Manaus (AM) – Na tarde de quinta-feira (20), o Comando Militar da Amazônia (CMA) inaugurou a estrutura do Porto Flutuante do Centro de Embarcações do Comando Militar da Amazônia (CECMA), que aprimora a prontidão logística na região. A nova instalação substitui o antigo sistema de balsas atreladas, proporcionando uma infraestrutura moderna e eficiente.

Segundo o Comandante Militar da Amazônia, General Costa Neves, a inauguração representa uma conquista para o CMA. “Estamos constantemente melhorando a nossa prontidão para cumprir missões diversas. A inauguração do Porto é mais uma conquista e o CECMA é um exemplo de compromisso e eficiência, elementos essenciais para o aumento da capacidade de combate na região”, disse.

A nova estrutura permitirá maior agilidade no carregamento dos módulos logísticos fluviais, facilitando a mobilidade de viaturas civis e militares e garantindo mais segurança pessoal e material. A nova estrutura também amplia a capacidade operacional e a prontidão logística do CMA.

Além do porto, foram inaugurados dois novos ferry boats adquiridos pelo CECMA, nomeados Matapi e Imeri. Essas embarcações são fundamentais para o apoio logístico do Centro de Embarcações.

O Porto Flutuante foi batizado em homenagem ao General Miotto, falecido em 2021, que teve uma atuação destacada na Amazônia Ocidental entre 2016 e 2018. O Comandante do CECMA, Tenente-Coronel Bitencourt, ressaltou a importância da nova estrutura. “O porto flutuante vai incrementar a capacidade de apoio à 12º Região Militar e trará mais celeridade nos embarques para diversas missões que o CECMA desempenha. Vamos oportunizar ao CMA um incremento operacional e logístico significativo”, finaliza destacando a colaboração decisiva do CECMA para a excelência no suprimento e transporte na região.

O Escritório de Projetos do Exército participou da entrega de embarcações, adquiridas com recursos do Programa Estratégico do Exército Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras.

FONTE: Agência Verde-Oliva/CCOMSEx

Subscribe
Notify of
guest

14 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Giovanni
Giovanni
21 dias atrás

Expandindo sua capacidade de levar urnas aos índios

Instituições funcionando
Selva

Fëanor
Fëanor
21 dias atrás

Finalmente o EB fazendo algo relevante em prol do povo brasileiro, embora muito aquém do esperado se considerarmos a elevada despesa orçamentária desta força.

Heinz
Heinz
Reply to  Fëanor
21 dias atrás

tá achando ruim? Vote em políticos reformistas e não na mesma tralha de sempre.

FERNANDO
FERNANDO
21 dias atrás

Legal, muito legal.
Parabéns ao EB

Rafael Gustavo de Oliveira
Rafael Gustavo de Oliveira
21 dias atrás

Parabéns ao EB….ironicamente o exercito pode ter uma “base naval”, mas não pode ter aviões vai entender esse Brasil…rs…entenda que não é uma reclamação, confesso que ainda sou a favor de bases de administração conjunta entre as forças, mesmo sabendo que os interesses e requisitos são diferentes entre elas, pois o caixa raiz chamado “bolso do contribuinte brasileiro” até onde eu sei continua sendo o mesmo.

Perdoem-me, ainda estou estudando se isso seria eficiente comparando modelos empregados em outros países, conflita ser eficiente nível força (EB, Marinha, FAB) com ser eficiente nível comando conjunto (ministério da defesa)

BraZil
BraZil
Reply to  Rafael Gustavo de Oliveira
19 dias atrás

Bom dia Rafael. A iniciativa de nada tem de estranho. O Exército opera no ambiente Amazônico, onde há muita água e rios. Portanto, precisa de bases “fluviais” e embarcações também. Quanto à interoperabilidade como você sabe, ela existe. Há vários exercícios conjuntos entre o EB e o CFN, comissões de ambos são transportadas em embarcações de um e outro e as instalações do CECMA são usadas pelo CFN sempre que preciso, ainda mais em caso de guerra. Também acho absurdo o EB não ter aviação de asa fixa própria (regional) ou seja, pequenos e médios transportadores e a aviação de… Read more »

Mateus
Mateus
21 dias atrás

Esses caras são uma piada.

BraZil
BraZil
20 dias atrás

parabéns ao EB. Estruturas de uso dual (inteligentemente) são um dos melhores investimentos a fazer na região Amazônica, agora que venham mais tropas e cobertura AAé.

Bueno
Bueno
20 dias atrás

Que ideia genial !!

Este tipo de base Flutuante existia no Vietnâ ?

BraZil
BraZil
Reply to  Bueno
20 dias atrás

Boa tarde Bueno. Aqui não dá para saber quando alguns colegas estão sendo irônicos kkk é que a idéia não é exatamente assim genial, mas é ótimo termos aderido a ela. Esses tipos de estruturas existem a décadas (talvez quase a dois séculos), e sim, no Vietnam os EEUU tinham navios base ou navios mãe, que ancoravam e serviam de base para vários barcos patrulha ribeirinhos. que ancoravam em cais flutuantes, ao lado do navio, para facilitara logística e permaneciam em locais de interesse, pelo tempo necessário, mudando-se para outros de acordo com os relatórios da inteligência. E havia molhes… Read more »

Bueno
Bueno
Reply to  BraZil
20 dias atrás

Não estava sendo Irónico, achei a ideia magnifica, da uma flexibilidade logística enorme, pode ser usado como uma base móvel avançada, e ser instalada em qualquer parte da Amazónia. Ressentimento a Venezuela ampliou sua presença na Fronteira com a Guiana , e eu não vi este tipo de plataforma/base naval móvel. ja vi uma matéria de usarem uma plataforma petrolífera como base avançada no mar, não lembro se foi no Naval , Voltando ao ser irónico, estamos pegando uma mania de criticar tudo que as FAs anda apresentando ( vejo a grande maioria fazendo isto), temos que nos policiar ,… Read more »

Last edited 20 dias atrás by Bueno
BraZil
BraZil
Reply to  Bueno
20 dias atrás

Apoiado. TMJ

Sebastiao
Sebastiao
Reply to  Bueno
20 dias atrás

Parabêns Exercito Brasileiro.

Marcelo Soares
Marcelo Soares
20 dias atrás

Parabéns ao EB e todos os envolvidos nessa missão, selva!!