Home Nota oficial Exército Brasileiro cancela VBTP M113 BR

Exército Brasileiro cancela VBTP M113 BR

730
30

Exército Brasileiro VBTP M113 BR

Segundo comunicado do Departamento Logístico da Diretoria de Manutenção do Exército Brasileiro, “o Estado-Maior do Exército Brasileiro (EME) concluiu que os trabalhos desenvolvidos pela Comissão Especial, criada para selecionar empresas interessadas em participar do Projeto de Modernização da VBTP M113 B, em função de inúmeros fatores externos, não atingiram os objetivos inicialmente almejados”. Em conseqüência, o EME decidiu cancelar o Projeto de Modernização da VBTP M113 B e convocar nova reunião decisória para tratar do aperfeiçoamento da VBTP M113 B.

Subscribe
Notify of
guest
30 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
claudio/itajai
claudio/itajai
11 anos atrás

Game Over para os M113B

Edilson
Edilson
11 anos atrás

Será que vem ai uma pacoteira de Bradley?

Flávio
Flávio
11 anos atrás

Edilson, à despeito de serem muito bons, será que os Bradley não seriam de manutenção muito cara?

Acho que a indústria Brasileira tem todas as condições de desenvolver um VBTP da classe do M-113. Não acha?
Lembra-se do Charrua da MOTOPEÇAS S/A?
A questão é que entre esses “fatores externos” deve estar o corte da grana.
sds.

Flávio
Flávio
11 anos atrás

No YouTube tem um video de ,4 min, muito interessante sobre o CHARRUA.
sds.

evandro
evandro
11 anos atrás

Alguem aqui sabe quais são os principais itens da modernização dos VBTP M113 BR???

claudio/itajai
claudio/itajai
11 anos atrás

Assiti o vídeo no youtube. Depois fiquei imaginando onde foi parar nossa industria bélica?

Já tivemos de tudo, carros de combate, viaturas de transporte, ASTROS ….

Fábio Mayer
11 anos atrás

Achei bom.

Esses veículos estão por demais ultrapassados, modernizá-los não os fará mais efetivos.

Rodrigo
Rodrigo
11 anos atrás

Olha!

Se o projeto foi cancelado em detrimento de um novo projeto nacional. Aí sim é válido!

Um novo Charrua seria bem interessante… Além do mais o Charrua tinha uma versão AAA muito legal. E poderia ser feito para portar um sistema anti-aéreo.

Aliás! Cade o sistema de defesa Anti-aérea do Brasil. É incrível que ninguém se preocupa com isso!

JACUBÃO
11 anos atrás

O Charrua cairia de forma excelente para o EB, principalmente por ser nacional e ainda seviria de plataforma para diversos sistemas de armas AA, onde poderia ser equipado com canhões de 40 mm (onde chegou a ser feito um protótipo), 35mm e até mesmo equipá-lo com o VULCAN, que tem uma versão semelhante do M-113.
Outros sistemas seriam bem vindos com o CHARRUA, como o RAPIER, PIRANHA TERRA-AR, o sistema misto de DERBY/PYTON entre tantos outros.

VirtualXI
VirtualXI
11 anos atrás

Ótima decisão. M113 já era.

Mario
Mario
11 anos atrás

o EB deve ter cancelado a modernisação porque ele deve estar planejando manter um unico tipo de blindado,o futuro URUTU III

edilson
edilson
11 anos atrás

Salve Flávio, também concordo com Você nossa indústria tem total condições de apresentar um programa deste nível. no entanto fiz apergunta porque, no auge do FX 1 muito se comentou sobre uma provável cedência de um número inderteminado de M-1 Abrams e Bradleys ao Brasil caso este optasse pelo F-16. só queria saber se aproposta ainda está de pé… quanto ao Bradley acho-o um veículo fantástico, embora acredite que a sua era está passando, creio que veículos como o sueco CV-50 e o espanhol PIZARRO, seriam mais adequados a nova realidade dos confrontos. são menores, mais leves(aerotransportados) rápidos epodem receber… Read more »

Jorge Lee
Jorge Lee
11 anos atrás

Olá a todos!

Mario não acredito que o cancelamento da modernização do m113 esteja ligado com o desenvolvimento da VBTP MR, ou “URUTU 3”, até porque eles desempenham missões distintas. Um é para o emprego em unidades mecanizadas, principalmente nos Regimentos de Cavalaria Mecanizadas, enquanto o VBTP M113 B é a viatura base dos batalhões de Infantaria Blindada – BIB, não creio que isso vá mudar.
o problema é dinheiro, os projetos apresentados ficaram muito caros para o orçamento disponível.
O maior problema é se esses “fatores externos” não atrapalhem também o desenvolvimento do URUTU 3.

Mauricio R.
Mauricio R.
11 anos atrás

“Será que vem ai uma pacoteira de Bradley?”

A moda agora é francesa, deve vir uma pacoteira de AMX-10, isso sim…

“Acho que a indústria Brasileira tem todas as condições de desenvolver um VBTP da classe do M-113. Não acha?”

A “industria nacional” chiou, berrou, esperneou e outros tantos que tais e então o EB, só de marra, deu o contrato da nova familia de blindados sobre rodas p/ os italianos.
Já se vai ao longe o tempo em que havia “industria nacional” p/ isto.
Poderiam ter feito algo interessante se o negocio fosse c/ os suiços.

DaGuerra
DaGuerra
11 anos atrás

Já que o CC será o Leo I A 5, não poderia ser uma VBCI alemã? O M 113 não pode continuar como Vtr da infantaria blindada.

Bronco
Bronco
11 anos atrás

Eu particularmente acredito que o transporte de tropas possa ser feito com blindados sobre rodas sem perda de eficiência em determinados tipos de terreno. A idéia dos blindados de transporte de tropas sobre lagarta é muito bom, mas limita a capacidade de mobilização, manutenção das lagartas no campo de batalha e, principalmente, o peso em plena carga. Assim, um veículo sobre rodas mais leve poderia ser melhor aproveitado no conceito de forças de ação rápida, com seu peso reduzido, utilizando as rodovias sem a necessidade de um imenso aparato logístico para garantir a chegada destes ao campo de batalha. Além… Read more »

Vassili Zaitsev
Vassili Zaitsev
11 anos atrás

DA GUERRA,

VBCI………………… MARDER. Tudo é possível.

Mas acho que o EB cancelou mesmo foi por falta de grana.

abraços.

Jacubão
11 anos atrás

Com relação ao fato de ultilizar o Charrua na amazônia, acho que não seria viável, pois se até os CLANF do CFN não conseguiram vencer a correntêsa do rio Solimões por ser muito forte, com certesa o Charrua não conseguiria, mas isso se aplicaria a Amazônia, que é uma região inóspita e traiçoeira, e que qualquer potência nesse planeta ficaria com o c… na mão de enfrentar o EB nessa região. Já no restante do Brasil, o Charrua seria essencial ao EB, e em várias versões como citei no comentário acima.

Ivan
Ivan
11 anos atrás

VBTP – Veículo Blindado de Transporte de Pessoal; Veículo blindado para fogo de armas leves, com armamento leve, normalmente metralhadora .50/12,7mm ou lançador de granadas de 40mm, cuja missão é levar a infantaria até onde deve combater desembarcada. São os TAXIS de batalha. No próprio exército norte americano eles tem seu lugar preservado, bem como em todo mundo. VBCI – Veículo Blindado de Combate de Infataria; Veículo blindado para fogo de armas não tão leves (até 20mm p/ exemplo), com armamento mais pesado, como canhões automáticos de 25mm, 30mm, 35mm ou 40mm, combinados ou não com canhões de 100mm ou… Read more »

Coruja
Coruja
11 anos atrás

O EB deve estar esperando as sobras do FX-2.

Baschera
Baschera
11 anos atrás

Caro Jacubão,
Na Amazônia temos que usar hovercraft’s, lanchas blindadas, helis e pequenos barcos.
Sds.

João-Curitiba
João-Curitiba
11 anos atrás

Caro Baschera

Os hovercrafts sempre foram o meu sonho de consumo para os FN e o EB, mas consta que seria muito alta sua manutenção, tanto que no Vietnam a experiência não deu certo.
Só não sei porque a manutenção é alta. Alguém saberia dizer?

Abraços

Ivan
Ivan
11 anos atrás

João, Tentando responder sua pergunta, particularmente quanto ao TO da Amazônia: 1) Turbinas de sustentação e turbinas de propulsão ligadas durante todo o tempo de operação gastam um quantidade de combustível impagável; consequencia seria baixa autonomia e alto custo de combustível. 2) Saias de material flexível para formar e conter o colchão de ar sobre o qual se locomovem são de alto custo, além de ser muito frágeis; nos rios do Brasil e principalmente da Amazônia há muitos galhos, troncos boiando, além de raízes submersas ou semi-submersas que iriam rasgar constantemente estas saias, consequentimente custo inviável. Em revistas TECNODEFESAS passadas… Read more »

Leonardo Angelozi
Leonardo Angelozi
11 anos atrás

Gente o EB não modernizou por 2 motivos

1º Grana
2º Queriam transformar o carrinho em Abraams ai é osso!!

Solução, aposenta e compra um monte de fiat uno e lota de gente dentro! quem sabe assim agente não tem mais viaturas de transporte!!

País avacalhado, presidente Molusco, da nisso mesmo!

Bosco
Bosco
11 anos atrás

A existência de veículos de transporte de pessoal e veículos de combate de infantaria é única e tão somente por razões financeiras e não por motivos táticos. Na prática seria bom que todo veículo de transporte de pessoal contasse com um bom poder de fogo na forma de um canhão de tiro rápido (e de preferência um sistema de míssil sup-sup) e que além disso pudesse transportar um grande número de combatentes sem que houvesse um aumento significativo no volume/peso. Isso só não ocorre porque a presença de um canhão aumenta o custo e em geral reduz muito o espaço… Read more »

Noel
Noel
11 anos atrás

Senhores o exército israelense opera esse veículo em área quente, e o mesmo demonstra eficiência apesar da idade, o que comprova que o mesmo continua sendo um excelente veículo; também comprovado recentemente na enchente em Santa Catarina,realizando resgates, principalmente na lama, onde veículos sobre rodas não conseguiam se locomover. O importante é que os nossos M-113, que são até muitos e menos castigados, precisam ser modernizados. A FAB chegou a levantar o preço de aquisição de hovercrafs, com a intenção de operalo na travessia de Alcântara para São Luiz, navegando só na Baia de S.Marcos, ou seja, uso rotineiro de… Read more »

Esdras
Esdras
11 anos atrás

Assitam o filme do Bradley e depois voces vão ver o que é aquilo.

JSilva
JSilva
11 anos atrás

Muito bem Ivan,

É isso ai, vc acertou em cheio no comentario, cada um em seu quadrado. O M-113 ainda vai longe. Não tenho em mãos, mas dentro do U.S.Army, a uns dois ou três anos, chegou-se a considerar a volta da produção dos M-113.

Quanto ao Charrua com aquele reparo Trinity com diretora…..era de madeira.

trackback
11 anos atrás

[…] Viatura Blindada de Transporte de Tropas M113 B. A notícia vem após um processo de modernização frustrado na fase de propostas. A comissão é composta pelos mesmos militares que participaram do processo […]

JORGE TERRA
JORGE TERRA
10 anos atrás

Esse lixo, sucata do vietnã não segura nem um projetil de 7,62. Joga isso fora, o soldado só tem um prazer com isso , é quando desse desse negocio.