O Exército Suíço enviou nove tanques de batalha Leopard 2 para a Alemanha, dos 25 tanques que serão entregues ao fabricante alemão Rheinmetall para descomissionamento

Sob o acordo de revenda entre os dois países, os tanques permanecerão na Alemanha com parceiros da OTAN ou da União Europeia e não serão enviados para a Ucrânia.

O Escritório Federal de Armamentos da Suíça (Armasuisse) entregou os primeiros nove tanques na terça-feira. Eles foram transportados por trem para a Alemanha, disse o ministério da defesa em um comunicado.

Outros nove tanques serão transportados de trem para a Alemanha na quarta-feira. Os sete tanques restantes serão exportados por estrada, disse o ministério da defesa.

Os 25 tanques Leopard 2 foram vendidos pela Armasuisse para a empresa alemã Rheinmetall. Em novembro passado, o Conselho Federal (órgão executivo) aprovou o pedido da Alemanha para exportar os tanques. Em setembro, o parlamento suíço também concordou com o descomissionamento desses tanques com a condição de que fossem vendidos de volta à empresa que os fabricou.

O exército suíço atualmente tem 134 Leopard 2 em serviço e 96 em armazenamento. Os 25 tanques vendidos para a Alemanha foram retirados de veículos blindados em armazenamento.

O contrato entre a Armasuisse e a Rheinmetall inclui o transporte deles para a Alemanha. Quando os tanques forem revisados, a empresa alemã desmontará as partes que ainda podem ser usadas pela frota ativa do exército, sem custo, e as devolverá para a Suíça.

Além do preço de venda, ambas as partes concordaram com mais encomendas da Rheinmetall para a indústria suíça equivalentes ao valor do preço de venda. Serviços para a frota de tanques do exército suíço também estão planejados.

A ministra da Defesa, Viola Amherd, disse ao parlamento que a revenda dos tanques foi correta e judiciosa do ponto de vista da neutralidade suíça. A Suíça está assim contribuindo para a segurança da Europa, disse ela, e é do interesse da Suíça que seus países parceiros possam fortalecer suas capacidades de defesa.

No parlamento, o Partido Popular Suíço de direita votou contra a exportação dos tanques descomissionados. Algumas críticas também foram ouvidas entre parlamentares de centro-direita, enquanto uma minoria argumentou que a Suíça não poderia prescindir desses tanques.

A Alemanha diz que os 25 tanques permanecerão na Alemanha ou em estados membros da OTAN ou da UE. Eles serão usados para completar seu armamento. Os tanques não podem ser enviados para a Ucrânia, nem mesmo indiretamente.

FONTE: www.swissinfo.ch

Subscribe
Notify of
guest

41 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Guacamole
Guacamole
26 dias atrás

OFF TOPIC: é possivel o Forte explicar para nós o que que aconteceu com o Banco do Brasil para mudar a política de investimento na area de defesa de uma hora para outra? Eles falaram que foi por causa da governança, mas até onde sei, a governança não mudou em nada (mesmas pessoas e diretrizes exceto essa guinada brusca). Se o BNDES não fizer nada, o pouco que o brasil tem do setor defesa vai para o buraco, e sites que abordam esse tipo de notícia só iram falar sobre noticias internacionais porque aqui, acabará com tudo… AVISO DOS EDITORES:… Read more »

BISPO
BISPO
Reply to  Guacamole
26 dias atrás

Creio que a resposta é mais complexa do , porque ?

O BB era o único banco nacional a financiar esse setor , nem a Caixa o fazia, porque ?

AVISO DOS EDITORES A TODOS NESTA DISCUSSÃO: ESSE ASSUNTO NÃO TEM NADA A VER COM O TEMA DA MATÉRIA.

LEIAM AS REGRAS DO BLOG:
https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Guacamole
Guacamole
Reply to  BISPO
26 dias atrás

A Caixa é uma empresa pública de capital próprio.
O BB é de economia mista com o governo tendo 50% das ações.

Em resumo: a Caixa pode fazer o que quiser, mas o BB deveria pelo menos consultar o acionista majoritário antes de fazer isso aí.

AVISO DOS EDITORES A TODOS NESTA DISCUSSÃO: ESSE ASSUNTO NÃO TEM NADA A VER COM O TEMA DA MATÉRIA.

LEIAM AS REGRAS DO BLOG:
https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Bispo
Bispo
Reply to  Guacamole
25 dias atrás

Mais isso não responde porque a Caixa e os bancos nacionais 100% privados , não financiam esse setor.

Qual o motivo de não colocar dinheiro nesse setor ?

AVISO DOS EDITORES A TODOS NESTA DISCUSSÃO: ESSE ASSUNTO NÃO TEM NADA A VER COM O TEMA DA MATÉRIA.

LEIAM AS REGRAS DO BLOG:
https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Last edited 25 dias atrás by Bispo
Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Bispo
25 dias atrás

Porque o Estado brasileiro não é um bom cliente e as encomendas do MD vivem fazendo água.

Rafael Gustavo de Oliveira
Rafael Gustavo de Oliveira
Reply to  Gabriel BR
25 dias atrás

Exato, sei que muitos não vão concordar, mas devemos ser sensatos….acionistas não pensa em patriotismo, ele vê riscos e oportunidades, e se o MD não transmite segurança para investimento nesse segmento o dinheiro não é injetado.

AVISO DOS EDITORES A TODOS NESTA DISCUSSÃO: ESSE ASSUNTO NÃO TEM NADA A VER COM O TEMA DA MATÉRIA.

LEIAM AS REGRAS DO BLOG:
https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Rafael Gustavo de Oliveira
25 dias atrás

Investir em algo que sabidamente será inviabilizado pelo próprio Estado é destruir riqueza. Não é uma questão de ser patriota ou não…

AVISO DOS EDITORES A TODOS NESTA DISCUSSÃO: ESSE ASSUNTO NÃO TEM NADA A VER COM O TEMA DA MATÉRIA.

LEIAM AS REGRAS DO BLOG:
https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  BISPO
26 dias atrás

O foco da Caixa é o financiamento imobiliário, seja para grandes empreendimentos ou para financiamento para a compra de casas.

AVISO DOS EDITORES A TODOS NESTA DISCUSSÃO: ESSE ASSUNTO NÃO TEM NADA A VER COM O TEMA DA MATÉRIA.

LEIAM AS REGRAS DO BLOG:
https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Jefferson B
Jefferson B
Reply to  Camargoer.
25 dias atrás

E o foco do BB é o agronegócio (encher o bolso de quem já é rico).

AVISO DOS EDITORES A TODOS NESTA DISCUSSÃO: ESSE ASSUNTO NÃO TEM NADA A VER COM O TEMA DA MATÉRIA.

LEIAM AS REGRAS DO BLOG:
https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Paulo Sollo
Paulo Sollo
Reply to  Jefferson B
25 dias atrás

E fazer lobby. Há um documentário antigo da época em que a Monsanto lançou a soja modificada roud up ready, que era vendida junto com o agrotóxico roud up, onde agricultores afirmam que só conseguiam financiamento do BB após se comprometerem com a compra deste pacote.

AVISO DOS EDITORES A TODOS NESTA DISCUSSÃO: ESSE ASSUNTO NÃO TEM NADA A VER COM O TEMA DA MATÉRIA.

LEIAM AS REGRAS DO BLOG:
https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Luiz Eduardo
Luiz Eduardo
Reply to  Paulo Sollo
25 dias atrás

Trabalhei com exportação de soja/farelo por quase quarenta anos. A pandemia foi a desculpa “perfeita” para a aposentadoria. Nunca vi ou li nada a respeito desse “documentário antigo”. O que eu sei é que a Monsanto, ou a Syngenta, trabalham com o sistema “barter”, onde eles adiantam a semente/fertilizantes em troca de um % futuro da safra. Ou seja, não precisam corromper gerente do BB de município sabe-se lá aonde, para venderem seu produto. O produtor necessita, várias vezes ao ano, de semente/fertilizantes. E o BB vai financiar o produtor, com ou sem lobby de multinacional, pois o lobby do… Read more »

Mercenário
Mercenário
Reply to  Jefferson B
25 dias atrás

Claro, o PRONAF é para os “ricos” da agricultura familiar.

Como se o agronegócio fosse formado apenas por grandes produtores do centro-oeste. Piada.

AVISO DOS EDITORES A TODOS NESTA DISCUSSÃO: ESSE ASSUNTO NÃO TEM NADA A VER COM O TEMA DA MATÉRIA.

LEIAM AS REGRAS DO BLOG:
https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Patta
Reply to  Camargoer.
25 dias atrás

Nisso o banco caixa é otimo, conheço uma pessoa que pegou uma casa com esses financiamentos

AVISO DOS EDITORES A TODOS NESTA DISCUSSÃO: ESSE ASSUNTO NÃO TEM NADA A VER COM O TEMA DA MATÉRIA.

LEIAM AS REGRAS DO BLOG:
https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Underground
Underground
Reply to  Guacamole
25 dias atrás

Resposta: mimimi…
Enquanto isso bancos sul coreanos auxiliam suas empresas a vender.

AVISO DOS EDITORES A TODOS NESTA DISCUSSÃO: ESSE ASSUNTO NÃO TEM NADA A VER COM O TEMA DA MATÉRIA.

LEIAM AS REGRAS DO BLOG:
https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

JPonte
Reply to  Guacamole
25 dias atrás

Seguindo a agenda ESG 2030 !

João Moita Jr
João Moita Jr
25 dias atrás

Leia-se;
Suíça entrega primeiro lote de iscas de Lancet à Alemanha…

Maurício.
Maurício.
Reply to  João Moita Jr
25 dias atrás

“Os tanques não podem ser enviados para a Ucrânia, nem mesmo indiretamente.”

Supostamente não serão enviados para a Ucrânia, agora, se é verdade, aí já são outros quinhentos.

Heinz
Heinz
Reply to  João Moita Jr
25 dias atrás

Calma, os quase imbatíveis T90 dão conta, só não podem ver um bradley ou um AT-4.

Kommander
Kommander
Reply to  Heinz
25 dias atrás

Pra parar um Bradley não precisa muito, só uma mina já faz o trabalho.

BraZil
BraZil
Reply to  João Moita Jr
25 dias atrás

Bom dia João. Estava sumido…em alguma black ops por ai?…

João Moita Jr
João Moita Jr
Reply to  BraZil
24 dias atrás

É, rapaz. Estou aqui na Black Ops da sobrevivência na economia em crise da Califórnia. Hehe. Abraços.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
25 dias atrás

“Sob o acordo de revenda entre os dois países, os tanques permanecerão na Alemanha com parceiros da OTAN ou da União Europeia e não serão enviados para a Ucrânia.”

Aham….sei…

Heinz
Heinz
25 dias atrás

Estão vendo?
O tanto de tanque que surgiu de depósitos e de países que o venderiam, enquanto moscamos e ficamos com leopard 1a5 e M60, os outros países agora já arrumaram destino para seus tanques parados. Agora para o Brasil só resta comprar zero bala ou abrams dos estoques do US army.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Heinz
25 dias atrás

O EB perdeu uma excelente oportunidade de comprar Leo2 quando eles estavam disponíveis, quando o pessoal da OTAN fazia um “saldão dos usados” em seus estoques nos anos 90.
Mas nossos “iluminados” generais preferiram ir de Leo1, pra economizar centavos…afinal, o pessoal do EB parece que ter apego por coisa velha….
Agora já era. Quer Leo2? Compra 0 km, a preço de ouro.

leonidas
leonidas
Reply to  Willber Rodrigues
25 dias atrás

Para quem MBT moderno se os nossos Cascaveis foram modernizados? rs
E brincadeira viu…

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  leonidas
25 dias atrás

O EB que tesourou várias vezes o n° de pedidos do Guaraní, e que obrigou a Iveco a botar a linha de prpdução deles em “marcha lenta” por atrasos de pagamento, é o mesmo EB que tá gastando uma fortuna naquela abominação de Cascavel Modernizado, né?
Ah sim, entendí….

João Moita Jr
João Moita Jr
Reply to  Willber Rodrigues
24 dias atrás

O Brasil deveria acordar imediatamente, e investir pesado em uma parceria com a Rússia nas tecnologias de FPV Drones, tecnologia qual há revolucionado o campo de batalha moderno, e que converteu imensas frotas modernas de MBTs europeus de primeira linha em sucatas. Fiquem ai com seus blindados de décadas atrás, mas acelerem um programa assim, pois essas tecnologias os converteram na cavalaria, quando entrou em campo a metralhadora. O Brasil possui aí uma excelente oportunidade de dominar tecnologias que estão revolucionando tudo. Deixem de politicagens, de ficar com medo de “Russo malvado”, acordem para a Realpolitik do século 21. Nasci… Read more »

Gabriel BR
Gabriel BR
Reply to  Heinz
25 dias atrás

“Agora para o Brasil só resta comprar zero bala ou abrams dos estoques do US army.”
O que é ótimo para quem almeja desenvolver e nacionalizar equipamentos e insumos.

Kommander
Kommander
Reply to  Heinz
25 dias atrás

O tempo das vacas gordas já passou, esses tanques suíços dificilmente sairam da Europa, já que os estoques estão nos níveis mais baixos dos últimos tempos.

Vamos esquecer esse papo de MBT novo para o EB, não vão comprar, e como sempre, vão inventar a desculpa de que não tem recursos. Vamos orar muito para não eclodir um conflito perto do nosso território ou que precise de participação do Brasil, mas vamos orar muito mesmo, pois vamos de Leopard 1 pelos próximos 20 anos.

Rodolfo
Rodolfo
Reply to  Kommander
25 dias atrás

Se ta faltando dinheiro pro Guarani e pro Centauro, difícil imaginar que teria pra MBT novo. O melhor seria M1 do estoque americano e quem sabe a AEL/Elbit poderiam oferecer um pacote de upgrade que poderia ser instalado no Rio Grande do Sul, assim pelo menos uma empresa de defesa no país sairia ganhando.

Kommander
Kommander
Reply to  Rodolfo
25 dias atrás

Até o M1 dos anos 80 é moderno demais pra nós, segundo alguns generais. Rsrs

As únicas opções restantes são os m1 ou k1 panther da Coréia do Sul. Mas digo e repito, o EB não está nenhum pouco preocupado com os MBTs novos, te garanto que tem alguém lucrando com essas velharias que vivem sendo modernizadas.

fjuliano
fjuliano
25 dias atrás

offtopic, mas noticia importante: Zelensky acaba de pedir para Valeri Zalujni, comandante geral das FA do governo, para “sair”. E o general disse que não sai … https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2024/01/zelenski-pede-para-comandante-militar-sair-e-abre-crise-na-ucrania.shtml

Rafael Gustavo de Oliveira
Rafael Gustavo de Oliveira
25 dias atrás

Meio Off, mas vamos lá….olha que lindo esse Scania puxando os novos Leopard 2A7
da Dinamarca, eles buscaram na Scania uma solução para não ter que comprar aqueles caríssimos MAN HX 8×8 (mammoth) da rheinmetall.

https://www.youtube.com/watch?v=KjrY-bByLkQ

Esse Scania é um V8 com terceiro eixo adaptado e equipado com uma prancha de 8 eixos esterçáveis, até onde eu pesquisei a Scania do Brasil fabrica esse V8 sob encomenda (parece que motor vem importado com opções de 590 e 620hp).

RPiletti
RPiletti
Reply to  Rafael Gustavo de Oliveira
25 dias atrás

A Volvo também tem algo assim…
 Volvo FH16 750 8×4 está custando R$ 991.190,00
Só para entender o potencial dessa máquina, o FH 16 já conseguiu puxar uma carga que somada ao caminhão pesava 750 toneladas

O ponto é, somente o cavalo deve custar mais que nossos L1, aí já dá p/ termos ideia das velharias de MBT que operamos…

Kommander
Kommander
Reply to  Rafael Gustavo de Oliveira
25 dias atrás

Cara, pelo amor de Deus… Que coisa linda! Alguns preferem uma carretinha puxando um jetski, meu sonho de consumo é um cavalo mecânico V8 puxando um Leopardo 2. Iria dar vários rolezinho no final de semana com eles. 🤣🤣

Last edited 25 dias atrás by Kommander
Rafael Gustavo de Oliveira
Rafael Gustavo de Oliveira
25 dias atrás

“O exército suíço atualmente tem 134 Leopard 2 em serviço e 96 em armazenamento” a doutrina de reserva mobilizável sendo aplicada, assim como os americanos fazem, se compra mais do que precisa, aqui no Brasil infelizmente temos só a reserva de pessoal, precisaríamos pensar no conceito de reserva de material também (essas guerras atuais tem nos mostrado essa importância)…. Em um cenário fictício onde há necessidade de mobilização da reserva, temos o risco de não ter material mais complexo como viaturas e armamento pesado o suficiente para essa tropa voltar a ativa… Uma tropa motorizada não é tão difícil de… Read more »

Rafael Gustavo de Oliveira
Rafael Gustavo de Oliveira
25 dias atrás

Adoro esse vídeo que mostra um ferro velho de tanques na Alemanha em 2013.

https://www.youtube.com/watch?v=Mf35tnEIbNw&lc=UgixVe9RyP45FHgCoAEC

Nele mostra como era tratado o acordo de desarmamento europeu pós guerra fria lá em meados de 2013, o velho velho reciclou 16 mil viaturas blindadas (viraram panelas), vale muito a pena assistir e refletir com momento atual da Ucrânia….o Eb fingiu que não viu e o Putin sorriu.

BraZil
BraZil
Reply to  Rafael Gustavo de Oliveira
25 dias atrás

É esse tipo de iniciativa, dentre outras, que difere uma potência de uma Superpotência. A Alemanha desmanchando velhos tanques, fazendo panelas etc e a Rússia e Estados Unidos com milhares estocados, prontos para receberem melhorias, se necessário…

soldado imperial
soldado imperial
25 dias atrás

Amigos,
Um trecho do artigo me deixou em dúvida. Os 25 tanques vão ser usados como fonte de peças de reposição e depois o que não for do interesse alemão, ou seja que sobrar, será devolvido pra Suiça?
OU os tanques efetivamente vão ser utilizados operacionalmente.
Posso ter lido ou entendido errado.
grato de antemão

Rodrigo LD
Rodrigo LD
Reply to  soldado imperial
25 dias atrás

Também fiquei com essa dúvida ao ler o texto. Serão desmontados e as peças em boas condições devolvidas para a Suíca sem custo? Mais adiante diz que ficarão estocados na Alemanha ou na UE para completar seu armamento. Como assim, se serão desmontados? Obrigado, camaradas.

Alecs
Alecs
25 dias atrás

“Os tanques não podem ser enviados para a Ucrânia, nem mesmo indiretamente.” Mas a Alemanha pode enviar os seus atuais. Deveríamos estar fazendo o mesmo com munições de 155 mm. Exportávamos com a condição de que não poderia ser repassado para Ucrânia para repor os estoques dos países fornecedores.