Andrey Morozov compartilhou no Telegram que a Rússia havia perdido 16 mil soldados na captura da cidade ucraniana e foi fortemente criticado. Fontes russas afirmam tratar-se de suicídio.

Um proeminente blogueiro russo pró-guerra foi encontrado morto após fazer uma postagem na qual afirmava que o exército russo havia perdido milhares de soldados durante a tomada da cidade ucraniana de Avdiivka, no leste do país. A causa da morte de Andrey Morozov, que usava o pseudônimo “Murz” no aplicativo de mensagens Telegram, teria sido suicídio.

No domingo (18/02), Morozov escreveu aos seus 120 mil seguidores no Telegram que a Rússia havia perdido 16 mil militares e 300 blindados durante a captura de Avdiivka. O post foi amplamente criticado por propagandistas russos, que acusaram o blogueiro de “caluniar” o Ministério da Defesa.

Nas suas últimas mensagens, nesta terça-feira, Morozov relatou que estava sendo pressionado por seus “superiores” a excluir a postagem e anunciou seu suicídio. No mesmo dia, pessoas ligadas a ele confirmaram sua morte – alguns dizendo que ele havia se suicidado com um tiro.

A intimidação descrita por Morozov em sua última publicação ocorreu dias depois da morte do líder da oposição Alexei Navalny numa prisão russa e do assassinato na Espanha de um piloto russo que havia desertado durante a guerra.

O blogueiro, de histórico ultranacionalista, havia lutado ao lado de separatistas apoiados pela Rússia no leste ucraniano em 2014 e participado da invasão da Ucrânia pela Rússia em 2022.

Precedente com Prigozhin

Desde maio de 2023, quando o então chefe do grupo mercenário Wagner, Yevgeny Prigozhin, ensaiou uma rebelião, o Kremlin passou a reprimir vozes como Morozov. O próprio Prigozhin morreu três meses após o motim fracassado, quando o avião em que estava caiu .

Embora fosse favorável à guerra na Ucrânia, Morozov costumava criticar o Kremlin pela escassez de armas e acusava Moscou de omitir o verdadeiro número de mortos em suas forças.

Oficialmente, o governo de Moscou não costuma externar suas perdas, motivo pelo qual o número de militares abatidos no conflito é desconhecido – autoridades ocidentais estimam 315 mil soldados mortos e feridos.

Avdiivka foi conquistada pelos russos no sábado, após a retirada do exército ucraniano, na maior vitória para o presidente Vladimir Putin desde Bakhmut, em maio de 2023. Analistas acreditam que a conquista de Adviivka tenha causado um grande número de baixas, além de perdas expressivas de armamento.

De acordo com o jornal britânico The Guardian, o Ministério da Defesa do Reino Unido estima que a Rússia tenha perdido ao menos “400 tanques, veículos de infantaria e outros equipamentos”, além de “milhares de pessoas” em Avdiivka.

A Ucrânia afirmou que, ao longo dos cinco meses de batalha, foram mortos mais de 17 mil soldados russos, número semelhante ao divulgado por Morozov antes de ser repreendido. Kiev culpa os Estados Unidos pela derrota em Avdiivka, uma vez que os americanos seguem num impasse para o envio de mais ajuda à Ucrânia.

“Não teríamos [perdido] Avdiivka se tivéssemos toda a munição de artilharia necessária para defendê-la”, afirmou o ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba.

FONTE: DW

Subscribe
Notify of
guest

64 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
DanielJr
DanielJr
1 mês atrás

O bom e velho suco de laranja com polônio 210.

George
George
Reply to  DanielJr
1 mês atrás

Possivelmente morava no térreo.

Rafael Coimbra
Rafael Coimbra
Reply to  DanielJr
1 mês atrás

Que pena foi tão cedo…. a vida prega cada uma…

M.@.K
M.@.K
1 mês atrás

Suicidarem ele…

Realista
Realista
1 mês atrás

E da onde ele tirou a informação dos 16 mil mortos ?

EduardoSP
EduardoSP
Reply to  Realista
1 mês atrás

Tem de tomar cuidado com traduções. Em inglês, casualties é utilizado para o conjunto de mortos + feridos. Então é bem possível que ele tenha se referido a 16 mil casualties, o que não significaria 16 mil mortos.

Considerando-se que há, em geral, uma relação de 1×3 entre mortos e feridos. Assim, 16 mil casualties seriam mais ou menos 4 mil mortos e 12 mil feridos, o que parece ser um número mais provável.

Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  EduardoSP
1 mês atrás

Mas o blogueiro escrevia em inglês?
Acho que era em russo, né?

EduardoSP
EduardoSP
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
1 mês atrás

Vai saber…
Só estava especulando sobre o número de 16 mil mortos, o que me parece, pelo que se tem visto, muito alto.
E hoje em dia tem jornal francês em espanhol, jornal alemão em português, etc.

Last edited 1 mês atrás by EduardoSP
Fernando "Nunão" De Martini
Reply to  EduardoSP
1 mês atrás

Eduardo, estou falando sobre o blogueiro russo. Que tinha seguidores russos. E escrevia em russo. Era lido em russo pelos seguidores que ficaram em boa parte indignados, também em russo, sobre o número de 16.000 que ele mencionou. Tem textos dele no Twitter / X disponíveis para você procurar e conferir. Em russo, evidentemente. Então a questão sobre o termo em inglês “casualties” não se aplica nesse caso. Se quiser tirar a dúvida do que ele realmente quis dizer com o número 16.000, terá que procurar o original em russo. A matéria publicada aqui está em português, mesma língua em… Read more »

Last edited 1 mês atrás by Fernando "Nunão" De Martini
Bigliazzi
Bigliazzi
Reply to  Fernando "Nunão" De Martini
1 mês atrás

Sebo blogueiro quer ser realmente relevante deve escrever em inglês .. e isso pouco importa depois do Google tradutor, do ChatGpt e outras soluções de tradução.

Underground
Underground
Reply to  EduardoSP
1 mês atrás

Já vi comentários de que entre mo_tos e feridos para a tomada dessa cidade, os russos teriam perdidos 40 mil soldados. Entre esses 1/3 (+/-), caberiam nesses 16 mil.

Bigliazzi
Bigliazzi
Reply to  EduardoSP
1 mês atrás

O mesmo se aplica ao lado ucraniano? Não é isso que vemos quando os torcedores arrotam vitórias.

Jefferson B
Jefferson B
Reply to  Realista
1 mês atrás

Certamente de oficiais russos diretamente da linha de frente.
Os russos de baixa da Rússia são enormes, as levas gigantes de prisioneiros, mercenário da África e Ásia são forte indício disso.
A Rússia sequer tem coragem de se referir a exército convencional, usam aquela bobagens de Z etc…tentando criar uma nuvem para cobrir a realidade.

Oráculo
Oráculo
Reply to  Realista
1 mês atrás

O falecido Prigozhim disse logo após a tomada de Bakhmut, que o Grupo Wagner sofreu 20 mil baixas pra conquistar aquela cidade. Sendo que 10 mil morreram. Uma média muito acima dos famosos 3×1 entre mortos e feridos. Avdiivka era um lugar bem mais fortificado que Bakhmut, uma espécie de “cidade bunker”, além de ser uma batalha que se arrastava desde 2014. Não me parece ser impossível chegar a 16 mi mortes na conquista dessa cidade. Sendo que a maioria absoluta dos soldados “russos” que entraram na cidade eram prisioneiros e mercenários – africanos, cubanos e sírios – as novas… Read more »

Bigliazzi
Bigliazzi
Reply to  Realista
1 mês atrás

Nos poupe por favor, das mesmas fontes que dizem que os Russos são os maiorais e tomam Paris em três semanas você acredita nas “mentiras positivas”… Porque não deve acreditar nas “mentiras negativas”???

Last edited 1 mês atrás by Bigliazzi
Maurício.
Maurício.
1 mês atrás

O piloto de helicóptero russo que foi responsável pela morte de dois companheiros, também se suicidou, só que na Espanha…

Last edited 1 mês atrás by Maurício.
Underground
Underground
Reply to  Maurício.
1 mês atrás

É a segunda vez que dão cabo dele.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Underground
1 mês atrás

Vai ver ele tem vários clones, igual o Putin.🤷🏻‍♂️😂

Satyricon
Satyricon
Reply to  Maurício.
1 mês atrás

Segundo fontes, o ingênuo resolveu ligar para uma ex-namorada na Rússia…

Aí já viu né, jacaré que vacila, vira bolsa

GFC_RJ
GFC_RJ
1 mês atrás

Sua mãe receberá o laudo constatando “causas naturais”.
Mas… “para que a pressa de acusar?!”

Paulo Sollo
Paulo Sollo
1 mês atrás

Este mapa dá a correta dimensão do que deve voltar a ser território russo na Ucrânia por direito:

https://images.app.goo.gl/kwqm9QSkqXuKbtes6

Orivaldo
Orivaldo
Reply to  Paulo Sollo
1 mês atrás

Que direito é esse, propagandista ?

Henrique
Henrique
Reply to  Orivaldo
1 mês atrás

direito imaginário

ou deve ser mesmo direto que Mongolia tem sobre a Rússia e China sobre a Rússia

Last edited 1 mês atrás by Henrique
Jose
Jose
Reply to  Orivaldo
1 mês atrás

Esse cidadão propagandista de fake news está poluindo até o Poder Aéreo,.

Carlos Silva
Carlos Silva
Reply to  Paulo Sollo
1 mês atrás

Direito você vai ver a hora que teu baixinho ficar igual Milosevic,Kadafi ,Sadam etc …e você sabe que é tudo questão de tempo , aí meu amigo , você verá oque acontece com apoiadores …

Alexandre
Alexandre
Reply to  Carlos Silva
1 mês atrás

Eu gostaria de saber quem irá até Moscou levando a forca! Tem gente que vê mas não enxerga!

Henrique
Henrique
Reply to  Alexandre
1 mês atrás

Quem matou a família imperial Russa foram os…

A ingleses
B Frances
K Klingons
R Russos

adivinha quem vai rodar o Putin mais cedo ou mais tarde

Last edited 1 mês atrás by Henrique
Orivaldo
Orivaldo
Reply to  Henrique
1 mês atrás

Quem Realizou o Grande expurgo
1 Americanos
2 O Chefe da URSS
3 um Georgiano que também se considerava Russo, e tinha um bigode

Brutus
Brutus
1 mês atrás

Suicídio assistido

paulof
paulof
1 mês atrás

Esse caso é impressionante, suicidaram um cara que cheeleader do regime e suas aventuras militares.

Macgaren
Macgaren
Reply to  paulof
1 mês atrás

Fala algo que desagrada a ditadura é pedir para se suicidar no dia seguinte pulando de alguma escada ou tomando polonia sem querer.

Nilo
Nilo
Reply to  Macgaren
1 mês atrás

Alguém sabe o número de mortos da democrática Ucrânia, algum jornalista ucraniano arisca a dizer os verdadeiros números?

Afonso Bebiano
Afonso Bebiano
Reply to  paulof
1 mês atrás

Nessas torcidas organizadas, os apoiadores também são vigiados. Nenhum dissenso é permitido.
Esse padrão soviético tem se disseminado pelo mundo, em todo o espectro ideológico.

Hcosta
Hcosta
Reply to  Afonso Bebiano
1 mês atrás

E como os que se queixam da liberdade de expressão nos países democráticos são, “por coincidência”, apoiantes de Putin…

Guacamole
Guacamole
1 mês atrás

Se enforcou em um pé de couve.

Werner
Werner
1 mês atrás

Parece que o Max Pavano foi morto ,alguém confirma?
Tem muitos brasileiros que lutaram e não voltaram mais, outros morreram e alguns ainda estão lá.
O Pavano estava 2 anos lá e foi gravemente ferido ano passado por estilhaços voltou para o combate e parece que foi morto por drones em Avdiivka.

Bispo
Bispo
1 mês atrás

Não é saudável ser blogueiro de guerra na Rússia 👀 …

P.S- aquele piloto de helicóptero russo traíra foi morto a tiros na Espanha. 🙃

Santamariense
Santamariense
Reply to  Bispo
1 mês atrás

Não é saudável falar ou fazer absolutamente nada contra o governo do ditador russo. Mas, há quem defenda esse tipo de “governo” …

Sulamericano
Sulamericano
Reply to  Santamariense
1 mês atrás

Não é saudável falar ou fazer absolutamente nada contra qualquer governo ditatorial.

Santamariense
Santamariense
Reply to  Sulamericano
1 mês atrás

Concordo. Tem ditaduras de todos os espectros e matizes. Mas, nesse tópico, é sobre o ditador russo.

Jose
Jose
Reply to  Santamariense
1 mês atrás

E como tem. Aqui então tem “alguns” que vou te falar…. Democracia pra eles só as ditaduras…

BraZil
BraZil
1 mês atrás

Bom dia. Alguèm tem notícias atualizadas sobre a concentração de tropas Russas na Bielo? foi notícia bombástica a uns dias e não se falou mais…

Orivaldo
Orivaldo
1 mês atrás

Na Rússia a verdade tem perna curta

Eromaster
Eromaster
1 mês atrás

Esse 16 mil não faz sentido nem aqui e nem na Lua.
Pelo tamanho da artilharia, nó mínimo era 5 para 1 em favor da Rússia. Se a baixa russa for 16 mil, então a baixa da Ucrânia seria aproximadamente 80 mil em Adviika, algo que não faz sentido também.
Vale lembrar também que as forças da Ucrânia estavam racionando munições e comida.

È mais um número inventado para exaltar o exército da Ucrânia após perda em Adviivka.

Rodrigo G C Frizoni
Rodrigo G C Frizoni
Reply to  Eromaster
1 mês atrás

Só na sua dimensão quem ataca em ondas de carne tem baixas menores de quem esta se defendendo.

Eromaster
Eromaster
Reply to  Rodrigo G C Frizoni
1 mês atrás

Nesse caso caso é contrário. A Força Russa não se meteu de cara em Avdiivka, ficou muito tempo bombardeando com a artilharia e com as bombas FAB-500, que destruiu a maioria da fortificações. Depois disso que a infantaria avançou.

Ninguém invade uma cidade fortaleza como Avdiivka de cara, pois as baixas seriam bem altas. Tem que amaciar a carne antes….

Hcosta
Hcosta
Reply to  Eromaster
1 mês atrás

Então a tecnologia russa de drones terrestres está muito avançada. São idênticos a soldados…
E com uma grande quantidade de blindados controlados remotamente…

É como em Bahkmut, enviam os recém chegados para identificar os pontos de fogo e depois atacam com a artilharia…

Last edited 1 mês atrás by Hcosta
Henrique
Henrique
Reply to  Eromaster
1 mês atrás

“russa for 16 mil, então a baixa da Ucrânia seria aproximadamente 80 mil em Adviika,”

se esse número fosse real pro lado da ucrânia ela já teria perdido

dado o histórico de desprezo completo pela vida dos soldado a Rússia tem o numero beeeemm maior de maior baixas…

não precisa perder temp inventando número a favor da Rússia, ela mesmo te refuta

Last edited 1 mês atrás by Henrique
Orivaldo
Orivaldo
Reply to  Eromaster
1 mês atrás

Enpq a Rússia não divulga então? Qual foi a última vez que divulgaram suas perdas?

Eromaster
Eromaster
Reply to  Orivaldo
1 mês atrás

Por acaso a Ucrânia divulga as suas perdas?

O que sabemos é que a Ucrânia não tem mais gente para recrutar para linha de frente. Estão convocando mulheres, idosos de 60 anos, pessoas com Síndrome de Down, e até pessoas com DST graves. Tudo isso demonstra a grandes perdas que a Ucrânia está sofrendo.

Jose
Jose
Reply to  Eromaster
1 mês atrás

O cara calcula o numero de baixas pelo numero de artilharia…meu deus.

Eromaster
Eromaster
Reply to  Jose
1 mês atrás

Ucrânia já perdeu 2 exércitos desde início da guerra. O exército atual da Ucrânia é o 3.0….. estão tentando recrutar 500 mil agora para formar exército 4.0 e não conseguem.
Essa não é só a minha opinião, mas de diversos analistas sérios. O DR Rodolfo Laterza fala isso direto nas suas análises. Inclusive, Trilogia já publicou vários artigos dele aqui no Forte.

Henrique
Henrique
1 mês atrás

“Não existe baixas no exercito russo”
comment image

kkkkkk

Art
Art
1 mês atrás

É o Chá do uncle Putin Po 210

Tutor
Tutor
1 mês atrás

Suicidou-se com 3 tiros na cabeça. Era muita depressão.

Neural
Neural
Reply to  Tutor
1 mês atrás

Rússia continua avançando, Robotino aquela vila na linha de frente está quase caindo

Henrique
Henrique
Reply to  Neural
1 mês atrás

3 dias pra kyiv

Gustavo
Gustavo
1 mês atrás

Pode acontecer,uma guerra destrói a mente do homem, não duvido do seu suicidio.

Carlos Crispim
Carlos Crispim
1 mês atrás

Suicídio culposo, quando não há intenção de morrer.

Cassini
Cassini
1 mês atrás

Se o cara afirmou mesmo o que apontam, então ele era biruta mesmo. Nem o Ministério da Defesa ucraniano, em seus exageros ao anunciar baixas do exército russo, tem tanta imaginação assim.

A batalha de Adviidka, pela intensidade que teve e pelas semanas que durou, não teve como ter tantas baixas assim, para nenhum lado. Bakhmut poderia, quem sabe, chegar perto de tal soma.

José Pereira
José Pereira
1 mês atrás

O único vencedor desta guerra é a China, pois transformou a Rússia em uma colônia.
A Rússia depende dos chineses para tudo.
Se existe algum elo com o mercado financeiro e via estrutura da China, exportações, importação de tudo que você pode imaginar.
Carros, motos, peça de avião… Trocando gás por tudo isso.

Bigliazzi
Bigliazzi
1 mês atrás

Será que um dia o Putin vai “acordar morto”… Esses Russos são patéticos e canalhas.

Bigliazzi
Bigliazzi
1 mês atrás

Festa no céu/inferno com mercenários, políticos rivais, blogueiros… So falta o Putin para cortarem o bolo e o axé e o funk correr solto…

Fabio Araujo
Fabio Araujo
1 mês atrás

Um militar na na linha de frente sofrendo com as perdas elevadas de amigos pode cometer suicídio, e infelizmente é corriqueiro apesar de todo esforço das forças armadas de tentar evitar isso, mas como se trata da Rússia não dá para descartar que a FSB “suicidou” ele!