A Arménia não vê vantagem em continuar a acolher bases militares russas no seu território depois de o Azerbaijão ter retomado a contestada região de Nagorno-Karabakh, disse o primeiro-ministro arménio ao Wall Street Journal numa entrevista publicada na quarta-feira.

O Azerbaijão tomou Nagorno-Karabakh, que é internacionalmente visto como território azeri, mas que era governado por arménios étnicos desde a dissolução da União Soviética na década de 1990, numa operação militar relâmpago em 20 de Setembro.

“Estes acontecimentos levaram-nos essencialmente à decisão de que precisamos diversificar as nossas relações na esfera da segurança, e estamos a tentar fazer isso agora”, disse o primeiro-ministro Nikol Pashinyan ao WSJ.

A presença militar da Rússia na Arménia inclui guarnições em dois locais e uma base aérea. Há muito que Moscovo se considera o garantidor da segurança da Arménia no volátil Sul do Cáucaso, uma região atravessada por oleodutos e gasodutos.

Mais tarde na quarta-feira, o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse que as autoridades russas não tinham conhecimento dos comentários de Pashinyan. “Ainda não sabemos se ele disse essas palavras e, se o fez, onde e em que contexto. Não temos essa informação”, disse Peskov, segundo a agência de notícias Interfax.

FONTE: Reuters

Subscribe
Notify of
guest

63 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
eliton
eliton
8 meses atrás

Justo, vida que segue.

Maurício.
Maurício.
8 meses atrás

Dizem por aí que logo, logo o Nikol Pashinyan pode acabar fazendo uma visita para o Prigozhin, eu não duvido nada.

Fish
Fish
Reply to  Maurício.
8 meses atrás

Eu não duvido. O único país capaz de ajudar a Armênia a continuar existindo são os russos, ruim com eles pior sem eles, a Armênia é cercada por dois países extremamente hostis a existência deles. Não vejo a UE ou EUA apoiando firmemente a Armênia no caso da sua integridade territorial estiver em sérios apuros.

Vitor
Vitor
Reply to  Fish
8 meses atrás

Isca da OTAN caso ocorra o Azerbaijão terá o caminho livre para anexar o território da Armênia para fazer o corredor ao exclave Aziri, por tabela cortar o acesso do Irã a Armênia.

Fish
Fish
Reply to  Vitor
8 meses atrás

Exato, esse movimento do Pashinyan é muito arriscado, procurar o afastamento com russos e se aliar a quem contra os turcos e azeris? Franceses? Aliança de boca. Iranianos? É uma aposta alta.

Orivaldo
Orivaldo
Reply to  Maurício.
8 meses atrás

Os próprios Armênios irão fazer o serviço

Fish
Fish
8 meses atrás

Bem sincero, se a Armênia continuar existindo como estado independente daqui há 30 anos, será um milagre.

Felipe M.
Felipe M.
8 meses atrás

xiiiii

Satyricon
Satyricon
8 meses atrás

Tais comentários tem destinatário definido, não são gratuitos. O estado e o território armênios estão só ameaça. Alguma mudança precisará ser feita.
Não duvido nada que as forças russas sejam em breve convidadas a “se retirar” do país.

Onde há fumaça, há fogo.

Heinz
Heinz
8 meses atrás

Justo, para que ter um aliado que não te defende nem apoia quando você é atacado? E segue a decadência Rússia, Cazaquistão já está indo pelo mesmo caminho.
Os Armênios precisam modernizar suas forças e parece que a França já está de olho neste mercado, para vender defesas AA e materiais de infantaria e drones.

Magaren
Magaren
Reply to  Heinz
8 meses atrás

Daqui a pouco a influencia no oriente médio começa a diminiir também.

Fish
Fish
Reply to  Heinz
8 meses atrás

Bom, se vc se refere a NK, nem o estado armênio reconhecia a independência deles, pq os russos deveriam vir a seu socorro? Ademais os Azeris não lançaram ofensivas terrestres contra a Armênia, qual o motivo para a CSTO intervir?

Nei
Nei
Reply to  Fish
8 meses atrás

Não intervirão, porque não dão conta!

Estão atolados na lama que se meteram na Ucrânia, aproximadamente 400 blindados perdidos, uma tentativa frustada de tomar uma cidade já devastada.
Ou é ego dos comandantes, ou o quê? Só vontade de morrer?.

Vitor
Vitor
Reply to  Nei
8 meses atrás

Os mentorados da Europa já estão discutindo em como largar o abacaxi em que a Ucrânia se meteu essa história até o Arnaldo já sabia.

Fish
Fish
Reply to  Nei
8 meses atrás

A questão não é a Ucrânia aqui, é a Armênia.

Heinz
Heinz
Reply to  Fish
8 meses atrás

Sim, mas agora o Azerbaijão está querendo atacar território independente armênio.

Vitor
Vitor
Reply to  Heinz
8 meses atrás

Pois é … os Georgianos sentiu na pele o canto da sereia em 2008 .

deadeye
deadeye
Reply to  Heinz
8 meses atrás

Cazaquistão expulsou os Russos de Baikonur.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Heinz
8 meses atrás

stava pensando na França, se eles comprarem Rafales, e fizerem um acordo de cooperação com os Franceses, talvez seja a melhor situação pra eles, visto que a França reforçou sua presença contra os Turcos quando o clima esquentou com os gregos.

Fawcett
Fawcett
Reply to  Carlos Campos
8 meses atrás

A Armênia é um país pequeno, sem saída para o mar, com um território pobre em recursos minerais e cercado a leste e oeste por inimigos. Ela não tem grana para comprar armas, e mesmo se tivesse nada garante que Turquia, Geórgia ou Irã permitiram o transporte deste equipamento pelo seus respectivos territórios.

Heinz
Heinz
Reply to  Fawcett
8 meses atrás

CAô, quando o país quer ele compra armas, pode ser o mais pobre que tem.

Magaren
Magaren
8 meses atrás

Influencia geopolitica russa está erodindo.

Putin deve se arrepender de ter mandado invair a Ucrania até agora kkkk

C G
C G
Reply to  Magaren
8 meses atrás

No começo do conflito eu disse que era o “canto do cisne” da Rússia como potência global, Putin jogou na fogueira o que restava de poder da outrora poderosa URSS, tera sua grandeza eclipsada pela China, claro que ainda vai ter alguma influência mas em questões menores.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Magaren
8 meses atrás

ele deve estar repensando, mas se ele conseguir metade da Ucrânia ainda valeu à pena, pois é muita terra e tem minérios ali.

Felipe M.
Felipe M.
Reply to  Carlos Campos
8 meses atrás

metade?
Tá faltando o Ivan, dos mapas, na trilogia.

Cansado
Cansado
Reply to  Magaren
8 meses atrás

Cabem dois “Brasis” dentro da Rússia asiática.
Já a Rússia europeia dá mais “uma Argentina e meia”.
Acho que eles nem se preocupam com os outros, se bastam por si.

Kommander
Kommander
8 meses atrás

Outra matéria denegrindo a imagem russa? Puts…

Orivaldo
Orivaldo
Reply to  Kommander
8 meses atrás

Ultimamente ela está mais suja que pal de galinheiro. Não precisa muita coisa

RODES
RODES
Reply to  Kommander
8 meses atrás

3 dias em Kiev, Tovarish

aguente firme!!!!

Jagder#44
Jagder#44
Reply to  Kommander
8 meses atrás

Apenas a realidade.

deadeye
deadeye
Reply to  Kommander
8 meses atrás

Fatos é denegrir?

Bruno Vinícius
Bruno Vinícius
Reply to  deadeye
8 meses atrás

É que ultimamente a realidade, invariavelmente, denigre a imagem da Federação Russa

deadeye
deadeye
Reply to  Bruno Vinícius
8 meses atrás

Sim… daqui a pouco esse pessoal pro-russo, vai começa a contestar a Física também.

RODES
RODES
8 meses atrás

Ninguém confia nos russos, nem seus aliados

C G
C G
Reply to  RODES
8 meses atrás

Pelo tanto de gente que cai da janela nem os próprios russos….

Jefferson B
Jefferson B
8 meses atrás

Depois que a Rússia invadiu a Ucrânia, visto como país irmão…acabou para a Rússia.
Essa geração de homens da Rússia são muito fracos, tomam péssimas decisões.
A Rússia é fraca! Vive de passado!

fjuliano
fjuliano
8 meses atrás

O Azerbaijão é apoiado e suprido pela Turquia que faz parte e é fundamental na OTAN. Turquia que é inimiga histórica da Armênia e já cometeu genocídio contra o povo armênio, fato. Turquia que é ao mesmo tempo um incômodo e parte essencial na OTAN. Para quem já estava pensando em torcer para Armênia na OTAN, como os fatos deixam claro, possibilidade absolutamente descartada. Quanto aos russos, mesmo que não houvesse a intervenção na Síria e o conflito na Ucrânia, o máximo que eles fariam seria tentar remediar o conflito entre armênios e azeris, como já tentaram anos atrás.

Fábio Jeffer
Fábio Jeffer
8 meses atrás

Reuters, CNN, Departamento de Estado Norte-americano, Washington Post, New York Times, BBC, Globo, El País, Le Monde e por aí vai… Todos sabem pra que time jogam essas “fontes”

MAB
MAB
Reply to  Fábio Jeffer
8 meses atrás

Ai ai… faz o seguinte , como outros aqui, toma um chazinho de polônio, para relaxar (para sempre!).

Contribuirá bastante para o fórum!

Vitor
Vitor
Reply to  Fábio Jeffer
8 meses atrás

Coitado dos Brazucas desavisados é bombardeado por esses canais à décadas muitos faz juízo de valores com uma simples nota de rodapé tóxica dessas agências de notícias não dando a conta de pesquisar a verdade .

Nei
Nei
Reply to  Vitor
8 meses atrás

O cara que mais vem aqui passar pano pra ditador é você, então seu comentário é um nada também. Se for Sputinik é verdade né! Piada da sexta feira!

sagaz
sagaz
Reply to  Fábio Jeffer
8 meses atrás

e quem são as mídias detentoras da verdade suprema, sputnik? Tass?

Nei
Nei
Reply to  Fábio Jeffer
8 meses atrás

Todos sabem aqui, o seu lado também. Vai se alistar na Rússia vai!

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  glasquis7
8 meses atrás

não vai acontecer.

Rodrigo
Rodrigo
8 meses atrás

Otan te recebe de braços abertos…vem para o colo do tio Sam

Fish
Fish
Reply to  Rodrigo
8 meses atrás

Aí você caiu da cama e acordou dos sonhos, Turquia jamais aceitaria a Armênia na OTAN, EUA e França jamais iriam se indispor ainda mais com os turcos para forçar a entrada dos armenios, mais fácil os azeris entrarem.

Nei
Nei
Reply to  Fish
8 meses atrás

Isso quem decide são eles, com certeza após essa declaração, é certo que a diplomacia já deva estar trabalhando em algo (país da OTAN, União Européia), não para entrar para a OTAN, mas sendo um aliado neutro, já basta.

Fish
Fish
Reply to  Nei
8 meses atrás

O “termo aliado neutro na cabeça do Erdogan e Aliyev é mesmo que nada.

Orivaldo
Orivaldo
Reply to  Fish
8 meses atrás

Uma base aérea americana resolve o problema

Felipe
Felipe
Reply to  Orivaldo
8 meses atrás

kkk os russos vão deixar

Felipe
Felipe
Reply to  Rodrigo
8 meses atrás

Igual recebeu a Ucrânia

paulof
paulof
8 meses atrás

Logo o que vai ocorrer é uma briga entre Irã e Turquia como potências regionais da Ásia Central/Cáucaso e a China deverá ser o juiz das disputas. Já a Armênia, é o maior enrosco, por que tirando ao sul (Irã) que é aliada, Turquia e Azerbaijão são inimigos históricos e Georgia é apoiada por Istambul.

L G1e
L G1e
8 meses atrás

O czar Alexandre, durante às guerras napoleônicas, falou: “Os únicos aliados verdadeiros que a Rússia tem são o seu exército e sua Marinha”.

Resumindo alianças militares vão até onde interessa a qualquer país. Nenhum vai se suicidar pôr causa de alianças militares.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  L G1e
8 meses atrás

Alemanha em 1914 se meteu em um buraco ao tomar as dores da Austria

L G1e
L G1e
Reply to  Carlos Campos
8 meses atrás

Verdade. A Itália vendo que Alemanha iria perder rompeu a aliança que tinha com a Alemanha e mudou para o lado da França e Inglaterra.

Felipe Barbieri
Felipe Barbieri
8 meses atrás

A Rússia está vendo sua esfera de influência ruir e esse vácuo de poder vai ser preenchido por novos atores globais, principalmente a China que vê a decadência russa como um convite para se tornar a grande potência anti-americana no terceiro mundo.
Paises como Cuba e Venezuela vão ter que ir regularmente a Pequim muito em breve para se manter.
O custo de uma guerra é alto, a Ucrânia tem o suporte do mundo ocidental com toda sua força economia enquanto a Rússia tenta manter seus compromissos a duras penas e sem nenhum cenário de melhora.

Orivaldo
Orivaldo
8 meses atrás

É uma decisão arriscado. A Turquia é o chefe do Azerbaijão. Seria interessante para os armênios jogarem dos dois lados. Russos é Americanos. A Turquia pensaria 2 vezes

Orivaldo
Orivaldo
Reply to  Orivaldo
8 meses atrás

O Presidente da Armênia é o melhor que o Azerbaijão já teve

deadeye
deadeye
8 meses atrás

Mais um ponto para o Xadrez 4D do Putine rsrs

Carlos Campos
Carlos Campos
8 meses atrás

Bom, a comunidade internacional não fez nada nesse conflito, deixaram os Armênios se lascarem, os Armênios se apoiaram na Rússia, a Rússia está ocupada com a Ucrânia, e não tinha como para os Azeris, e mesmo se tentassem algo a Turquia ia se meter no meio, causando uma guerra maior do que a da Ucrania, agora os Armênios estão se voltando ao ocidente por se sentirem traídos pelos Russos, essa saída da Armênia da esfera de influência é duro golpe para os Russos, que até hj tem receios de uma nova tentiva de separação de povos daquela região.

Bernardo
Bernardo
8 meses atrás

100% justo, não ouve proteção entao adeus passe bem. Trocaria por baseS chinesas esta ali perto tem dinheiro a nação nao tem politicas internas de autodestruição.

adriano Madureira
adriano Madureira
8 meses atrás

“Estes acontecimentos levaram-nos essencialmente à decisão de que precisamos diversificar as nossas relações na esfera da segurança, e estamos a tentar fazer isso agora”, disse o primeiro-ministro Nikol Pashinyan ao WSJ. Bem, como político ele pode falar oque quiser, para quem quiser e como quiser, mas o fato é que até 2044 tem muito chão para frente, e até lá o cenário político armênio pode mudar ou não,e para alguém que não está tão popular entre os eleitores,2026 pode ser uma surpresa… “De acordo com o Protocolo nº 5 do acordo sobre a base russa, assinado em 2010 pelos presidentes… Read more »