domingo, outubro 17, 2021

Saab RBS 70NG

Brasil e a liderança na América do Sul

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

(Jorge Castro – Clarin, 22/08)

  1. As empresas brasileiras representam o terceiro grupo em Wall Street, depois do Canadá e da China. A principal fonte de crescimento da economia brasileira nos últimos cinco anos é a mesma da recuperação atual: a produção e exportação de commodities (soja, minério de ferro, petróleo), voltado para o mercado sino-asiático. As exportações de produtos manufaturados representaram 61% do total em 1993, e agora são 38% – 40%.
  2. A linha estratégica central é a transnacionalização do sistema de produção, através de um duplo e sincronizado movimento de implantação de companhias brasileiras no exterior e atração de investimentos multinacionais. Este é o componente estrutural para a conversão do Brasil em personagem mundial. Brasil mudou sua política externa. Passou da reclamação (“Não a ALCA”) para liderança (“Sim à liberdade de comércio. Não ao protecionismo”).
  3. Isto significa que, na América do Sul, o Brasil não compete pela liderança regional: tem a intenção de ser o mediador entre a região e o sistema de poder mundial (EUA…). E mesmo quando experimenta uma severa derrota político-diplomática (Bolívia e Paraguai), prefere encerrar o conflito e absorver as perdas, na medida em que a questão, o país e a região perdem importância relativa para ele.

FONTE: Ex-Blog do Cesar Maia

- Advertisement -

17 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
17 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
João Batista
João Batista
12 anos atrás

Dia 25 de Agosto, dia do Soldado, e não tem uma linha a respeito desta data no Blog das forças terrestres…

Alexandre Galante
Alexandre Galante
12 anos atrás

João Batista, publicamos a entrevista do general Luis Cláudio Mattos em homenagem ao Dia do Soldado.
O Blog ForTe não é o site oficial do Exército Brasileiro.

Azul&branco
Azul&branco
12 anos atrás

Já firmamos nossa liderança sudamericana: + de 500 MORTES POR GRIPE SUÍNA….BRASSISISISISlLLLL….ultrapassaremos logo os malditos americanos e seremos líderes mundiais…deixa o omi trabaiá

João Batista
João Batista
12 anos atrás

Valeu Alexandre, anotado.
Gostei muito da entrevista do General Mattos.
É que eu esperava uma referência mais direta a data.
Com certeza o Blog não é a pagina oficial do exército,
apesar de informar BEM melhor do que ela.
Parabéns pelos Blogs e pela página do Poder Naval.
Abração

Luis
Luis
12 anos atrás

Eu penso que estratégia de defesa e diplomacia tem que ter integração, coisa que nao acontece no brasil, os dois estão em caminhos diferentes..

Parabens aos kalangos de selva pelo 25/06

abraço

Harpia
Harpia
12 anos atrás

Esse Jorge Castro não está entendendo muito bem o objetivo do Brasil, na geopolíca da América do Sul: não temos a intenção de sermos simples mediadores da AS, temos nos esforçado para que haja uma integração na AS, com o objetivo de, eventualmente, termos legitimidade para representarmos a AS, naturalmente, para o bem de todos na América do Sul, e, especialmente para o Brasil. Além disso, pode parecer que o Brasil teve prejuizos no Paraguay e Bolívia, mas as coisas são mais aparentes que reais!! Posso até parecer arrogante, mas os nossos shopping centers estão disponíveis para todos, inclusive para… Read more »

Harry
Harry
12 anos atrás

Caros contraditório, como o Brasil pode aceitar o papel de mediador entre os países da America do Sul e abrir mão de exercer a liderança. O Brasil o unico na América do Sul que tem capacidade financeira de bancar projetos de infraestrutura de modernização desses paises e de projetos de interligação fisica. Este senhor esta esquecendo que Obama na Crise Colombia se nega dialogar no Unasul e mesmo mandar um representante, vai a proveitar reuniões de G20 ou G8 para buscar diretamente entendimento com o governo do Brasil. Este Brasil mudou. Nunca antes questionamos diretamente posições americanas neste subcontinente, nunca… Read more »

Harry
Harry
12 anos atrás

Caros contraditório, como o Brasil pode aceitar o papel de mediador entre os países da America do Sul e abrir mão de exercer a liderança. O Brasil o unico na América do Sul que tem capacidade financeira de bancar projetos de infraestrutura de modernização desses paises e de projetos de interligação fisica. Este senhor esta esquecendo que Obama na Crise Colombia se nega dialogar no Unasul e mesmo mandar um representante, vai a proveitar reuniões de G20 ou G8 para buscar diretamente entendimento com o governo do Brasil. Este Brasil mudou. Nunca antes questionamos diretamente posições americanas neste subcontinente, nunca… Read more »

Harpia
Harpia
12 anos atrás

Caro Harry,

A recusa do Obama em comparecer ou mandar um representante à UNASUL, pode também ser visto como uma recusa em reconhecer tal instituição. Será que o mesmo não pensa que a OEA, no qual ele faz parte, seria o forum mais adequado para lidar com o problema das bases no protetorado americano na colômbia?
Sds.

Felipe Cps
Felipe Cps
12 anos atrás

Harpia: exatamente! Harry: a tal UNASUL é apenas uma tentativa mequetrefe e rastaqüera do Foro de São Paulo de alijar o país mais poderoso das Américas das discussões sobre os destinos do hemisfério. Nesse sentido, além de diminuir o poder da OEA, que de resto já tem pouco ou nenhuma credibilidade (especialmente depois de admitir a ditadura cubana em seu seio) para pouca coisa serve. Agora, seria até cômico se os EUA, que não são parte da UNASUL, tivessem que comparecer à mesma para “dar explicações” (leia-se “tomar porrada dos palhaços bolivarianos). É a mesma coisa que a União Européia… Read more »

walfredo
walfredo
12 anos atrás

Continuamos com nosso sentimento de macunaíma, apesar dos grandes feitos realizados na economia: da moeda estável, do acúmulo de reservas, do misterioso, inesperado e gigante superavite na balança após a crise. É hora de enchergar o Brasil com outros olhos. Não precisamos nos comportar com intransigência e estupidez, só porque temos condição de fazê-lo. Liderança não é autoritarismo. É saber trazer para si os corações e mentes, é sonhar e transmitir seu sonho para que outros possam sonhar também. É indidar o melhor caminho, mas deixar que cada um percorra a trilha que desejar, mesmo que mais tarde tenha que… Read more »

RL
RL
12 anos atrás

Não acredito ser inteligente o Brasil pleitear ou almejar liderança da região, más sim um intermediador significativo nas relações entre os paises. Temos de ser pluricomerciais, ou seja, atingirmos todo e qualquer comércio mundial onde nossos produtos, empresas e mão de obra se fazem necessárias. Dessa forma, atingiriamos uma posição de destaque no mundo sem termos o peso de LIDERES. Temos de ser nossos próprios lideres e não liderar ninguem afora de nossas fronteiras. Não concordo com a politica externa do LULA quando ele aceita e faz vistas grossas para assuntos de suma importância como a Bolivia e Equador, por… Read more »

Harry
Harry
12 anos atrás

Caro Harpia em “A recusa do Obama em comparecer ou mandar um representante à UNASUL, pode também ser visto como uma recusa em reconhecer tal instituição.” Sim voce esta certo. ” Será que o mesmo não pensa que a OEA, no qual ele faz parte, seria o forum mais adequado para lidar com o problema das bases no protetorado americano na colômbia?” Sim sendo que o Brasil não tem que fortalecer a posição do Brasil ou seja discutir num forum tradicional em que os EUA nunca respeitou (para quem tem demonstrado não tá nem ai com a ONU, imagina OEA).… Read more »

Harry
Harry
12 anos atrás

Harpia disculpe o Brasil não tem que fortalecer a posição do EUA

Felipe Cps
Felipe Cps
12 anos atrás

Harry: É isso: esse tal de Mulla é uma fraude e um traidor até com quem o ajudou a galgar o poder. Acho pouco que o tal Fórum Social Mundial tenha chafurdado, ao fim e ao cabo, na mais viscosa das lamas. Uma completa inutilidade que, depois que o Mulla viu do que se tratava, esperto como é em termos de populismo, tratou de raspar-se dali o mais brevemente possível, antes que fosse tarde demais pra alegar que “nunca viu, não sabe de nada”… Aliás, é o mesmo destino sinistro da tal UNASUL, uma boa idéia que se insistir em… Read more »

germa
germa
12 anos atrás

como economista, vejo a unasul com bons olhos.

O NJ quando tirou a unasul do papel quis dar um olé no chavez
de uma organização de planejamento de defesa sem ser uma aliança militar clássica.

é verdade que a unasul tem alguns temas bem…inusitado,como por exemplo moeda unica, banco do sul e por aí vai.

o brasil vai incomodar, mas de maneira mais lenta que a china,meio sem querer querendo, uma vez que existe uma previsão de crescimento econômico sustentável e as leis alidas com reformas(tributária política, judiciário…)vão se modernizando conforme a necessidade.

abs 😉

Francoorp
Francoorp
12 anos atrás

Pessoal, nao dò mais conta de todas estas coisas sem fim!!!

Liderança, poder, glòria, mundo, FX, FX2, X e Y nunca resolvidos!!

Últimas Notícias

VÍDEO: Sistemas de Defesa Antiaérea de Ponto da China

A China apresentou vários sistemas de armas no Zhuhai Air Show 2021 no final de setembro. Entre os fabricantes, a...
- Advertisement -
- Advertisement -