Home Opinião Desfecho do seqüestro em Santo André (Opinião)

Desfecho do seqüestro em Santo André (Opinião)

129
0

violencia-zona-leste-policia-sao-paulo - Yasuyoshi Chiba - AFP

“Os fatos ocorridos em Santo André, nada mais são que o resultado do pensamento dominante dos “iluminados” que nos governam atualmente. Sou policial a 23 anos. Quando entrei para a polícia militar, era o final do regime linha dura. Aí passamos a outra ideologia, quando houve um assombroso aumento nos direitos e garantias individuais. Nada que eu seja contra, mas acho que exageramos quando vamos para uma ocorrência objetivando preservar a vida do meliante, em detrimento das vítimas. Estamos como policiais, extremamente preocupados em não algemar, não expor os presos as lentes da cameras da imprensa, não divulgar nomes, não usar força excessiva na contenção de criminosos, não desagradar as ONGs que preservam direitos humanos. Além disto tudo, continuamos ganhando salários ridiculos, independente se o governo for ARENA, MDB, PSDB ou PT. Treinamento? Não brinquem, em todo o tempo passado na polícia, fui submetido a dois treinamentos que não totalizaram 4 dias. Possuímos problemas graves, como alcoolismo, problemas de stress, os quais não são proporcionados tratamentos, etc. E os desvios de conduta? Estes na maioria das vezes nem são apurados. Mas hoje acredito que a polícia é um reflexo da cultura que possuímos, nossos valores e crenças. Vivemos em uma sociedade do “coitadinho”, onde todos são vítimas (principalmente marginais), onde muitos querem a “pena de morte”, menos para seus parentes e amigos, pois aí seria arbitrariedade do Estado. E o mais grave de tudo, op policial deve se manter equidistante de sentimentos, de ser emotivo. É muito preocupante quando polciais usam discursos de “pobre trabalhador apaixonado” ou “colocaria meu filho no lugar”, ou ainda “vitima de um sistema excludente”. Sempre pautei minha conduta profissional em resolver a ocorrência sem envolvimento emocional ou ideologico.” – Angelo

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
pablo
pablo
11 anos atrás

pessoal, nao boa, acho que esse assunto ja deu o que tinha que dar…

edilson
edilson
11 anos atrás

Sr. Angelo.
concordo com a sua explanação.
gostaria de pedir-lhe algo.
poderia eu tornar público este seu comentário?

Fábio Max
11 anos atrás

É por aí mesmo… …não adianta reclamar da Polícia, a reclamação deve ser contra os políticos. Claro que critiquei o GATE sobre o caso, porque penso que polícia deve agir como polícia e não dar ouvidos à imprensa. Mas o fato é que tem um monte de gente aporrinhando a paciência dos policiais, muitas vezes com as graças de juízes e promotores extremamente despreparados que, formados em berço esplêndido e saídos de famílias ricas e de classe média alta, não têm experiência para saber o que é o crime e acabam acreditando na esparrela dos direitos humanos que são de… Read more »

AMX
AMX
11 anos atrás

Não quero ser chato, mas, no post anterior, viram o que eu falei sobre imprensa e tal?
Tá aí a confirmação.
E o Fábio tá certo. A reclamação deve ser dos políticos também. E, por sua vez, contra nós como povo. É a gente que vota!
Todo mundo sabe que eles agem assim: qdo. a polícia ou as FAs devem fazer ou providenciar algo, qqer. que seja, cobram. Mas, na hora de prover recursos ou atender a um pedido de compra, adoram remeter ao período da Ditadura, usando como desculpa pra não atendê-los.
Abraço!

Walderson
Walderson
11 anos atrás

Concordo em parte com o Sr. Angelo. Nada pessoal, apenas divergência de opinião. O mundo está progredindo, temos de acompanhar. Não temos mais como querer continuar vivendo num mundo como o de antes, na época da ditadura. Naquela época, ninguém podia reclamar dos desmandos da polícia (genericamente falando) e das FAs. Elas faziam o que bem entendiam e eram encobertas pelo sistema. Muita gente morreu e foi torturada apenas porque alguém ouviu dizer que fulano era comunista. Falta preparo na polícia para investigar, faltam equipamentos, faltam treinamentos, falta pessoal, faltam melhores salários, tratamentos etc. Tudo isso eu concordo que falta.… Read more »

Marine
Marine
11 anos atrás

Walderson,

Excelente comentario!

Hornet
Hornet
11 anos atrás

Amigo Walderson,

Parabéns pelos comentários!

E reafirmo uma vez mais um ponto que vc escreveu: “está na hora de revermos o “PACTO DA MEDIOCRIDADE” existente no nosso país. Está na hora de desenvolvermos e de sermos cidadãos.”

um forte abraço

Patriota
Patriota
11 anos atrás

Pessoal! Perguntem a qualquer PM de SP e estes lhes informaram de quem foin a ordem para NÃO ATIRAR no sequestrador… a ingerência política neste caso foi fatal, para as refens…
ELEIÇÃO EM SP, com o candidato do Governador na dianteira, e com sua blindagem na mídia, nao poderia haver outro desfecho.

Walderson
Walderson
11 anos atrás

Obrigado,

Marine e Hornet.
Eu apenas falei o que penso que está engasgado na garganta de qualquer um de nós. Apenas cheguei primeiro e postei.

Um abraço.

angelo
angelo
11 anos atrás

Ao ler o comentário do Sr. Walderson, de excelente nível, gostaria de esclarecer que em nenhum momento defendi ou achei melhor os meios usados durante a ditadura. Acredito sim, que não houve investimentos necessários para transformar aquele policial “brucutu” em um policial realmente especializado, seja no trabalho de policiamento ostensivo, exclusividade da Polícia Militar, ou investigativo, seara da Polícia Civil. Como bem disse o Sr. Walderson falta cidadania para os policiais, assim como falta para a maioria da população. Nunca devemos esquecer que ninguém nasce policial, o indivíduo opta pela carreira de polícial, sendo que trás de sua vida anterior… Read more »

Corsario-DF
Corsario-DF
11 anos atrás

Excelente debate. Mas só quem vive um dia-a-dia de uma delegacia policial em qualquer lugar do Brasil sabe das dificuldades encontradas no cotidiano das mesmas. Infelizmente temos um grande país comandado por Bes… mas fazer o quê? Só com a mobilização da sociedade é que vamos crescer. Sds.

Walderson
Walderson
11 anos atrás

Angelo, Parabéns pelas palavras. Não quis dizer que vc estava defendendo os meios utilizados na ditadura. Desculpe-me se me fiz entender dessa forma. É que é um espaço curto para um problema enorme. E como é a escrita o meio de comunicação, as vezes passe desapercebido a maneira como nos referimos. De qualquer forma, desculpe-me novamente. O que quis dizer tb é que temos um problema muito maior: o famoso PACTO DA MEDIOCRIDADE que impera no Brasil. Todo mundo no Brasil quer viver num país de primeiro mundo, mas ninguém quer abrir mão de nada pra isso. Tb ninguém quer… Read more »

Douglas
Douglas
11 anos atrás

O Comentário do Angelo, lançado no post, é correto. Parece-nos que existe hoje um doutrina de garantir a incolumidade do agressor, as vezes, pondo-se em segundo plano até a incolumidade da vítima, e o resultado é o que se viu. Há sim um grau de inversão de valores e prioridades na persecução penal brasileira. Existe uma doutrina de invariável vitimização do agressor que acaba por engessar o braço da lei, tornando-o ora inócuo, ora inepto, e por isso injusto.

konner
konner
11 anos atrás

[” Walderson em 22 out, 2008 às 18:25 “]

[” Walderson em 24 out, 2008 às 14:40 “]

BRAVO !! BRAVO !!!! BRAVO !!!!!!!

Amigo Walderson, vc é que está iluminado !!

Pato Preto
Pato Preto
11 anos atrás

Quando vi pela TV um Promotor dizer que a maior preocupação era a preservação da vida de TODOS (quase gritou) tive a certeza que não poderia confiar na ação policial. Se fosse com uma filha minha (a gente sempre se identifica com esses realities shows) eu mesmo teria que eliminar essa ameaça à sua vida e sanidade mental.
Me sinto dentro de um filme de bang-bang onde só os índios estão armados e protegidos pelos rangers.

Walderson
Walderson
11 anos atrás

valeu, amigo Konner.

Um abraço e bom fds a todos.