Rússia e Ucrânia trocam ataques estratégicos de mísseis e drones, enquanto situação tática se estabiliza nas frentes

29

Desde ontem, a Rússia e a Ucrânia estão realizando ataques mútuos de mísseis e drones, visando alvos estratégicos, e que são considerados entre os maiores desde o início do conflito.

Ao mesmo tempo, a situação nas frentes de combate está cada vez mais estabilizada. Veja abaixo um resumo do que está acontecendo, a partir de várias fontes compiladas e de mapa atualizado:

A BBC noticiou um aviso, do governo russo, de que a Ucrânia “não vai ficar impune”, após ataques de drones terem atingido alvos na Rússia. Do outro lado, a capital ucraniana Kiev presenciou os maiores bombardeios em meses.

Os drones ucranianos atingiram diversas regiões russas e pelo menos dois aviões militares, um depósito de combustível e uma fábrica de microeletrônicos, enquanto a Rússia lançou ataques a Kiev que somaram 44 artefatos,  sendo 28 mísseis e 16 drones.

Ainda que o comandante em chefe das Forças Armadas da Ucrânia, general Valery Zaluzhnyi, tenha afirmado que todos os drones foram interceptados, exceto um, vídeos noturnos mostram bolas de fogo no céu e explosões (presumivelmente das interceptações realizadas).

Duas pessoas foram relatadas mortas na capital ucraniana: guardas de segurança do distrito de Shevchenkivskiy, em Kiev. Destroços de mísseis de cruzeiro foram espalhados num parque no noroeste do centro da cidade e diversos prédios e casa foram danificados pelos fragmentos.

Pelo lado russo, segundo a Aljazeera, o ministro da Defesa da Rússia afirmou que três drones ucranianos foram derrubados nas regiões de Tula e Belgorod.

Ainda sobre o lado russo, a agência TASS noticiou que o país realizou um ataque de longa distância com armamentos de precisão, “destruindo centros de comando e inteligência no último dia, na Operação Especial na Ucrânia”. O ataque se deu na noite de 30 de agosto, com ataques lançados de terra e do mar.

Nada de novo no fronte?

A TASS também noticiou, na mesma atualização de informações, que foram repelidos três ataques ucranianos na região de Kupyansk, eliminando aproximadamente 100 soldados inimigos.

Segundo o Ministério da Defesa, “na direção  de Kupyansk, unidades do Grupo de Batalha Oeste e de artilharia repeliram três ataques das brigadas mecanizadas 43 e 115 da Ucrânia, além da brigada 68 de caçadores, em áreas próximas aos assentamentos de Sinkova, na região de Kharkov, Sergeyevka and Novoyegorovka, na República Popular de Lugansk”.

Vale lembrar que, até poucos dias, as fontes russas noticiavam muito mais avanços de tropas da Rússia na direção de Kupyansk, em relação a ataques ucranianos, o que indica possível estabilização da frente, dado corroborado pela atualização periódica dos mapas feitas pelo Ministério da Defesa da França (veja texto mais abaixo).

Também foi informado pelo MD Russo que cinco ataques ucranianos foram repelidos na região de Donetsk, matando ou ferindo cerca de 380 tropas da Ucrânia, além da destruição de 4 veículos blindados, 7 motorizados, 2 obuseiros e um canhão antitanque.

O mapa geral, segundo atualização de 30 de agosto do MD da França

Desde o início do conflito o Ministério da Defesa da França tem divulgado atualizações periódicas (duas a três vezes por semana, pelo menos) sobre a situação geral nas frentes de combate na Ucrânia, em mapas detalhados que são bem conceituados tanto por analistas militares quanto geógrafos que se debruçam sobre as mudanças de rumo no conflito. Clique aqui para acessar tanto o último mapa quanto as dezenas de mapas anteriores, em pdf.

Seguem as informações mais recentes, traduzidas do original em francês.

Situação geral:
• As Forças Armadas da Ucrânia (FAU) estão consolidando suas posições na frente Sudeste. No Nordeste, a situação permanece estável nas regiões de Kupyansk e Donetsk. Os ataques à distância se intensificam para ambos os lados, buscando atingir alvos estratégicos. As tensões continuam no Mar Negro.

1 – Frente Nordeste:

• A situação é estável em Kupyansk, onde as Forças Armadas da Federação Russa (FAFR) pressionam as defesas ucranianas, que resistem.

2 – Frente Centro-Leste:
• Os combates continuam a norte e a sul da cidade (de Bakhmut, segundo o mapa), sem ganhos significativos.

3 – Frente Sudeste:
• A FAU está consolidando a sua posição a leste e a oeste da aldeia de Robotine para progredir para o sul, reduzindo ao mesmo tempo o risco de serem atacados pela retaguarda. Os ucranianos enfrentam uma linha de defesa reforçada pelas FAFR, enquanto as brigadas envolvidas já perderam muito do seu potencial.

4 – Península da Crimeia:
• As tensões foram retomadas na Crimeia com ataques de drones das FAU contra a península. Quatro embarcações das FAU, com soldados a bordo, teriam sido afundadas no Mar Negro por uma aeronave das FAFR.

Subscribe
Notify of
guest

29 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Pragmatismo
Pragmatismo
10 meses atrás

Paradoxo perdido na areia?
3 – Frente Sudeste:
• A FAU está consolidando a sua posição a leste e a oeste da aldeia de Robotine para progredir para o sul, reduzindo ao mesmo tempo o risco de serem atacados pela retaguarda. Os ucranianos enfrentam uma linha de defesa reforçada pelas FAFR, enquanto as brigadas envolvidas já perderam muito do seu potencial.

Munhoz
Munhoz
10 meses atrás

Resumo: a contar ofensiva fracassou, e os ucranianos estão desesperadamente tentando mostrar algum resultado para que seus aliados não fechem a torneira !
No entanto com as eleições se aproximando nos EUA, e a crise economica e social na Europa, é provavel que a torneira vai secar
Vamos assistir nos proximos mese uma mudança na retorica ocidental
A ucrania tem muita corrupção
Lutaram bravamente, porem é melhor a paz
Temos que fazer um acordo de paz
Etc etc etc
Ps. não torço para nenhum lado porém sou realista

Afonso Bebiano
Afonso Bebiano
Reply to  Munhoz
10 meses atrás

“Ps. não torço para nenhum lado porém sou realista”

Essa frase poderia ter saído da boca dos árbitros que apitam os jogos do Varmengo, o eterno favorito da emissora e da CBF.

AVISO DOS EDITORES: O FUTEBOL BRASILEIRO NÃO É TEMA DA MATÉRIA. LEIA AS REGRAS DO BLOG:
https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Rui Mendes
Rui Mendes
Reply to  Munhoz
10 meses atrás

_____________, assume o que és ou queres.
A mim não me enganas, a “crise económica e social na Europa” já diz quem és.
A Ucrânia tem muita corrupção???
A Rússia não precisa de corrupção, os amigos do ditador e ele próprio roubam o que querem e á vista de toda a gente e desgraçado de quem ousar questionar alguma coisa.

COMENTÁRIO EDITADO. MANTENHA O RESPEITO, SEM ATAQUES PESSOAIS. LEIA AS REGRAS DO BLOG:

https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

RPiletti
RPiletti
Reply to  Munhoz
10 meses atrás

A Rússia irá manter a operação com verba de onde? Se o ocidente com uma economia 20x maior não aguentar o que dizer de quem depende das commodities?

Ciclope
Ciclope
Reply to  RPiletti
10 meses atrás

As comodites russas estão sendo vendidas ainda, mesmo que não para o Ocidente e temos que lembrar de duas coisas:
A economia russa pouco difere da antiga União soviética.
E o povo Rússo, está acostumado a viver sem as benesses ocidentais.
E mais fácil um Rússo, viver sem Mcdonalds e usando um celular Chinês, que um Brasileiro, por exemplo.
A classe média russa, quase não saia do país, a nossa não suporta ficar sem ir na Disney nas férias.

KKce
KKce
Reply to  RPiletti
10 meses atrás

Na cabeça desses caras a Rússia tem recursos infinitos. As sanções não fazem efeitos e os recursos são ilimitados kkkkkkk

LUIZ
LUIZ
Reply to  KKce
10 meses atrás

Pelos vídeos que assisto diariamente da Rússia a economia do país nem parece que está sancionada: o Nômade Sincero está em Moscou. https://youtu.be/Glt79O1nreo?si=vVDxrGnRQRDuCti-

KKce
KKce
Reply to  LUIZ
10 meses atrás

Pela sua lógica a Ucrânia não está em guerra já que tem um monte de vídeo de Ucranianos em bares e baladas.

Helio
Helio
Reply to  KKce
10 meses atrás

O bigodinho pensava iguala você, deu no que deu kkkkkkkk

Jack
Jack
Reply to  RPiletti
10 meses atrás

O Pib da Rússia cresceu nesse período de guerra.

https://www.youtube.com/watch?v=TRPAiCg1hpg

Ricardo
Ricardo
Reply to  Jack
10 meses atrás

Negativo. Caiu 2.5 por cento ano passado.

Bosco
Bosco
Reply to  Munhoz
10 meses atrás

Kakakakakak…
Você é muito bom , Munhoz.
Já tentou no “A Praça é Nossa” ou tá dando pra viver só de “stand up”??

Jack
Jack
Reply to  Munhoz
10 meses atrás
Francisco Vieira
Francisco Vieira
10 meses atrás

Com tanta mentiras nos “tablóides” e com cada um puxando a brasa para a própria sardinha, fica difícil até mesmo para fazer uma coletânea para se elaborar um resumo da situação.
Ou seja: Só quem está lá sabe o que está acontecendo.

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Francisco Vieira
10 meses atrás

Por essas e outras evitamos sempre que possível os tablóides.

E por isso esta matéria sobre a situação geral usa como fontes BBC, Aljazeera, TASS e Ministério da Defesa da França, cruzando as informações dessas quatro fontes e de mais algumas, assim como todo o contexto desse ano e meio de guerra.

Lucena
10 meses atrás

Uma coisa é quase certa … depois dessa guerra…o mapa ucraniano não será o mesmo.
.
Alguns vislumbram algo parecido,( não igual ),o do pós primeira guerra mundial

JHF
JHF
Reply to  Lucena
10 meses atrás

Eu acredito em um acordo tampão até a Ukrania restaurar alguma coisa da sua força aérea e treinar decentemente os operadores de AA e blindados em geral. No processo pode entrar para a união Europeia. Em 4 a 5 anos eles voltarão a carga com a retórica de reconquistar a Criméia. O grande problema é que o ocidente fez vista muito grossa com o capital humano que temos no governo Zelenski. Ainda podemos ver um abandono total da Ukrania sem ela ter conseguido entregar o prometido ao ocidente, depois de tanto dollar gasto em material bélico da OTAN. Cenas do… Read more »

Lucena
Reply to  JHF
10 meses atrás

Sr.JHF
.
Um dos motivos dessa guerra…é o fato da Ucrânia entrar na OTAN.
.
Mesmo que sobre alguma coisa do território ucraniano e esta entre na OTAN…. a própria aliança será muito cautelosa com os ímpetos ucranianos em aventuras contra a Rússia… será um freio para os ucranianos.
.
O fato da Ucrânia ser usada como arma da OTAN contra os russo… é justamente o fato dela não fazer parte da OTAN.

Bosco
Bosco
Reply to  Lucena
10 meses atrás

Quais os motivos da Rússia ter invadido e “anexado” a Criméia? Também foi por conta das pretensões ucranianas e dos neonazistas ucranianos na Criméia estarem provocando um genocídio russo?

Fábio Jeffer
Fábio Jeffer
10 meses atrás

A Ucrânia realizando ataque estratégico? Aí força.

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Fábio Jeffer
10 meses atrás

Ataque a um aeroporto com aviões de transporte militar, como o mencionado na matéria, é um ataque estratégico, não importa o meio utilizado.

Obviamente isso não muda o fato de que a Rússia realiza muito mais ataques a alvos estratégicos que a Ucrânia, mas que é um ataque estratégico, é.

Quirino
Quirino
10 meses atrás

“O comandante em chefe das Forças Armadas da Ucrânia, general Valery Zaluzhnyi, tenha afirmado que todos os drones foram interceptados”
Quem viu os vídeo da explosões em kiev sabe que isso é mentira.
Esse Zaluzhnyi, não vai entrar no céu mentindo desse jeito kkkkkkkkkkk..

Orivaldo
Orivaldo
Reply to  Quirino
10 meses atrás

Fique calmo e firme Patriota. Mais 72 hrs, só mais 72

Nuno Taboca
Nuno Taboca
Reply to  Quirino
10 meses atrás

Só o Putin que vai entrar no céu né

sagaz
sagaz
Reply to  Quirino
10 meses atrás

Quantas escolas os russos atacaram? Por que aviões de guerra ao menos 2 os Ucranianos destruíram. E assim segue o Davi contra esse tal Golias superestimado.

Antonio Cançado
10 meses atrás

Um ano e meio, um país destruído, centenas de milhares de mortos, milhões de refugiados, a impossibilidade de vitória mais que na cara, o repúdio do mundo civilizado e democrático, na boa, falta o quê pra Rússia se tocar?

Francisco Vieira
Francisco Vieira
10 meses atrás

A Rússia sendo Rússia:
“Morre envenenado cientista responsável por sonda da Rússia que se espatifou na Lua. Ainda não se sabe como Vitaly Melnikov foi intoxicado; ele lutou contra o problema durante duas semanas.”

António Sousa
António Sousa
10 meses atrás

A Rússia já perdeu largo… 1- As fronteiras NATO com a Rússia aumentaram 1340 km com a entrada da Finlândia na organização. Antes da invasão da Ucrânia, a Finlândia era neutral e assim iria permanecer. rússia 0 x NATO 1; 2- A Suécia vai acabar por entrar na NATO. rússia 0 x NATO 2; 3- A EUROPA acelerou as energias alternativas, o gás vem de outros países e já pode dispensar o fornecimento dos russos (eles que se gaseiem 🙂 ou vendam para a Índia e China a preço de ‘banana’. rússia 0 x EUROPA 1 Continuo ou para já… Read more »