Quando os soldados ucranianos não estão operando tanques e artilharia e lutando nas linhas de frente, muitos estão aparentemente se voltando para os videogames, incluindo um em particular em que eles lutam contra tanques.

Isso é de acordo com o The New York Times , que relatou que jogar World of Tanks, um jogo de tiro em tanques multijogador, é uma forma cada vez mais popular para tripulações de tanques ucranianos, assim como outras tropas, fazerem uma pausa do caos de estar em guerra com Rússia.

“Estou jogando de vez em quando, quando tenho um pouco de tempo livre”, disse o tenente Nazar Vernyhora ao The Times. Vernyhora ganhou as manchetes no ano passado por causa de seu comando especializado de um tanque em uma batalha contra blindados russos.

Outro soldado de uma unidade de tanques da linha de frente disse que “ama” o World of Tanks. E um sargento disse que, para algumas tropas da linha de frente, o jogo é “uma espécie de vício”.

Não é a primeira vez que soldados ucranianos falam sobre jogar videogame durante a guerra. De fato, um soldado disse à Reuters recentemente que credita sua obsessão por videogame por sua capacidade de atingir alvos russos com eficácia usando drones.

Outro soldado disse ao The Guardian em uma entrevista que um exercício, que envolvia o uso de um headset VR e um joystick, era “como jogar um jogo de computador”.

E não é inédito que jogos, alguns dos quais mais voltados para a simulação, sejam usados ​​como ferramentas de treinamento para militares. No início da pandemia de COVID-19, quando os soldados não podiam entrar em um tanque ou simulador juntos, algumas tripulações de tanques do Exército dos EUA usaram o jogo multijogador online gratuito War Thunder para fins de treinamento.

No World of Tanks, “você está aprendendo a trabalhar em equipe e desenvolvendo táticas no jogo”, disse um soldado ucraniano ao The Times. Ele acrescentou que muitas vezes está “tentando usar as mesmas manobras da vida real”.

Mas para muitos operadores de tanques e outras tropas que lutam na linha de frente, jogar World of Tanks é menos sobre aprender habilidades do mundo real e mais sobre fazer uma pausa na operação de tanques e outras armas na vida real, operando-os virtualmente.

Essa notícia foi um choque para os soldados de uma unidade de drones ucraniana, no entanto, com um soldado perguntando ao The Times: “Por que jogaríamos World of Tanks quando está bem aqui?”

FONTE: Business Insider

Subscribe
Notify of
guest

34 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
JHF
JHF
9 meses atrás

EDITADO

Atirador 33
Atirador 33
9 meses atrás

Senão tivessem o seu país invadido por uma pseudo potência militar, estariam todos dedicando seus esforços de trabalho em prol do progresso e da melhora dos indicadores sociais e econômicos do seu país. Mais eu concordo com o comentário acima do colega, quando chegado a hora de pagar, veremos quem srão os maiores devedores.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Atirador 33
9 meses atrás

“quando chegado a hora de pagar, veremos quem srão os maiores devedores.”

Baseado em outras guerras e invasões que eu já vi, não espere nada da justiça terrena, por mais parcial ou imparcial que ela seja. Justiça de verdade mesmo, só a divina, e dessa ninguém vai escapar, seja para um lado, seja para o outro. É onde todos os líderes, políticos, presidentes e militares serão julgados por seus crimes de guerra.

Paulo Azevedo
Paulo Azevedo
Reply to  Maurício.
9 meses atrás

Acreditar em “justiça divina” é como crer na existência da terra plana, no Papai Noel, do coelhinho da páscoa ou do Saci.

Marcos
Marcos
Reply to  Paulo Azevedo
9 meses atrás

Até que ela chegue…
Aí é igual o Tysson dizia: “Todo mundo tem um plano até levar um soco na boca…”

JHF
JHF
Reply to  Maurício.
9 meses atrás

EDITADO

Felipe
Felipe
Reply to  Atirador 33
9 meses atrás

EDITADO

Carlos
Reply to  Felipe
9 meses atrás

Engraçado foi ouvir russos, habitantes de Kharkov, a queixarem-se de terem sido alvejado por forças russas, ou seja aquilo de que falas é fruto da propaganda daqueles que por cada 5 palavras conseguem dizer 6 mentiras, uma por cada palavra mais uma pelo conjunto das palavras, aqueles que por cada verdade que dizem, caí-lhe uma orelha, ,,, mas todos têm as duas orelhas que lhes couberam à nascença

Pedro
Pedro
9 meses atrás

Devem jogar muito é paciência. O jogo típico de quem está sozinho

Orivaldo
Orivaldo
9 meses atrás

Os Russos Gostam de xadrez 4d

João Moita Jr
João Moita Jr
9 meses atrás

Esse jogo se chama ” Last Will And Testament.”

deadeye
deadeye
Reply to  João Moita Jr
9 meses atrás

1 rublo depositado na conta

naval762
naval762
Reply to  deadeye
9 meses atrás

Tá caro ainda, só vale um copeque.

Francisco Vieira
Francisco Vieira
9 meses atrás

É falta de assunto?

MFB
MFB
Reply to  Francisco Vieira
9 meses atrás

É falta de gente brilhante como você para criar um portal e produzir muitos “assuntos”. Boa sorte e pode contar com minha presença para leitura diária. Sou bem exigente também.

Kommander
Kommander
Reply to  Francisco Vieira
9 meses atrás

É o que tá parece.

Magaren
Magaren
9 meses atrás

Também gosto do World of Tanks, lá eu pego o Armata, o tanque invencivel e boto todo mundo pra correr.


Sblogniev
Sblogniev
Reply to  Magaren
9 meses atrás

Armata no WOT… acho que nao… baixe o jogo e se divirta… cronologicamente os tanques mais recentes (e reais) sao os Leopard I, T-49 e M-103 Americanos, os Centurion ingleses, alguns modelos de SPGs alem dos poucos jogadados tanques da linha T-62… o resto sao tanques antigos ou projetos nunca executados

fjuliano
fjuliano
9 meses atrás

Maioria dos desenvolvedores desse jogo, muito bem feito diga-se de passagem bem como o war thunder, são de origem russa e bielorrussa, sendo o bilionário bielorrusso Victor Kislyi o ceo e fundador da wargaming.net. . Ironias à parte.

jeffcoradin
jeffcoradin
9 meses atrás

Sanidade mental na linha de frente, não se pode tirar tudo do que seria uma “vida normal” da tropa, que eles teriam sem esta invasão, para cada geração uma necessidade, para aqueles que acham que guerra é só sobre armas não sabem que a maior parte dos estudos que os comandantes desenvolvem academicamente é como motivar e comandar tropas disciplinadas no TO (teatro de operação),isso é um assunto muito relevante psicologicamente, tropas não são números pura e simplesmente o gerenciamento humanos da tropa é deveras dificultoso em tempo de paz imagina em operação de atrito em defesa da terra natal.

Marcelo
Marcelo
9 meses atrás

Acho que os ucranianos estão ficando craques em jogar War 2023. Olha a arte que eles acabara de aprontar dentro da Rússia. No dia 19/08/2023, drones ucranianos atacaram a base aérea Soltsy-2 na Rússia destruiram, pelo menos, um bombardeiro Tu-22M3 Backfire. As fotos são de um dos satélite do Planet Labs. As coisas continuam caminham conforme o planejado para os russos.
https://www.thedrive.com/the-war-zone/destroyed-tu-22m-seen-at-now-empty-russian-airbase

RodrigoW
RodrigoW
Reply to  Marcelo
9 meses atrás

A contra ofensiva caminha conforme o planejado também?

Marcelo
Marcelo
Reply to  RodrigoW
9 meses atrás

Os ucranianos estão avançando devagar … mas estão avançando. Já os russos estão recuando devagar … mas estão recuando. Tudo conforme o planejado.

Felipe
Felipe
Reply to  Marcelo
9 meses atrás

Quem tá sumido sempre aparece

Inimigo público
Inimigo público
9 meses atrás

Rapaz na hora da folga não sei, mas no campo batalha o jogo é cavar a própria cova 🤣🤣🤣

Rafael
Rafael
9 meses atrás

No passado eram os baralhos com figuras de pin-ups no verso das cartas.
E tinha duas utilidades, sendo uma delas um passatempo que envolve a habilidade manual e a imaginação de quem “jogava”…

Arthur
Arthur
9 meses atrás

Tanquista ucraniano joga a única opção disponível: roleta russa! É game changer!!!

Jose
Jose
Reply to  Arthur
9 meses atrás

Toda hora os apaixonados pelo ditador russo com esse papo de “Game Changer”. Muda o disco…tá feio. E lugar de chorar é na cama…rs

RodrigoW
RodrigoW
Reply to  Jose
9 meses atrás

Toda hora um ________que nem lembrava da existência da Ucrânia antes do conflito vindo chorar nos comentários… rs

COMENTÁRIO EDITADO. NÃO ROTULE OS OUTROS PARA NÃO SER ROTULADO. MANTENHA O RESPEITO. LEIA AS REGRAS DO BLOG:

https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Jose
Jose
Reply to  RodrigoW
9 meses atrás

Calma. Quer um lençõ ?Rs

Em tempo, encerro aqui porque não tem nada a ver com a matéria e nem sei porque perdi tempo com vocês.

Jose
Jose
Reply to  Jose
9 meses atrás

Aproveitando e peço desculpas ao moderador sobre essas postagens. Segue o fórum.

Sblogniev
Sblogniev
9 meses atrás

“World of Tanks… vicio?”… acho que nao… tenho quase 70.000 batalhas no jogo e nao me acho viciado.. tchau turma… vou jogar WOT.

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
9 meses atrás

War thunder faz esse papel de semi-simulador melhor, não tem barrinha de hp, simula de forma realista a tripulação, danos no veículo e se tomar um tiro que penetrou, já era.

Isoppo
Isoppo
9 meses atrás

A última coisa que eu ia querer jogar estando em uma guerra é um jogo de guerra.
Imagina a bad vibe que deve dar ser explodido em uma partida.