A China suspendeu um acordo de swap cambial de US$ 6,5 bilhões com a Argentina, mantendo a suspensão até que o presidente Javier Milei demonstre uma clara intenção de se engajar com Pequim, conforme relatado pela mídia argentina. Essa decisão ocorre apenas 10 dias após o início do mandato do novo presidente, que fez campanha com promessas de romper laços com a China, evidenciando os desafios que Milei enfrentará para cumprir essas promessas.

O financiamento, parte de um acordo renovado anualmente desde 2009, é crucial para Buenos Aires, dada a sua falta de reservas internacionais em dólares. A Argentina dependeu desses swaps como uma de suas poucas opções de crédito, dada sua reputação de inadimplência em dívidas internacionais. Os fundos, prometidos inicialmente pela China em outubro a Sergio Massa, então ministro da economia argentino, visavam principalmente fortalecer as importações e cumprir obrigações com o Fundo Monetário Internacional (FMI).

Após sua posse em 10 de dezembro, Milei, que incluiu retórica significativamente anti-China em sua campanha, tentou manter os acordos com a China, mas a decisão da China de suspender o swap cambial seguiu-se à compra, pela Argentina, de caças F-16 usados da Dinamarca, fabricados originalmente nos EUA. Antes da eleição de Milei, a Argentina estava em negociações para adquirir novos caças chineses JF-17 Thunder, uma perspectiva que desagradava Washington, que busca limitar a influência de Pequim na América do Sul.

A China está aguardando um “gesto claro de boa vontade ou amizade” da Argentina para retomar o swap cambial. O embaixador da China na Argentina foi chamado a Pequim para discutir os planos de Milei e sua abordagem aos projetos priorizados pelo presidente Xi Jinping.

Patricio Giusto, do Observatório Sino-Argentino em Buenos Aires, considerou preocupante o congelamento de fundos pela China. Sem o apoio financeiro dos US$ 6,5 bilhões, a Argentina precisará renegociar sua dívida com o FMI e buscar fontes alternativas de financiamento, uma tarefa considerada “nada fácil”. Giusto sugeriu que o descontentamento da China pode se estender além dessas decisões individuais, buscando uma mudança mais ampla na política externa argentina. A recente recusa de Buenos Aires em aderir ao bloco econômico liderado pela China, Brics, e seu possível abandono de um projeto da Iniciativa Cinturão e Rota sinalizam um possível realinhamento das parcerias internacionais da Argentina, o que pode levar a China a exercer pressão por meio econômico.

Giusto afirma que a interdependência com a China é insubstituível no momento e que a administração de Milei deve tentar entender melhor o que a China representa e como funciona a diplomacia chinesa para evitar problemas futuros.

FONTE: South China Morning Post

NOTA DA REDAÇÃO: O gráfico abaixo da Bloomberg mostra como as reservas argentinas dependem da China.

Subscribe
Notify of
guest

262 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
fjuliano
fjuliano
2 meses atrás

É…pelo jeito não é só aparência de palhaço louco. Esse Milei é de fato um. Bem feito e que sirva de lição.

Carvalho
Carvalho
Reply to  fjuliano
2 meses atrás

Ainda acham vantajoso substituir o dolar ?
Chegou a conta

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Carvalho
2 meses atrás

Ola Carvalho. Feliz Natal. Uma coisa é usar outras moedas no comércio exterior, outra coisa é dolarizar a economia. No caso da Argentina, o empréstimo feito com o FMI prevẽ o pagamento de parcelas em dólares. Contudo, a Argentina esta com baixas reservas cambiais há muito tempo. O pŕóprio empréstimo do FMI serve para recompor as reservas cambiais da Argentina para financiar a balança comercial. Então, de certo modo, o problema da Argentina neste momento é a falta de dólares para pagar os seus compromissos financeiros. No caso das parcelas do FMI, a Argentina não pode usar pesos nem yuans,… Read more »

C G
C G
Reply to  fjuliano
2 meses atrás

A conta é simples, se ele cumprir o que prometeu na campanha eleitoral isso é só a ponta do iceberg, a destruição do pouco que sobrou da Argentina será galopante!
Basicamente ou ele “arrega” o proprio populismo ou termina de ponta cabeça em uma praça!

santiago
santiago
Reply to  C G
2 meses atrás

A galera extremista vive num mundo fantasioso. Eles criam uma narrativa inimiga de dominação e submissão dá qual surge um “ser” que se diz capaz de lutar contra. Tentam exaltar um sentimento nacionalista para somar apoio e buscam a divisão para realizar a conquista. Mas no fim, percebe-se que a economia de qualquer país é extremamente dependente no mundo atual (ou globalizado, mas não podemos usar essa palavra do mal) e se você não é a china ou EUA simplesmente é incapaz de dar catas no curto prazo. No longo prazo nenhum tem uma narrativa consistente também. Esse texto serve… Read more »

lucena
lucena
Reply to  santiago
2 meses atrás

O perigo… é criar uma situação dramática… como por exemplo… a guerra das Malvinas … naquela época …. a extrema direita ( ditadura militar), muito impopular… buscou um confronto contra inimigo forte para unir a população em trono do governo ditatorial .. e muito argentinos pereceu naquela guerra e levou a nação toda para o abismo em que se encontra que até hoje… não conseguem sair desse buraco negro. . O atual mandatário argentino pode seguir dois caminhos… fazer o que os ditadores fizeram …ou fazer que nem o ex.presidente Fernando La Rua ( 1999 – 2001 )… sair à… Read more »

MMerlin
MMerlin
Reply to  C G
2 meses atrás

A situação da Argentina é muito pior do que enfrentaram países como Portugal e Grécia.
Devido a ligação com a UE, estes tiveram que submeter não apenas a grande empréstimos, mas também a arcar com grandes reformas da máquina pública para enxugar gastos e permitir o controle da dívida pública.
Duvido a Argentina ter o mesmo suporte financeiro e vontade (mesmo sob imposição) de mudança.
Torço por este país. São um dos nosso maiores parceiros comerciais e vizinhos. Só que a situação ali é pra lá de complicada.
Mas milagres acontecem.

rui mendes
rui mendes
Reply to  MMerlin
2 meses atrás

Portugal e Grécia não ” têm ligação com a UE”, fazem parte da UE, são UE e isso sim, faz toda a diferença, ainda para mais, para um Europeísta convicto.

Last edited 2 meses atrás by rui mendes
Waldir
Waldir
Reply to  rui mendes
2 meses atrás

Acho que foi isso mesmo que ele quis dizer.

Waldir
Waldir
Reply to  C G
2 meses atrás

Acho que não. Argentina já está destruída. Só um choque de gestão e medidas (ontem saíram mais 30) aliado a privatizações para ter entrada de dólar. Redução do déficit público em conjunto. Sobre a China, essa é a forma dos chineses mesmo. Ou levam muita vantagem no negócio ou te põem a faca no pescoço. Não tem escrúpulos nos negócios.

pragmatismo
pragmatismo
Reply to  Waldir
2 meses atrás

É simples. É só corroer o que sobrou do poder do compra da população. Quem não morrer viverá no paraíso do Milei.
É Darwinismo social?

Waldir
Waldir
Reply to  pragmatismo
2 meses atrás

Infelizmente é inevitável o ajuste. O povo vai sofrer mesmo. Mas a culpa não é dele e sim dos governos anteriores à ele. Quebraram o país. Uma hora a cont chega. Chegou né. Que sirva de lição para nós. Não dá para ter déficit ad eternum.
FHC conseguiu estabilizar pois privatizou e teve entrada de dólares naquele momento. Lá não vai ser fácil assim devido ao congresso.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Waldir
2 meses atrás

Pelo contrário. Quando um país esta em um processo de hiperinflação, como era o do Brasil ou como o da Argentina agora, a economia não tem capacidade de reagir a um choque de recessão ortodoxo. A questão do deficit público, em si, não é um problema, nem a dívida pública é problema, desde que o governo seja soberano na emissão de sua moeda. O problema é que a Argentina já abriu mão do monopólio da moeda. A base monetária (ou emissão de moeda) em um processo hiperinflacionários é consequência, não causa da inflação. Durante a crise de 2008 e mesmo… Read more »

José Lima
José Lima
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Tu eis a pessoa mais sensata aqui. Parabéns!

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  José Lima
2 meses atrás

Obrigado José.
Aproveitando para desejar um feliz 2024.

Waldir
Waldir
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Negativo. Vide Grécia. Exemplo claro recente. Déficit público sempre é a causa. Uma coisa é fazê-lo por um período como fez Bolsonaro na pandemia. Outro bem diferente é gaste mais do que deve por 20/30 anos. Argentina tinha um déficit de 15% do PIB ! Fora da realidade. E a causa da inflação descontrolada lá foi exatamente esse déficit absurdo financiando por emissão de moeda. Dizer que a emissão é consequência e não causa da inflação é distorcer os fatos. Os dois andam juntos lá. Siameses. Eles tem obrigatoriamente de colocar um choque de gestão (=redução de custo do estado… Read more »

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Waldir
2 meses atrás

Caro. Uma relação de causa-efeito deve ser universal. Por exemplo, uma pedra sempre vai cair se for solta de uma altura. O comportamento de um animal sempre será moldado por reforços positivos ou negativos. Os preços sempre irão aumentar quando a demanda for maior que a oferta. São trẽs exemplos de relações de causa-efeito que se repetem sem exceção. Por isso são relações universais. No caso do deficit público e da dívida pública, existem vários países que possuem dívidas maiores que 100% do PIB há anos ou décadas sem que isso tenha disparado um processo inflacionário e muito menos hiperinflacionários.… Read more »

Waldir
Waldir
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Cite um único país no mundo atualmente que tem déficit nas contas em 15% do PIB e que tenha inflação de 5% a.a. Só um.
Demanda se ajusta liberando importação por exemplo. Ou facilitando investimento privado com reformas e regulação inteligente. Câmbio flutuante também como o nosso.
Mas vá la, de o exemplo por favor.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Waldir
2 meses atrás

Caro. Até alguns anos, havia um dogma em torno do teto da dívida pública dos EUA em 100%, um número cabalístico. Quando a dívida dos EUA ultrapassou este valor, nada aconteceu. Sobre o deficit, fiz uma pesquisa rápida, TImor Leste teve um deficit de 75% do PIB m 2017, considerado o maior deficit público já registrado. Em 2019, o déficit público foi de 25% do PIB. Em 2017, a inflação foi de 0,53%. Em 2018 foi de 2,29%, em 2019 0,89% e em 2020 foi de 0,49%. Então, temos um evento que não segue a relação de causa-efeito. Por outro… Read more »

Waldir
Waldir
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Caro desisto… tá certo.. gasto é vida mesmo.. vc está olhando números fora do contexto.. como fez com o Japão.. mas tudo bem, respeito sua opinião…

Waldir
Waldir
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

E lembrando que dívida alta não é sinônimo de calote. O que preocupa qq país é o déficit das contas públicas. Isso sinaliza se o país estabilizou a dívida e pode pagá-la ou o contrário. Argentina é um exemplo cristalino disso. Com déficit de 15% vai a default. Aliás já está em default. Justamente por isso.
Seu exemplo do Japão é um caso a parte no mundo. Para não alongar vai o link.
https://www.bbc.com/portuguese/internacional-64333089

Last edited 2 meses atrás by Waldir
Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Waldir
2 meses atrás

Obrigado pelo link. O Japão não é uma exceção, mas é exemplo bem estruturado de que nem o deficit público causa inflação, nem a dívida pública causa recessão. O envelhecimento da população japonesa tem sido contornado por uma enorme absorção de mão de obra imigrante jovem. Muitos países da Comunidade Europeia tem o mesmo perfil. Elevado deficit publico, alta dívida pública, envelhecimento da população compensado pela imigração. Apenas lembrando que o déficit público na Argentina em 2020 foi de 8,9% do PIB, impactado pela Covid, 4,3% em 2021 e 4,7% em 2022, menores que o dos EUA que tiveram de… Read more »

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  C G
2 meses atrás

explique o populismo dele, pq tudo que ele diz é antipopular, ao contrário do Massa

Jadson S. Cabral
Jadson S. Cabral
Reply to  Carlos Campos
2 meses atrás

Antipopular??? E ele ganhou como??? O conceito de populismo é justamente falar qualquer coisa que o povo queira ouvir, explorando o sentimento de revolta do povo, com surgireis fáceis e soluções milagrosas que o próprio dono do discurso sabe que são impraticáveis e nem tem interesse em fazer.
Dizer que vai cortar relações com a China, com o Brasil… criar o fantasma do comunismo, falar que vai privatizar tudo, que vai acabar com quase todos os ministérios, que vai dolarizar a economia, fechar o banco central… o maluco fazia vídeo com motosserra falando essas asneiras. Como isso não é populismo???

Marcos
Marcos
Reply to  Jadson S. Cabral
2 meses atrás

Não sei se é bem assim.
Ele tem dito aos argentinos para se prepararem porque as coisas vão piorar muito antes de melhorar…

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Jadson S. Cabral
2 meses atrás

Ele nunca vendeu ideias impraticáveis, ele sempre disse que iam passar pelo inferno, que não tem dinheiro, e Ele disse que não ia ter relações com o Lule e o PT, Xi e PCCh, ELE não os Argentinos, já esclareceu bem isso, Fantasma do Comunismo é igual o do Facismo, que vai fechar o Banco Central, isso não é populismo é seriedade, Argentina não tem maturidade para ter BC, economia deles prova isso, e vai doer principalmente na casta mais rica do país, uma parte do povo argentino queria mudança, mas nunca se iludiram nem o Millei vendeu que seria… Read more »

Renato B.
Renato B.
Reply to  Carlos Campos
2 meses atrás

Eles trocaram o governo anterior por seu oposto: Antes era alguém que sabia mas não fazia; agora é alguém que faz e mas não faz a menor ideia do que está fazendo.

Como já ouvi de um argentino. A tendência é pela opção mais insana.

Waldir
Waldir
Reply to  Jadson S. Cabral
2 meses atrás

Mas as medidas populistas eram adotadas pelos Kirchner e pelo Massa. Ele está acabando justamente com isso. E a gastança desenfreada que levou eles a essa situação fiscal…. Se alguém é populista não é ele. A esquerda lá não ia mudar a situação do país. Ele pelo menos vai tentar.

Ianiv
Ianiv
Reply to  Carlos Campos
2 meses atrás

Peronismo e exemplo academico de populismo. Libertarios sao a coisa mais anti populista que existe.

João Moita Jr
João Moita Jr
Reply to  C G
2 meses atrás

A Argentina já era.E o Brasil que se cuide, porque ele é o próximo…

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
Reply to  João Moita Jr
2 meses atrás

A esquerda vendeu a soberania da Argentina e agora chegou a conta.

Sequim
Sequim
Reply to  Diego Tarses Cardoso
2 meses atrás

Sério? Domingos Cavallo e Carlos Meném eram de esquerda onde?

Jose
Jose
Reply to  Sequim
2 meses atrás

O tal do jumento ops jumento é o daqui, o tal do cavallo só foi ministro do de la rua, quanto a ser de lá ou de cá basta ver que Alckmim e Doria juram até hoje que são de direita.

Nativo
Nativo
Reply to  Diego Tarses Cardoso
2 meses atrás

De onde vocês tiram essas ideia?

pragmatismo
pragmatismo
Reply to  João Moita Jr
2 meses atrás

Torce contra, vai.
Inflação aqui está na meta.
O PIB cresceu algumas vezes mais às previsões do mercado (boletim focus).
A bolsa bateu o recorde em pontos.
E o dólar baixou o patamar de R$ 4,90.
O desemprego é o menor desde 2015.
O salário mínimo terá algum ganho real.
Algum investimento em habitação e infraestrutura.

Jose
Jose
Reply to  pragmatismo
2 meses atrás

Rapaz certamente não se trata de torcer contra, acredito que todos ou quase todos queiram o melhor, mas isso não impede de ver a realidade, e pior ver o que está por vir, provavelmente quando você ler o que escreveu também duvidará.

Macgaren
Macgaren
Reply to  pragmatismo
2 meses atrás

Espantasos 10 centavos a menos do o ultimo governo kkkkk

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  João Moita Jr
2 meses atrás

Não há comparativo entre a situação econômica na Argentina e a do Brasil. Ambos países possuem uma ampla e diversificada base industrial, são grandes produtores de alimentos e possuem uma população urbana. Por outro lado, o Brasil possui US$ 350 bilhões em reservas internacionais, enquanto que a Argentina está com cerca de US$ 10 bilhões. O Brasil exporta cerca de US$ 290 bilhões e importa algo em torno de US$ 230 bilhões, o que dá um enorme superavit comercial, compensando o déficit na balança de pagamentos com folga. A cesta de exportação do Brasil inclui produtos agrícolas, petróleo, minérios e… Read more »

Racionalista
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Só corrigindo,a Argentina está com 10 bilhões de saldo negativo em reservas,quer dizer não tem reservas,e está no vermelho -10B usd,agora com a China eliminando a ajuda de pouco mais de 5b use a coisa vai piorar para Los Hermanos,eles estão cada vez mais invadindo o Brasil,nunca vi argentino falando bem do Brasil,já existem inúmeros canais de youtubers que diariamente fazem vídeos sobre morar aqui no Brasil Uma coisa eu falo,existem países no mundo que podem dar certo economicamente etc,mas existem outros que irão de mal a pior cada vez mais,esse é o caso da Argentina. Esqueçam,a Argentina não tem… Read more »

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Racionalista
2 meses atrás

Na página do Banco Central da Argentina aparece o saldo de US$ 22 bilhões em 20/dez. Em outras fontes aparecem US$ 10 bilhões. Eu não sei dizer se este valor de 22 bilhões inclui o empréstimo do FMI, por exemplo. De qualquer modo, qualquer um dos números, inclusive o saldo negativo, indicam que a Argentina está com uma condição crítica. Vale a pena pensar porque os sucessivos governos argentinos nesta duas décadas fracassaram em acumular reservas, como muitos países, inclusive o Brasil, conseguiram. Neste contexto, é preciso lembrar a declaração de Paulo Guedes que pretendia vender as reservas cambiais. Aliás,… Read more »

Jose
Jose
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Aqui também os números apresentados são positivos, agora faça você uma pesquisa e não precisa ir muito longe vá nos comércios do seu bairro e tire suas conclusões.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Jose
2 meses atrás

Caro. O índice de inflação é um número obtido pela combinação de preços em diversos setores. Por exemplo, o IPCA do IBGE inclui a variação dos preços dos alimentos, aluguél, vestuário, educação, transporte… entre outros, obtidos em todo o país. Se eu for no mercadinho do bairro, posso obter um número que não tem sentido estatístico. Existem outros índices de inflação. Tem o IGP-M, IPC, INPC… cada possui uma metodologia diferente. Os valores absolutos de diferentes índices não podem ser comparados, mas a taxa com que estes índices mudam com o tempo devem refletir uma tendência. Para que alguma conclusão… Read more »

Jose
Jose
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Cidadão conheço um pouco de como funcionam os índices, e por conhecer um pouco sugeri essa avaliação para que veja e constate que a realidade não condiz com o informado, quanto a forma figurada de “verificar no bairro” você apesar de se fazer de desentendido entendeu muito bem, a respeito da apuração desses índices e seus métodos certamente podemos questionar muita coisa, um fato simples e que não tem sido levado em conta nesses cálculos tem sido os aumentos praticados sistematicamente pelas empresas através da diminuição dos volumes dos produtos na ordem de 20% em média mas mantendo o preço,… Read more »

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Jose
2 meses atrás

Então… quem conhece um pouco de estatística sabe que é um equívoco tomar a experiência individual como representativa, seja no modo literal ou figurado. Imagino que você saiba que a tomada de preços dos alimentos é independente do tamanho da embalagem, visto que são tomados em função do volume ou da massa. Além disso, para que se possível construir uma série histórica, comparando índices presentes com os do passado, é preciso garantir uma coerência metodológica. Nenhum índice é absoluto. Como expliquei, diferentes índices possuem diferentes componentes. Por isso é importante compreender a sua divergência ou convergência. Gosto muito do livro… Read more »

Nativo
Nativo
Reply to  João Moita Jr
2 meses atrás

O próximo refuigio dos argentinos isso sim.
Que elegeram um fruto da mídia como salvador.

Last edited 2 meses atrás by Nativo
Antonio Cançado
Reply to  C G
2 meses atrás

O quê é “ponta cabeça”?

João Luiz Armelin
João Luiz Armelin
Reply to  Antonio Cançado
2 meses atrás

De cabeça para baixo. É uma expressão muito utilizada de São Paulo até o Sul do País.

Um Simples Brasileiro
Um Simples Brasileiro
Reply to  Antonio Cançado
2 meses atrás

O mesmo que “de cabeça para baixo”.

Joao
Joao
Reply to  fjuliano
2 meses atrás

Pois é… depender dos EUA é um absurdo… da, China, não…..

Vai entender….

Zero77
Zero77
Reply to  Joao
2 meses atrás

EDITADO

fjuliano
fjuliano
Reply to  Zero77
2 meses atrás

Perfeito.👏👏👏👏👏

Waldir
Waldir
Reply to  Zero77
2 meses atrás

E a China não está fazendo agora vassalagem econômica com a Argentina ? Por acaso Milei cancelou algum acordo comercial com eles ?

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Waldir
2 meses atrás

Caro. O Banco Central Chinês é uma instituição do Estado Chinês. As decisões tomadas por ele são pelo interesse chinẽs.

Até o mundo mineral sabe que sempre me coloco favorável á Argentina porque acredito que é do interesse brasileiro que a Argentina tenha uma situação política e econômica estável e saudável.

Por outro lado, a China está usando de sua força econômica para defender seus interesses. O interesse da China é cobrar uma posição da Argentina sobre Taiwan. O interesse do Brasil é que a Argentina mantenha ou amplie o seu comércio com o Brasil.

Waldir
Waldir
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Sim isso mesmo. Estão vendo os interesses deles. Igual à todo resto do mundo. Fico encucado que usem quando americanos vassalagem, quando chineses aí vira interesses. Ou vice-versa dependendo do comentarista. Pessoal tem que ver que no mundo não tem vassalagem ou neo não sei o que. Tem interesses. Como nós temos os nossos.
Muita taxação e doutrina furada. O mais claro ninguém vê.
Tipo que o atraso do Brasil só tem um culpado: nós mesmos.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Waldir
2 meses atrás

Olá Waldir. Na maioria das vezes, políticos e governos atuam com racionalidade. Eventualmente o cálculo político dá errado.

Lembro da briga entre ACM e Jaber Barbalho, duas raposas da politica, que perderam a mão e ambos destruindo as próprias carreiras políticas em uma briga pessoal.

Existem outros exemplos de cálculos políticos que deram errado, mas na maioria, um bom político age com razoável bom senso e racionalidade.

O problema começa quando a pessoa começa a acreditar no próprio personagem. Ai sai falando dando “bom-dia” para poste ou declarando “I love you” para cavalo. riso.

Luciano
Luciano
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Olá, Camargoer. Pois, é isso que colocou, porém estamos no tempo do domínio da “política dos afetos”. A racionalidade anda em baixa e os interesses estão mais que nunca submetidos a uma lógica imediatista e individual, especialmente na política. As pessoas votam com o fígado!

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Luciano
2 meses atrás

Olá Meu Amigo. Boas Festas e Feliz 2024. Demagogos sempre conquistaram o voto por meio da emoção. ainda que eu tenho a impressão que a maioria dos eleitores consiga votar em grande parte pela razão. Todo mundo sabe onde o sapato aperta. Após os ataques de 11/set, muitas das ações de decisões do governo dos EUA na tal “Guerra ao terror” e depois na “Guerra do Iraque” violaram princípios fundamentais da democracia. Fico com a impressão que o governo BushJr foi o sinal verde para a ascensão fascista que temos visto no mundo. Ainda que durante a Guerra Fria, os… Read more »

Joao
Joao
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Lendo assim, parece bom, correto, “entendível”.
Engraçado que quando são os EUA, ou até mesmo o Brasil, a tendência do texto é a crítica negativa.

E veja… concordo contigo. A China está lutando pelo o que é seu interesse. Corretíssima ela.
Cada um que lute pelo seu, e se garanta com seu Poder Nacional…

Não, mas pera aí… essa doutrina de Poder Nacional, da ESG, é coisa do passado, do domínio americano, blá blá blá…

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Joao
2 meses atrás

OI João. Não entendi para parte sobre a ESG. Imagino que vocẽ esteja falando da Doutrina de Segurança Nacional, que se tornou a referência do pensamento militar durante a Guerra Fria. É isso? Sobre as críticas aos EUA, é preciso contextualizá-las. Os EUA foram a primeira democracia liberal do mundo e tem servido de modelo democrático para o mundo há pelo menos 2 séculos. Por outro lado, todos sabemos que os EUA apoiaram ditaduras, golpes de estado, violação aos direitos humanos. As contradições do regime político nos EUA são bastante conhecidas. Não é possível ignorar. Hoje, existem países que estão… Read more »

Zero77
Zero77
Reply to  Waldir
2 meses atrás

A China estava ajudando a Argentina com o FMI, que nunca passou de instrumento de subjugação econômica dos EUA, criando dívidas eternas lastreadas em entrega de recursos naturais e ativos públicos e estatais.

Está óbvio que sequer leu o texto da matéria…

Mas claro, a Argentina, como defendem para o Brasil, deve se aliar automaticamente aos EUA, entregar ativos nacionais, privatizar, etc…

Em troca de uns trocados e servir cafezinho no G7/Davos como neocolônia.

Impressionante.

Underground
Underground
Reply to  Zero77
2 meses atrás

“A China estava ajudando a Argentina com o FMI” – Falso. A China vetou empréstimo para a Argentina. Só o fez após o Brasil ser o avalista. . … “nunca passou de instrumento de subjugação econômica dos EUA, criando dívidas eternas lastreadas em entrega de recursos naturais e ativos públicos e estatais.” Exatamente o que a China está fazendo na África, mas numa escala sem precedentes. . “Argentina, como defendem para o Brasil, deve se aliar automaticamente aos EUA, entregar ativos nacionais, privatizar, etc.” Não precisa se alinhar com qualquer um, basta fazer negócios. Tampouco precisa entregar ativos nacionais. E… Read more »

Waldir
Waldir
Reply to  Zero77
2 meses atrás

Negativo colega. A China estava ajudando an Argentina pq estava fazendo excelentes negócios lá com o governo anterior. Agora mudou a conversa e, como de bonzinho ninguém tem nada, tirou a isca. Ou melhor o dinheiro. Brasil não tem que se alinhar automaticamente com ninguém. Nunca fizemos isso. Tem que fazer negócio com o mundo. Sem preconceitos. O resto é balela, doutrina barata e história para boi dormir. Ou conversa para manipular as massas (povo). Só tem que ter democracia para a gente escrever as asneiras que quisermos sem ofender o próximo. E radicalismo só desagrega também. Tá na hora… Read more »

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
Reply to  Zero77
2 meses atrás

A gora a China está querendo subjugar a Argentina e torná-la sua escrava.

EduardoSP
EduardoSP
Reply to  Zero77
2 meses atrás

Sim, o FMI cria dividas eternas.
Faz todo sentido.

Alecs
Alecs
Reply to  Zero77
2 meses atrás

A própria matéria é o exemplo que você pediu. Por acaso Milei cancelou algum acordo comercial ou deu algum calote na China?

Mig25
Mig25
Reply to  Alecs
2 meses atrás

Agrediu gratuitamente 2 de seus principais parceiros comerciais, Brasil e China, disse que não negociava com comunistas hahahaha, e ainda levantou a hipótese de reconhecer a soberania de Taiwan. Agora que bilhões de dólares chinês? Não vai receber e vai ficar sem pagar a dívida que o padrinho dele legou à Argentina (Macri). Só fez e tá fazendo c….. Vai jogar a Argentina num buraco sem volta, provavelmente.

Waldir
Waldir
Reply to  Mig25
2 meses atrás

Na campanha amigo. Campanha é uma coisa. Governo é outra coisa. Lula disse que o orçamento secreto era uma vergonha e que ia acabar com ele.
Ele acabou ? Não. Aumentou.

Zero77
Zero77
Reply to  Alecs
2 meses atrás

Se Milei boicotar a China será comido vivo na Argentina.

Os chineses estão dando um recado para esse governo baixar a bola em sua retórica necolonial anti-China de capacho dos EUA.

José de Souza
José de Souza
Reply to  Alecs
2 meses atrás

Isso chama-se “bravata”. Bem feito, se ferrou, pra aprender a ser político de verdade…

Carlos Crispim
Carlos Crispim
Reply to  Zero77
2 meses atrás

Taiwan, Hong kong, Tibete, todas são ou foram possessões chinesas, totalmente massacradas e escravizadas. Atualmente o Tibete está sendo dominado á força, e os Uigures, onde estão apagando todos os rastros desse povo. China é o único país do mundo onde ainda existem campos de concentração. Já analisando os países que ficaram do lado americano, todos estão hoje superdesenvolvidos, altamente tecnológicos e ricos. É fato que todos querem morar em países capitalistas, praticar lazer e fazer compras, mas ninguém quer morar em países comunistas.

Waldir
Waldir
Reply to  Carlos Crispim
2 meses atrás

Isso aí. Nos países democráticos vc é livre para fazer e dizer o que quiser. Mesmo que seja processado depois.
Em ditaduras reais ou disfarçadas o povo vive com medo. Rússia, China, KN, Venezuela, Nicarágua, Cuba…. Deus me livre morar num lugar desses. Esse blog aqui não ia existir nesses lugares.
Isso são fatos. Nada muda os fatos.

Underground
Underground
Reply to  Zero77
2 meses atrás

Qual subjugação?
As oportunidades oferecidas para a AL foram as mesmas oferecidas para a China. A diferença é que eles as agarraram. Enquanto isso por aqui, faziam boquinha.

Joao
Joao
Reply to  Zero77
2 meses atrás

A China nunca fez nada aqui…. Só apoiou os movimentos terroristas maoístas, que graças a Deus tomaram pau.

Conheça a cultura chinesa.
Sabe o que é a China na cultura chinesa?
Tudo abaixo do céu….

Então… melhor abrir os olhinhos bem maior do que a cara!!! Porque a saudade do império anglo sionista vai doer… Pedro bó…

Underground
Underground
Reply to  Joao
2 meses atrás

A China é do “bem”.

Felipe
Felipe
Reply to  Joao
2 meses atrás

Velha hipocrisia esquerdista. Prefiro 1000 vezes os EUA que a China.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Felipe
2 meses atrás

Entre os países estrangeiros, eu prefiro o Japão

Waldir
Waldir
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Uma bela democracia. Faz sentido.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Waldir
2 meses atrás

Um belo país. Um belo povo. Uma bela cultura.

Tem problemas também.

A China, EUA, Brasil e Argentina também tem problemas.

BR Paraná
BR Paraná
Reply to  Joao
2 meses atrás

Vai entender?
Não é nenhum absurdo, o presidente seja ele quem for ou de que país seja, explora, e tirar vantagem dos seu dois maiores parceiro comerciais, em prol do seu país. O que não pode e ficar com ideologia populacionistas, e perder um grande parceiro comercial.

Zero77
Zero77
Reply to  fjuliano
2 meses atrás

EDITADO

EduardoSP
EduardoSP
Reply to  Zero77
2 meses atrás

Eu costumava ouvir isso lá nos anos 80, em alguns seminários de economia.
Felizmente o mundo mudou e as coisas evoluíram. Mas sempre tem gente que fica preso a esquemas mentais de 40, 50 anos atrás.

Zero77
Zero77
Reply to  EduardoSP
2 meses atrás

EDITADO

BR Paraná
BR Paraná
Reply to  EduardoSP
2 meses atrás

Hum, me lembrando dos seminários e as palestras dos anos 80 referente a economia, a onde estava a China? Não me lembro de nenhum professor meu ou economista de renome na época, se que comentar algo. Relação a China. Hoje é outra história. Rsrsrs.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  fjuliano
2 meses atrás

Nossa ele não lambeu as bota chinesas, que horror

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Carlos Campos
2 meses atrás

Carlos. Acho que vocẽ inverteu. Foram os chineses que guardaram as botas em sua sapateira. Milei ficou lambendo os próprios dedos.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

não, o Millei cag@u para os Chineses, que bravinhos não vão ajudar com o Swap, de qualquer forma vão comprar da Argentina

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Carlos Campos
2 meses atrás

Olá Carlos. A operação de swap nada tem a ver com o comércio entre os dois países. A Argentina exporta para o Brasil o dobro do que exporta para a China. Enquanto o Brasil compra veículos, autopeças, máquinas e equipamentos e enegia, a China compra essencialmente soja e carne. Por outro lado, a Argentina compra da China bens industrializados de todos tipo, incluindo eletrônicos. Do Brasil, a Argentina compra equipamentos, carros, autopeças… A Argentina tem um déficit com a China maior que US$ 6 bilhões, e um deficit de US$ 1 bilhão com o Brasil. Fica claro que o comércio… Read more »

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

o que dizer é que, podem tirar a ajuda com o Swap, o dinheiro vai entrar do mesmo jeito.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Carlos Campos
2 meses atrás

Caro. Pelo que tenho acompanhado, a Argentina deve pagar as parcelas do empréstimo com o FMI para ter acesso ao crédito de US$ 44 bilhões. Este dinheiro do FMI é usado para garantir as operações de comércio exterior. Além da dívida com o FMI, o governo da Argentina tem outros compromissos que precisam ser pagos. Todos os contratos são em dólar. Neste momento, a Argentina tem apenas US$ 10 bilhões em divisas, mas isso inclui ouro, títulos e outras moedas além do dólar. Ao longo de 2023, a Argentina fez diversas operações de crédito (CAF, Qatar, operações de swap com… Read more »

Sergio Machado
Sergio Machado
Reply to  fjuliano
2 meses atrás

Até o cachorro da minha vizinha que é cego e surdo sabe que não se dá cavalo de pau em carreta, muito menos em país.
Esse maluco, antes de quebrar o que sobra da Argentina, vai fazer o pessoal dele ganhar muito dinheiro com as tais “privatizações” , tais quais da era FHC.
E com esse discurso tosco de “comunismo pra cá, comunismo pra lá, pela liberdade, uma refeição por dia basta…” e por aí vai, o capital político dele vai minguar em meses, aliado ao uma recessão, fome e convulsão social.
Vai dar m….

Junior
Junior
Reply to  Sergio Machado
2 meses atrás

Recessão? A economia da Argentina está como? Bem? 40 anos de populismo e demagogia e agora que virá a recessão? uau!

Mig25
Mig25
Reply to  Junior
2 meses atrás

Tá ruim. Vai piorar muito, aguarde…

Jose
Jose
Reply to  Mig25
2 meses atrás

Tá nada, inflação a 150% é tranquilo pra quem já bateu nos 3.000%, qualquer coisa é só chamar o de la Rua.

Bispo
Bispo
Reply to  fjuliano
2 meses atrás

Por décadas a Argentina e governos populistas(comunistas tem esse viés) destruiram a economia.

O governo(estado) para mascarar o desastre do governo anterior, emitia mais dinheiro , concedia mais ajuda, subsídios, etc ao cubo

Hoje a Argentina , na UTI, está quebrada sua cura é longa e dolorosa.

Milei está correto se quiser levantar a Argentina, se fosse para continuar no populismo, todos juntos e felizes na M3rd@, porque seria presidente ???

Gerson Carvalho
Gerson Carvalho
Reply to  fjuliano
2 meses atrás

Só pra constar, os argentinos gostam muito do Impeachement.

ODST
ODST
Reply to  fjuliano
2 meses atrás

Eles iam votar em quem? No ministro da economia que aprofundou a crise do país deles?

Felipe
Felipe
2 meses atrás

Pede pro Trump, Milei

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Felipe
2 meses atrás

O Trump já vai ter muito trabalho consertando o estrago do Biden na política externa e na Economia.

Sulamericano
Sulamericano
Reply to  Allan Lemos
2 meses atrás

Pelo visto você está contando com uma possível candidatura do Trump e, é claro, com a vitória dele nas próximas eleições presidenciais.
Só faltou combinar com a suprema corte do Colorado.

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Sulamericano
2 meses atrás

O Colorado é um reduto democrata. Trump jamais venceria lá.

A falta dresses delegados nāo faz a mínima diferença para o Trump.

E essa decisāo vai ser anulada de todo modo. Graças a Deus a Suprema Corte de lá nāo é como a nossa.

Relaxa que ainda nāo foi dessa vez que vāo conseguir derrubar o Trump

Sulamericano
Sulamericano
Reply to  Allan Lemos
2 meses atrás

Eu tô bem relaxado…
Não tenho político de estimação. Nem no Brasil, nem na Argentina, muito menos nos EUA.
Não mudou em nada a minha vida o Trump perder para o Biden.

Mauro S
Mauro S
Reply to  Sulamericano
2 meses atrás

Pode ter mudado a sua vida sim, assim como a de todos nós brasileiros. Mas trata-se apenas de exercício especulativo: tivesse Trump sido reeleito nos EUA, o arremedo de golpe engendrado pela trupe bolsonarista passaria a ter chances de se realizar. Lembrando que em julho de 2022 Biden enviou seu secretário de defesa em pessoa ao Brasil para avisar à milicada daqui que não haveria golpe.

Felipe
Felipe
Reply to  Mauro S
2 meses atrás

O que fazes por aqui? Não era melhor estar comentando no 247 ou no DCM???

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Mauro S
2 meses atrás

Olá Mauro. A análise de futuro precisa ser feita construído cenários hipotéticos, mas a análise do passado precisa ser feita sobre os eventos. Acho que os fatos conhecidos são suficientes para entendermos que o país passou por uma grave crise institucional. Os ataques de 08/jan foram apenas os mais explícitos. Logo após o golpe de 64, a narrativa era de um movimento que havia salvado a democracia brasileira. Com o passar do tempo, ficou cada vez mais claro que 64 foi um golpe de estado e que o regime militar uma ditadura. Tenho percebido que quando mais nos afastamos do… Read more »

Alexandre
Alexandre
Reply to  Allan Lemos
2 meses atrás

I love you Trump!!!!

Nuno Taboca
Nuno Taboca
Reply to  Alexandre
2 meses atrás

Uma das frases mais vergonhosas que já vi um chefe de estado fazer em subserviência a outro, sem nenhuma retribuição. Constrangedor

André Sávio Craveiro Bueno
André Sávio Craveiro Bueno
Reply to  Sulamericano
2 meses atrás

Para um partido que teve Eisenhower, Nixon; em que pese Watergate; e Reagan, por exemplo, é uma vergonha considerar alguém como Trump.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  André Sávio Craveiro Bueno
2 meses atrás

Olá André. Exatamente.

Acho que valeria a pena incluir Therodore Roosevelt e BushPai.

Nixon é uma figura complexa. Watergate o destruiu politicamente, mas foi um estadista. NInguém consegue explicar a história dos EUA nem do Mundo sem incluir NIxon, seja pelos acertos ou erros.

Entre os trumpistas, existem os aproveitadores e oportunistas de um lado, e os extremistas e fanáticos dos outros. Eu consigo entender os oportunistas.

André Sávio Craveiro Bueno
André Sávio Craveiro Bueno
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Pois é, meu caro. Sinal dos tempos e de sua má influência sobre o eleitorado?

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  André Sávio Craveiro Bueno
2 meses atrás

Olá André. A gente ainda precisa entender o que está acontecendo nas democracias ocidentais neste começo de Século XXI.

Talvez, se a gente entender a ascensão fascista no início do Século XX talvez consigamos entender um pouco o que está acontecendo agora.

Felipe
Felipe
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Fascismo imaginário vs Socialismo , esta é realidade, todo mundo que for contra a esquerda ou for mais conservador é chamado de fascista.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Felipe
2 meses atrás

Não. Existe uma direita liberal e uma direita conservadora democrática e civilizada, assim como existem uma esquerda democrática, seja ela socialista ou trabalhista.

Existe também a extrema esquerda e a extrema direita. Nenhuma das duas é democrática.

Todo fascista é de extrema direita, mas nem toda extrema direita é fascista, ainda que seja anti-democrática.

O livro de Konder “Introdução ao fascismo” continua sendo um excelente ponto de partida para entender o fascismo.

Achar que toda pessoa de direita é fascista é um erro tão grande quando ignorar a existência de uma extrema direita fascista.

Waldir
Waldir
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Extremos devem ser descartados mesmo. Nisso estamos de acordo. Não sabem conversar. Só dividir.
Infelizmente estamos a alguns anos numa sequência de governos extremistas que demonizam qq um que não concorde. Isso vale para o presente também. FHC e Temer foram de centro esquerda e direita. Os outros todos são ou foram governos que dividiram nosso povo. Famílias e amigo brigando. Pessoas matando as outras. Precisamos aprender a dialogar de novo.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Waldir
2 meses atrás

Olá Waldir. Desde a redemocratização, todos os presidentes brasileiros foram eleitos. Até mesmo Itamar e Temer assumiram dentro da ordem constitucional. Em uma análise simplificada, Itamar, FHC, Lula e Dilma podem se chamados de esquerda. Collor, Temer e Bolsonaro estão á direita. Uns estiveram mais ao centro, outros mais á esquerda ou direita. Nenhuma chegou a quebrar a ordem democrática, ainda que isso seja uma boa discussão. Se adotarmos a expressão “extrema-direita” e “extrema-esquerda” para os regimes não-democráticos, acho que seria equivocado chamar qualquer um dos presidentes brasileiros desde a CF88 de extremistas. Todos os presidentes governaram com forte oposição… Read more »

Jose
Jose
Reply to  Waldir
2 meses atrás

Um dos principais responsáveis por essa divisão foi justamente o tal do fhc, ou esqueceu do escândalo da compra de votos para aprovar a reeleição.

Nilo
Nilo
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Milei terá que mudar rápido o discurso com relação a China e Taiwan, não tenha alternativa para os produtos baratos, acessíveis e financiado de 6,5 bi de dólares.
“la libertad” está caminhado para racismo. Rsrsrsrs

Nilo
Nilo
Reply to  Nilo
2 meses atrás

…facismo

Junior
Junior
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Consegue? O atual Jabuti na árvore aqui é um estadista?

JHF
JHF
Reply to  Junior
2 meses atrás

Quem seria o jabuti?

Charle
Reply to  JHF
2 meses atrás

Ele deve estar se referindo ao “Jabuti” que tinha como “amigo íntimo” um certo Aristides…

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Junior
2 meses atrás

Qual jabuti? Lembrei do Tiddles, a tartaruga da Dra Hamister da Peppa Pig.

Last edited 2 meses atrás by Camargoer.
Marcos Pesado
Marcos Pesado
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Além de Lincoln

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Marcos Pesado
2 meses atrás

SIm. Vocẽ e o Faver têm razão.

Faver
Faver
Reply to  André Sávio Craveiro Bueno
2 meses atrás

Lincoln

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Sulamericano
2 meses atrás

Suprema Corte vai derrubar a decisão do Colarado, mas aí qual é a carta na manga dos Democratas?

Allan Lemos
Allan Lemos
2 meses atrás

Vai demorar muito para o Milei conseguir consertar a m que a turma do amor fez na Argentina durante décadas.

Mas começou bem, diferente do tucano argentino, Macri.

É bom porque a China vai perder influência por aqui.

Nativo
Nativo
Reply to  Allan Lemos
2 meses atrás

“A China vai perder influência por aqui”
Por que vamos vender nossos comodites para os EUA, ou ate Israel como se pensou por aqui?

Richard Stallman
Richard Stallman
Reply to  Nativo
2 meses atrás

[…nossos comodites…]
“Nossos” não, do Big Agro, eu não tenho parte de nada dos lucros deles.

Nativo
Nativo
Reply to  Richard Stallman
2 meses atrás

Você entendeu acho que não preciso desenhar.

Marcos
Marcos
Reply to  Richard Stallman
2 meses atrás

Mas pode ter se quiser…
Os Fundos de Investimento do Agro são sempre bem interessantes.
Entregam boa rentabilidade…

Pragmatismo
Pragmatismo
Reply to  Allan Lemos
2 meses atrás

Só faltou um recheio para a argumentação

Zero77
Zero77
Reply to  Pragmatismo
2 meses atrás

É o de sempre.

Defendem o mesmo para o Brasil.

Vitor
Vitor
Reply to  Allan Lemos
2 meses atrás

Quando não existe pragmatismo politico com o estado … e joga para galera acaba nisso, manda o Milei passar pinico em Londres e Nova York e ele vai encontrar uma mão amiga yanque ” abutre da Black Rock “.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Allan Lemos
2 meses atrás

Caro. O Brasil é o principal destino das exportações argentinas (18%), depois vem a China (8%) e em terceiro os EUA (6%). Em relação ás importações, a China lidera (20%), seguido do Brasil (19%) e em terceiro os EUA (10%). Então, os dois principais parceiros comerciais da Argentina são o Brasil e a China. Ainda que os EUA tenham grande influência no FMI, com 17% dos votos, a China e o Brasil somam um pouco mais de 5% dos votos. Apenas para comparação, o Japão é o segundo país com mais votos no FMI com 6,1%. Além disso, o Brasil… Read more »

Sulamericano
Sulamericano
Reply to  Allan Lemos
2 meses atrás

O único que tem a perder nessa história é a economia da Argentina.
Fechar as portas para um parceiro comercial (como a China – ou qualquer outro parceiro) em meio a uma crise, é de uma estupidez sem tamanho.

Mas no fim das contas o Milei está certo. Ele se vendeu como um personagem anti-comunismo então tem que fazer valer a narrativa.

Nem que pra isso tenha que sacrificar 6,6 Bi USD em exportações para a China.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Sulamericano
2 meses atrás

Meu deus cara onde tu se informa, o Millei é anarco, pra ele os argentinas poderiam estar negociando almas com o capeta que não tem problema, ou se entupir de crack em casa, a situação é que ele não quer uma relação de alto nível com os Chineses só isso.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Carlos Campos
2 meses atrás

Caro. Não existe “anarco-capitalista”. O anarquista é fundamentalmente anti-capitalista.

Zenótico
Zenótico
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Sim, quase todos. A exceção é exatamente o anarco-capitalista, um neo-liberal radical que acha que o estado não é útil nem mesmo para asfaltar ruas ou policia-las. Chegamos a isso.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Zenótico
2 meses atrás

Pois é. Riso. Isso era e continua sendo apenas um ultraliberal mais parecido com um “narcocapitalista” que um “anarco-qualquer-coisa”, riso.

Sulamericano
Sulamericano
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Caro Camargo.
Ainda bem que não sou o único que não vê sentido nessa definição de Anarco-Capitalista.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Sulamericano
2 meses atrás

Olá S. Já fomos dois. Mais alguns, a gente enche uma kombi. riso.

Anarco-capitalista é apenas um nome de banda de adolescentes tardios que fazem cover de punkrock. riso.

Serve para marqueiteiro promover candidatos-sabonete.

Marcus Pedrinha Pádua
Marcus Pedrinha Pádua
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Pode contar 3 nessa Kombi. Ancp é designação prá jogador compulsivo de videogame comedor de miojo, e tipos da mesma “substância”…

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Marcus Pedrinha Pádua
1 mês atrás

LEGAL. Seja bem vindo.

José de Souza
José de Souza
Reply to  Sulamericano
2 meses atrás

Coisa da geração Youtube, que “aprende” que nazismo é de esquerda e demais sandices…

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Estuda Escola Autríaca de Economia e Rothbard, se vc acredita que não existe Anarco Capitalista, é um problema seu, pq eles existem, e o Millei foi o Primeiro dessa vertente economica a ser presidente,

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Carlos Campos
2 meses atrás

Olá Carlos. Ser agressivo não torna o seu argumento melhor. Geralmente é o contrário.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

tá bom, desculpa

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Carlos Campos
2 meses atrás

Olá Carlos. Legal. Aproveitando para desejar boas festas e feliz 2024. Um grande abraço em vi e e nas pessoas que você ama.

Zenótico
Zenótico
Reply to  Carlos Campos
2 meses atrás

A expressão “anarco-capitalismo” pode parecer contraditória em sí, já que o anarquismo histórico é uma idéia claramente à esquerda do espectro político, enquanto o capitalimo sempre foi expressão política de direita. No entanto, o mundo não é para iniciantes. Num movimento surpreendente, extremo-capitalistas (neo-liberais extremados), na sua oposição ao estado, reproduzem hoje o movimento dos anarquistas de cem ou mais anos atrás – preconizando a abolição, para todos os fins práticos, desse mesmo estado. De um ponto de vista lógico, a cobra morde o próprio rabo.  Uma visão esquematista da realidade tende a rejeitar a possibilidde desse fenômeno. Mas num mundo… Read more »

Sulamericano
Sulamericano
Reply to  Carlos Campos
2 meses atrás

Olá Carlos,
Eu me informo através da imprensa. É o que tem pra hoje.
Quando as informações que apresentei sobre a balança comercial, você pode consultar aqui (caso tenha algum interesse).

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Sulamericano
2 meses atrás

Não te perguntei sobre a baçança comercial, falei sobre seu comentário, vou postar aqui pra te lembrar: “O único que tem a perder nessa história é a economia da Argentina. Fechar as portas para um parceiro comercial (como a China – ou qualquer outro parceiro) em meio a uma crise, é de uma estupidez sem tamanho.” Millei nunca fechou as portas para ninguém, NINGUÉM, esse é o teu erro, a situação é que o investimento chinês na Argentina aumente, pois eles querem dinheiro, eles não querem acordos bilaterais gover a governo, com um país comandando por um partido totalmente contra… Read more »

Zero77
Zero77
Reply to  Allan Lemos
2 meses atrás

EDITADO

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Zero77
2 meses atrás

Fazer o quê se o sujeito vai precisar reverter o legado nefasto deixado pelo peronismo.

Zero77
Zero77
Reply to  Allan Lemos
2 meses atrás

EDITADO

Felipe
Felipe
Reply to  Zero77
2 meses atrás

Melhor a narrativa doida e com cheiro de naftalina da esquerda?

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Zero77
2 meses atrás

Continuar com o Kirchenerismo

1)Miseria

2) Estagnação Econômica

3)Jovens fugindo do País e deixando ele mais pobre com pessoas velhas e menos produtivas

4)Empresários com Contatos e Funças cada dia mais ricos

Matheus
Matheus
Reply to  Carlos Campos
2 meses atrás

Mas tem que ser de volta pro Kirchnerismo? Não existe outra opção alem de total vassalagem ou isso?

Vocês realmente não conseguem sair desse pensamento binário, é incrível!.

Afonso Bebiano
Afonso Bebiano
Reply to  Matheus
2 meses atrás

Os regimes democráticos estão, hoje, reféns de um modelo artificialmente binário e maniqueísta.
Não existe mais cidadania e argumentação, tudo virou briga de torcida.

Um Simples Brasileiro
Um Simples Brasileiro
Reply to  Afonso Bebiano
2 meses atrás

Pelo menos aqui no Brasil virou isso mesmo, desde que brasileiro “descobriu” a política.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Matheus
2 meses atrás

e que vassalagem é essa? pensamento binário tem você, se o cara não quer conversa com o PCCh ele é vassalo dos EUA, pelo amor de deus

Matheus
Matheus
Reply to  Carlos Campos
2 meses atrás

O cara literalmente quer colocar a economia do país dele na mão de Washington.
Se isso não é vassalagem, então o que é?

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Matheus
2 meses atrás

Como, que a Ecnomia deles estaria na Mão de Washington? Governo Americano, vai comprar toda a Argentina, a meu ver tá mais fácil pra China fazer isso

Zero77
Zero77
Reply to  Carlos Campos
2 meses atrás

Idem o que postei acima.

Felipe
Felipe
Reply to  Carlos Campos
2 meses atrás

A esquerda Latina antiliberal na prática ama um capitalismo de compadrio com empreiteiras e etc…

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Felipe
2 meses atrás

Macelo Odebrecht que o Diga

Waldir
Waldir
Reply to  Carlos Campos
2 meses atrás

E o ministro advogado do partido também né. Melou todo um trabalho que expôs o pior da política brasileira. Monocraticamente.

Felipe
Felipe
Reply to  Zero77
2 meses atrás

Melhor: estatismo corrupto e ineficiente com o dinheiro público e subserviência total à China e aos sociologos/filósofos de cabelo azul da USP.

Amaury
Amaury
Reply to  Allan Lemos
2 meses atrás

Acho engraçado quando as pessoas tentam justificar suas convicções e fé baseando-se em crendices que não ficam em pé diante da realidade. “Turma do Amor” e ‘tucano Macri” são citações tão idiotas que apenas pessoas desprovidas de um mínimo de censo crítico podem levar a sério. Desde a redemocratização argentina em 1982 já passaram pela Casa Rosada 11 presidentes. Alguns com mandatos que duraram menos que uma semana… Nenhum deles propriamente de esquerda como a citação “Turma do Amor” quer levar a crer. Aqueles hoje chamados de esquerditas por essa gente são apenas populista no mais tradicional conceito portenho. Aqueles… Read more »

José de Souza
José de Souza
Reply to  Amaury
2 meses atrás

Perfeito.

Victor Carvalho
Victor Carvalho
Reply to  Allan Lemos
2 meses atrás

“É bom que a China vai perder influência por aqui.”
Falavam a mesma coisa quando Bolsonaro foi eleito. Começou nessa política de tudo reclamar e implicar com a China, principalmente com a chegada da pandemia.
Resultado… Alguém deu um toque no governo e tiveram que abrir as pernas para os “comunistas chineses” que vieram e compraram quase tudo nas privatizações. Ou seja, muito discurso para nada.
Espero que alguém também dê um toque no Milei para ele se situar sobre a importância da China.

Felipe
Felipe
Reply to  Victor Carvalho
2 meses atrás

Os mesmos que se incomodam com os EUA batem palmas para o imperialismo chinês rsrs

EduardoSP
EduardoSP
Reply to  Allan Lemos
2 meses atrás

Macri e Menen eram da turma do amor? Só aí são quinze anos de governo.

Ivan
Ivan
2 meses atrás

Muita calma nesta hora. . Um velho truque (que não gosto), sempre foi colocar dificuldade para negociar facilidades. Mas o que é comércio? Segundo o basicão da Wikipédia: O comércio baseia-se na troca voluntária de produtos. As trocas podem ter lugar entre dois parceiros (comércio bilateral) ou entre mais do que dois parceiros (comércio multilateral). Na sua forma original, o comércio fazia-se por troca direta de produtos de valor reconhecido como diferente pelos dois parceiros, cada um valoriza mais o produto do outro. Os comerciantes modernos costumam negociar com o uso de um meio de troca indireta, o dinheiro. .… Read more »

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Ivan
2 meses atrás

Olá Ivan. Creio que situação neste caso é outra. A Argentina está com baixos níveis de reservas cambiais, as quais são necessárias para a manutenção das importações. O empréstimo com o FMI é para financiar as importações. Este empréstimo com o FMI precisa ser pago em parcelas, não lembro se são anuais ou semestrais. A Argentina tem usado de dois meios para pagar estas parcelas. 1) Ele obtém um empréstimo do CAF, faz o pagamento do FMI, e com o dinheiro do FMI, a Argentina paga logo em seguida o CAF. Os juros do CAF são mais altos que os… Read more »

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Millei não atacou ninguém, conversa fiada sua, se foi explique como

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Carlos Campos
2 meses atrás

Caro. Vocẽ precisa aprender a ser educado. Parece o Pateta quando entra no carro…

https://www.youtube.com/watch?v=_Tlk6e61E6w

José de Souza
José de Souza
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Ahahahahaha

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

as vezes sou ríspido, e não sou como o pateta, eu tenho medo de dirigir, apesar de dirigir as vezes, e repito, não existe nenhum ataque do Millei ao Brasil e a China, inclusive o embaixador deles aqui é o mesmo do tempo do Alberto, existe sim, uma recusa em envolvimento mais profundo com PCCh e PT, mais isso pode ser resolvido se o Xi e Lule forem no psicologo enfrentar seus medos de rejeição

Amaury
Amaury
Reply to  Carlos Campos
2 meses atrás

Então ele quer ter relações comerciais com a China mas sem envolvimento com o Partido Comunista Chinês…
É um “JÊNIO”…
Será que ele vai negociar com o Partido Republicano Chinês ou com o Partido Democrata Chinês?
Ou com o PLCh? Partido Liberal Chinês….rs
Essa ideia, com certeza, deve ter vindo dos papos que ele tem com seu cachorro clonado….

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Amaury
2 meses atrás

EDITADO:
2 – Mantenha o respeito: não provoque e não ataque outros comentaristas.

Amaury
Amaury
Reply to  Carlos Campos
2 meses atrás

EDITADO:
2 – Mantenha o respeito: não provoque e não ataque outros comentaristas.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Ivan
2 meses atrás

O Millei como Ancap não vai botar dificuldade em negociar com a China, vai é melhorar pq vai tirar o Imposto de Exportação, ele não quer é ter relação com PCCh, quer distância deles.

Mig25
Mig25
Reply to  Carlos Campos
2 meses atrás

Se quer distância deles, vai ficar distante do dinheiro deles tb. Em que mundo você vive? É tão difícil entender isso?

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Mig25
2 meses atrás

em que mundo tu vive que o as pessoas vão deixar de fazer dinheiro só pq uma pessoa não se dá bem com a outra?

Last edited 2 meses atrás by Carlos Campos
José de Souza
José de Souza
Reply to  Ivan
2 meses atrás

Bom ver o Old Infantry Man de volta por aqui! Só faltou um mapa!

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  José de Souza
2 meses atrás

Mapento

Claudio Moreno
Claudio Moreno
2 meses atrás

Pois é Senhores, melhor que ver a Argentina perder no futebol é ver a Argentina se enterrar ainda mais na merda sozinha. Eu acho que ele se “fwdher@m”.

Mas isso tem um tom de alerta ao nosso Brasil, pois temos muita grana chinesa no país.

Como será que Washington vai ajudar a Argentina? FMI vai dar dinheiro pra Casa Rosada que não tem boa fama de pagar o que pegar emprestado? Estive em Buenos Aires em julho deste ano, não dá pra andar sem pisar em favelado nas calçadas da Casa Rosada, triste….

Sgt Moreno

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Claudio Moreno
2 meses atrás

Moreno. Durante a crise da moratório, o Brasil também precisou de sucessivos empréstimos do FMI. O país também teve problemas para fazer os pagamentos das parcelas, demandando inúmeras renegociações do empréstimos. Eram famosas as visitas dos técnicos do FMI ao Brasil. Os EUA tem uma enorme influência no comando do FMI. Os empréstimos do FMI são para períodos de crise, como esta que a Argentina está passando ou com aquela que o Brasil passou na década de 80. Eventualmente, o FMI pode fazer um novo empréstimo para quitar o contrato anterior. Isso é comum. Nestes casos, existem cláusulas de ajuste… Read more »

Claudio Moreno
Claudio Moreno
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Salve camarada Camargoer eu me recordo do “overnight”, a grana da noite corrigida não pagava o mesmo que comprávamos no dia anterior.

Eu só acho que o Brasil dos anos 70 e principalmente 80 não é a Argentina de hoje, desde aquela época sempre tivemos uma economia e indústria mais robusta que a Argentina de hoje e de sempre.

Buenos Aires sempre foi uma bolha prestes a estourar, o atual presidente argentino é a agulha que furou a bolha.

Sgt Moreno

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Claudio Moreno
2 meses atrás

Olá Moreno. Os anos 80 e começo dos 90 foram terríveis no Brasil e em toda a América Latina. A situação brasileira hoje é mais confortável que a da Argentina porque o país acumulou reservas cambiais. Lembro do Paulo Guedes propor a redução das divisas para pagar a dívida interna… Aliás, acho curioso ver ex-ministros da Fazenda e presidentes do Banco Central dando entrevistas aqui e ali, mas o Paulo Guedes sumiu, Estou com a impressão que o cálculo político de MIlei seria o de provocar uma enorme recessão, que duraria um ou no máximo dois anos. Toda economia tem… Read more »

Victor Carvalho
Victor Carvalho
Reply to  Claudio Moreno
2 meses atrás

A Argentina se ferrando não é bom para o Brasil, pois é um dos nossos principais parceiros comerciais. Se a Argentina ficar sem dinheiro para comprar nada teremos que fechar fábricas e vários postos de trabalhos no Brasil, ferrando nossa economia. Isso não tem nada de engraçado.
Teremos que fazer o possível para ajudá-los, e não atoa o governo já está em processo de negociar empréstimos.

José de Souza
José de Souza
Reply to  Victor Carvalho
2 meses atrás

Exato, o pessoal acha que é futebol. O pior que pode acontecer é instabilidade econômica no Mercosul. A UE teve que socorrer Portugal, Espanha e Grécia pelo mesmo motivo, não adianta ninguém “se ferrar”, acaba se alastrando.

Claudio Moreno
Claudio Moreno
Reply to  José de Souza
2 meses atrás

Olá José de Souza, Perdão se eu confundi o caro amigo com minha brincadeira sobre o futebol, mas em relação a situação econômica e social da Argentina eu estou bem lúcido e sério. Eu por causa de obrigações trabalhistas que não cabe os detalhes aqui, me obrigam a viagem ao país vizinho ao menos duas vezes no ano, e toda vez ele está mais pobre, mais corrupto, mais empobrecido culturalmente, mais gente sem casa, comida, roupa ou esperança! Mesmo entre os militares argentinos, meus colegas de farda não veem saída à longo prazo e viram a eleição do Melei como… Read more »

Claudio Moreno
Claudio Moreno
Reply to  Victor Carvalho
2 meses atrás

Salve Vitor,

De fato a Argentina sempre pagou o Brasil e nossos empréstimos. Mas e agora….será que Melei vai fazer isso?

Sgt Moreno

JapaSp Jantador
JapaSp Jantador
2 meses atrás

EUA podem muito bem substituir a China nesse swap.
Até nós podemos e com benefícios, ou acham que a China faz isso de graça pq é boazinha? Essa grana não é dada, é apenas alocada para trocas.
É um bom jeito de fortalecer comércio entre países e exercer influencia.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  JapaSp Jantador
2 meses atrás

Caro. A Argentina pode fazer o swap com qualquer outro banco central ou até mesmo com algum banco privado. O que pode mudar é a taxa de câmbio. Escrevi que a Argentina pode recorrer ao Brasil, aos EUA, ao Banco Central Europeu, aio Japão ou até á Índia. A questão é saber quem vai concordar. Por exemplo, o Brasil tem US$ 350 bilhões em reservas, em diversas moedas, títulos, ouro e outros créditos, Aliás, o Brasil tem um crédito no FMI de US$ 4 bilhões. O governo argentino poderia contactar o governo brasileiro e propor um swap. Isso é uma… Read more »

Victor Carvalho
Victor Carvalho
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

Olá Camargoer!
Pelo que ouvi falar o governo brasileiro já está em negociação com os argentinos em relação a essa questão. Espero que dê certo.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Victor Carvalho
2 meses atrás

Olá Victor. O que eu fiquei sabendo foi de um novo empréstimo do CAF para a Argentina pagar a parcela do FMI. Isso já tinha sido feito antes e parece que foi repetido.

Sobre o swap, eu não sei. O jornal “Valor” publicou recentemente que a situação na Argentina já está afetando as exportações brasileiras.

Mig25
Mig25
Reply to  Victor Carvalho
2 meses atrás

Pra isso acontecer, Milei vai ter que aprender a ser presidente, e, principalmente, aprender a ser gente. Vai ter que usar a diplomacia e pedir desculpas “en las rodillas”para o chefe de Estado Brasileiro, que o anarco não sei das quantas agrediu gratuitamente…

Jose
Jose
Reply to  Mig25
2 meses atrás

Acho que o cidadão aí está esquecendo de quem tentou interferir nas eleições daquele país, esperava o que um buquê de flores???

Carlos
Carlos
2 meses atrás

Foi promessa de campanha: não fazer negócios com países comunistas (citou China), então… Tá tudo certo!

Maurício.
Maurício.
2 meses atrás

Eu lembro que quando o Maurício Macri venceu as eleições, tinha um pessoal que afirmava que esse seria o ponto de virada da Argentina. O tempo passou e agora o “ponto de virada” é com Milei, vamos ver no que vai dar, se realmente vai colocar a Argentina nos eixos ou se no fim vai culpar os outros pelo fracasso, como qualquer político populista e incapaz.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Maurício.
2 meses atrás

O ponto de inflexão pode ser positivo ou negativo. A curva pode subir ou cair. Não deixa de ser um ponto de virada.

Nilo
Nilo
Reply to  Camargoer.
2 meses atrás

O Ponto de Inflexão. Lembra quando o Zelensky estabeleceu e assumiu a contra ofensiva Ucraniana, ali se estabelecia o fim do Zé, seria cobrado pelo resultado (que não veio). O mesmo digo quanto ao Milei, determinou o seu fracasso no momento que estabeleceu prazo, meta (dois ou quatro meses da a inflação ir para 20 ou 40 por cento. Sua derrota virá do campo politico, basta as medidas serem barradas, só precisam ser rejeitadas pela Câmara dos Deputados e também pelo Senado, mesmo sendo podendo ser emitida pelo presidente em ocasiões específicas e não precisando de aprovação do Congresso, para ter… Read more »

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Nilo
2 meses atrás

Pois é. Esta história de “bala de prata” não funciona, contudo acho que é cedo para fazer qualquer cenário provável para a Argentina.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Maurício.
2 meses atrás

o Macri foi um frouza e uma decpeção, não implementou as mudanças necessárias para uma mudança da Argentina, o Millei em poucos dias causou mais choques que o Macri em 4 anos, a maior para mim, foi ter diminuído o controle sobre a cotação do Peso em relação ao Dólar

SmokingSnake 🐍
SmokingSnake 🐍
Reply to  Maurício.
2 meses atrás

Com 4 anos é impossível mesmo, teriam que ficar décadas que nem os que arruinaram a Argentina ficaram.

Maurício.
Maurício.
Reply to  SmokingSnake 🐍
2 meses atrás

O problema é que os políticos usam esses 4 anos (que podem chegar a 8) como se ainda estivessem em campanha, passando mais tempo em redes sociais e falando abobrinhas do que trabalhando para tentar colocar o país nos eixos, aí o tempo passa e a culpa continua sempre sendo dos outros.

Jose
Jose
Reply to  Maurício.
2 meses atrás

Não existe virada possível se o povo não der sustentação política elegendo a maioria nos parlamentos, em sistemas políticos como o do Brasil e o da Argentina Presidente, Governadores e Prefeitos são meros fantoches, só não entende quem não quer ou por má fé mesmo.

Carlos Campos
Carlos Campos
2 meses atrás

Bom o Millei já pediu ajuda dos EUA, e tá se alinhando com eles, então acho que esses 6, alguma coisa não vão fazer tanta diferença, a China vai continuar despejando bilhões na Economia da Argentina, pq precisa da Soja e da Carne deles.

Sergio
Sergio
2 meses atrás

Situação da América Latina é complexa a ponto de reverter a matemática. Não existe solução por vias institucionais. Total solidariedade a Argentina! Recordo o embaixador americano em Brasilia ” caguetado” pelo wikileaks, afirmando que o Brasil não poderia desenvolver veículos espaciais e deveria se fazer de tudo para impedir tal proeza tecnológica. Nem é preciso mais detalhes. É um karma horroroso da região. Sair das mãos de um império para as garras ainda mais afiadas e impiedosas de outro. Quando o governante é como nosso atual , malandro, submisso eles disfarçam. Aparece um milei e os monstros ameaçadores colocam a… Read more »

Charle
Reply to  Sergio
2 meses atrás

Um exemplo de estadista era o anterior. Que homem… até prestava continência à bandeira dos EUA e declamava publicamente em alto e bom som sua paixão e submissão total (essa não tão reprimida) à pessoa do presidente ianque. Inesquecível!!!

Richard Stallman
Richard Stallman
2 meses atrás

Pede para os Estados Unidos. U$6 Bilhões é quanto Israel recebe por mês, sabe-se lá porquê.