Ipiranga/Tabatinga (AM) – O 2º Pelotão Especial de Fronteira (2º PEF), do Comando de Fronteira Solimões/8º Batalhão de Infantaria de Selva, realizou a apreensão de aproximadamente 750 quilos de drogas durante abordagem a uma embarcação que trafegava pelo Rio Içá, na fronteira com a Colômbia. A ação ocorreu na madrugada de domingo (24/12), véspera de Natal.

Ao identificar atitude suspeita dos ocupantes da embarcação, a guarnição de serviço acionou, de imediato, o Plano de Defesa do Aquartalemanto. Em seguida, uma equipe do Posto de Controle e Interdição Fluvial partiu em perseguição pela calha do rio.

Com um binóculo termal, que possibilita observação de longo alcance e precisa em condições de visibilidade adversas, os militares perceberam que os criminosos fugiram pela margem, abandonando o barco com a carga de maconha tipo skank, objetos pessoais, combustível e munição calibre 16.

A guarnição seguiu até o local e rebocou a embarcação. No 2º PEF, houve a conferência de todo o material apreendido. Os militares que não estavam de serviço foram chamados para reforçar a segurança.

Combate a crimes transfronteiriços

O 2º Pelotão de Fronteira (PEF), do Comando de Fronteira Solimões/8º Batalhão de Infantaria de Selva, está instalado na comunidade Ipiranga, a quase 150 quilômetros do município de Tabatinga (AM). A área fica na fronteira do Brasil com o Peru e a Colômbia, demandando disponibilidade permanente de equipes de monitoramento e fiscalização.

As ações realizadas pelos Pelotões Especiais de Fronteira na área da 16ª Brigada de Infantaria de Selva são consideradas estratégicas na prevenção e repressão de crimes transfronteiriços e ambientais naquela região. Além de proteger a Faixa de Fronteira na Amazônia Ocidental, os militares prestam apoio à população local, como atendimento médico, farmacêutico e odontológico.

Tecnologia para vigilância das fronteiras

A utilização de binóculos de tecnologia térmica avançada, como ocorrido nessa apreensão, integram o Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (SISFRON). O equipamento permite observação de longo alcance com precisão. Possuem capacidade de ampliação da visão termal, juntando imagens e de geolocalização – processo que permite a localização baseada em coordenadas geográficas.

O SISFRON é um sistema de sensoriamento e de apoio à decisão, em cooperação ao emprego operacional, atuando de forma integrada, Seu propósito é fortalecer a presença e a ação do Estado na faixa de fronteira terrestre, potencializando a atuação dos entes governamentais com responsabilidades sobre a área. Foi concebido por iniciativa do Comando do Exército, em decorrência da aprovação da Estratégia Nacional de Defesa, em 2008, que orienta a organização das Forças Armadas sob a égide do trinômio monitoramento, mobilidade e presença.

FONTE: Agência Verde-Oliva/CCOMSEx

Subscribe
Notify of
guest

55 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcelo Soares
Marcelo Soares
1 mês atrás

Parabéns aos militares envolvidos! Selva!!

JapaSp Jantador
JapaSp Jantador
1 mês atrás

Vagabundos, queriam traficar bem no natal achando que nossa defesa iria estar cevando o bucho. Bem feito

Carl
Carl
1 mês atrás

Tem uns videos desse PDA, verdadeiro barata voa, ainda bem que deu tudo certo!

Sd PM Natan
Sd PM Natan
Reply to  Carl
1 mês atrás

PDA é assim msm, uma hora vc está enchendo o buchinho de carne e cerveja e na outra vc está voando pro quartel pra se fardar, o importante msm é ser rápido, cada segundo conta.

Carl
Carl
Reply to  Sd PM Natan
1 mês atrás

Pois é, por ser PEF, tá todo mundo praticamente ao redor, e o objetivo do PDA foi evitar um possivel resgate da droga apreendida, não houve invasão conforme estavam falando.

alemberg domingos soriano
alemberg domingos soriano
1 mês atrás

Show, olha a importância do SISFRON. Aguardando a modernização das ERGAFs da MARINHA DO BRASIL (sistema esse já integrado com o sistema do CENSIPAM) quê irá dar uma UP grade no SIR II , um sistema eficaz de monitoramento do espectro e que hj está restrito só em HF, a placa demoduladora existente já tem essa capacidade, é só mudar o parque de antenas.

alemberg domingos soriano
alemberg domingos soriano
1 mês atrás

as postagens são seletivas? ou tem que pagar para postar.

AVISO DOS EDITORES: SUA RESPOSTA ESTÁ NAS REGRAS DO BLOG.

LEIA:

7 – Os comentários não são lidos e moderados pelos editores do site em tempo real. Tenha consciência do que escreve e da sua responsabilidade pelo conteúdo;

8 – Eventualmente, os comentários podem ser bloqueados pelo filtro automático do site ou pelo sistema Antispam. Caso seu comentário não seja publicado de imediato, aguarde que um editor do site o veja na lista de comentários bloqueados e analise sua liberação.

https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

lucena
lucena
1 mês atrás

Está mais do que na hora… o governo brasileiro criar um DEA brasileiro… colocar os militares no combate a ilícitos, corre o risco de haver contaminação dentro das fileiras.
.
Um departamento como um DEA brasileiro… haveria uma maior especialização de inteligência no combate contra o tráfico.
.
Nas fronteiras, aduaneiras ( marítimas e terrestre ) … teriam apoio logístico das forças armadas e das demais instituições policiais.

Nativo
Nativo
Reply to  lucena
1 mês atrás

Em suma criar uma polícia de fronteiras ou melhor policiamento amplo de fronteiras.
O problema serão os mimimis de todos os lados.
Ai! Vão ficar longe das famílias.
Aí ! Isso não é dever deles.
Aí! Nossos irmãos do sul não vão gostar urg.

SD PM Natan
SD PM Natan
Reply to  Nativo
1 mês atrás

Nativo
“”O problema serão os mimimis de todos os lados.
Ai! Vão ficar longe das famílias.
Aí ! Isso não é dever deles.
Aí! Nossos irmãos do sul não vão gostar urg.”””

Os policias e milicos tbm são gente como a gente, ninguém vai se expor a tamanho risco sem que haja uma compensação a altura, sem que haja meios e respaldo jurídico. E hoje não existem nenhuma dessas coisas, você não precisa mudar toda estrutura que já existe, apenas dar o respaldo que ela precisa.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  lucena
1 mês atrás

Não. È um erro envolver militares na repressão do tráfico de drogas. Inevitavelmente, isso leva a uma corrupção da tropa. O recente roubo de metralhadoras de um quartel em SP é apenas a ponta do iceberg.

Segurança pública é assunto de polícia.

Aliás, é hora de extinguir a PRF e reforçar a PF e as polícias estaduais,

A despeito dos EUA terem o DEA e outras agẽncias de segurança, nunca conseguiram reduzir a criminalidade e o tráfico de drogas.

Henrique A
Henrique A
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

“Nunca conseguiran reduzir a criminalidade”… amigo, as estatísticas de crimes no EUA estão nas mais baixos patamares de décadas… não tem comparação nenhuma em estrutura, orçamento e capacidade instituicional de uma DEA ou FBI para uma PF que age de acordo com quem tá no palácio do Planalto.

No EUA não tem comando vermelho fazendo tribunal do crime ou levantando barricada. O Brasil já pode ser considerado um narcoestado, não dá pra criticar tendo aqui esse estado de falência e decrepitude.

José de Souza
José de Souza
Reply to  Henrique A
1 mês atrás

O tráfico de drogas nunca foi tão alto nos EEUU, a despeito da DEA e do FBI…
PRF é inútil!

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Henrique A
1 mês atrás

Caro. O mais sensato é sempre consultar relatórios e dados oficiais. Segundo o relatório da ONU sobre drogas, a produção de cocaína em 2022 foi 11% superior que em 2021. atingindo o maior quantidade da história (cerca de 2 mil ton). Brasil e México são as principais rotas de tráfico, sendo os EUA e a Europa os principais destinos. O maior mercado consumidor de cocaína é a América do Norte (6,3 milhões), depois América do Sul (4,7 milhões) e Europra (4,3 milhões). Em outras palavras, o maior mercado consumido são os EUA e o segundo é o Brasil. Em 2020,… Read more »

Rui Mendes
Rui Mendes
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Então se na América do Sul são 4,7 milhões e na Europa 4,3 milhões consumidores cocaína, sendo que os EUA tem 6 milhões, então para dizeres que os EUA são o maior mercado de cocaína, e o Brasil o segundo, então o Brasil tem que ter 4,4 milhões consumidores e todo o resto da América do Sul só têm 300 mil consumidores???
Depois também falta alguma informação, a Europa é UE ou todo o continente?? Que incluí a Rússia até ao montes Urais.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Rui Mendes
1 mês atrás

Caro Rui. Os dados do relatório da ONU (que deixei o link) mencionam os números regionais (América do Norte, América do Sul e Europa). O relatório também fornece os dados de outras regiões, como Ásia e África. Como a maior parte da população da América do Norte está nos EUA e na América do Sul no Brasil, isso corrobora os dados que indicam que os EUA tem o maior número de usuários de cocaína e o Brasil tem o segundo maior número. Recomendo o II Relatório Brasileiro sobre Drogas (2021) https://repositorio.unifesp.br/handle/11600/63024 A droga mais consumida continua sendo o álcool (68%),… Read more »

Joao
Joao
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Extinguir a PRF?
Pra PF fazer tudo?
Pro concursado querer só crime cibernético e faltar pé de poeira?
Desculpe, mas é muita furada.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Joao
1 mês atrás

Caro João. A PRF custa mais caro que a PF. No passado, até fazia sentido ter uma PRF visto a existência de territórios federais. Hoje, a Federação é constituída de Estados, todos com suas polícias. Não faz mais sentido que o governo federal mantenha uma polícia rodoviária. Isso é atividade para as polícias estaduais. Por outro lado, a PF tem um papel destacado em diversas áreas. Faz mais sentido reforçar a PF, extinguir a PRF deixando as polícias estaduais fazendo o patrulhamento rodoviário. Repito. O atual modelo de segurança pública no Brasil fracassou, o que inclui a organização policias, sistema… Read more »

Joao
Joao
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Falhou não. Repito: Foi sabotada!! Está sendo!
Polícia Estadual não pode atuar em rodovia federal.
A PM não atua em campus de Universidade Federal. A PM não atua em terra indígena federal.
Se é federal, não é de responsabilidade do estado ou município.
Cada um com sua atribuição.

Aliás, sabe-se beeeem qual é a birra contra a PRF.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Joao
1 mês atrás

A PM pode atuar dentro de universidade federal sim. Em caso de emergência ou urgência, basta discar 190 que a PM irá atender a ocorrência dentro da universidade. Por exemplo, se alguém arrombar a porta de um laboratório de uma universidade, deve-se chamar 190 imediatamente. Se alguém invadir um hospital público, seja qual for, inciar um tumulto colocando as pessoas em risco, deve-se chamar 190 imediatamente. Se uma pessoa armada invadir uma campus univesitário, seja federal, estadual ou privado, e ameaçar as pessoas, deve-se chamar 190 imediatamente. Se alguém se machucar, chame 193. Se for incẽndio, chame 192. A mesma… Read more »

Sergio
Sergio
Reply to  Joao
1 mês atrás

Nem discuta meu amigo. Sabemos bem o porque da fúria contra a PRF.

AVISO DOS EDITORES: DEBATA OS ARGUMENTOS SEM PARTIR PARA PROVOCAÇÕES PESSOAIS.

https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Sergio
1 mês atrás

Explique. Por que?

Joao
Joao
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

E, sem sombra de dúvida, as agências americanas conseguiram diminuir o tráfico.
É um tipo de cálculo intangível, pois se percebe o que ocorre, mas não o que deixa de ocorrer.

Outra coisa importante, é que as FFAA apoiam as ações contra crimes transfronteiriços e ambientais na faixa de fronteira, mas não é o principal responsável.
Este é a PF e as PM/PC dos estados fronteiriços.

SD PM Natan
SD PM Natan
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

“”Segurança pública é assunto de polícia”” Negativo, deixou de ser um assunto só da polícia a muito tempo. Hoje é um problema de ESTADO, as PMs no geral são extremamente eficientes, quem dúvida basta ver os números anuais de armas e drogas apreendidas. Porém, todo esse combate é invalidado pelo problema que nosso ESTADO causou. Temos um judiciário que permite a reincidência criminal; Temos uma mídia que proporciona a banditolatria; Temos a falta de uma política nacional de segurança pública. Temos uma ausência total da infraestrutura básica do Estado, na maioria das favelas que eu entrei não havia saneamento básico,… Read more »

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  SD PM Natan
1 mês atrás

Caro. Obviamente fazendo um contraponto ao uso das forças armadas como força de segurança. Isso é um erro. Eu, você e o mundo mineral sabem que a força de policias, seja na presença ostensiva ou no trabalho de investigação, é um parte da estrutura de segurança pública, a qual envolve o sistema prisional, o sistema jurídico e obviamente, as políticas sociais do Estado. Aliás, se vocẽ meus comentários sobre este tema vai encontrar isso. Quando afirmo que a política de segurança pública fracassou no Brasil, sempre inclui a estrutura policial, prisional, sistema judicial e toda a estrutura social do Estado,… Read more »

Joao
Joao
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Não é e nunca foi, mas a GLO é, e sempre será.
Não é achismo, é doutrinário.
Não confundir com a GLO de caráter político, que foi instaurado algumas vezes nas outras administração da q está na terceira.

Joao
Joao
Reply to  SD PM Natan
1 mês atrás

Perfeito, Natan!!!!
É fácil culpar polícia.
É fácil dizer que as FFAA falharam na GLO.

Mas nunca se bate nos reais responsáveis.
No máximo, no máximo, dão uma lambuja falando do sistema político, jurídico ou penal, quando sabem que estes sim são os responsáveis.

Sem sombra de dúvida, os que menos tem responsabilidade de tudo estar assim, são as Polícias, e, pelo GLO e ações na fronteira e portos, as FFAA.
Sem querer passar pano branco nenhum.

SteelWing
SteelWing
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

perfeito amigo, o ideal e mais barato, é a descriminalização, pois assim acaba o financiamento das organizações criminosas e gera impostos e carteiras assinadas.

Last edited 1 mês atrás by SteelWing
Camargoer.
Camargoer.
Reply to  SteelWing
1 mês atrás

Acho que é um tema que precisa ser discutido. A droga mais consumida no Brasil e no mundo é o álcool. Existem inúmeros danos sociais em torno do seu consumo, incluindo danos á saúde do dependente, violência doméstica, violẽncia urbana incluindo homicídios por motivo fútil e violência no trânsito. Contudo, a Lei Seca nos EUA favoreceu o crime organizado, corrupção na polícia e na política e crescimento dos índices de criminalidade. O tabaco causa dependência e enormes danos á saúde do dependente e das pessoas ao seu redor. No Brasil, as restrições ao consumo de tabaco são mais rigorosas que… Read more »

SD PM Natan
SD PM Natan
Reply to  lucena
1 mês atrás

A guerra as drogas não fracassou, a guerra no JUDICIÁRIO SIM. Não precisa acabar com PRF, alias isso nem faz sentido, nem criar um DEA, e nem jogar tudo no colo da P.F Falo por experiência própria, eu como nick já diz sou PM, minha esposa é P.F Te garanto que as polícias como um todo sabem exatamente onde estão os pontos de venda, sabem quem são seus chefes e tem capacidade suficiente tanto em meios quanto em efetivo para traçar suas rotas. Mas vale a pena ? NÃO, se o policia subir o morro todo dia e começar a… Read more »

Joao
Joao
Reply to  SD PM Natan
1 mês atrás

Excelente, Natan

Santamariense
Santamariense
Reply to  SD PM Natan
1 mês atrás

Perfeito!!!

Last edited 1 mês atrás by Santamariense
Allan Lemos
Allan Lemos
1 mês atrás

A guerra às drogas funciona, o que estraga tudo é o Legislativo fazendo leis brandas e o Judiciário dominado por uma elite garantista soltando os que as trazem e negociam aqui.

Ai açōes como esta tornam-se apenas enxugar gelo.

Zygmunt
Zygmunt
Reply to  Allan Lemos
1 mês atrás

Sim, funciona tanto que o tráfico só cresce no mundo todo. Aparentemente o legislativo e judiciário brasileiro influenciam até nos EUA né, o país mais consumidor de cocaína no mundo. Praticamente os financiadores do Pablo Escobar nos anos 80. Grande guerra às drogas, só mais uns séculos pra chegarmos a vitória, a nossa belíssima vitória de pirro.

Joao
Joao
Reply to  Zygmunt
1 mês atrás

Não funciona, pois o movimento pra da ator o combate as drogas é amplamente e mundialmente atuante.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Allan Lemos
1 mês atrás

Não. O guerra ás dragas fracassou.

O tráfico vem aumentando e os índices de criminalidade relacionadas com o tráfico de drogas são elevados. O tráfico de drogas corrompe a polícias e já corrompe a política.

No Brasil, os índices de homicídios são extremamente altos e cerca de 1/3 dos homicídios estão relacionados diretamente com o tráfico.

O Brasil tem uma das mais altas populações encarceradas do mundo, o que na verdade serve para fortalecer as facções criminosas. O CV e o PCC nasceram e são coordenados de dentro das prisões.

Joao
Joao
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Não, não fracassou. Está sendo sabotada.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Joao
1 mês atrás

Caro. Todos os índices de criminalidade no Brasil estão crescendo desde a década de 60~70. Homicídios, violência doméstica, roubos, tráfico de drogas e tráfico de armas…. durante este período, o país viveu uma ditadura militar e agora um regime democrático. O país teve presidentes eleitos indiretamente, presidentes eleitos diretamente, de esquerda e de direita. Foram pelo menos 3 presidentes militares, 9 eleiçoes diretas com 6 presidentes diferentes.

O problema é estrutural.

Joao
Joao
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Libera as drogas, e as facções não brigarão mais…. kkkk

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Joao
1 mês atrás

Caro. Segundo o Atlas de violência 2023, elaborado pelo IPEA (este relatório tem edições anuais), a redução na taxa de homicídios que aconteceu há alguns anos, mas que estabilizou em um patamar nos últimos 3~4 anos, é consequência de uma redução na guerra entre o PCC e o CV.

Nativo
Nativo
Reply to  Allan Lemos
1 mês atrás

Agora escreveu bem .
Com um legislativo que só produz leis meia bocas ( para evitar que elas pezem sobre eles) e juízes parciais.
Os trabalhos das policiais se resumem a enxurgar gelo.

FERNANDO
FERNANDO
1 mês atrás

Parabéns ao EB, pela missão!

Gabriel BR
Gabriel BR
1 mês atrás

Top

Nativo
Nativo
1 mês atrás

E ainda tem quem reclama do exército fazer vigilância das fronteiras .
Aí inn isso não é obrigacão deles. Tá certo , tá certíssimo. Só que não.

Heinz
Heinz
1 mês atrás

Excelente trabalho do nosso PEF, sei que o vídeo é um pouco antigo, e sei que já devem ter recebido alguns equipamentos mais atuais, mas nossos PEFs deveriam receber equipamento de ponta, óculos de visão noturna, miras red dot, fuzis de caçador, Carl gustav, sistemas de comunicação de ponta. E espero que já tenham colocado Energia solar nessa base, porque viver desse gerador ai é sofrível.
Selva!

Joao
Joao
Reply to  Heinz
1 mês atrás

Tem de tudo isso, mas algumas armas depende da ameaça.
Sobre energia, todo o EB está investindo muito na eficiência energética, na luz solar etc.

C G
C G
1 mês atrás

Parabens aos militares mas isso é uma quantia tão infima que nem deveria ser notícia!

Tomcat4,5
Tomcat4,5
Reply to  C G
1 mês atrás

Tem que noticiar sim, pra mostrar que não estão isolados de todos no meio do mato atoa , estão vigilantes, pode até ser boi de piranha como tantas apreensões mas mesmo assim são apreensões fruto do trabalho de nossos guerreiros ,sejam policiais ou soldados das forças armadas e a eles, meus parabéns e obrigado por se doarem a fazer o que muitos de nós no sofá, muitas vezes em meio a críticas, não nos dispomos a fazer .

C G
C G
Reply to  Tomcat4,5
1 mês atrás

Veja bem, eu nao estou diminuido o trabalho deles só que isso nao passa de algo corriqueiro, qualquer caminhão com droga parado na dutra tem isso, eu mesmo estava para receber uma carga em um navio com um valor similiar e felizmente a PF pegou, notícia municipal, no máximo regional!
Parabéns aos bons serviços prestados para a sociedade neste caso, que no final do ano haja um balanço do que foi apreendido e do que se supõe que passou para aí sim termos uma notícia relevante para o bem ou para o mal.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  C G
1 mês atrás

Olá. Segundo um estudo da Fiocruz, o Brasil teria 5 milhões de pessoas que já usaram cocaína em algum momento na vida, sendo que 500 mil no último mês. Este estudo é de 2017 mas continua sendo o mais amplo e atualizado estudo. https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/34614 Considerando que cada usuário tenha usado (em média) 10 doses por mês de 1g (para facilitar a conta), isso daria um consumo anual de 50 ton. Podemos dobrar este número para incluir os usuários de crack. Seriam 100 ton de cocaína por ano. Segundo a ONU, a produção mundial de cocaína é estimada em 600 ton… Read more »

C G
C G
Reply to  Camargoer.
1 mês atrás

Considerando esse fato do Brasil ser rota de exportação isso torna o numero mais irrisório ainda, essa notícia é nada de coisa nenhuma no panorama de tráfico de drogas do Brasil, é isso que eu estou dizendo, em numeros é uma noticia pra lá de banal, exaltar nossas forças de fronteira por 750 kg de cocaína apreendidos é como exaltar a seleção brasileira por conter um contra ataque do XV de Piracicaba!
Da até uma vergoinha isso ser notícia, desculpem todos!

Last edited 1 mês atrás by C G
Camargoer.
Camargoer.
Reply to  C G
1 mês atrás

Oi. Creio que sejam 750 kg de drogas, incluindo cocaína (pacotes amarelos) e muita maconha (pacotes pretos).. São 35 pacotes de cocaína. Suponho que cada pacote tenha 1 kg.

Rafael Gustavo de Oliveira
Rafael Gustavo de Oliveira
1 mês atrás

Assistindo sobre os vídeos dos PEF diversos, percebe-se a necessidade de melhorias das condições de trabalho para os militares e um pouco de conforto para seus familiares e prestadores de serviço do Estado.

-sistema alternativo de energia além do gerador a combustão (energia solar, aeólica(?), etc…)
-sistema de comunicação (internet via satélite, etc…)
-sistema de vigilância com sensores (assinatura térmica, acústica, etc…)
-sistema de infraestrutura (oficina, pistas de pouso, ancoradouros, etc…)
-meios de patrulha e interceptação mais capazes (lanchas blindadas, etc…)

Essa é minha percepção, acredito que a lista pode ser bem mais extensa

GRAXAIN
GRAXAIN
1 mês atrás

Selva! Pena que o EB insiste em comprar aqueles geradores diesel de 3ªlinha para seus pelotões de fronteira. Qualquer morador de fazenda isolada ou área rural sabe que “aquilo” que aparece no vídeo pode até ser barato, mas não aquenta serviço pesado e a manutenção é infernal. Ou compra gerador conhecido de primeira linha ou joga $$$ no lixo e deixa a tropa no escuro. Tem que mudar isso…

Sergio
Sergio
1 mês atrás

Eu sinto pelos policiais e militares honestos que colocam o seu na reta nessas apreensões inúteis. Aqui em minha cidade tropeça-se em pinos de cocaína vazios pela rua. A insensibilidade de usuários e viciados será cobrada nos tribunais divinos. Essa semeadura maldita há de ser paga.