O Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, informou ao seu principal comandante, o General Valery Zaluzhny, sobre sua demissão em uma reunião na segunda-feira, segundo um alto funcionário familiarizado com a conversa. Essa mudança militar ocorre em meio às dificuldades da Ucrânia no campo de batalha e após meses de atrito entre o presidente e o popular general.

Por enquanto, Zaluzhny permanece em seu cargo, mas espera-se um decreto presidencial formal confirmando sua destituição, quase dois anos após a invasão russa e enquanto as forças de Moscou parecem estar ganhando a iniciativa estratégica em algumas partes da frente.

Na segunda-feira, o porta-voz de Zelensky, Serhiy Nykyforov, negou que Zaluzhny tenha sido demitido, afirmando que “não há ordem” e que “o presidente não demitiu o comandante em chefe”.

Durante a conversa de segunda-feira, Zelensky disse a Zaluzhny que os ucranianos estão cansados da guerra e que os apoiadores internacionais também reduziram a assistência militar, então talvez um novo comandante pudesse revitalizar a situação.

Houve desacordo sobre quantos soldados a Ucrânia precisa mobilizar este ano. Zaluzhny propôs mobilizar quase 500.000 tropas, um número que Zelensky considerou impraticável. Zelensky também disse publicamente que a Ucrânia não tem fundos para pagar tantos novos recrutas.

Não está claro quem substituirá Zaluzhny, com o chefe da inteligência militar da Ucrânia, Kyrylo Budanov, e o comandante das forças terrestres da Ucrânia, Oleksandr Syrsky, sendo possíveis candidatos.

Zaluzhny foi oferecido outro cargo, mas recusou e planeja se aposentar do exército. Ele permanece no cargo principal por enquanto, e a ordem formal de demissão pode ser adiada.

A tensão entre Zelensky e Zaluzhny vem aumentando há meses. Zaluzhny tem sido o comandante em chefe da Ucrânia desde a invasão russa em fevereiro de 2022 e é tão popular quanto Zelensky, tornando-se uma potencial ameaça política.

Outra fonte de tensão tem sido a lacuna entre o que Zaluzhny solicitou para o exército ucraniano e o que os líderes políticos de Kyiv conseguiram obter de aliados e parceiros. A ajuda proposta para a Ucrânia estagnou em Washington e Bruxelas devido a disputas políticas internas nos Estados Unidos e na União Europeia.

FONTE: The Washington Post

Subscribe
Notify of
guest

61 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Maurício.
Maurício.
25 dias atrás

Se realmente for verdade, é só a corda arrebentando no lado mais fraco, provavelmente vão colocar nas costas do coitado a culpa pelo fracasso da tal contraofensiva, contraofensiva essa que ninguém mais toca no assunto.

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  Maurício.
25 dias atrás

Como assim “ninguém mais toca no assunto” da contraofensiva ucraniana?

Já foram publicadas diversas matérias sobre a contraofensiva ucrania a ter sido brecada, com a ofensiva passando para as mãos russas. Tem até análise recente sobre os 23 meses de guerra, publicada aqui. E centenas de frequentadores do blog discutiram e discutem esses temas todos os dias.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
25 dias atrás

Verdade, eu deveria ter dito: “Que quase ninguém mais toca no assunto.”
Quanto ao “discutem esses temas todos os dias”, é verdade, mas não se compara com a quantidade de comentários do início da contraofensiva.

Fábio CDC
Fábio CDC
Reply to  Maurício.
25 dias atrás

Está correto Senhor Maurício, quando a tão propalada Contra Ofensiva começou, todos comentavam diariamente mas depois que “deu para trás”, com resultados pífios frente as expectativas, esqueceram de súbito dela.
.
Vejo a Ucrânia, hoje, como um futuro cadáver de país, totalmente absorvido pelo invasor russo.

leonidas
leonidas
Reply to  Maurício.
24 dias atrás

O Zelensky daqui a pouco sofrerá a síndrome Dalai Lama rs Ou seja será apagado devido tornar-se incomodo. Nos anos 90 era super cult você falar no Dalai Lama, todo artista descolado lutava pela causa do Tibet., a mídia, cultura Pop viviam falando sobre isso nos festivais ou premiações. De repente a China começa a tomar lugar no mundo do poderia financeiro e para evitar boicote ao mercado chinês ou sanções diretas via empresas dependentes da China em seu próprio pais Enfim demagogia padrão da geopolítica. O mundo é assim e sempre será assim, a politica internacional não é e… Read more »

Underground
Underground
Reply to  Maurício.
24 dias atrás

Ahã!
Perdas massivas de soldados russos, de navios (mais um hoje – parece que foi navio e a marinherada para o fundo), de aviões caças, bombardeiros e sistemas de radares) é a corda arrebentando de um lado.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Underground
24 dias atrás

Quando o Putin rebaixou o Sergei Surovikin, teve vários comentários dizendo que era um sinal de que estava dando tudo errado para a Rússia, uns diziam que “em time que está ganhando não se mexe”. Por que no caso ucrâniano seria diferente? Repito, é a corda arrebentando do lado mais fraco, simples assim.

Lord-M
Lord-M
Reply to  Maurício.
18 dias atrás

Já faz um tempo que há uma luta fraticida dentro do regime; por exemplo, a esposa do chefe da GUR (Diretoria Principal de Inteligência) Kyrylo Budanov foi envenenada em novembro do ano passado (ele era o alvo); obviamente no ocidente foram os “russos”…
Na prática a Ucrânia é uma ditadura; e com o colapso militar e econômico os abutres estão comendo uns aos outros pelo que resta do espólio do que um dia foi a “Ucrânia”…

Carlos
Carlos
25 dias atrás

A tensão entre Zelensky e Zaluzhny vem aumentando há meses. Zaluzhny tem sido o comandante em chefe da Ucrânia desde a invasão russa em fevereiro de 2022 e é tão popular quanto Zelensky, tornando-se uma potencial ameaça política.

É.. Cada um com seus reais interesses…

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Carlos
25 dias atrás

Pra quem sabe o que o Zelensky já fez com adversários políticos não tem nada de novo aqui

Lord-M
Lord-M
Reply to  Carlos Campos
18 dias atrás

Quem realmente manda; Zelensky apenas anima o circo…

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Carlos
25 dias atrás

Alguns têm reais interesses, outros tem interesses em reais, dólares, libras, euros.. riso.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Carlos
25 dias atrás

E o fato do Zelensky estar adiando as eleições gerais da Ucrânia por tempo indeterminado é apenas coincidência, é claro….

Maurício.
Maurício.
Reply to  Willber Rodrigues
25 dias atrás

Eu sempre vejo um pessoal falando dessas eleições, a minha dúvida é, a constituição ucraniana permite eleições em caso de guerra? Alguém realmente sabe essa resposta? Se está na constituição que não pode ter eleições em caso de guerra, o Zelensky está atuando dentro das regras.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Maurício.
25 dias atrás

A palavra “eleição” ou “eleições” aparece 15 vezes na constituição da Ucrãnia. O voto não é obrigatório, mas é um direito para quem tem mais de 18 anos. As eleições para o legislativo ocorrem a cada 5 anos, podendo ser antecipadas pelo presidente. Cabe ao poder legislativo convocar eleições para presidente. A questão da eleição durante a lei marcial ou estado de emergência diz que (Art.83): “No caso de o Presidente da Ucrânia declarar, por decreto, lei marcial ou estado de emergência em todo o território da Ucrânia ou em algumas áreas do Estado, a Verkhovna Rada da Ucrânia se… Read more »

Last edited 25 dias atrás by Camargoer.
Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Maurício.
25 dias atrás

O fato dessa guerra não ter nenhum prazo de término a vista, e o fato do Zelensky precisar desesperadamente de alguma boa notícia vindo do front pra mostrar “em casa” é apenas um “bônus” disso….

rui mendes
rui mendes
Reply to  Willber Rodrigues
24 dias atrás

Precisa de boas notícias para mostrar??? Não, ele precisa de boas notícias, para salvar um país, de ser absolutamente roubado, á má fila. Ele não deve nada a ninguém, já fez e continua a fazer, o que a maioria dos presidentes do mundo, no lugar dele, não tinha feito, 90 por cento, tinha fugido e ” ficava” a liderar a resistência, no exterior, como disseram, já muitos no passado. Como no inicio, onde todos pensavam, que em 48 horas, ele ou fugia ou morria, mas ele manteve-se lá, disse-o nas redes sociais, que ele e toda cúpula do governo, iam… Read more »

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  rui mendes
24 dias atrás

“Precisa de boas notícias para mostrar???”

Sim, precisa.

A partir do momento em que ele só está na guerra por causa do constante fluxo de “doações” de equipamentos, armas e dinheiro da OTAN, então ele precisa SIM de boas notícias pra mostrar pros seus “mecenas” que suas “doações” estão sendo bem empregadas na contra-ofensiva, e que os russos estão sendo empurrados pra trás.
Como isso não está acontecendo, seus “mecenas” ficam receosos em continuar mandando ajuda pra Ucrânia.
Pergunte ao Congresso dos EUA.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Willber Rodrigues
25 dias atrás

Olá Wiber. Em caso de lei marcial, as eleições gerais para o poder legislativo são adiadas. O problema é que não encontrei menção na constituição ucraniana sobre o adiamento de eleições para presidente, que são diretas e em dois turnos.

Agora, seria preciso entender o entendimento da Corte Constituicional da Ucrãnia, se eles entendem que as eleições presidenciais também devem ser adiadas ou se elas estão fora do artigo 83.

Eu não sei.

BVR
BVR
Reply to  Carlos
24 dias atrás

Sim. As explicações mais prováveis nos últimos parágrafos do texto.

Resta saber, também, se nessa divergência está pesando uma saída política pra essa guerra; pois a saída militar favorável à Ucrânia- talvez – só com muito mais apoio da Otan-EUA.

LUIZ
LUIZ
Reply to  Carlos
24 dias atrás

Quem manda no governo da Ucrânia é os EUA. São os norte americanos que ditam os rumos na combalida Ucrânia. Zelenski é apenas um funcionário a serviço do Tio Biden.

Guacamole
Guacamole
25 dias atrás

Das duas uma: ou o Zaluzhny vai ser destituido e sofrer um “acidente” logo depois, ou ele vai dar um golpe no Zelenski.

Não vejo outra alternativa.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Guacamole
25 dias atrás

“Acidente” não pois, por ele ser popular, sua morte corre o risco de baixar o moral das tropas.
Acho mais fácil o Zé dar um jeito de botar toda a culpa nele, pra acabar com sua reputação e tirar a responsabilidade do Zé da reta…

LUIZ
LUIZ
Reply to  Guacamole
24 dias atrás

“ele vai dar um golpe no Zelenski.”

Se o Zaluzhny recorrer a um golpe ele vai ter que ter apoio de alguma potência pra manter o país na guerra ou se aliar com os russos e chineses e por fim a guerra.

Carlos Campos
Carlos Campos
25 dias atrás

Infelizemente, após a contra ofensiva ter ganhos desprezíveis, os aliados da OTAN estão com menos vontade de ajudar, e os Russos continuam dentro do país, pelo visto a Ucrania vai ser forçada a assinar um Tratado de Paz em que perde a Crimeia de vez, além de outras partes de Lugansk e Donestk

Fábio Jeffer
Fábio Jeffer
Reply to  Carlos Campos
25 dias atrás

Além de Kherson, Zaporizia e se não ficarem espertos Karkhov tbm

wilhelm
wilhelm
Reply to  Fábio Jeffer
24 dias atrás

Chuto que os russos vão se aquietar só depois de tomarem Kharkiv e Odessa também.

Marcos
Marcos
Reply to  wilhelm
23 dias atrás

Chuto que os russos não vão se aquietar. Vão continuar forçando Ucrânia até tomarem tudo. E depois vão partir pra cima da Moldávia, Azerbaijão, Armênia, Geórgia, Casaquistão, Uzbequistão, Turcomenistão, Tajiquistão, Quirguistão e Mongólia.
E o único país em que enfrentarão resistência sera na Ucrânia.
Em todos os outros ninguém se oporá.
Como eles já tem a Bielorrússia, faltará apenas as três repúblicas bálticas… Essas creio que não tentarão…

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Carlos Campos
25 dias atrás

Já falei trocentas vezes: Essa contra-ofensiva era a última chance da Ucrânia convencer seus aliados de que vale a pena continuar ajudando-os. O fato dessa contra-ofensiva ter tido ganhos marginais ( e isso não é torcida minha, é fato mesmo ) e, em seguida, você ver seus aliados ocidentais “enrolando” pra mandar mais ajuda ( o congresso dos EUA é o melhor exemplo ) e de que, mais de 2 anos após o começo da guerra, nenhum aliado ocidental cravar uma data concreta pro envio dos F-16, apenas demonstra isso. Eu vou morrer falando que contar com a ajuda dos… Read more »

Vitor
Vitor
Reply to  Carlos Campos
25 dias atrás

Nota bem conservadora .

Quirino
Quirino
25 dias atrás

É impressionante como a Ucrânia tem a mesma “cultura” mentirosa da Rússia, cultura essa deixada pela URSS. A Ucrânia só admiti a verdade quando já explodiu para todo canto e não há mais nada que possa fazer para se negar, até isso acontecer, ela nega, nega, nega e nega. A mídia vem expondo essa crise entre Zelensky e Zaluzhny a meses, mas a Ucrânia continua tentando negar o que todo mundo já sabe que é verdade. É por essas e outra que a Ucrânia é classificada como regime hibrido (elementos da democracia e também de ditaduras) no ranking das maiores… Read more »

Last edited 25 dias atrás by Quirino
Maurício.
Maurício.
Reply to  Quirino
25 dias atrás

A Ucrânia nunca foi uma democracia plena, o Valery é só o Sergei Surovikin do momento.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Quirino
25 dias atrás

Quirino… políticos de outros países também tem seus momentos….. Clinton afirmou que não fez sexo com estagiária…. e também que fumou mas não tragou… Nixon afirmou que “não era um trapaceiro”… BushJr era ainda mais eloquente… tem um trecho no documentário do Michael Moore no qual ele responde a um jornalista o que ele irá fazer durante o período que estaria em seu rancho..

Quirino
Quirino
Reply to  Camargoer.
25 dias atrás

Ola Camargoer, eu concordo que todo país tem seus momentos de negação, mas na Ucrânia isso é sistemático, todo o sistema ucraniano, desde as instituições ate a mídia, nega e nega o tempo inteiro, aqui tem alguns exemplos, bakhmut caiu e a Ucrânia demorou dias para assumir, eles explodiram o avião com prisioneiros e os ucranianos negaram, qualquer avanço russo eles negam, os russos destruiu alguma coisa no sistema patriots e os ucranianos negaram, tem crise no governo e eles negam, eles fizeram incursão no território russo e negaram, como eu disse, eles só assumiu quando não tem mais como… Read more »

BraZil
BraZil
Reply to  Camargoer.
25 dias atrás

kkkk Que delícia. Eu lembrava de quase todas essas. Tinha esquecido da “fumei mas não traguei” do moço correto e Demolay Clinton. E do Bush, ainda tem a inocente, mas imprópria “I hate bróccoli”, numa época de lançamento de campanha nacional de saúde e boa alimentação entre os jovens…

Ivan
Ivan
25 dias atrás

“Dividir para conquistar.” Frase é atribuída originalmente ao pensador florentino Nicolau Maquiavel. Algo como “Divide et impera” ou “Divide et Vinces”. . A notícia acima, oferecida pelo The Washington Post, ainda não foi confirmada. Contudo, parece muito (muitíssimo) conveniente para os interesses de Moscou. Assim sendo, seria esperado que algo assim fosse plantado pela Rússia na impressa internacional pelos métodos já conhecidos. . Se for verdade, entendo que seria muito ruim para a Ucrânia, no seu esforço de se defender da agressão vil da Rússia. . Se for mentira, fica evidenciado a infiltração espúria dos serviços de informação (e desinformação)… Read more »

BraZil
BraZil
25 dias atrás

Boa tarde a todos. Isso tem nome: “Praetorianus acutus sindrom” Quem entendeu dá um “Vive”

Fábio CDC
Fábio CDC
Reply to  BraZil
25 dias atrás

Poderia traduzir por favor? Tentei rapidamente e nem no google consegui.

BraZil
BraZil
Reply to  Fábio CDC
24 dias atrás

Bom dia Fábio. É um jogo de palavras a lá Casseta e planeta, mas o significado deveria ser claro para quem lê sobre geopolítica. Não se ofenda. Em suma quer dizer; “Síndrome Pretoriana Aguda” ou seja, como disse um colega, o medo de um governante ser derrubado do cargo por um de seus militares próximos. O paradigma é sempre o Império Romano, no qual a maioria dos imperadores foi derrubada, substituída ou assassinada pelos seus próprios guarda costas, ou seja a guarda oficial do imperador, que eram membros da chamada guarda Pretoriana, que vem de Pretor, um dos cargos administrativos… Read more »

BVR
BVR
Reply to  BraZil
24 dias atrás

Por acaso seria o receio do presidente de ser “traído” pelo general ?

Nemo
Nemo
25 dias atrás

https://www.reuters.com/world/europe/ukraines-ground-commander-declined-offer-replace-his-boss-army-chief-source-2024-01-31/
A Reuters afirma que o Comandante de Operações Terrestres recusou o convite.
Parece que tem vaca estranhando o bezerro.

Charles
Charles
Reply to  Nemo
24 dias atrás

Interessante.

Emmanuel
Emmanuel
25 dias atrás

A Ucrânia ruindo por dentro.
Não é mais uma guerra contra os russos. Agora é pela presidência.

Bispo
Bispo
25 dias atrás

Agora virou time de futebol… culpa do técnico.

Na próxima primavera há indícios físicos que os russos irão estilo II-WAR atacar em três frentes de batalha …

By- So Long, Farewell
(The Sound of Music)

Regretfully they tell us
But firmly they compel us
To say goodbye to you . . .

So long, farewell,
Auf Wiedersehen, goodbye.
Goodbye, goodbye, goodbye.

Fábio De Souza
Fábio De Souza
25 dias atrás

A grande verdade e que muitos não querem ver e nem ouvir : É que a Rússia , já ganhou essa Guerra , e a Ucrânia , só resta uma saída, a diplomacia e se continuar insistindo no Erro , só vai perder mais territórios e pessoas . Já havia mencionado em outros comentários , os Europeus se cansaram desta Guerra , tem as Eleições no EUA , até os Deputados Democratas já deram uma resposta , negando o apoio financeiro a Ucrânia , só o Zelensky , que continua com essa Narrativa insana , que vai recuperar todo o… Read more »

Caio
Caio
Reply to  Fábio De Souza
24 dias atrás

2 anos de guerra e vcs repedindo isso direto. N aprenderam nada? rsrsrs

Emmanuel
Emmanuel
Reply to  Caio
24 dias atrás

A ucrânia recuperou o território perdido?
Defesa ativa é uma forma de avançar para recuperar o território perdido?

A ucrânia perdeu território e não recuperou e não está conseguindo mais. Isso não é uma suposição, é um fato.

Caio
Caio
Reply to  Emmanuel
24 dias atrás

Se voce soubesse o mínimo sobre essa guerra nao teria feito essa pergunta.
Virou apenas torcida p ganhar like?
Pega um mapa com o historico dos avancos russos e contra ofensivas ucranianas.
A russia ja dominou a parte norte/nordeste do país. A russia ja dominou boa parte de kharkiv e kherson. A Ucrania recuperou esses territorios.

Obs. Enquanto isso a Ucrania acaba de afundar um (outro) navio russo

Emmanuel
Emmanuel
Reply to  Caio
24 dias atrás

Repito: A Ucrânia recuperou o território perdido?
Não.
Enquanto existir um pedaço da Ucrânia nas mãos russas, eles não terão recuperado seu território. Isso nada tem a ver com like, mas com realidade.
E não vão conseguir recuperar mais sozinhos. E isso é outra realidade, aceite ou não.

Acredito que quem não sabe coisa alguma sobre essa guerra é você.

Caio
Caio
Reply to  Emmanuel
24 dias atrás

Pode repetir. Está no seu direito estar errado.
A Ucrania já recuperou quase metade do que foi tomado desde fev/2022.
O território não é reconquistado todo de uma vez, isso é outra coisa q vc deveria saber.
Eu n vou aqui te ensinar coisas básicas, vc continue na sua torcida.

Obs. Enquanto isso a Europa acaba de aprovar um pacote de 50bi para a Ucrania.

Paulo Sollo
Paulo Sollo
25 dias atrás

Pesquisas realizadas na Ucrania demonstram que Zaluzhny possui quase 80% de aprovação entre a população enquanto Zelensky tem menos de 40%. Zaluzhny foi apontado no ocidente como um provável sucessor de Zelensky mas dizem que este se apegou ao poder e não quer largar. Zaluzhny tem uma postura realista em relação à situação da Ucrânia na guerra enquanto Zelensky sustenta perspectivas fantasiosas e irrealizáveis. Se Zaluzhny chegasse ao poder provavelmente iria buscar um acordo. A questão é simples. Se não há mais a possibilidade de reverter as perdas, a melhor decisão é evitar mais perdas de vidas e território para… Read more »

Ricardo
Ricardo
25 dias atrás

Segue o jogo, acho que nada vai mudar. Quando algum General é demitido não existe aviso previo, ou é ou não é. Vamos esperar esse cidadão sair para discutir o novo empossado. Os Ucranianos não lutam por um General, lutam por um Pais.

Renato de Mello Machado
Renato de Mello Machado
24 dias atrás

Enfeitaram tanto os feitos do Zaluzhny falando que ele fez milhares de coisas contra os russos.Mas na verdade foi ajuda total da OTAN.Agora não interessa mais a propaganda o Zélensqui quer dar uma sumida no cara.

JapaSp Jantador
JapaSp Jantador
24 dias atrás

Normal nao atingiu o resultado esperado, a Rússia trocou um monte a cada recuada que davam trocavam um, era festa.

Tenente Blaco
Tenente Blaco
24 dias atrás

Resta saber como os EUA aceitarão a derrota.
Recuando ou levando a Ucrânia à exaustão, prolongando o conflito.
De resto, respeitemos o discurso das claques. Elas sofre mais e ganham menos do que os jogadores.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
24 dias atrás

O General percebeu que o país esta sendo destroçado e o povo morrendo travando uma guerra por procuração defendendo os interesses das oligarquias europeias e americanas, principalmente da família Biden. Todos representados pela OTAN. Deveriam ter conversado mais e terem garantido a segurança Russa. Cumprido este requisito. Teriam toda força e legitimidade para enfrentarem a Russia. Com todo poder. Quando os boletos exorbitantes chegarem. A Ucrania não terá condições de honra-los. E o Zelensky naturalmente fugirá para Israel.

BraZil
BraZil
Reply to  Antonio Palhares
24 dias atrás

Isso se Israel o aceitar, depois daquela homenagem do Governo Ucraniano ao veterano da SS nazista em cerimônia oficial do governo. Acredito que aceita, mas vai que…

RODES
RODES
24 dias atrás

mais um navio russo afundado

Imagina quanto o PIB da potencinha vai “crescer” com os gastos pra tentar reconstruir sua extinta frota no Mar Negro. 🌝

Tenente Blaco
Tenente Blaco
Reply to  RODES
23 dias atrás

Abordagem desprovida de sentido por parte dos que fazem a guerra, mas útil para os que comentam uma guerra e defendem lados.
A destruição de meios faz parte e é matéria corrente.
Mas o objetivo é a conquista.
Caso digam que a Ucrânia tem como objetivo a guerrilha, acções de sabotagem e terrorismo, será mais acertado, mas isto implicaria a aceitação de derrota e esmagadora vitória convencional do cilindro russo.

Last edited 23 dias atrás by Tenente Blaco
Tenente Blaco
Tenente Blaco
23 dias atrás

Estamos perante o futuro presidente da Ucrânia.
Zelensky, já era e até ele sabe disso. Resta saber como será o seu fim.
Até a CNN tá publicando um artigo de Zhaluzny

Alessandro Machado
Alessandro Machado
22 dias atrás

Isso é pura politica. O presidente ucraniano está vendo seu General tão popular quanto ele. Talvez já tenha rastreado uma possível candidatura do general à presidência da Ucrânia. Politico é tudo igual só muda o país.