A Ucrânia afirmou que as tropas especiais desembarcaram brevemente durante a noite na península ocupada da Crimeia, enquanto o país comemorava 32 anos da sua independência.

Todos os objetivos da “operação especial” foram alcançados sem vítimas, disse o Ministério da Defesa. E acrescentou que durante um tiroteio em Olenivka e Mayak, no oeste da Crimeia, “o inimigo sofreu perdas”.

A Rússia anexou ilegalmente a Crimeia da Ucrânia em 2014, oito anos antes de Moscovo lançar uma invasão em grande escala. Até agora, o Kremlin não fez comentários públicos sobre a suposta operação ucraniana.

Numa publicação no Telegram, o principal departamento de inteligência do Ministério da Defesa da Ucrânia assumiu a responsabilidade pela operação de quinta-feira. Disse que a Marinha Ucraniana forneceu o apoio. Ele disse que “unidades especiais em embarcações desembarcaram na costa” antes de entrar em combate com as tropas russas estacionadas na área.

“Além disso, a bandeira do estado estava hasteada novamente na Crimeia ucraniana”, acrescentou o comunicado.

O departamento de inteligência publicou um pequeno vídeo que supostamente mostrava soldados ucranianos hasteando a bandeira nacional. Sons de tiros podem ser ouvidos na filmagem.

O canal de televisão ucraniano Suspilne informou que o conflito envolveu aeronaves e navios da marinha. Um canal russo do Telegram também informou sobre combates naquela área.

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, divulgou uma mensagem do Dia da Independência no X, anteriormente conhecido como Twitter, reunindo seus compatriotas para ajudar a manter a independência do país.

“Nesta luta, todos contam. Porque a luta é por algo que é importante para todos”, disse Zelensky.

O Dia da Independência ganhou cada vez mais importância entre os ucranianos desde que a invasão em grande escala da Rússia começou em Fevereiro de 2022, de acordo com uma sondagem do Instituto Internacional de Sociologia de Kiev. É hoje o terceiro feriado mais importante do país, atrás apenas da Páscoa e do Natal.

FONTE: BBC

NOTA DO EDITOR: o local indicado onde as forças especiais desembarcaram é a mesma região onde ocorreu a destruição recente de um sistema de mísseis antiaéreos S-400. Ainda não se sabe se os fatos estão conectados.

Fontes russas também confirmaram o desembarque de um grupo de militares ucranianos no norte da Crimeia. Veja tuite abaixo,

(tradução)

Sobre o desembarque de DRGs ucranianos em Tarkhankut e as consequências de relatórios falsos

À noite, dois a quatro barcos de alta velocidade desembarcaram na área de Olenevka , no Cabo Tarkhankut , realizaram disparos demonstrativos de um lançador de granadas na câmera e partiram de volta, de onde eles foram para Burlacha Balka .

Este é o segundo incidente na região do Cabo nos últimos dias. Só recentemente as Forças Armadas da Ucrânia realizaram um ataque combinado, que resultou na destruição do sistema de defesa aérea S-300, e agora já pousaram na costa.

🔻A actividade das Forças Armadas da Ucrânia perto da península da Crimeia está a tornar-se cada vez mais elevada. As alegações sobre a destruição de quatro barcos são, obviamente, boas, mas relatos falsos fazem-nos fechar os olhos às lacunas existentes na defesa. Não é sem razão que as Forças Armadas da Ucrânia têm sondado o solo perto da Crimeia

há várias semanas , à procura de lacunas para a operação de desembarque para a qual os britânicos as preparavam. E Tarkhankut é o lugar mais conveniente para esse tipo de ação.

🔻A linha costeira do cabo está quase ao mesmo nível do mar, o que o torna ideal para a aproximação de pequenas embarcações. E se agora foi apenas uma surtida vistosa, o que os impediu de subir a colina e atingir uma instalação militar ali?

O facto de formações ucranianas estarem a planear operações na Crimeia já é um facto. E neste caso, em vez de relatórios otimistas, é mais conveniente fazer todo o possível para interromper tal atividade. Principalmente em locais com grande concentração de civis.”

Subscribe
Notify of
guest

75 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Victor F
Victor F
9 meses atrás

Um pais sem marinha realizando operações anfíbias contra a “segunda maior potencia militar mundial”

A tempos venho dizendo que esse segundo lugar é na verdade, da China.

KKce
KKce
Reply to  Victor F
9 meses atrás

Só é considerada a segunda maior pelo arsenal nuclear, e sabe-se lá quanto do arsenal está nas devidas condições. Em forças convencionais a China já deve ter passado.

Realista
Realista
Reply to  KKce
9 meses atrás

Será que alguém paga pra ver quantos estão nas devidas condições ?

KKce
KKce
Reply to  Realista
9 meses atrás

Não. Da mesma forma que os russos não pagariam pra ver atacando diretamente potências nucleares ocidentais.

deadeye
deadeye
Reply to  Victor F
9 meses atrás

E olha, que até o terceiro lugar pode ser contestado pela índia por exemplo.

C G
C G
Reply to  deadeye
9 meses atrás

Perigoso tomar um susto da França tbm viu!

Felipe
Felipe
Reply to  Victor F
9 meses atrás

Resta saber se algum dos que desembarcaram sobreviveu pra contar a historia, logico que e a Ucrania vai dizer que foi um “sucesso”.

Nei
Nei
Reply to  Felipe
9 meses atrás

Deixa de ser mentiroso e causador de discórdia no site, a própria matéria deles diz que foram embora depois e responde sua pergunta. Deixa de ser fanfarrão.

“Fontes russas também confirmaram o desembarque de um grupo de militares ucranianos no norte da Crimeia. Veja tuite abaixo”

À noite, dois a quatro barcos de alta velocidade desembarcaram na área de Olenevka , no Cabo Tarkhankut , realizaram disparos demonstrativos de um lançador de granadas na câmera e partiram de volta, de onde eles foram para Burlacha Balka .

Tuacha
Tuacha
Reply to  Nei
9 meses atrás

Telegram e igual a fonte russa agora. Me mostra um site oficial russo, daqueles controlado pelo governo que eu acredito na fonte.

Nei
Nei
Reply to  Tuacha
9 meses atrás

Falou o trocador de nick!

Paulo
Paulo
Reply to  Felipe
9 meses atrás

Não vi russos dizendo 1ue abateram ucranianos, mas o contrário tem ..

Magaren
Magaren
Reply to  Felipe
9 meses atrás

Se depender competencia dos equipamentos russos e protidão, eles devem ter entrado e saído ilesos e ainda tirado selfies.

naval762
naval762
9 meses atrás

Incursão anfíbia dos comandos ucranianos e um S-400 destruído, curioso, pra dizer o mínimo.

Bosco
Bosco
Reply to  naval762
9 meses atrás

Pode ter sido até um tiro de fuzil .50.

Inimigo público
Inimigo público
9 meses atrás

Aí eu te pergunto para quê? Poderiam ser mais úteis na poderosa contra-ofensiva (risos). Ademais os ucranianos deveriam esquecer a Criméia visto que os próprios cidadãos de lá não são ucranianos e nem querem pertencer a Ucrânia.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Inimigo público
9 meses atrás

Como os Russos deveriam esquecer o Donbass e o sul já que os cidadãos não são Russos e nem querem pertencer à Ucrânia…

Mas a Rússia primeiro diz que são Russos e depois faz a “pergunta” se querem ser…

Hcosta
Hcosta
Reply to  Hcosta
9 meses atrás

…nem querem pertencer à Rússia…

Inimigo público
Inimigo público
Reply to  Hcosta
9 meses atrás

Não foi o que o plebiscito disse.

Jose
Jose
Reply to  Inimigo público
9 meses atrás

Plesbicito viciado onde só conta voto pró Russia. Tem gente que acredita ne…se acreditam em doende, coelhinho da páscoa…rs

Inimigo público
Inimigo público
Reply to  Jose
9 meses atrás

Quem disse que foi viciado? A Ucrânia?

Ricardo
Ricardo
Reply to  Inimigo público
9 meses atrás

Plebiscito tão real quanto as eleições do Putin, que nem os russos acreditam. Hehehheeh

Inimigo público
Inimigo público
Reply to  Ricardo
9 meses atrás

Está me parecendo os detratores das urnas eletrônicas do Brasil, acusam mas não provam nada, e dizem que estavam doidão de cloroquina.

Ednilson Mira dos Santos
Ednilson Mira dos Santos
Reply to  Inimigo público
9 meses atrás

Esses doutrinados são um pé no saco.

Jose
Jose
Reply to  Inimigo público
9 meses atrás

Não…Papai Noel. Só esse tipo de resposta pra “pró Rússia”.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Inimigo público
9 meses atrás

Basta ser em estado de guerra, sem observadores independentes, anunciado dois dias antes, feito casa a casa com soldados armados, etc…

Será muito diferente dos que foram feitos no Iraque com 99,9% da população a apoiar o Saddam?

Mas certamente que que é esta a sua definição de “democracia” ou “autodeterminação”…
Talvez seja esse o problema. Ou assume que a Rússia é uma ditadura ou os seus argumentos se tornam cada vez mais ridículos…

Infantaria_leve_BiABR
Infantaria_leve_BiABR
Reply to  Hcosta
9 meses atrás

Democracia em estado puro.

Putin deu uma bela demonstração de democracia pro Prighozin

Nei
Nei
Reply to  Inimigo público
9 meses atrás

Que plebiscito? Aquele feito com AK47 na mão?

Z Renato Vilhena Z
Z Renato Vilhena Z
Reply to  Inimigo público
9 meses atrás

Morreram para fazer vídeo para o Tik-Tok. Na prática é um resumo do que a Ucrânia vem fazendo desde o início da guerra.

Algol
Algol
Reply to  Z Renato Vilhena Z
9 meses atrás

A guerra (aliás, operação especial) que duraria no máximo 2 semanas?

Inimigo público
Inimigo público
Reply to  Inimigo público
9 meses atrás

A Ucrânia tenta desde 2014 e só levou sabugada.

Ernesto
Ernesto
Reply to  Inimigo público
9 meses atrás

Os Ucranianos já tiveram esquecido este território, mas como o Yanque, precisa a Crimeia, para instalar uma base da Marinha de Guerra Americana, uma area estratégica de Persuasão da NATO…

Paulo Valente
Paulo Valente
Reply to  Ernesto
9 meses atrás

Há vários países da NATO nas margens do Mar Negro, pelo que o seu argumento carece de fundamento.

Tuacha
Tuacha
9 meses atrás

Imagem muito nítida, dá pra ver com clareza que eles estão na Crimeia. Mais uma bela propaganda Ucraniana.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Tuacha
9 meses atrás

Repetindo o que está escrito: “confirmado por fontes Russas…”

Frederico Boumann
Frederico Boumann
Reply to  Tuacha
9 meses atrás

Pátria educadora… Está escrito que os russos confirmaram a operação… Dificuldade enorme de compreensão textual

Nei
Nei
Reply to  Tuacha
9 meses atrás

Aprenda a ler, depois retorne, por favor.

Alecs
Alecs
Reply to  Tuacha
9 meses atrás

Você tem alguma dificuldade de interpretação de texto?

Filipe
Filipe
9 meses atrás

EDITADO

Victor F
Victor F
Reply to  Filipe
9 meses atrás

EDITADO:
2 – Mantenha o respeito: não provoque e não ataque outros comentaristas.

Orivaldo
Orivaldo
Reply to  Filipe
9 meses atrás

E alguém falou isso ? Vc cria uma suposição e tenta vc mesmo refutar, cada um

Nei
Nei
Reply to  Orivaldo
9 meses atrás

Isso, ele sempre causando discórdia e inventando “rótulos”.

Bruno Maravilha
Bruno Maravilha
9 meses atrás

E faz sentido?
A Ucrânia fez uma operação relâmpago em território que supostamente é ucraniano?
Há que ter pensamento lógico: a Ucrânia realizou uma operação relâmpago num território que já foi seu e agora pertence ao sr Putin e amigos.
Parabéns ao Zelensky, mas a Crimeia continua russa.

Bosco
Bosco
Reply to  Bruno Maravilha
9 meses atrás

Uma ação tática que não se traduz num ganho estratégico, ainda que mínimo, é inútil.
Os militares ucranianos sabem o que foram fazer lá, só não contaram pra vc.

Neural
Neural
Reply to  Bosco
9 meses atrás

Ação marketeira e inútil. Parece que um outro grupo tentou atacarem outro ponto e foram dizimados. Prometeram vídeos nas próximas horas.

Infantaria_leve_BiABR
Infantaria_leve_BiABR
Reply to  Neural
9 meses atrás

Prometeram, vão divulgar, estão produzindo…mimimimimi…esse gerúndio das falas dos russos nunca muda. Até hoje estão produzindo as fotos das baterias HIMARS destruídas

Devagar, com cuidado, os ucras vão minando e expulsando os invasores.

George
George
Reply to  Neural
9 meses atrás

Não é essa a opinião dos operadores russos de radar que não estão mais entre nós.

Jose
Jose
Reply to  Neural
9 meses atrás

Parece…disseram….ouvi falar…e nada de nos mostrar o fatgo real, mesmo que em notícia. Só podemos rir…

Junior
Junior
Reply to  Neural
9 meses atrás

Vídeos? Cadê? Prometeram? Sempre a tentativa de equiparação/contestação vinda das poderosas forças russetes.

Infantaria_leve_BiABR
Infantaria_leve_BiABR
Reply to  Neural
9 meses atrás

Aguardando os “famosos” videos. kkkkk já se passaram 4 dias e nada…………..

Cadê?

Junior
Junior
Reply to  Bruno Maravilha
9 meses atrás

Supostamente ucraniano?

LucianoSR71
LucianoSR71
9 meses atrás

É lógico que essa missão não foi p/ obter ganhos militares, o objetivo foi claramente p/ elevar a moral, na data de sua Independência. Vale lembrar que o famoso Doolittle Raid, o ataque a Tóquio em 18/04/42, foi exatamente p/ elevar a moral do povo americano (as poucas bombas praticamente não destruíram nada, seu maior efeito no inimigo também foi moral, alterando planos e aumentando as defesas em solo japonês drenando recursos que iriam p/ o front) num momento muito difícil da guerra, ou seja essa é uma medida tomada não só por países menores em guerra contra potências militares.

LucianoSR71
LucianoSR71
Reply to  LucianoSR71
9 meses atrás

Parece que várias pessoas não conseguiram interpretar o que escrevi, então vamos lá. Eu não menosprezei essa incursão da Ucrânia, pelo contrário o objetivo de elevar a moral do seu povo não deve ser desprezado, tanto que citei o exemplo do ataque a Tóquio, é óbvio que os americanos não achavam que despachar 16 B-25 iria causar algum grande dano ao Japão, mas iria sim ter um grande efeito p/ elevar a moral do cidadão americano, portanto valia a pena apesar dos altos riscos envolvidos. Uma guerra não se ganha nem se perde apenas nos campos de batalha.

Hcosta
Hcosta
Reply to  LucianoSR71
9 meses atrás

Mas como bem diz o seu efeito principal é um golpe de propaganda mas também obriga ao desvio de recursos o que implica menos homens na linha da frente.
Já tiveram dificuldades com as incursões na Rússia e agora vão ter dificuldades em proteger várias centenas de km’s na Crimeia.

E o efeito moral inverso nas populações das áreas atacadas que querem cabeças a rolar devido a estes desleixos.

Paulo Valente
Paulo Valente
Reply to  Hcosta
9 meses atrás

Foram utilizadas tropas especiais. Estes militares não estão usualmente nas trincheiras das frentes de batalha.

André
9 meses atrás

Nesse caso o mais importante não é a eventual destruição de algum alvo ou a eliminação de tropas inimigas. O mais importante é o impacto psicológico, pois demonstra que existe o perigo de se tornar alvo.

Fish
Fish
9 meses atrás

Resumindo, foram com botes na calada da noite, no breu total. Chegaram à praia, ligaram as luzes do celular, tiraram meia dúzia de fotos com a bandeira na praia e voltaram correndo pros botes na mesma pisada, pq sabem que se forem fazer graça não voltam. Efeito prático? 0

George
George
Reply to  Fish
9 meses atrás

Não é essa a opinião dos operadores de radar que faleceram.

Marcos
Marcos
9 meses atrás

Há alguma forma de impedir uma infiltração de uma força especial dessas?

Ciclope
Ciclope
9 meses atrás

Como se a Russia também não tivesse forças especiais na Ucrânia, e a Ucrânia já noticiou operações até mais profundas na Rússia!
Na época da guerra fria e ainda hoje as superpotências operam um no território do outro.

Paulo Valente
Paulo Valente
Reply to  Ciclope
9 meses atrás

Na época da guerra fria as superpotências não conduziam operações militares nos territórios uma da outra.

Marcelo
Marcelo
9 meses atrás

Os ucranianos romperam as pesadas defesas russas e já entraram em Robotyne. As forças ucranianas estão abrindo caminho para avançae em direção a Tokmak, que fica a 24 km de Robotyne. Depois será Melitopol. A Criméia está ficando cada vez mais perto da Ucrânia.
https://www.thedrive.com/the-war-zone/ukraine-situation-report-kyivs-forces-enter-robotyne

Vitor
Vitor
Reply to  Marcelo
9 meses atrás

Vão quebrar a cara …Logo a mídia ocidental vai encontrar algum culpado é ficar em silêncio…Esse o jogo.

Ricardo
Ricardo
Reply to  Marcelo
9 meses atrás

Eles já controlam Robotybe, a cidade está oficialmente liberada.

Jose
Jose
Reply to  Ricardo
9 meses atrás

Vai falar isso para os “russos” tupiniquins do fórum. Já já eles voltam com o papo de primeira linha de defesa invencível, Ucrânia nazista e afins….

Ricardo
Ricardo
Reply to  Jose
9 meses atrás

Aprenderam na escola Douglas McGregor de análise militar, segundo o qual a guerra acabaria em julho de 2022.

Cassini
Cassini
9 meses atrás

Literalmente foram para um “bate-volta”. Chegaram e logo foram embora. Mais um caso de simbolismo midiático para melhorar a imagem do Zelensky.

George
George
Reply to  Cassini
9 meses atrás

Não é exatamente o que o pessoal que guarnecia o radar do S-400 acha.

pampapoker
pampapoker
Reply to  Cassini
9 meses atrás

Torço para todos os dias fazerem operações midiática, um s400 , um bombardeiro destruído por drone.

Ricardo
Ricardo
9 meses atrás

Não estou entendendo. O Douglas McGregor, o Pepe Escobar e o pessoal da Nova Resistência disseram que a Ucrânia acabou e mal consegue fazer um ataque.

Será que me enganaram?

lucena
lucena
9 meses atrás

Sim…. depois de ato pirotécnico…. o quê ganhou com isso ?…qual ganhos táticos na guerra ?…muito barulhos e tiros para todo lado….só.

Heinz
Heinz
9 meses atrás

Uma clara operação de comandos. Se fossem militares do Brasil, seria o GRUMEC ou os Comanfs a realizarem tal ação. Operações psicológicas, ataque onde o inimigo menos esperar, faça um tumulto depois se retire.

Ten Murphy
Ten Murphy
9 meses atrás

É possível a Ucrânia de fazer um desembarque anfíbio massivo na Crimeia, derrubar a ponte e assim atacar o inimigo pela retaguarda, isolar a península e bagunçar o tabuleiro?

Rafa
Rafa
9 meses atrás

O portal está com mais propaganda que site pornô. MDS

Ciro
Ciro
9 meses atrás

Eita povinho de quinta série.Sabem de tudo,até a cor da cueca do Putin.Armas então ne se fala,sabem de tudo.Gostam de agitar o parquinho.Cresçam e depois postem algo com clareza.

OÃrim
9 meses atrás

“Operação Tico Teco”

Hoje nos cinemas.