segunda-feira, setembro 27, 2021

Saab RBS 70NG

Veículos blindados MRUVs RG-31 para o Exército Espanhol

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

A General Dynamics Santa Bárbara Sistemas fechou contrato de 64,6 milhões de euros (US$102 milhões) com o Governo espanhol, para fornecer veículos MRUV (Mine-Resistant Utility Vehicle) RG-31 Mk5E ao Exército da Espanha. A General Dynamics Santa Bárbara Sistemas é uma das quatro empresas que compõem a General Dynamics European Land Systems.

O contrato preconiza a entrega de 100 veículos – 85 Armored Personnel Carriers (APCs), 10 ambulâncias e 5 variantes de posto de comando – com a integração de torretas Remote Controlled Weapon Station (RCWS) e apoio logístico integrado (ILS). Os trabalhos no âmbito do contrato estão previstos para serem concluídos até 2009.

O contrato inclui uma opção de uma segunda fase para 80 veículos suplementares, que incluirá algumas modificações na Espanha.
A General Dynamics Santa Bárbara Sistemas, como principal contratante, proporcionará a gestão do programa, engenharia e suporte logístico. A BAE Systems Land Systems MAC, da África do Sul, fornecerá os veículos como subcontratada da General Dynamics.

NOTA DO BLOG: Abaixo, duas fotos de veículos RG-31 atingidos por IEDs (improvised explosive devices).

- Advertisement -

22 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
22 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marine
Marine
13 anos atrás

E o mesmo veiculo que a companhia de seguranca britanica AEGIS utilizava para seus profissionais em Fallujah mas vou lhes dizer que nao sou fa desse negocio de turret por controle remoto…

cesar
cesar
13 anos atrás

bom dia marine.
poderia esclarecer melhor o problema das torretas por c remoto?

cesar
cesar
13 anos atrás

e os veículos desenvolvidos pela avibrás baseados na carroceria do unimog, ñ se enquadrariam nesta categoria? (guará e o outro q ñ recordo o nome no momento). além desses, ainda há o da inbrafiltro. o EB ñ preve a aquisição destes?

Claudio
Claudio
13 anos atrás

Eu acho que em vez de Caverão a PM das nossas principais cidades deveriam comprar esse veículo. 😉
Agora sem brincadeira, um veículo do tipo RG-31 seria bastante útil no Haití, sem falar que o custo de manutenção dele deve ser bem menor do que Mowag / Urutu e termos de proteção seriam muito melhores do que os Toyota / Land Rover.

Alfredo_Araujo
Alfredo_Araujo
13 anos atrás

Marine, quem deve ser fan dessas turrests por controle remoto sao os tripulantes q nao precisam mais “botar a cara”!! =]

Claudio
Claudio
13 anos atrás

Cesar,
Sinceramente eu não sei qual é o problema com o Guará da Avibras (por sinal há uma variante específica para a polícia AV-BOPE TP 10), já ouvi alguns comentários sobre o preço dele que seria acima da concorrência, mas não sei é verdade.
Mas o projeto já está meio antigo, eu não sei se ele está no padrão MRAP Cat-II.

Marine
Marine
13 anos atrás

Alfredo e Cesar, Vou tentar explicar o pq da minha opiniao mas e uma dessas coisas que e dificil explicar em palavras ainda mais para os que nunca estiveram la, tbm minha opiniao nao diz em conta todas as possibilidades que esse equipamento pode ser usado mesmo porque nao sou Deus e nao tenho como advinhar todas as infinitas variaveis como cenario, missao, rules of engagement, clima e centenas de outras. Apenas digo que nao gosto delas baseado na minha experiencia no Iraque em um conflito de guerrilha urbana, mas vamos la: Esse conceito de turret por controle remoto e… Read more »

cesar
cesar
13 anos atrás

marine,
valeu pela explanação. de qualquer forma, ñ tem jeito, é sempre o infante q tem q mostrar a cara. SEMPER FI.

cesar
cesar
13 anos atrás

claudio,
espero q a família de veículos da avibrás, c/as devidas atualizações, esteja nos planos do EB. Se ñ na função do RG31, em outras talvez. e que ñ se transformem em mais um projeto perdido.
sugestão ao site: veículos avibrás e suas utilizações.
saudações a tds.

Marine
Marine
13 anos atrás

Cesar,

Exatamente! o equipamento mais importante sempre sera o homem!

Semper Fi!

CorsarioDF
CorsarioDF
13 anos atrás

Não sei se ele salvou os soldados, mas que foram inutilizados foram!!!

G-LOC
G-LOC
13 anos atrás

Esta tática da torreta não leva em conta a proteção que um veículo dá ao outro.
Também já notei que os veículso não param em locais populosos. Eles avançam para cima e empurram o que tiver na frente para fora.
Nas imagens e vídeos que vejo as torretas estão sempre guarnecidas.
No caso das torretas remotas elas estão ligadas a detectores de sniper (quando instalado) e a reação é bem mais rápida que a torreta manual.
Cada uma tem vantagens e desvantangens. Gostaria das duas no meu comboio.

Marine
Marine
13 anos atrás

Pois e,

Nao quero a de controle remoto nem se me pagarem extra! E o detector de sniper e uma m&$%@! mais um dos trambolhos eletronicos que so funcionam na teoria…

G-LOC, veiculos param em locais populosos sim, tudo isso depende da situacao, nao se pode falar que nunca vai parar em um local ou nao…

Por favor, ouca a opiniao de quem ja viveu isso, acho que vale mais do que assistir videos.

Sds.

Vassily Zaitsev
Vassily Zaitsev
13 anos atrás

O IED tem sido o pior inimigo dos americanos no Iraque. Pode ser dissimulado com qualquer coisa. Uma vez, vi um vídeo em que uma patrulha dos U.S. Marines encontra um desses artefatos dentro de um cachorro morto, rente a sarjeta de uma rua de Fallujah. UM sniper entou em ação e voou tripas de cachorro pra tudo que é lado.

Bosco
13 anos atrás

Marine,
ótima explicação sobre as “armas de controle remoto” X turret gunner.
Um abraço.

Rodrigo
Rodrigo
12 anos atrás

Esoero ver no nosso Exercito o GUARA

konner
konner
12 anos atrás

Mas há também outro probléma com relação as torretas. O problema parece ter a ver não com questões militares, mas sim com as leis da física. Pensado especialmente para proteger os passageiros, o MRAP não é um veículo de combate, mas mesmo assim, muitos modelos foram equipados com uma torreta armada com uma metralhadora pesada. Só que a torreta aumenta o centro de gravidade do veículo, aumentando a possibilidade de capotamento. Uma análise efetuada recentemente por um responsável dos Fuzileiros Navais norte-americanos, afirmava que de todos os incidentes com veículos do tipo MRAP ocorridos entre 2007 e 2008, quase 90%… Read more »

Marine
Marine
12 anos atrás

konner,

Vc tem razao, isso e outro problema com os MRAP e faz parte do que disse antes que ha uma preocupacao nossa aqui em eles nos fazer menos expedicionarios, com relacao a pontes o perigo maior e no Afeganistao pelo fato da infraestrutura rodoviaria do pais e quase inexistente.

Nao posso discutir TTPs muito, mas temos adaptado da melhor maneira possivel as vezes fazendo um mix de Humvees e MRAPs em patrulhas.

Sds.

Rodrigo
Rodrigo
12 anos atrás

Espero ver uma reportagem sobre o guara (avibras) e o da Imbra…

Mauricio R.
12 anos atrás

Espero e torço p/ NÃO ver esse “Guará” no EB e nem no CFN!!!!
Já chega essa porcaria do “Marruá”!!!
Pena que no Haití não tem IED, roadside bombs, etc…, seria altamente educativo p/ nossas forças armadas, industria, governo e p/ alguns que aqui postam.
Equipamento militar tem é que atender, mediante avaliação, as necessidades estabelecidas pelas forças armadas e não ser adquirido pq é fabricado no pais!!!

Marine
Marine
12 anos atrás

Mauricio R;

Concordo!!

Sds.

Bosco
12 anos atrás

Marine,
por que o Mauricio R. é assim??????
Se puser ele como “turret gunner” vai ser o maior “pega pra capar”…
Curuis!

Últimas Notícias

Paraquedistas russos começam exercícios em grande escala na Crimeia

SIMFEROPOL, 27 de setembro. /TASS/. Os exercícios em grande escala de um assalto aéreo com um regimento de artilharia...
- Advertisement -
- Advertisement -