv.fr/sites/default/files/ministere-armees/SITUATION_ARCHIVE_UKRAINE_2_AU_31_MARS.pdf

Muita gente se esquece dessa frente porque, poucos meses depois, a invasão pelo norte já não existia mais:

https://www.defense.gouv.fr/sites/default/files/ministere-armees/SITUATION_UKRAINE_ARCHIVE_1_AU_30_AVRIL.pdf

Renato de Mello Machado
Renato de Mello Machado
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
11 meses atrás

A coluna russa de 64 km hehehehehe

C G
C G
Reply to  Renato de Mello Machado
11 meses atrás

A coluna de Taubaté!

Satyricon
Satyricon
Reply to  Orestes
11 meses atrás

Os russos Não conseguiram chegar a Kiev em 2022, quando dispunham de suas melhores e mais bem treinadas tropas, com seus melhores equipamentos e blindados, e com todo o suporte aéreo possível, o que te leva à crer que conseguiriam hoje, quando NENHUMA das condições acima se fazem presentes?
O exército russo de hoje é uma sombra do que foi em fev/22.

Pára de sonhar

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
11 meses atrás

Um acampamento foi montado para acomodar o grupo Wagner a apenas 200 km da fronteira com a Ucrânia, fora que o mesmo reiniciou o processo de recrutamento de novos combatentes.
Muito estranho isso.

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Vinicius Momesso
11 meses atrás

Um acampamento foi montado para acomodar o grupo Wagner a apenas 200 km da fronteira com a Ucrânia

Onde, exatamente?

A6MZero
A6MZero
Reply to  Magnus
11 meses atrás

Asipovichy está apenas 100km de Minsk…

E pra quem já traiu um contratante o novo está muito mais perto.

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Magnus
11 meses atrás

Obrigado!

Mafix
Mafix
11 meses atrás

A impressão que eu tive é que o exercito russo é o segundo maior dentro da Russia.

No mais não sabemos o que realmente aconteceu se foi teatro ou alguma locura que os russos sempre fazem de tempos em tempos.

Sergio Machado
Sergio Machado
11 meses atrás

Esses 2 analistas são muito bons. Antes de ler, ainda acreditava numa maskirovca russa profunda, tudo para mascarar uma ação da Wagner partindo de Belarus.

Hcosta
Hcosta
11 meses atrás

Aparentemente uma revolta armada dentro da Rússia só tem como consequências uma remodelação da defesa, alguma falta de coesão e um “certo” enfraquecimento político de Putin…

Não haveria mais nada para comentar ou acrescentar?

E vindas de “informações de campo (diretas e por fontes de cognição OSINT).” Alguém pode explicar o que são estas fontes?

Oráculo
Oráculo
Reply to  Hcosta
11 meses atrás

Não é tão simples. OSINT – Open Source Intelligence Creio que significa que se você SOUBER ONDE PROCURAR você tem acesso a informações antes mesmo delas chegarem a grande mídia. Isso quando chegam. Por isso usam a palavra INTELLIGENCE. Você descobre aonde achar as notícias e quem são os caras que tem acesso a informações precisas antes dos jornalistas. Um exemplo, o declaração do Prigohzin hoje pela manhã já estava sendo comentada em todos os blogs russos, canais do Telegram russos e ucranianos, no perfil de especialistas militares no Twitter e nos canais militares ocidentais. A grande mídia foi falar… Read more »

Last edited 11 meses atrás by Oráculo
Hcosta
Hcosta
Reply to  Oráculo
11 meses atrás

Pois, não é tão simples. Mas há sempre uma tendência de querer equilibrar os dois lados ou a tão famosa “imparcialidade” e nem sempre o equilíbrio é baseado em informações confirmadas ou credíveis. E, arriscando indo contra as regras do site, os autores caem muitas vezes nas armadilhas da propaganda Russa e usando sempre a mesma justificação de que ambos os lados mentem, o que dá alguma margem para disseminarem as manobras de propaganda Russa. As info de fonte aberta são mais rápidas mas isso não dá carta branca para publicarem ipsis verbis tudo o que vem das máquinas de… Read more »

Hermet
Hermet
11 meses atrás

Não podemos esquecer do profundo descontentamento do Ocidente com o desfecho do caso.

Nilo
Nilo
Reply to  Hermet
11 meses atrás

E isto é o que mais perturba, ” o desfecho do não confronto”, a preservação dos 25.000 Wagnerianos.
E o Zé perdeu uma janela de oportunidades rsrsrs

Renato de Mello Machado
Renato de Mello Machado
11 meses atrás

Será que esse evento não é aquele negócio de “bandeira falsa” por parte dos russos?Mas é fato que Prighozin e Shoigu sempre tiveram rivalidade.

Fábio De Souza
Fábio De Souza
11 meses atrás

Quem já leu o : Príncipe de Maquiavel , sabe muito bem , que não se pode confiar em Mercenários. Talvez foi um Grande erro do Putin , dar muita credibilidade a esse grupo de Mercenários. Porém !! Só realmente teremos certeza com o tempo , por enquanto está tudo muito sombrio e misterioso , infelizmente nesse Guerra , existem muitas Narrativas e propaganda de ambos os lados . Não temos fontes confiáveis , cada lado utiliza a sua narrativa.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Fábio De Souza
11 meses atrás

Não são mercenários mas uma força militar russa com o objetivo de não se poder responsabilizar o regime Russo pelos seus atos. Mercenários são outra coisa.

E não tem fontes de confiança? Essa história de não ter fontes confiáveis só serve para desviar as atenções do que se passa na realidade e, neste caso, o fracasso russo.

Talisson
Talisson
Reply to  Fábio De Souza
11 meses atrás

Maquiavel tem outro livro que trata melhor de “mercenários”. Tenho a impressão que a tese dele se refere a contratar legiões de estrangeiros para terceirizar a guerra. Não é o caso das PMC russas. Também não acho que se enquadre na Legião Estrangeira Francesa ou Academi/Brack Water, que tem efetivo misto. É algo que não existe nos dias de hoje. Seria mais próximo aos exércitos da Companhia das Indias Ocidentais que atacou em Recife.
Interpretação minha.

Last edited 11 meses atrás by Talisson
Jefferson Ferreira
Jefferson Ferreira
11 meses atrás

O que ficou claro é que vai precisar ter uma reforma extensa no MD e nas forças armadas russas… Não houve qualquer tentativa de obstrução dos wagners que demostra que a insatisfação não é só da parte dos mercenários, os regulares também estão insatisfeitos!

Ciclope
Ciclope
11 meses atrás

Maquiavel, em seu livro, o Príncipe, diz que a pior coisa que um principe(governante), pode fazer é depender de mercenários. Não importa que seu governo seja, um reinado(ditadura) ou uma republica(democracia).
Esse livro tem 500 anos, e é ao lado de a arte da guerra, leitura obrigatoria para todos.

Ciclope
Ciclope
11 meses atrás

Temos que lembrar que grupos mercenários existem tanto na Rússia como em países da OTAN. O problema é que grupo Russo, cresceu demais, tanto fora como principalmente dentro da Rússia.
No Ocidente, ao menos, eles têm concorrência e te si, e não atingem tamanho considerável ou autonomia.
A Rússia, estratégicamente acertou na ideia de organização mercenária privada, atuando no exterior para apoiar a política externa Russa sem comprometer o estado Rússo, porém errou em só ter um único grupo atuando e a permitir esse mesmo grupo, operar numa ação direta do estado Rússo e ficar baseado em território nacional.

Talisson
Talisson
Reply to  Ciclope
11 meses atrás

Existem outros grupos. Não sei dizer o tamanho deles em relação ao Wagner.

JPonte
JPonte
11 meses atrás

Este artigo está desorientado como ficou Putin durante a revolta .
Este levante demonstrou falta de apoio na base social ao governo de Putin , falta de apoio de países limítrofes a governo russo , falta de estrutura de comando unificado na Rússia das FFAA , foi grave , consequências sérias virão nos próximos dias e meses ….situação de Putin e frágil como nunca em Moscou ..

fjuliano
fjuliano
11 meses atrás

Off-topic mas atualidade de vídeo sobre a guerra, esse talvez seja o vídeo mais tenso e grotesco até então dessa guerra, feito com muita qualidade de vídeo de um drone o q piora a situação para quem assiste: https://southfront.org/in-video-18-ukrainian-servicemen-fighting-russian-minefields/ ; Duração de 11:09. Digo q a glamorização desse conflito, bem como de tantos outros que já se passaram, é uma das grandes desgraças da humanidade. Não há como não ter pena desses ucranianos sendo despedaçados e, ainda vivos, tendo q aguentar bombardeio com fósforo branco. Uma lástima muito grande isso tudo q está a ocorrer desde 2014.

Talisson
Talisson
Reply to  fjuliano
11 meses atrás

Agoniante. Me arrependi de assistir. Fósforo branco, acho que não. Acho que são as fumaças que encobrem os blindados, esqueci o nome “técnico”.

fjuliano
fjuliano
Reply to  Talisson
11 meses atrás

Assisti novamente e realmente é fumaça de proteçao dos blindados. Bem observado.

IvanF
IvanF
Reply to  fjuliano
11 meses atrás

Não assisti tudo, mas acho que vi uma das cenas mais fortes, aos 9:10 minutos.
Além da cena trágica, me admirou a frieza do soldado fazendo um torniquete na perna que perdeu, e acho que ele nem notou que a outra estava totalmente comprometida também.

Guerra não tem glamour, guerra é morte, é sofrimento, é desgraça.

Thiago Santos
Thiago Santos
11 meses atrás

E o Putin acaba de anunciar o fim do Grupo Wagner, ou os soldados assinam um contrato com o ministério da defesa ou estão liberados a voltar pra casa.

Hermet
Hermet
Reply to  Thiago Santos
11 meses atrás

Será que o Putin está mais fraco?

Nilton L Junior
Nilton L Junior
11 meses atrás

Os _________ se ler a análise não conseguem entender por conta da introjetamento da retórica atlanticista, Putin é o malvado, a sociedade Russa precisa dos valores liberais do ocidente em detrimento do seu passado histórico, ou não ler e reproduzir o comportamento de negação da realidade fruto das emoções passionais. Creio que não só a figura do neo kzar Putin sai fortalecido mas seu entorno ( grupo político) o que permite reconfigurar o circulo do poder, não foi citado mas o governador de Tuva também teve protagonismo no acordo para acabar com o golpe tabajara. Parabéns ao Ricardo e Rodolfo,… Read more »

Bosco
Bosco
Reply to  Nilton L Junior
11 meses atrás

A qual passado histórico da Rússia você se refere? A de 1917 pra cá ou a de antes?
Se for a de 1917 pra cá que não quis foram os próprios russos. Se for a de antes, do Kzar, idem. Não tem nada a ver com … atlanticistas (seja ló o que isso for).

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  Bosco
11 meses atrás

É muito simples, entenda o que é atlanticismo depois fica fácil.

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  Nilton L Junior
11 meses atrás

Quem sou eu para discutir com entende tudo de que uma boca pode abrigar, agora sobre orar se vc for da turma dos pneus é melhor vc orar para outro, enquanto isso os Russos estão fazendo outro ataque com misseis, teve um local em Kramatorsk que uma das pás acertou um local com gente graúda.

Maurício.
Maurício.
11 meses atrás

Na minha opinião, as próximas semanas serão decisivas para mostrar se tudo o que aconteceu foi um grande teatro ou não. Se Prigozhin atacar a Ucrânia com o Wagner Group partindo da Bielorrússia e se não mudar nada no ministério da defesa russa, se Shoigu permanecer no cargo, se tudo isso acontecer, foi tudo um grande teatro, mesmo o Putin não dando a mínima para os soldados que morreram na queda do avião e dos helicópteros, mesmo isso não fazendo o menor sentido.

sub urbano
sub urbano
11 meses atrás

A russia nao vai abrir mão do Wagner. Primeiro pela importancia do grupo na politica externa russa. Segundo pq são herois russos.

Hermet
Hermet
Reply to  sub urbano
11 meses atrás

Pessoal ficou meio desnorteado com o desfecho da situação.
Compreensível.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Hermet
11 meses atrás

Eu sempre disse que eu não confiava em mercenários, tanto os que lutam ao lado dos russos como os que lutam ao lado dos ucrânianos, mas, de uns dias pra cá tem um pessoal meio confuso, isso não dá para negar.

https://pbs.twimg.com/media/FzZQFvsWcAExKJd?format=png&name=900×900

António Rodrigues
11 meses atrás

O mal dos ditadores é o receio de serem assassinados. Então ficam em palácios protegidos. Quando saem á rua estas ficam vazias sem povo só com escomalha escolhida. Perdem a noção da realidade acreditando nos documentos que lhes põem nas mãos e naquilo que os acólitos lhes dizem. Putin foi enganado acerca da Ucrânia e continua sendo enganado. O que melhor ilustra essa personagem é que o rei vai nu e não tem alguém que o confronte com a realidade. Uma coluna daquelas e os únicos que lá foram da força aérea russa? Por isso eu afirmo, isto foi orquestrado.… Read more »

Last edited 11 meses atrás by António Rodrigues
carvalho2008
carvalho2008
11 meses atrás

Isto me lembrou Roma….cada General pagava seu próprio exercito…..e cada exercito era proibido de entrar em Roma…..

Neural
Neural
Reply to  carvalho2008
11 meses atrás

Enquanto isso a contra ofensiva de araque vai por ladeira abaixo

naval762
naval762
11 meses atrás

O golpe pega-trouxa do Pirigozim deu certo, todo mundo que apoiou o movimento dos músicos vai ter que se explicar nos calabouços de Lubyanka e Putin vai poder fazer uma limpeza na Rússia.

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  naval762
11 meses atrás

A começar pela Síria, la os “meganha” já colocaram a mão em capa pretas, isso se for verdadeiro é possível que também ocorra aposentadoria forçada no MD da RF.

Senhor Mascarado
Senhor Mascarado
11 meses atrás

Isso me lembrou um EP de Star Trek Enterprise, no qual uma equipe da tripulação foi salvar geólogos denobulanos e há um prazo para eles saírem das cavernas pois o planeta está em guerra civil no qual o regime anterior caiu mas havia SEPARATISTAS , no final eles estão quase saindo da caverna mas o prazo havia se esgotado , então uma patrulha do novo regime começou a abrigar fogo perto da área gerando abalos sismos e fazendo a caverna quase desmontar , o capitão Archer da enterprise liga para o responsável do regime e questiona por que estão atirando… Read more »

Last edited 11 meses atrás by Senhor Mascarado