DAMASCO (Reuters) – A Síria disse que forças israelenses lançaram ataques simultâneos com mísseis contra os aeroportos de sua capital, Damasco, e da cidade de Aleppo, no norte, nesta quinta-feira, danificando as pistas e colocando ambos os centros fora de serviço.

Uma fonte militar síria citada pela agência de notícias estatal SANA disse que “rajadas de mísseis” atingiram os dois aeroportos ao mesmo tempo, no que ele disse ser uma tentativa de desviar a atenção do mundo da guerra de Israel com militantes do Hamas em Gaza.

Os militares israelenses disseram que não comentam tais reportagens.

Durante anos, Israel realizou ataques contra o que descreveu como alvos ligados ao Irã na Síria, incluindo contra os aeroportos de Aleppo e Damasco.

Fontes disseram que os ataques aos aeroportos têm como objetivo interromper as linhas de abastecimento iranianas para a Síria, onde a influência de Teerã cresceu desde que começou a apoiar o presidente Bashar al-Assad na guerra civil que começou em 2011.

Os ataques de quinta-feira ocorreram um dia antes da visita do ministro das Relações Exteriores do Irã, Hossein Amirabdollahian, à Síria.

Israel prometeu aniquilar o movimento Hamas que governa a Faixa de Gaza, em retribuição pelo ataque mais mortífero a civis na sua história, quando centenas de homens armados cruzaram a barreira e atacaram cidades israelitas no sábado.

Teerã comemorou os ataques do Hamas, mas negou estar por trás deles.

FONTE: Reuters

Subscribe
Notify of
guest

32 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Cansado
Cansado
9 meses atrás

EDITADO

PESSOAL, POR FAVOR, VAMOS TENTAR MANTER UM BOM NÍVEL!

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
Reply to  Cansado
9 meses atrás

Após a Guerra dos Seis Dias, Israel assumiu a campanha de não permitir que os exércitos de seus vizinhos consigam se desenvolver a ponto de tentar contra o mesmo. Mísseis, foguetes, drones, caças, tudo que ameaçar a integridade israelense será mitigada.

Caerthal
Caerthal
Reply to  Cansado
9 meses atrás

EDITADO

PESSOAL, POR FAVOR, VAMOS TENTAR MANTER UM BOM NÍVEL!

Cansado
Cansado
Reply to  Cansado
9 meses atrás

Não entendi o que escrevi de tão grave ou mesmo que tenha sido de “baixo nível”.
Nem cheguei a tempo de ler a resposta que foi editada. Agradeço a quem respondeu com educação.

Last edited 9 meses atrás by Cansado
Rafael Coimbra
Rafael Coimbra
Reply to  Cansado
9 meses atrás

Os sa-200, 300 etc.. não apresentaram resistência?

Vinicius Momesso
Vinicius Momesso
9 meses atrás

A tendência é que sobrem apenas os aeródromos das bases russas na Síria. Os do Líbano são os proximos!

Last edited 9 meses atrás by Vinicius Momesso
welter
welter
Reply to  Vinicius Momesso
9 meses atrás

isso mostra quem são os terroristas

Mafix
Mafix
Reply to  welter
9 meses atrás

Sim o pessoal coloca misseis balisticos e toneladas de armas nos aeoroportos que vão ser usados para atacar a população civil de Israel ja mostra que o torrorismo precisa ser repelido antes de chegar nas mãos dos terroristas.

Underground
Underground
Reply to  welter
9 meses atrás

Quando o aeroporto foi atingido, uma aeronave iraniana se preparava para pousar. Com armas.

Renato B.
Renato B.
Reply to  Underground
9 meses atrás

E quem garante é quem bombardeou.

Radagast, o Castanho
Radagast, o Castanho
Reply to  Renato B.
8 meses atrás

Claro, os iranianos estavam levando um carregamento de ursinhos de pelúcia e brinquedos para o HAMAS.

adriano
adriano
Reply to  welter
8 meses atrás

Os terroristas são o HAMAS qual é a dúvida?

Caerthal
Caerthal
9 meses atrás

EDITADO

PESSOAL, POR FAVOR, VAMOS TENTAR MANTER UM BOM NÍVEL!

Um Simples Brasileiro
Um Simples Brasileiro
9 meses atrás

Preocupante para toda a região, parece que as coisas podem escalonar muito. Seria bom, as nações da região com maior diálogo entre ambos os lados como Egito e Jordânia, começarem a mediar entendimentos.

Junior Souza
Junior Souza
9 meses atrás

Consideram a possibilidade do Hamas exportar alguns reféns para o Iran?
Pelo que sei pelo menos um oficial israelense foi capturado

Jefferson B
Jefferson B
9 meses atrás

Faz sentido…o armamento do hesbollah que vem da ditadura iraniana passa pela Síria, então é importante cortar essa linha logística.

Afonso Bebiano
Afonso Bebiano
Reply to  Jefferson B
9 meses atrás

O arco xiita vai do Irã ao Líbano, passando pela Síria.
A via terrestre é praticamente impossível de ser obstruída.

andre
andre
Reply to  Afonso Bebiano
9 meses atrás

Mas o Hamas e sunita!!!

Afonso Bebiano
Afonso Bebiano
Reply to  andre
9 meses atrás

Mas o comentário do Jefferson B, que ensejou a minha resposta, mencionou o Hezbollah (xiita).
E os fatos recentes demonstraram, lamentavelmente, que o Irã e o Hamas podem superar suas diferenças religiosas, se houver um objetivo comum.

Faver
Faver
9 meses atrás

Infelizmente, acho que o nível vai escalar. A briga é entre os terroristas do hamas e o estado de Israel. Agora, Israel vai atacar outros como siria, líbano, irã, iraque, fora outras incursões que não conheceremos. Corre o risco de a Turquia atacar o curdistão. E por ai a coisa vai ladeira abaixo. Se não tivesse os Estados Unidos junto, acho que Israel já teria feito acordos de paz com todos.

Vinicius
Vinicius
Reply to  Faver
9 meses atrás

Acordos? Eles querem destruir Israel.

Radagast, o Castanho
Radagast, o Castanho
Reply to  Faver
8 meses atrás

Infelizmente Israel está cercada de inimigos e sabe disso.

Os acordos que Israel vem fazendo com os povos árabes tem tido mediação dos EUA, todos eles, então não tem essa de EUA estar atrapalhando.

Pode não ser agora, mas uma nova guerra entre Israel e os demais países árabes vai acontecer mais cedo ou mais tarde.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
9 meses atrás

Síria virou uma casa da Mãe Joana mesmo…
Daqui a pouco até o Brasil lança uma bomba lá, impressionante…

Renato B.
Renato B.
Reply to  Willber Rodrigues
9 meses atrás

Mais de uma década de guerra civil e ter um dos melhores exércitos do mundo como inimigos, ser sírio não é fácil. Ainda o Assad esteja longe de ser um doce de pessoa.

Fellipe Barbieri
Fellipe Barbieri
Reply to  Willber Rodrigues
9 meses atrás

O Brasil pode até lançar um ataque, o único problema vai ser achar alvos que ainda estejam intactos para serem bombardeados pelos nossos Super Tucanos kkkkkkk…

lucena
lucena
9 meses atrás

Quantas vezes esses aeroportos foram atacados pela força aérea israelita ? … e se casos houve outras vezes … tais ataque as deixaram inoperante ?… para os iranianos … os misseis que eles usam contra Israel … só pode lançados em aeroportos ?
.
Tudo bem que eles pode usar tais bases para serem usada de apoio logístico ….passa a impressão como se fosse uma operação …” enxuga gelo ” … atacam e em pouco tempo… está operante.

DanielJr
DanielJr
Reply to  lucena
9 meses atrás

Basicamente é isso mesmo, enxuga gelo. Os ataques abrem crateras nas pistas e equipamentos acessórios dos aeroportos. Em outros cenários, o atacante pode bloquear a decolagem de caças e transportes dos defensores, os atacantes podem tomar o aeroporto em outro momento, reparar e usar para si o local, e assim vai. Aí na Síria, depois de algum tempo, a equipe de manutenção tampa os buracos, refaz o asfalto e o aeroporto volta a operar. Uma das teorias é que Israel faz esses ataques em momentos chave (como os combates agora), visando retardar o reabastecimento rápido das tropas adversárias. Ou em… Read more »

Kommander
Kommander
9 meses atrás

Estou totalmente a favor de Israel.

Mas uma coisa que tem que ser feita depois que que Israel aniquilar os terroristas, é parar com a expansão de território e assentamentos. Esse é um dos principais enclaves que faz com que o extremismo entre os palestinos contra Israel ganhe força. Tem que sentar na mesa e negociar!

Renato B.
Renato B.
Reply to  Kommander
9 meses atrás

Eu concordo, mas infelizmente acho que os assentamentos já passaram do ponto de retorno. O governo Israelense arriscaria a sofrer uma guerra civil se tentar tirar eles de lá. Tanto que extremistas israelenses já mataram um presidente.

Kommander
Kommander
Reply to  Renato B.
9 meses atrás

Não acho que tenham que tirar os que já existem, até porque seria improvável, mas a expansão de território tem que acabar, ou o Hammas vai continuar ganhando adeptos.

rodrigo maçolla
rodrigo maçolla
9 meses atrás

Até que esse ataque Demorou para acontecer…

Fellipe Barbieri
Fellipe Barbieri
9 meses atrás

O maior fator de instabilidade em toda aquela região foi a caída de Saddam, os EUA não previram a longo prazo quais as consequências da derrubada do regime de Saddam que apesar de ser um ditador brutal era bem mais prático e pragmático que Irã, Hamas e companhia…

A Síria virou a casa da mãe Joana e o Assad vai aceitar os desmandos iranianos porque ele não passa de um fantoche que precisa de Teerã e Moscou para se manter no que restou da Síria, se bem que não restou muita coisa.