O canal de TV francês LCI (parte do Grupo TF1) sugeriu a existência de cinco cenários para a participação do exército francês na guerra na Ucrânia. Os cenários são os seguintes:

🔹Primeiro cenário: a França instala fábricas na Ucrânia, fábricas que produzem e mantêm equipamentos.

🔹 Segundo cenário: militares franceses ajudam a desminar e realizar treinamento sobre o uso de determinados equipamentos na Ucrânia.

🔹 Terceiro cenário: defesa de Odesa. O objetivo será mais econômico – defesa dos três portos da cidade e da rota de grãos ucraniana. Os militares franceses seriam envolvidos diretamente, mas principalmente para implantar um sistema de defesa aérea, já que a cidade corre maior risco de ataques com mísseis e drones. Neste cenário, a coligação poderia ser interrompida se os soldados derrubassem um míssil inimigo.

🔹Quarto cenário: O exército francês cria uma zona de defesa. Ou seja, move tropas para libertar os soldados ucranianos de certas tarefas, como a guarda da fronteira bielorrussa, permitindo-lhes dedicar-se a outros pontos críticos na frente.

🔹Quinto cenário: Confronto nas trincheiras. As tropas francesas lutariam ao lado dos ucranianos contra os russos. O limite para a beligerância foi atingido e excedido. Em palavras simples, é a Terceira Guerra Mundial.

Subscribe
Notify of
guest

171 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Leandro Costa
Leandro Costa
19 dias atrás

Primeiro e segundo podem ocorrer. Talvez o primeiro não seja viável. Acredito que parte do segundo já possa estar ocorrendo. Os outros três são fantasia, na minha opinião.

Fábio Jeffer
Fábio Jeffer
Reply to  Leandro Costa
19 dias atrás

O primeiro seria tbm a Rússia explodir essas fábricas bem rapidinho e de maneira fácil

Last edited 19 dias atrás by Fábio Jeffer
Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Fábio Jeffer
18 dias atrás

Exatamente por virarem alvos que eu escrevi que talvez não fosse viável. Mas você se surpreenderia da forma criativa de como fábricas podem ser dispersadas durante tempos de guerra que possam torná-las difícil de serem alvejadas diretamente.

Paulo
Paulo
Reply to  Fábio Jeffer
18 dias atrás

Pra russia é tudo rápido e fácil… aham

Felipe M.
Felipe M.
Reply to  Paulo
18 dias atrás

Sim. 3 dias para tomar Kiev.

Makarov
Makarov
Reply to  Felipe M.
18 dias atrás

Amigo, você tem a cobra da FEB no perfil, a FEB foi pra Europa combater fascistas como os do Batalhão Azov do exército Ucraniano, é meio contraditório defender o regime de Kiev (que não vê problema em ter um batalhão neonazista no exército) com essa imagem no perfil….

Outra coisa, quando a Rússia disse que tomaria Kiev em 3 dias? manda aí a fonte.

Makarov
Makarov
Reply to  George
18 dias atrás

Nunca foi dito 3 dias….

George
George
Reply to  Makarov
18 dias atrás

comment image

Coringa Makalaba
Coringa Makalaba
Reply to  George
18 dias atrás

A fonte é um disse me disse…
Partilhe uma fonte com discurso direto, amigo

Coringa Makalaba
Coringa Makalaba
Reply to  George
18 dias atrás

Isto não é uma fonte.
Isto corresponde a partilha de um boato

Coringa Makalaba
Coringa Makalaba
Reply to  George
17 dias atrás

A tua fonte diz que o Putin disse… Isto não é fonte. Isto é boato.
Também posso dizer que você disse que disse e me disse…
Cê não tem fonte. Só conversa

Felipe M.
Felipe M.
Reply to  Makarov
18 dias atrás

Eu me preocupo com a foto do meu perfil e você com a escolha de um único perfil pra fazer seus comentários, combinado?

Coringa Makalaba
Coringa Makalaba
Reply to  Felipe M.
18 dias atrás

Dito pelos propagandistas da OTAN e repetido pelos torcedores

Pedro
Pedro
Reply to  Coringa Makalaba
17 dias atrás

https://www.theguardian.com/world/2014/sep/02/putin-russian-forces-could-conquer-ukraine-capital-kiev-fortnight

2 semanas serve?
“ah.. mas duas semanas não são 3 dias” …nem 2 anos…

Coringa Makalaba
Coringa Makalaba
Reply to  Pedro
17 dias atrás

O The Guardian dizendo que o Putin disse é a tua fonte?
Kkkkkk!!

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Coringa Makalaba
17 dias atrás

Leia antes de criticar:

“The Kremlin did not deny Putin had spoken of taking Kiev, but instead complained about the leak of the Barroso remarks.”

bruno
bruno
Reply to  Fábio Jeffer
15 dias atrás

Tão fácil quanto está sendo a invasão da Ucrânia e a tomada de kiev, como queriam.

Oliveira
Oliveira
Reply to  Leandro Costa
18 dias atrás

Em qualquer dos cenários e bem capaz que alguns países pulem fora da OTAN para evitarem serem arrastados para uma guerra contra a Rússia.

Vitor
Vitor
Reply to  Oliveira
18 dias atrás

Plausível

Curitiba
Curitiba
Reply to  Oliveira
18 dias atrás

Os país membro da otan não pulão do barco seria a terceira guerra mundial sem dúvida

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Oliveira
18 dias atrás

Não. Em qualquer um dos cenários, a França não pode invocar o artigo 5º por ter sido uma determinação bilateral entre França e Ucrânia.

O famoso ‘foi até perto do fogo por iniciativa própria.’

Oliveira
Oliveira
Reply to  Leandro Costa
17 dias atrás

Pois é, mas entre a Rússia e a França existe um recheio de países. Ninguém vai aceitar a passagem de tropas ou mísseis voando sobre o seu país em direção à França.

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Oliveira
17 dias atrás

E….?

Wellington Junior
Wellington Junior
Reply to  Oliveira
16 dias atrás

Tem a Polônia que tá doida por uma vingança.

Carlos Silva
Carlos Silva
Reply to  Oliveira
17 dias atrás

EDITADO:
COMENTARISTA BLOQUEADO.

Carlos Silva
Carlos Silva
Reply to  Carlos Silva
14 dias atrás

Bloqueado porque ? Não estamos em uma democracia ?

Nota da moderação:

Você está bloqueado por não seguir as regras para comentários apesar de inúmeros avisos.

1. Uso de vários nomes de usuário.
2. Ataques pessoais contra os moderadores
3. Ataques contra outros comentaristas
4. Demais regras listadas.

Heinz
Heinz
Reply to  Leandro Costa
18 dias atrás

Caro Leandro, não acho que seja fantasia por exemplo França ou Polônia enviarem tropas para assegurar algum lado da fronteira Ucraniana, por exemplo a Bielorussa. Liberando um grande contingente Ucraniano para a linha de frente. É difícil acontecer? É, mas não acredito que seja fantasia. Saudações.

CRISTIANO DE AQUINO CAMPOS
CRISTIANO DE AQUINO CAMPOS
Reply to  Heinz
18 dias atrás

Segundo o artigo 5 da OTAN se um país membro for atacado primeiro, os demais devem apoiado em retaliação, porém tal artigo não e obrigatório.
Quando a Argentina atacou as Malvinas ela não foi implemtada.
Se um país membro da OTAN atacar primeiro ou participar de uma ação militar sem o apoio da OTAN, ele também está por conta própria.
Exemplo, a franca manda soldados e a Rússia os mata, os demais membros da OTAN não são obrigados a fazer nada.
Aí fica a questão, a frança se garante?

IvanF
IvanF
Reply to  Leandro Costa
18 dias atrás

Espero que sua opinião esteja certa. 🙁

leonidas
leonidas
Reply to  Leandro Costa
18 dias atrás

Qualquer coisa que implique em confronto direto entre forças francesas e russas é um conflito aberto entre Otan em termos de infantaria no solo e Rússia. Logo a Rússia não teria como fazer frente a Otan no conflito e ela obrigatoriamente iria usar armas nucleares táticas dentro da Ucrânia e em um segundo momento junto ao Leste Europeu, Países Bálticos e Escandinavos descarto Turquia por não ter certeza se ela aceitaria mesmo sendo membra da Otan em enviar forças contra Moscou. E ai volto a bater na tecla que faço desde o inicio disso tudo. Caberia aos EUA, Inglaterra e… Read more »

Last edited 18 dias atrás by leonidas
Werner
Werner
Reply to  leonidas
18 dias atrás

E China,Irá,CN e Bielorrússia iriam ajudar a Rússia?
Um confronto entre a Rússia e a OTAN é só no devaneio de alguns.
A França que está procurando sarna para se coçar,será que os outros iriam entender que a OTAN goi atracada?

Nemo
Nemo
Reply to  leonidas
18 dias atrás

O famoso artigo 5⁰ da OTAN prevê a defesa mútua no caso de agressão contra um membro. Caso a França decida agir sozinha não haveria a obrigatoriedade de outros membros membros virem em seu auxílio. A Turquia, creio, não iria aderir.

Coringa Makalaba
Coringa Makalaba
Reply to  Nemo
18 dias atrás

Bem dito. Em caso de agressão.
Francês na Ucrânia, metido à Indian Jones não é agressão

Vitor
Vitor
Reply to  Nemo
18 dias atrás

Nessa hora o Borrel não vai falar mais que a Europa é um jardim ? O vai haver traição? Todo político tem papas na língua…na hora

Coringa Makalaba
Coringa Makalaba
Reply to  leonidas
18 dias atrás

Duvido…
Macron não tem esta legitimidade e a França não tem hipóteses

CRISTIANO DE AQUINO CAMPOS
CRISTIANO DE AQUINO CAMPOS
Reply to  leonidas
18 dias atrás

Lembre-se que o artigo 5 da OTAN só vale se um país membro for atacado primeiro, e ele não e obrigatório. Se fosse a OTAN em peso devia ter ajudado a Inglaterra mas Malvinas de forma aberta, coisa que não foi.

leonidas
leonidas
Reply to  CRISTIANO DE AQUINO CAMPOS
18 dias atrás

Bem no caso da Inglaterra ela foi atacada primeiro pois teve território seu reconhecido invadido pela Argentina. Particularmente acredito que em linhas gerais sua observação é cabível, mas se os países da Otan notadamente Polônia e da região báltica estão tão histéricos sem tropas da aliança no chão ucraniano acho difícil conter o efeito dominó que será desencadeado. Pois com certeza se a França oficializar o envio de tropas visando garantir Odessa esse envio será acompanhado por tropas de outros países da aliança como Polônia, nações Bálticas ou mesmo escandinavas. Dai a importância que isso não aconteça, mas essa guerra… Read more »

Jonathan Pôrto
Jonathan Pôrto
Reply to  Leandro Costa
16 dias atrás

Fábrica na Ucrânia?, Mas baseado nos últimos acontecimentos , um segundo míssil de cruzeiro Russo sobrevoou espaço aéreo polonês sem ser derrubado!! Então meus caros, nem na Polônia a França estaria segura em instalar fábrica de armamento, que dirá na Ucrânia!!

Leandro Costa
Leandro Costa
Reply to  Jonathan Pôrto
16 dias atrás

Jonathan, eu não sei desses ‘últimos acontecimentos’ e duvido que sejam confirmados ou mesmo que tenham acontecido. Mas sim, se a França decidir instalar uma fábrica de munições ou algum outro produto bélico na Polônia com o único intuito de abastecer as forças Ucranianas, não há nada que a Rússia possa fazer. A menos, claro, que ela queira encarar forças da OTAN na Ucrânia porque aí sim seria o caso de ser invocado o artigo 5º. A opção seria que Rússia pedisse desculpas imediatamente e pagasse uma soberba indenização e, ao mesmo tempo prometesse que acidentes assim não acontecerão mais.… Read more »

Underground
Underground
19 dias atrás

O Mundo contra a Rússia. Simples assim!
Seria a Rússia uma República Democrática do bem, apenas se protegendo de agressores externos que desejam destrui-la?

fjuliano
fjuliano
Reply to  Underground
19 dias atrás

“O Mundo contra a Rússia…” Sabe qual a porcentagem da população mundial representa os países que sancionaram a Rússia? 16% (dezesseis por cento). Isso mesmo. https://www.wilsoncenter.org/blog-post/countries-have-sanctioned-russia . A visão de “bem contra o mal” é recebida, inclusive, por uma pequena parcela apenas da população dos países que representam esses 16%. Nem isso é unânime nesses países. Ou seja, o mundo real vai muito além do shopping center da sua cidade meu jovem.

Underground
Underground
Reply to  fjuliano
18 dias atrás

Nas foi exatamente assim na 2GG, não?!

João
João
Reply to  fjuliano
18 dias atrás

Com a mais absoluta certeza, os mais de 1 bilhão de chineses tem alguma voz ………

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
Reply to  Underground
18 dias atrás

Ah nós vimos os relatos de como a república democrática trata os civis ucranianos que estão nos territórios capturados (Marretadas, estupros e decapitações).

Fernando
Fernando
Reply to  Diego Tarses Cardoso
18 dias atrás

Sim… E os executores são o Coelhinho da Pascoa e o Papai Noel.

LUIZ
LUIZ
Reply to  Diego Tarses Cardoso
18 dias atrás

Os Azov mutilav@m os prisioneiros praticando c@stração. Os ucranianos(neonaz1s) na visão de vcs são os coitadinhos e os russos os malvados. Gente com ideologia nazist@ tem que ser exterminad0s.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Underground
18 dias atrás

No caso seria a OTAN contra a Russia. Não é o mundo contra a Russia.

Macgaren
Macgaren
Reply to  Underground
18 dias atrás

hahaha confia sim que é

Pit
Pit
Reply to  Underground
18 dias atrás

EDITADO:
COMENTÁRIO BLOQUEADO DEVIDO AO USO DE MÚLTIPLOS NOMES DE USUÁRIO.

Samuel Asafe
Samuel Asafe
19 dias atrás

O quarto cenário seria interessante

Adiposo do Bitcoin
Adiposo do Bitcoin
Reply to  Samuel Asafe
19 dias atrás

Seria o fim da França como conhecemos. A única coisa que pode unir a sociedade francesa é o sentimento contra o recrutamento forçado.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Adiposo do Bitcoin
18 dias atrás

Esse “cenário” acaba no dia em que aparecer no Le Monde ou France 2 as primeiras imagens de um uniforme francês ensanguentado, ou a primeira imagem de uma trincheira cheia de franceses tomando obus. Quando aparecer o 1° caixão com a bandeira francesa sobre ele, o povo vai pedir a cabeça do Macron. O povo vai virar pro Macron e perguntar pra ele porque diabos tropas francesas foram mandadas praquele país, e é bom que o Macron tenha a melhor desculpa do Universo pra “tentar” justificar isso. Podem esperar milhares de carros queimados e protestos generalizados. Politicamente, o Macron e… Read more »

Rodnei Rene Marchioro
Rodnei Rene Marchioro
Reply to  Willber Rodrigues
18 dias atrás

Esse cenário pode se concretizar, mas, também se o governo francês provar wue após s derrota da Ucrânia a Europa seria o próximo alvo, haverá apoio sim dos cidadãos. Basta lembrar quão rápido a França caiu diante da Alemanha na 2 Guerra, e ninguém quer ver repetida essa história

Andre Prates
Andre Prates
Reply to  Rodnei Rene Marchioro
18 dias atrás

A Russia depois de derrotar a Ucrania e transformar em um estado fantoche, vai ficar bem quieta na dela. Jamais ira enfrentar a europa Otan. Ou alguem acha que ela conseguiria sozinha.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Andre Prates
18 dias atrás

No “melhor” dos casos, a Rússia chega no Dniepr, e para por alí, ficando com o que está.
A Europa e o resto do mundo vai achar ruim, mas vai “aprender” a conviver com isso, da mesma maneira que os EUA “aprenderam” a conviver com o paralelo 38 da península coreana.
É o cenário mais provável.

Mas claro, o resto da Europa pode achar ruim e entrar de cabeça na briga pra evitar isso e tirar os russos de onde eles estão.
Vai acontecer isso? Duvido.

Comte. Nogueira
Comte. Nogueira
Reply to  Willber Rodrigues
17 dias atrás

Da mesma forma que o mundo aprendeu a conviver com a ocupação das Colinas de Golã, Fazendas Shebaa, etc… E os reiterados descumprimentos das resoluções da Onu.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Rodnei Rene Marchioro
18 dias atrás

Conversa fiada.
Se os países europeus REALMENTE achassem que eles seriam os próximos, já teriam “entrado na briga” diretamente desde o começo da guerra.
Além do mais, chumbo trocado não dói. Se a Rússia pode bombardear nuclearmente quem a invadir, França e Inglaterra podem fazer o mesmo se invadirem a OTAN.
Essa conversa de que “a Europa é a próxima” é pra boi dormir.

Bastos
Bastos
Reply to  Willber Rodrigues
16 dias atrás

Não é assim tanto de conversa fiada, porque a NATO tem tomado algumas precauções, vou falar no caso concreto de Portugal, neste momento e apesar da Ucrânia geograficamente ficar no lado oposto de Portugal na Europa, as forças armadas portuguesas tem deslocadas um destacamento/companhia de Fuzileiros e 4 F16 com todo o apoio logístico necessário na Lituânia e, na Roménia tem destacado uma companhia de comandos com apoio de militares regulares, se a Rússia decidir invadir estes países os primeiros opositores serão os militares portugueses, estes são os compromissos da Aliança, a defesa de topos por todos

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Bastos
15 dias atrás

Bixo, além desse destacamento português ser irrisório, é apenas rotação de tropas normal praquela região.
Um país membro manda um destacamento, e após isso, outro país manda outro destacamento pra lá, rotacionando.
Não há nenhum “tambor de guerra” nisso.

Comte. Nogueira
Comte. Nogueira
Reply to  Rodnei Rene Marchioro
17 dias atrás

Ninguém está acreditando nessa narrativa de que a Rússia precisa ser contida, porque o próximo ato seria a invasão da Europa.
Isso é pura peça de propaganda, para convencer a opinião pública a apoiar o envio de armas e dinheiro dos contribuintes para ser torrado na Ucrânia.

Vitor
Vitor
Reply to  Willber Rodrigues
18 dias atrás

O funeral dos franceses já ocorre : acidentes de trânsito, helicópteros acidentados nos Alpes, paramédicos alvejado de forma acidental, etc.

LUIZ
LUIZ
Reply to  Vitor
18 dias atrás

E o video que eu vi ontem de um instrutor na Ucrânia que morreu ao manejar uma arma antitanques. Muitos morrem de qual lado seja antes de chegar no front. A guerra hj é pra fugir do recrutamento.

João
João
Reply to  Willber Rodrigues
18 dias atrás

Prezado, para a Republica federativa do Brasil, o presidente francês é o Sarkosi……..

Comte. Nogueira
Comte. Nogueira
Reply to  João
17 dias atrás

Não pode misturar as coisas: a opinião senil etílica de uma pessoa; e o posicionamento institucional da presidência da República.

Scudafax
Scudafax
19 dias atrás

A falta de soldados e a desmotivação e desmoralização ucranianas estão em uma crescente, basicamente há reportagens e reportagens reportando um colapso do sistema de recrutamento e um firme desejo de não participar da guerra. Agora, do Politico:

https://www.politico.eu/article/ukraine-faces-an-acute-manpower-shortage-with-young-men-dodging-the-draft/

“For Artem, there’s little that could persuade him to enlist. “My mother is a nurse and she sees the wounded and tells me firmly to stay out of it,” he says.”

Underground
Underground
Reply to  Scudafax
19 dias atrás

Logo tomaremos Lisboa e dominarem o Mundo. Te cuida China.

Coringa Makalaba
Coringa Makalaba
Reply to  Underground
18 dias atrás

Aceita a derrota que dói menos

Coringa Makalaba
Coringa Makalaba
Reply to  Scudafax
18 dias atrás

Os mesmos que apoiaram a guerra, hoje acusam a Ucrânia de desmotivação e incompetência.
Pobre Zelensky

Comte. Nogueira
Comte. Nogueira
Reply to  Coringa Makalaba
17 dias atrás

Zé Lenski vai cair de alguma sacada logo logo…

Fábio Jeffer
Fábio Jeffer
19 dias atrás

Cenários bem complicados e difíceis para um exército acostumados a vexames e derrocadas

MATHEUS AUGUSTO
MATHEUS AUGUSTO
Reply to  Fábio Jeffer
18 dias atrás

Vai estudar

adriano Madureira
adriano Madureira
19 dias atrás

Espero que seja um cenário bastante agradável, assim como tiveram na China e no Afeganistão…

comment image

Jose
Jose
Reply to  adriano Madureira
18 dias atrás

É nojento ler certos comentários no Forte. Opinião fraca de tudo. E ainda continuam todos os dias a postar esse lix…os.

adriano Madureira
adriano Madureira
Reply to  Jose
17 dias atrás

Não gostou meu caro?! Vá chorar em outro lugar, simples… Você não é obrigado a endossar opinião alheia de ninguém….

Hcosta
Hcosta
Reply to  adriano Madureira
18 dias atrás

China???
Será que não estará a confundir com a Indochina?

adriano Madureira
adriano Madureira
Reply to  Hcosta
17 dias atrás

Sim HCosta…

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
19 dias atrás

De cenário em cenário: 1- seriam alvos suculentos pros russos, e demoraria anos pra isso começar a dar resultados pros ucranianos; 2- pelo tamanho dos campos minados, espero que eles tenham muitos veículos especializados nisso; 3- diria que é, de longe, o mais provável da lista; 4- o segundo cenário mais provável, mas as possibilidades disso seriam muito menores do que a chance do cenário acima; 5- de longe, o cenário mais improvável. Se a França o fizer, fará sozinho, duvido que o resto da OTAN vá em seu socorro. E não quero nem pensar no custo político pro Macron… Read more »

Renato B.
Renato B.
Reply to  Willber Rodrigues
18 dias atrás

No caso do cenário 5, eu acho que a França só entraria nessa se a OTAN estiver junto.

Felipe M.
Felipe M.
Reply to  Renato B.
18 dias atrás

Dificilmente a OTAN entraria junto. Talvez e provavelmente, a Polônia, Romênia, Finlândia e os Bálticos, por temerem os passos após a invasão da Ucrânia.
Nos demais, os políticos sabem que a população não compreenderia a razão de entrar em um conflito por um não membro, conflito este “teoricamente” longe de suas casas.

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Felipe M.
18 dias atrás

Os únicos da OTAN com cacique, grana, meios e armas pra realmente mandar contingente pra lá seriam a França, EUA, Inglaterra, Turquia e Alemanha. O resto, só em caso de última e extrema necessidade ( alguem consegue imaginar Portugal ou Grécia mandando tropas pra lá? ). E mesmo pra esses países acima, seus líderes e governos teriam que ter uma justificativa extremamente convincente pra fazer com que seu povo veja isso como uma boa idéia. E esses mesmos líderes teriam que ter uma lábia ainda melhor pro seu povo quando começara a pipocar imagens de seus soldados sendo mortos por… Read more »

Alexandre
Alexandre
19 dias atrás

A França não tem estofo para nenhuma possibilidade! Espero que ninguém tente segurar a França! Espero que a França veja por si mesma sua insignificância geopolítica! Por fim, espero que os franceses continuem jogando esterco em suas elites !!!!!

Orivaldo
Orivaldo
Reply to  Alexandre
18 dias atrás

Quem tem armas Atômicas, nunca será insignificante Geopolíticamente, vide Coreia do Norte

Bispo
Bispo
19 dias atrás

Todos os cenários induzem a um provável confronto direto com a Rússia..

Muitas questões em aberto:

Alemanha , UK, endossariam tal “incursão” francesa …

Em caso de ataque russo a efetivos franceses na Ucrânia; e agora OTAN…

Fazendo uma analogia com a termodinâmica:

Rússia x Ucrânia- sistema fechado, estão “transferindo energia” entre si..🙃

Rússia x Ucrânia/França- sistema aberto, entropia…irá descambar geral ..rs

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
Reply to  Bispo
18 dias atrás

Sua analogia com energia foi hilário, chorei de rir aqui rs

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Bispo
18 dias atrás

Olá Bispo.

Eu até entendi a brincadeira com a termodinâmica… riso.
Tem muito furo…riso.

Pensei em outra analogia,,, enquanto a briga é entre o pessoa do fundão, a professora até pode mandar todo mundo para a diretoria… na hora que a briga é com o pessoal da outra escola, ai a confusão generalizada acontece na rua mesmo. Vale até as meninas puxando cabelo e mordendo a orelha

Sergio Machado
Sergio Machado
19 dias atrás

1o é perda de tempo e de tropas, vai levar míssil na cabeça, como todos. O 2o já ocorre há tempos. Um ataque russo a um hotel em Karkiv matou dezenas de franceses, inclusive oficiais. Curiosamente o aumento exponencial da retórica do Macron inicia-se deste ataque. Talvez difícil explicar às famílias em época eleitoral. Os demais cenários não impedem ataques, pelo contrário, expõe as tropas a mercê da vontade dos russos. Má idéia em todos os sentidos. Em suma, jogada política altamente arriscada no campo político-militar a fim de não perder votos para extrema-direita francesa. Em tempo: sede do SBU… Read more »

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
Reply to  Sergio Machado
18 dias atrás

E a extrema-esquerda, está a toda ?

Sergio Machado
Sergio Machado
Reply to  Diego Tarses Cardoso
18 dias atrás

Esta no lugar errado colega. Aqui não é blog de política.

LUIZ
LUIZ
Reply to  Sergio Machado
18 dias atrás

Pela falta de política que se inicia uma guerra.

Sergio Machado
Sergio Machado
Reply to  LUIZ
18 dias atrás

A guerra é uma decisão política, acima de tudo. Conflitos acontecem pela ausência de vontade dos políticos em não iniciar guerras. Por tautologia, pela vontade de ao menos uma das partes em se ter uma.
O resto é consequência.

LUIZ
LUIZ
Reply to  Diego Tarses Cardoso
18 dias atrás

Estranho o povo da direita aqui no BR apoiar a extrema esquerda ocidental contra a Rússia. Zelenski tá mais pra esquerda com as pautas identitárias ocidentais que a direita aqui no BR abomina enquanto o Putin ultraconservador de direita.

Alexandre
Alexandre
Reply to  Diego Tarses Cardoso
18 dias atrás

Por gentileza, me diga quem é essa tal extrema esquerda na França!!!

Comte. Nogueira
Comte. Nogueira
Reply to  Sergio Machado
18 dias atrás

Exatamente… A beligerância do Macron tem início quando um grupo de “assessores militares” franceses fora alvejados em um hotel e em um restaurante.

Jose
Jose
Reply to  Comte. Nogueira
18 dias atrás

Foram ?

Marcelo
Marcelo
Reply to  Comte. Nogueira
18 dias atrás

Queria ver tropas francesas no front..
A guerra iria mudar de calibre…
Os franceses não durariam um mês.kkk

Jose
Jose
Reply to  Sergio Machado
18 dias atrás

E la vem o papo que mataram diversos franceses, brasileiros, chineses, coreanos, oficiais, Gengis Kahn, Homem Aranha….eita discurso.

Coringa Makalaba
Coringa Makalaba
Reply to  Sergio Machado
18 dias atrás

Nem no Sahel

Kommander
Kommander
19 dias atrás

Isso é uma piada? Já levaram pau na África e oriente médio, querem ganhar a tríplice coroa na Ucrânia?

O único país capaz de mudar o rumo da guerra enviando tropas e mantidos para a Ucrânia são os EUA, mas o final dessa história todos sabem, NUKE.

Maurício.
Maurício.
Reply to  Kommander
19 dias atrás

Na minha opinião, o Macron está com o ego ferido desde aquela reunião com Putin, naquela mesa enorme, que virou até meme, e claro, os acontecimentos na África também devem ter abalado e prejudicado os interesses do Macron e da França.

Orivaldo
Orivaldo
Reply to  Maurício.
18 dias atrás

Essa reunião faz mais de 2 anos, quase o mesmo tempo da Operação Especial de 3 dias. Se fosse o ego, ele teria feito isso antes

Renato B.
Renato B.
Reply to  Orivaldo
18 dias atrás

Antes a Ucrânia não estava desabando.

LUIZ
LUIZ
Reply to  Maurício.
18 dias atrás

Aquela mesa onde o Macron tava a 1km de distancia do Putin kkk

Marcos Bishop
Marcos Bishop
19 dias atrás

Não é um pouco estranho como esses cenários parecem contar com uma continuidade da guerra ad aeternum? As linhas ucranianas não aparentam estar colapsando a qualquer momento? Além de sistemas de armas e suas munições não estão faltando tropas? Tropas que a Ucrânia não tem como repor? Todas as tropas francesas mobilizáveis seriam quantas? A França dispõe de sistemas mais eficientes dos que já entregou à Ucrânia? Em quantidade suficiente para alterar ao rumo dessa guerra? A implantação de uma estratégia respaldada por um parque industrial próprio francês capaz de dar sustentação a uma mudança de caminhos nessa guerra é… Read more »

Last edited 19 dias atrás by Marcos Bishop
Paulo Sollo
Paulo Sollo
19 dias atrás

Está sendo divulgado que o brigadeiro-general polonês Adam Marczak foi um dos mortos no ataque a um bunker na cidade de Chasov Yar na Ucrânia, que vitimou vários oficiais poloneses. A desculpa da mídia polonesa é a de que o Brigadeiro General morreu inesperadamente de” causas naturais inexplicáveis”… De longe a Polônia é o país que mais teve baixas de oficiais por “causas naturais inexplicáveis” desde o inicio da guerra na Ucrânia. Mas a França, uk, eua, Alemanha, Canadá, e alguns outros da Europa também tiveram vários oficiais abatidos por esta grave síndrome que ganhou os nomes de “Khinzalite fulminante”… Read more »

Orivaldo
Orivaldo
Reply to  Paulo Sollo
18 dias atrás

Posta a fonte para o Forte publicar também. Está é uma notícia de alta importância

Jose
Jose
Reply to  Orivaldo
18 dias atrás

Já quer demais deles né meu amigo.

Faver
Faver
Reply to  Orivaldo
18 dias atrás

Eu até fui ver na internet porque achei que era fake. Mas tem muita gente em canais do exterior falando nisso. A midia tradicional não mostra, como sempre.

Eromaster
Eromaster
Reply to  Faver
18 dias atrás

Não vão mostrar mesmo.

Vitor
Vitor
Reply to  Orivaldo
18 dias atrás

Abre o leque das suas fontes .

Jose
Jose
Reply to  Vitor
18 dias atrás

TASS ? Agencias russas ?rs

Eromaster
Eromaster
Reply to  Orivaldo
18 dias atrás

Calma! Mídias ocidentais geralmente não publicam esse tipo de notícias pra não desagradar.

LUIZ
LUIZ
Reply to  Paulo Sollo
18 dias atrás

E parece que os mísseis hipersonicos russos deram uma melhorada nas suas performances. O verdadeiro teste de uma arma é numa guerra sem mais e nem menos.

Ravengar
Ravengar
19 dias atrás

Alguém lembra daquelas cenas de selvageria ocorridas nos protestos na França ano passado? Não dão conta nem de gangues de jovens ,vão dar conta dos endurecidos soldados Russos?

Tenham dó…

Last edited 19 dias atrás by Ravengar
Orivaldo
Orivaldo
Reply to  Ravengar
18 dias atrás

4 Terroristas massacraram centenas de civis Russos e saíram pela porta da frente. Nem no Brasil ocorreria tamanha incompetência

Fernando
Fernando
Reply to  Orivaldo
18 dias atrás

Talvez com os Israelenses ocorreria?

Vitor
Vitor
Reply to  Fernando
18 dias atrás

Essa foi boa, pois tem todo aparato americano de inteligência no estado judeu.

Orivaldo
Orivaldo
Reply to  Fernando
18 dias atrás

Bem lógica sua comparação. Veja como está a faixa de Gaza depois do Ataque Terrorista

wilhelm
wilhelm
Reply to  Orivaldo
18 dias atrás

Pelo que me consta, os terroristas que fizeram o ataque no shopping também não estão muito bem.

A única diferença é que no caso da Rússia só os envolvidos se lascaram, e não uma população inteira.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Orivaldo
18 dias atrás

Foram presos fugindo para a Ucrania e estão nas mãos da turma da massagem.

Orivaldo
Orivaldo
Reply to  Antonio Palhares
18 dias atrás

Fora presos a centenas de KM do Ataque. Incompetentes

Last edited 18 dias atrás by Orivaldo
Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Orivaldo
18 dias atrás

Não sei dizer se todos, mas alguns terroristas foram presos pelas forças de segurança russas.

Ainda que o Estado Islâmico tenha assumido o atentado, o assunto meio que sumiu…. então, tem que esperar, ao menos por enquanto.

bruto
bruto
Reply to  Camargoer.
18 dias atrás

to achando muito estranho como foram detidos rapidos , e fugindo pra ucrania que esta centenas de quilometros? muitos estranho

suTERMINATOR
suTERMINATOR
Reply to  bruto
18 dias atrás

Eles estavam num Renault, a 140km/h, foram pegos pelos radares, onde a máxima era a 90km.

Faver
Faver
Reply to  Orivaldo
18 dias atrás

O terrorismo age sorrateiro porque é terrível. Dificil estarem preparados para ele. Quanto a incompetência, aviões batendo em prédios também é incompetência? Os ataques as casas de espetáculo na França também são incompetência?

Last edited 18 dias atrás by Faver
MATHEUS AUGUSTO
MATHEUS AUGUSTO
Reply to  Orivaldo
18 dias atrás

Olha não duvide

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Ravengar
18 dias atrás

Caro. Segurança pública é uma coisa… guerra é outra.

Uma vez, FHC enviou tropas do EB para fazer a segurança de refinarias da Petrobras durante uma greve…. os soldados acabaram fuzilando pessoas.

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
Reply to  Camargoer.
18 dias atrás

Lembro do Exército ter ocupado refinarias da Petrobrás no governo FHC, mas não lembro de fuzilamento de pessoas. Tem certeza? Não “misturou” com o caso da CSN ocorrido no governo Sarney?

João
João
Reply to  Rafael Oliveira
18 dias atrás

Não houve.

O que houve, foram soldados se defendendo de bolas de aço lançadas das alturas sobre a tropa. Bolas de 50 cm até 1 m de diâmetro….

João
João
Reply to  Rafael Oliveira
18 dias atrás

Erro. Essa foi da CSN

João
João
Reply to  Rafael Oliveira
18 dias atrás

A da Petrobras foi só Não houve.

Da CSN, saliento que a ordem de liberar a CSN foi por conta de que os grevistas iam deixar os auto-fornos apagarem.
Depois de apagado, ele não volta. Ou seja, acaba a siderúrgica.

Charle
Charle
19 dias atrás

A França tá prontinha para fazer caquinha. Preservem e voltem-se aos seus legados culturais, franceses. Um dia vocês podem perder tudo…

Adiposo do Bitcoin
Adiposo do Bitcoin
19 dias atrás

Que a França se atole na Ucrânia e tenha perdas volumosas e irreversíveis de material, só assim o Brasil pode respirar mais aliviado. A França é um predador nas nossas fronteiras.

Orivaldo
Orivaldo
Reply to  Adiposo do Bitcoin
18 dias atrás

Fique tranquilo. O Macron e Nosso Presidengue passaram ontem, o dia todo Brincando com os Indígenas

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
Reply to  Orivaldo
18 dias atrás

Vendendo nosso país por malas de euros.

Orivaldo
Orivaldo
Reply to  Diego Tarses Cardoso
18 dias atrás

Desde a descoberta nosso pobre Brasil é surrupiado

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Orivaldo
18 dias atrás

Com a anuência dos brasileiros.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Adiposo do Bitcoin
18 dias atrás

Caro Subcutâneo, torço pelo imediato cessar fogo.

Há pouco, o CS aprovou uma resolução determinando o imediato cessar fogo em Gaza. Creio que esta resolução abriu a perspectiva para um cessar fogo também na Ucrãnia,

bruto
bruto
Reply to  Camargoer.
18 dias atrás

quem manda na fronteira é israel e é ela que vai decidir isso , e se ganharem algo com isso entao pronto

Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Camargoer.
18 dias atrás

E Israel usou essa resoluçāo como papel higiênico, assim como a Rússia o faria.

Países que se levam a sério nāo dāo a mínima para o que a ONU acha ou deixa de achar.

Makarov
Makarov
Reply to  Adiposo do Bitcoin
18 dias atrás

Qualquer coisa a gente faz a operação Cabralzinho 2.

fjuliano
fjuliano
19 dias atrás

Já citaram nos comentários mas vou falar novamente: a galinha francesa “espirocou” depois que os russos, recentemente, acertaram um prédio e mataram vários militares franceses, fora outros militares estrangeiros. Agora bom mesmo foi a recente reportagem de um deputado russo representante da Duma, a um canal de tv francês: https://www.youtube.com/watch?v=pEh0g0NyKew . Até que enfim um político russo deixou de lado a elegância e “compostura” do Putin e falou a real, chega até a ser engraçado como o repórter francês fica assustado quando ouve as respostas para as perguntas que incluem ameaças da galinha francesa. O russo tratorizou kkkkkk.

Orivaldo
Orivaldo
Reply to  fjuliano
18 dias atrás

Posta a fonte ai então. Estou lendo sobre essa história por aqui, já fazem algumas semanas. Fiquei curioso

Felipe M.
Felipe M.
Reply to  fjuliano
18 dias atrás

“UAU, sensacional, fantástico, supinpa”.

Cara, o que tem demais nesse vídeo ai?
Putin representa um país. Esse parlamentar aí representa seu eleitorado.
Se for levar o que uma cambada de parlamentar fala de besteira, no Brasil, estaríamos queimados com meio mundo.

Que besteirol do caramba hein? O tipo de conteúdo lixo que deixa a turminha bitolada toda ouriçada, mas que não representa nada.

fjuliano
fjuliano
Reply to  Felipe M.
18 dias atrás

Gostei da linguagem crua e direta do deputado russo ao responder as perguntas. O repórter não esperava e quanto mais fazia referências ao envio de militares franceses, mais o russo falava que seriam todos mortos. Até o repórter falar q a França é uma potência nuclear, em claríssima tentativa de intimidação, e o russo tripudiar de vez “com 300 ogivas né”. Realmente um ponto fora da curva e bom de ver de vez em quando alguém falar a linguagem que esse pessoal implora ser dita e quando acontece ficam sem saber o q fazer.

Diego Tarses Cardoso
Diego Tarses Cardoso
18 dias atrás

Quantos perfis do mesmo cara aqui fazendo o papel de agente russo, o pix tá pingando em dia por lá.

Antonio Palhares
Antonio Palhares
18 dias atrás

Macron jogando para a torcida interna. Nada disso será aplicável. Não creio que a OTAN queira uma guerra mundial por causa da França e da Ucrânia. Temos a pior liderança ocidental de todos os tempos.

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Antonio Palhares
18 dias atrás

Ola Palhares. Apenas as lideranças europérias em 1914 foram piores que as atuais

Last edited 18 dias atrás by Camargoer.
Antonio Palhares
Antonio Palhares
Reply to  Camargoer.
18 dias atrás

E deu no que deu . Duas guerras mundiais. Uma consequência da outra. Hoje certamente será pior,.

wilhelm
wilhelm
Reply to  Camargoer.
18 dias atrás

Esse é um ponto que é muito válido tocar: o baixíssimo nível das lideranças europeias. Poucas vezes na história se viu uma leva de políticos tão fracos. E quando eu digo “fraco”, é fraco em vários sentidos, mas sobretudo no sentido intelectual. A impressão que dá quando você vê algum político europeu falando é que o sujeito é apenas um fantoche repetindo algum script mastigadinho feito para não resolver absolutamente nada e não desagradar ninguém. Na prática, parecem mais marketeiros do que integrantes da elite. Acredito que só uma crise muito grande, talvez maior que essa guerra no leste europeu,… Read more »

Comte. Nogueira
Comte. Nogueira
18 dias atrás

O que exatamente o Lacron veio fazer no Brasil neste exato momento? A agenda oficial (se é que existe) não foi divulgada, nenhum acordo bilateral foi anunciado… Ou seja, parece que é apenas turismo mesmo. kkkk
Ou será que ele veio assinar o acordo do Mercosul? Seria uma boa oportunidade para o Itamaraty demonstrar a importância do mercado brasileiro para a França e as empresas francesas (Bic, Carrefour, Renault, etc), que invariavelmente, é o maior mercado para os franceses fora da França.

Last edited 18 dias atrás by Comte. Nogueira
Allan Lemos
Allan Lemos
Reply to  Comte. Nogueira
18 dias atrás

Veio para deixar o Brasil submisso aos interesses internacionais usando as ONGs, fundo Amazônia e prejudicando o agro.

Comte. Nogueira
Comte. Nogueira
Reply to  Allan Lemos
18 dias atrás

kkkkkkkkkkk

alexandre
alexandre
18 dias atrás

Melhor combater os russos na Ucrania, do que combater os russos na França, o confronto russia x otané questao de tempo, Putin planeja pra 2026 ou antes…voltamos a 1912….

Alexandre
Alexandre
Reply to  alexandre
18 dias atrás

Nada corrobora sua afirmação!

Diego
Diego
18 dias atrás

Nao da conta nem da Africa

Zorann
Zorann
18 dias atrás

Não vai acontecer nenhum desses. O próximo governo na França tem grandes chances de ser de extrema direita. Estará mais focado na França em si.

rfeng
rfeng
18 dias atrás

O primeiro inviável nenhuma indústria pode ser implantada na Ucrânia atualmente, falta energia, e seriam bombardeadas desde a primeira hora.
O segundo só se houver uma ofensiva pela Ucrânia acredito bem difícil nas atuais circunstancias;
Terceiro basta minar Odessa (ainda não entendi porque os Russos ainda não fizeram isso)
Quarto trincheira é pra começar a rir ou e da para esperar um pouco.

Coringa Makalaba
Coringa Makalaba
18 dias atrás

Que cenários, se isto já está a ocorrer?
Soldados da OTAN fora do território da OTAN são alvos legítimos. E têm sido.
A França, tal e qual o Reino Unido que concluiu que só demoraria dois meses em luta contra Moscovo, não tem hipóteses.
Macron e Biden, apenas garantiram a elevação da Extrema Direita, mas do que se queixam se na Ucrânia mandam os apoiantes de Bandera?

Nilton L Junior
Nilton L Junior
18 dias atrás

Sexto Cenário, a Rússia dizima os mercenário Frances.

Coringa Makalaba
Coringa Makalaba
18 dias atrás

Acho estranho a acusação contra a Rússia pelo massacre em Bucha com 300 mortos ser classificado como genocídio, mas a morte de 32 mil pessoas em Gaza, com mais de 20 mil mulheres e 10 mil crianças, não ser visto como tal.
Assim, vamos vendo como vai o mundo

Sebastiao
Sebastiao
18 dias atrás

A questão não é o quanto Macron diz a verdade! Na realidade temos que nos preparar pro enfrentamento , pois a 3° guerra é inevitável, pode ser hoje ou amanhã, acontecerá. Os homens não tem mais respeito pelo proximo, só olham seu umbigos. Estejamos preparados espiritualmente, já bastará.

Coringa Makalaba
Coringa Makalaba
Reply to  Sebastiao
18 dias atrás

3a Guerra?
Por causa dos eslavos da Ucrânia?
Esquece isso.
Nem 3a Guerra por causa da Ucrânia, nem genocídio em Gaza porque aquele povo é considerado pelas elites que vocês idolatram como gente de 5,a categoria.

Cícero Aparecido Lopes da Silva
Cícero Aparecido Lopes da Silva
18 dias atrás

E o 6 cenário que é um clarão em Paris 😝 fim. Hasta lá vista baby como disse o Terminator

Márcio
Márcio
18 dias atrás

Triste essas guerras por poder, esses governantes sanguinários deveriam repensar suas atitudes.

Binho
Binho
18 dias atrás

Macron que ameaçou soberania brasileira (“Amazônia Internacional” ) como sempre fizeram EUA e Reino Unido

De olho no cobre, bauxita, estanho, petróleo, ouro, prata………..todas riquezas da região

Como sempre fizeram na Africa

Muitos não entendem que Brasil, Russia, China………são países cobiçados por seus vastos recursos minerais

China por exemplo na Guerra dos Boxers lutou sozinha contra 8 nações

…..

Andromeda1016
Andromeda1016
17 dias atrás

Outra opção poderia ser para tentar controlar os acontecimentos dentro da Ucrânia após da derrota da mesma (fato cada vez mais plausível). Com o possível interesse da Polônia de ocupar parte da Ucrânia, como propalam os russos, isso talvez seja necessário, para que outros países também não queiram fazer o mesmo.

Dr. Mundico
Dr. Mundico
17 dias atrás

Tranquilo, é só mais uma bravata do Macron. A França não tem cacife para entrar numa guerra.
Embora tenha a disposição grandes recursos no norte da África, a situação politico-econômica da França não é propriamente confortável.
No máximo vai continuar fornecendo armas, munição a alguma inteligência. A situação econômica do país ( e da UE por extensão) não permite maiores arroubos nem delírios.
A UE está no vermelho, bem vermelho.

Nico
Nico
17 dias atrás

6o Cenario: Os Russos matam todos e seguem com a guerra!!

Jonathan Pôrto
Jonathan Pôrto
16 dias atrás

Macron quer ser o Novo Napoleão salvador da Europa !! Pobre Borboleta 🦋