Um site criado por um ex-fuzileiro naval americano que mora na Rússia espalha boatos utilizados por congressistas em Washington

Um site na internet criado por um ex-fuzileiro naval americano que agora mora na Rússia alimentou o boato de que o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, teria comprado dois iates de luxo com dinheiro recebido de ajuda dos Estados Unidos.

A acusação é falsa, mas a desinformação se espalhou. Ela viralizou na internet e foi repetida por congressistas americanos responsáveis pela tomada de decisões fundamentais sobre os gastos militares do país.

A acusação era inacreditável. Usando dois conselheiros como procuradores, Zelensky teria pago US$ 75 milhões (cerca de R$ 366 milhões) por dois iates. Não apenas o governo ucraniano negou terminantemente a história, como os dois navios em questão não chegaram sequer a ser vendidos.

Mas, mesmo sendo falsa, a história chegou até membros do Congresso americano e seus líderes afirmam que todas as decisões sobre novos auxílios à Ucrânia serão postergadas para o ano que vem.

Alguns congressistas se opõem veementemente a oferecer mais assistência.

No X, antigo Twitter, a congressista republicana Marjorie Taylor Greene afirmou que “qualquer pessoa que vote a favor de financiar a Ucrânia está financiando o esquema financeiro mais corrupto de qualquer guerra estrangeira da história do nosso país”. E acrescentou um link para a história da falsa compra dos iates.

O senador republicano Tom Tillis, que é a favor do apoio militar à Ucrânia, falou para a rede de TV CNN pouco depois que os senadores realizaram um encontro a portas fechadas com Zelensky na semana passada.

“Acho que a ideia de corrupção surgiu porque alguns disseram que as pessoas irão comprar iates com o dinheiro”, declarou Tillis. “[Zelensky] dissuadiu as pessoas dessas ideias.”

Tillis discordou de outro senador republicano, J. D. Vance, que também mencionou Zelensky e os navios na mesma frase.

“Existem pessoas que tirariam dinheiro da previdência, levando nossos avós à pobreza, por quê? Para que um dos ministros de Zelensky possa comprar um iate maior?”, disse Vance em um podcast apresentado por Steve Bannon, ex-conselheiro de Donald Trump, no qual discutia prioridades orçamentárias.

Embora o caso dos iates seja falso, a BBC descobriu que a história recebeu impulso de um site ligado à Rússia, supostamente hospedado em Washington. Pesquisadores afirmam que ele é “provavelmente uma ferramenta com propósito específico de criação de narrativas, ligado ao governo russo”.

O site de ‘Washington’ ligado à Rússia

A história surgiu pela primeira vez no final de novembro em um canal obscuro do YouTube, com apenas um punhado de seguidores e um único vídeo disponível.

No dia seguinte, a notícia foi reproduzida em um site chamado DC Weekly, ao lado de fotografias dos dois iates, chamados Lucky Me e My Legacy, e de documentos que supostamente confirmavam a venda dos navios para associados de Zelensky.

Mas os negociantes de iates de luxo da empresa onde os dois navios estavam disponíveis para venda declararam que as acusações são falsas. Os documentos de venda aparentemente são forjados.

E, em vez de terem sido comprados por Zelensky ou seus conselheiros próximos, Lucky Me e My Legacy ainda estão à venda.

A reportagem do DC Weekly fez disparar uma série de especulações online. Inúmeras fontes publicaram links para a história e seu conteúdo, mencionado em diversas plataformas.

Mas o site não é uma publicação semanal, como o nome indica. Nem é sediado na capital americana.

Estudos dos pesquisadores de desinformação Darren Linvill e Patrick Warren, da Universidade de Clemson, nos Estados Unidos, concluíram que o DC Weekly foi lançado por John Mark Dougan, ex-fuzileiro naval americano e ex-policial do Estado da Flórida, que se mudou para a Rússia em 2016.

Dougan passou três anos como delegado do escritório do xerife do condado de Palm Beach, na Flórida. Depois que saiu, em 2009, ele lançou um site para espalhar boatos sobre seu antigo empregador.

Desde que se mudou para a Rússia, ele se reinventou como jornalista cobrindo a invasão da Ucrânia – e espalhou diversas afirmações falsas e sem fundamento. Uma delas foi que a Rússia estaria tentando destruir laboratórios de armas biológicas.

Os pesquisadores de Clemson descobriram que o DC Weekly está repleto de reportagens copiadas de outros sites e reescritas por mecanismos de inteligência artificial. Os “repórteres” do site assinam com nomes falsos e suas fotos são copiadas de outros lugares da internet.

Misturadas com as reportagens reescritas, encontram-se notícias originais duvidosas, aparentemente para dar ao site um ar de legitimidade.

Uma dessas reportagens foi a origem do boato sobre os iates. Os pesquisadores de Clemson rastrearam como a história viralizou após a versão publicada pelo DC Weekly.

Evidências coletadas pelos pesquisadores indicam que o site continuou a ser hospedado no mesmo servidor de diversos outros sites de John Mark Dougan. A BBC Verify também descobriu que parte do site DC Weekly está hospedada em um servidor na capital russa, Moscou.

No início deste ano, Dougan foi identificado como comentarista do DC Weekly em diversas palestras ministradas por ele em uma instituição acadêmica filiada ao Ministério do Exterior da Rússia.

“É bastante óbvio para mim que Dougan está envolvido com o DC Weekly há muito tempo e permanece ligado à infraestrutura por trás do site”, declarou Warren.

John Mark Dougan declarou por mensagem de texto que “nega terminantemente essas acusações” e que vendeu o DC Weekly há vários anos, por US$ 3 mil (cerca de R$ 14,6 mil).

Ele afirmou que não lembra quem é a pessoa a quem ele vendeu o site e que perdeu os documentos após ter sido expulso de plataformas de pagamento e perdido o acesso a contas de correio eletrônico, devido às sanções financeiras contra a Rússia. Ele afirma que não tem nenhuma relação com as operações atuais do site.

Os pesquisadores afirmam que o site é parte de uma máquina de propaganda pró-Rússia muito maior.

“Realmente não importa muito se esta pessoa específica está por trás do site”, segundo Warren. “O principal é que o site é um elemento importante em uma operação muito eficaz e substancial de influência pró-russa que precisa ser denunciada e compreendida.”

Sobre a reportagem do DC Weekly, o escritório da Presidência da Ucrânia declarou que “todas as informações da reportagem são falsas. Zelensky e seus familiares não têm, nem nunca tiveram iates.”

Nós entramos em contato com Tom Tillis e Marjorie Taylor Greene pedindo seus comentários.

Um porta-voz de J. D. Vance declarou: “Há anos, todos no Ocidente reconheceram que a Ucrânia era um dos países mais corruptos do mundo. Por alguma razão, todos esqueceram isso, assim que começamos a enviar para eles bilhões de dólares em ajuda externa.”

Compra de joias

O caso dos iates é mais uma história de ficção sobre as preocupações existentes com a corrupção, que é um problema antigo na Ucrânia. Enfrentá-la é uma das exigências que o país precisaria cumprir para se associar a instituições ocidentais, como a União Europeia.

No Índice de Percepção da Corrupção da organização Transparência Internacional, a Ucrânia ocupa o 116° lugar entre 180 países, embora os esforços dos últimos anos tenham feito sua posição melhorar significativamente.

Mas a atenção dedicada aos problemas reais em curso no país com a corrupção foi pequena, em comparação com os comentários online sobre histórias falsas baseadas em documentos falsificados e obscuras contas nas redes sociais.

Em outubro, uma acusação amplamente compartilhada nas redes sociais indicava que a esposa do presidente Zelensky teria gasto uma fortuna com joias em Nova York, nos Estados Unidos, durante a estada do presidente ucraniano na cidade para discursar nas Nações Unidas.

A mulher acusou a esposa do presidente Zelensky de causar sua demissão, antes de exibir um recibo falso de US$ 1,1 milhão (cerca de R$ 5,4 milhões)

Como no caso dos iates, esta acusação se originou em um canal do YouTube com muito poucos seguidores e apenas um vídeo, que apresentava uma mulher dizendo ser do Benin. Ela afirmou que trabalhava na loja Cartier da 5ª Avenida, em Nova York.

A mulher mostrou um recibo com data de 22 de setembro, com o nome de Olena Zelenska e uma conta de US$ 1,1 milhão (cerca de R$ 5,4 milhões) por um bracelete, brincos e um colar.

Mas ferramentas de reconhecimento facial encontraram coincidência próxima entre a mulher do vídeo e fotos nos perfis de redes sociais de uma mulher que mora em São Petersburgo, na Rússia. Quando observamos as imagens, ela parece ser a mesma pessoa do vídeo do YouTube.

A história viralizou no Facebook, TikTok e Telegram. A conta da Embaixada da Rússia no Reino Unido no X compartilhou o caso com o comentário: “o melhor uso do dinheiro dos contribuintes britânicos da história”.

Mas o recibo é uma falsificação clara. Em 21 de setembro, o casal Zelensky já havia deixado Nova York e viajado para o Canadá.

E um site em língua inglesa foi fundamental para espalhar o boato: o DC Weekly.

A BBC Verify e os pesquisadores de Clemson encontraram diversas reportagens postadas no DC Weekly entre agosto e dezembro deste ano, seguindo o mesmo padrão.

Elas apresentavam a falsa alegação de que o príncipe britânico Andrew, irmão do rei Charles 3º, teria visitado secretamente a Ucrânia; que a Ucrânia teria fornecido armas para o Hamas; que uma organização sem fins lucrativos dos Estados Unidos estaria colhendo órgãos na Ucrânia; e que o governo Zelensky teria permitido que empresas ocidentais utilizassem terras agrícolas da Ucrânia para descarte de lixo tóxico.

As reportagens do DC Weekly eram frequentemente publicadas dias depois das acusações aparecerem pela primeira vez no YouTube.

Além do DC Weekly, algumas das acusações (incluindo sobre as joias da Cartier e os iates) também foram publicadas em diversos websites pró-Kremlin em inglês, além de websites jornalísticos legítimos da África que aceitam conteúdo patrocinado. E algumas das reportagens foram aproveitadas por outros portais e contas em redes sociais.

Mas, com a história dos iates, as pessoas responsáveis pelo DC Weekly aparentemente atingiram um nível de sucesso inédito. Suas acusações foram repetidas por algumas das pessoas mais poderosas do Congresso americano.

FONTE: BBC, via G1

Subscribe
Notify of
guest

70 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Emmanuel
Emmanuel
1 mês atrás

Muito blábláblá como vem acontecendo desde o início da guerra.

Lá se vão dois anos de guerra e o que se tem é:

A contraofensiva ucraniana falhou em expulsar os russos.
A Otan falhou em não perceber que não estava preparada para uma guerra longa.
A Rússia falhou no mesmo motivo da Otan.
A Rússia falhou em sua ofensiva.
Todos falharam de alguma forma.

Conclusão: guerra provocada por uma expansão extremamente agressiva da Otan e dos sonhos czaristas de um pseudo presidente eleito da Rússia.
Não há inocentes nessa história.

E a China agradece.

Marcelo Soares
Marcelo Soares
Reply to  Emmanuel
1 mês atrás

Perfeito. E sem perspectiva de fim da guerra em curto prazo…A primeira vítima da guerra é a verdade.

Jefferson B
Jefferson B
Reply to  Emmanuel
1 mês atrás

Para a Otan e a China essa guerra foi maravilhosa.
Hoje a Rússia come na mão da China, travando qualquer crescimento russo no medio prazo. E a Otan nunca esteve tão forte desde o fim da União Soviética, estão nas portas de São Petersburgo.
Países europeus investindo mais na defesa e novos membros no bloco.
A Rússia e a Ucrânia só perderam!

JapaSp Jantador
JapaSp Jantador
Reply to  Emmanuel
1 mês atrás

Colocar a OTAN no mesmo balaio dos urubus do Kremlin é patifaria.

Bosco
Bosco
Reply to  Emmanuel
1 mês atrás

Sua imparcialidade demonstrada no comentário me faz descer uma lágrima no meu rosto.
Estou muito emotivo nesse final de ano.
rss

Nativo
Nativo
Reply to  Bosco
1 mês atrás

Melhor do que enxergar OTAN e EUA como santos.
Quando se sabe que vinham usando a Ucrânia como sua base contra a Rússia.

Bosco
Bosco
Reply to  Emmanuel
1 mês atrás

Esqueça isso de contra ofensiva. Essa simplificação e rotulação é inócua. O que está ocorrendo é uma guerra de trincheiras que irá durar muitos anos. A munição da Rússia acabou e não tem mais como ela ter os estoques mal utilizados do início do conflito. Mesmo que a Ucrânia deixe de receber ajuda em larga escala como no início do conflito, a ajuda em baixa escala que continuará a receber será suficiente para encarar a Rússia já esgotada e que tem que recorrer a drones com motor de motosserra para molestar o inimigo, atacando alvos civis. Enquanto a Rússia já… Read more »

PauloOsk
PauloOsk
Reply to  Bosco
1 mês atrás

“A Ucrania só está esquentando.”
Rapaz, o próprio ze leski ja disse que nao tem mais homens. Vocês torcem demais, ta doido. Haha

Bosco
Bosco
Reply to  PauloOsk
1 mês atrás

O Zelesky e o Putinho já disseram muitas coisas nesses quase dois anos.
Não leve nada que eles falam ao pé da letra. Lembra das ameaças do pu tinho de cruzarem a linha vermelha. Acho que já está na 247ª e continua sendo atravessada.

Bosco
Bosco
Reply to  Bosco
1 mês atrás

Ah! Antes que me esqueça: “Vocês torcem demais, ta doido”
Pode ter certeza disso.

PauloOsk
PauloOsk
Reply to  Bosco
1 mês atrás

Eu nao levo, mas parece que voces sim. Nessa guerra ai achar que um eh bonzinho e o outro eh malvado eh loucura.

Obs. Eu tenho certeza mesmo, da pra percerber pelos comentarios. Rsrsrs

Bosco
Bosco
Reply to  PauloOsk
1 mês atrás

Eu não acho isso (que um é bonzinho e outro é malvado). Eu acho que um tem o direito de se defender do agressor e está certo na sua demanda enquanto o outro não tinha o direito de atacar e invadir a terra alheia e no processo matar milhares de cidadãos e está errado na sua demanda.
Mas você , fique à vontade em achar que o bem entender.

PauloOsk
PauloOsk
Reply to  Bosco
1 mês atrás

“ o outro não tinha o direito de atacar e invadir a terra alheia e no processo matar milhares de cidadãos”

Que lindo sua preocupação com os civis. Chorei aqui, de verdade. Aposto que voce falou isso também quando os EUA estraçalhou os civis Iraquianos e afegãos.

Carlos 07
Carlos 07
Reply to  Bosco
1 mês atrás

EDITADO

Nativo
Nativo
Reply to  Bosco
1 mês atrás

Tenho certeza que nem você acredita no que escreveu.

Carlos
Carlos
Reply to  Nativo
1 mês atrás

Pior que acredita…

Bosco
Bosco
Reply to  Nativo
1 mês atrás

Acredito sim!
Os ucranianos chegaram onde chegaram com uma das mãos amarradas às costas.
Nesse ano de 2024 eles vão fazer a Rússia sangrar um pouco também. E aí veremos.

ALISON
ALISON
Reply to  Bosco
1 mês atrás

que torcida patética …

AVISO DOS EDITORES: DEBATA OS ARGUMENTOS SEM FAZER PROVOCAÇÕES PESSOAIS TOTALMENTE INÚTEIS PARA O DEBATE.

LEIA AS REGRAS DO BLOG:

https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

JHF
JHF
Reply to  Bosco
1 mês atrás

Mais uma.narrativa. E feliz natal…..

pragmatismo
pragmatismo
Reply to  Bosco
1 mês atrás

Rússia já esgotada” – Fonte?

Robinson Salvador
Robinson Salvador
Reply to  pragmatismo
1 mês atrás

Águas de Lindóia

Vitor
Vitor
Reply to  Bosco
1 mês atrás

Quanta miopia

AVISO DOS EDITORES. MANTENHA O RESPEITO, DEBATA OS ARGUMENTOS.

https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

deadeye
deadeye
Reply to  Emmanuel
1 mês atrás

“Expansão agressiva da OTAN” Errado, decisões democráticas dos seus países membros ao se juntarem a aliança;

deadeye
deadeye
Reply to  deadeye
1 mês atrás

Isso se chama, autodeterminação dos povos

JHF
JHF
Reply to  deadeye
1 mês atrás

” decisões democráticas”….. Hahahahah. Agora conta a do padre, o flamingo e a escolopendra entrando no bar….

Nativo
Nativo
Reply to  Emmanuel
1 mês atrás

800 anos depois das hordas de ouro, outro império mongol avança pela Europa.

Santamariense
Santamariense
Reply to  Nativo
1 mês atrás

🤦🏻‍♂️🤦🏻‍♂️🤦🏻‍♂️🤦🏻‍♂️

Victor F
Victor F
1 mês atrás

Uma das frases que eu mais odeio no contexto de conflitos militares é: “A primeira vitima da guerra é a verdade” É impossível dizer que a frase esta errada, porque a propaganda é a alma da guerra e propagandas são em sua maioria feitas de mentiras. O Problema é que essa frase é usada por aqueles que querem desligar o cérebro e ignorar qualquer pensamento racional e critico sobre o assunto vejam qualquer matéria sobre qualquer conflito e sempre vai ter alguém com essa bendita frase nos comentários como se fosse de alguma forma impossível chegar na verdade. Já teve… Read more »

Hcosta
Hcosta
Reply to  Victor F
1 mês atrás

Estes políticos representam o pior da política e da sociedade Americana.
Nem se dão ao trabalho de procurar alguma lógica ou nexos do que dizem. E até os papagaios destes senhores, os jornalistas da FOX e semelhantes, gozam com quem acredita nestas “notícias”.

É começar a por os tribunais a funcionarem e processarem estes senhores. Como o que aconteceu com o Giuliani.
A liberdade de expressão/imprensa é regulada por algum motivo…

JHF
JHF
Reply to  Victor F
1 mês atrás

Estimado Vitor, gostando ou não, a primeira vítima da guerra é a verdade. Na guerra da Ukrania então, nem precisa comentar.

Joao
Joao
Reply to  JHF
1 mês atrás

Eu respeitosamente discordo q a primeira vítima seja a verdade.
Quando a guerra começa, a verdade já foi posta de lado há muito tempo.

Durante a guerra, tenta-se trazer alguma verdade de volta.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Joao
1 mês atrás

De fato. A primeira vítima de uma guerra é a população civil.

Bosco
Bosco
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

A população civil é protegida por convenções para que não se instale a barbárie mas há de se lembrar que população civil não é sinônimo de “inocentes”.
Não raro a população civil é tão culpada quanto o braço armado do Estado que fazem parte.
*Inocentes só os animais irracionais e as crianças.

Carlos
Carlos
Reply to  Bosco
1 mês atrás

Você se encaixa no grupo dos inocentes. Afirmo!

Bosco
Bosco
Reply to  Carlos
1 mês atrás

Pra mim é uma honra não ser reconhecido como membro da espécie humana. Obrigado!

Carlos
Carlos
Reply to  Bosco
1 mês atrás

Hehehe, boa!

Paulo Roberto
Paulo Roberto
Reply to  Bosco
1 mês atrás

EDITADO

ÚLTIMO AVISO DOS EDITORES: DEBATA OS ARGUMENTOS SEM PARTIR PARA PROVOCAÇÕES PESSOAIS.

Joao
Joao
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Muitas vezes.
Mas é complexo.
Ha uma parte significativa dos civis que respaldam o Estado beligerante. Mas há os civis do Estado atacado… que também pode ter culpa… complicado.
Difícil uma guerra sem civis atingidos.
Acho q até nas Falklands teve. Se não me falha a memória, 3 civis.

Bosco
Bosco
Reply to  Joao
1 mês atrás

Há só uma verdade que salta aos olhos, que é quem começou o conflito. Outra verdade é qual dos países beligerantes é uma ditadura e qual é uma democracia. Outra verdade ainda é que a Ucrânia é atacada há quase dois anos , incluindo alvos civis de forma deliberada, mas não pode atacar o território inimigo que permanece incólume. Outra verdade é que a outra poderosa Rússia não tem coragem e utilizar sua aviação que se dizia ser superior aos stealths americanos que sequer podem voar na chuva. Outra verdade é que por não ter apoio aéreo e nem ataques… Read more »

JHF
JHF
Reply to  Bosco
1 mês atrás

Aparentemente está cheio de verdades, mas a grande maioria delas depende do seu ponto de vista pessoal. Bom p vc.

Joao
Joao
Reply to  Bosco
1 mês atrás

Há tantas outras “verdades”…
Para uma parcela de “boas pessoas”, vidas de ucranianos não importam. Pra estas, de civis israelenses também não, mas de palestinos, importam muito, mesmo muitos tendo apoiado atrocidades.
Difícil, né?

O mais importante é que o Brasil construiu um entorno de forma que é muito difícil uma guerra nos envolvendo em grandes proporções.
Diplomacia, economia, dissuasão, integração regional.
Graças a Deus.

Paulo Roberto
Paulo Roberto
Reply to  Bosco
1 mês atrás

A única verdade que salta aos olhos você não quer admitir e sabe bem qual é!
P.S. como sou um grande amigo seu te dou algumas dicas:Rússia+Putin+deu+um+pé no traseiro+contraofensiva deu em _______pra+ EUA+OTAN+Zelensky

COMENTÁRIO EDITADO. MANTENHA O BLOG LIMPO.

https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Miguel
Miguel
1 mês atrás

Basta olhar para os comentários por aqui e para o semblante para verificarmos quem está a ganhar e quem está a perder.
A OTAN está a ganhar? Está mais forte do que nunca? Sabemos que não. Hoje, se passeia na rua da amargura.
A Rússia está a rir-se? Não, mas derrotar a OTAN é um tónico selvagem que garante qualquer recuperação.

Bosco
Bosco
Reply to  Miguel
1 mês atrás

Eu acho que tônico bom mesmo é a luta dos ucranianos pela reconquista de suas terras invadidas pelos russos e a busca de justiça e reparação (e porque não, vingança) em relação aos crimes cometidos por eles.

Quirino
Quirino
Reply to  Bosco
1 mês atrás

Bosco, é melhor desistir dessa ilusão de ver os ucranianos reconquistarem seu território, a ofensiva fracassada da Ucrânia dos últimos 6 meses mostra que isso não passa de sonho.
De acordo com a mídia, uma parcela dos políticos e oficiais aliados da Ucrânia já perceberam que a solução desse conflito será na mesa de negociações e não no campo de batalha, a Rússia não vai sair sem nada, terão que dar algo para ela para poder acabar com o conflito, a entrevista dado pelo general Zaluzhny ao The Economist deixa claro a situação do campo de batalha para os ucranianos.

Last edited 1 mês atrás by Quirino
Bosco
Bosco
Reply to  Quirino
1 mês atrás

Eu lembro de ter dito a mesma coisa em 2003 para alguém aqui na Trilogia acerca do Afeganistão.
Estava errado!

Bosco
Bosco
1 mês atrás

Na verdade esse tipo de fake news tem sido utilizada no Brasil há muito tempo. A comunicação depende de quem a diz e de quem a ouve e interpreta. Tem que ser muito fanático para acreditar que o Zelensky comprou dois iates com dinheiro doado pelos aliados. Ou seja, fantasma sabe pra quem aparece. Só acredita nesse tipo de mentira quem quer acreditar. No Brasil ficou claro que só há uma pequena parcela de ingênuos indecisos no mundo que talvez não façam diferença no final das contas. . Uma informação dessas tem só o objetivo de servir como viés de… Read more »

Bosco
Bosco
Reply to  Bosco
1 mês atrás

Não tenho a menor dúvida que veremos aqui mesmo na Trilogia essa história do Zelensky ter comprado iates com dinheiro doado, por mais de um comentarista (ou até mesmo um que se faz passar por uma legião).
Não haverá argumento possível aos que tentarem demonstrar que isso constitui uma mentira porque o hipotético comentarista não irá se interessar já que ele mesmo sabe que é mentira mas julga que uma mentira do bem repetida mil vezes pode ser mais um prego no caixão do mal que ele julga estar combatendo.

Paulo Roberto
Paulo Roberto
Reply to  Bosco
1 mês atrás

E eu já falei pra você,pare com esse malabarismo semântico todo e admita que a Ucrânia,OTAN & Companhia perderam a guerra que tudo ficará mais fácil e tranquilo feliz pra ti

AVISO DOS EDITORES: DEBATA OS ARGUMENTOS SEM PARTIR PARA PROVOCAÇÕES PESSOAIS.

https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Vitor
Vitor
Reply to  Bosco
1 mês atrás

Esse tema é um castelo de areia logo desmorona , aqueles que acreditam vão ter negociar com seus miolos.

Quirino
Quirino
1 mês atrás

Vou dizer uma coisa, se um novo pacote de ajuda dos Estados Unidos sair pode ter certeza que será o ultimo, 60% da população americana é contra enviar nova ajuda e politico nenhum vai contra a opinião publica ainda mais em ano de eleição. Estados Unidos é o pior aliado para se ter na hora de dificuldade, a aliança americana só dura enquanto for conveniente para eles, não sei como tem nação que ainda acreditam nos Estados Unidos. A traição aos aliados esta do DNA dos Estados Unidos, o primeiro aliado a ser traído foram os franceses, estes ajudaram os… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Quirino
naval762
naval762
1 mês atrás

Torcedores torcerão, como já vêm torcendo há quase dois anos.

Carlos
Carlos
Reply to  naval762
1 mês atrás

Torcer, todo mundo torce. Quero ver ir lá dar uma força…

Quirino
Quirino
1 mês atrás

Um pequeno exemplo disso que você falou foi as reportagens que saiam antes da ofensiva ucraniana. Cara, quem lia/ouvia aquelas reportagens tinham certeza que de que os Leopards 2 iam botar os russos para correr ate da Crimeia, mas no final a realidade sempre se impõe sobre as narrativas, a super duper uber ofensiva ucraniana de 6 meses fracassou gigantescamente recuperou apenas 0,25% do território ocupado pelos russos ao custo de dezenas de bilhões de dólares, centenas de blindados ocidentais e milhares de vidas ucranianas. A mídia só sobrou aceitar a realidade dos fatos e assumir uma postura menos torcedora… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Quirino
Paulo Roberto
Paulo Roberto
1 mês atrás

Sim,estas informações são tão verídicas quanto as análises de especialistas militares ocidentais que previam a vitória ucraniana,o estrangulamento da economia russa e um subsequente motim popular pra derrubar Putin,fora que a matéria não afirma nada,só usa(e várias vezes)os termos “supostamente” , “possivelmente” , “provavelmente”…
Isto sim é jeito de se fazer reportagem,fala,fala e não diz nada!

Nativo
Nativo
1 mês atrás

A crença em fake news é comum nos preguiçosos mentais de hoje. Mas os políticos não deveriam se valer disso se tivessem bom caráter, Mas infelizmente os políticos POPULISTAS tanto da situação como da oposição aprenderam a se nutrir dessa BURRICE tão comum.
Pois bom caráter é coisa que político não tem.

L G1e
L G1e
1 mês atrás

Tudo indica que Zé das couves está bilionário. O dia que a guerra acabar irá viver como um marajá nós EUA ou Europa. Vamos aguardar.

Bosco
Bosco
Reply to  L G1e
1 mês atrás

Se está milionário eu não sei mas se quiser ficar é só vender esses dois iates que ele comprou que dá pra viver bem pelo resto da vida.

Gustavo
Gustavo
1 mês atrás

Ucrânia entregou sua defesa na mãos dos países da otan,países esses que tem fama de deixar seus aliados na mãos.
Quem está apitando esse jogo é a Rússia, Europa não tem condições de enfrentar poderio indústrial da Rússia,todos são dependentes dos Estados Unido e do seu congresso de quando é quanto vai ser ajuda militar.
Isso alerta para o Brasil 🇧🇷, que não adianta comprar artilharia,helicóptero, tanques,caminhão, jipe, se for tudo estrangeiro no final vai virar um mendigo.

Claudio Moreno
Claudio Moreno
1 mês atrás

Salve senhores do Forte! Sério isso! Ucrânia desacreditada por causa de “fofoca”? Ela está desacreditada e sem apoio porque não alcança resultados! Assim como a Rússia também está desacreditada como potência militar “ala Alexandre O Grande” já que não foi avassaladora com os seus equipamentos militares como sempre propagou, claro que houve um equívoco enorme no emprego tático e estratégico de grande parte do inventário russo, mas ainda assim foi decepcionante o desempenho russo. A guerra já está vencida pela Rússia, ainda que perdida por conta dos resultados, quanto a Ucrânia eu tenho muita pena do povo civil, dos militares… Read more »

Bispo
Bispo
1 mês atrás

Até na CNN saiu que o governo ucraniano “some” com os corpos de seus próprios soldados para nabpagar pensão. Éticos de araque.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Bispo
1 mês atrás

Caro. Desde o início do ano, vários políticos, ministros e autoridades militares renunciaram, foram demitidas ou exoneradas por envolvimento em corrupção.

https://www.bbc.com/portuguese/internacional-64388534

Segundo a Transparência Internacional, a percepção de corrupção na Ucrânia está em 33 pontos (a mesma pontuação do Brasil), Para comparação, a pontuação da Suécia é 83, nos EUA 69, na Rússia é 29 e na China é 45.

Imagina que Zelensly compraria “dois” iates, não faz sentido. Por outro lado, é razoável imaginar que o sistema ucraniano seja bastante corrupto.

Santamariense
Santamariense
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Pelos mesmos dados que você colocou, a rússia é mais corrupta que a Ucrânia .

Vedo
Vedo
1 mês atrás

Essa guerra parece o filme Guerra nas estrelas, de um lado o império (otan) e de outro lado os rebeldes (russia)

Marcelo De Luca Penha
Marcelo De Luca Penha
1 mês atrás

Enquanto os cães ladram, a caravana passa. Acabou de ser anunciado que os EUA fornecerão à Ucrânia até US$ 250.000.000 de dólares em armas e equipamentos. A ajuda inclui munições de defesa aérea e munições de artilharia. O pacote de armas também inclui mísseis antiaéreos Stinger, munições adicionais Himars, dardo e sistemas antiblindados AT-4, bem como artilharia e munições para armas pequenas. Parece que a desinformação russa só serve para acalentar alguns republicanos mal informados.
https://www.theguardian.com/us-news/2023/dec/27/us-ukraine-military-aid-weapons

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  Marcelo De Luca Penha
1 mês atrás

Inclusive os Russos foram expulsos da Ucrânia

Marcelo De Luca Penha
Marcelo De Luca Penha
Reply to  Nilton L Junior
1 mês atrás

Inclusive os russos estão atolados na Ucrânia ha dois anos, lutando ferozmente para ganhar metros e torcendo para a Ucrânia não fazer avanços. Os ataques com mísseis de cruzeiro e de munições de vadiagem às cidades ucranianas estão ficando mais raros e sendo contidos pelas defesas antiaéreas com grande sucesso. Por outro lado, os portos na Criméia vem sendo alvo de sucessivos ataques bem sucedidos usando mísseis Storm Shadow/Scalp e os aviões de combate russos estão sendo abatidos pelos mísseis do sistema Patriot. Também está ficando caro para a Rússia sustentar o conflito militar … porém o PIB russo é… Read more »

Nilton L Junior
Nilton L Junior
Reply to  Marcelo De Luca Penha
1 mês atrás

Estão atolado permanente ou vc acha que é provisório

adriano Madureira
adriano Madureira
1 mês atrás

fotinha bonitinha com o premier “inglês”, mas fora isso nada mais efetivo…

Paulo Henrique
Paulo Henrique
1 mês atrás

______
______

COMENTÁRIO APAGADO POR ATACAR O SITE E SEUS EDITORES.

LEIA E SIGA AS REGRAS DO BLOG:
https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/