segunda-feira, outubro 25, 2021

Saab RBS 70NG

O efeito de mina anti-carro

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

Na sequência (clicar na imagem para ampliar), o efeito devastador da detonação de mina anti-carro num veículo BTR-60 no Afeganistão (erroneamente divulgado como tendo ocorrido na Chechênia). Segundo uma fonte, as imagens foram obtidas por uma equipe de reportagem européia em 1996/97.

- Advertisement -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Túlio F.
Túlio F.
12 anos atrás

Omg, are they ok?

andre de poa
andre de poa
12 anos atrás

pqp mesmo!!! ferrou geral.. mina é fumeta!

klm
klm
12 anos atrás

nao acredito que 1 URUTU conseguise chegar perto do carro da foto fico depois da explosao

Zero Uno
Zero Uno
12 anos atrás

Terrível. Pobres soldados.

Más até que o carro ficou inteiro…

Galante,cliquei más as fotos não ficaram maiores. Será que é meu computador?

Zero Uno
Zero Uno
12 anos atrás

Terrível. Pobres soldados…

Não sei como esse blindado não ficou em pedaços!

Galante, não consigo ampliar as imagens. Será que é meu PC?

Felipe Cps
Felipe Cps
12 anos atrás

PQP, guerra é guerra tudo bem, mas não tem coisa mais covarde e fdp que minas anti-carros e (mais ainda) anti-pessoal. Foda pacas, estragou minha tarde…

Marine
Marine
12 anos atrás

Galante,

Procure achar o video, e assustador e relembra bem o efeito demoralizante de minas e IEDs.

Abs!

gaspar
gaspar
12 anos atrás

PQP !!!!!!!!!!!!
poderiamos colocar algumas dessas la na granja do torto, ou ate mesmo na esplanada…

Galante
Galante
12 anos atrás

Zero uno, talvez o problema do seu PC esteja naquela peça que fica entre o teclado e a cadeira…rs
Brincadeira, qual o navegador que você está usando?

Sopa
Sopa
12 anos atrás

Na foto 8 tem um voando sem uma perna !…Agora, até parece tropa Portuguesa, ao invés de ficarem dentro do blindado ficam em cima, ai é pedir pra morrer mesmo!!

Sds.

andre de poa
andre de poa
12 anos atrás

Caro Sopa na guerra do vietnam tinha um determinado blindado que era fragil para minas e os soldados se sentiam mais seguros encima do próprio do que dentro. Tambem era normal sentar encima do capacete como “proteção extra” se é que me entende…
Mas não sei a motivação dos soldados das fotos deste tópico.

Marine
Marine
12 anos atrás

Sopa,

Nao querendo ofender nenhum soldado tombado mas e um bom exemplo que disciplina e doutrina salvam vidas. Realmente andar fora do blindado e completamente contra o proposito de tal equipamento.

Esse video alias e usado como exemplo em instrucoes em varios paises.

Sds!

zocca
12 anos atrás

não tem porque se preocuparem era so um treino REAL.(do inimigo).povo doido

Francisco AMX
Francisco AMX
12 anos atrás

Sopa, nesta caso, é mais fácil sobreviver estando em cima do carro do que dentro, e provavelmente tinha “cabeças” dentro do veículo tb! outro fator que faz com que soldados “viagem” fora dos carros é o calor! se estiver 40g, quero ver quem consegue transitar dentro de um BTR sem desmaiar… Li um artigo que falava sobre minas AT, onde relatavam sobre uma mina de 10kg que explodiu sob um Merkawa, no Líbano, acho, é devastador, e o engenheiro relatou algo impressionante; “nenhum MBT no mundo resiste a uma mina moderna de 10KG de explosivo!”. A torre do Merkawa foi… Read more »

zocca
12 anos atrás

na foto 7 tambem tem um voando so com uma perna do lado esquerdo, e so prestarem bem atenção. viram

Caipira
Caipira
12 anos atrás

Tenho que mostrar esse vídeo pra molecada do orkut…que inunda tópicos dizendo que querem ir pra guerra, tal e coisa, coisa e tal…a vida real num é como nos “games”…

Sopa
Sopa
12 anos atrás

O nosso Exercito podia ver isso, e desenvolver um veiculo terrestre não tripulado e controlado por cabo ou RF, pra ir na frente de qualquer incursão, patrulha, etc, assim se houver uma mina explode primeiro o veiculo não tripulado!
Acho que vou vender esse idéia!!

Rsrsrsr

andre de poa
andre de poa
12 anos atrás

O blindado americano na guerra do vietnam era o M113, os yankees não viajavam dentro do blindado nem a pau, era tudo pendurado em cima. Dentro só a tripulação toda CAG…

Bosco
Bosco
12 anos atrás

Pelo tamanho da explosão não deve ter sido uma mina anti-carro clássica e sim algum tipo de armadilha com um dispositivo improvisado (IED).
Muitos usam projéteis de artilharia, bombas aéreas, explosivos plásticos e até “bombas caseiras”, para que haja uma explosão de grande potência.
Ela deve ter sido enterrada e disparada por um sistema de estimulação ou, mais provavelmente, de modo remoto.
Uma mina anti-tanque tem uma explosão mais contida, direcionada a destruir uma lagarta do tanque, o motor, atingir o tanque de combustível, o compartimento de munição ou o habitáculo.

Marine
Marine
12 anos atrás

Bosco,

Concordo com sua analise, e muito semelhante a explosoes de IEDs com varios projeteis de artilahria enterrados em estrada de terra.

Vc sabe que nao discuto TTPs mas ela com certeza e condizente com sua analise.

Sds!

Vassili Zaitsev
Vassili Zaitsev
12 anos atrás

Alguns comentaristas falaram que se os soldados estivessem dentro do veículo, ao invés de estarem em cima do mesmo sobreviveriam. Sei não, tenho minhas dúvidas quanto à eficácia da blindagem nessas condições. A explosão foi muito forte. Estilhaços com certeza perfuraram a mesma, e, logo depois do estilhaço, o que invadiu o interior do veículo foi o fogo da explosão.

Imaginem como ficou o assoalho desse BTR-60. Creio que parecia mais uma peneira, de tantos furos.

Dentro ou fora, creio que o resultado seria o mesmo.

abraços.

Marine
Marine
12 anos atrás

Vassily,

Concordo. O ponto que imagino eu os comentarios queriam mostrar e que estar fora nao ajudou, o veiculo e feito para vc andar dentro dele e nao fora, e como ja citei aqui antes…cada segundo, cada milimetro de blindagem pode ser o suficiente para te salvar a vida em combate es tando fora dele voce esta ao Deus do ara…Vc nao deixa de andar dentro de um MRAP pra desfilar fora dele por exemplo entendeu?

Enfim, nesse caso a unica coisa que teria salvado a tripulacao seria nao ter passado por ali…

Sds!

Felipe Cps
Felipe Cps
12 anos atrás

O M-113 é um LIXO, no caso em questão pouco importaria estar dentro ou fora, todo mundo teria morrido… M-113 não é blindado, é apenas uma carcaça podre de duralumínio que os EUA usaram no Vietnã (um dos motivos pelos quais “perderam” aquela guerra) e depois que viram a PORCARIA que era venderam para o 3o mundo, para que estes países fingissem ter saído da era do “pé-de-poeira” (vulgo “Infa P2”)… Ninguém sabe o que é pior num M-113: estar dentro dele e morrer de calor, de “saculejo”, de asfixia ou de tiro, ou estar fora e tomar tiro/pegar mina… Read more »

Igor
Igor
12 anos atrás

Adorei a idéia do Sopa. ^^

Bosco
Bosco
12 anos atrás

Sopa e Igor, sem dúvida essa idéia é muito boa e com certeza será implementada num período curto de tempo pelas forças armadas mais desenvolvidas. Sem falar que robôs, ou se preferir, UGVs, já estão sendo usados como varredores de minas em áreas suspeitas de estarem minadas. Mas o problema é mais grave do que se imagina à princípio, já que se a “armadilha” for detonada por controle remoto, um veículo não tripulado à frente de um comboio não faria diferença. Também uma espoleta “inteligente” que poderia ser adicionada à mina (ou IED) poderia ser capaz de reconhecer um “verdadeiro”… Read more »

Wolfpack
Wolfpack
12 anos atrás

No mercy, guerra é guerra e os caras dos frames 7 e 8 bateram o recorde de salto em altura.

luis
luis
12 anos atrás

nao me lembro o nome desse veiculo mas é russo….eu acho
se fosse o URUTU nao ia sobrar nem o pedaço do soldado…

J Roberto
J Roberto
12 anos atrás

Com a proliferação desses IED’s(Improved Explosive Dispositive),se tornaram o terror dos blindados de transporte de tropas. Em breve as tropas alemães que operam no Afeganistão terão suas bases protegidas contr ataques de foguetes, artilharia e morteiros. O governo alemão assinou contrato de 110,8 milhões de Euros com o Rheinmetall Group para o fornecimento de dois sistemas Nächstbereichs-Schutzsystem (NBS), ou, literalmente, “sistema de proteção em alcances muito curto”. Num contrato separado de 13,4 milhões de Euros, o grupo fornecerá a munição. O sistema em questão, conhecido como C-RAM, baseia-se na tecnologia do sistema Skyshield, também da Rheinmetall, para detectar, acompanhar e… Read more »

mcv
mcv
12 anos atrás

well said wolfpack!!Guerra naum se ganha fazendo caricia ou “cafuné” no inimigo!
sds!

Bosco
Bosco
12 anos atrás

J Roberto,
os EUA já usam no Iraque e no Afeganistão um sistema semelhante baseado no conceito C-RAM e já interceptaram mais de 100 projéteis de morteiro lançado contra as bases americanas.
O dos americanos é baseado no sistema Phalanx naval montado em um caminhão.
(www.defensenews.com/pgf/stories19/100808_hemtt_phalanx_ausa.JPG)

J Roberto
J Roberto
12 anos atrás

Bosco

Desse sistema dos EUA,eu ainda não tinha visto.Só que eu acho um desperdício utilizar um caminhão desse porte só para defender uma base,a não ser, que eles deslocam este sistema para outras base tb.
É incrível tb,a quantidade de projéteis que esse sistema interceptou,como vc falou,imagina o que aconteceria com essa base se não fosse estes sistemas.
Lembro que na guerra do Golfo,uma base americana na Arábia Saudita foi danificada por um míssil Scud-B de Bagdá.A sorte era que esses mísseis eram ruins de pontaria,se não o estrago seria maior.

sds!

Adler Medrado
12 anos atrás

gaspar, poderia colocar umas dessas no seu rabo também. Onde já se viu, sempre tem alguém com piadinhas imbecis de se colocar bomba na esplanada. Quanta idiotice.

Últimas Notícias

Recife (PE) sediará a nova Escola de Formação de Sargentos do Exército

O CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DO EXÉRCITO INFORMA: Na 339ª Reunião do Alto Comando do Exército, realizada de 18 a...
- Advertisement -
- Advertisement -