sábado, outubro 23, 2021

Saab RBS 70NG

Congresso aprova envio de mais 1.300 militares ao Haiti

Destaques

Alexandre Galante
Jornalista, designer, fotógrafo e piloto virtual - alexgalante@fordefesa.com.br

vinheta-clipping-forteBRASÍLIA (Reuters) – O Congresso aprovou nesta segunda-feira o envio de até 1.300 militares adicionais ao Haiti, país devastado por um forte terremoto no último dia 12.

A ideia do governo é enviar imediatamente 900 militares, dos quais 750 serão de infantaria e 150 do efetivo da Polícia do Exército. Os demais 400 militares seriam mobilizados se futuramente o governo achar necessário.

“Diante da crise e do estado de calamidade em que se encontra hoje o Haiti, da solicitação de apoio da ONU, de nossos compromissos internacionais e, sobretudo, o nosso dever de prestar a devida ajuda humanitária a um povo irmão, o Brasil não pode se furtar a cumprir seu papel de líder internacional frente à crise haitiana e a prestar o auxílio devido”, declarou em seu voto o relator da matéria, deputado Mauro Benevides (PMDB-CE).

A proposta aprovada dobra o contingente brasileiro no país caribenho, onde o Brasil lidera a missão de paz da Organização das Nações Unidas (ONU), conhecida como Minustah, que tem um contingente de aproximadamente 9.000 pessoas, sendo 7.000 militares.

Na semana passada, o Conselho de Segurança da ONU aprovou, por unanimidade, o aumento temporário no número de tropas e policiais da entidade no Haiti em 1.500 policiais e 2.000 soldados para ajudar a manter a segurança e ajudar nos esforços humanitários.

Cerca de 3.000 presos fugiram da cadeia depois do tremor de magnitude 7 que abalou principalmente a capital Porto Príncipe e pode ter matado até 200 mil pessoas. Saques e tumultos também ocorreram na sequencia da tragédia.

Integrante da base aliada, o senador Epitácio Cafeteira (PTB-MA) criticou a iniciativa do governo. Para ele, o Executivo deveria primeiro dar atenção às vítimas de enchentes e desabamentos em todo o Brasil.

“O Brasil não está em condições de ajudar, mas de ser ajudado”, argumentou.

A oposição, entretanto, apoiou a medida do governo. Para o presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado, Eduardo Azeredo (PSDB-MG), o Brasil tem capacidade para atuar nas duas frentes.

“Não devemos faltar neste momento (no Haiti). O Brasil tem condições financeiras de fazer esse apoio”, destacou Azeredo.

A matéria foi debatida e votada por uma comissão representativa de deputados e senadores, uma vez que o Congresso está em recesso.

(Reportagem de Fernando Exman)

FONTE: Reuters / Brasil Online, via O Globo

- Advertisement -

17 COMMENTS

Subscribe
Notify of
guest
17 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
roger
roger
11 anos atrás

enquanto isso,nosso haiti (nordeste e areas afetadas por enchentes) sofre…
hoje passou na tv local o deslocamento de 2 equipes do SAMU para o haiti….Pessoal,a saúde pública nesse país vive situaçao de guerra há anos!!!pra que deslocar gente pra lá?já nao basta o péssimo atendimento aqui??
tudo isso pra aparecer em ano eleitoral??

Super Hornet
Super Hornet
11 anos atrás

Roger,
Aqui de fato temos problemas, mas são problemas localizados. Por exemplo, em São Paulo está um caos e mesmo assim temo o maior contigente da PM / Bombeiros do Brasil, além de ter dinheiro pois é o Estado “mais rico” da federação; Então eu te pergunto, vc acha que o Governo Federal deve mandar tropas pra ajudar São Paulo?

Pense bem…

João Augusto
João Augusto
11 anos atrás

Super Hornet, concordo com o roger, antes de mandar tropas/forças para ajudar outro país devemos olhar para os nossos problemas internos.
Sabe, tem um provérbio chinês que diz: “Antes de sair para salvar o mundo, dê três voltas em sua casa.”. Deveríamos aprender com eles. Ao invés de mandar 15 milhões de dólares, doássemos 1, como fizeram nossos amigos xing-lings, ou não doássemos nada, o que seria muito mais sensato.
Deveríamos enxergar nossa situação e parar de dar passos maiores que as nossas pernas. CS da Onu, e outras coisas, não se ganha na propaganda não… Ninguém é burro.

Bayron
Bayron
11 anos atrás

Todos os países tem problemas internos e sempre terão. Se todos forem pensar assim ninguém ajuda ninguém. Ou vocês acham que os EUA, França, etc por exemplo não tem marginalidade, assaltos, crimes e catastrofes naturais (vide Nova Orleans).
A mobilização é para salvar um país, para coloca-lo nos trilhos e se deus quiser ele um dia também voltar a ter apenas problemas internos.

Edson
Edson
11 anos atrás

Só um detalhe, a Polícia do Exército é um tropa da infantaria. O melhor seria dizer que dentre o 900 infantes, 150 são da Polícia do Exército.

Alecsander
Alecsander
11 anos atrás

João Augusto e Roger, Não me levem a mau, mais vocês estão assistindo muita Cidade Alerta. Concordo com os colegas Super Hornet e Bayron, se não der ajudar por ter problema ninguém ajudaria no mundo. Problemas o Brasil tinha antes do terremoto do Haiti, e alguém ai acha que se o Brasil não mandasse ajuda ao Haiti essa ajuda seria necessaria para o uma enchente em São Paulo que não chega a mata nem meia dúzia nas mais fortes? Moro no Norte do Paraná, quando teve aquelas chuvas em Santa Catarina, que provocou enchentes, desmoronamentos e dezenas de mortos, vi… Read more »

roger
roger
11 anos atrás

Alecsander,me desculpe mas vocedevia dizer isso pras milhares de vitimas de dengue,febre amarela,malaria e desabrigados de enchentes aqui na regiao norte.duvido muito que algum deles concorde com voce.acho que isso deveria ser dito também aos pacientes de cancer,que tem de ir para outro estado fazer seu tratamento porque nossos hospitais,outrora de referencia no tratamento de cancer, estao falidos e sucateados,sem verba nem pra comprar remedios básicos pro tratamento. Super hornet,nao se discute a grandeza e riqueza de um estado como Sao Paulo,mas voce deveria saber bem que essa riqueza e grandeza foi construida ao longo dos anos com o sangue… Read more »

roger
roger
11 anos atrás

deixem os americanos e europeus gastarem seus dolares e euros com isso.entre ver um brasileiro indo pra escola ou ter o que comer e ver um haitiano,africano ou seja o que for,levando o $$$ que seria de ajuda a um irmao meu,adivinhem o que escolheria??
obs:nao assisto Cidade Alerta…tem coisa muito melhor pra ver!!!

athalyba
11 anos atrás

Roger,

Se o mundo dependesse de pessoas que pensam como você, solidariedade e geopolítica iam ser termos obscuros e pouco usados …

Tb me espanta a falta de foco das suas colocações. Vc percebeu que a maioria absoluta das demandas sociais que vc cita são de âmbito estadual e municipal ??? Ninguém aqui vai discordar do que vc diz apenas por discordar, mas é preciso um pouco mais de articulação de idéias e um tanto mais de compreensão de nossos entes federativos pra vc sustentar o que vc diz.

Sds

Athos
Athos
11 anos atrás

Uma coisa não tem nada a ver com a outra, afinal de contas, agora somos ricos. 🙂

Vocês querem comparar a completa destruição de um país com a velha e conhecida má administração brasileira.
As chuvas, em qualquer escala, são sempre previsíveis. Ano passado tivemos El Nino, isso quer dizer que no ano seguinte chove mais.
Incompetência pura e simples matando gente.

athalyba
11 anos atrás

Em tempo: toda a sorte e força para os integrantes de nossas Forças Armadas, que sairão do Brasil para nos representar. Pelo excelente trabalho realizado pelos que vieram antes, tenho certeza que esses novos contingentes vão continuar a honrar nosso país.

Parabéns a todos os envolvidos nessa missão.

Alecsander
Alecsander
11 anos atrás

Roger Você precisa lembra como citado pelo colega athalyba que todos os problemas citados por você são problemas regionais e não nacionais. Também não é necessário que você cite as a importância do trabalha dos brasileiros vindos de áreas pobres na construção do desenvolvimento do Brasil, sou paulista filho de pais nordestinos, sei bem como é a participação desse povo pobre como você citou, e sei que ter problema não é desculpa para não ajudar os outros. Ao contrario do Haiti a maioria dos problemas no Brasil são causados por falta de conciencia, no caso das enchentes isso esta mais… Read more »

angelo
angelo
11 anos atrás

A questão dos problemas em âmbito municipal, estadual, etc é bastante complexo. Atualmente, em nosso modelo, os recursos de todo o país estão concentrados em Brasília. Se não fosse assim, por qual razão haveriam as intermináveis caravanas de prefeitos aquela capital? Precisamos de um novo sistema federativo, com maior autonomia para os Estados, para que não seja necessário depender dos favores do governo federal de plantão.

Alecsander
Alecsander
11 anos atrás

angelo

Muito bem colocado seu comentario.

Um grande abraço.

lujo
11 anos atrás

em vez dos politicos enviarem aos morros mais efetivos e cuidarem de nossa precaria segurança fica querendo voto mandando contingente para os outros quando não cuida nem dos brasileiros. lula faria muinto mais votos ajudando seus filhos q os d fora.. mas ele quer a qualquer custo tomar o nobelda paz do companheiro obama.

ges
ges
11 anos atrás

em vez dos politicos enviarem aos morros mais efetivos e cuidarem de nossa precaria segurança fica querendo voto mandando contingente para os outros quando não cuida nem dos brasileiros. lula faria muinto mais votos ajudando seus filhos q os d fora.. mas ele quer a qualquer custo tomar o nobelda paz do companheiro obama.

roger
roger
11 anos atrás

aqui temos um ditado:andar bonito com a roupa dos outros é fácil…

Últimas Notícias

Recife (PE) sediará a nova Escola de Formação de Sargentos do Exército

O CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DO EXÉRCITO INFORMA: Na 339ª Reunião do Alto Comando do Exército, realizada de 18 a...
- Advertisement -
- Advertisement -