General polonês: ‘Estimo que as perdas das Forças Armadas Ucranianas devem ser contadas em milhões, não em centenas de milhares’

244

O General Rajmund Andrzejczak, ex-chefe do Estado-Maior das Forças Armadas da Polônia, enfatizou a necessidade urgente de preparação diante da crescente ameaça de guerra. Em suas declarações, ele mencionou que temos um prazo de dois a três anos para nos prepararmos e apontou especificamente para a situação precária em que Kiev se encontra, destacando que a Ucrânia está perdendo a guerra. Andrzejczak expressou que, enquanto alguns esforços deveriam ser voltados para acalmar e explicar a situação, é crucial que preparativos sérios sejam realizados.

Ao discutir a situação dramática na Ucrânia, o general Andrzejczak descreveu o cenário de conflito como extremamente grave. Ele destacou que não há milagres na guerra e que a mudança de comandantes não alterou a situação estratégica do país. Com mais de 10 milhões de pessoas faltando para a mobilização e luta, a Ucrânia enfrenta desafios significativos em completar suas unidades e lidar com a mobilização e o fornecimento de equipamentos. As perdas, segundo Andrzejczak, deveriam ser contadas em milhões, não em centenas de milhares, refletindo a profunda crise de recursos humanos e materiais que o país enfrenta.

Um ponto crítico abordado foi a ameaça de que a Ucrânia ficará sem mísseis antiaéreos até o final de março, o que significaria mais ataques eficazes contra ela, resultando em mais vítimas e destruição da infraestrutura estatal. Essa situação ressalta a vulnerabilidade do país em defender seu espaço aéreo e a gravidade contínua da sua posição no conflito.

Andrzejczak também comentou sobre a inadequação da estratégia de defesa polonesa, considerando a maioria de suas disposições desatualizadas e a necessidade de uma reavaliação completa e atualização. Ele apontou a necessidade de uma mudança radical na estratégia de produção de munição na Polônia, enfatizando a importância de produzir mais munição de forma mais rápida e em instalações diversificadas. Isso, segundo ele, requer decisões políticas difíceis e um trabalho árduo para garantir a segurança e defesa efetiva do país.

Por fim, o general discutiu a possibilidade da Polônia adquirir armas nucleares, argumentando que isso colocaria o país em uma “liga completamente diferente” em termos de capacidades de defesa e dissuasão, especialmente em relação à Rússia. A conversa sobre a Ucrânia e a segurança da Polônia reflete a complexidade e a gravidade das questões de segurança na região, sublinhando a necessidade de preparação e fortalecimento das capacidades de defesa frente às ameaças emergentes.

FONTE: www.polsatnews.pl

Subscribe
Notify of
guest

244 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Adriano
Adriano
26 dias atrás

A posição da Polonia fica cada vez mais complicada, se a Ucrania cair, os poloneses serão ou terão de ser a muralha entre Otan e Russia, em um futuro onde tanto a Alemanha quanto a França podem entrar em profunda crise social e econômica com o apoio americano ainda incerto no caso da vitória de Trump. Sobre as baixas Ucranianas só teremos numeros confiáveis no pós guerra, resta não se emocionar com os altos e baixos nas contagens alheias

LUIZ
LUIZ
Reply to  Adriano
26 dias atrás

Os poloneses querem se livrar dos milhares de refugiados ucranianos que estão dando despesa ao gv polonês.

Vitor
Vitor
Reply to  LUIZ
25 dias atrás

Põe na conta os ” mercenários ” poloneses são os que mais sofreram perdas estrangeiras.

Nilo
Nilo
Reply to  Adriano
26 dias atrás

“As perdas, segundo Andrzejczak, deveriam ser contadas em milhões…” Agora quem desenha é um ex-chefe do Estado-Maior das Forças Armadas da Polônia. A Ucrânia está em processo lento de um colapso. Os treinamentos curtos, isso quando existem, as dificuldades de operação dos equipamentos ocidentais sofisticados, as diversidades de materiais, as duas grandes perdas em Bakhmut e Avdeevka, troca de comandos, a intensificação de bombardeios a linhas profundas de retaguarda ucraniana nos centro de logísticas, comandos e fábricas é parte do conjunto com tendência a não mais rendição de soldados isolados mas de unidades inteiras junto com seus líderes de comando,… Read more »

Comte. Nogueira
Comte. Nogueira
Reply to  Nilo
26 dias atrás

Antes que alguém peça pela “fonte”, já adianto que a fonte é aberta, disponível em vários sites da internet, youtube, etc… Enfim, consta que a ajuda americana está bloqueada no congresso americano em razão de algumas baixas de militares americanos que estavam na Ucrânia dando “consultoria” e “treinamento” na operação de sistemas americanos (patriot, himars entre outros). Há até imagens de fardamento americano e um capacete com a bandeira dos EUA em um dos vídeos de um canal indonésio (tribun timur); o mesmo se verifica na França, ainda em maior número. A opinião pública não absorveu com serenidade a chegada… Read more »

Nilo
Nilo
Reply to  Comte. Nogueira
26 dias atrás

Vc levanta uma questão que não consegui confirmar, os alemães estão nervosos com Zelensky em virtude de morte de alemães especialistas em sistemas de defesa aéreo ou Himars que foram mortos em ataque russo a promessa de prioridade na proteção foi quebrada.

Miguel Carvalho
Miguel Carvalho
Reply to  Comte. Nogueira
26 dias atrás

Calado és um poeta. Achas mesmo que os americanos iam enviar elementos com identificação americana ?

Comte. Nogueira
Comte. Nogueira
Reply to  Miguel Carvalho
26 dias atrás

Não lhe dou a liberdade de se dirigir a mim desta maneira.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Comte. Nogueira
26 dias atrás

Olá Nogueira. Tem meu apoio.
Não há mais como tolerar ataques pessoas.

Este tipo de coisa já ultrapassou o razoável.

Alexandre
Alexandre
Reply to  Comte. Nogueira
26 dias atrás

Obrigado

Miguel Carvalho
Miguel Carvalho
Reply to  Comte. Nogueira
26 dias atrás

Não preciso que me dê algo que já é meu.

O meu amigo tem que aceitar as consequências daquilo que escreve e que expõe.

Acha mesmo que os americanos iam mandar para zona de conflito elementos que pudessem ser associados diretamente ás forças armadas americanas ?

Isso seria o mesmo que os EUA mandarem diretamente tropas para combater os russos.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Miguel Carvalho
25 dias atrás

Pode acontecer que o bom senso seja obstruído pela empáfia, soberba e presunção.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Comte. Nogueira
25 dias atrás

Comte. O senhor está correto. Esses caras de além mar são meramente torcedores. E se acham no pretenso direito de ofender outros.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Comte. Nogueira
25 dias atrás

Somente os torcedores não acreditam. A Ucrania perdeu e não tem

Mauro Cambuquira
Reply to  Comte. Nogueira
25 dias atrás

Nogueira, também li isso em vários sites estrangeiros. Também vi os vídeos. Isso é tratado com muita evidência. O pessoal que só tem informação de uma única fonte, fica na inocência da sua falta de conhecimento. O de torcida mesmo. A Trilogia é uma fonte confiável, e uma referência de informações militares. Dar uma espiada em outros meios de comunicação é parte do enriquecimento de conhecimento para embasar melhor as suas opiniões emitidas aqui ou outro lugar.

Joao
Joao
Reply to  Nilo
26 dias atrás

Cubanos e africanos foram presos na Ucrânia, lutando pela Rússia.
Acho q eles não estão tão bem.

Pragmatismo
Pragmatismo
Reply to  Adriano
26 dias atrás

Menos. A Rússia não tem economia para isso. A Ucrânia será o que sempre foi, um estado tampão.

LUIZ
LUIZ
Reply to  Pragmatismo
26 dias atrás

Além da Rússia a China é a mais interessada numa vitória russa. Dinheiro pra ver isso acontecer tem e muito. E os chineses querem ver a marra ocidental acabar.

Rodolfo
Rodolfo
Reply to  Pragmatismo
26 dias atrás

??? A economia da Russia está voltada ora guerra, sozinha produz 3 vezes a quantidade de projeteis de artilharia que todo o ocidente em suas fabricas nos Urais que existem desde a guerra fria. Estão produzindo mais obuses auto processados. E apesar das sanções ocidentais, tem conseguido obter os microprocessadores (muitos deles americanos) que precisam pra produzir seus misseis e novos caças. Ao mesmo tempo China, Índia e Brasil continuam comprando energia da Russia (o Brasil virou o maior importador de diesel russo) e a África graos. A grande verdade é que o Putin vem se preparando pra esse conflito… Read more »

Luiz
Luiz
Reply to  Pragmatismo
25 dias atrás

Nem economia, nem pessoal, nem interesse, nem capacidade…. Os poloneses só quer o que todo militar quer, mais dinheiro e armas, imagine se colocar armas nucleares na Polônia, vai deixar a Polonia mais segura…

leonidas
leonidas
Reply to  Adriano
26 dias atrás

A Posição da Ucrânia era extremamente confortável, estava na Otan e a Rússia tinha aceitado de bom grado a expansão da Otan até suas barbas (vide países bálticos) e o mundo não tinha acabado. O problema começa quando Washington decide que ainda não estava bom, era necessário implodir a Rússia em uma aposta onírica de cercear a China maritimamente e também via terrestre com a vantagem de impedir ela de eventualmente poder contar com um aliado do peso da Rússia. A Rússia é uma nação autossuficiente produz internamente tudo que necessita para existir, pode até não ser a ultima palavra… Read more »

LUIZ
LUIZ
Reply to  leonidas
26 dias atrás

Ter armas nucleares mais tem os códigos de lançamentos faz da Polônia um estacionamento de armas nucleares dos EUA e alvo número 1 dos russos.

Rodolfo
Rodolfo
Reply to  LUIZ
26 dias atrás

O grande problema dessa guerra é que estamos entrando num mundo multipolar e caótico. E se o Trump ganhar, a Europa vai se ver mais desamparada. Hoje só a França é país nuclear dentro da UE, Alemanha e Polonia irão sentir a necessidade de ter capacidade de dissuasão. Pelo jeito Turquia, Coreia do Sul e Japao deverao seguir o mesmo caminho no futuro.
Infelizmente se o mundo caminhar dessa maneira, acho que até o Brasil terá que repensar a sua posição nessa área… o risco de não ter um arsenal contra o de irritar os vizinhos na America do Sul.

Rafa
Rafa
Reply to  Rodolfo
26 dias atrás

Bobeira a gente ter armas nucleares sem ter como entregar. E pra que a gente teria? Dissuadir contra quem?

Se vc falar que seria para um futuro submarino de ataque nuclear nacional, eu até concordaria. Mas… Nossas fragatas estão pegando fogo atracadas. Complicado.

Rodolfo
Rodolfo
Reply to  Rafa
26 dias atrás

Custa muito caro ter armas nucleares, uma B61 custa 30 milhões de dolares. Israel tem suas ogivas instaladas em Popeye turbo misseis de cruzeiro nos seus submarinos, o Matador da Avibras tem 1000 km alcance? e tem uma versao stand off pra FAB em desenvolvimento. Conhecimento pra produzir ogiva o IME e o centro da Marinha na USP tem. Mas necessitaria de mudança da constituição, romper acordos internacionais e correr o risco de escalada militar na Am do Sul e embargos comerciais. Não sou a favor, mas se a quantidade de países com armas nucleares sair so controle nesse caos… Read more »

leonidas
leonidas
Reply to  Rafa
26 dias atrás

Jesusamado até quando senhor ouviremos esta história de que não temos inimigos? rs

Rodrigo Hemerly
Reply to  leonidas
25 dias atrás

Nós temos inimigos, porém os mesmos estão ocultos.

Rodolfo
Rodolfo
Reply to  Rafa
26 dias atrás

Eu concordo que nao ter armas nucleares seria melhor, mas existe o risco num mundo multipolar ou apolar, onde o CS da ONU nao funciona (e as grandes potências agem como querem) e onde a OTAN pode perder força caso um dia os EUA se retirem, que o numero de nações com armas nucleares dobre do dia pra noite. Se a Europa mais independente (e sem o guarda chuva nuclear americano), Turquia, Japao, Coreia do Sul, Ira, Arabia Saudita (que financiou o programa paquistanes e tem misseis balisticos chineses) resolverem ter seus proprios arsenais de dissuasao, isso pode levar a… Read more »

Wagner
Wagner
26 dias atrás

A memória da floresta de Kathian ainda assusta os Polacos.

fjuliano
fjuliano
Reply to  Wagner
26 dias atrás

Bem como os batalhões ucranianos que lutaram com os nazistas, sob o comando de Stephan Bandera ícone do atual comando ucraniano. Cometeram várias vezes mais barbáries que a que vc citou.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  fjuliano
26 dias atrás

Olá F. Creio que é um erro fazer uma comparação sobre intensidade ou quantidade de assassinatos. Mesmo que um ditador seja responsável por uma morte, já é um crime horrível. Não existem piores ou melhores ditadores, assim como não existem ditaduras ou ditabrandas.

Este é um princípio fundamental da defesa dos direitos humanos

Ivan
Ivan
Reply to  Wagner
26 dias atrás

O Massacre da Floresta de Katyn assombraria qualquer nação, pois foi um verdadeiro assassinato premeditado. . Para quem quiser se inteirar sobre este crime de guerra soviético, recomendo ler o básico na Wikipédia mesmo: https://pt.wikipedia.org/wiki/Massacre_de_Katyn#cite_note-remembrance-1 . Um pequeno trecho: “O número de vítimas de Katyn é estimado em cerca de 22.000, com pelo menos 21.768 mortes confirmadas.” “De acordo com documentos soviéticos liberados em 1990, 21.857 prisioneiros e internos poloneses foram executados após 3 de abril de 1940: 14.552 prisioneiros de guerra (a maioria deles dos três campos, Kozelsk, Ostashkov e Starobelsk) e 7.305 prisioneiros em áreas do oeste da… Read more »

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Ivan
26 dias atrás

Caro Ivan Li há pouco um bom livro sobre os massacres a mando de Lenin, Stalin e Hitler. O nome é (obviamente) “Lênin, Stálin e Hitler”, publicado em 2010, escrito pelo Robert Gellately. O livro é muito bom. É rico em fontes e dados. O autor toma o cuidado, e eu concordo com ele, de evitar comparar os trẽs em termos de quem foi maior ou pior, mas faz uma boa análise histórica. Comparar ditadores poderia significar que os assassinatos a mando de Pinochet não teriam importância, visto que outros ditadores mataram milhões. Mesmo que um ditador seja responsável por… Read more »

Ivan
Ivan
Reply to  Camargoer.
25 dias atrás

Pois é… . Mas os “seus aliados alemães na Otan” NÃO estão invadindo um país vizinho da Polônia, nem muito menos tem vociferado ameaças por vários meios. . Não comparo ditadores, mas se deve tomar as devidas precauções com todos eles – ontem, hoje e sempre. . Também não comparo a Alemanha dos anos 40 do século passado com a Alemanha do início deste século. . Entretanto, Moscou continua sendo Moscou; com regime czarista, comunista ou seja lá o que for hoje em dia. Ainda pensam – e até falam – na Grande Rússia, de Ivan (o terrível) até Vladimir… Read more »

fjuliano
fjuliano
Reply to  Wagner
26 dias atrás

Os batalhões ucranianos que, sob o comando nazista e a liderança de Stepan Bandera, ocuparam regiões da Polônia em 1943 e dentre várias barbáries históricas fizeram o massacre de Volhynia, onde mataram algo em torno de 100000 (cem mil) poloneses: “Polish historians estimate that about 100,000 Poles were murdered by the end of the war in 1945. Up to half a million fled or were displaced. Between 10,000 and 15,000 Ukrainians were killed in retaliation by Polish partisans.” https://www.dw.com/en/ukraine-poland-mark-80th-anniversary-of-volhynia-massacre/a-66185178 E como sempre escapa alguma coisa no amplo mundo virtual, segue uma reportagem, em português de Portugal, sobre dezenas de milhares… Read more »

Carlos
Carlos
Reply to  fjuliano
26 dias atrás

Eis que surge uma russete querendo dividir o ocidente com um acidente de percurso de um nacionalista mas nem uma referência ao Pacto Molotov Ribbentrop que levou à ocupação de Volhynia pelos soviéticos, que vis são os poloneses e que santos são os soviéticos (russos) que massacraram oficiais poloneses em Katyn e claro que querem acentuar o nazismo de Stepen Bandera mas esquecendo que os ucranianos passaram pelo Holodomor, nos quais milhões de ucranianos morreram de fome e quando os alemães invadiram a Ucrânia, os ucranianos os viam como libertadores para quem vivia sob o jugo soviético e como nacionalista… Read more »

Helio
Helio
Reply to  Carlos
24 dias atrás

Colaboracionismo é ACIDENTE DE PERCURSO. Realmente, um genocidiozinho é acidente de percurso se for interessante pra narrativa do “liberal-conservador”

Paulo Sollo
Paulo Sollo
Reply to  fjuliano
26 dias atrás

Ver ucranianos idolatrando Stepan Bandera não surpreende porque desde a 2ª guerra os ideais nazistas se enraizaram na Ucrânia com vários grupos atuantes. Mas ver poloneses se aliando a neonazis ucranianos e simplesmente enterrando todo um passado de atrocidades que sofreram, demonstra claramente porque a Polônia ganhou o título de o bordel da Europa. São iguais àquela parcela de franceses que aceitaram virar bitches dos nazis durante a ocupação.
De fato o termo “Desnazificação da Ucrânia” é corretíssimo. A Ucrânia apodreceu em seus alicerces e os russos vão levar esta necessária limpeza até o final.

fjuliano
fjuliano
Reply to  Paulo Sollo
25 dias atrás

Pois é, tal fato era até bem noticiado antes de 2014 e com menos intensidade depois. Em julho de 2023, lembre dos líderes do AZOV capturados em Mariupol, os russos fizeram um acordo com os turcos e mandaram esses líderes para a Turquia somente para verem os turcos, meses depois, quebrar o acordo ao mandar eles de volta para o governo do boneco que os recebeu com honras de Estado: https://www1.folha.uol.com.br/mundo/2023/07/zelenski-busca-comandantes-neonazistas-depois-de-turquia-romper-acordo.shtml Vários e vários foram os erros russos nesse conflito. Vejo até inocência em ações como essa que levaram a uma inevitável facada nas costas. Mas como diz o ditado,… Read more »

LUIZ
LUIZ
Reply to  fjuliano
23 dias atrás

Pois é!! Os turcos são reincidentes com os russos em vários episódios. Nunca confie num turco.

Allan Lemos
Allan Lemos
26 dias atrás

É preciso responsabilizar o Ocidente, cúmplices nesse morticínio.

Alguns de seus líderes nāo satisfeitos com a tragédia humanitária na Ucrânia, ainda pensam em arrastar a guerra para o resto da Europa ao cogitarem a possibilidade de envolver as tropas da OTAN diretamente no conflito.

O Ocidente se comporta de forma pueril em relaçāo a Rússia, nāo a aceita como naçāo forte, isso é a maior ameaça à paz mundial.

Fábio CDC
Fábio CDC
Reply to  Allan Lemos
26 dias atrás

É preciso responsabilizar Vladmir Putin, único responsável por esse morticínio, pois a invasão foi ordenada por ele.
.
O Ocidente se comporta de forma pueril em relaçāo a Rússia, nāo a aceita como naçāo forte, isso é a maior ameaça à paz mundial.”
.
Nenhuma nação é obrigada a aceitar a Rússia como nada. Da maneira como escreve soa como ameaça: “Ou você me aceita como “nação forte” ou eu trarei ameaça a paz mundial.

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Fábio CDC
26 dias atrás

Se o Ocidente está contribuindo para a morte dos ucranianos, sāo corresponsáveis, principalmente porque sabem que a Rússia nāo será derrotada.

E sim, sāo obrigados a aceitarem uma Rússia forte e a nāo tentarem enfraquecê-la ao custo de sangue ucraniano, isso se quiserem a paz.

LUIZ
LUIZ
Reply to  Fábio CDC
26 dias atrás

Ela faz parte do conselho de segurança da ONU. Por ai já se poderia respeitar sua área de influência e sua área de segurança. O que faltou na diplomacia ocidental sobra no poder militar. “Se eu tenho 11 porta aviões e 800 bases militares eu que mando”. Só que a Rússia tem o maior arsenal nuclear do planeta. Eles tratam a Rússia com desprezo.

Carlos
Carlos
Reply to  LUIZ
26 dias atrás

Esqueces-te de um dado muito importante, quando a formação da ONU ficou escrito que um dos lugares no Conselho de Segurança da ONU iria para a União das Republicas Socialistas Soviéticas e em lado nenhum do Tratado de formação da ONU está escrito Rússia como membro permanente do Conselho de Segurança e sabes tão bem que quem usar uma ogiva nuclear irá desaparecer da fase da terra e por arrasto todos os seres vivos irão ter problemas de sobrevivência. É triste ver muitos que não sabem o que é a Carta das Nações Unidas e que apenas falam nas resoluções… Read more »

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Carlos
25 dias atrás

Explica isso para os Iraquianos. Libios. Afegãos. Sirios. Palestinos. Africanos sempre roubados por seus colonizadores europeus, cujos estados de bem estar são garantidos pelo saque e pilhagem de recursos minerais da mãe Africa.

Carlos
Carlos
Reply to  Antonio Palhares
25 dias atrás

És intelectualmente uma fraude e a única intenção é provocar-me. Apenas este exemplo: uma companhia europeia de aviação fazia uma ligação aérea e as autoridades obrigaram a tripulação a aceitar um grupo de imigrantes ilegais ou não deixavam o avião partir, resultado deixou de haver ligações aéreas para essa cidade africana, ao falares em minerais me fez lembrar os diamantes de sangue e onde é que os diamantes têm valor? Em todo o mundo mas são principalmente os europeus que os compram e foram os europeus que exigiram certificados de origem dos diamantes para que os mesmo fossem comercializados na… Read more »

Mig25
Mig25
Reply to  Fábio CDC
26 dias atrás

Se nenhuma nação é obrigada a aceitar a Rússia como nada, é exatamente o que o colega falou e o que estamos vendo…
Não aceitar uma potência militar como ela é, uma potência militar, é um erro crasso em relações internacionais, falta de realismo político, e leva a guerras e morticínio, como estamos testemunhando.

Ivan
Ivan
Reply to  Allan Lemos
26 dias atrás

Sr. Lemos,
.
A culpa da “tragédia humanitária na Ucrânia” é da Rússia,
que invadiu um país independente e pacífico, apenas para
satisfazer a sanha por expansão territorial
e roubo de riquezas naturais.
.
Se os russos pararem de lutar e saírem da Ucrânia,
a guerra acaba.
Se os ucranianos pararem de lutar,
a Ucrânia acaba.
.
Saudações,
Ivan, an oldinfantryman.

Vitor
Vitor
Reply to  Ivan
26 dias atrás

Pacífico …conta outra piada…o mundo não é como súditos pensam…são constantemente manipulados…ver armas destruição em massa do Iraque…massificado pela imprensa ocidental na guerra golfo .

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Ivan
26 dias atrás

Então, caro Ivan.

È urgente um imediato cessar fogo.

Isso é independente das razões que deram início á guerra.

A partir dai, os dois países abrem negociações, cada um coloca seus pontos, implementam o que já tiver acordo e negociam o que estiver em desacordo…

um bom acordo diplomático é quando todos são igualmente prejudicados.

Vitor
Vitor
Reply to  Camargoer.
26 dias atrás

Entendo sua preocupação e é opinião da maioria…mas quem está esticando a corda é a Otan…já existe tropas regulares do clube do bolinha voltada para show de auditório e o russo gosta desse jogo.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Vitor
26 dias atrás

Olá Vitor.

Tem gente que condiciona o fim da guerra á retirada das tropas russas, pagamento de indenizações e sei lá mais o quê. Isso seria um contexto de derrota incondicional da Rússia.

Não consigo ver um cenário de derrota incondicional da Russia. Minha leitura é que esta guerra vai acabar por meio da negociação diplomática. Então, ao invés esperar anos para começar a negociação, é melhor começar agora.

Carlos
Carlos
Reply to  Vitor
26 dias atrás

Meu caro, seria muito fácil acabar com esta guerra bastando respeitar a Carta das Nações Unidas com a Rússia se retirando da Ucrânia, tão simples que é.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Carlos
26 dias atrás

Carlos… (balançando a cabeça com a mão na testa)… o objeto é acabar com a guerra.

Para isso, primeiro, é preciso um cessar fogo imediato. Isso é incondicional.

Depois, os dois países começam a uma negociação. Os termos que eles vão acordar é lá com eles.

Tem que começar de algum ponto. Se o ponto é discordante, continua sendo um ponto de partida.. eles que busquem o acordo.

Óbvio que não existirá acordo antes dos dois países começarem a negociar. Se vai levar uma semana, um ano ou uma década, ninguém sabe.

Heinz
Heinz
Reply to  Camargoer.
26 dias atrás

Você vive num universo paralelo, acorde para a realidade.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Heinz
25 dias atrás

As paralelas são idênticas e seguem na mesma direção sem se cruzarem

Euclides.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Heinz
25 dias atrás

Tem que negociar sim. Ou o senhor acha que a Ucrânia/OTAN vai vencer esta guerra ?

Carlos
Carlos
Reply to  Camargoer.
25 dias atrás

Desculpa-me mas o que dizes é irracional porque existem leis e um país violou essas leis como tal todas as nações em uníssono deveriam não só condenar mas também punir de algum modo como sanções porque em qualquer lugar no mundo a violação à lei requere uma punição, isto só não acontece nos estados falhados e claro que existe muitos falhados que se aproveitam da situação para obter ganhos e de forma nenhuma se pode beneficiar o infrator e isto é uma questão de direito e de valores. O continuar com a guerra vai provocar o desmembramento da Federação Russa… Read more »

Vitor
Vitor
Reply to  Carlos
26 dias atrás

Deixa de ser inocente qual potência respeita essa organização? Cita uma potência que respeita as decisões do conselho de segurança.

Comte. Nogueira
Comte. Nogueira
Reply to  Vitor
25 dias atrás

Israel?

Carlos
Carlos
Reply to  Vitor
25 dias atrás

Nem merece uma resposta

LUIZ
LUIZ
Reply to  Carlos
26 dias atrás

Cara tu participa desse site e não aprendeu nada. O mundo geopolítico ne tão simples como 2+2=4. É bem complicada e cheia de interesses.

ODST
ODST
Reply to  Camargoer.
26 dias atrás

Negociação? Que negociação? Você já viu as exigências da Rússia? Não tem negociação ali. Esquece.

Jefferson B
Jefferson B
Reply to  ODST
26 dias atrás

esse pessoal é maluco…a Rússia NÃO deseja negociar, justamente por isso ela invadiu a Ucrânia.
É tão óbvio isso!

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  ODST
26 dias atrás

Ora. Uma coisa é o imediato cessar fogo. Isso é incondicional.

Outra coisa são os dois países começarem a buscar um acordo para encerrar a guerra.

O quê cada um vai apresentar, recuar, pactuar ou insistir é lá com eles.

suTERMINATOR
suTERMINATOR
Reply to  Ivan
26 dias atrás

eu ri do pacífico.

GUPPY
GUPPY
Reply to  Ivan
26 dias atrás

Perfeito, prezado Ivan.

Henrique
Henrique
Reply to  Allan Lemos
26 dias atrás

“É preciso responsabilizar o Ocidente, cúmplices nesse morticínio.”

quem invadiu quem mesmos?

a menos que e esteja falando do Ocidente não mandar tropas pra Ucrânia ou amenos mandar todo o material militar que a Ucrânia pediu

Last edited 26 dias atrás by Henrique
Zorann
Zorann
Reply to  Henrique
26 dias atrás

O ocidente não deveria de maneira alguma querer expandir a Otan, incluindo a Ucrânia. Esta é uma linha vermelha que a Rússia cansou de avisar que não toleraria ser ultrapassada. A culpa é do ocidente que não levou os avisos da Rússia a sério. A culpa é do ocidente de boicotar as conversações de paz lá em 2022, com o intuito de usar a Ucrânia para enfraquecer a Rússia. A culpa é do ocidente de fazer esta guerra se arrastar por todo este tempo. Então, a culpa pela maioria destas mortes, pela destruição completa de dezenas de cidades é da… Read more »

ODST
ODST
Reply to  Zorann
26 dias atrás

Como assim? Não foram os russos que disseram recentemente que iriam invadir toda a Europa depois da Ucrânia? Então qual é o problema da expansão da OTAN? Claro que isso é uma pergunta retórica, já que todos sabemos que os russos morrem de medo da OTAN. Male male dão conta da Ucrânia…

Last edited 26 dias atrás by ODST
Alexandre
Alexandre
Reply to  ODST
26 dias atrás

Invadir a Europa toda?????????!!!!!!!
Quem disse isso e aonde????????!!!!!

ODST
ODST
Reply to  Alexandre
25 dias atrás
Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  ODST
25 dias atrás

Quando ? Quem ? Onde ? Como ? E porquê ? Alguem disse isso ?

ODST
ODST
Reply to  Antonio Palhares
25 dias atrás
Joao
Joao
Reply to  Zorann
26 dias atrás

1 —- O ocidente não deveria de maneira alguma querer expandir a Otan, incluindo a Ucrânia. Esta é uma linha vermelha que a Rússia cansou de avisar que não toleraria ser ultrapassada. ____ A Rússia não deveria impor limites à autodeterminação de uma nação, pcp quando ela foi historicamente, diversas vezes, atacada pela Rússia. 2—- A culpa é do ocidente que não levou os avisos da Rússia a sério. ____os avisos da Rússia afrontam a soberania das nações que tem o direito de se aliar a quem quiser, pcp pq não é o interesse de atacar um vizinho, mas se… Read more »

Zoranm
Zoranm
Reply to  Joao
25 dias atrás

Vc não entendeu. A Ucrânia é um país tampão e acabou. E vai continuar sendo, se quiser continuar existindo. Se quiser ter alguma autonomia.

wilhelm
wilhelm
Reply to  Joao
25 dias atrás

A única lei internacional que existe e não é uma ficção é a lei do mais forte. Não adianta ficar falando em soberania, autodeterminação, etc: isso não existe, a não ser que você possua bala na agulha pra fazer valê-las. Você pode até citar o conceito filosófico da coisa e tentar convencer os outros de como ele é bonito, mas no final do dia a realidade vai bater na sua porta e vc vai ter que aceitar que manda quem pode e obedece quem tem juízo.

Não é bonito, mas é assim que as coisas funcionam e sempre vão funcionar.

Morgenthau
Morgenthau
Reply to  Henrique
26 dias atrás

Como disse o grande pensador alemão de Relações Internacionais, Hans Morgenthau, países e seus líderes priorizam o interesse nacional sobre noções de certo e errado, e essa é a maneira certa de conduzir a política externa de uma nação. Diante disso, é impossível negar a extrema importância estratégica da Ucrânia para a Rússia, sendo assim as ações do Ocidente, principalmente dos EUA (e não desistir delas) para tentar tirar a Ucrânia da esfera de influência russa, provocaram a Rússia a invadir a Ucrânia, algo assim já havia sido previsto nos anos 1990 por George Kennan, grande diplomata e estrategista americano,… Read more »

Last edited 26 dias atrás by Morgenthau
Mig25
Mig25
Reply to  Morgenthau
26 dias atrás

Exatamente. Não a toa, vc listou 3 grandes pensadores e diplomatas da escola realista. Todos entendiam isso, e avisaram. Enxergam o mundo como ele É, e não como gostariam que ele FOSSE. No mundo de Nárnia, uma potência militar/nuclear aceitaria ser fustigada às bordas de sua fronteira, aceitaria perder a sua esfera de influência e seu buffer state de uma aliança militar antagônica, sem maiores consequências, inclusive mandando flores e bombons aos envolvidos…

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Morgenthau
25 dias atrás

Exatamente isso. Perfeito.

Slow
Slow
Reply to  Henrique
26 dias atrás

As coisas sem contexto é muito fácil né ? É a mesma coisa que falar que o PR dos EUA acordou em uma belo dia e decidiu lanças 2 bombas atômicas no Japão ..

DanielJr
DanielJr
Reply to  Allan Lemos
26 dias atrás

Basta o exército russo recuar até a fronteira em que estava até 2021/2022.

Todo mundo sabe que a Rússia tem poder de fogo, mas ela está errada em invadir, simples assim.

Isso não quer dizer que os países ocidentais sejam santos, mas os fatos estão claros. Da mesma forma quando os EUA entraram no Iraque por “armas de destruição em massa”. Acumularam dívidas enormes, perderam poder político e militar e destruíram um país inocente nesta acusação. Mereceram tudo o que aconteceu com eles.

Quirino
Quirino
Reply to  DanielJr
26 dias atrás

“Todo mundo sabe que a Rússia tem poder de fogo, mas ela está errada em invadir, simples assim.” Discurso bonito, agora que tal voltamos para a realidade? No mundo é manda quem pode obedece quem tem juízo, nações pequenas e sem poder não tem voz nesse mundo, alias, eles tem voz até incomodar um dos grande, ai rapidamente sua voz é silenciada. Nos brasileiro precisamos aprender a olhar para o mundo geopolítico e ver ele como ele é e não como gostaríamos que ele fosse, essa moralidade infantil que nos brasileiros temos tem que acabar, temos que aprender a conquistar… Read more »

Last edited 26 dias atrás by Quirino
Orivaldo
Orivaldo
Reply to  Allan Lemos
26 dias atrás

Quem invadiua Ucrânia foi o Ocidrnte ?

Ivan
Ivan
Reply to  Orivaldo
26 dias atrás

Uma boa pergunta retórica.

Orivaldo
Orivaldo
Reply to  Ivan
26 dias atrás

Um mesmo bot negativando os comentários, patético

Ivan
Ivan
Reply to  Orivaldo
25 dias atrás

Essa eu não entendi.
Eu, Robô???
Parece até nome de filme…
.
Se sou o “mesmo bot”, devo ser ainda de transistores,
pois ando pelas páginas da Trilogia por mais de uma década.
E olha que já vi muitos ‘nicks’ entrarem e saírem por aqui.
.
Cordiais saudações,
Ivan, o (muito) antigo.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Ivan
25 dias atrás

Ivan, o Orivaldo não chamou você de “bot”, e sim o pessoal que deu deslike no seu comentário e nos comentários dele.

Ivan
Ivan
Reply to  Maurício.
24 dias atrás

Ops !!!

Maurício,
Obrigado pelo aviso.
Como um bom “robô”,
devo desculpar-me com o Orivaldo.

Grato, Ivan.

Ivan
Ivan
Reply to  Orivaldo
24 dias atrás

Orivaldo,

Após a observação do Maurício, entendi que vc se referia como “bot” outros que ficam apenas negativando quem não se alinha com eles.

Então, como escrevi anteriormente,
eu não entendi mesmo.
Assim sendo, perdoe se fui muito incisivo…
…ou muito “gaiato”.

Forte abraço,
Ivan, um velho “bot” com transistores. 😉

Zorann
Zorann
Reply to  Orivaldo
26 dias atrás

A diplomacia falhou por culpa da arrogância do Ocidente.

Se a Criméia não tivesse sido anexada em 2014; e se a invasão, de 2022, não tivesse ocorrido, hoje teríamos uma Ucrânia pertencente a Otan.

Joao
Joao
Reply to  Zorann
26 dias atrás

Ah ta….
Um país vizinho ataca um território brasileiro para tomá-lo. Aí é culpa do Brasil e seus aliados de não deixar….

Interessante….

Zoranm
Zoranm
Reply to  Joao
25 dias atrás

Não existe culpa. Existem interesses. A Rússia está correta em defender seus interesses e sua segurança.

Carlos
Carlos
Reply to  Allan Lemos
26 dias atrás

Eis que surge um esperto a querer reverter a verdade e contar uma história fictícia: Quem foi que invadiu a Ucrânia apesar de todos os apelos e idas a Moscou como Macron, Guterres e a tristeza do Brasil e como Putin não queria ouvir os dois primeiros, reuniu-se com os dois na mesa com vinte metros (exageros propositado) para não os ouvir. Putin elaborou uma estratégia com base na passividade do ocidente, tal como já tinha acontecido com a invasão da Geórgia e anexação da Abecásia e Ossétia do Sul em 2008 e invasão da Crimeia e intentona no Donbass… Read more »

Alexandre
Alexandre
Reply to  Carlos
26 dias atrás

Quanto sofisma!!!!!!!!e ainda vem falar em não desvirtuar a realidade!!!!!!
Eis que surge mais um que apesar de toda desonestidade intelectual, se apresenta como detentor e conhecedor da verdade!

Carlos
Carlos
Reply to  Alexandre
25 dias atrás

Sem comentários á desonestidade intelectual, claro que não tens um espelho para te poderes ver, claro que não apontas uma mentira que tenha escrito porque era tudo verdade como tal fico por aqui

Alexandre
Alexandre
Reply to  Carlos
25 dias atrás

Teus sofisma expõe a totalidade das inverdades! Como penso que ignorância não é essência de tuas palavras, só resta as intenções desonestas de teu intelecto, pois afirmar categoricamente inverdades para estabelecer verdades inexistentes constitui um ato desonesto!

Carlos
Carlos
Reply to  Alexandre
25 dias atrás

Cara se queres brincar vai brincar com a PI’

Heinz
Heinz
Reply to  Allan Lemos
26 dias atrás

“Fórmula da paz” abandonar os ucranianos e deixarem os russos massacrarem o que resta do país. Inteligentíssimo tu és.

fjuliano
fjuliano
26 dias atrás

Com relação as perdas de combatentes do governo do boneco, recrutados à força em grande parte, o polonês falou o óbvio de modo que não adianta mais a grande mídia ocidental tentar esconder. É evidente demais. Idosos, mulheres e, meu deus…, pessoas com deficiências físicas e mentais sendo recrutadas à força e mandadas de “mala e cuia” para o front, isso já foi tópico aqui no Forte à pouco tempo atrás. É além do absurdo, mas… pouco se fala dos ratos gordos do governo do boneco se lambuzando com os rios de dinheiro. Se bem que o contribuinte americano já… Read more »

FERNANDO
FERNANDO
26 dias atrás

Bahhhhhhhhhhh Tcheeeeeeeee
2026 à 2028, serão anos muito loucos!!

Kommander
Kommander
26 dias atrás

Eu sempre tentei entender como a Rússia tinha 200 mil soldados em solo ucraniano, mas entre mortos e feridos haviam milhões, enquanto desde o início da guerra a Ucrânia tinha perdido 50 mil. Rsrsrs

Tem que ser muito ingênuo pra acreditar nisso.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Kommander
26 dias atrás

50 mil? De acordo com o Zelensky, até fevereiro desse ano, a Ucrânia tinha perdido só 31 mil soldados.
Mas os números reais, ou pelo menos mais próximos dos reais, só vão aparecer, depois que a guerra acabar.

Comte. Nogueira
Comte. Nogueira
Reply to  Maurício.
26 dias atrás

Nunca vão aparecer. A epidemia de covid19 e a guerra da Ucrânia, são dois fatos históricos que jamais saberemos a verdade.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Comte. Nogueira
26 dias atrás

Olá Nog. Vai demorar um pouco, mas estes números serão um dia publicados. Neste momento, os dois governos preferem manter em sigilo, mas são números conhecidos pelos respectivos comandos.

Daqui alguns anos, ou décadas, os pesquisadores terão acesso aos arquivos. Por enquanto tem que ter um pouco sagacidade e confiar mais nas estimativas independentes.

Ano passado fiz umas continhas baseadas em outros conflitos e cheguei a números aproximados que bateram com outras fontes.

Talvez este seja o melhor caminho

Comte. Nogueira
Comte. Nogueira
Reply to  Camargoer.
26 dias atrás

Salve, Camargo! Já com uma certa idade, quando esse assunto for desclassificado e vier à tona, creio que já não estarei vendo o sol raiar. Por isso disse que “jamais saberemos”. E também, porque quem está escrevendo essa história, não tem compromisso com a verdade real, apenas com a sua própria verdade. É que eu vejo essa guerra tendo seu significado simplificado e minimizado, se reduzindo à narrativa semelhante àquela verificada na IIGM, ou seja, de uma guerra moral aonde o Ocidente bonzinho precisava de todas as formas derrotar o Mal representado pelo segundo Reich, devolvendo a liberdade a todos… Read more »

Last edited 26 dias atrás by Comte. Nogueira
Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Comte. Nogueira
26 dias atrás

Olá Nog. Concordo em parte… vou esta muito muito muito velhinho.. riso, mas quem sabe, alguém vaze dos dados, como aconteceu com os “Pentágono papers” ou até os vazamentos do Snowden. Eu também percebo uma tentativa de mimetizar o discurso moral da II Guerra para justificar o injustificável. Esta abordagem já começar errada ao tentar impor um conflito ideológico (que marcou a II Guerra) mas é ausente nesta guerra. A guerra na Ucrânia é mais parecida com a I Guerra do que com a II Guerra. Na I Guerra, era um conflito de potências, todas capitalistas, buscando uma hegemonia regional… Read more »

Marcos Carvalhaes
Marcos Carvalhaes
26 dias atrás

A matemática e simples. A Ucrânia precisa de 2 divisões mês – 40 mil homens. Porém consegue apenas 15 mil. A Ucrânia chegou a ter 44 milhões de habitantes, hoje tem 34. Levando em conta que já se tem 24 meses de conflito. 24×35, se tem por baixo 850 mil ucranianos mortos. Veja que já se tem 60 mil mulheres em combate. A idade media do exército ucraniano esta em 53 anos. Dos 500 homens que lutaram em um batalhao que não recordo a nomenclatura, isso em Bakmut, 370 morreram. Se levar e. conta, temos 75% de baixas nas armas… Read more »

Werner
Werner
Reply to  Marcos Carvalhaes
26 dias atrás

Sim ,um certo general americano falou isso logo no início da guerra.
Quanto a Ucrânia,a mídia tenta vender algo irreal ,que a Rússia está passando sufoco e a mentirada de sempre.
Infelizmente,jogaram a Ucrânia numa aventura catastrófica.
A impressão é que a Europa não aprendeu nada com a 1 e a 2 GM,pois estão doidos por uma 3.
E não venham dizer que a culpa é da Rússia,vocês sabem muito bem quem está lucrando e seguro do outro lado do Atlântico Norte.

Mustafah
Mustafah
26 dias atrás

Está faltando a participação de oficiais modernos e eficientes no comando, manda os generais do Exército brasileiro para assumir o comando da tropa ucraniana que as coisas mudam

mauricio pacheco
mauricio pacheco
Reply to  Mustafah
26 dias atrás

Pra mandar Generais Brasileiros, só com muiinta grana!

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Mustafah
26 dias atrás

Militar brasileiro suja as calças e levanta a bandeira branca ao som do primeiro tiro.

Underground
Underground
Reply to  Underground
26 dias atrás

Pelo número de negativos, mão gostaram do Santos Cruz.
Devem preferir Putin sem camisa.

Comte. Nogueira
Comte. Nogueira
Reply to  Allan Lemos
26 dias atrás

Vide a expulsão da invasão holandesa e francesa, rendição da 148ª Div. de Infantaria Alemã, Batalha de Montese, estabilização do Haiti, Congo, Op. Surumu, Traíra, etc…
Muitos feitos de monta a apreciar, basta reconhecer.

DanielJr
DanielJr
Reply to  Mustafah
26 dias atrás

A tropa vai aprender a fazer evento de lançamento de placa comemorativa com banda de música e servir um buffet de canapés aos russos.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Mustafah
26 dias atrás

Tem general brasileiro “especialista em logística” que erra até os estados do Brasil, imagina comandar uma guerra.

Silveira
Silveira
Reply to  Maurício.
26 dias atrás

Tem oficial que desmaia……….

Comte. Nogueira
Comte. Nogueira
Reply to  Mustafah
26 dias atrás

Talvez mude mesmo, se não houver ingerência…

Quirino
Quirino
26 dias atrás

Entender o problema é essencial para conseguir uma solução, o problema é que o ocidente esta tão perdido profundamente na narrativa que são incapazes de aceitar e entender a situação atual.
Me lembro daquele “general” (chamar ele de general é ate um desrespeito com esse posto) Mark Milley falando insanidades, ele é um exemplo perfeito do atual estado de insanidade que as lideranças ocidentais vivem sobre essa guerra, eles estão completamente perdidos na narrativa e se continuarem assim vão perder a guerra.

Last edited 26 dias atrás by Quirino
Comte. Nogueira
Comte. Nogueira
Reply to  Quirino
26 dias atrás

Papagaio de pirata… Gal. Mark só falou o que ordenaram que falasse. Somente uma peça de propaganda.

Sergio Machado
Sergio Machado
26 dias atrás

Que tragédia humanitária. É evidente que atual modo é um conflito perdido. Há várias maneiras de luta, entretanto as lideranças da Ucrânia optaram pela natimorta, lutar pela OTAN uma guerra impossível de ser ganha no terreno. Moscou sempre teve muitos mais recursos, meios e tempo.
O apavorante é que insistem diuturnamente no erro, prolongando a carnificina.
Resta claro que Moscou não irá permitir de forma alguma a Ucrânia na OTAN, e ela foi o meio de mandar um recado ao expansionismo hostil e irresponsável da aliança.
Não há certos e errados, apenas briga de poder com sangue alheio.

Paulo Sollo
Paulo Sollo
26 dias atrás

Sugiro fortemente aos que trataram como piada ao mapa de Medvedev colocarem suas barbas de molho. Qualquer um que venha acompanhando esta guerra através de fontes diversas e não foi acometido pela cegueira proporcionada pela intensa campanha anti Rússia pode ligar o pontos. Putin disse a tempos atrás que o objetivo na Ucrânia seria estendido até 2026. Isto está de acordo com o processo de avanço numa guerra de desgaste. Desgastar os apoiadores da Ucrânia ao ponto da ajuda militar cair drasticamente e muitos desistirem com a consequente degradação da capacidade de resistência da Ucrânia. Esta estratégia está sendo absolutamente… Read more »

Orivaldo
Orivaldo
Reply to  Paulo Sollo
26 dias atrás

EDITADO

Novamente, sem provocações por favor!

Paulo Sollo
Paulo Sollo
Reply to  Orivaldo
26 dias atrás

EDITADO

Felipe M.
Felipe M.
Reply to  Paulo Sollo
26 dias atrás

EDITADO

Underground
Underground
26 dias atrás

As contas não fecham: tem mais gente perdida que soldados convocados.

Sergio Machado
Sergio Machado
Reply to  Underground
26 dias atrás

De repente o Gen Polonês é putinete. 🤭

Paulo Sollo
Paulo Sollo
Reply to  Underground
26 dias atrás

Mostre-nos as contas, please…

Orivaldo
Orivaldo
Reply to  Paulo Sollo
26 dias atrás

EDITADO

Paulo Sollo
Paulo Sollo
Reply to  Paulo Sollo
26 dias atrás

E os Leopard continuam sendo liquidados aos montes. E suas tripulações não tem a mesma sorte das do Abrams. Ou morrem dentro do tank ou fora atingidos por drones snipers:
https://youtu.be/Pz8J1uHMhGE?si=ZZAb2ZGu4jWEv7nt

Zorann
Zorann
26 dias atrás

Finalmente alguém para falar a verdade.

Parabéns à Rússia por suas vitórias!

Orivaldo
Orivaldo
Reply to  Zorann
26 dias atrás

Só não gostou da parte da Polônia ter armas atômicas, não é ,militante ?

Paulo Roberto
Paulo Roberto
Reply to  Orivaldo
13 dias atrás

EDITADO:
COMENTARISTA BLOQUEADO.

Carlos Campos
Carlos Campos
Reply to  Zorann
26 dias atrás

Parabéns nada, o que a Rússia tá fazendo é errado, sempre foi um devaneio acrditar que a Ucrania podia vencer, Zelensky devia pedir um acordo de paz logo.

LUIZ
LUIZ
Reply to  Carlos Campos
26 dias atrás

Os países europeus renovando seus equipamentos militares por novos e enviando as sucatas pra os russos usar como alvos. Efetivo humano e material intacto enquanto a Ucrânia perdendo tudo. A Russia so tinha interesse na Crimeia sede de sua base naval e que aceitassem uma certa autonomia de Lugansk e Donestk. Esse parece era o acordo de Minsk.

Ivan
Ivan
Reply to  LUIZ
24 dias atrás

Sr. Luiz,
.
Um experiente sargento do EB, ainda no século passado, preveniu minha turma de tiro para tomar cuidado com os alvos da vida real, pois eles atiram de volta.
As tais “sucatas” europeias atiram de volta…
…e acertam!
.
Quanto ao (bem lembrado) acordo de Minsk,
é essencial lembrar que foram os russos que o desrespeitaram
ao atacar a Ucrânia de forma vil no dia 24 de fevereiro de 2022.
.
Saudações,
Ivan, um antigo infante.

Zorann
Zorann
26 dias atrás

A Polônia querendo ter armas atômicas…. Tem de rir né.

General falou verdades, mas está mais preocupado em criar pânico, como se houvesse a possibilidade da Rússia atacar a Polônia, naquelas de conseguir mais verbas, aumentando os gastos militares.

Uma coisa é certa: a Ucrânia já era!

Orivaldo
Orivaldo
Reply to  Zorann
26 dias atrás

2 anos e contando

Zorann
Zorann
Reply to  Orivaldo
26 dias atrás

Não vai demorar muito mais. Continue contando!

Orivaldo
Orivaldo
Reply to  Zorann
26 dias atrás

2 anos lendo isso, sempre de um bot diferente, da uns meses aparece outro

Felipe M.
Felipe M.
Reply to  Orivaldo
26 dias atrás

Esse aí é antigo.
Só saiu do armário em fevereiro de 2022.
Mas não duvidaria que boa parte dos comentaristas que surgem do nada e somem no nada tenham o dedo desse aí.
Vide o Paulo Brics ali em cima, recém desmascarado com seus vários nomes,

José
José
Reply to  Felipe M.
26 dias atrás

Exatamente Felipe.

Zoranm
Zoranm
Reply to  Felipe M.
25 dias atrás

De boas. Tenho mais oque fazer.

Muita gente concorda comigo e acha correto oque a Rússia está fazendo. Alguns estão aqui opinando.

Mas deve ter mesmo, dos dois lados. Pessoas com muitos Nicks querendo fazer prevalecer seu lado.

Satyricon
Satyricon
Reply to  Zorann
26 dias atrás

Tá “serto”

Explica aí Belgorod então…

Augustus
Augustus
26 dias atrás

E pensar que teve “especialistas” de canais no youtube e podcasts que arrotavam na arrogância que a Rússia iria perder essa guerra. Alo fantasma de Kiev, já conquistou Moscow? Cadê a contraofensiva dos poderosos e invencíveis tanques da Otan? A Rússia não tinha só 3 semanas de munição? kkkkkkkkkkkk

Orivaldo
Orivaldo
Reply to  Augustus
26 dias atrás

E tinha outros que diziam que em 3 dias Kiev cairia

Last edited 26 dias atrás by Orivaldo
MATHEUS AUGUSTO
MATHEUS AUGUSTO
Reply to  Orivaldo
26 dias atrás

O toma lá da cá dos mesmos argumentos nunca decepciona na sua previsibilidade.

Felipe M.
Felipe M.
Reply to  MATHEUS AUGUSTO
26 dias atrás

pois é. Não tem como ignorar o fato de que os 3 dias (ou 1 semana ou 15 dias ou 1 mês) viraram 02 anos, sem previsão de término.

Zoranm
Zoranm
Reply to  Felipe M.
25 dias atrás

Isso é verdade. Mas não muda o fato de que a Ucrânia está sendo derrotada.

Sergio S
Sergio S
26 dias atrás

Será que daqui há alguns anos veremos mais países fabricando armas nucleares?

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Sergio S
26 dias atrás

Não tenho dúvida NENHUMA disso.

Irã é o 1° da fila, se é que eles já não a tem ( coisa que eu aposto ).
Arabia Saudita, o próximo.
Dia desses altos oficiais da Alemanha estavam conversando sobre isso.
Polônia, tem todos os motivos do mundo pra terem as suas.
CS e Japão, idem.
Austrália deve estar de olho e fazsndo as contas. Tenho certeza que o AUKUS e aquele subnuc tem algo com isso.

E começo a defender que o Brasil as tenha também.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Willber Rodrigues
26 dias atrás

Eu defendo que nenhum país tenha armas nucleares.

Defendo o completo banimento das armas nucleares.

Bispo
Bispo
Reply to  Camargoer.
26 dias atrás

Que Deus ilumine os inocente 😇

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Bispo
26 dias atrás

Bispo. No século XIX, a maioria das pessoas no ocidente defendiam a escravidão negra. Havia quem defendesse que eram subumanos. A igreja afirmava que os negros não tinham alma. Latifundiários defendiam o seu direito á propriedade privada para justificar o escravos; Até mesmo, havia quem defendesse a escrevidão por questões humanitárias. Levou muito tempo até que a ideia de escravidão humana se tornasse uma questão de diretos humanos. Outras ideias foram (e ainda são) ainda causam discussão, como o voto universal ou até o voto das mulheres. Até mesmo a democracia ainda é contestada por muita gente. Quando o voto… Read more »

Felipe M.
Felipe M.
Reply to  Camargoer.
26 dias atrás

Camargoer, você acha mesmo que o mundo sem armas nucleares teria sido, nos últimos 70 anos, um lugar mais seguro? É evidente que o risco de extinção em massa é o pior dos riscos. Mas, dentro do contexto onde há uma noção de mútua destruição (e há medo disso), não vejo como o mundo poderia ter sido mais seguro sem as bombas. Será que EUA e URSS não teriam partido para um conflito direto, o qual, naturalmente, seria a terceira guerra mundial? Será que Índia e Paquistão teriam deixado de lado sua inimizade histórica? O mesmo para Índia e China?… Read more »

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Felipe M.
25 dias atrás

Eu defendo o total banimento das armas nucleares.

Talvez, o único modo de chegar a isso seja pela pressão popular em todos os lugares do mundo,

Todo o poder ao povo.

Jose
Jose
Reply to  Camargoer.
25 dias atrás

Ué, achei que tinha sido o povo que tinha escolhido esses líderes que escolheram essas armas.

Felipe M.
Felipe M.
Reply to  Camargoer.
25 dias atrás

“todo o poder ao povo”.
Que durante toda a história do mundo resolveu desavenças com guerras e agressões.
Não seria diferente sem as bombas.
Viveríamos em um mundo de conflitos difundidos por todo o lado, com grandes potenciais participando diretamente, sem restrições, da maior parte deles.
Assim como ocorreu em exatamente todos os séculos anteriores, incluindo na primeira metade do século XX.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Felipe M.
25 dias atrás

Então…. a democracia é algo recente, talvez uns 200 anos. No passado, reis enviam camponeses para morrer em suas guerras estúpidas.

Por isso, a democracia é tão cara ao povo e tão desprezadas pela elite.

Nunca na história humana duas democracias entraram em guerra.

Todo o poder ao povo.

Felipe M.
Felipe M.
Reply to  Camargoer.
25 dias atrás

“Nunca na história humana duas democracias entraram em guerra.” O que não possui nenhuma relevância quando se trata de um mundo extremamente conflituoso ou não. Especialmente no atual momento, em que há potências democráticas ou não nos dois lados, com problemas históricos entre elas e com outros. Enfim, o ponto é um só. As armas nucleares são um mal terrível. Mas tenho convicção de que o processo histórico teria sido bem pior sem elas, incluindo o momento atual. Aliás, um adendo sobre “democracias”. Em caso de conflitos generalizados, não há nenhuma democracia, por mais pujante que seja, que não vá… Read more »

Mig25
Mig25
Reply to  Felipe M.
25 dias atrás

Parabéns pelo comentário! Por mais assustadora que seja uma guerra nuclear, até hoje, pós Hiroshima/Nagasaki, os líderes detentores das bombas não as utilizaram. Por medo do MAD. E, com certeza, em razão da existência delas, não vimos mais conflitos em larga escala entre as grandes potências e seus aliados.
Se não existissem artefatos atômicos, provavelmente teríamos visto um showdown entre os blocos comunista e capitalista, por exemplo. Entre outros conflitos de maior envergadura.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Camargoer.
26 dias atrás

Eu tambem sou a favor disso.

Mas como eu sei que isso jamais acontecerá, eu começo a achar seriamente que o Brasilistão deveria ter suas nukes.
Não pra “agora”, pois não é o momento e temos mais trocentas prioridades na frente, mas acho que está na hora de começar-mos a pensar e debater seriamente isso.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Willber Rodrigues
26 dias atrás

Olá Wilber. O desarmamento nuclear completo é, para mim, um questão de princípio humanista.

Defendo que o debate deve ser em direção ao desarmamento, nunca em direção da ampliação do arsenal nuclear.

Felipe M.
Felipe M.
Reply to  Camargoer.
26 dias atrás

eu defendo que nenhum homem fique calvo.
Mas…há algum tempo percebi que a natureza pensa diferente!

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Felipe M.
25 dias atrás

A calvice é a vontade de deus.

Os desígnios de deus são insondáveis, misteriosos e infinitamente sãbios. Ultrapassam a nossa compreensão humana.

Z Renato Vilhena Z
Z Renato Vilhena Z
26 dias atrás

Defenda a democracia, goyim, o ocidente democrático precisa ser defendido!

Dagor Dagorath
Dagor Dagorath
26 dias atrás

Sabem aquela fábula da luta do rochedo com o mar?

Então, a Rússia é o mar, o Ocidente é o rochedo e a Ucrânia é o marisco.

O mundo civilizado já deveria ter se unido para por fim aos morticínios na Ucrânia, em Gaza e em Myanmar (esse, então, completamente esquecido).

MATHEUS AUGUSTO
MATHEUS AUGUSTO
Reply to  Dagor Dagorath
26 dias atrás

Exatamente de qual Morticínio em Gaza ? O dos terroristas do Hamas que atacam civis Israelitas ? Ou o genocídio da Faixa de Gaza que Israel está perpetrando ?

Natan
Natan
26 dias atrás

Na guerra a primeira vítima é a verdade, só saberemos os números reais de mortos daqui algumas décadas;

A máquina de propaganda soviética e ocidental estão a todo vapor.

A Rússia não mobilizou só “2%” do seu poderio militar

A Ucrânia não sofreu “só 31 mil baixas”

A Rússia não prolongou a guerra por “querer”

A Ucrânia não resistiria sem ajuda da OTAN

A Rússia não tem chance contra a OTAN em uma guerra convencional.

Em tempo os Russos ao menos provaram um coisa, quantidade aliada ao desprezo pela vida dos próprios soldados, supera a qualidade em baixos números.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Natan
26 dias atrás

“desprezo pela vida dos próprios soldados.”

Nesse ponto a Ucrânia é exatamente igual, se não fosse, não estaria fazendo mobilização forçada com os civis, onde literalmente os militares saem no soco com civis no meio da rua…

Jose
Jose
Reply to  Maurício.
26 dias atrás

Qual país hoje consegue reunir uma força expressiva só com voluntários, ainda mais com essa geração “zap zap”.

Heinz
Heinz
Reply to  Maurício.
26 dias atrás

Isso se chama Lei marcial, o cidadão está ciente de que em caso de guerra isso também se aplica ao Brasil?
Em caso de deserção, você já sabe pra onde vai.

Jefferson B
Jefferson B
Reply to  Maurício.
26 dias atrás

A Rússia perdeu 18 mil soldados para ocupar 1 cidades
A vida de um russo não tem valor algum, sempre foi assim na Rússia.

Mig25
Mig25
Reply to  Natan
25 dias atrás

“A Rússia não tem chance contra a OTAN em uma guerra convencional.” Um país sozinho vencer em guerra uma coalizão de 30 países, incluindo o país mais rico e com os maiores gastos em defesa (disparado) do mundo, e algumas das maiores economias mundiais? Você, e outros nesse fórum, só estão dizendo o óbvio…

Natan
Natan
Reply to  Mig25
24 dias atrás

Se o óbvio precisa ser dito, ele é óbvio pra quem, afinal?

Bispo
Bispo
26 dias atrás

A cada dia vem a luz a real situação na Ucrânia e não os relatos fakes de parte da mídia ocidental.

Ucrânia está esfacelada , sua população de jovens severamente comprometida e com isso o seu futuro.

A Rússia já fala em um “zona tampão” e dizem Kharkiv pode ser a próxima.

Polônia tem traumas históricos com a Rússia, seus líderes deveriam sim “buscar” armas nucleares.

Gabriel Pereira Lima
Gabriel Pereira Lima
26 dias atrás

Mentira desse General, só morreram 31 mil soldados Ucrânianos o próprio zelensky falou isso.

MATHEUS AUGUSTO
MATHEUS AUGUSTO
Reply to  Gabriel Pereira Lima
26 dias atrás

Zelensky: Confia ….

PauloOsk
PauloOsk
26 dias atrás

Porque a Russia nao ataca a Ucrania pelo norte tambem? Kiev fica bem proxima se atacassem pela Bielorussia.

MATHEUS AUGUSTO
MATHEUS AUGUSTO
Reply to  PauloOsk
26 dias atrás

Cara eu me pergunto isso muito também.
Será que é realmente tão difícil pra Rússia juntar uns 70-80 mil soldados na retaguarda, tirar mais uns tanques e artilharia da reserva e lançar um ataque rumo a Kiev a partir de Belarus.

Isso com certeza seria catastrófico para os militares Ucranianos. Já que (acredito eu) a maioria das forças está posicionado nas frentes atuais.

Bispo
Bispo
Reply to  MATHEUS AUGUSTO
26 dias atrás

Estrategicamente, creio, seria um gasto de energia, suprimentos, etc …sem ganho algum… só seria válido se a Rússia pudesse invadir , consolidar e manter o terreno.

Para Rússia , manter homens na Bielorrússia, induz a Ucrânia a dividir suas forças, diminuindo seu poder de confronto direto com o russos aonde realmente a guerra esta.

Jefferson B
Jefferson B
Reply to  MATHEUS AUGUSTO
25 dias atrás

Por que a Rússia não tem exército para isso, não percebe que eles estão contratando até indianos. Tem milhares de africanos e arabes lutando do lado dos russos nas regiões roubadas da Ucrânia.
A Rússia perdeu grande parte do exército profissional no início da invasão, perdeu principalmente no norte da Ucrânia enquanto iam em direção ao leste.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  PauloOsk
26 dias atrás

Provavelmente, o objetivo da Rùssia é desgastar ao máximo a Ucrãnia. Talvez o objetivo não seja ocupar território, mas destruir a capacidade militar e econômica da Ucrãnia.

Heinz
Heinz
Reply to  PauloOsk
26 dias atrás

Já não fizeram isso? E perderam milhares de tropas altamente especializadas por lá.

Paulo Sollo
Paulo Sollo
Reply to  Heinz
26 dias atrás

Nenhuma tropa altamente especializada foi perdida naquela primeira incursão desastrada. As tropas regulares mais experientes e mais bem treinadas foram poupadas desde o inicio, bem como os melhores equipamentos foram poupados.
A estratégia inicial era a de utilizar a grande quantidade de equipamentos velhos com tropas menos experientes, mercenários e criminosos.
A Ucrânia fez o oposto. Empregou suas tropas regulares e mais bem treinadas desde o início. Perdeu praticamente todo seu contingente profissional e experiente e passou a contar basicamente com mercenários e cidadãos despreparados.

BraZil
BraZil
Reply to  Paulo Sollo
25 dias atrás

Paulo, só discordo de vc quanto aos VDV, eram em pequeno número, mas a elite Russa aero transportada, quanto à coluna blindada (terrestre) de “67 KM”, concordo com vc. Eram “excedente dispensável”.e usavam equipamento low / medium, em grande parte contratados, não circunscritos…

BraZil
BraZil
Reply to  BraZil
25 dias atrás

Corrigindo: “conscritos” kkk

Heinz
Heinz
Reply to  Paulo Sollo
25 dias atrás

Mds…………

Alexandre
Alexandre
Reply to  PauloOsk
26 dias atrás

A vitória é definida pelo êxito em alcançar os objetivos estabelecidos!!!! Desde o início do conflito os mesmos foram estabelecidos e não foram alterados pela Rússia! E , pelo que se verifica atualmente os objetivos estão mais perto do quê o Ocidente desejava!

Jefferson B
Jefferson B
Reply to  Alexandre
25 dias atrás

Totalmente errado.
O objetivo da Rússia era completamente diferente da situação atual, tão verdade que sequer guerra eles esperavam, a ideia era “operação especial”, a Rússia jamais imaginou que iria para a guerra, sequer exército para isso a Rússia tinha no dia da invasão.

Alexandre
Alexandre
Reply to  Jefferson B
25 dias atrás

Onde eu falei de guerra? Eu falei em conflito! Me mostre alguma declaração oficial da Rússia que tenha alterado os objetivos buscados por ela!!!! Aliás me mostre alguma declaração oficial da Rússia em que a mesma tenha estabelecido o estátuas de Guerra!
Comprove meu erro!!!!

BraZil
BraZil
Reply to  PauloOsk
25 dias atrás

Bom dia. Paulo, a principal razão ai é política, pois significaria arrastar um outro país para a guerra e enquanto a Bielo Rússia estiver em paz, a Rússia não se preocupa com esse front. A Rússia já tem tropas Russas na Bielo Rússia é tem as tropas do grupo Wagner, que agora são mais estatais ainda do que na época do Pregoxin, pois assinaram o tal do contrato. A questão é eminentemente política, além de logística, pois o Wagner está´sendo guardado para o teatro do tal corredor Suwalki.. Muitos não acreditam, mas A Rússia evita escalar o conflito a todo… Read more »

Emmanuel
Emmanuel
26 dias atrás

Ainda bem que o EB está recauchutando o Cascavel.
Vai que a Rússia resolve invadir o Brasil…

Heinz
Heinz
Reply to  Emmanuel
26 dias atrás

olha, sinceramente eu sou contra essa modernização. entretanto olhando para essa guerra, não importa a idade do blindado, vira ferro retorcido igualmente. A Rússia utiliza T55, T62, caminhões urais com canhões de 23mm, então tudo é valido, o cascável no nosso teatro ainda pode ter alguma utilidade, apesar de que prefiro o Centauro.

Jefferson B
Jefferson B
Reply to  Heinz
25 dias atrás

Cascavel como veículo de apoio é inútil, bastaria 1 missil anticarro.

Miguel Carvalho
Miguel Carvalho
26 dias atrás

Conversa para preparar a opinião pública polaca para a guerra.
Se fossem milhões como afirma, os russos já dominariam a Ucrânia inteira.

Os ucranianos já fizeram o que podiam, agora cabe aos paises da OTAN que fizeram parte do bloco soviético fazerem a deles, se não quiserem ter a mesma sorte.

Renato B.
Renato B.
26 dias atrás

Considerando o humor das notícias ultimamente é inegável que a situação azedou para a Ucrânia e seus apoiadores no ocidente. A resiliência russa é outro fator notável.

Bosco
Reply to  Renato B.
26 dias atrás

Todos os países que consideram as vidas de seus cidadãos como sendo só carne de açougue são realmente muito resilientes.

Renato B.
Renato B.
Reply to  Bosco
23 dias atrás

Vamos lá Bosco. O Putin é um ditador e invadiu um estado soberano? Eu acredito que sim. Guerras podem ser ganhar pelos líderes mas competentes ou por aqueles que tem o conceito de perdas aceitáveis mais medonho? Eu também acho que sim.

Agora, senso de superioridade moral à parte e nos atendo ao que realmente importa. No momento, os russos estão ganhando? Independente da torcida me parece que eles estão.

Last edited 23 dias atrás by Renato B.
Paulo Roberto
Paulo Roberto
Reply to  Bosco
13 dias atrás

EDITADO:
COMENTARISTA BLOQUEADO.