Questionado sobre a contra-ofensiva da Ucrânia, o secretário-geral disse: ‘Os ucranianos estão progredindo, mas há muita incerteza’

BRUXELAS, 17 de agosto. /TASS/. O apoio da OTAN à Ucrânia continuará até que ela vença, garantiu o chefe da aliança militar, Jens Stoltenberg, a repórteres em uma coletiva de imprensa em Oslo na quinta-feira.

“A OTAN apoiará a Ucrânia até que vença a guerra”, disse Stoltenberg à Reuters. O chefe da OTAN foi solicitado a comentar se Kiev teria que ceder território à Rússia para pôr fim ao conflito e obter a adesão à OTAN em troca. O colega sênior de Stoltenberg disse anteriormente que poderia ser uma solução para Kiev. Quando questionado sobre a contraofensiva da Ucrânia, Stoltenberg disse: “Os ucranianos estão progredindo, mas há muita incerteza”.

Na terça-feira, Stian Jenssen, diretor do Gabinete Privado do Secretário-Geral da OTAN, disse ao jornal sueco Verdens Gang que a Ucrânia poderia se tornar um membro da OTAN se cedesse parte de seu território à Rússia.

Subscribe
Notify of
guest

44 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
André Sávio Craveiro Bueno
André Sávio Craveiro Bueno
10 meses atrás

Resta saber, nesse caso, a definição da palavra vitória.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  André Sávio Craveiro Bueno
10 meses atrás

Vitória MESMO seria os ucranianos expulsarem até o último russo de seu território.
Vitória parcial seria eles conseguirem retomar grandes porções de seu território.
“Vitória” seria os ucranianos conseguirem não dar outra opção pros russos que não seja negociar, com ambos os lados em nível de equivalencia na mesa de negociações.

Qual dessas a Ucrania conseguiria?

LUIZ
LUIZ
Reply to  Willber Rodrigues
10 meses atrás

Com muitas perdas no campo de batalha uma vitória ucraniana é impossível.

Rui Mendes
Rui Mendes
Reply to  LUIZ
10 meses atrás

Os Russos tem mais ou menos o mesmo número de baixas.

Arariboia
Arariboia
Reply to  Willber Rodrigues
10 meses atrás

Não ser totalmente assimilado. Mas vai perder mais que esta hoje aí.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Arariboia
10 meses atrás

Não vai ser totalmente assimilada, o que é bom.
Mas perdeu 30% do território ( território esse com importantes fábricas pesadas e de centrais elétricas ), quase todo seu litoral, enquamto o resto do país teve sua infra-estrutura destruída, e a contra-ofensiva está tendo Deus sabe quantas baixas pra não recuperar quase nenhum território ocupado.
Não sei se o povo ucraniano vai comprar esse discurso com esse tipo de vitória…

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Willber Rodrigues
10 meses atrás

O território atualmente ocupado pela Rússia é de 17%, não de 30%

Nuno Taboca
Nuno Taboca
Reply to  Willber Rodrigues
10 meses atrás

Não viaja tio. Sao 15% que o invasor tomou da Ucrânia. No mais, o impasse prevalece, porém , o futuro dirá quem vai progredir: Ucrânia na UE e OTan, ou Rússia sancionada até a garganta.

Será se veremos filas de ucranianos indo pra.russia?
Ou russos fugindo para outros países?

gordo
gordo
Reply to  André Sávio Craveiro Bueno
10 meses atrás

É a definição de vitória da OTAN que necessariamente não passa por uma vitória ucraniana. A OTAN quer uma derrota russa e isso não implica na expulsão deles do território ucraniano, por sinal podem até ocupar mais desde que sangrem muito. Para a OTAN o melhor dos mundos é a Rússia num atoleiro que a jogue em problemas socioeconômicos irreversíveis e isso pode ser conseguido com uma guerra longa. Um cabo de guerra entre o civismo milenar Russo vs uma crise socioeconômica. Essa é a vitória OTAN que pouco vai se importar com o custo ucraniano.

Rui Mendes
Rui Mendes
Reply to  gordo
10 meses atrás

Putin Dix …
Compram tudo, até mentiras descaradas como essa.
A OTAN e UE não querem saber da Ucrânia e dos Ucranianos, não é???!!?
São os Russos que querem, até foi a OTAN e UE que invadiram a Ucrânia, e que estão a cometer crimes de guerra contra os civis Ucranianos e são os Russos que vieram ajudar os Ucranianos, dando armas e dinheiro e recebendo milhões de Ucranianos, que fogem do país, são os Russos que estão a impor sanções gigantescas, onde eles próprios são também atingidos por elas, para ajudar a Ucrânia.
Santa paciência, para tanta aldrabice.

Rui Mendes
Rui Mendes
Reply to  André Sávio Craveiro Bueno
10 meses atrás

Não, os Ucranianos saoyclaros nisso, até recuperarem todo o seu território de 2014, já os Russos, os seus objetivos vão variando, assim adaptam sempre o discurso, para não ficarem mal.

BraZil
BraZil
10 meses atrás

Quando um oficial do mais alto escalão como esse, dá uma declaração sobre um tema desse nível de complexidade com essa falta de convicção, é um sinal de que milhares de Ucranianos ainda morrerão lutando pelos EEUU. Ops. “pela Ucrânia”

Maurício.
Maurício.
10 meses atrás

Bem ensaboado esse Jens Stoltenberg, afinal, desconversou e não respondeu se a Ucrânia deveria abrir mão de seus territórios ocupados para pôr fim a guerra.

No one
No one
Reply to  Maurício.
10 meses atrás

A decisão é dos ucranianos e do seu governo ( até quando tiver força, legitimidade e liderança no país), não da OTAN.

Vocês que querem pintar o povo ucraniano como um autômato, lobotomizado, sem vontade, consciência ou patriotismo… Me parece que eles demostraram já a própria determinação.

Felipe
Felipe
Reply to  No one
10 meses atrás

Com tanto de ajuda que a Ucrania recebeu (e terão que pagar por isso), quem não apita mais nada é a propria Ucrania…

Werner
Werner
Reply to  Felipe
10 meses atrás

Nunca apitou.

Senhor Mascarado
Senhor Mascarado
Reply to  Felipe
10 meses atrás

No final dessa guerra com os restos da Ucrânia se estiverem de pé em alguma parte de seu território os EUA e a OTAN simplismente irão trazer a CONTA desse conflito para os pobres ucranianos que foram usados num contexto geopolítico e uma pena mas esse está sendo o resultado magnífico do euromaiden e das diversas interferências da OTAN para minar a Rússia . No final o preço já está alto economia colapsada , infraestrutura, o povo separado dividido , forças armadas que já tiveram a segunda maior divisão blindada da Europa em números com várias baixas , marinha nem… Read more »

Inimigo público
Inimigo público
Reply to  No one
10 meses atrás

Se eles tivessem consciência jamais teriam ousado desafiar a Rússia como fizeram, sabendo que não eram capazes de vencer. Uma hora a OTAN vai peidar pois seus contribuintes não vão aceitar tanto dinheiro gasto a troco de nada, eai o que restará a Ucrânia? Mandar seus infantes com paus e pedras?

Maurício.
Maurício.
Reply to  No one
10 meses atrás

“A decisão é dos ucranianos e do seu governo ( até quando tiver força, legitimidade e liderança no país), não da OTAN.” Se quem decide é a Ucrânia, por que esse pessoal da OTAN fica dando tanto pitaco? Se tu realmente acredita que a OTAN não vai ter poder de decisão sobre o futuro da Ucrânia, qualquer outra coisa que eu disser aqui vai ser uma perda de tempo… “Vocês que querem pintar o povo ucraniano como um autômato, lobotomizado, sem vontade, consciência ou patriotismo…” Isso é tu que está dizendo, agora, sem a ajuda da OTAN em matéria de… Read more »

Charles
Charles
Reply to  No one
10 meses atrás

Não com dinheiro dos outros! Eu moro em Londres e pago imposto aqui. A cada rodada de Milhões/bilhões de libras enviada para financiar essa guerra me dá agonia.
Pior é ver que nada dá resultado e ainda sim ter que escutar o Comediante mendigando mais dinheiro e suporte.

Joanderson
Joanderson
10 meses atrás

Essa era a hora da Rússia formentar revoltas na África no mesmo modelo qui o Ocidente fomentou no Oriente médio e parte da África,com a primavera árabe.
Paises como França e Inglaterra iriam ter qui dividir seus poucos recursos na guerra da Ucrânia e na África para manter suas ex colônias qui insistem em continuar sugando.

Pragmatismo
Pragmatismo
Reply to  Joanderson
10 meses atrás

O senhor da guerra.

Menas!

Fernando Botelho
Fernando Botelho
Reply to  Joanderson
10 meses atrás

Seria uma idéia bem miope.

A Rússia tem certo apelo nos governos de países do “sul global” não porque são bonzinhos, mas porque esses países detestam o ocidente (devido ao imperialismo dos mesmo durante séculos na região).

Fazendo o que você diz, a Rússia perderia mais do que ganharia.

Joanderson
Joanderson
Reply to  Fernando Botelho
10 meses atrás

Me diga como perderia ?
Qualquer ação feita pela Rússia em qualquer pais onde o governo é aliado e influenciado pelo Ocidente é benéfica.
Nessa quebra de braço entre Rússia e Ocidente, o Putin tem menos aliados,quanto mais paises sair da orbita ocidental é lucro para os russos.
O Níger é um pais onde pelo visto o Putin ja deu xequi.

Fernando Botelho
Fernando Botelho
Reply to  Joanderson
10 meses atrás

Porque mostra que a Rússia vê esses países do mesmo jeito que os países ocidentais os veem: como peças a serem usadas e sacríficadas para benefício próprio, não importando quantos morram ou passem dificuldades para isso.

No one
No one
Reply to  Joanderson
10 meses atrás

A Rússia já faz isso a muito tempo, se atualize…

Maurício.
Maurício.
Reply to  No one
10 meses atrás

“A Rússia já faz isso a muito tempo, se atualize…”

Ué, no outro comentário tu disse que eu achava o povo ucrâniano “lobotomizado, sem vontade, sem consciência ou patriotismo”. Agora eu te pergunto, tu acha que os povos africanos não tem essas virtudes também? Ou é só interferência russa? 🤔

Arariboia
Arariboia
10 meses atrás

Essa notícia é horrível pro povo ucraniano. Vão morrer aos milhares e não terão a vitória e perdendo mais territórios.
A OTAN sem os Estados Unidos já não tem muito mais, pra oferecer em meios terrestres modernos pra ucrania. Leos 2A5/6 são poucos… não passa dos 600. Os A7 e A8 muito menos ainda. IFVs no mesmo nível ou pior. Resumindo a ucraniano está ferrada, fu$ida e sem saída.
F-16/15/18/gripen atirando distância menores que o trio SU-35/MIG-31BM e R-37M vão ser alvos e mais desculpas e mi-mi-mi que não teve tempo etc e desmitificar o equipamento ocidental.

sub urbano
sub urbano
10 meses atrás

Se os americanos disserem q perder 120.000 km2 de território é uma vitória, o Zelenky será obrigado a aceitar. De qlqr forma nas fake news a OTAN ja ganhou a guerra kk

Munhoz
Munhoz
10 meses atrás

Outro oficial de alto escalão já disse que é melhor os ucranianos cederem territorio, enquanto isso a Ucrania já colocou a culpa nos F 16 que não vão chegar.
A Ucrania já foi abandonada, a ajuda agora vai ser simbolica até a derrota, e ainda os dirigentes ucranianos vão ser fritos como corruptos, o ocidente vai colocar a culpa na corrupção.

Slowz
Slowz
10 meses atrás

Vitória = declara que ganhou e corre .

Igualzinho um certo país ai que é a maior potência militar fez . .

Francisco Vieira
Francisco Vieira
10 meses atrás

A OTAN quer vencer a Rússia com um longo e demorado desgaste, tanto material, quanto econômico. O problema é que durante esse “desgaste” morrerão milhares de ucranianos. Tomara que tenha muitos soldados dispostos a morrer pela pátria para aguentar todo esse tempo!
De qualquer forma, a Ucrânia só terá a perder e, no final de tudo, mesmo que o país seja dividido, terá sido até barata a tentativa da OTAN quebrar a Rússia.
Se não conseguir.
A guerra ainda não acabou.
Vai que consegue…

Vitor
Vitor
10 meses atrás

Não sei não…quando os números da tragédia vier a tona….do tipo perda de mais territórios, tragédia do seu exército e se sentirem abandonados pelos oportunistas o boneco fantoche vais ser caçado pelos ucranianos e pendurado em praça pública.

Nemo
Nemo
10 meses atrás

Não existe OTAN, existem os EUA. A guerra dura enquanto durar o suporte americano. Um semana ou 100 anos.

Luis
Luis
10 meses atrás

Que vitória ?

Gabriel BR
Gabriel BR
10 meses atrás

Politicos…

Sergio
Sergio
10 meses atrás

Lendo alguns comentários, fica parecendo que só está morrendo soldados ucranianos…..vai entender a mentalidade de um fan boy.

Charles
Charles
10 meses atrás

“Stoltenberg” esse senhor é um fanfarrão!

Claudio Moreno
Claudio Moreno
10 meses atrás

Acho que ele quer dizer nas entre linhas, “até o último ucraniano” ou aventureiros. Calcularam mal o empreendimento…

Sgtº Moreno
(CM)

Jose
Jose
Reply to  Claudio Moreno
10 meses atrás

Chamar os ucranianos de aventureiros é de uma maldade sem escrúpulos. Estão lá defendendo sua terra natal contra o roubo russo. Aventureiro devem ser os bandidos russos que são recrutados para servirem de bucha de canhão pro anão ditador.

Marcos
Marcos
10 meses atrás

Estão construindo a narrativa do fim da guerra.
Acreditam que a Rússia vai aceitar …
Mas é provável que os mesmos motivos imperativos de segurança que levou a Russia a invadir persistam se o que houver for só a anexação dessa pequena faixa de terra e todo o restante da Ucrânia se unir à União Europeia e OTAN.
A unica posição que a Rússia admite a Ucrânia é como um Estado tampão alinhado com Moscou ou toda ela anexada.

Antunes 1980
Antunes 1980
10 meses atrás

Estados Unidos e Europa estão certos em não ceder para a Rússia.

O apoio tem que ser permanente.

Se fizerem isso, a demonstração de fraqueza afetará eles globalmente.

Somente o ingênuo acredita que Rússia levaria aos países, liberdade, respeito a soberania etc.

Nemo
Nemo
Reply to  Antunes 1980
10 meses atrás

Do lado ocidental os EUA já ganharam a guerra e a Europa perdeu. Inflação, recessão, migração de setores industriais impactados pelo custo da energia e os custos políticos da perda de autonomia pela necessidade de se conformar com a direção dos EUA. Rússia e Ucrânia vão continuar sendo mais ou menos o que eram no início do conflito (exportadores de commidities).

Arthur
Arthur
10 meses atrás

Se há incerteza, então não é certa a vitória, pois se a vitoria fosse certa, haveria certeza. Pois, pois… Sugiro apoiarmos o Jens: de todos os comentaristas e simpatizantes do blog reunirmos num centro budista e passarmos o final de semana num retiro espiritual, para então elevar nossos espíritos e implorar uma vitória ucraniana…