O Huawei Mate 60, novo lançamento da empresa, começou a ser vendido na terça-feira, 29, por 6.999 iuans (US$ 964)

O lançamento surpresa do mais recente smartphone de última geração da gigante chinesa de tecnologia Huawei desencadeou um jogo internacional de adivinhação sobre o que há dentro dele.

A empresa, que tem sido fortemente visada pelas sanções do governo norte-americano, começou a vender o Mate 60 Pro por 6.999 iuans (964 dólares) na terça-feira, surpreendendo o mercado pela decisão de não fazer qualquer publicidade prévia do aparelho e provocando especulações generalizadas sobre se tem conectividade 5G.

A partir de 2019, os Estados Unidos cortaram o acesso da empresa às ferramentas de fabricação de chips essenciais para a produção dos celulares mais avançados e a companhia somente passou a ser capaz de vender lotes limitados de modelos 5G usando chips que já tinha armazenado.

Se a Huawei e a China forem capazes de produzir seus próprios chips 5G, isso representa um avanço significativo em suas capacidades e um golpe nos esforços dos EUA para limitar o progresso do país asiático.

Mate Pro 60 é um celular 5G?

A Huawei manteve o silêncio, dizendo apenas que o smartphone é o “modelo Mate mais poderoso de todos os tempos”.

Os compradores do dispositivo têm publicado vídeos de desmontagem e compartilhado testes de velocidade nas mídias sociais que sugerem que o Mate 60 Pro é capaz de velocidades de download superiores às dos telefones 5G de primeira linha, sugerindo que o telefone está em um campo de jogo semelhante.

O aparelho contém um novo processador Kirin 9000s da divisão de chips HiSilicon da Huawei, que parece usar tecnologia avançada da SMIC, de acordo com Dan Hutcheson, analista da TechInsights.

Se o celular usa processos de 7+ ou 5 nanômetros, a produção provavelmente será um processo muito caro, disse Hutcheson.

O Huawei Mate 60 Pro usa seu processador Kirin 9000s

Qual foi a reação?

O lançamento levou os usuários das mídias sociais chinesas e a mídia estatal a um frenesi, enquanto as empresas de desmontagem em todo o mundo correram para colocar as mãos no telefone e ver o que há dentro dele.Um lote inicial se esgotou rapidamente na loja virtual da Huawei. A loja principal da marca na cidade de Shenzhen e seu site dizem que novos estoques só chegarão, no mínimo, em meados de setembro.

O tabloide Global Times, apoiado pelo governo chinês, citou em um de vários editoriais que o aparelho foi lançado durante a visita da Secretária de Comércio norte-americana, Gina Raimondo, e chamando-o de prova de que os EUA fracassaram com a “repressão extrema à China”.

Vários funcionários da Huawei disseram que o lançamento do aparelho os pegou de surpresa, uma vez que a previsão era inicialmente 12 de setembro.

Nicole Peng, vice-presidente sênior de Mobilidade da Canalys, disse que será crucial para a Huawei fornecer esclarecimentos sobre sua tecnologia, dado o alto nível de interesse do mercado.

FONTE: Reuters

Subscribe
Notify of
guest

46 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
20 dias atrás

O mecanismo de funcionamento do cérebro humano é igual para todos.
Se fulano tem capacidade de aprender algo, ciclano também tem.
Esse papo de “nunca serão capazes” alcançar tal tecnologia é para “boi dormir”.

Alecs
Alecs
Reply to  Vinicius Momesso
20 dias atrás

Concordo! A diferença é que fabricar um chip de celular e o celular de última geração é uma coisa. Já a tecnologia bélica é mais complicado por, muitas vezes, serem várias tecnologias em um único produto. Mas o prezado está certíssimo ao afirmar que em um momento eles podem igualar ou até mesmo superar os concorrentes. Agora é esperar para ver como o Kirin 9000s se sai em termos de desempenho ao ser comparado com os concorrentes. Só mais um pequeno detalhe da matéria: “O tabloide Global Times, apoiado pelo governo chinês” Acho que a Reuters se equivocou aqui, na… Read more »

WSilva
WSilva
Reply to  Alecs
19 dias atrás

”Agora é esperar para ver como o Kirin 9000s se sai em termos de desempenho ao ser comparado com os concorrentes.” Provavelmente o desempenho será inferior, mas inferior aqui já é alto pois nenhum outro país pode entregar esse desempenho ”inferior” fora do domínio americano. Chegar nesse nível aí não é brincadeira não especialmente quando a maior potência do mundo(EUA) tenta barrar seu progresso de qualquer jeito. ”na verdade o Global Times é controlado pelo governo chinês, assim como todas as mídias e até as redes sociais na China.” Global Times é a versão inglesa do Huanqiu e qualquer um… Read more »

Yuri
Yuri
Reply to  WSilva
18 dias atrás

“Aliás, todo mundo deveria ter esse site em sua barra sites favoritos, leiam mais esse site e menos CNN e BBC da vida quando o assunto é China.” Não obrigado, prefiro saber o que acontece na China sem o filtro do governo chinês.

WSilva
WSilva
Reply to  Yuri
18 dias atrás

Sem o filtro do governo chinês mas com filtro do governo americano e britanico. rs

yuri
yuri
Reply to  WSilva
18 dias atrás

sim. governos esses que são mais transparentes e mais legítimos do que o governo chinês.( não que seja difícil )

WSilva
WSilva
Reply to  yuri
18 dias atrás

Governos mais transparentes e mais legítimos na sua opinião pois na pratica são todos iguais.

Qualquer pessoa preocupada em fornecer uma analise neutra sobre eventos deve ter acesso a fonte primária dos envolvidos porque se você não tem acesso ou se recusa a ter acesso então honestidade não é uma de suas virtudes.

Yuri
Yuri
Reply to  WSilva
18 dias atrás

Ter acesso é uma coisa, se aquilo é verdade, é outra.

WSilva
WSilva
Reply to  Yuri
17 dias atrás

”Ter acesso é uma coisa, se aquilo é verdade, é outra.”

Correto, e isso vale para ambos os lados.

Camillo
Camillo
Reply to  Vinicius Momesso
19 dias atrás

A Ásia foi a maior parte da história o centro do mundo, e voltou a ser. Os próprios europeus já aceitam isso. Os EUA reagem, não apenas pela sua arrogância, mas tb pela necessidade de sobrevivência, mas em vão, pois não tem capacidade de conter a China. A NVidia, mais avançado fabricante de Chips dos EUA, foi fundada por um chinês, que é o atual proprietário. Isso que vc falou, sobre se os chineses teriam capacidade pra isso, ninguém na Ásia, na Europa ou nos EUA pensa assim, só existe este tipo de “piada” aqui no Brasil. Pois o Ocidente… Read more »

Yuri
Yuri
Reply to  Camillo
18 dias atrás

O fundador da Nvidia é de Taiwan, não da República popular da china.

WSilva
WSilva
Reply to  Yuri
18 dias atrás

Jensen Huang é chinês(etnia).

Yuri
Yuri
Reply to  WSilva
18 dias atrás

Não existe etnia chinesa. A china continental tem múltiplas etnias, assim como a ilha de Taiwan.

WSilva
WSilva
Reply to  Yuri
18 dias atrás

”Não existe etnia chinesa.”

Existe, se chama Han e são mais de 1 bilhão deles.

”A china continental tem múltiplas etnias”

A maioria dos países tem múltiplas etnias e a China tem 56 onde a maioria massacrante é Han(chinês) e o resto são minorias como mongois, tibetanos, coreanos etc.

Jensen Huang é chinês, ou se preferir chinês Han ou simplesmente Han.

”assim como a ilha de Taiwan.”

Quem mora em Taiwan é chinês ou Han como preferir com exceção é claro dos aborígenes que representam apenas 2% da população.

Aliás, a maioria dos habitantes de Singapura também são chineses(Han).

yuri
yuri
Reply to  WSilva
17 dias atrás

o nome da etnia é han, não chinês, ou seja, não existe etnia chinesa. só porque são maioria, isso quer dizer que eles são a etnia chinesa, por acaso? se for assim, os tibetanos não são chineses, são tibetanos. os uigures não são chineses, são uigures, os manchus não são chineses, são manchus, etc.
ah, e grande parte da população taiwanesa hoje já é miscigenada, tanto com os aborígenes quanto com os japoneses, herança do período colonial de taiwan.

WSilva
WSilva
Reply to  yuri
17 dias atrás

”o nome da etnia é han, não chinês, ou seja, não existe etnia chinesa.” ”se for assim, os tibetanos não são chineses, são tibetanos. os uigures não são chineses, são uigures, os manchus não são chineses, são manchus, etc.” Os Hans são justamente os chineses étnicos, ou simplesmente Han. Um mongol, coreano ou tibetano que nasce ou mora legalmente em território chinês acaba sendo chinês no sentido de nacionalidade, eticamente não são chineses(Han). ”ah, e grande parte da população taiwanesa hoje já é miscigenada” Não não é, a maioria são chineses(Han) que saíram da pronvincia de Sichuan na China pós… Read more »

yuri
yuri
Reply to  WSilva
17 dias atrás

“Os Hans são justamente os chineses étnicos, ou simplesmente Han.” não existe chinês étnico, chinês é nacionalidade, han é etnia. ponto. é a mesma coisa que você dizer que os ainús, do japão, não são japoneses, só porque não são da maioria étnica do japão( yamato ). antigamente existia essa segregação, com os próprios ainús se afirmando não-japoneses, mas hoje em dia esse papo não cola mais. “Não não é, a maioria são chineses(Han) que saíram da pronvincia de Sichuan na China pós 1949 e antes disso os chineses(Han) que viviam em Taiwan faziam parte originalmente da provincia de Fujian… Read more »

WSilva
WSilva
Reply to  yuri
16 dias atrás

”não existe chinês étnico, chinês é nacionalidade, han é etnia.” Qualquer pessoa que nasça legalmente em território chinês é chinês por nacionalidade mas não por etnia, por etnia pode ser mongol, coreano, japonês, manchu etc mas todos esses fazem parte da nação China e por isso o termo ”chinês Han” é usado para distinguir a etnia Han das demais. Perceba que no site do governo Taiwan que te mandei eles usam o termo ”Han Chinese”. ”é a mesma coisa que você dizer que os ainús, do japão, não são japoneses, só porque não são da maioria étnica do japão( yamato ).”… Read more »

yuri
yuri
Reply to  WSilva
16 dias atrás

sim, chinês han, porque é pra especificar de qual etnia chinesa estamos falando, mas se estivéssemos falando dos uigures, ainda assim falaríamos “chinês uigur”( e se você escrever no google, é uma designação que realmente aparece.), ou somente, uigur. assim como han, yamato, aborígene, etc.

Camillo
Camillo
Reply to  Vinicius Momesso
19 dias atrás

Mas os descendentes de europeus no Brasil não precisam se preocupar com isso, pq o mundo inteiro sabe que não são aceitos como Ocidentais no Ocidente, são identificados como latinos-americanos, portanto não precisam se importar com a Ásia liderando o mundo novamente.

Joanderson
Joanderson
20 dias atrás

Só uma pergunta, a china já é a segunda maior potência tecnológica do mundo ou ainda fica atrás de paises como Alemanha Japão,Rússia e israel em alguma área ??

Marcos
Marcos
Reply to  Joanderson
20 dias atrás

Os EUA ficam atrás de diversos desses países, e de outros, em diversas áreas. A primazia americana nunca se deveu a superar todos em todas as áreas. Todo o sucesso americano está na construção de um sistema de alta adaptabilidade que se apodera de recursos e tecnologias dispersos por todo o mundo e à sua capacidade, devido ao dólar, de manter déficits sequencias monumentais. Soma – se a isso uma certa “boa vontade” das Democracias Ocidentais e Asiaticas em manter a ordem pós guerra e o status quo americano. Afinal alguém tem que estar na frente do ” Ocidente ”… Read more »

Alecs
Alecs
Reply to  Marcos
20 dias atrás

Discordo. Da forma como descreveu parece que os USA não possuem empresas de altíssima tecnologia que investem em pesquisa e desenvolvimento. Não existem universidade e centros de pesquisa nos USA? E, mesmo que eles usem tecnologias de outras nações, para a integração dessas tecnologias é necessário conhecimento. “Soma – se a isso uma certa “boa vontade” das Democracias Ocidentais e Asiaticas em manter a ordem pós guerra e o status quo americano. Afinal alguém tem que estar na frente do ” Ocidente ” e do ” Mundo Livre “…” Da maneira que descreveu parece que o mundo todo é idiota… Read more »

Marcos
Marcos
Reply to  Alecs
20 dias atrás

Em nenhum local está escrito que os EUA não possuem empresas de alta tecnologia. Mas empresas de alta tecnologia existem espalhadas por dezenas de países. A simples existência delas não garante a posição americana. O que faz os EUA estarem à frente é um conjunto de ideais e ações que tornam esse país altamente adaptável a situações de crise e que permite que apresente respostas rápidas e diversas a elas. Incluso aqui a descentralização politica, a livre iniciativa, o empreendedorismo. Inegável o poder que um governo que pode suportar déficits sequenciais possui para fomentar produção e pesquisa. Mérito aqui do… Read more »

Comte. Nogueira
Comte. Nogueira
Reply to  Marcos
18 dias atrás

O que os EUA possuem mais que todos os outros, são “toneladas de diplomacia”, aliado ao ministério da propaganda, que também atende pelo nome de “Hollywood”. Isso faz com que a “cultura” e o “modo de vida” estadunidense sejam divulgados para todo o mundo, veiculado da maneira mais conveniente para o Pentágono.
É a democracia bi partidária mais vibrante do mundo.

Alecs
Alecs
Reply to  Joanderson
20 dias atrás

Prezado,
Apesar da China produzir quase tudo, claro que em vários setores ela fica atrás desses países que você citou. Até os USA por vezes utilizam tecnologias ou produtos de outros países aliados, um exemplo disso é escolha da Classe de Fragatas Constellation que são baseadas nas franco italianas FREMM. A China vem evoluindo, mas ainda levará algum tempo para chegar no nível de empresas ocidentais e israelitas. A questão é, um produto bélico chinês com qualidade inferior, mais barato e produzido em maior número pode superar a qualidade do ocidente?

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Joanderson
20 dias atrás

Ela ainda está atrás em algumas áreas, por exemplo nesse caso de Chips existem tecnologias, essenciais do Japão, Holanda, Alemanha e EUA, mas em questão de software estão no mesmo nível que os EUA, em baterias estão na frente, Machine Learning empatados, robótica também.

WSilva
WSilva
Reply to  Joanderson
20 dias atrás

A única potência com real capacidade de ser melhor em tudo é os EUA.

Alemanha, Japão, Israel etc jamais estarão neste nível porque são países altamente influenciados pelos EUA, não existe projeto ou investimento secreto neses países que os EUA não saibam ao passo que a China por enquanto é o unico país que pode chegar a nível de EUA, talvez a Índia no futuro.

Se a Alemanha fosse independente ela teria essa potencial também.

Camillo
Camillo
Reply to  Joanderson
19 dias atrás

Atrás de Alemanha e Israel, a China um país que tem até estação espacial?
rsrsrsrs

Joanderson
Joanderson
Reply to  Camillo
19 dias atrás

E oq tem a ver a china ter estação espacial ?
A Rússia também tem uma e nem por isso está na vanguarda tecnológica.
E sobre a minha pergunta, eu quiz dizer se a china supera Alemanha Japão Israel em td.
Vou tentar te explicar, os EUA é o pais mais auto-suficiente tecnológicamente falando, a pergunta era,se depois dos EUA era a china o país mais auto-suficiente, entendeu ??

Camillo
Camillo
Reply to  Joanderson
19 dias atrás

Ainda bem que faz muito tempo mesmo que eu nem ligo mais pro Brasil.
Que pergunta hein…

Tutor
Tutor
20 dias atrás

Desenvolvam as tecnologias mais avançadas do mundo; em seguida leve quase toda a linha de produção dessas tecnologias para o território do seu inimigo.
Ele jamais vai aprender a fazer igual (ou até melhor) e usar contra você, pode confiar kkkkkkkkk

Alecs
Alecs
Reply to  Tutor
20 dias atrás

Exato. Ainda mais se tratando da China! Copiar lá já é uma questão cultural.

Comte. Nogueira
Comte. Nogueira
Reply to  Alecs
18 dias atrás

É cultural mesmo. Para que eles vão gastar rios de dinheiro para reinventar a roda, se há boas opções no quintal do vizinho?
Outra coisa que ajuda bastante: eles não tem TCU, STF, MPU, TSE…
E investiram bastante para ter marcas próprias, projetando a expressão “made in china” para o resto do mundo. Ao contrário do nosso país, que não possui uma marca de carro sequer.

yuri
yuri
Reply to  Comte. Nogueira
17 dias atrás

sim, e essa estratégia só funcionou na china por causa do investimento estrangeiro maciço durante nos anos 80, 90 e 2000. os EUA praticamente deram as ferramentas pra eles aprenderem a fazer produtos de qualidade. isso já foi tentado no brasil na época do regime militar, funcionou tanto que acabamos com uma divida externa paquidérmica, que só foi quitada nos anos 2000.

L G1e
L G1e
20 dias atrás

Celular muito bonito. Parece que é melhor que o iPhone, Motorola, Samsung. Vamos ver quando vai chegar no Brasil. Parece que vai vender muito aqui.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
20 dias atrás

Vou fazer o mesmo comentario pela 3° X.

Sancionar a China em uma area é inútil, simplesmente. Eles “simplesmente” vão injetar toda a grana que for preciso pra fazer o P&D nesta área, até alcançar a paridade nessa área, e o Tio Sam vai ter uma área a menos pra sancionar eles.

Sanções não funcionam nem contra Irã e CN, vai funcionar contra a China?

Comte. Nogueira
Comte. Nogueira
Reply to  Willber Rodrigues
18 dias atrás

Funciona para o público interno e justifica aumento nos gastos para fazer a “contraposição”.

Gabriel BR
Gabriel BR
20 dias atrás

Huawei e Xiaomi , são minhas duas marcas favoritas.

Marcos
Marcos
Reply to  Gabriel BR
19 dias atrás

A minha marca preferida é a Vale Verde Extra Premium de Betim – MG. Envelhecida por 18 anos em toneis de carvalho.

Filipe
Filipe
20 dias atrás

Sai do iphone 13 pro , e tô com um Poco F4, não me arrependo. Custo benefício surreal!

Camillo
Camillo
19 dias atrás

Boicotem produtos do Ocidente, Europa e EUA, comprem apenas de marcas brasileiras ou asiáticas, acreditem, vc estará ajudando e muito o Brasil.

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Camillo
19 dias atrás

Estou fazendo isso

Comte. Nogueira
Comte. Nogueira
Reply to  Camillo
18 dias atrás

Esse que é o problema da desindustrialização 2.0…
Países como o Brasil, não possuem marcas próprias em bens de alto valor agregado: eletrônicos, automóveis, etc. Termos empresas estrangeiras instaladas no Brasil é diferente de termos P&D em solo nacional. A única marca brasileira relevante é a Embraer. Talvez a Antarctica…
Não temos marca brasileira nem de produtos tipicamente brasileiros: açaí, café, carnes, hortifrutigranjeiros… Nossa maior vitrine, que é o agronegócios, é dominado por ADM, Bunge, Cargill, Louis Dreyfus, Cofco… Todas multinacionais. Enfim, essa é a razão do fluxo financeiro pressionar sempre para fora.
Falta política industrial de Estado.

Eromaster
Eromaster
19 dias atrás

Tio Sam aplicou sanções contra empresas chinesas de tecnologia pra atrapalhar o desenvolvimento delas, afim de conter o desenvolvimento da china e limitar possíveis domínios globais das empresas chinesas. Essas sanções atrapalharam em alguns aspectos, porém, não impedirá. Aliás , é um grande estímulo para desenvolvimento da China.

Comte. Nogueira
Comte. Nogueira
18 dias atrás

Deus fez o Céu e a Terra.
O restante é ou será feito na China.