terça-feira, dezembro 7, 2021

Saab RBS 70NG

Coreia do Norte declara inválido o armistício com a vizinha do Sul

Destaques

Guilherme Poggiohttp://www.forte.jor.br
Editor da Revista Forças de Defesa

A Coreia do Norte elevou ontem o grau de tensão regional ao declarar inválido o armistício com a vizinha do Sul que encerrou na prática a guerra entre ambas, em 1953, e prometer “poderosa” resposta militar a ações de detenção e inspeção contra suas embarcações.

Pyongyang e Seul estão oficialmente em guerra até hoje, uma vez que nenhum acordo de paz foi firmado desde o “congelamento” do conflito, em 1953.

A ameaça norte-coreana é uma retaliação à decisão de Seul, anunciada na véspera, de aderir à PSI (Iniciativa de Segurança contra a Proliferação, na sigla em inglês). Para a Coreia do Norte, a decisão equivale a uma “declaração de guerra”.

Criada pelo governo George W. Bush em 2003, como parte da “guerra ao terror”, a PSI prevê inspeção de navios suspeitos de transportar materiais para armas de destruição em massa.

A imprensa sul-coreana noticiou indícios da reabertura da usina nuclear de Yongbyon, detectados por satélites dos EUA. A usina foi desativada em 2008 após acordo que previa ajuda econômica à Coreia do Norte e sua retirada, pelos EUA, da lista de países patrocinadores do terrorismo. Mas em abril, após condenação da ONU ao lançamento de um míssil, Pyongyang anunciou que a reativaria.

No último domingo, a Coreia do Norte levou a cabo seu segundo teste nuclear, violando resolução da ONU aprovada pelo CS (Conselho de Segurança) em 2006. O artefato detonado foi cinco vezes mais poderoso que o testado pelo país em 2006, afirmaram ontem técnicos do Observatório Lamont-Doherty, nos EUA.

O testo norte-coreano gerou unânime reprovação das principais potências internacionais, incluindo tradicionais aliados, como China e Rússia. Em reunião de emergência, o CS emitiu nota de condenação.
Em retaliação ao que considerou uma posição de confronto, Pyongyang disparou uma série de mísseis de curto alcance no mar do Japão.

“Provocação”

A decisão norte-coreana de invalidar o armistício da Guerra da Coreia foi considerada pela secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, uma ação “provocativa e beligerante”.

Hillary reiterou ainda o compromisso com a “defesa inequívoca” dos aliados Japão e Coreia do Sul anunciado por Barack Obama ainda na segunda.

O secretário da Defesa, Robert Gates, embarcou ontem para Cingapura, onde aproveitará viagem já agendada para promover uma resposta coordenada à ação norte-coreana.

O cenário de conflito militar aberto na região ainda é considerado remoto por analistas. Segundo agências russas de notícias, Moscou já estuda, no entanto, cenário de conflito, inclusive com uso de armamento nuclear, na península Coreana, com a qual faz fronteira.

Por enquanto, a linha adotada pelos países envolvidos na região é o da diplomacia. O CS tenta ainda redigir nova resolução contra a Coreia do Norte -duas já vigoram atualmente.

O principal entrave vem de Pequim, que reluta em impor sanções ao país por temer um colapso econômico e um fluxo em massa de refugiados.

Entre as razões citadas para o recrudescimento norte-coreano está a tentativa de Kim de controlar sua sucessão. Especula-se que o ditador se encontre em frágil estado de saúde.

FONTE: Folha de São Paulo

- Advertisement -

34 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
34 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
Rodrigo
Rodrigo
12 anos atrás

Beleza!

Declararam inválido… E agora, vão fazer o que? Atacar a Correia do Sul? Duvido!!!

Se eles iniciarem a guerra vão dar respaldo para os EUA e a OTAN e isso seria tudo o que eles querem para financiar suas indústrias internas, desviar as atenções da crise para colocar a casa em ordem e de quebra conquistar um enclave da China e cercar a mesma de vez. Sem contar que reconstruir um país da uma graninha boa.

E então Correia do Norte, vai encarar?

Caipira
Caipira
12 anos atrás

Atacar a CS agora seria um novo “Pearl Harbor”…daria motivos incontestáveis pra CS, Japão e OTAN atacar a CN…Não é isso que o maluco do ditador norte-coreano quer….
A pergunta é:
A que ponto chega a loucura de Kim Jong-Il?

João Curitiba
João Curitiba
12 anos atrás

O doente (nos dois sentidos) do Kim Jong-Il está fazendo tudo ao contrário do que preconiza Kwam Tzu no seu livro A Arte da Guerra. Ele está mais pra um Maquiavel aloprado.
Acredito quem nem ele mais sabe o que fazer pra sair da confusão que ele próprio armou.

Zero Uno
Zero Uno
12 anos atrás

Pois é. Vemos aqui e agora o que uma ameaça de uso “diplomático” das ARMAS é capaz de fazer. Más tem uma histórinha nesse saco-de-gato aí e que anda meio fora dos meios de comunicação. ACORDOS: Ainda no Governo Clinton, mais precisamente em 1999, EUA e Coréia do Norte firmaram um acordo que obrigaria a Coréia do Norte a interromper suas pesquisas nucleares em troca de combustíveis e óleo diesel americano. A Coréia do Norte precisa muito dessa fonte de energia. Esse acordo durou cerca de 04 anos e foi interrompido. Sabem por quem? A QUEBRA DO ACORDO: Ao assumir… Read more »

Da guerra
Da guerra
12 anos atrás

Agora é moda entre as esquerdas de diversos matizes. Simplismente declaram unilateralmente que contratos, tratados e leis, não têm mais validade. Até a história e a geografia são subvertidas para respaldarem pretensos “justicamentos sociais e históricos”.

Zero Uno
Zero Uno
12 anos atrás

Da Guerra. Quem quebrou primeiro o acordo foi Bush. Não estou defendendo de maneira nenhuma a Coréia do Norte. Aquilo é um cancer que tem que ser extirpado do mundo más, infelizmente, ainda serve de jogatina para China, Rússia e EUA. Isso, é fato. Ou você acha que estes países gostariam que a Coréia do Norte e Sul se unificassem tornandos estes países, se unidos, a mais nova potência Nuclear? É simples meu amigo. Querem que as coisas continuem do jeito que estão. Norte para um lado e Sul para o outro… Não sou de direita nem esquerda. Gosto apenas… Read more »

Dalton
Dalton
12 anos atrás

Zero, vc “levantou” uma situaçao interessante: a quem NAO interessaria uma Coreia reunificada? os EUA tinham interesse na reunificaçao das Alemanhas,e acredito que tenham interesse na reunificaçao das Coreias desde que torne-se um regime democratico como a atual Coreia do Sul, assim como aconteceu com a reunificaçao alemã. Se as Coreias tornarem-se uma só, necessariamente nao precisarao ser uma potencia nuclear, até porque a Coreia do Norte nao é uma potencia nuclear e tais armas, sao poucas, poderao muito bem ser destruidas e os modernos reatores nucleares da Coreia do Sul e os do norte seriam usados para fins pacificos… Read more »

Zero Uno
Zero Uno
12 anos atrás

Será mesmo Dalton? Lembro você que a Alemanha aliada dos EUA era e é proibida de projetar e possuir artefatos nucleares. Nem mesmo seus submarinos – que todos sabemos são de projetos excelentes – podem ter ao menos propulsão nuclear mesmo depois da reunificação. A reunificação de ambas as Coréias seria sim a criação de mais uma GRANDE potência militar na região. Ou você acha que os 1.200.000 militares da Coréia do Norte seriam desmobilizados? Nem que fosse 50% disso. Com a tecnologia avançada dos Sul Coreanos e a reunificação de ambos os países, rapidamente a Coréia do Sul poderia… Read more »

Dalton
Dalton
12 anos atrás

Como diria o Jack the ripper…vamos por partes…piadinha velha, eu sei! Bom, quanto ao seu primeiro paragrafo, veja se nao faz só um pouquinho de sentido: Os EUA estavam em territorio alemao, com armas atomicas, parece que há ainda algumas por lá, entao, para quee os alemaes iriam precisar de artefatos nucleares? As tropas americanas e alemãs ocidentais estavam na linha de tiro dos sovieticos até pouco tempo atras, mesmo após a queda da URSS nao se sabia ao certo se seria apenas temporária. Quanto a eles nao construirem submarinos atomicos…a marinha deles precisa de submarinos convencionais mais do que… Read more »

Cantarelli
Cantarelli
12 anos atrás

Meus caros vcs achan que numa posivel guerra a china nao vai passar armas por baixo do pano? rsrsrs .

Dalton
Dalton
12 anos atrás

Caro Cantarelli,

tudo é possivel, mas considerando-se a “parceria economica” que existe hoje entre China e EUA, uma guerrinha alí nao viria em boa hora, afinal, sejam quais forem os planos chineses para o mundo…sao planos de longo prazo.

sds

Hornet
Hornet
12 anos atrás

Cantarelli, num sei não…desta vez acho que o mundo todo está contra a Coréia do Norte…vc chegou a ler isso aqui? “Conselho de Segurança da ONU deve ampliar sanções contra Coreia do Norte NOVA YORK – Os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU – Estados Unidos, Rússia, França, China e Reino Unido – estão de acordo em punir o recente teste nuclear da Coreia do Norte, com a imposição de uma nova rodada de sanções, disseram nesta quinta-feira fontes diplomáticas que não quiseram se identificar. Essas mesmas fontes disseram que as cinco potências, junto com Japão e… Read more »

Hornet
Hornet
12 anos atrás

Dalton,

escrevemos quase juntos…e nosso ponto de vista é o mesmo.

abração

ANDES
ANDES
12 anos atrás

Algem se lembrou que a Coreia do norte tambem possui uma grande artilharia da tubo e foguetes que estão apontados para Seul, sendo assim, em caso de conflito, a primeira coisa que na minha opinião iria acontecer é uma chuva de “fogo” em Seul apenas para efeito psicilógico na polupação.

sds

Sopa
Sopa
12 anos atrás

http://www.defesanet.com.br/09_04/090528_04_dn_campesinos.htm

No site da Defesanet de hoje mostra essa reportagem, seria interessante fazer um post sobre isso !

Sds,

Hornet
Hornet
12 anos atrás

Uma notícia interessante sobre o assunto, com o ponto de vista dos refugiados da CN:

http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL1170983-5602,00-LIDER+NORTECOREANO+E+MUITO+EGOISTA+PARA+COMECAR+UMA+GUERRA+DIZEM+DESERTORES.html

olhem bem pra foto (na matéria do G1) do Kim Jong-Il…não parece o Reginaldo Rossi?…hehehe

De qualquer modo, cada um é um horror…a sua maneira…

E o pior é que contra as músicas do Reginaldo Rossi a ONU é totalmente omissa…é o fim dos tempos…sanções já!…hehehe

abraços a todos

Caipira
Caipira
12 anos atrás

Hornet

Você essa notícia:

http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL1170915-5602,00.html

?

Não to entendendo mais nada…

Caipira
Caipira
12 anos atrás

O correto seria Você leu…

hehe

DaGuerra
DaGuerra
12 anos atrás

Zero Uno, o que a verdadeira Direita, cristã, patriótica e democratica pensa e faz está na sua própria argumentação: o Sr. BUSH,após cumprir seu mandato, foi retirado do poder em uma votação LIVRE. Agora vc me responda:CUBA, KOREIA DO NORTE, CHINA etc… ah, claro: VENEZUELA, BOLÍVIA entre outros, pensas que seus mandatários farão eleições honestas? E em nosso país,será que um presidente é mais importante que as instituições nacionais, para que se perpetue no poder?

Hornet
Hornet
12 anos atrás

Caipira,

Não tinha lido, não…

No portal do Ig sai uma coisa…no G1, sai outra…

Ou seja…vai entender essa nossa imprensa!!! tsk..tsk…tsk…

abração

Sopa
Sopa
12 anos atrás

Pergunto a vcs que tem maior conhecimento. Voltando aqui pro nosso quintal o Brasil teria condições de suportar uma guerra contra o paraguai ? e se outros países se aliarião contra o Brasil ?

essa matéria é interessante!
http://www.defesanet.com.br/09_04/090528_04_dn_campesinos.htm

Cantarelli
Cantarelli
12 anos atrás

Sopa eu ri muito do seu comentario sobre uma guerra contra o paraguai meu caro eu acho que a policia do estado de sp teria condiçoes de vencer uma guerra contra o paraguai facil .

João Curitiba
João Curitiba
12 anos atrás

Sopa

Se tiver que fazer alguma guerra, tem de ser contra o MST, que de acordo com o artigo que você sugeriu, é quem está por trás dos acontecimentos no Paraguai.
Quanto a uma guerra contra qualquer país da AL e se mais alguém se aliaria contra nós, isto é muito improvável. Todos os nossos vizinhos dependem comercialmente de nós.
E se somos “odiados”, isto é um bom sinal. É a constatação de que já somos uma potência regional. E ninguém é louco de peitar pelas armas uma potência.

Abraços

J Roberto
J Roberto
12 anos atrás

EUA estão preparados para intervir caso estoure uma guerra entre as Coreias, diz general Os Estados Unidos estão preparados para intervir caso as demonstrações de poder da Coreia do Norte desencadeiem um conflito real com a vizinha Coreia do Sul, afirmou nesta quinta-feira o chefe do Estado Maior do Exército norte-americano, George Casey. “A resposta curta é ‘sim'”, declarou o general Casey, acrescentando que “poderia levar um tempo para mudar de marcha” entre a atividade atualmente desenvolvida pelas tropas na região e uma atividade de conflito tradicional. O general estima que esse período seja em torno de 90 dias. “Mas… Read more »

welington
welington
12 anos atrás

O exercito Norte coreano conta com 950 mil homens em 27 divisões e pode contar com mais 4 milhões de reservistas que em caso de um conflito real pode chegar facilmente e rapidamente aos 5 milhões de soldados, o exercito conta com 3500 caros de combate, 600 carros de combate ligeiros e 2500 viaturas blindadas sobre rodas, em termos de artilharia o exército conta com 4000 peças, a marinha conta com 46000 homens e também conta com quase 20 submarinos (todos obsoletos), a força aérea conta com 110 mil homens e tem como principal vetor 20 Mig-29 modernizados, sete SU-7,… Read more »

Excel
Excel
12 anos atrás

Jornais coreanos relatam que barcos pesqueiros chineses que pescam ilegalmente nas águas territoriais da Coreia do Sul, na da divisa com o norte, começaram a se retirar de lá desde ontem. O exército coreano e dos EUA especulam que talvez a Coreia do norte tenha aconselhado a China a retirar os pescadores chineses de lá.
Será que a coisa ja vai começar ???
Pessoalmente acho que não vai haver guerra pois nem à China, nem aos EUA interessa que as coisas mudem por lá.

J Roberto
J Roberto
12 anos atrás

Os Exércitos dos Países

CORÉIA DO NORTE CORÉIA DO SUL

tropas:1.170.000 tropas:687.000

reservistas: 4.700.000 reservas:4.500.000
tanques pesados:3.500 tanques:2.330
blindados:2.500 blindados:2.480
aviões em condições de combate:590 aviões:555
submarinos:63 submarinos:12
navios de guerra:8 navios:44
mísseis longo alcance:200 não tem

Militares americanos em Seul

tropas:26.735
tanques de batalha:116
aeronaves de combate:64

Maiores forças armadas do mundo:

China:2.255.000
EUA: 1.385.122
India:1.325.000
Rússia:1.245.000

fonte:Global Fire Power

Sopa
Sopa
12 anos atrás

João Curitiba

Blz hoje vou dormir mais tranquilo!

(;

Dalton
Dalton
12 anos atrás

O arsenal de ambas as Coreias é impressionante, mas com relaçao a Coreia do Norte, quantidade nao reflete qualidade, vide Saddam Hussein e mesmo Mussolini que tinham muito orgulho de seus “milhoes de homens em armas” e sabemos hj que muitos eram mal armados mal alimentados e mal motivados. Há relatos de anos atras, de soldados norte coreanos passando fome, tal qual grande parte da populaçao e nao é a toa que a China mantem grandes contingentes armados na fronteira para evitar uma migraçao maciça de norte coreanos. Pode ser propaganda ocidental…e pode nao ser. vale ressaltar aqui que dos… Read more »

Caipira
Caipira
12 anos atrás

HAHAHA

Vocês não viram o Reginaldo Rossi dançando no Faustão, perto daquilo os teste nucleares do Kim Jong-Il são brincadera…

Mário Meirelles
Mário Meirelles
12 anos atrás

Isso não vai dar em nada… Os EUA, Coréia do Sul, nem ninguém vão fazer nada contra a CN !!! Isso porque lá o buraco é mais embaixo, isto é, é uma nação comunista, testada em uma das piores guerras do século XX, que já usava armamentos modernos. Os EUA se lembram muito bem dos norte-coreanos e dos seus vizinhos norte-vietnamitas… A CN, portanto, não é o Iraque, Irã, Afeganistão etc… Aqui muitos já falaram mais ninguém comentou da história da CN. É um país historicamente guerreiro. Mantiveram sua nação livre dos japas e dos chineses por séculos, sempre foram… Read more »

Bosco
12 anos atrás

J Roberto,
a Coréia do Sul não possui mísseis de “longo alcance”, mas possui os ATACMS, balísticos (ou mais precisamente semibalísticos) táticos de curto alcance (alguns com até 300 km). São guiados por INS/GPS e podem ser usados de forma “estratégica”, atingindo qualquer ponto da Coréia do Norte.

J Roberto
J Roberto
12 anos atrás

Bosco É que eu só mencionei os mísseis de longo alcance,mas com certeza a Coréia do Sul tb possui os de curto alcance como vc mencionou,que podem ser usados do ponto de vista estratégico. Segundo um dos maiores especialistas em armamentos e estrategistas militares do Brasil e se dedica ao assunto a mais de 20 anos,Roberto Godoy, disse que o Brasil tem tecnologia suficiente para desenvolver mísseis de longo alcance. “O Brasil produz mísseis de médio alcance, na faixa de 400 quilômetros e tem infra-estrutura para desenvolver mísseis acima desta capacidade e até nuclear. O Brasil não usa esta capacidade… Read more »

Edvaldo  Farias
Edvaldo Farias
12 anos atrás

a coreia do norte esta apenas desviando o seu foco, por ter uma politica pobre e sem futuro, não é a toa que seus habitante “passan por muitas dificuldades para aduirir alimentos…”

Últimas Notícias

Saab apresenta soluções inovadoras em defesa e segurança na 6ª Mostra BID

Entre os dias 7 e 9 de dezembro, a Saab participa da 6ª Mostra BID, no Centro de Convenções...
- Advertisement -
- Advertisement -