IMAGENS: Exposição de material militar do Exército Argentino em Buenos Aires

19

No domingo, 26 de maio de 2024, a Cidade Autônoma de Buenos Aires foi palco de uma impressionante exibição de poder militar durante a Exposição do Exército Argentino. O evento, realizado na Plaza de Armas do Edifício Libertador, sede do Ministério da Defesa Argentino, apresentou uma variedade de sistemas de armas e veículos militares.

Entre os destaques da exposição estavam o Lançador de Foguetes CP 30, montado em um Caminhão IVECO, e o Transporte de Pessoal TAM VCTP EA. O público também teve a oportunidade de ver de perto o icônico Tanque Médio Argentino TAM, exibido em sua configuração 2CA2, uma peça central do arsenal argentino.

Além disso, foram apresentados o poderoso sistema de artilharia VCA PALMARIA e o Canhão CITER II, entre outros sistemas de defesa e equipamentos de apoio logístico. A exposição serviu para demonstrar a capacidade e a modernização das forças armadas argentinas, reforçando o compromisso do país com a defesa nacional e a segurança regional.

A exibição atraiu uma grande audiência, composta por autoridades, especialistas em defesa e o público em geral, todos interessados em conhecer mais sobre a tecnologia e os recursos disponíveis para as forças armadas do país.

FOTOS: Canal Militar Argentino ARA 2, via Pedro Eliseu

 

Subscribe
Notify of
guest

19 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
24 dias atrás

Quem acompanha o ZM sabe que esse projeto do TAM 2CA2 é um dos poucos projetos deles que continuam indo em frente, mesmo com atrasos consideráveis.
Aliás, a eletrônica dele é bem interessante. Me pergunto se daria pra fazer algo semelhante nos Leo1A5 ou Guaranís do EB

Wilson
Wilson
Reply to  Willber Rodrigues
24 dias atrás

O TAM é o melhor MBT da américa do sul, sendo rivalizado apenas pelos Leopard 2 do Chile, mas quando se pensa em desenvolvimento/manutenção local, custos envolvidos e adaptação aos possíveis cenários de combate o TAM ainda é melhor.

Angus
Angus
Reply to  Wilson
24 dias atrás

Não vou me alongar.
As Forças Armadas da Argentina estão (deixa eu pensar um adjetivo) em farrapos (em todos os sentidos).
Organizações Militares totalmente sucateadas.
Nada que eles tem é referência (pelo menos desde o final dos anos 90).
Ops, para ser justo, a Equipe de Pólo do Exército Argentino é excelente!!
Simples assim.

Mas claro, que no imaginário de alguns entusiastas é exatamente o contrário.

Fabio Alberto
Fabio Alberto
Reply to  Angus
23 dias atrás

Esse seu comentário se encaixa perfeitamente em algum país por aí, onde temos uma infinidade de cavalos usados apenas em hobby de rico, todos bancados pelo, já cansado, contribuinte.

BraZil
BraZil
Reply to  Angus
18 dias atrás

Verdad…

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Wilson
24 dias atrás

O TAM é um Marder com um canhão de 105mm. Ele não tem, nem de longe, a blindagem e poder de fogo de um MBT “puro-sangue”.
É como dizer que um Guaraní com torre de 90mm pode substituir um Leo2: não pode.

RDX
RDX
Reply to  Willber Rodrigues
24 dias atrás

Conceitualmente, o TAM não difere do atual MMBT, ou seja, não existe muita diferença entre o TAM modernizado e o CV90 que querem vender para o EB. Lembrando que o TAM recebeu recheio eletrônico estado da arte de origem israelense.

Rui Mendes
Rui Mendes
Reply to  Willber Rodrigues
23 dias atrás

Qual Leo2???
O Leopardo 2 A7 dos Alemães, Dinamarqueses e o dos Húngaros, são o top dos tops entre os melhores MBT’S.
E o dos Húngaros é lindíssimo com a sua camuflagem para a Hungria, mais bonita, para mim que o dos Gregos.

RPiletti
RPiletti
Reply to  Wilson
24 dias atrás

Melhor que o L2A4 chileno? 105mm contra 120mm fora a eletrônica.

RDX
RDX
Reply to  RPiletti
24 dias atrás

Por enquanto o TAM 2 é mais avançado tecnologicamente. Por enquanto, uma vez que os chilenos selecionaram recentemente a empresa turca Aselsan para modernizar seus Leopard 2.

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
Reply to  RDX
23 dias atrás

Só a eletrônica deve ser melhor.
Poder de fogo e blindagem nem se comparam.

Joao
Joao
Reply to  Wilson
24 dias atrás

O Leo 2 chileno é um bom carro, mas a logística não tem deixado muitos disponíveis. O sistema de movimento da torre tem aquecido rápido há um tempo. O sistema de mira é menos atual do que do nosso Leo. O Leo 2 dá muito mais manutenção no deserto por exemplo. O Leo 2 tem melhor blindagem e mais poder de fogo, mas dependendo do terreno, acredite, o Leo 1 A5 bem operado pode ter vantagem. O TAM novo e um Leo 1 A1 novo, o Leo tem vantagem. E o A5 é bem melhor. O TAM tem mais mobilidade,… Read more »

Atirador
Atirador
Reply to  Wilson
18 dias atrás

Bom vamos lá do TAM 2 só existem duas unidades, que teriam optrônicos mais modernos que o Leo 1 do Brasil, mas todos eles saõ inderiores em blindagem. Os Leo 1 do Brasil também possuem a eletrônica mais moderna que o TAM sem atualização, praticamente toda a frota.

Carlo
Carlo
24 dias atrás

EDITADO:
COMENTÁRIO BLOQUEADO DEVIDO AO USO DE MÚLTIPLOS NOMES DE USUÁRIO.

Last edited 24 dias atrás by Carlo
F-39 Gripen
F-39 Gripen
24 dias atrás

Uma dúvida, o MSS 1.2 AC foi testado de novo, vi que o TAM não possui blindagem do tipo ERA, então sería um alvo fácil para o MSS ?

RDX
RDX
Reply to  F-39 Gripen
24 dias atrás

Sim, A blindagem do TAM também é vulnerável a todas as munições disparadas pelos canhões dos blindados do EB, a saber: canhão 30mm do Guarani, canhões 35mm do Gepard, canhão 90mm do Cascavel e canhão 105mm do Leopard 1 e do M60.

Rui Mendes
Rui Mendes
23 dias atrás

Palmaria não é Italiano????

Last edited 23 dias atrás by Rui Mendes
RDX
RDX
Reply to  Rui Mendes
23 dias atrás

Palmaria é a torre com obuseiro L39 155mm fabricada pela italiana OTO-Melara.

Atirador
Atirador
Reply to  RDX
18 dias atrás

Exato e os novos M109 tem canhão de 52 calibres