Veículo de consórcio italiano está em fase de testes para a renovação da frota da força terrestre

O primeiro blindado em processo de aquisição pelo Exército Brasileiro para a renovação frota está retido no porto de Hamburgo, na Alemanha. O veículo embarcaria para Brasil no dia 20 de junho, mas a viagem foi impedida devido à ausência de documentação.

A informação foi detalhada em uma carta à Força enviada pelo consórcio italiano Iveco-Oto Melera, primeiro colocado no processo de licitação para a compra de 98 unidades do Centauro II-BR, os chamados de Veículo Blindado de Combate de Cavalaria (VBC Cav).

De acordo com o Exército, os trâmites alfandegários estão sendo solucionados pelo consórcio e, agora, o blindado italiano tem previsão de embarcar ao Brasil no dia 2 de julho.

O veículo está sendo enviado ao Brasil como um etapa de teste para a efetivação da compra. O atraso de 20 dias não deve atrapalhar o cronograma estabelecido para a aquisição dos veículos, informou a Força à CNN.

Em novembro de 2022, no final do governo Jair Bolsonaro, o Exército concluiu o processo de escolha do blindado para a renovação da frota da Força Terrestre. O contrato assinado com o consórcio italiano é no valor de R$ 5 bilhões para a aquisição dos 98 blindados

Antes de finalizar a compra, porém, ocorre uma fase de testes com dois veículos. De acordo com informações do Exército, as avaliações técnicas começaram a ser feitas na Itália por engenheiros militares brasileiros e mais de 80% já estão concluídas.

Superada essa fase, os veículos são enviados ao Brasil para uma avaliação operacional. Ou seja, serão testados em situações de combate e no terreno brasileiro – que tem características diferentes da Itália, onde foi fabricado.

No Brasil, os testes serão feitos no Centro de Instrução de Blindados em Santa Maria, o Rio Grande do Sul, e deverão estar concluídos até o dia 31 de dezembro.

Além do veículo retido na Alemanha, o segundo blindado para teste deve embarcar para o Brasil ainda em julho. Ele está passando por um processo de pintura para se adequar às cores do Exército brasileiro.

FONTE: CNN Brasil

Subscribe
Notify of
guest

84 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Rodrigo
Rodrigo
19 dias atrás

Nada de grave, ao ler o titulo por cima pensei que era algum embargo.

Fábio Coutinho
Fábio Coutinho
Reply to  Rodrigo
16 dias atrás

_______________.Isso claramente é uma retaliação ao governo brasileiro. Governo Lula se negou a fornecer munição ´para os Tanques Leopards que foram cedidos a Ucrânia.

EDITADO. MANTENHA O RESPEITO.
LEIA AS REGRAS DO BLOG:
https://www.forte.jor.br/home/regras-de-conduta-para-comentarios/

Mr. White
Mr. White
19 dias atrás

Os exercitos possuem estagiarios tambem?

Camargoer.
Camargoer.
Reply to  Mr. White
19 dias atrás

Quem errou foi o exportador….

737-800RJ
737-800RJ
Reply to  Camargoer.
19 dias atrás

Então foi o estagiário do exportador!

Elintoor-_
Elintoor-_
Reply to  737-800RJ
19 dias atrás

kkkk…. “estagiário” e “sogra” viraram nomes malditos no Brasil, rs

Matheus
Matheus
19 dias atrás

Não existe porto na Italia? Por que teve que ir pra Alemanha?

Nativo
Nativo
Reply to  Matheus
19 dias atrás

Essa distância maior de transporte, deve ser pra justificar quase 10 milhões de dólares por cada veículo

Koprowski
Koprowski
Reply to  Matheus
19 dias atrás

Para poder ser embargado…kkk

DanielJR
DanielJR
Reply to  Matheus
19 dias atrás

Quem faz a rota é o transportador, igual aos correios.

Matheus
Matheus
Reply to  DanielJR
19 dias atrás

Mesmo assim, tem que levar quase 1000km pro mar do norte?

Henrique
Henrique
19 dias atrás

eles explicaram pq ele não poderia sair pela Itália?

(calma gente o negocio ainda vai ficar 6meses preso nos Correios em Curitiba)

Nativo
Nativo
Reply to  Henrique
19 dias atrás

Era melhor ter comprado na shopee kkkkkkkk

Rodrigo
Rodrigo
Reply to  Henrique
18 dias atrás

Se passar por cajamar também perdido

Neural
Neural
19 dias atrás

Fico abismado gastarem 50 milhões de reais por unidade de blindado que pode ser destruído por um simples RPg

Filipe Prestes
Filipe Prestes
19 dias atrás

Os portos de Trieste ou Gênova não estão funcionando? Pra que diabos esse veículo foi pra Hamburgo?

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
19 dias atrás

1- pelo que entendí do texto, a culpa da falta de documentação é do exportador, e não do EB, confere?

2- desculpe a pergunta, mas se o veículo é italiano, o que diabos ele está fazendo num porto alemão?

Claudio Muller
Claudio Muller
19 dias atrás

Nessa negociação o mais interessante é que a compra foi em regime de urgencia, apesar de ser um ótimo veiculo não entendo porque não desenvolver a versão 8×8 do Guarani com canhão de 105/120mm (que foi tempos atraz rejeitada pelo Exercito) de não época propuseram o canhão de 90mm, dessa forma não precisaríamos enviar dolares para fora. Coisas de Brasil, preferem comprar do que produzir ou desenvolver aqui (como dizem que o Brasil prefere ja equipamentos com experiencia comprovada) mas dessa forma vai ser dificil manter a industria de defesa (quando desenvolvemos não compramos)

Willber Rodrigues
Willber Rodrigues
Reply to  Claudio Muller
19 dias atrás

Bixo, sejamos sinceros aqui:

Com o EB atrasando pagamentos do Guaraní, tesourando o n° de pedidos seguidamente, e até hoje não ter feito / homologado a maioria da sversões do Guaraní que eles pretendiam ( como o porta-morteiro ), ao mesmo tempo em que o EB gasta grana naquela inutilidade do Cascavel 2.0, quanto tempo o EB demoraria pra fazer esse Guaraní 8×8?

Sulamericano
Sulamericano
Reply to  Willber Rodrigues
19 dias atrás

Um dos maiores sabotadores das forças armadas é o próprio alto comando.

Vitor
Vitor
Reply to  Sulamericano
18 dias atrás

Pode até ser… não descarta a mando de agente externo… exemplo tem aos milhares .

Charle
Charle
Reply to  Vitor
18 dias atrás

“EUA”… quer dizer, eu tenho um suspeito de quem é o “agente externo”…

Wilson
Wilson
Reply to  Claudio Muller
19 dias atrás

Investir dezenas de milhões de verdinhas durante vários anos para desenvolver um projeto com vários semelhantes concorrendo no mercado externo e, no final, ratear os custos desse projeto entre 98 veículos? Com chances de ficar uma droga? Não, obrigado!

A Véia Quaker
A Véia Quaker
Reply to  Wilson
19 dias atrás

Alguns engenheiros Brasileiros,desde o ano de 1929 já se fazia testes bem sucedidos com o álcool combustível para carros e até Locomotivas.
O mal do Brasil é o próprio brasileiro, que se “rende” muito fácil ao poder Econômico, e,despreza os Brasileiros que querem o bem do País. 😪

Sulamericano
Sulamericano
Reply to  Wilson
19 dias atrás

Sim, melhor comprar lá fora e brincar de milico aqui dentro.

Só que, com um simples embargo, a brincadeira acaba logo.

Mas no fundo mesmo você tá certo: praticamente todas as “iniciativas” de desenvolvimento de uma indústria de defesa nacional acabaram em nada.

Ultimamente já sou da opinião de só manter a mamata, os salários e pensões e parar de fingir que as FFAA servem pra alguma coisa nesse país.

Henrique A
Henrique A
Reply to  Claudio Muller
19 dias atrás

Desenvolver um projeto do zero envolve muitos custos e riscos. Pra modificar o Guarani para ser um 8×8 com canhão o EB teria que certamente gastar mais do que está gastando para adquirir os Centauro II.

art
art
Reply to  Henrique A
19 dias atrás

ja existe um guarani 8×8, chama-se SUPER AV e os marines americanos estão cogitando uma versão dele

Last edited 19 dias atrás by art
C G
C G
Reply to  Henrique A
19 dias atrás

Sim mas uma fatia gorda do valor retorna para o país né?!

Bernardo
Bernardo
Reply to  C G
18 dias atrás

volta, mas isso não garante que compense. se você conseguir vender o suficiente pra custear o valor do desenvolvimento, vale. existem inúmeros 8×8 no mercado de empresas muito mais tradicionais que daqui, com muito mais bala na agulha pra dar desconto que aqui, com muito mais capacidade fabril pra fabricar mais rápido que aqui, incluindo a IVECO, não sei se teria demanda o suficiente (juntando tudo, porque aqui dentro a gente sabe que certamente não teria, não existem compras grandes). Existe o benefício de conhecimento industrial, mas considerando que: 1) acabou de desenvolver um veiculo 6×6 e industrialmente as diferenças… Read more »

Nativo
Nativo
Reply to  Claudio Muller
19 dias atrás

Coisas do nosso nacionalismo militar.
Piada pronta.

Rafael Oliveira
Rafael Oliveira
Reply to  Claudio Muller
19 dias atrás

O programa já caiu de 2044 para menos de 1600 veículos e ainda irá cair mais.
Nem as versões 6×6 do Guarani foram desenvolvidas (Porta-morteiro, Ambulância, Anti-aéreo, etc) você acha que iriam desenvolver a 8×8?

Senhor Maskarado
Senhor Maskarado
Reply to  Rafael Oliveira
17 dias atrás

A gente sonhava a gente sonhava e o EB deixou sonhar até cairmos da cama e acordar :’)

A Véia Quaker
A Véia Quaker
Reply to  Claudio Muller
19 dias atrás

Ninguém com um mínimo de bom senso entende isso.

Jenoir Sirtoli
Jenoir Sirtoli
Reply to  Claudio Muller
16 dias atrás

Em parte concordo, mas estrategicamente é bom conhecer tecnologias estrangeiras…

AguiarNGB
AguiarNGB
19 dias atrás

Quando nossos estrategistas militares vão entender…..comprar equipamentos de fora….so gera emprego e investimentos no exterior….nossa indústria bélica carece urgentemente de apoio….ou estaremos fadados a depender sempre da boa vontade e interesses dos outros…..

Pablo
Pablo
Reply to  AguiarNGB
19 dias atrás

Ai tu investe bilhões para construir um punhado e colocar mais umna concorrência entre vários. Nao e assim, exemplo disso e o kc 390, que esta substituindo o C130, que ate onde sei, nao tem concorrentes da mesma categoria. Tiro certo da EMBRAER e FAB que aproveitaram essa demanda que o C130 está deixando.

Jagderband#44
Jagderband#44
Reply to  AguiarNGB
19 dias atrás

Eles não estão preocupados com isso.
Apenas com os soldos/pensões/aposentadorias/gratificações.

Henrique A
Henrique A
Reply to  AguiarNGB
18 dias atrás

O Brasil é um país muito pobre, com baixíssima produtividade e endividado até o pescoço; pode esquecer essas fábulas de desenvolvimento da indústria de defesa. Sem prata nada vai pra frente.

Last edited 18 dias atrás by Henrique A
EduardoSP
EduardoSP
Reply to  AguiarNGB
18 dias atrás

Mais apoio do que já é dado?
Isso aí é um saco sem fundo, e sem visão estratégica e perspectiva futura.

Sturmgewehrstgde
Sturmgewehrstgde
Reply to  AguiarNGB
17 dias atrás

Acho que você não sabe mas do pedido de 98 unidades somente esses 2 serão importados. Os outros 96 serão fabricados no Brasil na fábrica da Iveco em MG.
Então estão gerando empregos no Brasil m

Neural
Neural
Reply to  Sturmgewehrstgde
17 dias atrás

Pelo preço não vale a pena. É igual a Helibras. Pagamos caro pra maquiar o produto aqui, 99% das peças são importadas, em prol do emprego de 500 sortudos, pagamos caro e tiram bilhões do tesouro. Não vale a pena.

Last edited 17 dias atrás by Neural
Gabriel BR
Gabriel BR
19 dias atrás

Erro dos técnicos de exportação do fabricante

GFC_RJ
GFC_RJ
19 dias atrás

Sobre o último parágrafo, está previsto para o segundo Centauro ser embarcado por Antuérpia.

Marcelo
Marcelo
Reply to  GFC_RJ
19 dias atrás

Só para faltar um documento exigido pelo governo belga? 🙂

Last edited 19 dias atrás by Marcelo
Bueno
Bueno
Reply to  Marcelo
19 dias atrás

kkkkk
foram deixar o desembaraço nas mãos dos despachantes de Curitiba , olha no que deu

LucianoSR71
LucianoSR71
19 dias atrás

Lógico que a 1ª coisa que vem a mente é: por que enviaram p/ um porto alemão? Meu chute é que isso tem a ver c/ os custos do frete marítimo. O CIO (Consórcio Iveco-Oto Melara, e não Melera como está no texto da CNN) deve ter buscado um navio que já tivesse cargas p/ o Brasil, portanto o custo seria menor, e numa data mais próxima, deve ter aparecido um c/ partida de Hamburgo, enviou provavelmente num trem de carga, mas deu m…

Bueno
Bueno
Reply to  LucianoSR71
19 dias atrás

meu chute é que o EB/Governo tem participação neste atraso, para não pegar mal , devido as enchentes no RS.
Não consigo outra justificativa para uma caca deste tamanho…

André
André
19 dias atrás

A pergunta que não foi respondida até agora ? Por que raios o blindado foi parar na Alemanha se poderi ter vindo via-Itália????

Henrique
Henrique
Reply to  André
19 dias atrás

tb queria saber, mas o comentário que eu perguntei isso há 40min ta retido na fiscalização kkkkkkk


Agora foi kkkk

Last edited 19 dias atrás by Henrique
LucianoSR71
LucianoSR71
Reply to  Henrique
19 dias atrás

Meu comentário também está retido, acho que o algoritmo se empolgou c/ o tema retenção.

Rafael Gustavo de Oliveira
Rafael Gustavo de Oliveira
19 dias atrás

“…Em novembro de 2022, no final do governo Jair Bolsonaro, o Exército concluiu o processo de escolha do blindado para a renovação da frota da Força Terrestre…” acho engraçado a CNN tentar linkar uma coisa onde não existe um link…..mérito de aquisição exclusivo do EB, parabéns aos envolvidos no processo de aquisição.

Bueno
Bueno
Reply to  Rafael Gustavo de Oliveira
19 dias atrás

Acho engraçado tentar lacrar com esta besteira de polarização.
Já que foi , Cadê o Grande PACãodaDefesa ?
Grana esta faltando, estão a procura de F-16 com 30 anos de operação !

Last edited 19 dias atrás by Bueno
Wagner
Wagner
19 dias atrás

Off Topic: Ortodoxos são obrigados pela justiça a se alistar no exército, a baixa está aumentando nas fileiras da IDF ?

C G
C G
Reply to  Wagner
19 dias atrás

Negativo, não há registro de grandes baixas ou aumento de fileiras que exija isso, acompanhando em sites gringos a resposta é uma questão de isonomia social, não servir era um privilégio que não estava pegando bem, os caras fortes e saudáveis liberados enquanto que para a maioria das mulheres é obrigatório, simples assim.
Lembrando que pra muitos não ortodoxos servir esta longe de ser um fardo, pelo contrário, é um rito de passagem da juventude que a maioria tem orgulho de cumprir!

Daniel
Daniel
19 dias atrás

Não é problema nosso. A IVECO que se vire para resolver esse problema e os próximos. Mas o fato do segundo Centauro estar vindo por um porto belga já mostra que os italianos não confiam muito na burocracia alemã.

DanielJR
DanielJR
Reply to  Daniel
19 dias atrás

Cada viagem pode ter um custo diferente, oportunidades de navios com espeço e no tempo certo. Não é uma coisa sedimentada, como o envio contínuo de uma carga, como soja ou carros. São envios avulsos, devem escolher os mais baratos que encaixem na agenda do remetente.

Daniel
Daniel
Reply to  DanielJR
19 dias atrás

Não reconhece uma ironia, né amigo? 😁

Augusto José de Souza
Augusto José de Souza
Reply to  Daniel
19 dias atrás

E na deles eles não confiam? Porque diabos estão despachando por portos alemães e belgas?

Daniel
Daniel
Reply to  Augusto José de Souza
19 dias atrás

Aí entra a explicação do DanielJR.

Carlos I
Carlos I
19 dias atrás

Que bom, assim o governo sente um pouco a frustração que brasileiros que precisam importar passam com frequência no emaranhado burocrático.

Até para os civis estão criando burocracias e cobrando mais impostos.

FERNANDO
FERNANDO
19 dias atrás

Questão de subserviência.

PATRIOTA
PATRIOTA
19 dias atrás

Espera sentado que esse desgoverno vai armar as Forças Armadas…

Sulamericano
Sulamericano
Reply to  PATRIOTA
19 dias atrás

Espera sentado que as forças armadas vão fazer alguma coisa pra se armar.

Heinz
Heinz
Reply to  Sulamericano
18 dias atrás

Cara, tu pode ser o hater gratuito, mas as FA estão fazendo o que o orçamento permite para se “armar”, está muito aquém do ideal? sim!, entretanto um fato é um fato, há vários programas de modernização e aquisição acontecendo nas 3 forças.

C G
C G
Reply to  PATRIOTA
19 dias atrás

Ahhh para ne cara, se vc polarizar esse debate vai acabar ficando feio, ta cheio de projeto da era PT nas FA, gostando ou não vamos ser justos!

José 001
José 001
19 dias atrás

Só irão enviar depois que o Exército pagar o IPVA/DPVAT para não correr o risco de ser apreendido com documentação atrasada.
É verdade!
Notícia saiu no canal Hoje no Mundo de Narnia Militar.
Tem 7 minutos.
Olhem lá.

Augusto José de Souza
Augusto José de Souza
19 dias atrás

Como ele foi parar na Alemanha,não tem Porto na Itália para exportar direto?

Felipe
Felipe
19 dias atrás

Se tivéssemos comprado o Norinco ST-1 de nossos parceiros chineses (futuros sócios da Avibrás), já teríamos recebido todos, mas preferimos (graças ao desgoverno anterior) comprar de nossos muy amigos alemães da Otan, que já acharam pelo em ovo e estão embargando o Centauro, pois sua transmissão é Alemã (a falta de documentação é historia para boi dormir). Mas tudo bem, tem os que preferem comprar material militar do Ocidente e sempre ser embargado.

Sulamericano
Sulamericano
Reply to  Felipe
19 dias atrás

Não foi comprado na China porque o artigo estava indisponível no site da Shein.

Joao
Joao
Reply to  Felipe
19 dias atrás

Já teríamos recebido, e eles já teriam quebrado…

Neural
Neural
Reply to  Felipe
17 dias atrás

Norinco teria sido a melhor opção e eu disse na época. Ia vir com canhão 105mm, mas ia vir com ATGMs chineses, poderíamos até adaptar o MSS 1.2 nele, um projeto nacional qualificado aqui prós nossos requisitos numa empresa genuinamente Brasileira. Motorização seria MTU ou Caterpillar, então seria uma excelente opção

André Lopes
André Lopes
19 dias atrás

Também achei surpreendente este impasse. Teoricamente, a Itália, país onde o blindado é fabricado, tem um grande porto no Mediterrâneo (Gênova) e uma das maiores empresas de transporte marítimo (MSC). Deve ter algum motivo econômico forte para que os blindados sejam despachados de Hamburgo, valor do frete, taxas portuárias mais baratas, aproveitamento de outros afretamentos já destinados ao Brasil a partir de Hamburgo, etc,

Bueno
Bueno
Reply to  André Lopes
19 dias atrás

Poderia ter contratado a SADA , kkk

Rosi
Rosi
Reply to  Bueno
19 dias atrás

Kkk Acho que eles tem navios tmb

Antonio Palhares
Antonio Palhares
19 dias atrás

Quero saber porque o bonitão não poderia sair de um porto Italiano.
Muita frescura.

Dudu
Dudu
19 dias atrás

Ótima oportunidade para cancelar a compra e poupar R$ 5 bilhões dos impostos suados do contribuinte.

Sulamericano
Sulamericano
Reply to  Dudu
19 dias atrás

Onde assino a petição?

Nei
Nei
Reply to  Dudu
19 dias atrás

Colega, o site de receitas não é esse.

naval762
naval762
19 dias atrás

A alfândega alemã cheia de boa vontade por causa do posicionamento brasileiro sobre a guerra na Ucrânia.

Joao Ricardo
Joao Ricardo
19 dias atrás

Pq o blindado atravessou a Europa pra embarcar para o Brasil? Não entendi essa! Sendo que existem inúmeros portos na Itália que poderiam facilmente embarcar qualquer modelo blindado…

Bryan
Bryan
18 dias atrás

Um país como o Brasil deveria produzir, incentivar a indústria nacional.

Tutor
Tutor
18 dias atrás

Aí cumpañero, uma oportunidade para se resolver com uma conversa e uma cervejinha junto ao camarada Olaf; e os alemães gostam de um cervejinha.

Fabio
Fabio
18 dias atrás

Problemas na remessa conforme, capaz ficar redito em Curitiba

suTERMINATOR
suTERMINATOR
18 dias atrás

Nao era melhor ter comprado 300 Hilux, Deve aguentar mais a pacanda que vao levar dos Drones kamikazes.